Issuu on Google+

Indispensável www.sindiconews.com.br

Foto: Caio Castanho - 2011

ANO XX - Nº 238 - MAIO/2011

VEJA PÁG. 13

sindiconews@sindiconews.com.br

GRATUITO PARA SÍNDICOS DE EDIFÍCIOS

25.000 EXEMPLARES - SÃO PAULO

Para cada piso do condomínio, um tipo de cuidado O piso tem uma importância fundamental tanto na estética das áreas comuns quanto na segurança dos condôminos. Pags. 06 e 07


02 Maio/2011

Síndico News - Indispensável

www.sindiconews.com.br

àEDITORIAL Indispensável

www.sindiconews.com.br sindiconews@sindiconews.com.br

Publicação mensal da SANTA LUIZA EDITORA LTDA Empresa autorizada para uso da marca Síndico News

Rua Domingos de Morais, 1794 - Cj. 13 Vila Mariana - 04010-200 - São Paulo - SP

PABX: (11) 5573-0333 Tiragem - 25.000 exemplares Distribuição - Gratuita para síndico de condomínios Dirigido a - condomínios residenciais e comerciais, administradoras, hotéis, shoppings, construtoras. Público leitor - síndicos, zeladores, conselheiros, administradores, construtores, prestadores de serviços em geral. Periodicidade - mensal Área de distribuição - Capital de São Paulo, Taboão da Serra, Guarulhos, Osasco, Mogi das Cruzes, Santo André, Maúa, S. Caetano do Sul, S. Bernardo do Campo, Diadema. Jornalista Responsável: Caio Girardi - MTB 39543 Diagramação, Composição: Santa Luiza Editora Ltda O Jornal Síndico News é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda

Nos jogos que assisto do Barcelona, sinto que o time catalão está perto da perfeição. Com uma defesa de raça, meias de habilidade e atacantes precisos, ah e sem esquecer, claro, do melhor jogador do mundo, Lionel Messi, a equipe comandada por Pep Guardiola está entre as melhores que vi em campo. As derrotas e os resultados ruins são raros, mas acontece, pois no futebol até os mais fracos conseguem êxitos. Mas este Barcelona dá gosto de acompanhar. É um time objetivo, organizado e ofensivo. Além da estrela argentina, o time conta

com a base da seleção espanhola campeã do mundo (Piqué, Puyol, Busquets, Iniesta, Xavi e Davi Villa) e o um dos melhores laterais da atualidade, o brasileiro Daniel Alves. As qualidades apresentadas pelo Futbol Club Barcelona me fizeram analisar a busca da perfeição. Para chegar a um alto nível profissional, seja a área que for, é necessário contar com profissionais treinados, talentosos e empenhados. Mas sem um comando técnico forte, nem sempre o talento pode salvar. Tracemos um paralelo

entre futebol e administração condominial. O síndico é o técnico responsável por criar uma organização tática, definir esquemas de trabalho e administrar egos dos moradores. O campo de jogo é o condomínio e, caso não conheça os atalhos, terá problemas intermináveis. O time dos funcionários necessita de comando e disciplina. Já os moradores não podem agir como estrelas. Eles têm seus direitos, mas devem lembrar que seus companheiros de condomínio também os possuem. Caso contrário, os comportamentos antissociais acabam

desestruturando o esquema montado. Zelador, porteiros, seguranças e assistentes gerais devem estar em sintonia para o cumprimento dos objetivos. É preciso muita atenção também nas contratações de peso. O síndico, na hora de escolher um prestador de serviços, deve ter em mãos referências e levar em conta seu custo. É preciso dinheiro para montar uma equipe competente. Por isso, a gestão financeira do condomínio tem que ser efetiva. Com todos os setores do time trabalhando bem, o síndico tem todas as condições de realizar uma ótima gestão.

Pensamento do mês: “Mulher, tens o dom divino de ser mãe. Em ti está presente a humanidade” Cora Coralina

Veda Laje Impermeabilizações Ltda Fundada em 01 de maio de 1979

Outras Praças de Publicações Associadas: J. Pessoa - PB ............. (83) 3219.0000 Diretor: ............................ Inaldo Dantas Recife - PE ................... (81) 3221.9083 Diretor: ............................ Inaldo Dantas Natal - RN ..................... (84) 3223.5593 Diretor: ............................ Inaldo Dantas S. J. do Rio Preto - SP.... (17) 9708.2506 Diretor: .........................Hércules Garcia Fortaleza - CE .............. (85) 3254.7415 Diretor: ............................ Inaldo Dantas Brasília - DF ................. (61) 3226.8810 J. Síndico .............. (Fundação: Abril/84) Diretor: .............................Vicente Vecci Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização por escrito da Santa Luiza Editora A Santa Luiza Editora não se responsabiliza por conceitos ou idéias emitidos em artigos ou matérias pagas ou assinadas e não expressa, necessariamente a opinião da Editora. A Santa Luiza Editora não se responsabiliza pelos serviços e produtos oferecidos pelos anunciantes. A Santa Luiza Editora tem o direito de não editar publicidade sem fundamentar motivação de recusa.

A Veda Laje é uma empresa que atua há 32 anos no ramo da impermeabilização e vem sempre atualizando e aprimorando-se com participações em congressos e eventos, visando o bom atendimento a seus clientes. Sua Diretoria Fundadora,

representada na pessoa do Sr. Antonio Simonetti, é extremamente ativa dentro do setor, uma vez que também participa da Diretoria do I. B.I. (Instituto Brasileiro de Impermeabilização). Foi a primeira a receber o Certificado de Conformida-

de do Instituto de Análises Falcão Bauer. É a empresa pioneira especializada em reformas de impermeabilizações em condomínios. Tem hoje mais de 300 obras dentro de garantia sem ter qualquer tipo de problemas. Isso representa, índice “0” (zero) de problemas em seus serviços, enquanto é sabido que a impermeabilização representa 80% dos problemas de uma construção. Mantém parceria com todos os fabricantes de materiais, podendo assim, atender a qualquer especificação. Possui habilitação do CREA para atuar nos serviços de impermeabilização e reformas.

Seu corpo técnico recebe treinamento específico e reciclagem constante, podendo orientar o cliente na melhor forma de solucionar problemas, visando sempre a melhor relação custo benefício. Desenvolve a vistoria da obra, levantamento técnico e orçamento, visando uma maior comodidade ao cliente. Possui sede própria com amplo estacionamento e depósito de materiais, tornando-se uma empresa mais sólida e competitiva. Investe constantemente em tecnologia, tornando seus trabalhos mais rápidos e eficientes. O nome Veda Laje é hoje, sem dúvida, sinônimo de qualidade e garantia.


Síndico News - Indispensável

Maio/2011

www.sindiconews.com.br

àJURÍDICO

àTERCEIRIZAÇÃO

Condomínio: utilização Poucos respeitam a lei exagerada de procurações Os sindicatos da catego- balhistas. Mesmo que essas Infelizmente é muito comum que, numa assembleia geral, o síndico ou outra pessoa apareça com um número elevado de procurações e consiga reelegê-lo sucessivamente, por vários e vários anos. Esses síndicos se perpetuam no poder, mas atendendo interesses muitas vezes escusos. Nada contra os síndicos que são reeleitos por mui to tempo, desde que não usem desse tipo de artifício e desempenhem seu cargo com eficiência, bom senso e seriedade. Quem outorga a procuração por tempo indeterminado, geralmente é o proprietário que não reside no condomínio, e não tem conhecimento do seus problemas e necessidades. Por isso, As queixas são inúmeras e as pessoas perguntam o que fazer para dar fim a isso. Algumas convenções de condomínio limitam o número de procurações porpessoa, mas a maioria não. Fica como um conselho aos que elaboram as convenções condominiais, para não se esquecerem de incluir essa limitação. Mas a maioria das convenções silencia a respeito. A Lei, por seu turno, também ignora o problema. Portanto, se a convenção não limitar, nada impede que o próprio síndico ou outra pessoa compareça à assembleia

03

geral com um número exagerado de procurações e consiga aprovar tudo o que quiser. Assim, a primeira atitude que os condôminos devem tomar, é pedir para a administradora do condomínio uma cópia da convenção condominial ou obtê-la diretamente no Cartório de Registro de Imóveis e verificarem a existência ou não dessa limitação. Outra medida será formar uma comissão, encarregada de pedir as cópias das procurações, verificar se são outorgadas por tempo determinado e para qual fim. Também é preciso entrar em contato com os condôminos outorgantes, para verificar se são verdadeiras ou não, bem como se os condôminos que outorgaram estão ainda vivos. Mas não é preciso que estejam com firma reconhecida. Há ainda outro recurso, que será obter certidões de propriedade no Registro de Imóveis, de todos os outorgantes das procurações e confirmar se eles ainda são proprietários, pois podem ter vendido as unidades ou até mesmo nunca terem sido proprietários. Mas, como em geral, são várias certidões e custam caro, é aconselhável formarem um grupo de condôminos e ratearem entre si essas despesas. Daphnis Citti de Lauro Advogado, e-mail: dclauro@aasp.org.br

ria dos prestadores de serviços terceirizados decidiram antecipar o reajuste anual da categoria para o mês de janeiro passado, o que deveria acontecer somente neste mês de maio. Além disso, esses sindicatos também assinaram termos de compromisso com o Ministério Público e com a Delegacia Regional do Trabalho, no sentido de induzirem as empresas associadas a adotar a “jornada legal”, pela qual os porteiros e controladores de acesso, ou trabalham as 44 horas semanais, na conhecida escala 5 x 1 com folguista, ou adotam a escala 12 por 36 horas, pela qual trabalham 12 horas diárias alternadamente, dia sim, dia não. Passados 3 meses, poucas empresas terceirizadoras estão cumprindo essas determinações. Muitas delas, inclusive algumas de grande porte e que gozam de boa reputação, continuam trabalhando nas mesmas escalas anteriores, ou seja, na 4 x 2, ou na 5 x 1, ambas com 3 porteiros, sem folguista. O que é ainda mais grave, essas empresas sequer anteciparam o reajuste dos salários de seus empregados, mantendo os mesmos pisos vigentes em 2010, e não concedendo a cesta básica, agora obrigatória, de R$ 52,00 por empregado. Essa situação é preocupante para os condomínios, pois, se estão flagrantemente descumprindo a lei, vão certamente gerar, no curto prazo, grande número de ações tra-

empresas consigam acordos no fórum trabalhista, o nome do condomínio é sempre envolvido, exigindo a presença do síndico nas audiências de conciliação. Outro aspecto é a concorrência desleal para com as empresas que cumprem rigorosamente com a legislação, que já corrigiram os pisos salariais e já adaptaram suas portarias para as escalas permitidas por Lei. Infelizmente os sindicatos não exercem função fiscalizadora como deviam, e, por isso, essa situação deverá perdurar por um bom tempo, até que o Ministério Público ou a Delegacia Regional do Trabalho comecem a fiscalizar os condomínios.

Os condomínios, portanto, devem estar atentos em procurar saber qual foi a política adotada pela sua terceirizadora. Um simples exame dos holerites dos empregados será suficiente para saber se estão ou não recebendo o novo piso salarial de R$ 722,21. Se negativo, devem exigir que essas empresas cumpram a legislação vigente retroativamente a 1º de janeiro, caso contrário, estarão correndo riscos de pagamento de indenizações. Ao fazer a escolha da empresa, certifique-se de que ela está cumprindo com a lei trabalhista. Etore A. Fuzetti etore@replace.com.br


04 Maio/2011

Síndico News - Indispensável

www.sindiconews.com.br

àSEGURANÇA

àSINDICO NEWS RESPONDE

O morador é o maior interessado pela segurança Não é somente o síndico, administradora ou os funcionários os únicos responsáveis pela segurança dos condomínios. O morador tem que dar sua parcela de contribuição, a fim de que haja uma proteção mais efetiva. Esta participação é fundamental para que os riscos possam ser detectados, controlados, minimizados e que sejam reduzidos no interior dos condomínios. Para tanto, é necessário que os condôminos atentem para algumas dicas básicas de segurança, tais como: • Entrando no condomínio com veículo ou a pé: preste atenção se não existem pessoas paradas junto ao portão. Se ficar inseguro, com dúvida, não entre! Dê uma volta no quarteirão e analise melhor a situação. Se a dúvida persistir, entre em contato com a portaria pra saber se está tudo bem. • A campainha toca sem anúncio prévio por interfone: Não abra a porta do seu apartamento sem antes identificar quem está do lado de fora. Oriente seus filhos e também seus empregados a nunca abrir a porta caso a pessoa não tenha sido devidamente anunciada pelo interfone, mesmo que seja um funcionário do condomínio. • Festas e eventos particulares: Sempre que realizar festas ou qualquer outro evento, elabore uma lista com o nome e sobrenome de todos os convidados e deixe na portaria. Não se esqueça de

avisar seus convidados sobre os procedimentos de segurança. • Empregado doméstico liberando entrada de estranhos: orientar o funcionário do condomínio para sempre pedir autorização ao morador e só então permitir a entrada. • Identificação na entrada de veículos: os condôminos deverão fazer-se identificar, abaixando o vidro para que o porteiro faça a devida identificação, principalmente se possuir carro com filme; • Contratação de empregados domésticos e prestadores de serviço: ao contratar empregados domésticos, exigir documentação com referências, antecedentes criminais averiguando sua autenticidade e veracidade de informações; • Guarda das chaves dos apartamentos e veículos: as chaves de todas as dependências não devem ser deixadas com os empregados, mantendo a de alguns cômodos isolados, assim como não deixar cópias de chaves principais na portaria. Ao observar estas e outras regras básicas, o condômino estará cooperando e fazendo sua parte em prol da tranquilidade e segurança de sua família, assim como dos demais moradores. José Elias de Godoy Especialista de Segurança em Condomínios e autor dos livros “Manual de Segurança em Condomínios’’ e “Técnicas de Segurança em Condomínios”. elias@suat.com.br

sidente, o vice e o secretário. Em alguns condomínios, ainda se prevê os membros suplentes, em número também de 03.

ATA A ata deve ser registrada em que cartório? R: Não há obrigatoriedade. Porém, a que elege o sínGARAGEM O Senhor falou uma vez dico, geralmente os órgãos que a garagem não é pro- exigem este registro. priedade, não da parte auTAXA tônoma e sim área comum, Boa tarde Dr Inaldo mas com “permissão de uso”.... É esse o termo cor- Dantas, li uma reportagem reto? Isso muda a relação sobre a taxa de condomínio igual para todos. de “fração Ideal”? Como anda o projeto de R: Na verdade, quem disciplina isso é a Conven- lei? Se aprovado o projeto ção de cada condomínio. de lei, o que os condôminos Antigamente, eram comuns devem fazer de concreto as garagens como áreas pri- para que se coloque em vativas. Hoje, o mais comum prática? R: Este projeto de lei en(creio que no seu condomínio é assim) é que a garagem contra-se ainda em tramitaseja tratada como área co- ção no Congresso Nacional, não há previsão de votação, mum de uso exclusivo. É a chamada “área útil”. pelo menos por enquanto. Na minha humilde opiEla compõe sim, a fração nião, creio que, se passar pela ideal. comissão, demorará ainda um bom tempinho para ser CNPJ Quais são os documentos posto em votação pelos Denecessárias para se tirar o putados. Como membro da CNPJ de um Condomínio? Câmara Brasileira do CoR: A Convenção do Con- mércio e Serviços Imobiliádomínio, a ata de eleição do rios, tenho a oportunidade síndico e seus documentos de acompanhar de perto esta particulares (CPF, compro- tramitação. Vamos aguardar, vante de endereço e declara- enquanto isso, estou vigilanção de imposto de renda). te. Como você deve ter visto na matéria, nós somos totalmente contra esta “Lei”. CONSELHO Quantas pessoas são necessárias para compor o ALUGUEL conselho fiscal? Fiz um acordo com proR: No mínimo 03: O pre- prietário para alugar um

apartamento que está com uma dívida de condomínio, a qual pagarei e descontarei o valor do aluguel. O valor do condomínio atual é R$240 reais e desde 11/2009 esse condomínio não é pago, contabilizando, no dia de hoje, 15 meses de divida. Entrei em contato com a administradora para saber quanto é o débito e eles me passaram que a dívida desde 11/2009 até 01/2011, no valor de R$7.064,51 + Despesas de Cartório no valor de R$424,74, resultando em um valor de R$7.489,25. Gostaria de saber se esse valor está abusivo e quanto que seria, pela experiência de vocês, o valor real da divida? Grato, aguardo respostas R: Numa rápida passada pela memória, constatamos está havendo a cobrança abusiva de juros. Salvo disposição em contrário na Convenção, estes juros são de no máximo 1% ao mês e a multa, de 2% sobre o total do débito. Nem de longe chega aos valores acima. Quanto à cobrança de despesas de cartório, é bom lembrar que o condomínio só deve levar a protesto as taxas de condomínio, se isto estiver definido na Convenção. Peça uma planilha detalhada para podermos saber o quanto de juros estão lhe cobrando. Inaldo Dantas Advogado Administrador de Condomínio Presidente do Secovi - PB e-mail: inaldo.dantas@globo.com


Síndico News - Indispensável

Maio/2011

www.sindiconews.com.br

à INDICADOR ECONÔMICO Meses

Salários

Inflação

TR

Poupança

Maio

R$510,00

1,19%

0,0510%

0,5513%

Junho

R$510,00

0,85%

0,0589%

0,5592%

Julho

R$510,00

0,15%

0,1151%

0,6157%

Agosto

R$510,00

0,77%

0,0909%

0,5914%

Setembro

R$510,00

1,15%

0,0702%

0,5706%

Outubro

R$510,00

1,01%

0,0472%

0,5474%

Novembro

R$510,00

1,45%

0,0336%

0,5338%

Dezembro

R$510,00

0,69%

0,1406%

0,6413%

Janeiro/11

R$540,00

0,79%

0,0715%

0,5719%

Fevereiro

R$540,00

1,00%

0,0524%

0,5527%

Março

R$545,00

0,62%

0,1212%

0,6218%

Abril

R$545,00

0,45%

0,0369%

0,5371%

* UFIR extinta em Janeiro/2001 ** Índice de inflação IGP-M da FGV • Salário Mínimo Empregados Domésticos em SP - R$600,00

à OBRIGAÇÕES

Admissão/Demissão • Comunicar ao Ministério do Trabalho até o dia 07 do mês seguinte Recolhimento do INSS conforme tabela ao lado: • Todo dia 20 do mês subseqüente. Recolhimento do FGTS, 8,0% sobre a folha de pagamento: • Até o dia 7 de cada mês, ou no dia útil anterior. Recolhimento do PIS, 1% sobre a folha de pagamento: • Até o dia 20, sem multa. • Após, multa de mora de 0,33% ao dia, limitado até 20%. Recolher à Receita Federal o Imposto de Renda. Recolher à Prefeitura Municipal ISS sobre Serviços Prestados.

05

àIMPOSTO DE RENDA EM 2011 Rendimento % Parc. Deduzir Até R$ 1.566,61 ............................................ isento -----De R$ 1.566,62 até R$ 2.347,85.................... 7,5% ......... R$117,49 De R$ 2.347,86 até R$ 3.130,51.................. 15,0% ......... R$293,58 De R$ 3.130,52 até R$ 3.911,63 .................. 22,5% ......... R$528,37 Acima de R$ 3.911,63 ................................ 27,5% .......... R$723,95 Abatimento por dependente:.............................................. R$157,47 Salário Família à partir de 01/01/2011 Até R$ 573,58 = R$ 29,41 por cota Acima de R$ 573,59 Até R$ 862,11 = R$ 20,73 por cota A cota do salário familia é paga para cada filho menor de 14 anos

àINSS - MAIO

Salário Contribuição (R$) ............................................Alíquota Até R$ 1.106,90............................................................................. 8 % De R$ 1.106,91 até R$ 1.844,83 .................................................. 9 % De R$ 1.844,84 até R$ 3.689,66........................................-.......11 % 20% sobre a folha, como parcela do condomínio 2% sobre a folha, como seguro de acidente de trabalho (verificar de acordo com o fator FAP de cada condomínio) 4,5% sobre a folha, contribuiçãode terceiros (Sesc, Senai, etc)

àPISO SALARIAL

Zeladores ......................................................................... R$ 808,00 Porteiro, Vigia, Cabineiro ou Ascensorista, Garagista,Manobrista.....R$ 774,00 Faxineiro e demais ........................................................... R$ 740,00 Acúmulo de cargo ..................................................................... 20% Adicional noturno ...................................................................... 20% Horas extras .............................................................................. 50% Folgas trabalhadas e feriados ................................................. 100% Cesta Básica .................................................................... R$ 100,00 Reajuste de 8% com vigência a partir de 1o de outubro/10 até 30/09/11.


06 Maio/2011

Síndico News - Indispensável

www.sindiconews.com.br

Conheça seu piso e o tratamento adequado Não vá deslizar

Pouco nos lembramos de sua importância, mas o piso é um material essencial a qualquer construção. Não apenas pela estética, mas por as características de segurança, vitais em locais com grande fluxo de crianças e idosos. Condições importantíssimas para evitar acidentes cotidianos. A colocação de um piso requer uma obra de grande impacto, causando mudanças na rotina dos condôminos e certos transtornos. Para amenizá-los, é necessário planejamento e o suporte de empresas especializadas. Através dessas atitudes é possível contornar os problemas cau-

sados por uma intervenção desse porte. Algumas condutas básicas devem ser respeitadas, tais como a mínima distância do rejunte para as peças ficarem acomodadas, dilatando com o calor e comprimindo na época de frio, sem que uma atrapalhe as demais. Este espaço evita que o material se quebre. Os isolamentos acústicos são bastante interessantes, mesmo que o custo seja alto e que haja a necessidade de uma reforma ainda maior para a implementação nos locais não instalados. Em salões de jogos localizados em andares, o

isolamento acústico possibilita uma melhor qualidade de vida, principalmente para as crianças. São utilizadas mantas de polietileno com o objetivo de absorver impactos e sons mais incômodos que passariam aos andares inferiores. O polietileno também age como isolante térmico, reduzindo as constantes variações de temperatura. É importante frisar que a decisão sempre deve ser tomada em reunião, já que em reformas de médio e grande porte devem se tomar precauções para que os descontentes opinem, evitando possíveis atritos.

é imprescindível o uso de acrílico em sua superfície, protegendo-a de sujeiras e tornando o piso mais resistente. A Miracema e a Goiás Verde se encaixam melhor à área externa, enquanto a Ardósia fica mais adequada à parte interna. Porém, tal pedra necessita de uma aplicação de resina acrílica antiderrapante. Já o Gail exige pouca manutenção, é resistente e fantástico para ser utilizado em saunas e piscinas. Os produtos e técnicas de manutenção variam de acordo com o tipo de piso. Algumas pedras precisam ser limpas várias vezes com uma solução menos concentrada, enquanto outras requerem apenas uma lavagem com solução mais forte. A conservação correta evita transtornos e futuros acidentes. Os funcionários devem ser orientados a utilizarem os produtos exatamente da forma indicada pelos fabricantes, principalmente ácidos e álcalis. Estes produtos podem ser prejudiciais aos pisos, além de altamente tóxicos e nocivos à saúde. Outro cuidado importante é com materiais de metal, tais como luminárias e holofotes. Se o ácido invade as fiações, pode gerar curtos-circuitos e, consequentemente, incêndios.

Os materiais antiderrapantes são vitais em lugares com uma grande circulação de transeuntes, como o hall de entrada, corredores e até mesmo elevadores. Tudo depende do tipo da pedra a ser utilizada no piso, já que é importante aplicar uma camada antiderrapante de um determinado material para cada estilo. Um serviço bem simples e extremamente rápido. Lembre-se sempre de manter um aviso visível quando os pisos estiverem úmidos, durante e mesmo após a sua higienização. Assim as chances de tombo ficam bem reduzidas. O piso mais simples é o cimento sem revestimento, que custa bem pouco em comparação aos outros. Porém, mancha com facilidade e produz uma poeira fina que pode causar, por exemplo, irritabilidade nos olhos. Os dois problemas são contornados com a aplicação de uma tinta e certos impermeabilizantes para este material, dando uma coloração uniforme e tampando os pequenos poros. Os pisos mais utilizados são a Pedra-Goiás, Mineira, o Granito e a Miracema. Também há o Mármore, a Ardósia e o Gail, perfeitamente adaptáveis em todas as áreas do edifício. A Pedra-Goiás Amarela Cuidados com granilite Muitos síndicos e funcioé recorrente em halls de entrada e salões de festas, mas nários lavam o piso com clo-


Síndico News - Indispensável

Maio/2011

www.sindiconews.com.br

ro ou ácido e passam resina base solvente sobre. Nessas situações, o indicado é o polimento. É bem raro ter que trocar o Granilite. Ele é plenamente restaurável, prático, bonito, durável e melhor de tudo, tem preços acessíveis. Deve ser lavado com água e detergentes comuns. Para realçar sua beleza pode se utilizar impermeabilizante.

Pedra sobre pedra

O uso de resina na borda das piscinas feita de pedra mineira não é recomendado, pois retém o calor, inibindo sua função térmica. Há a necessidade de manutenção técnica por especialistas. Produtos neutros devem ser utilizados na limpeza desse grupo de pedras, pois ácidos, a médio e longo prazo, acabam com a pedra. É muito difícil encontrar um local em São Paulo que dispõe de tais pedras com qualidade.

Miracema

Uma miracema esbranquiçada não está nova e limpa, mas sim queimada. Para tratar um piso de Ardósia intercalado com Miracema é necessário utilizar reagentes químicos diferentes, um para cada pedra. Nesses casos, o profissional especializado em limpeza de pedras é quem faz a diferença.

Granitos e porcelanatos

Sua limpeza é fácil, executada com pano, água e detergente comum. Não se esqueça que produtos “fortes”

danificam estes pisos. Os granitos podem ser flameados (acabamento com fogo, tornando-o antiderrapante), apicuados (acabamento mais rústico) ou levigados (sendo polidos 2 estágios antes do brilho total).

Ardósia

Possui uma beleza fascinante, mas não é indicada para o passeio, já que é lisa e esquenta demais. Mancha facilmente e, para acabar com esse problema, utilizase ceras ou resinas. A cera deve ser incolor, ressaltando e preservando a beleza natural do piso. Nun-

ca use produto ácido para clarear a pedra. Não adianta nada e ainda por cima destrói o material. Ardósias com excesso de cera ou resina necessitam da completa remoção desses materiais. Depois disso, neutralize o piso e aplique novamente o tratamento sobre o mesmo. Ao realizar o tratamento da Ardósia recém colocada, cheque se há madeiras, tomadas, granitos ou mármores próximos. É preciso isolar tais “áreas de risco”, para começar o tratamento. Este será realizado manualmente, com a remoção completa de

sujeiras e respingos de tinta. Depois da limpeza, a superfície é neutralizada, com um produto específico.

Mármores

Jamais use produtos químicos corrosivos (ácido, cloro, água sanitária) em mármores. O uso de água e detergente neutro é o mais indicado. A tecnologia de tratamentos especiais para estas pedras ainda engatinha no Brasil.

Pisos de madeira e sinteko

Não são pisos adequados para as áreas comuns de pré-

07

dios. Não são resistentes a riscos, mesmo que vendidos como pisos de baixa, média e alta resistência. É importante evitar usar calçados de salto alto fino e ainda é preciso limpar bem os capachos, garantindo que as solas não retenham pedrinhas que podem danificar o piso. Caso o chão seja molhado, seque-o imediatamente para que não haja apodrecimento. Ainda assim, é um excelente piso, mantendo o ambiente aquecido e é agradável para áreas pouco utilizadas, como salões de festa ou de convivência.


08 Classificados do SĂ­ndico

Maio/2011


Maio/2011

Classificados do SĂ­ndico

09


10 Classificados do SĂ­ndico

Maio/2011


Síndico News - Indispensável

www.sindiconews.com.br

Classificados do Síndico 11


12 Classificados do SĂ­ndico

Maio/2011


Maio/2011

Classificados do SĂ­ndico 13


14 Classificados do SĂ­ndico

Maio/2011


Maio/2011

Classificados do SĂ­ndico 15



Jornal Sindico News - Edição de Maio