Page 1

ISSN 2176-1345 | Distribuição Gratuita

Ano IV - Edição nº 47 - Novembro 2011

NOTÍCIAS DO MEIO GRÁFICO, ESTAMPARIA & COMUNICAÇÃO VISUAL

Agito Têxtil-Serigráfico

neon

& led Uma dupla de energia para iluminar e colorir ambientes

eguesia: r F a t n i t Dis lame da Fazer o Rec Produtos dos Empresa e sto, é... não é Ga to Investimen 1


2

2


editorial

sumário

Produção Nordestina

Atividade Têxtil-artística & utilitária

expediente

Vocês sabem?... Por ignorância geográfica e cultural, o navegador Colombo nomeou os povos que encontrou na América como “índios”, pois, ele achava ter encontrado a Índia. Já o escrivão Caminha, da frota de Cabral, somente fala “das gentes”, e isso por saber que não estava na Índia e sim a caminho da Índia. É tempo de se reeducar a Universidade brasileira para que o Povo Brasileiro tenha acesso à sua própria identificação geográfica e cultural. Pois é, e por falar em Caminha, o escrivão, ele mesmo nos ensina que naquele “porto seguro” os portugueses encontraram uma atividade têxtil-artística e utilitária que os assombrou – a saber: “[...] No meio das ditas casas e dos ditos esteios põem uma rede de algodão atada [...]. E das penas dos ditos pássaros fazem chapéus e barretes que usam. A terra é muito abundante em muitas

árvores e muitas águas: milho, inhames e algodão [...], têm redes e são grandes pescadores” – in ‘Carta de Pêro Vaz de Caminha para D. Manuel’, na Terra de Sancta Cruz, 1500. Pelas suas condições climáticas e geoestratégicas, o norte-nordeste é uma região predestinada a ser uma das bases econômicas do Brasil: foi e o é. Daquelas redes de pesca e de dormir confeccionadas artisticamente com algodão, e apresentadas ao mundo no Séc. 16, às roupas e outras peças de algodão confeccionadas no Séc. 21, o norte-nordeste é uma espécie de eterno ‘mapa da mina’ que o Brasil redescobre a cada nova era. Aqui fica o registro histórico que sinaliza os “quês” da atual demanda industrial e têxtil por essas paradas. João Barcellos / editor-historiador

Rua José Augusto Pedroso 44 06717-126 Cotia/SP Brasil

www.impressaocores.com.br

jb@impressaocores.com.br / comercial-junior@impressaocores.com.br

Fones 55 11 4703.3077 Junior 4704.0917 / 9797.2753 Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.

PRODUTOS & PROMOÇÕES

Saiba +

PUBLICIDADE & BRINDES 04 Caneta Tampografada Tinta & Tampografia PRODUTOS 05 Laminação / Bima Silk UV p/ CD e Silk Balão VITRINE EMPRESARIAL 06 Publicidade: ontem e hoje. PERSONALIDADE 06 Valmy / a arte da reprodução serigráfica NOSSA CAPA 08 Néon & Led: o colorido na sociedade de consumo ESTAMPARIA & MODA 10 Agito Têxtil-Serigráfico: uniformes e sacolas

NOTAS DE MERCADO 13 Ilhoseira CiaTec Novidade Sign Supply

Edição / Cristiane Ramos [Mtb 39615] & João Barcellos Dep Comercial / JUNIOR Dep Jurídico / Dr Luiz Silva Projeto Gráfico / Pedro Caetano

Serigrafia & Vidro

SAIBA + Produtos & Promoções em nosso Site

RÓTULOS & ETIQUETAS 12 CorelDraw & Roland dg / prêmio

Título/Marca de TerraNova Comunic CNPJ 02.206.278/0001-45 IM 015428 NAE 5822100 Certificado Digital // NF@

Kiwo & Sefar // Técnica & Arte

EDITORIAL 03 Produção Nordestina: Atividade Têxtil-Artística & Utilitária

Foto Balão

Art Hot Transfer ensina...

Papel Flocado Branco Poliéster Gênesis

PLOTAGEM 15 Envelopamento de Veículos

ASSINATURA

12 Edições por R$50,00 Deposite R$50,00 p/ TerraNova Comunic Banco do Brasil Agª 0916-4 cc 29845X e envie cópia do doc c/ os seus dados p/ revista.ic@uol.com.br ou ligue 11-4703.3077

3


Publicidade & Brinde

tinta digital

Caneta

Tinta Epóxi & Tampografia

Tampografada Brinde, Publicidade & Turismo

As resinas epoxi após sua completa polimerização (cura completa), são consideradas toxicologicamente inertes, i.e., não apresentam riscos à saúde no manuseio. Os pigmentos utilizados na composição das cores são classificados em orgânicos e inorgânicos. Os orgânicos caracterizam-se pela atoxidade geral e são pigmentos nobres com grande poder de tingimento, normalmente utilizados em utensílios domésticos, brinquedos ou produtos para contato com alimentos. Os inorgânicos, na maioria, possuem metais pesados, cromados e molibdatos (bário, chumbo, cádium). São considerados mais tóxicos e seu poder de tingimento é menor que o orgânico. Também existem as combinações de orgânicos com inorgânicos, obtendo-se um menor custo com um melhor poder de tingimento.

A impressão feita por tampógrafos é um arte e uma indústria que move setores do brinde à peça técnica. Um dos ramos mais ativados é da impressão em canetas, simples ou já montadas. As máquinas tampográficas compactas e manuais são ferramentas otimizadas para gravar objetos destinados à promoção de empresas e marcas, mas também para produzir brindes personalizados e turísticos. A conceituada empresa Inovações & Brindes disponibiliza a linha New Print de equipamentos tampográficos, e a máquinas para decorar e/ou personalizar canetas grava superfícies com diâmetros de até 30 mm e permite uma produção de 1400 peças/hora...! É compacta, de fácil manuseio, possui tela de 180 fios e um Manual com CD para o rápido aprendizado de utilização. Ótima para dar início às operações de uma microempresa. www.inovabrindes.com.br

Tel: (11) 2742.6674 / 2742.0144 / 2746.0853 Site: www.metalprinter.com.br · E-mail: metalprinter@metalprinter.com.br

4

Os solventes são a base de éteres glicóis, considerados os de menor toxidade... O único solvente atóxico é a água. O catalisador é utilizado em tintas epoxi ou poliuretânicas: é um reagente químico, que adicionado em pequenas quantidades tem a propriedade de concentrar a resina, acelerando sua reação de polimeriza e aumentar a dureza superficial. A tinta adequada é a que oferece ao produto a ser impresso o melhor acabamento possível com todos os requisitos necessários: aderência, sublimação, tonalidade, atoxidade, com uma melhor característica do filme. www.semmil.com.br


indústria & produto

Indústria & Produtos

Laminação & GF

A técnica mais comum para proteção de fotos e gravuras, da pequena à grande, é a laminação, que pode ser executada a frio ou a quente e, quase sempre, as duas modalidades encontram-se à disposição no mesmo equipamento. Uma das empresas de ponta nesta tecnologia é a Brima Laminação, que tem no seu vasto catálogo, uma Laminadora GF, ou seja, quem precisa proteger peças de Grande Formato [GF] pode adquirir este equipamento. Ele utiliza fonte de 220 v e lamina área com largura de até 106 cm para filmes com espessura de até 250 mic, operando com velocidade de 2,5 m por minuto e temperatura controlada. www.brimalaminação.com.br

Silk CD Matic Equipamento semiautomático idealizado para impressão de mídias em CD e DVD, em 1 cor e aplicação de verniz ultravioleta, segundo a experiência industrial da Silksmaq, fabricante especialista em máquinas para serigrafistas. Com encaixe cor a cor, o equipamento pode ser utilizado para impressão de cromias. www.silksmaq.com.br

Silk Balão Um dos equipamentos sempre evidência nas amostragens públicas da Silksmaq é a impressora Silk Balão. É para estampagem serigráfica a 1 cor sobre balão [bexiga], e como a tinta seca rapidamente o balão pode ser imediatamente esvaziado para ser embalado com outras unidades. E uma novidade: Silk Balão possui ajuste para se adequar a diversos tamanhos de balão. www.silksmaq.com.br

5 5


vitrine empresarial

personalidade

Distinta Freguesia:

Um Artista Chamado

Valmy Morais

Fazer o reclame da empresa e dos produtos não é gasto, é... Investimento! [alerta dos velhos empreendedores] Não interessa qual é o suporte, se é gráfico ou se é audiovisual: o que interessa é chamar a atenção para a logomarca da empresa e seus produtos. E, não sendo o tradicional ‘jingle’ [música publicitária], o velho Reclame tem roupas novas no suporte gráfico e nos processos de impressão. Recentemente, Paulo Cezar Alves Goulart lançou o livro Música e Propaganda [A9 Editora, SP-2011], um estudo primoroso e de leitura deliciosa com parte da história da comunicação mercantil no Brasil. A essência do estudo alarga-se, também, ao alerta dos velhos empreendedores: Distinta Freguesia, fazer Reclame da Empresa e dos Produtos não é gasto, é... investimento! Obviamente, o recado vale para as empreendedoras e os empreendedores de hoje. Que o mesmo é dizer: deixar de exibir produtos e serviços é perder a clientela.

Valmy nasceu em Itamarandiba, estado de Minas Gerais, em 1961, e aos 8 anos notou nos seus rabiscos e borrões um talento peculiar para arte. A prática constante com a pintura, o desenho, a escultura e, ainda, a gravura em serigrafia, construiu as características de excelência e solidez que são a marca registrada de suas produções. Premiado mundo afora, Valmy Morais é um artista diferenciado e em pesquisa contínua sobre técnicas, cores, estilo, logo, um profundo conhecedor das artes visuais.

Para mais informações e compra, acesse: www.musicaepropaganda.com.br

SOLDA BANNER manual manual

SOLDA BANNER MANUAL / 10 mm - Tem tamanho de 1,50 m e é acionado por pedal; possibilita movimento horizontal e possui sistema único de SOLDA BANNER MANUAL / 10 mm Tem tamanho de 1,50 m e é acionado por fechamento. Equipamento prático e produtivo movimento horizontal e possui sistema único de fechamento. SOLDA BANNER MANUAL / 10 mm Tem tamanho depedal; 1,50 mpossibilita e é acionado por além de baixo consumo de energia. Equipamento prático e produtivo além de baixo consumo de energia. pedal; possibilita movimento horizontal e possui sistema único de fechamento.

SOLDA BANNER

Equipamento prático e produtivo além de baixo consumo de energia.

EQUIPAMENTOS METAL PRINTER: A SOLUÇÃO! EQUIPAMENTOS METAL PRINTER: A SOLUÇÃO!

(11) 2742.0144 / 2746.0853 Fone: 11- 2 742.0144 / 2746.0853 www.metalprinter.com.br www.metalprinter.com.br

6

EQUIPAMENTOS METAL PRINTER: A SOLUÇÃO! Fone: 11- 2

742.0144 / 2746.0853 www.metalprinter.com.br


7


capa

Néon & Led

Uma dupla de energia para iluminar & colorir ambientes Quem não vê? Quem não viu? Luzes e painéis de Néon ou de Led são tão comuns que até os ônibus já os utilizam nos letreiros que sinalizam os pontos de embarque e desembarque. Além disso, depois de muitos anos quase abandonada, a indústria do Letreiro de Néon retornou para reviver no Séc 21 os bons e maravilhosos momentos dos Anos 50 e 60 Séc 20, quando era tão ‘estrela’ de cinemas e cassinos e cafés-bares quanto estrelas e astros da música e do teatro. E neste Séc 21, o Néon tem a companhia do Led para uma convivência tecnologicamente pacífica e em prol da harmonia que ilumina o bom gosto e sem desperdícios.

NÉON Elemento químico, habitualmente na forma de gás monoatômico. A atmosfera terrestre contém 15,4 ppm, sendo obtido em escala industrial pela destilação fracionada do ar. O processo se baseia no resfriamento do ar e destilação do líquido criogênico que daí reulta. A palavra néon vem do grego néos, q.s. novo, e o gás foi uma descoberta feita em 1898, por William Ramsay e Morris Travers. LED O diodo emissor de luz, mais conhecido pelas iniciais do inglês Light Emitting Diode [LED]. Semicondutor [Junção P-N], quando energizado gera uma luz visível, e se gerada pela aplicação de fonte elétrica passa a ser uma eletroluminiscência. É utilizado na emissão de luz em locais e aparelhos substituindo a lâmpada tradicional. Um micro objeto, é utilizado em microeletrônica como sinalizador de avisos; entretanto, também é fabricado em ponto maior para sinalização em ambientes de rua e grandes espaços internos, particularmente em paineis de comunicação visual.

Estilistas, quer no Vestuário quer no desenvolvimento de conteúdos para Comunicação Visual, utilizam Néon e Led para dinamizar um conceito: as tecnologias podem ser vestidas e podem ser acessórios, cabe a cada comunidade e sua cultura adaptá-las para o melhor aproveitamento e bemestar do todo social.

REFERÊNCIAS “Luz & Arte” – MACEDO, J. C.; artigo, Guimarães-Pt, 1981. “A Microeletrônica e a Comunicação Visual” – PIÑON, Mariana d´Almeida y; artigo, Campinas-Br, 2007. “Os Bastidores Da Comunicação Visual” – BARCELLOS, João; livro em fase de editoração, 2011. “Electrónica, Luz & Comunicação Artística No Quotidiano” – MACEDO, J. C.; artigo, Coimbra-Pt, 1983. “Néon e Led no Vestuário Jovem” – PIÑON, Mariana d´Almeida y; artigo e palestra, Paris-Fr, 2011.

8


FABRICANDO MÁQUINAS DE QUALIDADE A Termopress atua, há mais de 34 anos, no setor de confecção e estamparia fabricando máquinas, prensas térmicas, mesas com berços térmicos em alumínio, flash cure, estufa de ar quente e seladora / solda banner.

MT 3000 FLASH CURE SELADORA / SOLDA BANNER

CP 5P

CP 4M

CP 3M

CF 1M

ESTUFA DE AR QUENTE

ET 6M

MODELO BONÉ CFC 1M

ET 6P

ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES:

Aqui tem:

CFC 1P-D

www.termopress.com.br correio@termopress.com.br R. José Miguel Ackel, 310 - Penha / São Paulo

Tel: 11 2957.1425 9 Tel/Fax: 11 2958.1135


estamparia & moda

AGITO

TÊXTIL-SERIGRÁFICO

Sacolas Ecológicas & Uniformes Os segmentos que fazem a comunicação visual através dos recursos têxteis habituaram-se a olhar a mesa corrida e o rodo como sinais de estamparia para camisetas. Os tempos mudaram, e a mesa corrida não é mais e somente base para decorar camisetas: ela divide espaço com máquinas de costuras, linhas, tesouras, equipamentos de corte, desenhos de modelitos. E algumas pessoas questionam: ainda é ‘coisa’ têxtil, ou ‘coisa’ serigráfica? É, ainda é!, dizem profissionais do ramo textil-serigáfico. Além da camiseta e do boné, a mesa corrida recebe outras peças para serem serigrafadas com a mesma freqüência operacional, como uniformes (jalecos, blusas, peças inteiras) e sacolas recicláveis para uso diário e sacolas esportivas A velha e sempre renovada arte têxtil-serigráfica acompanha as tendências de mercado e até opera conjuntamente com a plotagem (impressão digital). Entretanto, “...o salto qualitativo está na vivência estilística, ou seja, tudo o que é produzido entre a mesa corrida e a máquina de costura tem agora a perspectiva especializada da moda –, porque tudo é produzido para nichos específicos: cada peça identifica-se com o seu tipo sociocultural ou profissional”, como diz Simara Serrador, “pelo que podemos identificar um uniforme com um trabalhador rodoviário, ou imaginar uma sacola que, de dobra em dobra, vira porta-chaves”. E assim é que o ramo têxtil-serigráfico dá a volta por cima, gera empregos e cria novas oportunidades de negócio. [jb] Agradecimentos: a Evandro, Simara e Carol Serrador, pelos esclarecimentos e facilidades de reportagem. [Evandro Estampas / Cia da Camiseta – Fone 11-4615.2875 Cotia/SP]

CIATEC

ALTA FREQUÊNCIA

SOLDA ELETRÔNICA ILHOSEIRA

Fone/Fax 10 11 2705.4577 / 4105.0521 www.ciatecmaquinas.com.br . ciatecmaquinas@hotmail.com

CG

CCM

máquinas para soldar laminados de pvc em tecidos e fazer alto e baixo relevo em etiquetas

Rua Jacarandá Preto, 689 - Jd Panorama - 03251-070 / São Paulo


11


Indústria & Produtos

rótulos e etiquetas

CorelDRAW & Roland DG

O designer Felipe Cortes foi premiado no concurso CorelDraw O designer Felipe da Silva Cortes é um dos vencedores do CorelDRAW International Design Contest 2011, premiação que, anualmente, desde 1989, reconhece os melhores trabalhos gráficos desenvolvidos com o software CorelDRAW. Os novos rótulos da vinícola Dom Gabriello deram a ele a segunda colocação na categoria “Propaganda & Marketing”, o que lhe rendeu como prêmio uma máquina de recorte modelo Stika SV-15, da Roland.

Felipe trabalha na Graphia Design, agência em Bento Gonçalves (RS), e revela que a empresa vai se beneficiar do novo equipamento. “A felicidade é dupla. Em primeiro lugar, por ter meu trabalho reconhecido em um dos mais importantes concursos internacionais de design gráfico. Depois, pelo fato de ter conquistado como prêmio uma máquina de última geração, que será muito útil para mim e meus colegas no desenvolvimento de nosso trabalho”, afirmou.

Transfer Contínuo de Fitas Máquina criada pela Mogk para o mercado especializado em tecidos estreitos. Ótima para transferir fitas em algodão ou sintéticas e com bons resultados em fitas rígidas ou elásticos. Tem guias reguláveis para operar com várias fitas em simultâneo. www.mogk.com.br

12

IC_38_FEVEREIRO_11.indd 5


notas de mercado

ILHOSEIRA Ferramenta das mais utilizadas nas bancadas de muitas indústrias, da Comunicação Visual à Têxtil passando pela Automotiva, e etc., a Ilhoseira é ao mesmo tempo um equipamento simples e complexo, pois, pode ser quase artesanal, semiautomático e automático, até com guia laser... Neste caso falamos da Ilhoseira fabricada pela CiaTec, e que se encontra em muitas empresas brasileiras, a atestar o seu sucesso. A facilidade de manuseio quase impressiona ao se verificar como o ilhós encaixa perfeitamente na peça. www.ciatecmaquinas.com.br

Novidade Sign Supply para o mercado de Impressão Sublimática É a impressora MUTOH VJ 1618 W – com duas cabeças de impressão de alta velocidade, que permitem multi resoluções, inclusive uma diferente por cabeça, proporcionando mais qualidade e produtividade. Com velocidades de 13,5m²/h para produção e 28m²/h para drafts, a MUTOH VJ 1618 W tem configuração CMYK, saída com resolução de até 1440 x 1440 dpi, e utiliza sistema de pontos variáveis, e atende aplicabilidades com mídias de espessura até 3mm e largura de 1,60 m. Este equipamento vem beneficiar em performance e lucratividade trabalhos em Fotoprodutos (canecas / camisetas para ocasiões especiais / pelúcias, etc.), Vestuário com estampa localizada, Moda esportiva, Brindes, Moda-verão (tendência para 2012), Decoração para eventos, Materiais para datas festivas, Ítens para marketing/publicidade e muitas outras necessidades. Para o alcance dos resultados esperados, os consultores da Sign Supply orientam a compra do cliente de acordo com o estágio e nicho de cada empresa, constituindo uma parceria que induz ao sucesso dos negócios e gera satisfação e fidelização. www.signsupply.com.br

13


prodv

PA SE RT CE TO ICI PR NT R T PE D OD RO ÊX A UT -O TIL MA O ES E D IO OU TE E R SE E D SE FEIR RV ES RIG A IÇ TA RA DO O NO QUE FIA M SE DO ER U CA DO .

DÊ NA U S MI SU M AS PU VE LS ND O AS .

8 a 11 maio de 2012 Feira da Serigrafia e Tecidos para Indústria Têxtil

Technology Fair for the Textile Industry

Textile Serigraphy Expo

INFORMAÇÕES:

www.feiratecnotextil.com.brÍ

(11)

das 15 às 21 horas Centro de Convenções de Goiânia - GO - Brasil

""%âĀ %%Í (51) 3338.0800

Eventos paralelos: Apoio: Agência de viagens oficial:

14

Montadora Oficial:

Empresa associada:

Promoção:


plotagem

ENVELOPAMENTO As pessoas gostam de personalizar os seus objetos de consumo e, muito especialmente, a bicicleta, a moto, o barco, o carro, e até o capacete... Dizem-se “amantes do tuning”, mas o que está em operação é a técnica do envelopamento [adesivamento] de veículos, do tipo fibra de carbono e preto fosco. Para carros com dimensão pequena, por exemplo, o custo do envelopamento fica mais barato do que mandar pintar, além de que o serviço com o material adesivo é feito de um dia para o outro. E é verdade que o veículo fica lindo, sim, e tem ainda a vantagem da proteção contra o sol e as sempre inesperadas pedrinhas soltas na faixa de rodagem. Mas, atenção: não basta idealizar o envelopamento, é preciso conhecer as leis. Saibam que existe Resolução do Contran para modificações em veículos. Então, se uma cor diferente daquela registrada no documento do veículo tiver predomínio [superior a 50%], deve-se regularizar isso no Detran. E, antes, deve ser solicitada autorização ao mesmo órgão. O envelopamento é também uma das soluções gráficas para transformar a frota de veículos de uma empresa em espaço móvel para dar publicidade à logomarca e aos produtos. Uma observação cultural: ‘signmakers’ vêm definindo a alteração exterior de veículos como “tuning”, mas está errado, a operação é envelopamento ou adesivamento, porque tuning é uma palavra inglesa que define afinação... por exemplo, de motor. [jb] Imagens: Fama Sign [www.famasign.com.br]

15


Fabricação e Manutenção de Máquinas de Solda Eletrônica

Reconhecidas pelo próprio mercado como produtos excelentes, as máquinas de solda Gutierrez são soluções tecnológicas para vários segmentos industriais

REPRESENTANTE

EXCLUSIVO

A E ASSISTÊNCIA

PRONTA ENTREG

TÉCNICA

Fones 11 2116.2333 · 2717.2532

www.gutierrezmaquinas.com.br gutierrezmaquinas@gutierrezmaquinas.com.br | maqgutierrez@terra.com.br

16

Revista Impressão & Cores | Edição 47  

Edição 47 - Ano IV - Novembro 2011

Revista Impressão & Cores | Edição 47  

Edição 47 - Ano IV - Novembro 2011

Advertisement