Page 1

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SERRA DA GARDUNHA ESCOLA BÁSICA SERRA DA GARDUNHA - FUNDÃO

Ambiente e Sociedade DCSH Geografia


actividades económicas estilos de vida existência dos seres humanos

dependem do sol e de distintos aspectos naturais:

 ar  água  solo fértil  plantas  animais  recursos minerais e energéticos  processos de depuração e reciclagem da matéria

capital terrestre


A vida na Terra mantém-se graças a um sistema formado por várias camadas: - atmosfera - hidrosfera - litosfera - biosfera

Sistema Terra


Ponto da situação

As actividades humanas começaram ultrapassar a sustentabilidade do Planeta

a


Quando as alteraçþes supþem riscos para os ecossistemas ou para a vida humana, falamos de problemas ambientais


CAUSAS DOS PROBLEMAS AMBIENTAIS

• Um modelo de desenvolvimento insustentável • A sobrepopulação

• A desigual distribuição dos recursos


Ponto da situação Crescimento económico e prejuízos causados ao ambiente Economias

Poluição

Esgotamento dos recursos

Pobreza

Desenvolvidas

 gases de estufa  uso de matérias perigosas  contaminação

 escassez de materiais  reciclagem insuficiente

 desemprego urbano e das minorias étnicas

Emergentes

 emissões industriais  contaminação das águas  falta de tratamento dos esgotos

 sobreexploração dos recursos renováveis  uso exaustivo de água para irrigação

De sobrevivência

 combustão de estrume e madeira  falta de infraestruturas sanitárias  destruição dos ecossistemas

 desflorestação  sobrepastoreio  perda de solos

 migração para as cidades  falta de trabalhadores qualificados  desigualdade de rendimentos  crescimento populacional  baixo estatuto da mulher  muitos refugiados e deslocados


Sobrepopulação Ao longo do século XX a explosão demográfica alcançou proporções gigantescas. O problema ambiental não é uma consequência directa do aumento da população, mas sim da sobrepopulação, ou seja, da inadequação entre as necessidades da população e os recursos existentes numa determinada área.


A desigual distribuição dos recursos O excesso de população em relação aos recursos disponíveis está estreitamente relacionado com a desigual distribuição dos recursos existentes no planeta.

PD´s - 88% dos recursos naturais PED´s - 12% dos recursos naturais


A combinação de sobrepopulação e pobreza resulta muito grave para o meio ambiente: - carência de infraestruturas de saneamento e depuração de águas - desflorestação massiva - falta de capital para combater a contaminação substituição de cultivos autóctones por enormes extensões de monocultivos (chá, café, cacau, cana de açúcar) destinados à exportação


Uma distribuição mais justa e equitativa dos recursos entre a população do planeta evitaria a degradação ambiental de muitos ecossistemas.


A PERIGOSIDADE DOS PROBLEMAS AMBIENTAIS

Critérios assumidos pelas agências ambientais: • riscos ecológicos • ritmo temporal de agudização do problema • impacto directo sobre as condições de vida e saúde da espécie humana


PROBLEMAS DE RISCO AMBIENTAL MUITO ALTO • Alterações climáticas • Destruição da camada de ozono • Diminuição da biodiversidade • Perda de solos e desertificação

PROBLEMAS DE RISCO AMBIENTAL MÉDIO • Pesticidas • Lançamento de gases perigosos para o ar • Lançamento de produtos perigosos na água

PROBLEMAS DE RISCO AMBIENTAL ALTO • Derrames de petróleo • Contaminação da água subterrânea • Chuva ácida em águas superficiais • Contaminação térmica

PROBLEMAS DE ALTO RISCO PARA A SAÚDE • Contaminação em espaços interiores • Isótopos radioactivos • Exposição a produtos químicos • Contaminação de águas para consumo humano


Problemas ambientais podem ser divididos em:

- Problemas globais Por ex. afectam todo o planeta

- De grandes áreas geográficas por ex. selvas tropicais ou desertos

- Escala local Por ex. inundações periódicas nos vales fluviais ou vazadouros industriais em zonas de grande concentração de fábricas


Espaço urbano - gerador de problemas ambientais

Clima urbano

Chuvas ácidas

- Aumento das poeiras e gases ao nível do solo

- Interferência na saúde pública

- Smog

- Reacções químicas que deterioram os edifícios

- Aumento do efeito de estufa

- Envenenamento dos solos, água, plantas e animais


Alteraçþes do ambiente global


Grandes desafios do ambiente - os grandes desafios ambientais passam pela adopção de políticas em relação à população e ao meio ambiente

Organizações Internacionais/Regionais/Nacionais - o entendimento entre os dirigentes mundiais permite a concretização de políticas em relação à população e ao meio ambiente

Cimeiras/Conferências - organizações pró - ambientais

ONG’s


Organizações

Internacionais/Regionais/Nacionais

PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente Foi criado em 1972, com o objetivo de coordenar as acções internacionais de proteção ao meio ambiente e de promoção do desenvolvimento sustentável.

EEA - Agência Europeia do Ambiente http://www.eea.europa.eu/pt

http://www.maotdr.gov.pt/


Cimeiras/ConferĂŞncias


ONG’s


Estratégias de preservação do património


Preservação do património natural São vários os processos a que o Homem deve recorrer para proceder à conservação e à gestão ambiental: Gerir de forma adequada os recursos minerais e energéticos, por forma a evitar o seu esgotamento; Reduzir os níveis de poluição que tanto contribuem para alteração da qualidade de alguns recursos; Definir áreas de reservas naturais e de parques nacionais, onde algumas espécies, sobretudo as mais ameaçadas, possam desenvolver-se melhor; Criar legislação (nacional e internacional) que conduza a um efectivo ordenamento do território; Realizar cimeiras internacionais estratégias globais.

que

definam


Importância da preservação do património natural

• Atmosfera - Diminuição das emissões de dióxido de carbono Objectivo: minorar o efeito de estufa, aquecimento global e alterações climáticas.


- Diminuição das emissões de dióxido de enxofre Objectivo: diminuir as chuvas ácidas.

- Eliminação da utilização de CFC´s Objectivo: preservar a camada de ozono que protege a Terra dos raios ultravioletas.


• Biosfera - Travar a desflorestação Objectivo: Preservar a biodiversidade.

- Por em prática processos de ordenamento do território e ocupação do solo Objectivo: Evitar a destruição ambiental produzida pelas actividades do Homem (económicas e habitação).


- Poupança e reciclagem dos recursos mineiros, energéticos e florestais. Pôr em prática a política dos três R´s – Reduzir, reutilizar e reciclar. Objectivo: Evitar a sobreexploração dos recursos. Atenuar ou eliminar os efeitos da poluição. Libertar espaço onde se acumulam os resíduos.

- Generalizar a utilização de fontes de energia alternativas Objectivo: Evitar o esgotamento de recursos não renováveis


- Generalizar a utilização de fontes de energia alternativas Objectivo: Evitar o esgotamento de alguns recursos energéticos. Diminuir a poluição.

- Promover a prática da agricultura biológica Objectivo: Minimizar a contaminação dos solos e águas


- Criação de parques e reservas naturais Objectivo: Preservação da biodiversidade.


• Hidrosfera - Por em prática medidas de tratamento de esgotos Objectivo: Evitar a contaminação dos recursos hídricos.

- Por em prática políticas de preservação do mar Objectivo: Evitar a contaminação das águas e a sobreexploração dos recursos do mar


Desenvolvimento sustentável "o desenvolvimento que satisfaz as necessidades da geração presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras para satisfazer as suas próprias necessidades "

Objectivos para atingir o Desenvolvimento Sustentável


- Crescimento Económico O desenvolvimento sustentável pretende a integração dos aspectos económicos e ambientais. Os

conflitos

ambientais separam,

e pois

entre os é

objectivos paralelos.

os

objectivos

económicos possível

não

se

reconhecer


- Equidade Social O desenvolvimento sustentável implica não só a criação de riquezas e a conservação de recursos, mas também a sua justa distribuição. "Sustentável", quer dizer que pode continuar. Ou seja, a sustentabilidade implica uma preocupação pela conservação do meio ambiente para que as gerações futuras possam desfrutar desse ambiente como as presentes.


- Protecção do Meio Ambiente Desenvolvimento

implica

algo

mais

que

crescimento

económico, uma noção de bem-estar económico que tem componentes não financeiros. Estes incluem a qualidade do meio ambiente, pois este influencia o nosso bem-estar. Os componentes não financeiros também poderiam incluir factores tais como o estado de saúde da população e o seu nível de educação, a qualidade do trabalho, a existência de comunidades fortemente unidas, uma vida cultural diversificada. Os índices de crescimento não medem nenhum destes aspectos mas poderiam contar para o desenvolvimento sustentável.


Estes objectivos implicam que o desenvolvimento tenha objectivos

económicos,

sociais

e

ambientais.

Exigem

mudanças graduais e profundas a nível: •cultural; •institucional. Implica também o respeito pela diversidade étnica e cultural

regional,

fortalecimento

da

nacional

e

local,

participação

dos

assim

como

o

cidadãos,

a

convivência com a natureza, sem comprometer e garantindo a qualidade de vida das gerações futuras.


ambiente e sociedade  

meio ambiente global

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you