Issuu on Google+

Informativo da Paróquia Santa Teresinha Arquidiocese de Campinas - Forania Cristo Rei Sumaré/SP - 58º Edição abr/11

O s e p u l c r o , v a z i o e s t á , p o r q u e E l e

vive...

Páscoa do Senhor – Cristo Ressuscitou verdadeiramente e está vivo entre nós. Toda nossa fé católica, toda nossa vivência cristã estão fundamentadas no fato histórico da Ressurreição de Jesus Cristo. Se Cristo não Ressuscitou, diz São Paulo, vã é a nossa Fé. Este Domingo da Ressurreição é continuado através do Ano Litúrgico, nas Celebrações dominicais que são a memória da Páscoa do Senhor. A Igreja nos convida todo ano a crescer na santificação pessoal, celebrando com muita sinceridade e Fé, os Ritos sagrados da Semana Santa e da Páscoa do Senhor. “De coração purificado” pela confissão de nossos pecados e fortalecidos pela Eucaristia, possamos sair desta Páscoa como verdadeiros seguidores do Evangelho, testemunhando em nossa vida a Fé no Cristo Ressuscitado. Fonte: http://www.catedralgo.com.br

Convite Especial Encenação da Paixão do Senhor Apresentação dia 09 de abril, às 19:30, no Centro Pastoral Santa Teresinha do Menino Jesus

Pa st

ssia - Cri sto de Cá ita Re i aR t n

a

- Pe

rpétuo Socorro

-S

Não despreze este material em via pública.

a

e

Tema da CF 2011................Pág. 02 Celebração deCinzas..........Pág. 03 Semana Santa.....................Pág. 04 Programação Sem. Santa....Pág. 05 João Paulo II......................Pág. 06 Pastoral da criança.............Pág. 07 Ceia Pascal Cristã...............Pág. 08 Lançamento CF 2011.........Pág. 09 Convites..............................Pág. 10

-S

to di

Destaques desta edição

da Comu l a n or anta Teresinha - Sagrada F

ão aç ão Pedro - Santo Ex ic mília - S p

Recicle a informação, passe este exemplar para outra pessoa.

Mais uma vez aproxima-se a celebração do Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. O Caminho da quaresma nos leva a contemplação e celebração deste grande mistério que nos trouxe a Salvação. Na preparação para este grande momento são realizadas: celebrações, momentos de orações, encontros nos grupos de vivência e celebrações de via-sacra. Para este ano mais um belo momento será realizado para ajudar a comunidade a celebrar. Será a encenação da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Jovens de nossa paróquia formaram um grupo com diversas pessoas para prepararem um momento que une arte e fé. Este especial momento é para que toda a comunidade paroquial possa vivenciar melhor a celebração da Páscoa do Senhor. Contamos com a presença de todos! Luan - Seminarista

Paróquia Santa Teresinha Sumaré/SP


Tema da Campanha da Fraternidade 2011 “Pequenas ações...grandes transformações!” A CF deste ano nos vem conscientizar da importânica da preservação do planeta como algo fundamental para a continuidade da vida de nossa própria espécie. Porém, são muitas as ações globais que vem prejudicando o planeta e podemos, às vezes, pensar que nossas atitudes em nada poderão contribuir para a melhora da situação. Se realmente pensarmos no aspecto macro da questão, nos sentiremos minúsculos e impotentes diante de tudo, porém uma solução para isso se mostra através das pequenas e individuais ações cotidianas. Quando acordamos de manhã e agradecemos a Deus Pai por um novo dia, pela saúde e pela família, deveríamos agradecer também por mais um dia de ar respirável, pelo sol ou pela chuva, pelo som dos pássaros, pela beleza das flores, pelo carinho dos animais e tanto mais. Mas, a correria e o estresse do dia a dia não nos permitem e ficamos condicionados ao tempo que é escasso, aos compromissos inadiáveis e às responsabilidades intransferíveis, simplesmente nos esquecendo de contemplar a maravilha de mundo que foi criada para cada um de nós. Se conseguissemos parar por apenas um instante e tomar consciência de que nossos filhos serão os herdeiros do planeta e de tudo que haverá ou não nele, talvez modificássemos nosso comportamento. Para colaborar com a preservação do planeta basta agir de forma mais sensata nas atividades diárias que executamos, como por exemplo: não jogar lixo na rua ( nem mesmo um papelzinho de bala!); diminuir o tempo do banho; varrer o quintal antes de lavá-lo; fechar a torneira enquanto escova os dentes; levar sacola retornável ao supermercado; separar o lixo orgânico do lixo reciclável; não desperdiçar energia; plantar uma árvore; reaproveitar embalagens plásticas quando possível; produzir artesanato a partir de sucata; etc.São pequenas ações que, se forem feitas por muitos, poderão realizar grandes transformações no planeta. Cada um precisa se comportar como aquele beija-flor que ao ver sua floresta incendiada e todos os animais fugindo, resolveu voar inúmeras vezes até o lago, encher seu biquinho com água e tentar apagar o fogo. E ao ser criticado e chamado de tolo pelo forte e imponente leão, apenas respondeu que sabia que não conseguiria resolver tudo, mas que pelo menos estava fazendo a sua parte. E para tomarmos mais consciência da importância do tema, segue abaixo uma tabela sobre o tempo de decomposição de alguns materias quando deixados expostos na natureza:

Tenha uma atitude de filho grato para com seu Pai tão generoso: não deixe para amanhã o planeta que você pode salvar hoje! Fonte: Secretaria de Meio Ambiente de São Paulo. Daiane - Com. Santa Teresinha

Obra da Igreja da Comunidade Santa Rita de Cássia

Com muita ansiedade a comunidade acompanha a conclusão da obra e finalmente podemos dizer que está faltando pouco, tudo está ficando muito bonito. Estamos muitos felizes, animados e nos organizando para retornar a celebrar na igreja, este dia será de muita festa e marcará uma nova face na vida da comunidade e do bairro e todos estão convidados. Apesar da obra não estar concluída, as Missas de Domingo de Ramos e do Tríduo Pascal já serão celebradas na igreja da comunidade, veja os dias e horários na programação da Semana Santa. Adilson- Min. Unidade Com. Santa Rita Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 02


Celebração de Cinzas na Com. Matriz “Que nesta Quaresma nos convertamos e vejamos que a criação geme em dores de parto, para que possa renascer segundo o vosso plano de amor, por meio da nossa mudança de mentalidade e de atitudes.” (Oração da CF-2011) Celebrar as Cinzas é acreditar que de fato do pó nascemos e ao pó voltaremos. Significa que nada somos, a não ser pó... pó... simplesmente pó! Se somos pó, por que tanta arrogância em nosso coração? Em nossas atitudes? Andamos com nosso nariz empinado, como se fôssemos..., mas não! Somos um punhado de pó. Padre Carlos, durante a Missa das Cinzas na Matriz, nos lembrou que somos um pouco de pó que cabe nas mãos humanas e que basta um assopro e tudo vai para o léu. A oração da Campanha da Fraternidade nos convida a olhar para dentro de nós e enxergar no profundo do nosso íntimo o plano de amor que Deus nos propõe. A reflexão da Palavra na Missa das Cinzas foi realizada pela Daiane que nos motivou à mudança de atitudes, colocando em nossas mãos a responsabilidade pela vida no Planeta. Ela nos comoveu, quando disse que um papel de bala jogado ao chão destrói a vida da criação, sim, disse ela: aquele papelzinho que é jogado por mim, por você, por você e por você... prejudica a vida do Planeta. Pediu que zelássemos mais pela criação e que

déssemos mais atenção ao nosso jeito de ser, mudando de atitudes para que a criação possa desfrutar da vida por maior tempo. Assim como na Sexta Feira da Paixão, a Quarta Feira das Cinzas é dia do nosso jejum e de abstinência de carne. Muitas vezes nós nos esquecemos desse importante e grandioso detalhe que deverá ser feito em sinal de disponibilidade e solidariedade. Disponibilidade à escuta de Deus que clama para que cuidemos da criação, da vida! Solidariedade que deve se prolongar por todo o tempo quaresmal, assim como a solidariedade, para que haja de fato a conversão interior e se torna, dessa forma, um forte sinal da fé e uma grande proposta a caminho da salvação. A Comunidade Matriz acolheu um grande número de fiéis católicos na Quarta de Cinzas que veio manifestar a sua fé em agradecimento a Deus pelo dom da vida e pela misericórdia divina reconhecendo que Ele é o único Deus verdadeiro. Nosso Padre abençoou as Cinzas e a impôs nos ministros que as impuseram na Assembléia participante no final da Missa. Uma das ministras impôs as Cinzas na fronte de Padre Carlos dizendo: convertei-vos e credes no Evangelho, assim como a toda Assembléia que respondeu com convicção e fé: AMÉM! Fátima Comunidade Matriz

Celebração de Cinzas na Com. Sagrada Família Foi um momento especial na vida da comunidade. Como é do conhecimento de todos, não é todo dia da semana que podemos usar a capela do bairro Vila Flora; pois, por ser um espaço ecumênico, outras religiões realizam suas celebrações ali. Mas graças ao bom Deus, conseguimos através da associação do bairro reservar o galpão da fazenda; (nome dado ao salão de festas). Assim, mesmo com pouco tempo que tivemos para divulgar que teríamos esta importante celebração em nossa comunidade, cerca de cento e quarenta irmãos e irmãs de fé se reuniram em volta do altar preparado para Jesus para comungar de sua palavra e sua Santa Eucaristia. O ministro Marcos Itou partilhou conosco sobre o tema e o lema da campanha da fraternidade deste ano; como cada um de nós podemos ajudar a salvar o nosso planeta, porque se não fizermos nada agora, o que será do futuro de nossas crianças? Falou sobre a quaresma e a necessidade de cada cristão viver intensamente este período de reflexão, de retiro espiritual, de oração e de caridade. Enfim, fomos agraciados por Deus por podermos acrescentar em nossa história mesmo que em condições e ambiente não muito apropriados, uma bonita celebração em que no final recebemos sob nossa cabeça as cinzas abençoadas. Luizinho - Ministro da Unidade

Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 03


Semana Santa: a maior semana do catolicismo cristão A paróquia Santa Teresinha ainda celebrando o período quaresmal já começa a viver a expectativa e os preparativos para celebrar a maior semana do cristianismo católico: a Semana Santa. E para que todos tenham a oportunidade de participar, os momentos celebrativos acontecerão em todas as comunidades de nossa paróquia: Na terça-feira, acontece o encerramento dos Encontros da Campanha da Fraternidade 2011, onde muitas famílias vão partilhar seus sentimentos em relação ao meio ambiente e o chamado a defendê-lo e preservá-lo. Na quarta-feira, teremos a via-sacra, uma linda expressão de fé e amor do povo de Deus que, saindo em procissão pelas ruas do seu bairro, recordará os momentos mais importantes da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Na quinta-feira, a Instituição da Eucaristia com a celebração da Santa Ceia e instituição do Sacerdócio. Também conhecido por muitos cristãos como missa do Lava-pés. Nessa celebração Jesus Cristo afirma que é o verdadeiro pão da vida e, o sacerdote, agindo “in persona Christi”, torna presente o momento onde Jesus se dá a toda humanidade em Corpo e Sangue. Importante, também, a grande lição de humildade que Jesus Cristo nos deixou lavando os pés dos seus discípulos e valorizando o serviço ao próximo. Na sexta-feira, a celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, onde se faz presente o grande amor d'Ele pela humanidade e a sua fidelidade a Deus. Mesmo sofrendo as dores e fraquezas humanas, por fidelidade, se colocou nos braços de Deus dizendo: “seja feita a vossa vontade e não a minha”. Nesta celebração, o gesto de adorar a Cruz tem um significado muito forte de agradecimento do povo a Jesus Cristo. É como dizer: “obrigado Senhor, porque pela vossa santa cruz, remistes o mundo”. Neste dia, também se reza pela missão da igreja e pelas necessidades universais, ou seja, para o bem da humanidade. Ainda na noite da sexta-feira acontece a Procissão do Senhor Morto, a tradicional caminhada pelas ruas do centro da cidade de Sumaré com a participação das paróquias mais próximas à Matriz Sant'Ana. A animação da procissão e cantos será realizada pela paróquia Santa Teresinha. Participar da procissão do Senhor Morto é viver a expectativa da ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. É uma procissão com um sentimento de esperança. No sábado, a expectativa da ressurreição, a grande vigília pascal, a maior de todas as vigílias cristãs. Nesta celebração muitas motivações se fazem presentes: A benção do fogo e a preparação do Círio Pascal, a Luz do Cristo ressuscitado, agindo no meio da humanidade e iluminando seus caminhos, culminando com a proclamação da Páscoa e marcando a vitória de Jesus Cristo sobre a morte. Para o cristão, a morte não é o fim. Eis nossa esperança: a vida eterna em Deus. A liturgia da Palavra, que através das diversas leituras trazem presente momentos importantes da história cristã onde se recorda a presença, a fidelidade e o amor de Deus pela humanidade. E a promessa de resgatar a humanidade em seu Filho... A liturgia batismal, onde acontece a renovação das promessas do batismo, com a Luz do ressuscitado: um convite a rezar pelas pessoas que são sinais de luz e vida na sociedade, defendendo e lutando pela valorização e dignidade de tantas pessoas necessitadas. Renovando o nosso batismo, somos chamados a sermos sinais de luz na vida de outras pessoas. A liturgia eucarística, onde Deus se faz presente como alimento em nossa caminhada terrestre No domingo, a maior festa do catolicismo: a missa da Páscoa. Assim como na época de Jesus Cristo, as mulheres foram ao túmulo logo de manhã e o encontraram vazio, a nossa paróquia com a participação de todas as comunidades que a compõem - se reunirá em frente à comunidade Cristo Rei para a “Caminhada da Ressurreição” até o Centro Pastoral Santa Teresinha.do Menino Jesus. Lá, através da santa missa de Páscoa celebraremos a ressurreição de Jesus Cristo, a maior festa do nosso calendário católico e que é a razão da nossa esperança: a morte não é o fim! A vida venceu a morte! Jesus ressuscitou! Aleluia! Participe desses momentos celebrativos em sua comunidade e na missa paroquial de Páscoa! Marcos Itou, Coordenador de Liturgia Paroquial

Saiba mais sobre os Ministros A partir desta edição o “Informe e Ação” trará uma entrevista com um ministro de cada grupo, para que a comunidade possa saber e sentir a importância e a beleza deste serviço para a Igreja. A primeira entrevista foi realizada com o Marco Rogério de Oliveira, da Comunidade São Pedro, que exerce a função de Ministro da Palavra. Confira! Luan: Marco, fale um pouco de sua caminhada dentro da comunidade (Igreja-Paróquia)? Quando e como começou? Marco: A minha vida de cristão começou quando tinha 4 anos de idade quando fui Batizado na Paroquia São Francisco de Assis, em Nova Veneza. Depois de algum tempo, participando na comunidade São Pedro fiz catequese e recebi então pela primeira vez a Sagrada Eucaristia, onde também mais tarde receberia a confirmação Cristã (Crisma). Luan: Quando e como foi chamado para ser Ministro da Palavra? Marco: Em 2007 enquanto servia nossa Igreja como Ministro Extraordinário da Comunhão Eucarística, fui surpreendido pelo então Pároco Pe. Clodoaldo, ao receber o chamado para ser anunciador da Palavra de Deus como Ministro da Palavra. Luan: Pra você, o que é ser Ministro da Palavra? Marco: Para mim ser Ministro da Palavra é ser a voz de Deus para os irmãos, é colocar o Dom que é dado por Deus à serviço da Igreja. Luan: Qual sua expectativa para a formação que está sendo realizada em nossa paróquia e para os próximos dois anos de serviço da Palavra? Marco: Minha expectativa é de que os encontros de formação nos ajudem a amadurecer e fortalecer a nossa fé, conhecendo mais e melhor as diretrizes da nossa igreja. Luan: A partir da fé que você vive, deixe uma mensagem para nossa Paróquia! Marco: Agradeço a Deus pelo dom da minha vida, e de minha família, que Ele continue nos orientando para uma vida Cristã. Que o Espírito Santo ilumine a cada irmão e irmã, em especial todos os ministros e ministras que doam suas vidas ao serviço da Igreja. Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Para sempre seja Louvado! Agradeço ao Marco por ter colaborado e partilhado um pouco da sua experiência. Aguarde no próximo mês mais uma entrevista! Luan - Seminarista Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 04


PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA

Dia 08 de abril às 20:00 h na Com. Matriz

"UMA PARTILHA QUE NOS TORNA PARECIDO COM DEUS" Agradecemos a todas as pessoas que estão colaborando com a CAMPANHA para o PAGAMENTO DO IMÓVEL ao lado da Matriz Santa Teresinha. Todos os meses a sua colaboração tem feito a diferença. Cada vez mais acreditamos que Deus está presente e tem sido generoso conosco e tem abençoado todos os dias de nossas vidas. Estamos sempre colocando diante do altar a sua colaboração, o seu pedido de oração, de sua família, de sua comunidade, enfim, todos os pedidos que têm sido feitos, para que Deus dê a proteção a todos que estão participando desta campanha. A pontualidade do compromisso que cada um de nós assumimos, é que faz com que os objetivos da nossa comunidade sejam alcançados. Você que ainda não participou desta maravilhosa campanha, procure o Ministro da Unidade de sua paróquia, pois ainda da tempo. Que Deus continue abençoando as nossas famílias, por mais este gesto fraterno. Osmar - Conselho Econômico Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 05


Um Beato em nosso tempo! Quando olhamos para os altares das Comunidades, encontramos inúmeras imagens de santos: homens e mulheres que encontraram de modo pleno o caminho da santidade. Grande parte deles está muito distante de nosso tempo. Encontramos Santos de um, dois, três, quatro, cinco ou até mais séculos antes de nós. Neste ano, poderemos presenciar algo fora do comum: ver um homem de nosso tempo, que pudemos vê-lo e acompanhar sua missão. Escrevo recordando o Papa João Paulo II, carinhosamente aclamado como “João de Deus”, nas três visitas que fez ao Brasil (1980, 1991 e 1997). Homem cheio de fé que percorreu o mundo anunciando Jesus Cristo e levando uma mensagem de esperança e paz a todos os povos. No dia 02 de abril recordamos seis anos de seu falecimento, na ocasião de sua morte o povo já o aclamava como Santo. Era o grande sinal de que o pontificado de João Paulo II não somente ficaria na história, por ser um dos mais longos (3º mais longo 27 anos), mas pelo fato de que aquele Papa soube em sua vida deixar-se fazer instrumento nas mãos de Deus. Ele mesmo dizia no início de seu pontificado que não era necessário ter medo de abrir-se para Cristo, pelo contrário, que era necessário deixá-lo entrar na vida para que Ele a modelasse. Seu Pontificado foi confiado a Virgem Maria, por isso, sempre trazia uma mensagem mariana e mostrava seu desejo de fazer a vontade de Deus como ela fez: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a vossa vontade”. E assim ele fez, deixando-se guiar

pelo Espirito Santo, soube guiar a Igreja e anunciar a todos os povos a mensagem de Jesus. Após seis anos de seu retorno para a casa do Pai, veremos ser proclamado Beato da Igreja, digno de ser louvado e tomado com exemplo por toda a Igreja. Beato quer dizer bemaventurado, uma pessoa que encontrou em Deus o sentido pleno para a vida. Também quer dizer pessoa feliz, pois, vive segundo a vontade de Deus e coloca em prática os ensinamentos do Evangelho. A Igreja proclama Beato, aqueles que souberam responder vivendo com amor ao chamado de Deus. O Papa João Paulo II será beatificado no dia 1º de Maio, em Roma, pelo Papa Bento XVI. Para nós são muitos os motivos de alegria: veremos um homem de nosso tempo tornar-se beato, que teve enorme carinho pelo Brasil, um Papa que marcou nossa história, conduziu a Igreja de modo brilhante e que foi sinal da presença de Deus para o mundo. A esperança cresce, pois temos mais um intercessor no céu que olha por nossa caminhada e um modelo para o seguimento de Jesus como discípulos missionários. Para isso todos somos chamados a olhar para seu testemunho e rezar pedindo seu auxilio: Ó Trindade Santa, nós vos agradecemos por ter dado à Igreja o papa João Paulo II e por ter feito resplandecer nele a ternura da vossa Paternidade, a glória da cruz de Cristo e o esplendor do Espírito de amor. Confiado totalmente na vossa infinita misericórdia e na materna intercessão de Maria, ele foi para nós uma imagem viva de Jesus Bom Pastor, indicando-nos a santidade como a mais alta medida da vida cristã ordinária, caminho para alcançar a comunhão eterna convosco. Segundo a vossa vontade, concedei-nos, por sua intercessão, a graça que imploramos, na esperança de que ele seja logo inscrito no número dos vossos santos. Amém. Luan - Seminarista

Formação com os ministros Os Ministros extraordinários (Eucaristia, Palavra, Exéquias e Enfermos) deram mais um passo no caminho da formação rumo à investidura no final do ano. O primeiro encontro de formação foi realizado no dia 12 de Março, na Comunidade Matriz, com a presença de oitenta e três leigos. A Formação foi conduzida pelo seminarista Luan. Na abertura do encontro, foi recordado um pouco da espiritualidade quaresmal. Na meditação do Salmo 50, reafirmou-se a necessidade de um profundo reconhecimento por parte de cada um da sua própria condição humana. Fraqueza e pecado devem fazer com que cada vez mais se busque a misericórdia de Deus. O encontro buscou trabalhar com dois momentos: o primeiro de reflexão e formação teórica e o segundo de orientação prática. Os Ministros devem trazer em mente e no coração o sentimento de pertencer à Igreja de Jesus. O primeiro passo foi buscar responder a seguinte questão: o que é ser Igreja? Tal questão não foi respondida totalmente, ela será abordada no próximo encontro. Mas uma primeira constatação foi de que a Igreja não é meramente um grupo humano, mas sim uma comunidade de fé em Jesus Cristo. O momento buscou retomar algumas orientações e lançar luzes para outras. O seminarista Luan destacou que a Igreja é mãe, e por isso, tem o dever de sempre corrigir e orientar seus filhos na realização da Missão. A principal questão foi de que os ministros devem se questionar como devem exercer a função, sempre confiando em Deus e se entregando a ação do Espirito Santo. Luan - Sminarista Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 06


Convite A Comunidade Santo Expedito, vivendo intensamente este momento especial, em que celebra a festa religiosa de seu padroeiro, quer compartilhar com todas as Comunidades irmãs e com os devotos de Santo Expedito, a alegria de ser esta igreja viva, que a exemplo de seu padroeiro, aponta o caminho a ser seguido. Assim sendo, buscando fortalecer a unidade que existe entre nós, convidamos a todos para participarem conosco deste bonito e importante momento da nossa história. PROGRAMAÇÃO DO TRÍDUO DIA 13 DE ABRIL QUARTA FEIRA ÀS 20:00 HORAS Celebração da Palavra, com Diácono José Rubens ANIMAÇÃO: Comunidades, Sagrada Família e Santa Rita

DIA 15 DE ABRIL SEXTA-FEIRA ÀS 20:00 HORAS Missa, com Pe. Demetrius ANIMAÇÃO: Comunidades, Sta. Teresinha e Perp. Socorro

DIA 14 DE ABRIL QUINTA FEIRA ÀS 20:00 HORAS Missa, com Pe. Jonas Barbosa da Silva ANIMAÇÃO: Comunidades, São Pedro e Cristo Rei

DIA 16 DE ABRIL SÁBADO ÀS 19:30 HORAS Missa em Louvor a Santo Expedito Presidida por: Pe. Carlos Donizeti

“Santo Expedito das causas justas e urgentes, interceda por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo” João Bambini Ministro da Unidade CPC- Conselho Pastoral Comunitário

Cantinho da Pastoral da Criança Hoje, quero entrar no tema da Campanha da Fraternidade deste ano de 2011, que através da CNBB, nos leva ao tema "Fraternidade e a Vida no Planeta" e ao lema "A Criação Geme em Dores de Parto" (rm 8,22) A campanha nos leva a cada ano a um tema e nos convida a conversão e reflexão; como a questão do descarte irregular de lixo e entulhos resultantes de limpeza de quintais e reformas de residencias; isso é um problema que se arrasta há décadas e parece não ter solução, por qualquer bairro que se ande na cidade se verifica a existencia de pontos de acúmulo de lixo. Quando nos deparamos com essa situação pensamos: NÃO FUI EU QUE JOGUEI PORTANTO, NÃO TENHO NADA COM ISSO, ou O PODER PÚBLICO NÃO CUIDA DA CIDADE. Mas devemos ter a consciência de que somos responsáveis sim, e fazendo a nossa parte, orientando as crianças e até mesmo adultos, e com atitudes simples no dia a dia como: não jogando e não deixando jogar lixo nas ruas, não desperdiçar água, não jogar óleo de cozinha na pia, etc. Somos convidados a olhar o cartaz da Campanha da Fraternidade e refletir que somos igreja e que temos culpa sim, porque quando DEUS criou o jardim terrestre ele fez coisas maravilhosas, sol, luz, árvores, frutos, animais, etc... Ele deu o melhor para que tivéssemos uma vida diferente. Agora podemos olhar o planeta e os sinais cada vez mais evidentes de que "A NATUREZA GEME EM DORES DE PARTO"e que cada um pode fazer a sua parte para preservar as maravilhas que Deus colocou em nossa vida, amor ao próximo, amor à vida, ao planeta e às pessoas que são a criação de DEUS. Afinal somos Igreja... Valdete Amado - Coord Paroquial da Pastoral da Criança

Seminário de Vida no Espírito Santo O Seminário de Vida no Espírito Santo iniciou-se dia 15 de março, com o tema “O Semeador”, a pregação foi conduzida pelo pregador José Carlos de Campinas, em sua pregação falou sobre a parábola do semeador, em momentos de reflexão perguntava 'que terreno você é?', 'que tipo de terra você esta sendo?', 'você esta produzindo frutos?', falava também em exercitar nossa vida de oração, de aproximação de Jesus. No 2º dia contamos com a presença da Maria Regina de Vinhedo que veio nos falar do amor de Deus, "que o amar significa querer a vida, amar exige renúncia e doação, amor não é conveniencia, é querer a felicidade do outro, e dizia ainda que Deus nos ama pessoalmente do jeito que nós somos, ele vê além das limitações", foi uma experiência fortíssima do amor de Deus naquela noite sobre aquele povo. O Seminário veio para transformar a vida das pessoas, Jesus quer nos transformar , a participação está sendo ótima, está havendo uma grande fidelidade. Ainda há tempo de participar venha experimentar dessa alegria. Todas as terças-feiras às 20 horas. Confirme o local pelo telefone: 9817.4278, com a Rozi. Rozi ( Secretária da RCC Sumaré) Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 07


CEIA PASCAL CRISTÃ “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” A páscoa judaica é chamada pessach, que significa libertação e lembra o acontecimento do Êxodo quando os Judeus eram escravos no Egito. É a festa mais importante dos judeus, onde se comemora a liberdade e a identidade judaica, permitindo a sobrevivencia desse povo por longos séculos através dos ritos. A pessach é uma festa tipicamente familiar. A festa consiste numa ceia chamada seder, palavra que significa ordem, porque ela se desenvolve, segundo um ritual secular. Na ceia, é lembrada a libertação do povo da escravidão no Egito, transmitindo a importância dessa memória à história do povo judaico. A cerimônia do seder inicia-se com a bênção do vinho, que se bebe enquanto uma criança faz perguntas, que estão no rito, sobre o sentido do pessach. As respostas são dadas pelo chefe da família, enquanto são colocados alimentos na mesa: o pão ázimo, as ervas amargas, o harosset e o cordeiro assado. Na refeição são tomadas quatro taças de vinho. Depois tem a bênção de ação de graças e é servido mais uma taça de vinho, mas esta é dedicada

ao profeta Elias. Vale a pena lembrar que desde o início de sua vida, Jesus se inseriu na vida religiosa do seu povo. Jesus viveu e fez uso do rito judeu, incluindo a celebração da páscoa, para assim perpetuar a verdadeira Páscoa. Jesus celebrou a páscoa Judaica, mas em seguida faz nascer um novo rito em sua memória, em memória de Sua Paixão: "Fazei isto em memória de mim"(Lc 22,19) onde significava "sede vós, o meu exemplo, corpo dado e sangue derramado em favor de vossos irmãos". E foi com essa motivação que realizamos com os Ministros da Palavra, Eucaristia e Exéquias, a Ceia Pascal Cristã no dia 26 de março. Uma linda noite onde todos tiveram a oportunidade de conhecer e viver essa belíssima celebração! Agradeço à equipe que ajudou na animação desse encontro e aos ministros que atenderam ao chamado e participaram de mais um momento de formação. Com toda certeza foi inesquecível... Rafael - Com Cristo Rei

Terço de São José No dia 19 de Março, aconteceu o terço de São José e o futebol com as famílias. O terço de março foi engrandecido por ter sido realizado no dia que a Igreja Celebra São José. São José, homem bom e justo, que acolhendo a mensagem do anjo, acolheu em sua vida Maria e Jesus. Tornou-se Pai adotivo e modelo para toda a Igreja. Em sua figura encontra-se o modelo de homem justo, temente a Deus, testemunho de Paternidade e de como se construir uma vida digna por meio de uma profissão. Este foi o primeiro ano que se celebrou São José com o grupo que reza o terço e pratica futebol. Que a festa deste ano seja uma grande motivação para que este projeto continue crescendo e possa realizar inúmeros benefícios para nosso povo. Luan - Seminarista Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

www.stateresinha.org

Pág. 08


Lançamento da Campanha da Fraternidade 2011 em Sumaré Aconteceu, numa sessão solene da Câmara dos Vereadores no dia 11 de março no Clube Recreativo Sumaré, o Lançamento da Campanha da Fraternidade 2011. O evento foi realizado pelas paróquias de nossa cidade: Sant'Ana, São Miguel Arcanjo, Nossa Senhora Aparecida, Santa Bárbara, São Francisco de Assis, Santa Teresinha, São Paulo Apóstolo, São Pedro Apóstolo e Santa Clara. Contou com a presença dos senhores vereadores e dos nossos padres, párocos de cada comunidade paroquial e outras autoridades que compuseram a mesa. A participação das pessoas das comunidades foi expressiva, pois o salão estava cheio, participaram com bastante entusiasmo. Não podemos deixar de destacar também a presença caridosa, generosa e afetiva de Dom Bruno, Arcebispo de Campinas que fez uma breve explanação da Campanha da Fraternidade destacando que o nosso Planeta “geme em dores de parto”, conforme diz o lema; porém, nós

população e poder público, precisamos e podemos fazer algo, desde um simples gesto até como cuidar e melhorar o rio Quilombo. Ficam registrados os nossos agradecimentos a todos que puderam participar pois esse é um meio de ressaltar a grande importância da Campanha da Fraternidade na vida da nossa Igreja que, também sofre as consequências geradas pelos maus tratos presentes no Planeta. Após ouvirmos os assessores da CF que expuseram sobre o tema e o texto base. Encerrando, fomos convidados a participar de uma confraternização, onde havia uma variedade de frutas e lanches naturais. Deixamos o evento com a certeza de que a responsabilidade pela Vida no Planeta é de cada um de nós e só assim vamos ter certeza de que a criação vai gemer em dores de parto, mas será aliviada e ficará feliz ao verificar que após o parto, germinará a VIDA. João Bosco e Fátima

Brasão da Paróquia Desde janeiro deste ano é possível ver nos documentos, convocações, cartas e no próprio informativo paroquial uma imagem nova. Trata-se do brasão da Paróquia que foi criado juntamente com os brasões de todas as paróquias da Arquidiocese no ano passado. Os brasões fazem parte de uma tradição antiga da Igreja. É a tradição de marcar documentos com símbolos que revelam a importancia e beleza da fé da Igreja. Criados para serem usados nos documentos e também como expressão da identidade de uma paróquia ou diocese ou de um líder religioso. Ao observar o Brasão da Paróquia será possível perceber símbolos que expressam a identidade e missão da comunidade Paroquial. Atrás do brasão há uma Cruz dourada, o grande sinal da fé Católica, por meio da Cruz o Cristo trouxe a salvação. A Cruz marca a presença da Igreja em todos os bairros que compõe a Paróquia. O Esmalte azul, na parte de baixo, recorda a figura de Nossa Senhora da Conceição, padroeira da Arquidiocese de Campinas, Mãe da Igreja e modelo para os cristãos lembra Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

também que a Paróquia não existe sozinha, mas faz parte da Igreja Católica presente em Campinas. No esmalte azul aparecem Três flores douradas, são as Flores de Lis, representam as três importantes virtudes teológicas que constituem a comunidade e devem estar presentes na vida dos fiéis: a Caridade, Esperança e a Fé. Na parte de cima aparecem Três rosas, recordando que a Paróquia está sob a proteção de Santa Teresinha. O número três recorda a Santíssima Trindade, que é o centro da fé católica. Santa Teresinha é a santa das rosas, sempre ofertava para Jesus rosas e pétalas. As rosas vermelhas são importantes para Santa Teresinha, pois, simbolizam a penitencia e o arrependimento por amor. Cada membro da Paróquia agora pode olhar para o brasão e refletir sobre os símbolos que o compõe. Em cada símbolo é possível perceber a beleza da fé e descobrir o quanto é bom seguir Jesus na Paróquia Santa Teresinha. Luan - Seminarista www.stateresinha.org

Pág. 09


Início dia 30 de abril às 20:00 horas, encerrando dia 1º de maio. No dia 1° de maio teremos as mil Ave Maria, na igreja da comunidade Matriz Santa Teresinha, que começarão às 12:00 horas encerrando com a missa às 18 horas. Neste dia vamos rezar também por todos trabalhadores/as e desempregados/as, por isso traga sua carteira de trabalho, seus pedidos e agradecimentos. Venha participar, Vamos rezar juntos!!! Coord.Grupo de Oração Paroquial Mãe Peregrina

04 e 05 de Junho tem festa no arraiá da Paróquia Santa Teresinha. Vai se uma festança danada de boa ! Vai te, pipoca, quentão, vinho quente e muita diversão. É isso mesmo, a comissão de festa já iniciou os preparativos, para organizar uma bela festa junina para nossas famílias. Teremos quadrilha, barracas típicas e o tradicional binguinho com muitos premios para você e sua família. Aguardamos você lá !!!

Comissão de Festa Paróquia Santa Teresinha

Encontro da Catequese Familiar No dia 20 de março, aconteceu o primeiro encontro paroquial da Catequese Familiar deste ano. Mesmo sendo num domingo às 15hs, a igreja estava cheia, com a presença de muitas famílias, catequistas e a coordenação paroquial da catequese e isso foi muito gratificante. Em mais este momento especial, as famílias puderam participar e entender a dinâmica da Catequese Familiar, composta por etapas que começam com os Pequeninos do Senhor e seguem até o Crisma. Além disso, as famílias puderam perceber que com a Catequese Familiar, a Igreja quer promover uma Catequese Integral, isto é, envolver toda a família, pais e filhos, no processo de educação na fé. Nosso próximo encontro será dia 15 de maio, quando faremos a oração do terço e um chá da tarde para as famílias em homenagem ao dia das mães. Que Santa Terezinha continue intercedendo a Deus por nós, para juntos podermos partilhar de outros momentos tão importantes como este. Coordenação Paroquial de Catequese

Escola da fé A Escola da Fé iniciou no mês de Março, com 82 inscritos, para atendermos a todos, foi necessário pensar duas salas, uma na comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, todas as terças feiras, às 20:00 horas e outra na comunidade São Pedro todas as quartas feiras também às 20:00 horas. Se você está pensando em melhorar seu conhecimento bíblico, ainda é tempo, a sala da Comunidade São Pedro ainda tem vaga, mas somente para a sala da comunidade São Pedro. Aguardamos vocês. Divulguem a todos que vocês conhecem e venham participar conosco. Paróquia Santa Teresinha Fone: 3828-2652

P at r o c ina do r e s de s te J or n a l

Expediente da Pastoral V o c ê é no ss o ú n ic o p a tr o c ina d o r. Q u e m a in da n ã o é , se ja ta m b é m m a is u m d iz im ista , p a ra q u e p o ssa m o s c o nt inu a r o s p ro je to s d e e va n ge l iz a ç ã o p o r m e io d a c o m u nic a ç ã o.

Pároco - Pe Carlos Donizeti da Silva Coordenação: Luciano Soave - Com. Sagrada Família Membro: Emerson Miranda - Com. Sagrada Família Membro: Luisinho - Com. Sagrada Família Membro: Ricardo Ferreira - Com. Sagrada Família Membro: Rogério Oliveira - Com. Sagrada Familia Membro: Vinícius - Com. Sagrada Família Colaboradora: Ângela Herdeiro - Secretária da Paróquia Contato: F: 3828-2652/ e-mail: comunicacao@stateresinha.org

Informe & Ação - Paróquia Santa Teresinha

P a st o ra l d a C o m u n i c aç ã o

Participe da edição do Informativo, mandando críticas, sugestões ou matérias nos contatos ao lado. www.stateresinha.org

Pág. 10


Abril 2011