Page 1

2ª MOSTRA ARTEFACTO A HARMONIA DEU O TOM DESSA EDIÇÃO ELAS E O PODER O charme e a personalidade de Adrienne Senna Jobim e Fátima Mendonça

TECA MARTINS E ISABELA DANTAS Nos projetos da dupla, os detalhes fazem diferença


2

| LB

SÃO PAULO Jardins T.: 11 3087 7000 D&D Shopping T.: 11 5105 7777 BELÉM Trav. Benjamin Constant, 1.790 T.: 91 3223 9690 BRASÍLIA Casapark sgcv/sul lote 22 T.: 61 3234 5656 CURITIBA R. Comendador Araújo, 672 T.: 41 3111 2300 gOIânIA Av. 136, nº 290 T.: 62 3238 3838 MAnAUS Manaus Casa Shopping - T.: 92 3182 9700 RECIfE R. Atlântico, 139 T.: 81 3465 8182 CORAL gABLES

4440 Ponce de Leon Blvd. 305.774.0004 AvEnTURA

19915 Biscayne blvd. 305.931.9484 Outras cidades consulte - w w w.ar tefacto.com


Foto: Edison Garcia

LB |

3


EDITORIAL Estamos felizes! Crescemos junto com os nossos leitores e amigos da LB Home. Vamos viajar nas páginas onde estão a 2ª Mostra Artefacto, as revelações das poderosas Fátima Mendonça e Adrienne Jobim, do colecionador  ACM Jr., da diretora de negócios de moda Soraya Milan. Saber como se faz mecenato cultural com Bea Köechli Esteve, bater pernas em Londres e na Turquia guiados por Gabriella Foresti e Adriana Jorge, ficar num orgulho só com as vitórias do chef brasileiro Alex Atala. Vale curtir Arthur Casas e Nina Campbell. Conhecer a trajetória de Alexandre Birman e saber tudo sobre madeixas com Juha Antero e mais e mais. De tudo um pouco, só para o deleite de vocês. Aproveitem!

LARISSA BICALHO


6

| LB

EDELBA CASTRO ANGELA GÓES

Arquiteta: Angela Góes Edelba, uma profissional competente, mais que uma administradora, é uma consultora que sabe respeitar o cliente. É um ser humano lindo. Trabalhar com ela fica fácil, fica simples, fica leve!   Gerente Adm. Artefacto: Edelba Castro Com treze anos de Artefacto, se empenha nesse atual formato e conceito da loja, em manter um ambiente agradável para receber bem os clientes e deixá-los satisfeitos.

Arquiteta: Eliane Kruschewsky

Arquiteta: Dolores Landeiro

Elza é uma profissional brilhante. Ser atendida por ela significa tempo agilizado, pois ela sabe do que gosto, está sempre atenta às novas tendências, além de interagir com meu trabalho junto ao cliente.

Jamile tem feeling e, por isso, entende o que estou buscando para meu cliente, sem esquecer-se de dar uma atenção criteriosa às minhas necessidades. Então, tudo flui. Vendedora: Jamile Monteiro

Vendedora: Elza Cavalcanti Formada em Arquitetura  pela UFBa e em Decoração de Interiores pela EBADE, circula no mundo da decoração há dezoito anos. Está na Artefacto Salvador desde sua inauguração, em março de 1998.

Sintonia

ELZA  CAVALCANTI ELIANE KRUSCHEWSKY

Recém chegada da Alemanha, onde passou dois anos estudando línguas, está trabalhando há três meses na LB Home. O convívio com o mundo da decoração determinou a decisão de matricular-se num curso de designer de interiores. JAMILE MONTEIRO DOLORES LANDEIRO

Arquitetas: Suzane Cabus e Adriana Araújo

Arquiteta: Ana Paula Magalhães Com nome de lenda do folclore brasileiro, ela é de fato uma guerreira! Simpática, sorridente e solícita, Iara é a solução em pessoa! Desde quando Larissa aportou em Salvador, tenho trabalhado com ela, o que tem sido para mim uma grande satisfação!

A nossa parceria com a Artefacto/ LB Home está ligada à Ritinha, uma profissional que tem intimidade com do que vende, sempre sensível ao nosso desafio de agradar ao cliente nos ajudando na escolha de bons produtos. Vendedor: Rita de Cássia Costa

Gerente Adm. e Compras LB Home: Iara Oliveira

IARA OLIVEIRA ANA PAULA MAGALHAES

Estudante de administração de Empresas, trabalha na Artefacto há quatorze anos. RITA COSTA ADRANA ARAUJO E SUZANE CABUS

Os dezessete anos de atividades no mercado de decoração de alto luxo tiveram seu começo na Esfera, hoje Basic, uma das lojas do Grupo Artefacto, de onde foi transferida para a loja de Salvador e está há mais de oito anos.


LB |

EMILIO VALÚ CRISTINA CALUMBY E ISABEL GONÇALVES

Arquitetas: Cristina Calumby e Isabel Gonçalves

7

Do arquiteto ao vendedor: a sintonia perfeita entre os profissionais de decoração e a equipe da LB Home/ Artefacto faz a diferença quando o assunto é agradar ao cliente e preservar o bom-gosto e a sofisticação. CARLA VIEIRA MÁRCIA MECCIA

Arquiteta: Márcia Meccia Carla é sensível, prestativa e

Competência, eficiência, senso de humor, leveza na relação com o cliente, empatia com os profissionais, honestidade, fidelidade, são os adjetivos que definem Emilio, com quem mantemos uma relação de amizade.

discreta. Jamais interfere no projeto apresentado, nem desvia o foco do que está sendo tratado, a indicação dos produtos. Por tudo isso, está entre meus vendedores prediletos. Vendedora: Carla Vieira

Vendedor: Emilio Valú

Com sete anos no mercado de decoração, de vendedora a gerente, divididos entre quatro na LB Home e três na Artefacto, Carla convive em harmonia com nomes de peso da arquitetura e do design de interiores da Bahia.

Foi o primeiro, e por muitos anos, o único homem no quadro de vendedores da Artefacto. Nos seus vinte anos de mercado de decoração de alto luxo, conta com passagem pela sede da empresa, em São Paulo, como gerente substituto.

Arquiteta: Selma Bandeira Arquiteto: Flávio Moura

ELISABETH HEIN FLAVIO MOURA

Beth é gentil e competente. Como conhece a fundo o mix da LB Home, seu atendimento é super personalizado e suas sugestões coerentes com as características do cliente e com as propostas idealizadas por nosso escritório.

Estou em sintonia com Manuela desde a minha 1ª Mostra Artefacto, quando ela, sempre dedicada e prestativa, nos servia água e cafezinhos. Acompanhei a evolução de sua vida profissional e deixo aqui registrada minha alegria em vê-la trabalhando atualmente na parte administrativa da LB Home.

Gerente Comercial e Compras LB Home: Elizabeth Hein

Assistente administrativo: Manuela de Jesus

A paixão pela decoração dá o tom na sua vida profissional, onde atua há quinze anos, sendo três na LB Home como gerente comercial. Na área de consultoria de vendas, sua especialidade são os tecidos.

Desde de março de 2001, quando começou a trabalhar na Artefacto, sua carreira tem sido ascendente. Aprendendo com a prática, passou de copeira a estoquista e hoje trabalha como auxiliar fiscal na LB Home.

MANUELA DE JESUS SANTOS SELMA BANDEIRA


ÍNDICE

36

62 DESEJO

MOSTRA

ARTEFACTO

ARTEFACTO por LB

12 CAPA Teca Martins e Isabela Dantas

14 16 20

FICAMOS LOUCAS POR... Cláudia e Daniela Lopes RÚSTICO CHIC Márcia Bandeira e Indayá Duarte DESIGN EM QUATRO MOMENTOS Paulo Andrade e Paulo Melo

33 GASTRONOMIA Alex Atala

36

2ª MOSTRA ARTEFACTO Wesley Lemos, Tessa Tironi, Adriana Araújo e Suzane Cabus, Inez Fraguas, Marcus Lima e Luiz Claudio Motta, Renato Teles, Selma Bandeira.

66 GOLFE 68 BOXE 70 BELEZA 72 ELAS MONTAM SEU LOOK 78 PONTE AÉREA 80 MODA 82 COLECIONADORES ACM Jr.

84 GPS 90 TRAJETÓRIA

Adriano Mascarenhas

92 94

SORAIA MILAN NOIVAS


120 98 99 100 102 106 108 110 114 118 119 122

18 138

PODER

ENTREVISTA

ADRIENNE JOBIM

ALEXANDRE BIRMAN

PLAYLIST LIVROS LB TECIDOS EM CASA HARLEY DAVIDSON LB MESA EVENTOS LB HOME PROJETO Eliane Kruschewsky PAISAGISMO CASACOR PODER Fテ。tima Mendonテァa

125 126 130 132 134 143 144 146

TUDO Sテグ FLORES DESEJO LBHOME SAVE VENICE NETWORK ARTHUR CASAS ESTILO TEM GRINGO NA BALADA THE END

MULHERES DE SUCESSO


10

| LB

colaboradores

3. Luba Costa é photodesigner em São Paulo e com sua experiência embeleza imagens para os principais fotógrafos do país. Para a revista LB, deixou a capa ainda mais bonita. luba.consult@gmail.com 4. Márcia Lagos é consultora de estilo e presta assessoria para diversas marcas, lojas de decoração, restaurantes e SPAs. Direto de NewYork nos enviou a matéria Deu Branco! lagosm@uol.com.br 5. Rafa Freitas é blogueiro, assina o site Alô Alô Bahia e colaborou com a coluna Network para a nossa revista. freitasrafael@hotmail.com

01 03 05

02

6. Marcelo Aniello é fotógrafo profissional com experiência internacional e para essa edição fotografou, entre outros, os ambientes da 2ª mostra Artefacto. aniellophoto@hotmail.com

04 06

07

1. Sidney Tuma é paulista, fotógrafo profissional e colabora conosco desde a primeira edição. Nesse número, além de outras, fez a foto de Teca e Isabela para a capa. contato@sidneytuma.com.br 2. Leonardo Finotti é fotógrafo com livre transito entre os principais nomes nacionais e internacionais do mundo da arquitetura e design. São dele as fotos do porjeto de Arthur Casas. photo@leonardofinotti.com

7. Studio Augusta - Magu Atala Sapolnik, Mai Saraiva e Rafael Oliveira, designers e diretores de arte são os autores da concepção e projeto gráfico da revista. studio@augusta.art.br

08

8. Janete Freitas é jornalista, assina uma coluna diária na Tribuna da Bahia e colabora também com diversas publicações nacionais. Nessa edição é a responsável pelos textos e entrevistas. janetefreitas@uol.com.br

LB HO M E - Rua Maceió 105 Jardim Brasil Salvador BA T 71 3341-3350 w w w.lbhome.com.br


| LB

CAPA /

12

A força do DNA “Equilíbrio + Harmonia = Bom Gosto” Com formação em Design de Interiores pela EBADE, Teca Martins faz parceria com a filha Isabela Dantas, arquiteta pela UFBA e graduada em Design de Interiores pela Universidade Estácio de Sá - RJ, no atuante TI Arquitetura e Design de Interiores. O DNA e a convivência acentuam a semelhança do traço, burilado em cursos no IED de Milão. Ecléticas, concordam que “é um privilégio poder escolher para quem vamos trabalhar e realizar os sonhos”. Definem bom gosto como equilíbrio e harmonia e como mau gosto, a ausência de bom senso. O blog www.itdesignblog.com, atual menina dos olhos de ambas, nasceu com o objetivo de catalogar o trabalho delas, mas “com seu amadurecimento, decidimos usá-lo para inspirar as pessoas e divulgar nossas ações profissionais”. Teca confessa sua sede de conhecer outras culturas e de passar uma temporada fora do país, buscando novas idéias. Já Isabela está voltada para a construção de sua casa, que começa ainda esse ano. Chiques, elegantes e refinadas, são um must quando se fala em decoração na Bahia. FOTO CAPA: SIDNEY TUMA FOTOS AMBIENTES: HERMES CARVALHO


LB |

13


| LB

BY APOINTMENT /

14

FICAMOS CLÁUDIA LOPES E DANIELA LOPES

�oucasPOR...

A mistura do clássico com o contemporâneo que as designers de interiores Daniela Lopes e Claudia Lopes sabem fazer com encanto e equilíbrio, encontra seu caminho entre as peças arrojadas e elegantes da LB Home. Abajur Gisele Seda Branca

Potiche Linha Amanda Fabrizio Rolo

Poltrona Topikapi Living Malacca

Abajur Gomos

Potiche Linha Cambon Metalasse


LB |

15

Escultura Linha River

Gaiola Bambu

Linha Oceano

Vasinhos prata Jaipur

Poltrona Taishan Oriente Italiano

Pincel em cabo de madeira c/ passamanaria chinesa


| LB

BY APPOINTMENT /

16

MÁRCIA BANDEIRA E INDAYÁ DUARTE

Rústico Chic Para captar as nuances do Rústico Chique, basta o olhar de Márcia Bandeira e Indayá Duarte, treinado em dezoito anos de trabalhos profissionais pelo Brasil afora.

Abajur Império

Cômoda Rústica Artefacto Escultura Cavalo Terracota bege à maneira das antigas Di'xian chinesas

Baú Linho Rústico Bola em cerâmica à maneira da antiga terracota branca


LB |

Elefante em madeira sempre dá sorte

17

Centrinho Grécia

Poltrona Circle Beach and Country

Cachepot Linha Tie Dye em cerâmica

Esculturas de pássaros em resina Pátina envelhecida

Cadeira Cadeira Romana Zanna Beach Beach and and Country Country

Banco Nyanjim

Porta velas em madeira demolição


| LB

PERSONALIDADE /

18

ALEXANDRE BIRMAN

PEGADA FORTE


LB |

“Aderimos à sustentabilidade  tratando os resíduos de fábrica e reciclando nossas caixas de sapatos”

O que motiva o herdeiro de uma poderosa fábrica de sapatos a escolher trilhar uma carreira solo... no ramo de sapatos? Alexandre Birman responde: “a satisfação de ver uma mulher elegante usando minhas criações”. O empresário de trinta e quatro anos, vicepresidente da Arezzo e criador das marcas Schutz e Alexandre Birman, contabiliza uma série de vitórias com suas onze lojas próprias nas principais capitais e um plano de expansão para 2011/2012 que inclui até a possibilidade de abrir franquias. Mesmo com essa bagagem, antes de desembarcar nos EUA e na Europa, estudou tendências e demandas e só depois colocou (com sucesso) sua marca fashion, jovem, diversificada nesses cobiçados mercados. A meia pata e os saltos altíssimos são a “cara” de suas criações, mas é do alto de saltos blocos e anabelas que as elegantes vão pisar na próxima estação. Palavra de quem calça Kate Hudson e Leighton Meester, também.

19


| LB

DESIGN /

20

PAULO ANDRADE E PAULO MELO

Desi�n

EM QUATRO MOMENTOS BUDA EM RESINA

ABAJUR JODIE

ONÇA SICILIANA

PAR QUERUBIM EM BRONZE


LB |

21

Paulo Melo e Paulo Andrade captam o melhor de cada estilo, com a experiência adquirida em dezesseis anos de parceria em projetos marcantes. VASO XIN

ABAJUR LINHA RIVER

MESA LATERAL ZANNA

EXÓTICO APARADOR KLINT

POLTRONA ICE ACRÍLICO MOLAS

CADEIRA VANE

CONTEMPORÂNEO MESA LATERAL NIH II

POLTRONA JENSEN

POLTRONA LASCIA

VINTAGE MESA LATERAL

POLTRONA KRUGER

ABAJUR MARION

CLÁSSICO


22

| LB

SHOPPING BARRA 3ยบ PISO .- ALA LESTE

TEL 3359 8784


OUTONO INVERNO 2011 LB | 23


24

| LB


LB |

25


26

| LB


LB |

27


28

| LB


LB |

29


30

| LB


LB |

31


32

| LB


LB |

33

ALEX ATALA

O BRASIL NO SEU MELHOR MOMENTO Qual a marca que permite reconhecer o “toque do chef Atala” à primeira garfada? A brasilidade.


GASTRONOMIA /

34

| LB

“O prazer está no ato de cozinhar, transformar e alimentar”

FOTOS: Cássio Vasconcellos

Em sua décima edição, a “Restaurant Magazine” elege mais uma vez os 50 melhores restaurantes do mundo e, pelo sexto ano consecutivo, o D.O.M. Restaurante, do chef Alex Atala, está presente na premiada lista. Posicionado em 2010 em 18º. lugar, o restaurante subiu 11 posições, agora na sétima colocação. A casa segue sendo o Melhor Restaurante da América do Sul, de acordo com a lista. Publicado anualmente pela revista britânica “Restaurant” desde 2002, o S. Pellegrino World’s 50 Best Restaurants é reconhecido como o mais célebre indicador dos melhores lugares para comer nos cinco continentes. O prestigiado ranking reúne jornalistas de gastronomia, críticos, editores e comentaristas em todo o mundo. Ao todo, foram cerca de seis mil votos de mais de 800 especialistas. ALEX ATALA Criativo e irrequieto, Alex Atala é reconhecido, no Brasil e no exterior, por explorar, a partir de bases clássicas e técnicas atuais, as possibilidades gastronômicas dos ingredientes nacionais. Na incansável busca de promover a gastronomia nacional, o chef Alex Atala participa frequentemente de eventos internacionais e ministra aulas ao redor do mundo, como Cook It Raw (Itália e Finlândia), Madrid Fusión (Espanha), Identitá Golose – Congresso Italiano Di Cucina D’autore (Itália), Melbourne Food and Wine Festival (Austrália) e Bon Appètit (Estados Unidos). Atala também é um estudioso e constantemente convidado para assinar colunas e artigos em revistas sobre gastronomia. O D.O.M. Restaurante foi aberto no final de 1999, com o intuito de resgatar sabores da co-

zinha brasileira sob um olhar contemporâneo. Em onze anos de existência, segue fiel à sua proposta gastronômica original de se dedicar a um número limitado de clientes, à celebração, aos eventos especiais e à prestação de tributo a ingredientes nacionais, notadamente no menu safrado, com itens como o arroz negro levemente tostado com legumes verdes e leite de castanha do Pará (2009) e a pupunha fresca com vieiras e molho de coral (2001). O ambiente em tons de bege, marrom e preto é marcado por madeira e cerâmica, sem perder a sofisticação. O projeto é do decorador pernambucano José Roberto Moreira do Valle, que acentua a vocação brasileira da casa com itens como diversas obras de arte de artistas nacionais convivendo tranquilamente com um lustre Baccarat assinado por Philippe Starck, entre outros detalhes.


LB |

35


36

| LB

2ª MOSTRA

FOTOS: MARCELO ANIELLO

WESLEY LEMOS

TESSA TIRONI

ADRIANA ARAÚJO E SUZANE CABUS

INEZ FRAGUAS


LB |

37

ARTEFACTO O talento dos nossos arquitetos e decoradores passeia pelos diversos e luxuosos ambientes da mostra.

MARCUS LIMA E LUIZ CLAUDIO MOTTA

RENATO TELES

SELMA BANDEIRA


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

38 | LB


LB |

“Acredito muito nas coisas que meu

39

olhar capta. Com o passar do tempo, esse poder de percepção se aperfeiçoa”

WESLEY LEMOS

O arquiteto Wesley Lemos, que vem construindo uma carreira sólida entre Sergipe, Alagoas e Bahia, torna sedutor esse Living, onde a harmonia entre o clássico, o moderno e o étnico marcam sua primeira parceria com a Artefacto e consolida a que mantém com a LB Home. Obras do escultor Mario Cravo Júnior e dos fotógrafos Christian Cravo, Mario Cravo Neto e Akira Cravo dão a pegada cult e realçam os tons sóbrios das paredes, estofados e almofadas desse espaço intimista e sofisticado, criado para celebrar as coisas boas da vida.


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

40 | LB


WESLEY


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

42 | LB


LB |

TESSA TIRONI "Cores claras, linhos e tapetes de

sisal passam sensação de leveza e promovem o relax”

O estilo despojado, elegante e focado no conforto foi o escolhido pela decoradora de interiores Tessa Tironi para homenagear a artista plástica Eliana Kertesz no Estar Casa de Praia. Formada pela EBADE e com vinte anos de trânsito livre entre São Paulo, Salvador, Feira de Santana e Brasília, apresentando projetos para ambientes diversos, sua escolha recaiu nos tecidos de linhos, tapetes de sisal e em cores claras para harmonizarem-se com as esculturas das Gordas, assinadas pela homenageada.

43


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

44 | LB


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

46 | LB


ADRIANA ARAÚJO E SUZANE CABUS "Saber colocar uma peça de época em um ambiente moderno é um diferencial” Uma parceria iniciada na faculdade se transformou

o Sofá Fever, em capitonê branco, e as poltronas Dazur

num dueto de sucesso, enriquecendo seus portfólios

contrastam com as mesas em vidro black e os entalhes

com projetos ligados a teatros, residências e escolas.

das cômodas Louise. O dourado dá o toque final nos

Mostram seu talento no Quarto, onde detalhes em

revestimentos das paredes, nos tecidos das cortinas,

preto e branco dão o clima chique para a cama es-

almofadas e do cobre-cama.

tofada em veludo negro com riscas de giz. No Estar,


2ª ARTEFACTO MOSTRA ARTEFACTO POR LB / /

48 | LB


LB |

49


2ª MOSTRA ARTEFACTO /


LB |

51

“A criação é fascinante: unir

função, conforto e beleza em um só projeto é um eterno desafio”

INEZ FRAGUAS

Para a arquiteta e urbanista Inez Fraguas, o diploma veio pela UFBA, mas o tino comercial foi aperfeiçoado em vinte anos debruçados em projetos residenciais e de escritórios, culminando com a criação de uma fábrica de móveis, onde produz peças com design personalizado. O seu Home Office é um espaço para um ser humano a quem ela se refere como especial: o médium José Medrado. Os móveis de laca preta e madeira escura em linhas retas dão um toque clássico e fazem um link com as telas de pintura mediúnica, feitas pelo presidente da Cidade da Luz, tornando o local perfeito para o trabalho e lazer.


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

52 | LB


LB |

53


2ª MOSTRA ARTEFACTO /


LB |

MARCUS LIMA E LUIZ CLAUDIO MOTTA “Observando as singularidades de cada cliente, é possível assinar uma diversidade de projetos, de residências a estabelecimentos comerciais” Sócios num escritório de arquitetura e design de interiores, especializaram-se em projetos comerciais, assinando a criação de várias lojas de marcas baianas para o mercado nacional, sem deixar de lado os projetos de casas e de decoração de interiores. O traço inconfundível da dupla está no Espaço Gourmet, onde trinta lugares, compostos por mesas, cadeiras e sofás, fazem composição com tecidos em estampas gráficas e paredes revestidas com cortinas de seda cinza prata. Um bem elaborado projeto luminotécnico torna esse recanto acolhedor e acusticamente confortável.

55


2ª MOSTRA ARTEFACTO /

56 | LB


2ª MOSTRA ARTEFACTO /


LB |

59

RENATO TELES “Optei pela mistura de elementos étnicos e clássicos com os arrojados móveis Artefacto” ÁTRIUM, a parte mais importante das casas

experiente que circula com desenvoltura no mundo da

romanas, era uma sala de estar e de reuniões com

decoração, onde é considerado um vero mestre por

o formato de quadrado. A linha de arquitetura de

seus projetos diferenciados, elegeu para esse espaço o

interiores seguida para a criação desse ambiente

preto e branco como cores dominantes e os tons prata

foi a mistura de elementos étnicos e clássicos com

como ponto de referência.

móveis arrojados. Renato Teles, um profissional


2ª MOSTRA ARTEFACTO /


LB |

61

SELMA BANDEIRA "É através da simplicidade, harmonia e bom

gosto que os espaços projetados se transformam em ambientes confortáveis e funcionais”

Usando feeling e competência, essa designer de interiores, formada pela EBADE, conquista a confiança dos clientes, respeitando seus sonhos e seu way of life, criando projetos repletos de charme e funcionalidade. Na Vitrine, o preto e o branco, últimos hits em ambientação, são responsáveis pelo ar chique e sedutor do piso de mármore branco, da mesa em corian, que faz as vezes de bar, do espelho, quadros e gravuras, realçados pela iluminação de efeito e pelo pendente em acrílico branco. Os puffs revestidos em tecido escamado e contornados com tachas de cobre incrementam o visual do espaço.


| LB

MÓVEIS/

62

VERA SEHBE E TÂNIA SAMPAIO Fazer seus clientes felizes é tudo que essa dupla de designers, focada em múltiplos e bem sucedidos projetos de interiores residenciais, quer. Na movelaria da Artefacto, elas se abastecem para incrementar seu trabalho e alcançar esse objetivo.

Desejo

ARTEFACTO

1

Poltrona Enns

2


LB |

3

Mesa Chá Brasília

4

Armário Beijim

1 - POLTRONA EVOS 2 - MESA CENTRO GALER 3 - COLUNA JANTAR DIRHAM

5

4 - MESA CHÁ BRASÍLIA 5 - SOFÁ BALOON 6 - CADEIRA TWISTTER II 7 - CÔMODA EILAT

6

7

63


64

| LB

Desejo

ARTEFACTO

CRISTIANE PEPE

1

2

1 - CRIADO JOCKER II 2 - MESA JANTAR BLACK JACK 3 - POLTRONA ALEPPO

3

Um currículo recheado de mostras, prêmios, publicações e muitos projetos faz dessa arquiteta e engenheira química uma profissional com feeling para descobrir o móvel Artefacto que cabe certo no sonho de seu cliente.


LB |

4 - BUFFET NEW ARGO 5 - POLTRONA NEW AUSTIN 6 - SOFÁ MENDEL 7 - POLTRONA ANGERS

4

Cadeira Jey Botone

5

7 6

65


MEXA-SE /

66

| LB

Golfe

“Fazer um Hole In One...” ... ainda é o sonho (ainda!) não realizado de Arnoldo Moreira Neves Jr., um golfista apaixonado que desde 2005 acumula prêmios como o de Campeão no Ranking Baiano Hcp 17-26, de Equipe Campeã Torneio Bradesco, até o recém conquistado, de Equipe Campeã do Summer Golf. Fora do Brasil, já deu tacadas nos EUA e na Espanha. Uma taqueira com quatorze tacos, bolas e luvas é o bastante para a partida que pode ser jogada até sozinho, tendo o campo como adversário, mas, segundo ele, “o bom mesmo é dividir o cenário com os quatro participantes oficiais, nas quatro horas de duração de uma partida, fazendo amigos e muitas vezes fechando bons negócios”. Em sua opinião, “no Brasil, o golfe é visto como esporte de elite, pois os campos são privados ou em resorts, que cobram caro pelo green fee, ao contrário de outros países onde eles são públicos. Mas, “o que falta é incentivo e divulgação, pois o Iatismo e o Hipismo têm custos maiores e possuem muitos adeptos”. Se pudesse montar um “dream team”, escalaria Tiger Woods, Jack Niclaus, Arnold Palmer e Phil Mickelson. Melhor, impossível...


LB |

FOTOS: MARCELO ANIELLO

67


| LB

MEXA-SE /

68

É cor de rosa choque “Quem se habilita a um jab, um direto, um cruzado, um gancho ou um uppercut, sem medo do nocaute?”

FOTOS: SIDNEY TUMA


LB |

É para ter respeito ou medo de Carla Freitas? Só respeito! No seu currículo, estão os títulos de Bi-Campeã Brasileira de Boxe Feminino, Campeã Baiana (oito vezes), Pioneira do Boxe Feminino na Bahia (se mantém no ranking brasileiro até hoje) e a meta de participar das Olimpíadas de Londres, em 2012. Medo, nem um pouquinho. Ela só usa seus poderes para ensinar as artes do boxe (nas Academias Villa Forma, Sport Fitness e Bela Forma) aos que desejam mandar o estresse para longe, desenvolver a coordenação motora, a disciplina, tornear o corpo e, no caso das mulheres, adquirir “curvas”. Há treze anos, treina e luta sem receio de prejudicar a feminilidade, porque afirma: “Ninguém perde a essência feminina”. Desmistifica também as lendas urbanas em torno do perigo do boxe: “Em qualquer esporte de contato, existem acidentes, mas treinamos nosso corpo para assimilar golpes. Até na natação existem riscos de lesões!”. Todos podem praticar o boxe, mas nas academias, enquanto os homens lutam, as mulheres calçam as luvas, colocam ataduras para proteger as mãos, pulam corda e levantam pesinhos na certeza que vão gastar oitocentas calorias por aula. E, aumentando a intensidade, a potência e a velocidade, podem turbinar essa queima para mais de mil. Isso tudo e mais o charme dos shorts personalizados, das luvas coloridas... Não dá para resistir!

69


| LB

BELEZA /

70

ELE FAZ A CABEÇA DAS

Louras “É sempre bom ver o sorriso no rosto da cliente dizendo: AMEI!”

O colorista Juha Antero é finlandês e trabalhou durante quinze anos em vários salões internacionais. Nos últimos sete anos, faz parceria com Marco Antônio Di Biaggi no MG Hair, em São Paulo. Com sua equipe de dezoito pessoas, faz mais de cem colorações por dia e por suas mãos passam as madeixas de famosas como Ana Beatriz Barros, a modelo Raica, Marcele Bittar, Daniela Sarahyba e Adriane Galisteu. Quem trouxe você para o Brasil? O destino ou uma rota traçada? Vim para cá em busca do novo. O Brasil é o sonho de todos os estrangeiros que amam coisas belas. Fale um pouco de sua trajetória profissional. Já trabalhei nos principais salões do mundo, de Londres a NY. Mas nada se compara ao MG Hair. Como você se descobriu um mestre na arte da cor? A preparação foi longa? Sou um estudioso do meu ofício. Claro que talento é fundamental, mas a informação é


LB |

se destacam nos ambientes. A luz desses cabelos por si só já faz com que a aparência fique iluminada. Dá um frio na espinha saber que as madeixas de dez entre dez celebridades loiras do Brasil estão sob sua responsabilidade? É um orgulho saber disso. Quando procurei o Marco Antonio de Biaggi, o rei das loiras, para trabalhar com ele, sabia que podia ajudá-lo com as suas clientes. Que lugar ocupam as morenas na sua agenda de colorista? Tenho várias clientes morenas, algumas ruivas e elas são tão importantes quanto as loiras. Dedico o meu trabalho a todas elas. As cabeças vão estar de que cores no próximo inverno? Com cabelo, cabelinho ou cabelão? Hoje a moda é bem diversificada. Tem espaço para todos os looks. No inverno, geralmente os tons achocolatados ficam em evidência. O que nunca cai de moda? O loiro bem feito é sempre um clássico. E o que nunca deveria ter ficado na moda? Moda é o reflexo de um tempo. Não consigo imaginar o que seríamos hoje sem as experiências do ontem. Qual a produção que você fez e que não dá para esquecer nunca? FOTOS: MARCELO ANIELLO

importantíssima uma vez que trabalho com matérias primas químicas que são aplicadas nas pessoas que desejam ficar cada vez melhores. Mulher é o “bicho esquisito” que Rita Lee canta, ou é fácil de agradar ? Tanto a mulher como o homem devem ser exigentes e procurar o melhor, sempre que possível. . Ser loira é trabalhoso? Requer cuidados especiais? Ninguém é loiro por acaso. Ser loiro exige cuidados na hidratação dos fios e na manutenção do tom desejado. Não é a toa que são sempre as que mais

Trabalho no melhor salão do Brasil. No local onde aparecem as mulheres mais deslumbrantes do planeta. Atendemos celebridades nacionais e muitas internacionais. Então, cada dia é realmente único, uma consagração. Mande um recado para as baianas que são apegadas às suas longas e exuberantes cabeleiras. Hidratação é fundamental!

71


72

| LB

Elas montam


LB |

seu look

Buyers de algumas das lojas mais badaladas do Brasil apontam os looks que v達o aquecer o inverno com muito estilo.

73


ESTILO / SEU LOOK /

74

| LB

DÉBORA VASCONCELLOS

MARIA VESTIDA Atuando há cinco anos no mercado de Salvador, a empresária Débora Vasconcellos sentiu que era o momento de montar um negócio que fizesse a diferença. Com essa pegada, nasceu a loja multimarcas Maria Vestida, para atender com suas coleções sexy e sofisticadas a mulher contemporânea, exigente e que sabe o que quer.

VESTIDO PRETO LUANA RODRIGUES

BLAZER LÃ PRETO LUANA RODRIGUES BLUSA EM CREPE DE SEDA BRANCA BASTHIANNA CALÇA PRETA SARUEL BASTHIANNA

SAIA LONGA PRETA JOUI


LB |

MARINA BERLINCK

Bo.Bô

CLUTCH LEOPARDO MAX

Marina após conhecer, há dois anos, a loja Bo.Bô do Shopping Iguatemi de São Paulo, cujo bom gosto e requinte lhe seduziram de imediato, iniciou com a marca um “namoro” logo transformado em “paixão “ e pouco tempo depois “voilá”: o cargo de gerente da Bo.Bô era (e ainda é) seu. SCARPIN ONÇA

JAQUETA COURO

MACACÃO ESTAMPADO COLAR CRUZ BLACK

75


ESTILO / SEU LOOK /

76

| LB

BLUSA BALNEARE

BLUSA ONÇA E COLETE PELE GUIPIRE

BLUSA EM SEDA LUCIANA GALEÃO E SAIA EM LÃ GUIPIRE

BY DANI BERNARDES

BY DANI BERNARDES

TRENCH CURTO EM CHAMOIS CAROL ROSSATO

ANINHA COSTA

CONCEITO A Aninha é baiana, mas mora no Rio de Janeiro desde 1985. Sempre foi ligada em Moda, desde a época em que  trabalhava com vendas no  atacado, até montar  recentemente o seu próprio showroom de multimarcas, o “Conceito A”, num charmoso prédio no Leblon, onde transita entre o atacado e o varejo, oferecendo marcas exclusivas a clientes que são atendidas de forma personalizada. 


LB |

77

RAQUEL CASAGRANDE

POIRE PARADOXUS

ANKLE BOOT TALIE NK

De volta a Salvador depois de anos de Rio de Janeiro e São Paulo, Raquel Casagrande, um nome forte como buyer, sentiu a carência no mercado local de uma moda jovem e cosmopolita. Assim nasceu a Poire Paradoxus, onde realiza um trabalho autoral para mulheres de muitas vidas e vontades. BOLSA EM PÊLO CARINA DUEK

CASACO TRICÔ NEPAL THELURE

VESTIDO BANDAGEM + TRICÔ LOLITTA

CAMISETA EM SEDA GLÓRIA COELHO COLAR - A-TEEN


| LB

PONTE AÉREA /

78

ANA VALENTE

SãoPaulo

“Os domingos são divertidos nas feirinhas do Embu das Artes, do Mube e da Benedito Calixto” É com o know-how de décadas de Sampa que a baiana Ana Maria Valente, que adora os agitos paulistas – mas os fins de semana são em casa, com o marido e filhos – dá dicas para curtir a “cidade que nunca dorme”.

O QUE FAZER FINAL DE SEMANA

MELHOR DIA PARA COMPRAR FLORES - Às terças e sextas-feiras no CEAGESP. MELHOR BOOKSTORE - Livraria da Vila, no Shopping Cidade Jardim. ONDE DANÇAR - Lions Nightclub, Bar Secreto, Mynt Lounge, D- Edge.

Tomar café da manhã na Galeria dos Pães ou no Empório Santa Maria, correr no Parque do Povo, depois beber água de coco no Varanda, almoçar no Rodeio, passeio pelas lojinhas bacanas da Vila Madalena.

MELHOR LOCAL PARA SOLTEIROS Passatempo, Pandoro ou em qualquer festa organizada pelo The Five.

HOTEL BACANA - Fasano, Emiliano, Unique.

COMPRAS CHIQUES - Rua Oscar Freire, Shoppings Iguatemi e Cidade Jardim.

Shopping Cidade Jardim, Bar Número, Disco Club, Rua Oscar Freire.

BAR - Barreto, Mercearia São Roque, Juarez, Eu Tu Eles.

COMPRAS BOAS E BARATAS Rua José Paulino e Rua 25 de março.

LUGAR DA MODA - Brown Sugar.

BOTECO - Adega Santiago, Astor, Jacaré Grill.

SALÃO PARA CUIDAR DA BELEZA Laces and Hair, ASH Hair, Dela Lastra Cabeleireiros.

ONDE ALMOÇAR - Josephine, Serafinni, Mani, 348, Rodeio. ONDE JANTAR - Tre Bicchieri, Due Cuochi Cucina, Bela Cintra, Kosushi, Forneria San Paolo. ONDE ENCONTRAR GENTE BONITA -

LUGAR QUE NÃO SAI DE MODA Disco Club, Passatempo. PROGRAMA BÁSICO PARA DIA DE SEMANA - Andar pela Oscar Freire, almoçar no Santo Grão ou no Due Cuochi, visitar mostras de arte na Avenida Paulista, passear no Shopping Cidade Jardim.

HAPPY HOUR - Santo Grão, Empório Santa Maria. MELHOR PASTEL - O de bacalhau, no Mercado Municipal de São Paulo, no Centro. MELHOR PIZZA - Pizzaria Cristal.

ACADEMIA DE ÚLTIMA GERAÇÃO Reebok. BRECHÓ - Trash Chic.

BRUNCH - Empório Santa Maria, Pain et Chocolat. SÓ TEM EM SP - Massa na madrugada, no restaurante Pasta & Vino. SÓ PAULISTA SABE ONDE FICA O restaurante Pasta & Vino.


LB |

79

MUSEUS FORA DO CIRCUITO Barbican Centre, Fashion and Textile Museum, The Wallace Collection. PONTOS TURÍSTICOS - Big Ben, o Parlamento e a Westminster Abbey, London Eye, Madame Tussauds, Palácio de Buckingham, Trafalgar Square, Tower of London e London Bridge. IMPERDÍVEIS - Aos sábados, passear na Feira de Portobello, tomar um brunch lá mesmo em Notting Hill! LUGAR DA MODA - Chelsea Farmers Market, na primavera e no verão. LUGAR QUE NÃO SAI DE MODA O Cuckoo na sexta-feira! E os pubs, sempre cheios quintas e sextas, no fim do dia. SALÃO DE BELEZA - Michael John em Green Park e em Chelsea, o Richard Ward, freqüentado por Kate Middleton. SÓ OS LONDRINOS SABEM ONDE

GABRIELLA FORESTI De Brasília, onde nasceu há vinte anos, diretamente para Londres. Essa foi a rota escolhida por Gabi, uma estudante da Internacional Bussiness. Morando há dois anos no reino de Elizabeth II, concilia os estudos na Faculdade com visitas a museus, exposições, teatros e generosamente repassa os endereços incríveis que descobriu em suas andanças pela cidade. ONDE FICAR - Gosto muito do Claridge's Hotel, do Mandarin Oriental e do Brown’s Hotel, muito bem localizados. ONDE ALMOÇAR - Cipriani, Zafferano, Daphnes, Automat, Gaucho, Le Relais de Venise, Benihana, St.Christopher's Place (uma pracinha super charmosa do lado da Oxford Street, com vários restaurantezinhos). ONDE JANTAR - No Hakkasan, chinês, no francês L'atelier, de Joel Robuchon, nos japoneses Nozomi, Zuma e Roka e no indiano Amaya. ONDE DANÇAR - Quinta-feira no Maddox; na sexta no Cuckoo Club; no sábado no Tramp; domingo no Boujis e na segunda no Cirque du Soir. COMPRAS CHIQUES - Old/New Bond Street, Sloane Street, Dover Street Market, Selfridges, Harrods, Harvey Nichols, The Shop at Bluebird, Liberty e Shopping Westfield. COMPRAS BOAS E BARATAS Carnaby Street, Kings Road, Oxford Street

FICAM - Os restaurantes, baladas e lugares "cools" em East London: Les Trois Garcons, Pizza East e Soho House, o Spitafields Market e o Bricklane.

Londres

“Passear na Feira de Portobello aos sábados é um programa que nunca sai de moda!”

e Regent Street, onde estão a Zara, TopShop, H&M, Urban Outfitters. Na South Molton Street tem uma loja só de sapatilhas, a Pretty Ballerina. OUTLET DE MARCAS BACANAS Bicester Village, fica a 1 hora de Londres e tem lojas como Dior, Tods, Gucci, Prada, Matthew Williamson, Ferragamo, Moncler. LOJA DE BRINQUEDOS Hamleys. MELHOR BOOKSTORE Daunt Books. MUSEUS Tate Britain e Tate Modern, National Gallery e National Portait Gallery, Victoria & Albert Museum, British Museum GALERIA DE ARTE Saatchi Galery, Serpentine Gallery, Phillips de Pury (leilão de obras de arte incríveis).

DICA ESPECIAL - Experimentar os cookies do Bens Cookies! E os cupcakes e bolos da Hummingbird Bakery! O Red Velvet é incrível!


| LB

MODA/

80

Deu branco! Márcia Lagos está sempre um passo à frente quando o assunto é moda. Siga suas dicas e invista sem medo nos looks que serão o próximo hit!

BRANCO+BRANCO : DE ROBÉRIO SAMPAIO PARA IO.

POR MÁRCIA LAGOS Foto Adriana Jorge | Styling Ricardo dos Anjos

A primavera em NY está atrasada, mas só a da meteorologia, porque a da moda já chegou. E está branca, mesma cor das magnólias que começam a brotar nesta época. As vitrines da Barneys, H&M ou Forever 21 estão brancas, as almofadas e as louças da Create&Barrel estão brancas, a cobertura dos cupcakes da Magnolia Bakery adivinhem: brancas! (ou, no mínimo, bem clarinhas). Parece cansativo o monocromático, mas é lindo, é fresco, é atual. Dentre muitas peças de tricot, rendas e tecidos naturais, uma me saltou aos olhos: o trench coat. Aquele mesmo, o do Hunphrey Bogart em Casablanca e da Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo. A Burberry criou a peça em 1914 para o uso dos militares ingleses da WW1. O trench coat é uma parte tão grande da identidade da marca, que ela mantém no site um link chamado Art of the Trench para que pessoas ao redor do mundo possam postar fotos usando a peça. Fiquei morrendo de vontade de usar, ao ver na rua as mulheres mais antenadas com ele por cima de vestidos floridos, camisetas listradas e calças crooped (mais curtas). E nada de botas ou galochas, o grande par do trench

coat de primavera é a anabela de salto de corda. Sim, a companhia preferida desta peça nesta estação é a espadrille. Lindo, desafiador e contraditório. Claro, porque se na primavera chove, o trench protege a roupa, e a sandália linda pode se afogar na poça d’água. Mas nós, que gostamos de moda, sabemos que nem sempre ela é racional e praticidade à parte, a combinação é feliz, muito feliz, especialmente se ele for branco e ela, estampada. A espadrille é o sapato com solado de corda e era usado por camponeses. Criado na Cataluña há mais de seiscentos anos, o nome francês vem da palavra catalã “esdernya”, que se refere a uma grama resistente usada para tecer as cordas do solado do calçado, mas é a nossa velha e boa Alpargata! Pode ser anabela, sandália, open boot, flat e, por causa de sua versatilidade, o modelo se espalhou e ganhou força lá pelo anos 60, quando personalidades como John Kennedy, Grace Kelly e Audrey Hepburn (ela realmente entendia de moda!) começaram a usar. Agora imagine todas essas produções com ele por cima, a estrela da estação: o trench coat branco! Ficou com água na boca? Eu também, então corra e ache o seu!


LB |

AGARRE Branco: em tudo! Looks todos brancos, frescos, iluminados. Calças Jeans 70: com bolsos na frente, lavagem mais clara, cintura alta e bocas largas. Muito moderno, apesar de já visto. Crochet!: Chega de renda! O crochet vai ser a nova renda! Aquele crochet com cara de vovó. Em vestidos, sandálias, bolsas. Se você tem um guardado, pode colocar para arejar… Plissado: acho que Issey Miyake já fez tudo que se pode imaginar em plissado, mas o da vez não vai ter essa cara de arquitetura, vai ser o básico. A inovação vai ficar por conta dos tecidos em que vai aparecer: algodão, tricot e seda. Lindo, com ar de retrô.

FUJA Casquetes: depois do Casamento Real, está provado: se você não é a Victoria Beckham, não use! O risco de parecer uma alegoria de escola de samba é enorme. Vale também para aquelas tiaras muito enfeitadas. Elas ficam melhores em mulheres bem jovens e com cabelo moderno.

SAIA PLISSADA: ROBÉRIO SAMPAIO PARA IO.

Foto Robério Sampaio | Styling Ricardo dos Anjos

TRENCH COAT E ESPADRILLE: APOSTE NESSA DUPLA

Fotos Sidney Tuma | Styling Cristiane Rosembaum

81


| LB

COLECIONADORES /

82

Muito além “Além dos Beatles, a música das décadas de 70 e 80 faz bonito na minha coleção” Fotos: Sidney Tuma Garimpar os CDs e LPs nas lojas, manuseá-los, ler os detalhes na ficha técnica, catalogar e colocar nas prateleiras. Esses prazeres, ACM Jr., presidente da Rede Bahia, não troca por música nenhuma baixada pela internet. Dono de oito mil discos guardados num espaço especial do seu Home Theater, conta que começou a coleção aos treze anos, por conta de sua paixão pelos Beatles. “Comprava os lançamentos e saía procurando os antigos”. Ao contrario da maioria dos colecionadores, nunca vendeu nem trocou (só na adolescência com o irmão) nenhuma de suas preciosidades. Orgulha-se de possuir “tudo o que tinha vontade de ter” e, diante de uma tentação: “Avalio custo/benefício antes de cometer uma loucura”. Para os iniciantes, o conselho é definir um estilo musical e partir para as lojas, sem desanimar diante

da pobreza dos estoques (até as de New York estão derrubadas!). O resultado final, garante, é só de alegrias!


LB |

do vinil

83


VIAGENS /

84

| LB

/ GPS

, nascido a i r ó t s i Pai da H e o seu céu o , o t o d Se Heró que a costa turca ndo, é melhor lá, dizia ais belos do mu , uma gaúcha m eram os o Adriana Jorge ra em São fazer com Bahia e que mo ar in loco desse a t criada n reditar e desfru r quatro mares: c Paulo: a ico banhado po Negro e o de n o país, o ú rrâneo, o Egeu, o Medite . a Mármar RGE

a i u q r u T JO A N A DRI

A

O QUE LEVAR: Óculos de sol – Óculos são essenciais no verão da Capadócia, o sol brilha forte e tem uma luminosidade incrível... Chapéu e Protetor Solar – No verão, o sol não alivia! Os passeios são ao ar livre. Portanto, proteja-se! Câmera fotográfica – Você, certamente, vai voltar com centenas de cliques! O QUE NÃO É RECOMENDÁVEL FAZER: Não peguem táxi nas ruas, peçam no seu hotel, no restaurante, onde estiverem. Se não for possível, combinem o preço antes. Os motoristas alongam os trajetos e cobram taxas extras inexistentes. ONDE FICAR: Istambul: Hotel W – Cinco estrelas, localizado num quarteirão de casarões antigos restaurados e transformados em lojas chiques. Capadócia: CCR Hotel (Capadócia Cave Resort) – Encravado numa montanha cheia de cavernas, que formam os quartos. Oferece banhos turcos, massagens e até uma sala de sal, para fluidificar os pulmões. ONDE COMER: Comer robalo fresco num dos restaurantes da


LB |

Ponte Galata sobre o mar de Mármara é imperdível! Experimente os kebabs que exalam seus aromas hipnotizantes pelas ruas! Frutas secas, sementes e castanhas são uma tentação nos carrinhos dos ambulantes. No Bairro de Beyoglu: NU Terás – Fica no topo de uma construção antiga, perfeito para drinks. Otto – Charmoso para drinques e jantares, é um point de pura diversão! 360 Istambul – Mescla de restaurante, bar e discoteca e terraço com uma bela vista da cidade.

outros mimos e deixa a sensação de que se trocou o corpo antigo por um novo! Salão de chá – Visite um para tomar drinques e fumar o narguilé. Mulheres sozinhas têm trânsito livre, mas é recomendável vestir-se comedidamente para evitar olhares enviesados.

No Bairro do Taksim: Mikla, no alto do Mármara Pêra, é o endereço da moda. Peça uma mesa no terraço. Changa, sofisticado, com cardápio assinado por um chef neozelandês. No Bairro de Besiktas: Vogue – Bar e restaurante ultra trendy, com terraço de onde se assiste o sol se pondo sobre o Bósforo.

SÓ TEM NA TURQUIA: O café forte, intenso e exótico. Não é para todos os gostos, mas uma experiência a ser vivida! Os fabulosos Lokums e as Baklavas, O Hafiz Mustafá e suas maravilhas em pâtisseries.

No Bairro de Ortakoy: The House Café Moderno – Divertido, tem a melhor vista da Bosphorus Bridge. ONDE COMPRAR: O Mercado de Especiarias (Spice Bazaar) é um luxo! Pequeno, tem chá (conheça o de mini-rosas), cafés, especiarias, essências, açafrão iraniano e caviar, com preços convidativos. Não deixe de provar o Lokum, conhecido como “Turkish Delight”. COMO COMPRAR NO GRAND BAZAAR: São 60 ruas e 5 mil lojas com jóias, cerâmicas (as melhores estão no Iznik Classics & Tiles), tapetes (nas Sisko Osman e Kalender Carpets), bordados, tecidos, souvenirs. Se apaixone pelas turquesas, a pedra que tem seu nome ligado ao país. PONTOS TURÍSTICOS HISTÓRICOS IMPERDÍVEIS: No Centro Histórico: Palácio de Topkapi – Ocupa uma área de cerca de 60 mil metros quadrados, guarda o tesouro que pertenceu aos sultões. Mesquita Azul – Impressionante! Evitar saias acima dos joelhos, bermudas, ombros e barriga à mostra. Leve um lenço para a cabeça e fique descalço: pisar de sapatos nos tapetes é um enorme insulto. Basílica de Santa Sofia – Erguida em frente à Mesquita Azul, para fazer concorrência, considerado um dos mais bonitos trabalhos humanos. EXPERIÊNCIAS ÚNICAS: Cagaloglu Hamam, casa de banho turco, construído em 1741. O valor do banho dá direito a tempo indeterminado na câmara de vapor e

DICAS ESPECIAIS: Pechinchar: Com paciência e rapidez na hora de fazer contas, os descontos chegam a 80%! Assédio masculino: nada grave, mas acontece. Turista com alguma cultura futebolística faz sucesso.

85


86

| LB

ES

HÃ L A G A

/ GPS

AM L U faz a A e P u q s A n e iag o AN ncluem muitas v

Foto: Alessandro Russotti

As pre i m e s e u uiteta q q , r o a ã a l i s s e M fazem d ora de seus , i n o l a d IS conhece ale seguir a n fi a um oints. V ela sabe p e s o d traça ações, d n e m o c suas re ! s das coisa

o ã l i M Assim como a cidade de New York se prepara para receber os visitantes durante o mês de dezembro para os festejos natalinos, Milão se produz, dobrando seu charme e enamorando quem passa por lá, para encher os olhos dos visitantes para o que é considerado a maior semana mundial do design: o Saloni Internazionale del Mobile, mais conhecido como I Saloni. Em 2011, I Saloni comemora cinqüenta anos mantendo o frescor da juventude , se reinventando e batendo recordes de visitação, sem contar os eventos paralelos, diversos lançamentos e exposições que ocorrem na cidade durante o evento. Organizado pelo Cosmit, l Saloni acontece no centro de convenções em Rho, com projeto do arquiteto italiano Massimiliano Fuksas, onde as empresas participantes montam stands espetaculares para expor peças e produtos que aguçam a sensibilidade e fazem brilhar os olhos dos profissionais da área. Os melhores designers, as melhores grifes, profissionais antenados,

Pessoas do mundo inteiro chegam a Milão ávidas pelos lançamentos

enfim, o mundo do design está na cidade com o objetivo de captar tendências que se projetam para um futuro próximo. Madeira, aço, alumínio, vidro, couro, linho, feltro... mantém os materiais, mudam as cores e os acabamentos! A cada ano, I Saloni nos surpreende com uma infinidade de usos para os diferentes materiais! Texturas, brilhos, pinturas opacas, madeiras claras. Depois de anos freqüentando I Saloni, podemos afirmar que a cada ano existe


LB |

Remember me Cadeiras feitas com tecido reciclado, design de Tobias Juretzek Pivot Desk - Design de Shay Alkalay Foto: Luciano Pascali

“I Saloni comemora cinqüenta anos mantendo o frescor da juventude, se reinventando e batendo recordes de visitação” uma nova maneira de se utilizar o material e com o uso da tecnologia de ponta, aliada ao apuro e bom gosto italiano, os resultados continuam surpreendentes. A Euroluce mostra seus lançamentos com designers consagrados e deixando uma certeza: o uso de leds na iluminação é uma realidade, as lâmpadas tradicionais estão sendo substituídas, pois além da grande variedade de cores e usos há o baixo consumo de energia e o conforto térmico oferecido pelas lâmpadas de leds. Percorrendo o Fuori Saloni, ou seja, o que acontece na cidade em torno do evento, O uso de leds na iluminação é uma realidade

87


| LB

VIAGENS /

88

Zig-Zag Chair, Zaha Hadid

Via Durini, Tortona, Brera, Via Solferino, Lambrate, entre outros, os participantes apresentaram produtos e soluções igualmente inovadoras e elegantes. A Bulthaup, empresa alemã de cozinhas, que não participa do I Saloni, mas todo ano nos brinda com suas maravilhosas cozinhas, lançou em seu showroom uma espetacular cozinha em couro e pedra. O lançamento de duas cadeiras, a ZigZag Chair, cadeira da escultora Zaha Hadid, arquiteta iraquiana reconhecida internacionalmente pela ousadia de seu traço, com fabricação limitada de vinte e quatro exclusivas unidades em aço inoxidável, e a Piana Chair, de David Chipperfield, premiado arquiteto britânico, fabricada em seis cores em polipropileno reciclado e com tiragem ilimitada, demonstram que I Saloni sobrevive incólume ao cinqüentenário, enamora e cativa seus visitantes, nos mostrando que não importa quantas vezes tenhamos percorrido suas alamedas e corredores sem fim, sempre nos depararemos com algo inesperado!

Piana Chair de David Chipperfield Cozinha Bulthaup


LB |

“Essa cidade cativante é uma fonte contínua de surpresas e descobertas” ONDE FICAR Hotel Star Rosa, Hotel Príncipe de Savóia, Hotel Nhow. ONDE ALMOÇAR Armani Caffé, Obiká Muzzarella Bar, Salumaio. ONDE JANTAR Ristorante Gold, Cracco Peck, Osteria Del Binari. ONDE DANÇAR Just Cavalli Café, Club Hollywood. COMPRAS CHIQUES Quadrilatero della Moda, área delimitada pelas Via Sant’Andrea, Via Montenapoleone, Via della Spiga e Corso Venezia. COMPRAS BOAS E BARATAS Corso Buenos Aires. MELHOR BOOKSTORE Livraria Rizzoli. MUSEUS Pinacoteca di Brera, Castelo Sforzesco, Museo Teatrale Alla Scalla.

A cidade se enfeita e a cada casa, rua, esquina e praça é possível encontrar uma produção com referência ao I Saloni

GALERIA DE ARTE Galleria Carla Sozzani , Raffaella Cortese , Galeria Massimo de Carlo. MUSEU FORA DO CIRCUITO TURISTA Cimiterio Monumentale di Milano. PONTOS TURÍSTICOS IMPERDÍVEIS Duomo, Cenacolo Vinciano , Galleria Vittorio Emanuele. LUGAR DA MODA Just Cavalli Café. LUGAR QUE NÃO SAI DE MODA Pasticceria Cova. SÓ TEM EM MILÃO Trem Restaurante ATM, durante a viagem pelos principais pontos turísticos de Milão é servido um jantar delicioso. DICA ESPECIAL Passear no Corso Vittorio Emanuelle e dar uma voltinha em Naviglio Grande aos domingos.

89


| LB

TRAJETÓRIA /

90

ADRIANO MASCARENHAS “Criar é minha fonte de energia” O arquiteto Adriano Mascarenhas deu o start em sua vida profissional trabalhando Brasil afora com projetos de iluminação artística de ruas e monumentos. Do seu cinematográfico escritório na Bahia Marina, fala sobre estar atento para que moda e ostentação não ditem as regras nos projetos de decoração. Entre você e a Arquitetura, a paixão foi destino ou escolha? Foi escolha baseada na minha paixão por criar e na convivência com meu pai, engenheiro. Como criar é minha fonte de energia, sei que acertei meu caminho. Você acredita que o sucesso chega mais rápido quando está ligado ao trabalho ou a sorte é uma poderosa aliada? Sorte é oportunidade e não algo místico, fora do controle humano. Acredito em ser preparado, estar em constante aperfeiçoamento para aproveitar as oportunidades quando elas surgem, às vezes de imediato, outras ao longo de uma vida. Como começou sua rota fora das fronteiras da Bahia? No escritório do DB Arquitetos, onde trabalhei como sócio em projetos em Dubai, Portugal e em vários estados brasileiros. Estamos com projetos em andamento em Brasília, o restaurante

Soho, edifícios comerciais em São Paulo, dentre outros particulares e de menor porte em outros estados. Qual a sua linha de trabalho? Não gosto da fórmula pronta, o que me realiza é o desafio, a constante reinvenção. Prefiro as linhas leves e elegantes, transparências e espaços abertos. Acho que a generosidade do traço é uma das principais qualidades de um arquiteto.


LB |

O cliente sempre tem razão? Ele deve ser sempre ouvido, nunca ignorado, numa relação de cumplicidade e abertura com o arquiteto, baseada não na obediência cega, mas na compreensão dos motivos que norteiam as soluções. Quando o trabalho do arquiteto é coerente, o diálogo fica fácil e todos ficam com a razão. O que não dá para negociar com o cliente num projeto de decoração? A autenticidade. Nunca deixar a moda e a ostentação ditarem as regras. Se um projeto reflete a realidade e a personalidade das pessoas, por que soar falso justo nesse momento? Você já fez algum projeto que não agradou ao cliente? Certamente, já que não vivemos só de acertos. Mas diria que o retorno do que faço tem sido exitoso. Respeitando o cliente, é difícil que algo saia sem harmonia. O que você define como bom gosto? Alcançar a essência de um conceito é a melhor definição que encontro. A beleza se estabelece quando não há excessos nem faltas, apenas a precisão. Associo sofisticação às soluções que passam pela simplicidade. Bom gosto é clareza. E como mau gosto? Humberto Eco, na sua “História da Feiúra”, diz que o conceito do feio muda ao longo dos anos e que há muito de belo no chamado mau gosto. Pessoalmente, acredito que o feio se manifesta na incoerência, nas misturas sem critério. Qual a marca que você deixa num projeto? O arquiteto tem no seu traço, a sua impressão digital. A minha, deixo de forma não intencional

e sim como consequência de meus critérios, a busca da leveza e elegância das linhas, a generosidade nos espaços e o respeito à funcionalidade. No momento, as tendências na decoração apontam para... Prefiro falar em conceito, não gosto da efemeridade que o termo tendência transmite. Atualmente, as pessoas têm consciência da importância de morar bem, querem praticidade sem prescindir do conforto, amplitude como forma de liberdade e tecnologia a seu serviço, e não como enfeite. Um sonho ainda não realizado. Voltar a ter mais tempo para a família, os amigos, a fotografia, a música...

91


92

| LB

“Adoro a Bahia, amo os baianos. Sou suspeita, minha mãe é da terra e minhas melhores lembranças de infância vêm das férias na fazenda em Guanambi. Vamos inaugurar uma Bo.Bô em Salvador, nossa primeira loja no Nordeste, e a cidade escolhida não poderia ser melhor”


LB |

Com a palavra:

Soraia Milan “A moda brasileira cresce muito a cada ano, acredito cada vez mais no empreendedorismo e profissionalismo da área”

Poderosa desde a época da Daslu até o momento atual na área de negócios da Bo.Bô, Soraia  não aceita o rótulo de sinônimo de moda no Brasil. “Sucesso, só o baseado em muito  trabalho”. Acredita no binômio moda & negócios, “a coleção ideal é a que cria emoção, desperta o desejo e atende a relação custo x retorno”. Cursos, viagens, MBA’s dão um up, “mas o que faz a diferença é o interesse e comprometimento do profissional com sua área de trabalho”. Em sua opinião, “num closet que se preze, não podem faltar um bom sapato e uma boa bolsa, lastros de qualquer produção. Baixa auto-estima e medo de ousar não devem passar nem por perto!”, recomenda. “Nada deve ir embora, é só reorganizar as peças de acordo com as estações, roupas com um bom corte são eternas”. Saia curta depois dos quarenta? “Depende do bom senso e das pernas de cada uma. Na dúvida, uma meia-calça preta grossa ajuda e muito!” Para as cheinhas, avisa: “Não existe a obrigatoriedade do preto, a forma é mais importante do que a cor. Não adianta o preto se a roupa for muito justa ou curta”. Para Soraya, “regras rígidas são perigosas, para deixar uma impressão é preciso não ter medo de correr riscos.”

FOTOS: MARCELO ANIELLO

93


94

| LB

Noiva

Quando julho chegar...

… Ana Luisa Alvim sobe ao altar da Igreja do Convento do Carmo ao encontro de Nicolau Martins Junior. Uma noiva linda, loira e que sabe o que quer! Basta ver o que escolheu na LB Home para sua lista de presentes de casamento. Só peças cheias de estilo para deixar o futuro lar-doce-lar com uma vibe muito boa.

Abajur Linha Black


LB |

95

Bandeja prata indiana

Vaso Sangue de Boi Craguetè

Potiche Rouge Linha Capri

Linha exclusiva Cashmere de guardanapos indianos

Chaise Long Lais Quadro conjunto de pincĂŠis


| LB

BRASÍLIA /

96

Noiva

Donzela bronze Louse

Lá vem a

PAULA CARVALHO

... para ser feliz para sempre... com Gustavo Carvalho Reis. Depois do casório no Mosteiro de São Bento, em junho, casa nova nos EUA, incrementada com peças escolhidas pelos amigos na lista de casamento preparada na LB Home.

Linha Broken Richard Genore

Conj. de pratos Linha Cecília

Cabeças Linha Cecília Exclusiva p/ LB Home

Vaso Flor em cerâmica chinesa

tod


LB |

97

Guardanapos exclusivos em linho na cor coral Coleção Coral

da de branco...

Linha de cestarias LB Home

Serviço sobremesa


| LB

PLAYLIST /

98

Uma seleção pensada para o mês dos namorados. Relaxante, romântica, para celebrar momentos especiais!

Bate coração

POR LENA LEBRAM

1. Baby I’m a Fool – Melody Gardot 2. Faire des Ronds Dans L’Eau – Henry Salvador 3. Here’s That Rainy Day – Barbra Streisand 4. I Remember You – Chet Baker 5. It Might As well Be Spring – Stacey Kent 6. Some Kind of Wonderful – Peter Cincotti 7. No Tomorrow (Acaso) – Jane Monheit 8. You’re Looking At Me – The John Pizzarelli Trio 9. Maria Ninguém – Barbara Casini 10. Vivo Sonhando – Getz/Gilberto

Para sua coleção, um álbum que não pode faltar em uma discoteca de qualidade: Getz/Gilberto Um dos álbuns de jazz mais vendidos de todos os tempos, gravado em Nova York em 1963. A obra une dois dos mais importantes inovadores da bossa nova, o violonista e cantor João Gilberto e o maestro, compositor e pianista Antonio Carlos Jobim, ao lendário saxofonista americano Stan Getz. O resultado é mágico. O clássico de todos os tempos, Garota de Ipanema, está presente, cantado por Astrud Gilberto, à época esposa de João, que nunca havia cantado fora de sua casa até aquele momento. Além dessa canção, a maioria das composições de Jobim aqui apresentadas tornaram-se standards do gênero, como Corcovado, Só Danço Samba, Vivo Sonhando, O Grande Amor e Desafinado. Este é um dos raros discos de jazz que tanto a elite purista quanto o público comprador estão em total acordo: é uma obra essencial! Stan Getz (saxofone tenor), João Gilberto (violão e vocais), Astrud Gilberto (vocais), Antonio Carlos Jobim (piano), Milton Banana (bateria).


LIVROS /

LB |

“Sou conservadora, quero ter uma livraria pequena sempre e nunca perder esse charme”

Prateleiras Preciosas ANDREA FIAMENGHI

Para Andréa, “ser livreira é mais que uma paixão, é um karma maravilhoso a ser cumprido”. E confessa que os livros, pelo seu poder de sedução, sempre mandaram nela. Criadora da Galeria do Livro & Arte, instalada no Espaço Unibanco, se posiciona como dona de um espaço diferenciado. “Não concorro com as mega book stores, no meu negócio, o que vale não é simplesmente ter o livro que as pessoas procuram. Mas que elas encontrem um livro que nunca procuraram”. Está nos seus planos a criação de um Centro Cultural com cursos e um café diferenciado. Já de olho nos futuros vizinhos: vários hotéis, entre eles o Fasano.

Não deixem de ler “Receber Sem Stress”, de Mônica Varella. Ensina como receber amigos com estilo sem passar o dia na cozinha.

“O Tempo e o Cão” , de Maria Rita Kehl, um livro que mostra os sinais da época que vivemos, um tempo da impaciência e da não reflexão.

As crianças realmente tem um lugar especial na Galeria do Livro! “A Historia Rocambolesca de Madame Valesca”, de Jonas Ribeiro.

99


| LB

NOIVA /

100

LB Tecidos


LB |

ELES ENRIQUECEM A CENA ... Estofar, esticar e colar com perfeição não é complicado, difícil mesmo é escolher tecidos e papeis de parede entre as coleções nacionais, inglesas e alemãs importadas pela LB Home. Acetinados, vinílicos, aveludados como os assinados por Andrew Martin, com as cores vibrantes da Designers Guild ou com os pássaros da última coleção da designer de tecidos inglesa Nina Campbell, encontrados com exclusividade na LB. Eles personalizam e dão um up na decoração.

101


CAPA /

102

| LB

Casa

Em

CRISTIANA MENDONÇA MATHIAS

LB MESA /

Eleita para os almoços com a família e os amigos, a varanda, acariciada pela brisa, é a menina dos olhos da engenheira civil, que viaja o mundo inteiro, mas tem em casa o seu porto seguro.

Mesa Lateral Morea em Malacca Beach and Country


LB |

103

Linha Bordalo verde limรฃo

Almofadas desenho pรกssaro alegra a varandi

Linha ananda Fabrizzio Rolo Inspirado em antigas tapeรงarias indianas

Anjos Bronze em bools Linha Celadon Um clรกssico sempre

Chinelo vermelho Gi em resina


104

| LB

Casa

Em

MIRELA GABAN As pausas na administração da casa de eventos Absolut Hall são desfrutadas na sala de estar do apê, entre objetos escolhidos com carinho nas suas andanças por São Paulo, Minas Gerais e em mil e um lugares fora do Brasil.

Cadeira Jey c/ braço Artefacto

Boleira


LB | Mesa Lateral Drew II Artefacto

Poltrona Lagale Artefacto

Vasinhos Verdes Linha Marraquesh

Abajur Halle Artefacto

Potiche chinesa Blue/Red

105


CLÁSSICO CONTEMPORÂNEO /

106

| LB

Harley

Davidson

Batizado com o nome da moto que era o objeto de desejo de seu pai, o empresário de moda e atleta Davidson Botelho sempre foi motociclista, mas só há dez anos realizou seu sonho de possuir  uma Harley Davidson e afirma, divertido: “A primeira Harley é como o primeiro beijo, (e a primeira cueca...) a gente nunca esquece”. Quando participou, no começo deste ano, da Route 66, de Chicago a Los Angeles, contabilizou 8.200 km de fortes emoções, belas paisagens e lições inesquecíveis. Na próxima viagem, promete levar o filho para dividir a adrenalina. Como presidente do Clube HD, aconselha prudência aos iniciantes, que não devem esquecer que o “motociclismo é maior do que cada um em particular e a moto deve ser fonte de alegrias. Respeito  às leis do trânsito, aos limites do equipamento e do ser humano são as chaves para fazer parte do mundo Harley Davidson”.

“Ser ‘harleyro’ é uma filosofia de vida, é ser solidário, é ser do bem”


www.todeschinisa.com.br | 0800 979 0210


| LB

LB MESA /

108

Mesa

LB

Rose Blue Richard Ginori

UMA MESA BEM POSTA ALIMENTA O ESTÔMAGO E O ESPÍRITO.


LB |

Guardanapo em linho Porta guardanapo Borboleta

Missoni Linha Margarita

Escolha os pratos desenvolvidos para a marca LB Home, os jogos americanos da linha Missoni e Richard, talheres e copos estilosos, arrume de forma agradável e deixe pronta a mesa que vai fazer de suas refeições, sejam as do dia a dia, sejam as especiais, um momento único.

Linha Bronken Richard Ginori

109

Porta guardanapo Sapo

Guardanapo em linho Porta guardanapo Borboleta


| LB

AMIGOS LB /

110

FOTOS: KINKIN / PAULO SOUSA / VALTÉRIO

Eles passam por Com suas presenças charmosas as festas são sempre as melhores. Confiram os cliques.

Rosário Magalhães e Cristina Calumby Adélia Estevez, Rogério Menezes e Daniela Lopes

Eliane Kruschewsky, Larissa Bicalho e Laís Kruschewsky

Antonio Gatto

Flávio Moura

Juliana Sedó e Magu Atala Sapolnik Cynthia Borja e Emerson Carvalho

Michele Marie Magalhães

Janete Freitas Inez Fraguas e José Medrado


Aqui Tessa, Mila e Tironi

LB |

111

Duda Bicalho, Marcella e Isabella Brandalize

Carlos Rodeiro

Luiz Cláudio Motta e Marcus Lima

Helena Degasperi e Silva e Adriana Araújo

Patrícia Lima e Ticiana Queiroz Mônica e Marcelo Sacramento Selma Bandeira e Gabriela Fernandes Christiana e Roberto Duran Iuri Sarmento


112

| LB

Fernanda Coelho, Isabela Dantas e Lanuza Rodrigues

Luiz Humberto e Bel Gonçalves

Marli Andrade

Ozana Barreto, Larissa Bicalho, Flavia Freitas e Tieta Sá

Paula Magalhães Gusmão

Inez Fraguas Fabiane Sant'Anna, Samantha Andrade e Luciana Degasperi e Silva

Rita Barros e Celinha Silva Lucinha Martins e Bebel Vita

Sandra Oliveira e Wesley Lemos

Cristiane Alencar

Camile Souto


Eles passam por

Cristiane Urmenyi, Cristiane Lemos e Stella Sarmento

Aqui Therezinha Cardoso

LB |

Ana Carolina

Eliana Kertész e Biga Suarez

Juliana Berenguer

Paula Moura e Paulo Guimarães Magali Sant'Ana

Natasha Bradbury e Flavia Aven

Lídia Magalhães

Mario Dantas e Marcus Avena de Freitas

Eugênia e Ticiano Leony

Patricia Andradre Viana

113


| LB

PROJETO /

114

ELIANE KRUSCHEWSKY “Os tecidos exclusivos da LB Home deram um toque alegre e sofisticado ao ambiente" Inovando e encontrando soluções inteligentes, suas marcas registradas, Eliane Kruschwesky repaginou o apartamento de Silvana Sanches, após cinco anos da mudança da família para a Mansão dos Cardeais. O imóvel, com 350 m² e vista para a Baía de Todos-os-Santos, foi valorizado com a presença de obras de arte. Na decoração, a troca de esquadrias por vidros temperados deu mais transparência às varandas que se integraram à área social. Na sala de estar, poltronas e sofás Artefacto com tecido listrado by Designers Guild e almofadas vermelhas da LB Home, completam o look contemporâneo. Objetos e tecidos, também da LB Home.

FOTOS : MARCELO ANIELLO


LB |

115


| LB

PROJETO /

116

ELIANE KRUSCHEWSKY


LB |

117


PAISAGISMO /

118

| LB

verde

KÁTIA E TEREZA SÓRIA

“Como era

"O Paisagismo traz de volta a vegetação para  perto de nós harmoniosamente, respeitando a natureza”  “Minha mãe cresceu observando minha avó cuidar das plantas da fazenda e já adulta tornou-se paisagista. Criou a  Giardino Paisagismo, onde eu cheguei como administradora mas,  encantada pela profissão, estudei o assunto e tornei-me paisagista também”.   A dupla se inspira na natureza, que procura reproduzir nos seus projetos aliando técnica, bom-gosto e sonhos, sempre em harmonia com a arquitetura e com a decoração. Desafio mesmo “é replantar o que foi arrancado de lugares, antes totalmente arborizados e conscientizar as pessoas da importância das plantas em suas vidas”.

o meu vale...”


119

MOSTRA /

LB |

CASA COR BAHIA

Apontando Tendências A Casa Cor se instala de 12 de setembro a 27 de outubro no antigo Salvador Praia Hotel sob o comando de Luisinha Brandão e de seus filhos e sócios Alexandre e Chico, prometendo sacudir com emoções, tendências e estilos o reino da decoração. Um novo olhar será lançado sobre as  áreas da gastronomia e do entretenimento que, segredos à parte, acontecerão na Boite Champagne, devidamente reabilitada. Enquanto aguarda a finalização do masterplan, Luizinha administra o (saudável) assédio dos profissionais que desejam participar do evento, encantados com as possibilidades do local escolhido.


120

| LB

PODER /

ADRIENNE JOBIM

Sem descer do salto

“Sou apaixonada pela Bahia e pelo jeito baiano... o sotaque, o jeitinho e a simpatia” Formada pela Faculdade de Direito da Universidade de Brasília, essa mineira de BH construiu sua vida profissional na capital federal. Suas ricas vivências internacionais incluem temporadas em Luxemburgo, Paris, New York. Sua entrevista vem ipsis literis, como convém a quem sabe o que está dizendo. “Comer, rezar, amar”... e transitar pelos corredores do Poder em Brasília. Como você administra o tempo para conjugar e viver esses verbos? Quando queremos algo, sempre encontramos tempo, aprendemos a administrá-lo e não desperdiçarmos com bobagens. O Poder é temporário, a melhor coisa é ter os pés no chão, consciência tranqüila e saber que tudo passa, mas os amigos e a família são permanentes.


LB |

Conciliar as faces de técnica competente e séria da área de fiscalização e controle do governo federal, com a de mulher charmosa e com vida social movimentada, é tarefa árdua? Para mim não é tarefa árdua, mas prazerosa. Já me acostumei a conciliar interesses tão diversos. Era complicado no passado, com filhos pequenos, tinha que me dividir entre eles, trabalho, viagens, casa, e vida social. Ficava me culpando, achando não estava dando atenção adequada às crianças. Agora, são adultos (29 e 27 anos), bem resolvidos, moram em SP e são grandes companheiros. Além disso, optei por uma carga de trabalho mais moderada para estar com os amigos e acompanhar meu marido nas suas funções atuais. É necessário muito jogo de cintura para manter o título de “Eliot Ness brasileira”, conquistado pela sua atuação no Conselho de Controle de Atividades Financeiras - COAF? O meu trabalho no COAF, implementando a luta contra a lavagem de dinheiro no Brasil e criando os mecanismos de controle e de troca de informações, foi imensamente rico e é um motivo de satisfação e alegria pessoal, saber que contribuí para um Brasil melhor e mais justo. Foi necessário muito jogo de cintura para iniciar a tarefa, baixando os normativos necessários e fazendo com que todos os órgãos da administração pública que detinham uma parcela de informação, muitas vezes sigilosas, colaborassem com o COAF, permitindo a troca de informações e o combate à lavagem de dinheiro. Essa trajetória de mulher poderosa aconteceu por vocação, paixão ou destino? Um pouco das três coisas. Primeiramente, o meu

121

desejo de trabalhar para o setor público. Fui aprovada no concurso para Procuradora da Fazenda Nacional, do Ministério da Fazenda, em 1987. Como falava línguas, iniciei minha trajetória na área responsável pela negociação da dívida externa brasileira, que era o grande assunto e problema do Brasil nos anos 80. Posteriormente, o destino me levou a cuidar do combate à lavagem de dinheiro e à luta contra o financiamento do terrorismo, morando em Nova Iorque e trabalhando no Conselho de Segurança da ONU. É possível abrir espaço na agenda de trabalho para se dar ao luxo de uma vida cultural prazerosa indo a cinema, teatro e concertos? Isso é essencial. Adoro cinema, teatro e ópera e sempre procuro me organizar para incluir estas atividades na agenda, principalmente em viagens. Viajar faz parte de sua vida profissional, mas quem aquece a alma e faz o coração bater mais forte: Paris ou New York? Já morei em Paris e Nova Iorque e adoro as duas cidades, tendo amigos queridos em ambas. São dois estilos diferentes: Nova Iorque é mais prática e ágil, faço quase tudo a pé, fantástica para compras, concertos e cinema. Paris é mais misteriosa: tem que conhecer os lugares escondidos, onde vão os parisienses, e ter paciência com os franceses, que não simplificam nada. O livro de Jean de Maillard “Um Monde Sans Loi - La criminalité financière en images”, ainda vive na sua bolsa? Como guia ou como amuleto? Não. Isso é uma página virada. Agora, tenho leituras mais leves e outro tipo de curiosidade. Recentemente, comecei a estudar italiano e virou uma paixão. Um momento na sua trajetória profissional que não dá para ser esquecido... Em cada etapa profissional houve momentos inesquecíveis. Desde a equipe montada, de grandes profissionais que se tornaram amigos, até o reconhecimento público, como o convite, em 2002, após o 11 de setembro, para trabalhar como “expert adviser” no Conselho de Segurança da ONU, e ajudar a implementar a luta contra o financiamento do terrorismo. Um sonho ainda não realizado... Poder me dedicar mais e poder fazer algo que ajude efetivamente as instituições que cuidam de crianças excepcionais e suas famílias.


PODER /

122

| LB

FÁTIMA MENDONÇA

Sem perder a leveza

Foto: Pico Garcez

“O poder é passageiro, tento administrar da melhor maneira possível o meu tempo”

Foto: Secom Ba

Para Fátima Mendonça, o diploma de Enfermagem foi o passaporte para uma carreira atuante. Sem ser política, viu-se, de repente, no olho do furacão, imbricada com o Poder, como esposa do governador da Bahia, Jaques Wagner. As mudanças significativas que ocorreram não abalaram seu carisma natural e a primeira dama do estado da Bahia, Fátima Mendonça, continua a ser a “Fatinha” linda e leve, dona de um senso de humor afiado, onde está embutida uma inteligência arguta. Confiram nas suas respostas.


LB |

Viver em ligação direta com Poder exige uma disponibilidade de tempo quase total. Como você administra essa realidade? Com bom humor e coração aberto. Existe uma fórmula para “tirar de letra” os inevitáveis percalços do Poder? A fórmula é continuar a fazer tudo com a sinceridade e a autenticidade que fazem parte de mim. Sua vitalidade, visível a olho nu, antes direcionada para o trabalho como (competente) enfermeira diplomada, vai para onde agora? Continua a mesma e vai para as Voluntárias Sociais da Bahia, uma organização não governamental, cujo objetivo é prestar e prover ações, tendo como base o desenvolvimento do trabalho, seguindo o Sistema Único de Assistência Social - SUAS. É difícil conciliar sua espontaneidade natural com a sisudez que muitas vezes o cargo exige? Não, isso faz parte do meu dia a dia e administro bem. Quando suas declarações públicas provocam maremotos e tsunamis, como você administra o day after? O Governador respeita as minhas opiniões e tudo que faço. É possível abrir espaço na agenda de trabalho para se dar ao luxo de uma vida cultural e prazerosa, indo ao cinema, teatro e concertos? É fundamental e importante! Na condição de primeira dama o que não é mais possível fazer, mas dá uma saudade danada...? Andar sozinha. Tem que rezar muito para não cair na tentação de acreditar em tudo o que dizem os “puxa-sacos”? Sou católica e rezo muito, sei separar quem é

Foto: Pico Garcez

“puxa saco” dos que não são. Lido bem com isso, sou autêntica. Após o sucesso da exposição de Frans Krajcberg, que você acompanhou com especial carinho, o que vem de bom por aí? Estão previstas muitas ações culturalmente ricas, como “a Bahia de Todos” merece. Diga uma coisa bem bacana para os leitores da revista LB Home. “Cada um sabe a alegria de ser o que é” (Caetano Veloso).

123


| LB

FLORES /

124

TUDO Sテグ


LB |

125

flores ...para as gaĂşchas Leila e Mariana Bischoff, hĂĄ dois anos tornando Salvador mais bela com seus arranjos florais enriquecidos com detalhes primorosos, dispostos nos vasos e cachepĂ´s que garimpam na LB Home.


| LB

DESEJO LB /

126

MARGARETE SETENTA

Desejo LB HOME O plus dessa arquiteta graduada pela UFBa é o acompanhamento personalizado, que vai da resolução arquitetônica, passa pela escolha dos materiais e administração da obra e se completa entre os estilosos objetos da LB Home.

Bandeja

Abajur Marron

Cachepot c/ fundo branco Linha Fabrizzio Rolo Ananda e numerada Escultura chinesa Tie Dye Sempre presente Cochepot feito a mão em diferentes cores, do azul ao preto


LB |

127

Centro de mesa Bordalo Exclusividade LB Home

Móvel em bamboo black Fica lindo em lavabos

Potiche de porcelana chinesa em matelessê verde

Abajur gomelado Sempre dando iluminação especial Gorgurão de seda pura em várias cores Sempre elegante

Malas em fibra Cores diversas


| LB

DESEJO LB /

128

MARIA CLARA MARBACK E PATRÍCIA LIMA

Desejo LB HOME Preferidas pelo público jovem e chique, a dupla de arquitetas, parceiras há quinze anos, faz seus clientes felizes com as peças que escolhem no mix da LB Home.

Seat Caras O charme do garden

Vaso em cerâmica Exclusivo p/ LB Home

Bandeja

Banco em madeira Bordeoux c/ linho

Fruteira


LB |

129

Tapetes em várias cores Pronta entrega Uma delícia de pisar

Cadeira ao estilo das antigas provances de metal envelhecido Pingentes sempre dão acabamento em tudo!

Sempre branco fôsco Grande vaso c/ pétalas em relêvo feito a mão de porcelana chinesa

Coleção - Anfora em cerâmica

ard bo ome s no H dia / LB n i os to p cid dire e T os d

Garden Seat de porcelana chinesa Ricamente decorado c/ flores em relevo Anfora Terracota branca

Porta velas em cerâmica


| LB

ARTE /

130

SAVE

VENICE

Beatrice Köechli Esteve, Bea para os amigos, é uma suíça, nascida no Bahia, que mora em São Paulo e forma com o marido, José (Pepe) Esteve, um casal que ama a Arte e cuida para que ela floresça. Dai a emoção que colocaram na adesão ao projeto Save Venice, criado após os estragos causados ​​pelas inundações de novembro 1966 para restaurar e preservar o patrimônio cultural (e insubstituível) de Veneza. Os restauros abrangem desde projetos de milhões de dólares, como o da recuperação (em curso) da Igreja de São Sebastião, como o de manuscritos onde contribuições de cem dólares feitas por estudantes são tão bem recebidas quanto os cheques de cinqüenta, cem mil dólares dos magnatas americanos. Os

encontros para decidir o que será restaurado são anuais e reúnem em Veneza a fina flor do mecenato internacional. Entre os muitos momentos de prazer estético, Bea destaca o vivido ao descobrir nas paredes da sacristia da Igreja de San Salvatore (São Salvador) afrescos pintados em 1515 com ilustrações fantasiosas (e deslumbrantes) da fauna e flora de um Brasil recém-descoberto. Segundo ela, o Save Venice é, antes de mais nada, uma paixão e a chance de estar em contato com pessoas vindas de todos os países do mundo, de setores e interesses variados, de trabalhadores a homens de negócios unidos pelo mesmo desejo: o de preservar a Beleza em todas as suas manifestações.


LB |

"Fico imaginando o esplendor de Veneza na Êpoca dos Doges, quando nos seus estaleiros ficava pronto um navio por dia!�

131


Darlan Oliveira

| LB

SOCIAL /

132

Helena Fialho e Aurora Mendonรงa

Aninha Marques Larissa Machado Borges

Renata Ferreira

Maria Helena Mendonรงa e Vanessa Abubakir

Dione Primo

Rafaela Meccia Ozana Barreto

MIlton Martinelli


Network

LB |

133

Aline Rosa

Por Rafa Freitas

Tiago Simões

Em tempos de bombardeio de informação, leva a melhor quem está na hora certa, no lugar certo e na companhia certa. Sendo assim, fizemos uma pequena seleção e apontamos as bússolas locais. São pessoas atemporais e que nesses trópicos, foram elegantes ontem e serão chiques forever. Vê só!

Renilce e João Cavalcanti Luciana Rique e Gustavo Moreno

Vitória Dantas Mariana Chaves

Rafa e Pipo Marques


ENTREVISTA /

134 | LB


LB |

FOTOS LEONARDO FINOTTI

ARTHUR CASAS POR VITÓRIO JUNIOR

Com escritório em São Paulo e Nova York, Arthur Casas é considerado na atualidade um dos maiores expoentes da arquitetura contemporânea brasileira. Seus projetos realizados em diversas partes do mundo são considerados elegantes e inteligentes. Nesta entrevista, concedida ao jornalista Vitório Junior, ele revela como conseguiu criar um estilo próprio, fala sobre o futuro da arquitetura frente aos desafios da sustentabilidade e dá dicas para os profissionais iniciantes. Quando a arquitetura começou a fazer parte de sua vida? Aos nove anos, desenhava fachadas de casas. Naquele tempo, havia fachadas e não muros de segurança... Aos doze, projetei uma casa com elevação e plantas. Divertia-me criando espaços e até hoje me divirto. E vamos combinar, com esse sobrenome não haveria melhor opção profissional a escolher! Seus projetos são considerados elegantes e inteligentes, como conseguiu criar essa identidade própria dentro de um universo onde tudo é muito parecido? Obrigado pelo elogio... De qualquer forma eu sou o pior crítico de mim mesmo. Sofro quando algo não sai como eu esperava seja na prancheta ou no canteiro de obras. Além disso, procuro coerência em todas as áreas que projeto: design, arquitetura ou interiores.

135


136

| LB

"... Divertia-me criando espaços e até hoje me divirto"

Suas linhas retas e traços modernos o fazem um arquiteto absolutamente contemporâneo. Um cliente com um estilo mais clássico conseguiria ter um projeto assinado pelo seu escritório? O que eu faço é um clássico moderno, mas entendo que não é esse o “clássico” a que você se refere. Faria o clássico com o “pé nas costas”. É mais fácil, mas também é necessário conhecimento e investigação para ser bonito. Simplesmente não tenho prazer em projetar o que foge dos meus princípios e sem prazer... O que tem a dizer sobre os atuais clichês da decoração como luxo, sofisticação e tendências? Detesto essas três palavras, quando aplicadas à forma de viver. Não as emprego nunca e tenho


LB |

preguiça quando alguém me pergunta sobre “tendências”, por exemplo. E sobre a importância da sustentabilidade? Em sua opinião, o que não pode mais faltar nos atuais projetos de arquitetura ou design de interiores? Sustentabilidade é a “tendência” (risos) do momento, mas essa “moda” veio para ficar, pois esse conceito está sendo ensinado às novas gerações como o evangelho aos crentes.Há muito tempo procuramos usar em nossos projetos ventilação cruzada para evitar o uso de ar-condicionado, mantas de impermeabilização capazes de armazenar o calor solar, madeiras provenientes de manejo sustentável, materiais locais, não remover árvores nativas de médio ou grande porte. Não é difícil dar

nossa contribuição para o planeta. Dentro de um mercado tão competitivo, o que fazer para manter-se sempre atualizado? Observar muito, se informar muito, viajar muito e nunca perder o foco do trabalho. Qual conselho daria para um profissional que acaba de entrar no mercado? Quais erros ele deverá evitar? É muito fácil se deslumbrar nessa profissão. O primeiro conselho é ser humilde sempre e reconhecer que temos muito a aprender. O segundo, como disse, é observar e se informar. O terceiro é melhorar, procurar sempre que possível a perfeição, mesmo que ela não exista.

137


| LB

ESTILO / ELEGÂNCIA

138

RITA BARROS “Ser feliz, é isso que considero sucesso”   Rita Barros, uma baiana de Santo Amaro da Purificação, formou-se em Comunicação, mas dirigiu sua vida profissional para a área empresarial. Atualmente, trabalha com moda na CR Su Misura, mas sem abandonar a pecuária, tradição de família. Orgulhase da ligação que tem com o filho de quinze anos e com a caçula de oito anos, seus xodós.


LB |

139

GABRIELA VIVEIROS “Quinze anos de um bem sucedido escritório de Arquitetura”  

Os projetos desenvolvidos entre Salvador, São Paulo e Brasília fazem de Gabriela Viveiros uma arquiteta atuante no mercado de decoração. Diplomada pela UFBa,  escolheu Florença para se especializar em Interior e Design. Administra seu tempo com sabedoria: visita os clientes, o escritório e as obras sem abrir mão da companhia de Letícia, sua filha de cinco anos.

MULHERES DE SUCESSO Elegantes, vitoriosas e de bem com a vida.


MULHERES ESTILO DE /SUCESSO ELEGÂNCIA /

140

| LB

CRISTIANE MIRANDA “Encontro no trabalho a minha realização como mulher dinâmica e profissional atuante” Conciliar seu programa matinal de corrida e musculação com trabalho, casa, marido e filhos, que chama de “minhas fontes de energia”, é a rotina diária dessa administradora por formação acadêmica, voltada para o planejamento e marketing da Escrita, empresa especializada em solução de impressão de alto volume. O lazer é em casa, recebendo amigos em torno de uma boa mesa e vinhos preciosos.


LB |

141

FABIANE REGUEIRA SANTANA “Convivo muito bem com moda, calçados, mercado de luxo. O comércio é a minha vida” Fabiane, aos trinta e cinco anos é uma empresária bem sucedida. É sócia da mãe e das irmãs nas franquias de duas redes de lojas em Salvador: Arezzo e Deusa Crioula. Num dia a dia agitado, a empresária e psicóloga divide seu tempo entre o trabalho, como coordenadora de recrutamento e treinamento nas empresas e os mimos e cuidados com as filhas Ester, de 2 anos e meio e Berta, de um ano.


142

| LB


LB |

ESTILO PAULA MAGALHÃES “Gosto de trabalhar com imagens de vanguarda, são fontes que  aguçam   o imaginário” O dia a dia dessa jornalista é de tirar o fôlego: escreve o caderno Bazar & Cia, a coluna Vixe, o blog www.correio24horas. com.br/blogs/paula-magalhaes, no Correio da Bahia, e apresenta um quadro sobre moda na televisão. Academia, só às seis da manhã! Encara ser blogueira  “como uma troca de experiências. Como não sou a dona da verdade, escrevo sem receio as minhas percepções. No futuro só sobreviverão os (blogs) com conteúdo exclusivo. Muitos vão morrer na praia”. Falando sobre quem vai  usar o quê na próxima estação, radicaliza: “As it girls não têm objetos de desejo, elas não seguem, elas lançam a moda! As fashionistas sim, seguem tendências, estilos, cobiçam bolsas. Se for uma Hermès Toolbox Bag ou uma Madras da Prada, então nem se fala!”. Como blogueira eclética, acredita que “moda e decoração andam lado a lado. Se numa é possível criar um estilo próprio, na outra não é diferente. “Nada mais autêntico do que transpor para o lar o estilo de quem nele vive”.

143


| LB

casas e bares transados e bem frequentados. Só precisa melhorar o serviço, ter cardápios traduzidos e garçons que falem o básico de inglês. Isso irá fazer uma grande diferença.

PERFIL /

144

Quantas casas noturnas dá para visitar numa noite? De quatro a seis. Como os baladeiros locais recebem os “baladeiros gringos”? Com a alegria e a cordialidade típicas dos baianos.

TEM GRINGO NA BALADA Jau Neto, com o diploma em Administração com ênfase em Hotelaria debaixo do braço, partiu para Austrália e Nova Zelândia em busca de especialização. Sem medo de ser feliz, encarou o batente em hotéis em Sydney e foi gerente de um hotel fazenda na região do Catlins, na Nova Zelândia. De volta à terrinha, criou com Henrique Jasmim a J2 Turismo Receptivo. Daí para o The Salvador Pub Crawl, foi um pulo só. Troque em miúdos: o que um é pub crawl? É um passeio noturno de grupo por bares e restaurantes experimentando bebidas e comidas, passando cerca de duas horas em cada um. Como e quando o seu “The Salvador Pub Crawl” surgiu na cena baiana? Trouxe a ideia da Nova Zelândia e percebi logo que se encaixava em Salvador. Minha amizade com donos de bares ajudou muito. Começamos no fim de 2010. Qual a logística usada para organizar os grupos, transportá-los e deixá-los em casa/hotel, sãos e salvos? Vamos de van nos hotéis buscar os turistas, que recebem uma pulseira como “passaporte da noite”. O passeio começa no Pelourinho e termina na Bahia Marina ou no Rio Vermelho. Eles não pagam a entrada nos bares, tem preferência nas filas, e ainda ganham um drinque e petiscos em cada bar, Às três horas da manhã, estão de volta. A vida noturna de São Salvador tem atrações para todos os gostos? Tem diversas opções de entretenimento em

O que é preciso fazer para atender às expectativas de diversão de gregos e troianos, jovens e idosos, solteiros e casados? Apresentamos ao grupo um perfil dos lugares e explicamos as opções, assim nunca tivemos problemas com os turistas. O passeio é bem divertido e nossas hosts fazem brincadeiras e jogos para que eles se entrosem. O roteiro “Noite de concertos populares de música brasileira” dá mais IBOPE para que tipo de turista? Além dos estrangeiros, recebemos turistas brasileiros e são esses que preferem ir aos Ensaio das Bandas, shows de camisas e festas populares, como o 2 de fevereiro e a Lavagem do Bonfim. E o de “Música afro-brasileira e noite de cultura”? Esses passeios são mais procurados por turistas da Europa e americanos, com idade entre quarenta e sessenta anos. Aconteceu durante um tour e é uma imagem que não sai da sua memória... Uma das nossas brincadeiras é o speed dating (namoro rápido), onde participantes conversam por no máximo cinco minutos e os pares vão sendo trocados. Numa noite, um irlandês subiu no palco e pelo microfone fez uma declaração de amor a sua namorada e cantou com a banda. Foi espontâneo e divertido. Um sonho ainda não realizado... Ver nossa cidade que é tão linda com mais infraestrutura e melhores serviços. Pretendo expandir a J2 Turismo, para oferecer além do tour noturno, passeios diferenciados para sermos comparados à Austrália, uma referencia internacional em turismo. Diga uma coisa bacana para os leitores da revista LB Home e onde encontramos vocês. Gostaria de convidar arquitetos e designers para participarem de um “The Salvador Pub Crawl”. www.salvadorpubcrawl.com


145 ATENÇÃO: arquitetos e construtoras LB |

sua marca precisa aparecer mais? nós cuidamos disto!

redesenho de logomarcas | adequação de sites | produção de newsletter tour virtual em obras | inserção nas redes sociais | portfólio eletrônico

www.archmedia.mobi Mídias sociais parceiras:

Fone: 11 4617 5114


THE

END

O traço perfeito das arquitetas Isabel Gonçalves e Cristina Calumby faz toda a diferença na ambientação desse espaço decorado com movéis Artefacto.


Arch Media

Mármores e revestimentos com exclusividade e

Mármores Limestones Travertinos Granitos Ônix Cubas Nanoglass Fone: 71 3623-2580 www.zaffiro.com.br SÃO PAULO | SALVADOR | RECIFE | LISBOA

GRUPO

ZAFFIRO

mármores e revestimentos


148

| LB

E X P L O R E  O  L U XO

r . m a c ei贸 105 jardim brasil salvador b a - 7 1 3 3 4 1 - 3 3 5 0


LB HOME  

Revista, objetos, decoração, moda, entrevistas e personalidades

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you