Page 4

EDITORIAL FICHA TÉCNICA

PARDELA N.º 58 | PRIMAVERA/VERÃO 2019

Mensagem da nova Direção Nacional

DIRETORA: Joana Domingues | joana.domingues@spea.pt COMISSÃO EDITORIAL: Clara Casanova Ferreira, Joana Domingues, Manuel Trindade, Mónica Costa, Sónia Neves, Vanessa Oliveira PARTICIPAÇÃO REGULAR: Helder Costa

No passado dia 2 de março, em Assembleia Geral Ordinária, efetuada durante a realização do X Congresso da SPEA, foram eleitos os novos órgãos associativos e a Direção Nacional para o triénio de 2019-2022. O programa que a nova direção se compromete levar a cabo tem como primeiro objetivo criar estratégias de relacionamento dos sócios com os projetos e desígnios da SPEA. É, portanto, essencial que os sócios entendam o papel fundamental que é exigido a qualquer ONGA, neste caso a SPEA, para manter o foco nas várias frentes de atuação, para salvar e proteger as espécies de avifauna que estejam ameaçadas ou que, embora sem esse estatuto prioritário, possam estar na eminência dos seus números começarem a diminuir. Usufruir de alguns passeios memoráveis, em alguns pequenos recantos ou zonas mais extensas, onde se observa, se ouve e se identifica esses seres tão ativos no nosso mundo, as aves que nos despertam para tudo o mais que as rodeia, não é, infelizmente, qualquer coisa que se possa tomar como certo para o dia de amanhã, sem uma vigilância permanente e iniciativas de combate que, às vezes, são bastante desgastantes principalmente se os objetivos nem sempre são otimizados. No seio da SPEA existe, portanto, um núcleo de técnicos que se dedica profissionalmente a esse ramo da salvaguarda desse nosso património. Uns trabalham diretamente na sede, em Lisboa, outros exercem o seu trabalho nos Açores, na Madeira, na República de São Tomé e Príncipe e ainda em Cabo Verde. O passado Congresso foi precisamente um momento em que se deu a conhecer muito do valor real e do bom trabalho, em ornitologia, que se faz em Portugal e mais além, merecedor de um olhar atento da sociedade. Para que esse encontro de interesses, benéfico para todos, se concretize, entre aqueles que pugnam pelo avanço do conhecimento da ciência e os que desfrutam momentos de contemplação ou de observação no meio da natureza, é preciso que os primeiros “vistam a camisola”, releguem a imagem de técnicos, se tornem acessíveis e façam a ponte com os segundos que deveriam ser cada vez mais exigentes com os seus processos de cidadania, através da sua participação ativa, ajudando a fazer escolhas e aperfeiçoando o trabalho, para que o núcleo associativo no seu todo possa manter a tocha acesa para o futuro. Direção Nacional da SPEA

The election of the new board members for the three-year period 2019-2022 took place during the X Congress of SPEA, on 2nd of March, at the General Assembly of members. The newly-elected Board of Directors has prioritized a closer relationship of the members with the fundamental conservation work which is SPEA’s objective. Therefore, all members should be aware of SPEA’s role and its constant focus on saving and protecting threatened and vulnerable species of birdlife, act when their intervention is needed and maintain constant activity. How wonderful it is today, to enjoy a memorable walk, in the midst of nature, in a corner of the woods or in the larger space of a marshland, to observe, listen and identify the active denizens of birdland. However, this is something that can’t be taken for granted in the future, unless a group of people fights for its continuation and survival, removing all possible obstacles, and dealing with the unforeseen. SPEA harbors a group of professionals who hold the key to safeguarding this heritage. Some are found working directly in Lisbon and branching out to other areas of the continent, others are in Azores and Madeira, in the Republic of São Tomé and Príncipe or in Cape Verde. Much of the talks presented at the aforementioned Congress focused on important nuances of ornithological studies and showcased the topic’s extraordinary development in Portugal. This deserves greater attention from society in general. Several things need to happen to promote this desirable meeting of interests. Those who strive for the advancement of scientific knowledge need to be accessible and form a bridge of knowledge for others. Those who immerse themselves in nature for contemplation or observation should be demanding citizens, through active participation, by helping to make choices and smoothing the rough edges, which is the only way for all to keep the torch burning for the coming years. Board of Directors

4 | pardela n.º 58

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL (JUVENIS): Teresa Oliveira (Professora em Mobilidade Estatutária) FOTOGRAFIA DE CAPA: Pisco-de-peito-ruivo © José Luis Barros FOTOGRAFIAS: Boieiro M, Bramblejungle, Brett and Sue Coulstock, Caleb See, CBS Photo Archive/Getty, Dan Mooney, David Welch, Elisabete Silva, Emília Santos, Fotojonic, Gideon Bunder, Henk Hin, Hugo Marques, Imran Shah, Isabel Fagundes, José Luis Barros, Luis Ferreira, Monique Laats, Nathan Rupert, North Bengal University Prateik Kulkarni, Rawpexels.com, RIAS, Robert Glod, Rohit Naniwadekar, Rory Wilson, RSPB (rspb-images.com - Aidan McCormick, Andy Hay, Ben Andrew, Chris Gomersall, Guy Shorrock, Nigel Blake, Ray Kennedy, Tom Simone), Skip Russell, SPEA, Stefan Berndtsson TEXTOS: Direção Nacional, Helder Costa, Jessica Law (BirdLife), Joana Domingues, João Gaspar, Mónica Costa, Rui Machado, Sonia Neves, Teresa Oliveira, Vanessa Oliveira ILUSTRAÇÕES: Frederico Arruda, Juan Varela, Mike Langman PAGINAÇÃO E GRAFISMO: Frederico Arruda IMPRESSÃO: Printipo – Global Printing Alto da Bela Vista, Est. Paço de Arcos, n.º 77, Pav. 20 2735-308 Cacém TIRAGEM: 1200 exemplares e digital PERIODICIDADE: Semestral ISSN: 0873-1124 DEPÓSITO LEGAL: 189 332/02 REGISTO DE PUBLICAÇÃO PERIÓDICA: n.º 127 000 ESTATUTO EDITORIAL: Disponível em www.spea.pt/pt/publicacoes/pardela Os artigos assinados exprimem a opinião dos seus autores e não necessariamente a da SPEA. A fotografia de aves, nomeadamente em locais de reprodução, comporta algum risco de perturbação das mesmas, tendo os autores das fotos utilizadas nesta publicação tomado as precauções necessárias para a minimizar. A SPEA agradece a todos os que gentilmente colaboraram com textos, fotografias e ilustrações. PROPRIEDADE / EDITOR / REDAÇÃO: Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA). Pessoa coletiva n.º 503091707. Instituição de Utilidade Pública. CONTACTOS: Av. Columbano Bordalo Pinheiro, 87, 3.º Andar, 1070-062 Lisboa Tel. +351 213 220 430 | Fax. +351 213 220 439 spea@spea.pt | www.spea.pt DIREÇÃO NACIONAL Presidente: Graça Lima Vice-presidente: Paulo Travassos Tesoureiro: Peter Penning Vogais: Alexandre Leitão e Martim Melo A SPEA é uma organização não governamental de ambiente, sem fins lucrativos, que tem como missão o estudo e a conservação das aves e dos seus habitats em Portugal, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações vindouras. Faz parte da BirdLife International, organização internacional que atua em mais de 100 países. É instituição de utilidade pública e depende do apoio dos sócios e de diversas entidades para concretizar a sua missão. Esta edição contou com o apoio publicitário de: Living Place, Opticron e REN

Profile for SPEA Birdlife

Pardela Nº 58  

Conheça a visão da nossa nova Direção Nacional, descubra porque é difícil combater os crimes contra o ambiente, embarque com uma das nossas...

Pardela Nº 58  

Conheça a visão da nossa nova Direção Nacional, descubra porque é difícil combater os crimes contra o ambiente, embarque com uma das nossas...

Profile for spea