Page 1

ANO I - Nº 3 FEVEREIRO | MARÇO | ABRIL 2014

HOME CINEMA, para assistir aos jogos da Copa do Mundo de camarote VIP

ISSN 2318-6143

MENDOZA - ARGENTINA Conheça um dos destinos da campanha Pedras Preciosas

ARTE CINÉTICA Movimento, transformação e interação


AS LOJAS ASSOCIADAS AO POLO ARQDEC PREENCHEM O SEU ESPAÇO COM O QUE HÁ DE MELHOR

ACQUASHOW

DI BAGNO

HI-TECK

SCARAVELLI SAVIOLI

ARGOS

D.O.N.

INTERLUZ

SIERRA ISA AMARAL

ART’S CENTER

ELETTROMEC

KITCHENS

TECNOFLEX

ATELIÊ REVESTIMENTOS

ELITE TENDÊNCIAS

MAC

TECPRAG

BANHO&ESTILO

EMPÓRIO LA POLTRONA

MESTRE

UNICA

BORTOLINI

ENGETAX

MONDECOR

UNICOIFAS

BONTEMPO

EPM FECHADURAS

NOBRE

UNIFLEX

CAMP GARDEN

ESPELHO MEU

PEDRA GRANDE

UNIQUE

CERAMICK

FLORENSE

PONTO DO ENCANADOR

VITRAIS TON GEUER

DECORVID

GABBEH

PORTOBELLO SHOP

DE MÁRMORE

HANSA

QUADRANTE GALERIA


Um seleto grupo de lojas de Campinas e região que tem a oferecer as melhores soluções em criatividade, em tendências e em estilo no segmento de arquitetura, decoração e paisagismo. Sua casa merece todo o requinte que temos a oferecer com qualidade, transparência e bom atendimento.

A primeira associação de lojistas e profissionais de arquitetura, decoração

www.poloarqdec.com facebook.com/poloarqdecinterior Tel.: 19 | 3255.4992

SOUZALEITE

e paisagismo do interior de São Paulo.


02

EXPEDIENTE

QUEM SOMOS

Alessandro Rosolen Diretor Financeiro

Maria Isabel Amaral e Souza Vice-presidente

Eric Shodi Sakamoto Diretor de Marketing

Henrique K. Metzner Diretor Administrativo

Bruno Hofman Netto Diretor Adj. de Marketing

André Luís Fernandes Pres. Conselho Deliberativo

Joyce de Andrade Ruiz Diretora Social

Solangela Mariano Auxiliar Administrativa

Maria A. Moraes de Andrade Diretora Adj. Social

Christian Meyn Fotografia

Celso Cardoso Júnior Comercial

Luis Roberto de C. Rios Diretor Criativo

Marco Antonio Storani Revisão

Daniel Martins Diretor Adjunto Financeiro

Charles de Souza Leite Proj. gráfico/editoração

Duda Rosa Artista plástico

Érika Gibrin Arquiteta

Leo Sodini Produtor de moda

Adelaine Cruz Jornalista

Professor Hugo Antoniazzi Radiestesista

Diretoria Polo Arqdec

Equipe Polo Arqdec

Equipe Arqdec Way


ARQDEC WAY

03

POLO ARQDEC INTERIOR DIRETORIA EXECUTIVA:

CONSELHO FISCAL:

Presidente: Sante Testa Neto

Berenice Pereira Audrey Cristina P. Guimarães Andrea Rodrigues Roseana Desenso Monteiro Marlivani Gabriel de Lima Mazoni Carlos Henrique Oliveira Nascimento Vera Maria Campana Rodrigues Ana Carla Costa Leme Fernando Pelizzon Lucyene Del Alamo Regina Marta Toledo de Almeida Roberto Maia Tozi

Vice-presidente: Maria Isabel Amaral e Souza Diretor Administrativo: Henrique K. Metzner Diretor Financeiro: Alessandro Rosolen Diretor Adjunto Financeiro: Daniel Martins Diretor de Marketing: Eric Shodi Sakamoto Diretor Adjunto de Marketing: Bruno Hofman Netto Diretora Social: Joyce de Andrade Ruiz Diretora Adjunta Social: Maria Aparecida Moraes de Andrade

Gerente: Renata Podolsky Comercial: Celso Cardoso Júnior Auxiliar Administrativa: Solangela Mariano

ARQDEC WAY:

Presidente: André Luís Fernandes

Publisher e coordenadora editorial: Renata Podolsky

Suplentes: Arlindo Ferrari Junior Marcelo Grecco

ERRATA: No Fine Arts da edição #2 as fotos dos painéis de mosaicos são da fotógrafa Renata Magrin.

Agência de Publicidade: Souza Leite www.souzaleite.com

EQUIPE ESCRITÓRIO:

CONSELHO DELIBERATIVO:

Conselheiros: João Marcos Rodrigues da Paz Nádia Luzia Guimarães José Antonio Belanga Marco Cervellini

Assessoria de Imprensa: Central de Comunicação Ltda. www.centraldecomunicacao.jor.br

Sede Polo Arqdec Interior: Rua Odila Maia Rocha Brito, 169 Campinas-SP 13092-110 Fone: (19) 3255.4992 atendimento@poloarqdec.com www.poloarqdec.com www.facebook.com/poloarqdecinterior

Fotografia: Christian Meyn

kiproducoes.rp@gmail.com

Diretor Criativo: Luis Roberto de Castro Rios

Revisão: Marco Antonio Storani

www.studiolrcr.com

Impressão e acabamento: Braspor Gráfica e Editora

Projeto gráfico e editoração: Charles de Souza Leite

www.braspor.com.br

www.souzaleite.com

Uma publicação:

Colaboradores: Adelaine Cruz – MTb: 27339 Érika Gibrin Duda Rosa Leo Sodini Professor Hugo Antoniazzi

Ki Produções facebook.com/KiProducoes


04

CARTA DO PRESIDENTE

Sante Testa Neto Presidente

A

nossa revista chega um pouco antes do fim de nossas campanhas anuais - Grand Prix, que em 2013 recebeu roupagem nova, e a estreante Pedras Preciosas, que já traz um grande número de ganhadores, atingindo nosso objetivo: viajar em boa e abundante companhia.

Falando em viagem, a primeira a acontecer é Mendoza, considerada uma das regiões de melhor fabricação de vinhos tintos do mundo e repleta de agradáveis surpresas. Selecionamos também destinos diversos para as outras metas e nos quais esperamos também agradar e surpreender. Tudo para que possam vivenciar, absorver culturas diversas e trazer inspiração para os seus projetos. Recebemos ainda os números de janeiro, e ver que foi o melhor desde o início do Polo, em valores, foi mais uma grande notícia para este início de ano, sinal de que estamos indo no caminho certo. Mas, como nosso mundo não se resume somente a números, aos interesses dos lojistas, dos profissionais e do cliente final, o Polo amplia, desde o ano passado, a missão de transformar sua sede num grande centro cultural, ministrando cursos, workshops e trazendo artistas e exposições diversas. Assim, pretendemos ter todos os profissionais frequentando as dependências de nossa sede. Ao menos um evento por mês já está agendado pela diretoria. O Polo Arqdec é isto, uma associação que, além do lado comercial, de prêmios como carros e viagens, premia também com educação, arte e cultura para todos. Uma boa leitura a todos e esperamos que gostem...


06

EDITORIAL

AO LEITOR

E

m ano de Copa do Mundo, a Arqdec Way não poderia ficar de fora da torcida e dar as táticas para os que não pretendem ver os jogos nos principais estádios espalhados pelo nosso país. A grande jogada é montar o seu home cinema e transformar sua

sala num verdadeiro camarote VIP. As dicas vão desde as avançadas tecnologias para sistemas de home cinema, móveis, iluminação, acessórios até as deliciosas receitas dos acepipes preparados pelo chef Bruno Monteiro para os dias de jogo em casa.

E, se o tema é futebol, nosso time de profissionais nesta edição está reforçado com a presença de Paulo de Tarso Coutinho e Renata Selmi Herrmann, nas colunas Ponto de Vista e Universo Particular, e os destaques do mês: João Jannini e Cristina Sagarra, Yeda Maretti Chimello e Maxwell Geraldi, que se apresentam e mostram por que batem um bolão com seus projetos.

Deixamos também a rivalidade e escolhemos a Argentina para um dos destinos da campanha de incentivo Pedras Preciosas do Polo Arqdec Interior e que se encerra neste mês. Os ganhadores da meta Ametista irão conhecer Mendoza, um dos pontos turísticos mais importantes de nosso país vizinho, localizada nas bordas da Cordilheira dos Andes, sendo um importante polo de produção de vinho e azeite.

Em ritmo de campeonato e bons resultados é que a Arqdec Way entra em campo para deixar sua leitura mais agradável, proporcionando muita informação, cultura e lazer.

Renata Podolsky Gerente Polo Arqdec e publisher Arqdec Way

Boa leitura!


08

ÍNDICE

ÍNDICE

02 10 16 18 28 30 34 46

EXPEDIENTE

HOT TRENDS

FINE ARTS arte cinética: movimento e transformação

CAPA

home cinema, para assistir aos jogos da copa do mundo de camarote vip

DICAS DO CHEF

em grande estilo, em seu próprio camarote vip

PONTO DE VISTA paulo de tarso coutinho viana de souza

DESTAQUE profissionais em destaque no programa de fidelidade do polo arqdec desfilam seu talento

LIFE.COM paisagismo como tema

48 50 54 56 58 62 64 70

LIFE.COM tecnologia da impressão | la poltrona tramontina

UNIVERSO PARTICULAR renata selmi herrmann

GOING ON

a agenda dos eventos de design, arte e decoração

DRESS CODE leo sodini

DIAGNÓSTICO dicas de especialistas para a manutenção do seu lar

SIMPLES ASSIM a radiestesia e a prosperidade da empresa

MENDOZA exuberantes paisagens, excelentes vinhos e indescritíveis aventuras

ASSOCIADOS o universo do polo arqdec você encontra aqui

CAPA

Criação: Luis Roberto de Castro Rios Arte: Charles de Souza Leite


10

HOT TRENDS

BY: LUIS ROBERTO DE CASTRO RIOS

FORTUNY, ETERNAMENTE GENIAL!

U

m artista plural e genial, assim era visto o talentoso e criativo Mariano Fortuny y De Medrazo (1871-1949). Famoso em todo o mundo desde 1900, principalmente pela sua exuberante e muitas vezes dramática linha têxtil! Desenvolveu processos inovadores para aquela época tanto em tingimento como na estamparia. Seus tecidos, que mudam de cor conforme a luz, veludos estampados a ouro, até hoje são sonho de consumo de clientes de gosto refinado e grandes arquitetos e decoradores mundo afora! A fabricação dos tecidos Fortuny continua na Ilha de Giudecca e ainda usa como base os desenhos originais! Nascido em Granada, numa família de artistas, Mariano não negou seu DNA. Viveu em Paris, onde conviveu com artistas e escritores como Marcel Proust e Gabriele

D’Annunzio, e na Cidade Luz ele desenvolveu seu talento para pintura e teve contato direto com o mundo da vaidade, da moda e do luxo! Mais tarde mudou-se novamente, dessa vez para a fabulosa Veneza, e seu lar foi o magnífico Palazzo Pesaro Orfei, onde viveu e trabalhou até seus últimos dias. Mariano também se destacou em campos como a fotografia: foi o primeiro a experimentar os slides coloridos. Sendo amante do teatro, além de criar cenários, ele desenvolveu em 1900 sistemas inovadores de iluminação de palco, usando a recém-inventada luz elétrica! Mariano Fortuny se tornou o primeiro autêntico criador de moda! Usando sedas e veludos especialmente plissados e inspirados na Grécia antiga, ele criou o modelo “Delphos”, vestidos que deslizavam pelo corpo da mulher contribuindo diretamente com a liberdade do corpo e a revolução no vestuário feminino; a dançarina Isadora Duncan e a grande atriz Sarah Bernhardt adoravam suas criações! No mundo da decoração, este gênio da “Belle Époque” criou luminárias elegantes que filtram a luz através de cúpulas em seda pintadas à mão e contas de vidro de Murano, além da famosa e eternamente atual “Pallucco”, objeto de desejo de gente que entende e gosta de design e arte!

Museo Fortuny San Marco, 3780, Venezia – Itália www.fortuny.visitmuve.it


ARQDEC WAY

11

O INCRÍVEL UNIVERSO DE CHIHULY!

D

e tirar o fôlego”; esta é a expressão mais comum que ouvimos quando nos deparamos de perto com o inusitado, grandioso e frágil trabalho deste americano que levou a antiga arte de soprar vidros para um novo patamar! Dale Chihuly nasceu em Tacoma, Washington, em 1941. Formou-se em design de interiores e trabalhar com vidros já o encantava; envolveu-se em projetos e cursos, em seguida partiu para a linda e misteriosa Veneza, berço da arte em vidro, onde aperfeiçoou sua técnica de soprar vidros na famosa fábrica Venini. “A Arte do Vidro soprado não é fácil para se trabalhar sozinho!” Chihuly trabalha em equipe e faz questão disto. Trabalhando com um time, assim ele nomeia seus ajudantes e parceiros, e suas criações monumentais puderam sair do papel para a realidade!

Tanto as peças menores como suas grandes instalações são lindíssimas: o teto do saguão do Hotel Bellagio, em Las Vegas, ou os gigantescos lustres dos estupendos Atlantis Bahamas ou de Dubai são bons exemplos da arte deste genial americano. Exposições inesquecíveis onde verdadeiros jardins de sonho foram criados em vidro em larga escala, como num sonho de forma, luz e cor, ambiente perfeito para Lewis Carroll imaginar sua “Alice no País das Maravilhas”! Curioso saber que este “paisagista de cristal” desenvolveu toda esta arte e maestria mesmo após ter perdido uma das vistas e ter alguns movimentos seriamente comprometidos após dois graves acidentes nos anos de 1970! O trabalho de Dale Chihuly pode ser visto em grandes hotéis, teatros e cassinos nos Estados Unidos, de costa a costa, assim como em Singapura, Inglaterra, Emirados Árabes, Kuwait e Canadá, tendo sua maior exposição permanente no “Oklahoma City Museum of Art”! O Hotel Bellagio, em Las Vegas, e o MGM Grand, de Macau, possuem lojas exclusivas com a arte de Dale Chihuly!

Chihuly Gallery 3600 Las Vegas Fwy, Las Vegas, NV 89109 – EUA www.chihuly.com


12

HOT TRENDS

“Cabinet de Curiosités” Colecionar curiosidades, sejam elas por sua beleza, estranheza ou etnia, é sempre interessante e muito divertido. Trazer objetos raros de uma viagem, comprar um artesanato local, uma obra de arte, algo que tenha um significado especial para quem adquire. Esta arte de colecionar e o charme na maneira como expõe sua coleção transformam a decoração e personalizam sua casa!

Nos séculos 16 e 17, com as grandes descobertas dos novos mundos, os objetos criados por novas culturas, plantas exóticas, animais e insetos jamais vistos, conchas e corais, pedras e tantas outras novidades fascinavam reis, tzares e imperadores, que ficavam encantados e se envaideciam ao mostrar suas novas aquisições expostas em salas ou gabinetes chamados de “Cabinet de Curiosités”, que são os antecessores dos museus! A paixão por colecionar nunca acabou, pois quase todas as pessoas colecionam alguma coisa e se orgulham de suas coleções! Mas o espírito, digamos bizarro, dos “Cabinets” voltou à moda em toda a Europa e fornecedores dessas raridades se espalharam pelas feiras de design e decoração em todo o mundo, agregando um charme renascentista aos interiores, dos mais descolados aos mais clássicos! É uma delícia assistir de perto ao olhar curioso de um convidado admirando uma cúpula de vidro com um raro bracelete vindo de uma tribo esquecida da Nova Guiné, ou o deslumbramento de uma criança ao se deparar com escaravelhos furta-cores brigando como se estivessem vivos! Sim, é estranho, mas encantador!


ARQDEC WAY

13

Taxidermia “pop”! A taxidermia é a arte de dar aparência de vivos a animais mortos, usando a pele original e recriando os movimentos específicos de cada espécie. Nos séculos 18 e 19 era muito comum encontrar animais “empalhados” em residências nobres e de famílias abastadas, pois era ainda mais comum entre esta elite a “arte da caça”, assim como nos curiosos Museus de História Natural mundo afora! Os tempos mudaram e a arte da taxidermia voltou à moda já faz algum tempo, só que desta vez os animais expostos são esculturas coloridas, divertidas e inusitadas! Cabeças de alce em papelão que se monta como um quebra-cabeças, búfalos de cores cítricas que acendem como luminárias, chifres de gazela em alumínio, raposas e veados de gobelin, leões de crochê e até mesmo personagens de desenho animado já viraram

taxidermia de pelúcia! Artistas plásticos extremamente criativos inventam e recriam o mundo animal de uma forma leve e descontraída, uma extravagância divertida que a cada ano ocupa mais paredes no mundo da decoração!

A APOSTA DAS CORES PARA 2014. FAÇA SUA ESCOLHA:


16

FINE ARTS

TEXTO E OBRAS: DUDA ROSA

ARTE CINÉTICA MOVIMENTO E TRANSFORMAÇÃO

E

ra um dia qualquer de abril de 2005. Em um grande espaço expositivo de São Paulo, o Instituto Tomie Ohtake, cenas no mínimo curiosas e pitorescas são observadas pelos atentos: pessoas agacham, levantam, giram a cabeça, se movimentam de um lado para o outro, se afastam, se aproximam, vão e vêm diante de paredes que reservavam grandes surpresas sensoriais aos que ali estavam imersos na possibilidade de não somente observar, como também interagir com o que acontecia ante os olhos. Ao expiar de longe a coreografia individual dos corpos em movimento, tinha-se a impressão de algum tipo de transe coletivo. Na verdade o que havia naquelas paredes eram obras de um dos ícones mais importantes da “arte cinética”, Jesús-Rafael Soto. Diante das suas obras, a interatividade, a reação imediata e inusitada reportava à lembrança da magia e ao desprendimento da infância, livre de coibição, pudor ou qualquer constrangimento. Naquele instante, crianças eram crianças, jovens eram crianças, adultos e idosos eram crianças, participantes de um sedutor e curioso jogo de

ilusões ópticas, estímulos para um diálogo transformador. A “arte cinética” é uma das mais importantes e criativas manifestações artísticas da história. Ela é a expressão da relação entre as artes visuais e a ciência. Tem como proposta o movimento na estruturação da obra, não necessariamente sendo produzido de forma física, mas a forma mais explorada está diretamente ligada ao movimento do observador desencadeando a transformação do trabalho. A interatividade é o foco. Trata-se de uma obra que, pela interação, mude tanto ela mesma como também algo no comportamento do espectador. A liberdade autoconcedida dentro desse estilo de arte permite criar imagens abstratas e figurativas que remetem a um mergulho em uma fascinante experiência sensorial, apresentando a obra como um objeto móvel, que não apenas traduz ou representa o movimento, mas está em movimento. O termo “cinético” nas artes plásticas é encontrado primeiramente no Manifesto Realista de agosto de 1920, em Moscou, escrito pelos artistas irmãos Antoine Pevsner e Naum Gabo, e distribuído numa

exposição com seus trabalhos. Esse documento pretendia romper com os padrões de arte da época, apontando, entre outras questões, para a preocupação dos artistas em criar obras rítmicas baseadas na percepção dos observadores, libertando as artes visuais do seu estigma de arte estática e buscando romper com a condição inerte da pintura e da escultura. Assim, a possibilidade da criação de um novo movimento, em que mutação fosse a matéria-prima da obra, já havia sido intuída e desenvolvida nos primeiros anos do século 20. Mas foi em 1955, com a primeira mostra de “arte cinética”, intitulada Le Mouvement, na galeria Denise René, em Paris, que o termo importado da física e da química afirmou-se como corrente artística autônoma. Nesse evento estavam reunidos trabalhos de artistas cinéticos e da optical art de diferentes gerações, como Marcel Duchamp (1887-1968), Alexander Calder (1898-1976), Victor Vasarely (1908-1997), Pol Bury (19222005), Jesús-Rafael Soto (19232005), Jean Tinguely (1925-1991), Yves Klein (1928-1962), Yaacov Agam (1928), entre outros.


ARQDEC WAY

No prisma da arte latino-americana, três países tiveram um desenvolvimento artístico mais significativo no campo do cinetismo: na Venezuela, com os trabalhos de Jésus-Rafael Soto (1923-2005), Carlos Cruz-Diez (1923), Dario Pérez-Flores (1936); na Argentina, destaque para Julio Le Parc (1928) e Luis Tomasello (1915-2014); e no Brasil os artistas Lothar Charoux (1912-1987), Almir Mavignier (1925), Ivan Serpa (19231973), Abraham Palatnik (1928), entre outros. Na busca pela interação que mobiliza os artistas cinéticos surgem

obras que provocam a curiosidade do espectador: incitam, estimulam, com movimento ou que, por efeito óptico, seduzem os olhares curiosos provocando sensações de velocidade, profundidade, volume, perspectiva. A dinâmica alcançada com a oposição, combinação ou sobreposição de formas geométricas que interagem umas com as outras é a matéria-prima do trabalho. A “arte cinética”, portanto, vive e resiste aos processos de transformação e à velocidade do mundo atual, em permanente mutação. Junto aos avanços tecnológicos, ela se faz pre-

17

sente nas diversas formas da arte contemporânea, extrapola as fronteiras latino-americanas e alça voos intercontinentais. A arte é movimento e movimento é transformação. Muito além da superfície ou do alcance de nossos olhos, em um gesto aparentemente de simples contemplação, diante de uma obra de arte experimentamos preciosas possibilidades de olharmos para nós mesmos, nossos anseios, desejos, nossas emoções e verdades, em um mergulho interior ao encontro reflexivo sobre nossa própria existência.


18

CAPA

FOTOS: DIVULGAÇÃO | TEXTO: ADELAINE CRUZ

HOME CINEMA, PARA ASSISTIR AOS JOGOS DA COPA DO MUNDO DE CAMAROTE VIP Há um time de profissionais de decoração, arquitetura e afins pronto para entrar em campo e auxiliar no planejamento do ambiente ideal

A Foto: Christian Meyn

Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 terá início em 12 de junho e, para quem não faz parte dos mais de três milhões de pessoas que lotarão os 12 estádios brasileiros onde ocorrerão as partidas, é chegado o momento de dar o pontapé inicial na composição do home cinema, ambiente ideal para acompanhar todos os lances do evento esportivo. Um home cinema, por definição, é uma associação entre componentes eletrônicos que recriam,

em casa, a experiência de assistir a uma exibição no cinema. Muito embora cada projeto seja único, alguns conceitos gerais norteiam a composição desse tipo de ambiente, segundo especialistas. Evitar piso frio, pé-direito muito alto e janelas ou portas de vidro grandes são alguns deles. A regrinha básica de multiplicar a altura da imagem por 3,5 para determinar a distância ideal entre o espectador e a fonte, com a finalidade de proporcionar conforto visual, é válida também.

Assim como ocorre nos estádios, onde a alegria da torcida contagia, uma sala dedicada exclusivamente ao home cinema, geralmente um ambiente mais intimista, pode tornar-se um espaço vibrante, com características de um camarote VIP. Há um time de profissionais de decoração, arquitetura, paisagismo e afins pronto para entrar em campo e auxiliar nessa tarefa de realizar o projeto e driblar os fatores que poderiam interferir no perfeito resultado final.


ARQDEC WAY

19

ÁUDIO ENVOLVENTE POSSIBILITA OUVIR ATÉ A BOLA ROLANDO NO GRAMADO Se na primeira Copa do Mundo no Brasil, em 1950, quem não estava presente no estádio vivia as sensações das partidas exclusivamente por meio das emocionantes transmissões feitas pela Rádio Nacional, hoje, além de televisores de última geração, temos à disposição avançadas tecnologias para sistemas de home cinema, com fidelidade acústica e nitidez de imagens capazes de proporcionar ao espectador uma viagem sensorial, de transportá-lo a um campo de futebol ou a uma cena de filme. Eric Sakamoto, engenheiro responsável da Decorvid, explica que, em um home cinema, com os processadores de áudio e vídeo high-end, é possível processar sistema surround de até 13.1, ou seja, 13 canais de som e efeito e um canal para o grave dedicado. “Isso permite maior clareza de som e efeitos sonoros que envolvem o usuário com a acústica de um estádio. Trata-se de um efeito da próxima geração de áudio 3D”, afirma Sakamoto, engenheiro civil pós-graduado em Engenharia de Software e em Redes de Computadores. Igor Ribeiro, gerente de vendas da Hi-Teck Áudio e Vídeo, ressalta a importância de se consultar um profissional do ramo e planejar as necessidades do sistema do home cinema com antecedência. “Contamos com grande variedade de marcas de receivers e caixas acústicas, além de

Home-cinema projetado pela Decorvid

cabeamento especial para garantir a transmissão do áudio sem distorção ou ruídos. No entanto, é necessário pensar em cada detalhe para criar o casamento perfeito entre esses elementos e o ambiente onde será desenvolvido o projeto. No home cinema, cada caixa acústica ou canal é responsável por reproduzir um efeito daquilo a que se está assistindo,

tornando possível ouvir cada detalhe, seja uma narração, uma torcida ou até mesmo uma bola rolando no gramado”, reforça. Após a devida escalação dos recursos de áudio, é hora de ajustar a imagem para não perder nenhum drible. A ajuda técnica ao adquirir televisores ou telas projetoras é imprescindível.

Dome, da Decorvid, é um sistema high-end, moderno e elegante, que produz um som rico e fiel para pessoas que procuram design e eficiência


20

CAPA

IMAGENS CRISTALINAS PARA NÃO PERDER NENHUM LANCE A aposta de Eric Sakamoto é nos projetores 3D Full HD 4k, que proporcionam uma imagem em até 133 polegadas, com tamanho visual de 2,94m x 1,65m, ou em 149 polegadas (tamanho visual de 3,48m x 1,48m), similar à imagem do cinema, mais horizontal. “É possível conseguir uma projeção em tela maior com a mesma qualidade de imagem de um televisor, já que, no mercado brasileiro, o maior aparelho é de 85 polegadas”, diz o engenheiro. Há uma infinidade de telas à disposição atualmente e Eric destaca as fixas de vidro e a cinecurve, que podem ter película da-mat (branca) ou de alto contraste (cinza). “É imprescindível que a tela esteja harmoniosamente instalada no am-

biente, mediante os requisitos técnicos. Oferecemos opções como a tela double screen, que permite enxergar dos dois lados, um recurso ideal para divisão de ambientes. Existem também as telas de vidro sem botão para fixação, o que transmite a impressão de estarem flutuando na parede”, complementa. A tela translúcida para visualização de uma mesma imagem em ambos os lados também é lembrada por Igor Ribeiro, da Hi-Teck. Ele destaca que ela pode tanto ser motorizada como aplicada em vidro e suspensa por cabos de aço. Em relação à tela de projeção motorizada, o profissional explica que ela tanto pode ser embutida em rebaixos de gesso como em móveis de madeira. Existe, ainda,

a opção da tela fixa em tecido e/ou em película, fixada na parede ou em painel de madeira. “Neste segundo caso, a película é entregue aplicada em um vidro especialmente cortado para garantir a estética do ambiente e destacar a área visual”, acrescenta. Ribeiro salienta uma importante vantagem do home cinema em comparação com os televisores de tela grande existentes no mercado: a relação entre o custo e o benefício. De acordo com o profissional, com um investimento um pouco maior que o valor de uma TV de 75 polegadas é possível montar um sistema completo de home cinema. “As televisões oferecem imagem muito brilhante e o uso prolongado em frente da tela pode causar fadiga visual. Já com o home

Igor Ribeiro da Hi-Teck salienta os benefícios do home cinema e as opções de telas, que são diversas


ARQDEC WAY

cinema a luminosidade vem do projetor, que normalmente está no fundo da sala e suspenso no teto, então é possível passar o dia em frente do telão sem sentir essa fadiga. Isso sem falar na alta definição de vídeo (Full HD 1080p e 3D) e na dimensão da imagem, a partir de 72 polegadas até 300 polegadas, o que é dimensionado de acordo com o ambiente”, reforça. Embora sejamos conhecidos como o país do futebol, nem todos apreciam ver a bola rolando. Há quem prefira assistir a outra programação. Sem problemas. Com matrizes de áudio

e vídeo em HD 4K é possível distribuir o vídeo por todos os ambientes de uma residência ou empresa, dependendo do número de TVs por assinatura contratado. “Com o exclusivo sistema de automação Creston conseguimos transmitir para até 128 pontos em Full HD 4k (altíssima definição)”, exemplifica Sakamoto, engenheiro da Decorvid. E as opções não param por aí. Para assistir ou ouvir a diferentes fontes de sinal simultaneamente, como, por exemplo, TV a cabo na sala, blu-ray na churrasqueira, Apple TV no

21

quarto e FM na piscina, Ribeiro, da Hi-Teck, sugere os sistemas multiroom de áudio e vídeo. Apesar de a instalação de um sistema completo de home cinema ser rápida – sem automação demora em média um dia para calibrar e configurar todos os itens –, embora possa chegar a sete dias úteis, não é bom deixar as providências para os 45 minutos do segundo tempo, já que outros detalhes de infraestrutura são necessários antes da operação de cabeamento e implantação propriamente ditos.

ACIONAMENTO COM UM SIMPLES TOQUE E A DISTÂNCIA luminotécnica da Hansa Iluminação, Mariana Netto. Ao lançar mão dessa tecnologia é possível realizar desde a programação mais simples até a mais elaborada, com o acionamento de persianas, ar-condicionado, sistemas de home e vídeo e, até mesmo, agendar a gravação do jogo favorito por meio do tablet ou smartphone.

A internet das coisas simplificou a vida moderna. Graças a ela, um complexo sistema eletrônico, de áudio, de imagem e também de luz, pode interoperar e ser gerenciado a distância por meio de dispositivos móveis. E não apenas isso. Com o emprego da automação, dá para criar regras para que todo o sistema funcione de acordo com elas. Tais recursos tornam perfeitamente viável acionar os sistemas de climatização, de áudio e de vídeo a ser assistido antes mesmo de chegar

ao local, bem como configurar cenas de iluminação. E a iluminação, em se tratando de home cinema, é tão protagonista quanto o áudio e a imagem. O controle da iluminação por meio da automação é um recurso bastante em alta, principalmente quando tudo o que se deseja é não sair do sofá. “Dispomos de um sistema de automação que pode ser empregado tanto em casas já prontas, que não possuem infraestrutura planejada, como em novos projetos”, esclarece a consultora

Controle da iluminação pela automação é um dos itens da Hansa


22

CAPA

JOGO DE LUZES PARA CRIAR A CENA IDEAL A iluminação é um dos pontos cruciais que qualificam um home cinema. Por meio de um projeto bem elaborado é possível criar cenas que contribuem ou para uma sessão de cinema, mais escura e aconchegante, ou para um programa descontraído, como um jogo de futebol, com um ambiente mais claro. Mariana Netto salienta a importância de um projeto para prever o correto direcionamento da luz, sem refletir nos olhos ou na tela de projeção. Para ela, antes de tudo, um projeto deve prever o conforto pessoal de quem vai utilizar a sala. “De maneira geral, a iluminação indireta é uma sugestão que atende às necessidades de um home cinema, proporcionando uma iluminação difusa e confortável, e focos de luz conferem efeitos luminosos interessantes desde que bem direcionados”, opina. Em relação às tendências do setor, Livia Von Buettner, também consultora luminotécnica da Hansa Iluminação, explica que as luminárias vêm sofrendo alterações técnicas e de design constantemente para valorizar ainda mais a iluminação de todos os ambientes. “As cores, os materiais e o design das luminárias dependem diretamente do projeto de decoração do ambiente, variando do estilo clássico ao moderno. Por isso a grande importância de um profissional da área acompanhar a obra”, diz. Entre os pontos fortes atualmente no segmento de iluminação, Livia destaca a utilização do LED na composição dos projetos, conferindo modernidade, economia e praticidade para a residência.

A arquiteta especializada em iluminação e sócia da Interluz, Berenice Pereira, também é enfática quanto à necessidade de um bom planejamento para a concepção de um home cinema – e de outros ambientes. “Objetivando controlar as fontes de luz utilizadas, não gerar desconforto visual ou térmico e contribuir para que o ambiente seja confortável, o mais importante é um planejamento bem elaborado. A partir dele, dependendo do cliente, pode-se utilizar diversos equipamentos”, afirma. A solução mais adequada para esse tipo de espaço, segundo a profis-

sional, é a iluminação indireta, gerada por luminárias e/ou sancas. A iluminação de destaque, produzida por fontes de luz refletoras, também pode ser utilizada. Outra opção é lançar mão de balizadores para demarcar os eixos de circulação e não deixar o ambiente totalmente escuro. “Luminárias com luz indireta, tanto para o teto como para a parede, balizadores e sancas, além dos sistemas de controle das fontes de luz do ambiente, são fortes tendências nos projetos de home cinema”, conclui a arquiteta.

A iluminação é um dos pontos cruciais que qualificam um home cinema diz Berenice Pereira da Interluz


ARQDEC WAY

23

MOBILIÁRIOS PRIMAM PELA FUNCIONALIDADE E “ABRAÇAM” A palavra de ordem em uma sala dedicada a home cinema é conforto. Sofás e poltronas que “abraçam” o usuário não podem faltar. Se essas peças do mobiliário primarem por funcionalidade, design e ergonomia, melhor ainda. Afinal, mesmo que a vibração impere durante os jogos, em algum momento alguém fará uma pausa para o descanso. E, nessa hora, ter uma chaise para proporcionar conforto quase que de cama é providencial. Palavras de Ivana Bermúdez, supervisora de vendas da Única Móveis e Objetos. E ela vai mais longe: “Algumas pessoas não gostam de assistir à TV no sofá, ou, em razão de problemas de postura, precisam ficar mais eretas, por isso é imprescindível ter também a opção da poltrona, como os modelos Crosia e Shangai, da Natuzzi Editions, e Egg, com ou sem banqueta”, sugere. Ivana acrescenta que, para dar conforto com opção de abrir uma chaise, o sofá retrátil tem em sua parte

posterior uma caixa estrutural que acomoda a parte retrátil, por isso alguns modelos são mais robustos que outros. “É possível acomodar chaise em diferentes espaços. Tudo depende de quanto ela abre de extensão. O sofá Lift, da Estobel, possui um mecanismo diferente de abertura, permitindo que ele se acomode em espaços menores”, conclui. Em contrapartida, os sofás inteiros possuem chaises fixas, mas na maior parte das vezes possuem bipartição (mais que um módulo), como o modelo Carino, da BellArte. Para ela, quem optar pelos tecidos de suede, compostos 100% em poliéster e que deixam os sofás de home aconchegantes, além de serem de fácil limpeza, estará dando uma bola dentro. Esse tipo de tecido permite a limpeza em casa, com pano úmido ou até com uma leve solução de sabão neutro. “O sofá Triton da BellArte é um exemplo perfeito”, afirma. Na hora de assistir ao filme ou, no

caso, ao futebol, é normal levar para o sofá algo para comer. Se houver crianças na residência, o costume é mais frequente ainda. Por isso Ivana também defende a necessidade de uma cor mais escura no sofá para não evidenciar manchas causadas por possíveis acidentes com restos de alimentos, nem a sujeira e o pó decorrentes do uso. Em tempo: para ajudar na acústica e conferir aquela pincelada aconchegante ao home cinema, a dica de Ivana vai para um tapete de pelo alto e farto. Já Isa Amaral, proprietária da Sierra Isa Amaral, encontra no tecido sunbrella uma das melhores opções em relação à beleza, textura e praticidade para revestimento de sofás e poltronas. “O que antes era área íntima, como quarto, cozinha e sala de TV, hoje forma um grande loft, entrando em cena o home cinema e a área gourmet, e foi tomado por amigos e agregados, então é preciso pensar em soluções para atender a todos”, diz.

Sofá Lift, da Unica Decor, se acomoda nos mais diversos espaços


24

CAPA

Poltrona Crosia da Unica Decor

Poltrona Orient da D.O.N.

Claro que existem pessoas preocupadas com divisão de ambientes, que gostam dessa forma mais tradicional de morar e não se importam com resistência de tecidos, mas também se preocupam em embelezar o espaço. O ideal é casar sofisticação com o aspecto funcional. “Todas as nossas linhas, por exemplo, são de fácil manutenção”, esclarece. Nessa linha de raciocínio, a empresária sugere tons quentes, ou os já clássicos beges. “Gosto sempre deles com alguma cor, se não no sofá, então nos acessórios”, opina.

Poltrona Charles Eames da D.O.N.

Sofá reclinável e retrátil PRZ, da Empório La Poltrona

Sobre as mesas para home cinema, Isa defende que devem ser baixas para não atrapalhar a visualização da tela e os objetos sobre elas devem seguir a mesma regra. “Velas e caixas para acomodar controle remoto em materiais como madrepérola, osso ou couro são excelentes apostas”, explica a empresária. Para espaços amplos ela indica os sofás mais robustos, onde se possa deitar, como os modelos Sierra com Confort, Marly Bipartido e a nova linha Nature, extremamente futurista, além de poltronas como a Sierra, também dotada do Confort, uma inclinação giratória e com várias posições de descanso. Para Alessandro Rosolen, da D.O.N. Móveis e Objetos, a madeira, o papel de parede para melhorar a acústica e os sofás com articulações e retráteis, que estão cada vez mais anatômicos, são apostas certeiras para a composição dos home cinemas.

De acordo com o profissional, os tons mais escuros de marrom são os mais utilizados para esses ambientes e, quando existe a necessidade de um revestimento mais resistente para o sofá ou a poltrona, o couro natural é o mais indicado. “Outros tecidos podem ser usados e, para proteção, podem ser impermeabilizados, mas acabam perdendo um pouco a elasticidade e o conforto”, diz.

Poltrona Shangai da Unica Decor


ARQDEC WAY

Sofá Marly da Sierra Isa Amaral

Ele cita alguns itens que não podem faltar em um home cinema com ares de camarote VIP – sofá Supreme, poltrona Orient, sofá Authentic, retrátil que ocupa pouco espaço, e a poltrona Charles Eames, uma peça criada em 1956, mas sempre atual e extremamente confortável. As últimas duas dicas caem como luvas para espaços mais compactos. Os sofás retráteis, sejam eles acionados manualmente, como o CHS, ou por controle remoto (Arti), sem dúvida são a bola da vez de acordo com a proprietária do Empório La Poltrona,

Poltrona Egg da Unica Decor

25

Sofá retrátil Authentic, da D.O.N.

Nádia Guimarães. “Eles são confortáveis, ideais para assistir aos jogos com os amigos e possibilitam esticar as pernas quando as pessoas assim desejarem”, afirma. Ainda no quesito conforto, ela destaca o sofá reclinável e retrátil PRZ, com suas linhas retas e arrojadas. Nádia sugere a maciez e a beleza da camurça como revestimento para os sofás do home cinema: “Cores mais fechadas como o fendi, o marrom e o cinza harmonizam melhor nesses ambientes que os tons pastel. No entanto, tudo depende do projeto”, esclarece.

Sofá Supreme da D.O.N.

E que tal substituir a mesa de centro por um pufe? A empresária dá essa dica para tornar o espaço mais descontraído e funcional. “Caso o sofá não seja retrátil, o pufe pode servir também como apoio para os pés. É uma peça versátil, um coringa na decoração”, argumenta. Já para dar aquele toque de brasilidade na hora de torcer pela nossa seleção, Nádia indica incluir objetos de decoração nas cores verde e amarelo ou com a imagem da bandeira do Brasil. “Almofadas, vasos, telas e outros artigos temáticos fazem toda a diferença e contribuem para reforçar o clima de camarote VIP para a Copa do Mundo”, afirma.


26

CAPA

Os endereços das lojas associadas estão na página 70.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Foto: Christian Meyn

Foto: Christian Meyn

SUGESTÕES PARA DECORAR SUA CASA EM DIAS DE JOGOS DA COPA

Copo em cristal Bico de Jaca Em aço - Sierra Isa Amaral R$ 165,00 em 10x

Cristaleco - Set com 4 Sierra Isa Amaral R$ 155,00 em 10x

Folha de figo Empório La Poltrona em cerâmica R$ 214,60

Almofadas

Sousplat Shiny Croco

Almofada Lisboa, Sintra e Azulejo de tecido tam. 50x50. R$ 121,80 cada Empório La Poltrona

Nas cores caramelo e preto Valor: sob consulta Unica Decor

Foto: Christian Meyn

Set para Cocktail

Estátua Black Amour Em resina Empório La Poltrona R$ 1.151,50

Porta-copos e bandeja Avião/Relógio Em alumínio fundido - Sierra Isa Amaral R$ 323,00 em 10x

De estanho e prata e vidro respectivamente Sierra Isa Amaral R$ 121,00 e R$ 552,00 em 10x

Aparelho de jantar Copo de Leite Bowls 6 unidades R$ 299,34. Prato de sobremesa 6 unidades R$ 299,34. Prato raso 6 unidades R$ 347,94. Bandeja em porcelana R$ 249,55. Jogos de copos de cristal 6 unid. longos Moser R$ 1.032,40. Jogos de copos de cristal 6 unid. baixos Strauss R$ 973,35

Ampulheta

Esteiras para braço de sofá

Para decoração Preço sob consulta D.O.N.

Para decoração Preço sob consulta D.O.N.

Vuzela Decoração Em banho de níquel Sierra Isa Amaral Grande R$ 210,00 Pequena R$ 89,00 em 10x


28

DICAS DO CHEF

FOTOS: CHRISTIAN MEYN

EM GRANDE ESTILO, EM SEU PRÓPRIO CAMAROTE VIP Excepcionalmente nesta edição, o Dia do Chef dá lugar às dicas gastronômicas do chef Bruno Monteiro, voltadas para quem deseja receber em casa durante a Copa

R

eceber em casa é uma arte. Com um propósito tão especial como para assistir às partidas de futebol da seleção do país do coração, durante a Copa do Mundo, torna-se uma responsabilidade ainda maior. Para dar dicas sobre um dos itens mais importantes de qualquer evento – o cardápio –, a Arqdec Way convidou o chef Bruno Monteiro. Formado em Hotelaria e Gastronomia pela Universidade São Francisco de Bragança Paulista, em 2004, Bruno Monteiro iniciou suas atividades no segmento gastronômico há dois anos. Atento aos mecanismos que fazem girar o setor, o jovem chef buscou estágio em Dallas, Texas, nos Estados Unidos, onde se aperfeiçoou na atividade de catering, voltado a promover serviços alimentares de maneira profissional em lugares remotos, em grande escala ou não. As dicas do chef para quem vai receber os amigos em seu home cinema para assistir às partidas partem do princípio de que descontração e alto padrão de qualidade culinária podem caminhar juntos. Para os jogos do Brasil durante o evento esportivo, marcados para as 16h ou 17 horas, o expert indica as comidinhas que possam ser servidas geladas ou em temperatura ambiente, tais como

o hommus tahine, a pasta de ricota com tapenade de azeitonas e as minipanquecas de limão e ervas servidas com pasta de salmão defumado, especialidades que preparou na sede do Polo Arqdec Interior, exclusivamente para ilustrar esta reportagem. “As receitas podem ser feitas na véspera sem que isso interfira em suas características originais e, ao servi-las, deve-se caprichar na decoração do prato. Raspas de limão siciliano, por exemplo, dão um colorido todo especial”, explica. O chef lembra que a Copa do Mundo ocorre entre junho e julho, portanto no inverno e, se a temperatura registrada nos termômetros seguir a estação do ano, ela estará baixa e ideal para saborear um creme, um caldo ou até mesmo uma massa, que devem ser servidos após o jogo, em mini bowls ou canecas, para que, se possível, sejam consumidos sem a utilização de talheres. “Já pensou se na hora de um gol alguém se empolga e derruba macarrão com molho, que pode estar bem quente, no colo?”, completa. Em relação às massas, nesse contexto, chef Bruno enfatiza a predileção pelos molhos brancos, a fim de evitar possíveis manchas difíceis de serem removidas dos estofados, em caso de acidente. Em se tratando de partida de futebol, claro, a pipoca não poderia fi-

car de fora do cardápio. Chef Bruno Monteiro, assumidamente fã desse alimento, sugere uma versão com toque mais gourmet, com orégano ou tomilho seco para conferir um gostinho especial. “Existem condimentos específicos para pipoca com menor concentração de sódio e sabores variados como bacon e cheddar. Regar com um bom azeite ao servir também vai muito bem”, orienta. Para un gran finale, a dica do chef é a irresistível mousse de chocolate, capaz de agradar aos mais exigentes paladares. Como pesquisadores afirmam que o chocolate contém substâncias que provocam bem-estar, nada mais apropriado, independente do resultado em campo.


RECEITAS

ARQDEC WAY

29

PASTA DE RICOTA COM TAPENADE DE AZEITONAS

• 500g de ricota. • 100g de azeitonas pretas picadas. • Azeite o quanto baste. • 4 colheres (sopa) de maionese light.

HOMMUS TAHINE

MINIPANQUECAS DE LIMÃO E ERVAS

• 4 xícaras (chá) de grão-de-bico cozido. • 8 colheres (sopa) de tahine (facilmente encontrado no supermercado). • 1 xícara (chá) de suco de limão. • 4 dentes de alho. • ½ xícara (chá) de azeite. • Sal a gosto. • ¾ xícara (chá) do caldo do cozimento do grão-de-bico. • 1 colher (sopa) cheia de páprica doce ou sumagre (tempero árabe feito de flores que dá um efeito lindo).

Faz 24 bolinhos médios ou 60 pequenos.

Modo de preparo: bata todos os ingredientes em um processador até obter um creme liso. Se preferir, com alguns pedacinhos pode optar por “pulsar”. Coloque em um recipiente com tampa e leve à geladeira por uma hora. Sirva polvilhando a páprica ou o sumagre e regando com um fio de azeite acompanhado de pão sírio.

• 1 ½ xícara de farinha de trigo. • 3 colheres (chá) de fermento em pó. • 3 ovos. • 1 xícara de água com gás ou sem gás gelada. • ½ colher (chá) de sal. • Pimenta-do-reino moída na hora. • 1 xícara de ervas suaves finamente picadas e misturadas (manjericão, salsa, cerefólio, hortelã). • ¼ xícara de suco de limão siciliano. • Raspas de 1 limão siciliano. • Creme de ricota ou cream cheese. • Agrião. • 2 ou 3 colheres (sopa) de óleo de canola.

PASTA DE SALMÃO DEFUMADO • 100g de salmão defumado. • 1 colher (chá) de dill (funcho seco). • 1 pote de 200g de cream cheese light. Modo de preparo: pique o salmão finamente até que fique em pedaços bem pequenos (reserve alguns para decorar). Misture o cream cheese e o dill. Sirva gelado.

Modo de preparo: bata a ricota em pedaços com a maionese em um processador. Reserve. Pique com a ponta da faca as azeitonas bem picadinhas e adicione azeite. Montagem: em copos shot, coloque uma colher de tapenade e, por cima, dois grissinis (pequenos bastões de massa de pão, crocantes).

Modo de preparo: misture todos os ingredientes em uma tigela, batendo até formar uma massa lisa. A massa pode ser descansada até 4 horas antes de ser feita, porém recomendo finalizar na hora. Aqueça uma frigideira grande em fogo médio e borrife levemente com óleo. Cozinhe pequenas porções da massa (uma colher de sopa cheia), virando quando formar bolhas na superfície. Entre uma porção e outra, vá pincelando a frigideira com óleo. Deixe esfriar em uma grade para não ficar úmida e, se quiser, pode guardar em recipiente hermético e aquecer no forno 5 minutos antes de servir.


30

PONTO DE VISTA

FOTO: HELOISA MORETZOHN | TEXTO: RENATA PODOLSKY


ARQDEC WAY

31

ARTE E ARQUITETURA COMPANHEIRAS INSEPARÁVEIS Dinâmico, filósofo e analógico, Paulo de Tarso conversa de maneira envolvente e deliciosamente divertida sobre ensinar, aprender, trabalho e família

F

alar de Paulo de Tarso Coutinho Viana de Souza é falar de vários Paulos. De início, quando perguntamos sua naturalidade, sua resposta já é múltipla – “Não sei bem de onde eu vim, tenho quatro locais de origem, atestado em quatro diferentes documentos. Mas na verdade o que me importa é que escolhi morrer em Campinas. Ou seja, meu desejo é ficar aqui para sempre.” É dessa maneira descontraída que descobrimos que esse fluminense de Alcântara começou a se interessar por arte já na adolescência, quando a partir dos seus 16 anos já participava de importantes salões de arte. Quando perguntamos o que é arte ele já nos explica com uma metáfora. – “Imagine um carteiro entregando cartas numa rua. O carteiro é insensível ao endereçado. O que importa é levar a mensagem. Ele quer entregar suas cartas, pouco se importando se elas serão lidas ou compreendidas, porém com esperança que sejam. Ele as entrega por dever de ofício. Ou seja, a arte é a mensagem, o artista é o carteiro.” A arquitetura entrou em sua vida,

pois encontrou nela o lugar mais próximo da sua paixão e apropriado à sua personalidade, pois segundo ele a profissão é um notório lugar de rebeldes. Apesar dessa rebeldia toda e de nos contar que foi um aluno problemático e medíocre, sempre gostou e gosta muito de estudar até hoje – está mestrando o curso de artes na Unicamp. Esse vulcão de conhecimento em constante erupção aplica seus estudos em seus trabalhos e os compartilha nas diversas palestras que ministra, cativando a todos com suas explicações sobre tudo que nos rodeia. Para explicar de onde vem sua inspiração, nos responde com mais uma comparação – “Sempre que dou aula, faço um decálogo. O primeiro deles diz: não acredito no talento, ou melhor, no talento como dom. Talento é algo que você obtém com 10.000 horas de dedicação a qualquer coisa. Se você tiver água e trigo, você faz duas coisas: pão duro e hóstia. Um não alimenta e o outro não redime pecados. É preciso que se tenha uma variação grande de temperos que nos permitam co-

zinhar qualquer coisa. O tempero é o repertório. Estudar muito. É com isso que eu crio. 99% é trabalho e 1% é inspiração. E essa inspiração vem da enorme quantidade de livros que leio e consulto. Em média mais de 60 por ano.” Para dar conta de tudo e de tantas atividades, conta com uma equipe afiada por trás e uma sócia competente além do suporte da família. Aos que estão começando seu conselho começa com uma frase de Hilda Hilst “É mais tarde do que supões”. É preciso estudar cada vez mais. Se quisermos produzir algo relevante, é preciso de início uma dose forte de humildade. Sair na mídia e ser celebridade não é um destino. É preciso fazer uma arquitetura voltada para as pessoas e para as famílias. No sentido de que elas habitarão aquele imóvel por anos, sendo sujeitas a transformações. Transformações estas que o arquiteto deve estudar e levar em conta para produzir uma arquitetura digna deste nome. É nessa diversidade de talentos que Paulo de Tarso encerra com gostinho de quero mais para compartilhar.


32

PONTO DE VISTA

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

EU VI QUE... Se você colocar 10.000 horas de empenho em qual quer coisa, você será talentoso.

A arquitetura apesar de maravilhosa é muito pouco reconhecida.

... A VIDA é algo tão absolutamente imprevisível, tão sem sentido, que somente o fato de estarmos aqui já a torna algo tão especial. ... O AMOR é algo tão desconhecido que é preciso construí-lo a cada dia. É isto que venho fazendo com Alice, minha esposa, há 45 anos. ... Vivo absolutamente sem RELIGIÃO, mas apesar de ateu leio Eclesiastes quase todo dia e considero uma das mais belas obras da literatura humana. ... A FELICIDADE não é um prêmio, é algo que conquistamos às vezes com suor, sangue e lágrimas.

A vida de designer é curiosa, pois ele vive cercado de objetos que contêm a mensagem de sua profissão.

Bem-estar para os romanos era o ócio. Algo que praticamente está extinto hoje. Uma pena.

... O TRABALHO tem sua origem numa palavra latina para objeto de tortura e humilhação conhecida como Tripalium. Como adoro o que faço, não sinto o peso do instrumento de tortura. ... Tive a sorte de ter a FAMÍLIA que tenho. Deu-me suporte nos momentos em que mais precisei e me trouxe alegrias e felicidades nos momentos mais imprevisíveis. ... UM ARQUITETO BRASILEIRO é Isay Weinfeld. ... Três ARTISTAS são: Bernardo Caro pela lição, Mario Bueno pela beleza e Francisco Biojone pela pureza da arte. ... ARQUITETO CAMPINEIRO de outra geração é Roberto Leme e da atual, Heloisa Moretzohn, por acaso minha sócia; é uma das mais talentosas e completas arquitetas que conheço.

Vivemos um período difícil. Temos inovações, novas formas de projetar, mas as pessoas não andam sabendo o que fazer com tudo. Consequentemente moramos mal e não cobrimos a necessidade.

.... PAULO DE TARSO é um caminhante a sua provável Damasco.


Linha Legia Bortolini Inovadora pelo design. Surpreendente pela funcionalidade.

Base em alumínio no formato de arco ou em painel tamburato.

Acessórios podem ser facilmente retirados ou reposicionados.

Calha para passagem de cabos com tampo deslizante.

Agregue valor à sua empresa e utilize nossas linhas produzidas a partir de madeira de florestas com manejo ecologicamente adequado, certificadas pelo FSC . Consulte-nos para conhecer as linhas certificadas.

Associada

Showroom Campinas | (19) 3251-4276 Rua Maria Monteiro, 786 | 8º Andar | Sala 81 Bairro Cambuí | Campinas | SP campinas01@bortolini.com.br

www.bortolini.com.br


34

DESTAQUE

FOTOS: CHRISTIAN MEYN | TEXTO: ADELAINE CRUZ

PROFISSIONAIS EM DESTAQUE NO PROGRAMA DE FIDELIDADE DO POLO ARQDEC ENTRE NOVEMBRO/13 E JANEIRO/14 DESFILAM SEU TALENTO Os arquitetos demonstram por meio de projetos residenciais o que é o conceito de morar bem

E

m meio às festas de final de ano e às férias em janeiro, os profissionais João Jannini e Cristina Sagarra (Jannini & Sagarra Arquitetura), Maxwell Geraldi (Officina Arquitetura & Decoração) e Yeda Maretti Chimello seguiram em frente tocando seus projetos. Tanto empenho rendeu a eles posição de destaque em pontuação no programa de fidelidade do Polo Arqdec Interior, no período entre novembro de 2013 e janeiro deste ano.

Nesta matéria os profissionais desfilam sua sabedoria e aplomb, adquiridos nos mais de 20 anos de atuação na área de arquitetura e urbanismo, contam quais são as suas principais fontes de inspiração e apresentam um projeto no qual tiveram, entre os fornecedores, estabelecimentos participantes do programa de fidelidade do Polo Arqdec. Os projetos residenciais expressam as variações do conceito de morar bem, tão difundido atualmente.


Foto: Cássio Abreu/Unitá Arquitetura

Trabalhamos com marcas e produtos de alta tecnologia para ofececer a você o que existe de melhor para automação residencial e corporativa, home theater especializado, som ambiente, CFTV em alta definição, rede estruturada, wireless inteligente e broadcast de áudio e vídeo.

www.decorvid.com.br

Av. Dr. Moraes Sales, 1.117 Centro - Campinas-SP Tel.: (19) 3231.5056 vendas@decorvid.com.br

SOUZA LEITE

TECNOLOGIA PARA SUA CASA OU EMPRESA


36

DESTAQUE

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

INTEGRAÇÃO PARA UMA RESIDÊNCIA CONFORTÁVEL E DESCOMPLICADA Com mais de 500 projetos realizados entre residenciais, comerciais e corporativos, a Jannini & Sagarra Aquitetura iniciou atividades em 1992, em Campinas, fruto da parceria entre João Jannini e Cristina Sagarra. Desde então, os dois formam uma das mais bem-sucedidas equipes de trabalho atuante no mercado da construção civil, especialmente na área de projetos. João Jannini trilha o rumo da arquitetura e do urbanismo há 34 anos e

Cristina Sagarra há 26. Tendo uma sensibilidade nata, típica dos artistas, eles têm variadas fontes de inspiração para seus projetos. Uma visita a uma obra de colegas famosos e que são referências na área, livros, revistas especializadas e, até mesmo, obras de sua própria autoria. Os trabalhos assinados pela Jannini & Sagarra estão publicados em conceituadas revistas especializadas e são utilizados como referência em estudos nos cursos de graduação da

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da PUC-Campinas, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Mackenzie e Faculdade de Engenharia Civil da Unicamp. Seus projetos seguem o estilo da arquitetura moderna e, já há alguns anos, o trabalho do escritório está direcionado para o mercado de projetos de alto padrão, levando o escritório a receber prêmios pelo alto padrão de excelência e pelo sistema de gerenciamento.


ARQDEC WAY

Para a Arqdec Way, os profissionais selecionaram o projeto de uma residência no empreendimento Alphaville D. Pedro que, além de projetada, foi também detalhada e decorada por eles. De acordo com Cristina Sagarra, os clientes desejavam uma casa moderna e descomplicada, onde pudessem receber os amigos com conforto. Essa foi a premissa para a idealização do projeto. “Pelas características do terreno e sua insolação, optamos por voltar a área de lazer e a social para o fundo, integrando totalmente o espaço da varanda com a copa e a cozinha, e também com a sala de estar”, explica João Jannini.

37


38

DESTAQUE

As cores claras e os tons pastel predominam em todos os ambientes e em alguns pontos fazem contraste com móveis em madeira mais escura. Os armários da cozinha e da churrasqueira são da Kitchens e as coifas, da Unicoifas. Os pisos ganharam revestimentos da Portobello Shop Campinas e os mármores são da De Mármore. Nas paredes, ora revestimentos Portobello, ora lambris do Ateliê do Revestimento. Luminárias Interluz e persianas Uniflex complementam o arrojado projeto.


ARQDEC WAY

FOTOS: CHRISTIAN MEYN

39

CONCEITO MODERNO COM ARES CAMPESTRES Uma casa de campo em plena área urbana, situada em Itatiba, interior de São Paulo, foi o projeto escolhido pela arquiteta e urbanista Yeda Maretti Chimello para sintetizar seu trabalho nas páginas da Arqdec Way. Formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo do Mackenzie, em 1987, Yeda é autora de centenas de projetos residenciais, comerciais e corporativos e complementa seus trabalhos incursionando também pelo universo do design de interiores.

Sempre aliando seu estilo ao objetivo do cliente, Yeda consegue empenhar a sua experiência na proposta solicitada, colocando-a em um nível de viabilidade técnica e estética fundamentais à criação do projeto. Foi o que fez para a família que desejava passar temporadas em sua casa de campo. A partir da fachada marcante e imponente, com um charmoso telhado – ambos solicitados pelo cliente –, e da porta dupla de madeira, que dá acesso ao hall com pé-direito duplo, já é possível

entender por que Yeda foi destaque como a melhor arquiteta de Itatiba. O desafio, no entanto, era a declividade do terreno, o que a arquiteta resolveu fazendo com que os setores social e de serviço ficassem no mesmo nível, ao passo que, para a área íntima, foi utilizado o nível superior, proporcionando maior privacidade para a família. Apenas uma suíte foi instalada no térreo, para o caso de eventuais impossibilidades físicas de acesso ao piso superior.


40

DESTAQUE

FOTOS: CHRISTIAN MEYN

A parte térrea do imóvel é totalmente integrada à paisagem, graças a amplos painéis de vidro, emoldurados por madeira laqueada. O recurso, quando se deseja essa finalidade, agrega o living, a sala de jantar e o espaço gourmet. A fluidez e a continuidade, tendências verificadas nos projetos assinados por Yeda, estão presentes também nos materiais usados. O mármore bege Bahia, da Pedra Grande, tem tonalidade clara e possibilita total liberdade na composição do mobiliário. No espaço gourmet, também integrado à cozinha, foi utilizado o mesmo material de piso de todas as salas, reforçando o conceito de tornar todos os ambientes um espaço único. Enquanto a bancada em corian se estende como um bloco único, sem qualquer emenda, as cores diferentes, as texturas e os armários em materiais requintados fazem um interessante e elaborado contraponto à perenidade do estilo proposto. “Optei pelo corian por se tratar de um material resistente a impactos e ao calor, que não mancha ou permite acúmulo de sujeira e mantém a aparência de novo por muitos anos”, complementa Yeda. Os armários da cozinha, do espaço gourmet e da lavanderia são da Kitchens, com puxadores Profile, de linhas retas e arrojadas.


ARQDEC WAY

Organizados em uma planta em L, esses ambientes de convivência são ligados à área externa, formada pelo jardim e por uma piscina integrada à sauna. Os acabamentos, com coloração neutra, como o mármore e a madeira, promovem elegância, praticidade e requinte, e principalmente deixam a residência acima de qualquer modismo.

41


42

DESTAQUE

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

SENSIBILIDADE PARA EXPRESSAR NO PROJETO A PERSONALIDADE DO CLIENTE Arquiteto e urbanista, Maxwell Geraldi iniciou sua trajetória profissional há 22 anos e, hoje, contabiliza centenas de trabalhos executados com maestria. À frente do escritório Officina Arquitetura & Decoração, em Campinas, Maxwell tem uma rotina de trabalho que envolve uma média de 30 projetos anuais realizados, entre corporativos e residenciais. “No início da minha carreira a informática ainda não era um recurso tão utilizado e muitos controles eram feitos em arquivos físicos que se perderam no

decorrer do tempo”, relembra. Desde 1992 quando, recém-formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Alfenas, passou a trabalhar na Secretaria de Planejamento da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, o arquiteto não parou mais. O reconhecimento público de seu trabalho não tardou a vir e, ainda naquela cidade mineira, desenvolveu diversos projetos, entre os quais o da Creche Lápis de Cor, que se tornou creche-padrão do Estado de Minas Gerais. Mais tarde, já em Campinas, Ma-

xwell Geraldi seguiu contabilizando sucessos. Por dois anos consecutivos foi premiado na mostra Casa Cor Campinas. Em 2012, como o Melhor Projeto, por seu ambiente Capela, e, em 2013, como o Projeto Mais Ousado (Jardim e Garagem Hot Roder). Entre as suas principais características estão a versatilidade e o senso estético apurado, que o tornam capaz de passear com desenvoltura por diferentes estilos arquitetônicos, assimilando novos conceitos e aplicando-os em seus projetos de modo individualizado, peculiar.


ARQDEC WAY

Seus trabalhos, como o escolhido por ele para ilustrar esta reportagem, carregam a essência do autor e o DNA do cliente. “Acredito que um arquiteto não deva ter um estilo definido. Gosto de dizer que meu estilo é o do meu cliente. Não sou um profissional que impõe nada. Procuro sempre apresentar materiais, cores, mobiliários e objetos de decoração que se encaixam no perfil do cliente e do projeto”, afirma. Para uma jovem senhora, viúva, que mora sozinha e costuma receber a visita do filho, juntamente da nora e do neto, Maxwell desenvolveu um projeto com estilo contemporâneo e o contemplou com detalhes rústicos. O apartamento de aproximados 170 metros quadrados, localizado em uma área nobre de Campinas, ganhou peças modernas que se mesclaram harmoniosamente a outras adquiridas em antiquário, conforme o gosto da cliente. “O cliente precisa sentir que o local onde vai residir ou trabalhar tem a cara e o jeito dele, e não do profissional”, reforça Maxwell.

43


44

DESTAQUE

FOTOS: CHRISTIAN MEYN

O emprego de materiais rústicos, principalmente no mobiliário, composto com pedras naturais – como um aparador marrom imperial com travertino romano, especialmente desenhado pelo arquiteto e executado pela Marmoraria Pedra Grande –, e quadros nas paredes, além de detalhes coloridos na decoração, formaram a principal diretriz do projeto. Para unir todos os elementos de forma a resultar em um trabalho do mais alto grau estético, o arquiteto buscou referências nos gostos e costumes da cliente, apreciadora de obras de arte, da literatura, da música, de flores e plantas e acostumada a viajar, e os alinhavou usando de sua experiência profissional. “O estudo da arquitetura e seus grandes nomes mundiais me inspiram bastante, e viagens, mostras e pesquisas completam as minhas ideias”, explica Maxwell Geraldi. O imóvel ganhou soluções inovadoras, como a automação da iluminação, executada pela Hansa, e o jardim vertical na sacada, ao passo que na decoração, a pedido da cliente, foram mantidas algumas obras de arte e peças de coleção já pertencentes a ela. Predominam os tons pastel, além do preto e do vermelho na decoração. Destacam-se também o emprego de muita madeira, lacas, portas revestidas em fórmica e papéis de parede. As bancadas de mármore ou granito, da Pedra Grande, e os itens da iluminação, assinados pela Hansa, dão o arremate perfeito para o projeto.


46

LIFE.COM

PAISAGISMO COMO TEMA A Ceramick recebeu no dia 26 de novembro em sua loja um dos mais importantes nomes do paisagismo nacional e internacional, Gilberto Elkis. Confira as fotos desse delicioso encontro.

FOTOS: DIVULGAÇÃO


48

LIFE.COM

TECNOLOGIA DA IMPRESSÃO Foi um encontro e tanto o promovido pelo Polo Arqdec Interior, em parceria com a Fcinco e HP, no dia 28 de janeiro, no auditório do Colégio Coração de Jesus. Muita gente interessada em conhecer a tecnologia látex para impressão digital e suas infinitas possibilidades de uso no segmento da decoração assistiu à palestra de Thiago Fabbrini, consultor técnico da HP, e saiu de lá encantada.

LA POLTRONA TRAMONTINA Dia 25 de fevereiro o Empório La Poltrona recebeu seus convidados para apresentar as novidades da Tramontina. Foi um encontro agradável entre os arquitetos, decoradores e designers de, final de tarde, que se estendeu até a noite, quando puderam ver as novidades do mercado.

FOTOS: DIVULGAÇÃO


50

UNIVERSO PARTICULAR

FOTOS: CHRISTIAN MEYN

O estilo de vida dos designers, arquitetos e artistas plĂĄsticos. Eles abrem as portas de seus refĂşgios e mostram um pouco de sua intimidade.

Comecei o projeto de ssa casa pelas portas de pinho de riga que garimpei de uma fazenda antiga do interior paulista.Conta a arqu iteta Renata Selmi He rrmann.

tudo, Em casa ponho o que gosto, misturo me preocupar inclusive o que trago de viagem, sem em ser politicamente correta.


ARQDEC WAY

51

ergia da minha Cuido muito da en mplo, tentando casa, como um te Luz e Paz. sempre ter muita

Busco sempre uma simplicidade sofisticada. Para mim viajar me leva a outros mundos, culturas e pessoas que re sultam numa influĂŞncia e enriquecimento muito grande no meu tr abalho.


52

UNIVERSO PARTICULAR

Embarco em cada projeto com o uma grande e prazerosa viagem .

lugar, depois A função vem em primeiro o conforto e estética.

Uma casa prec isa ter essenc ialmente conforto e ac onchego.

e de transformar espaços, Projetar para mim é a art cia a um sonho. é conseguir dar consistên


54

GOING ON

A AGENDA DOS EVENTOS DE DESIGN, ARTE E DECORAÇÃO QUE ACONTECEM NA CIDADE, NO ESTADO E NO MUNDO

EXPOSIÇÃO “OBRAS RECENTES” DE CHICO FRANSÉ Nas mãos do artista, materiais e objetos inusitados – cristais, pedras, azulejos, louças, cerâmicas – se transformam em obras de arte que seduzem pela estranheza e beleza. Estão sendo expostas cerca de trinta e cinco obras realizadas entre 2009 e 2013. QUANDO: até dia 30 de março de 2014. HORÁRIO: Das 9 às 17 h de terça a sexta-feira. Das 9 às 16h aos sábados. Das 9 às 13h aos domingo e feriados. LOCAL: Museu de Arte Contemporânea de Campinas “Jose Pancetti” Rua Bejamin Constant, 1.633 Centro - Campinas-SP.

EXPOSIÇÃO “ENTRE-LINHAS” DE DUDA ROSA

EXPOSIÇÃO “A PRECARIEDADE DAS COISAS”

WORKSHOP & CAFÉ “O PROCESSO CRIATIVO E A PRODUÇÃO DA ARTE”

Os 12 trabalhos selecionados exprimem um abstracionismo geométrico minuciosamente combinado, capaz de transmitir uma sensação ilusória de velocidade e movimento às imagens, promovendo interação entre obra e espectador.

Do arquiteto, designer e artista plástico Paulo de Tarso.

Com o arquiteto, designer e artista plástico Paulo de Tarso. A intenção é oferecer a arquitetos e decoradores subsídios para um aprimoramento técnico e conceitual, para que possam melhor acessorar seus clientes na escolha de obras de arte.

QUANDO: 14 de março à 31 de março de 2014. HORÁRIO: Das 14 às 18h de segunda a sexta-feira. LOCAL: POLO ARQDEC Rua Odila Maia Rocha Brito, 169 Campinas-SP AGENDAMENTO: (19) 3255-4992 e-mail: atendimento@poloarqdec.com

QUANDO: 20 de março a 2 de abril de 2014. LOCAL: QUADRANTE GALERIA Rua Américo Brasiliente, 163 Cambuí - Campinas-SP INFORMAÇÕES: (19) 3251-2288 www.quadrantegaleria.com.br QUANDO: 4 a 30 de abril de 2014. HORÁRIO: das 9 às 11h30. LOCAL: POLO ARQDEC Rua Odila Maia Rocha Brito, 169 Campinas-SP AGENDAMENTO: (19) 3255-4992 e-mail: atendimento@poloarqdec.com

QUANDO: 4 de abril de 2014. HORÁRIO: das 9 às 11h30. LOCAL: POLO ARQDEC Rua Odila Maia Rocha Brito, 169 Campinas-SP AGENDAMENTO: (19) 3255-4992 e-mail: atendimento@poloarqdec.com Vagas limitadas.


ARQDEC WAY

19ª CAMPINAS DECOR 2014 Serão 45 ambientes elaborados por profissionais selecionados e de alta qualidade sendo apreciados por um público exigente e influente. QUANDO: 25 de abril a 15 de junho de 2014. LOCAL: Rua Dr. João Alves dos Santos Jardim das Paineiras - Campinas-SP. INFORMAÇÕES: (19) 3255-7744 www.campinasdecor.com.br

FEICON BATIMAT 20° SALÃO INTERNACIONAL DA CONSTRUÇÃO Salão Internacional e anual de Linhas de Produtos e ou Serviços de aquecimento e refrigeração do ambiente, automação e segurança, elétrica e iluminação, fundação e estrutura, hidráulica, máquinas, ferramentas e equipamentos para construção, portas, janelas e acessórios, produtos para cozinha e banheiros e revestimentos. Com cerca de 1.030 expositores. QUANDO: 18 a 22 de março de 2014. HORÁRIO: Das 10 às 19h. LOCAL: Pavilhão de Exposições do Anhembi São Paulo-SP. INFORMAÇÕES: www.feicon.com.br info@feicon.com.br

FIEMA BRASIL 6ª FEIRA INTERNACIONAL DE TECNOLOGIA PARA O MEIO AMBIENTE

RECICLA NORDESTE 4° SEMINÁRIO DA RECICLAGEM, TRANSFORMAÇÃO E MEIO AMBIENTE/FEIRA DA INDÚSTRIA DA RECICLAGEM E TRANSFORMAÇÃO

Feira Internacional e anual de linhas de Produtos e ou Serviços de tecnologia, soluções e serviços focados no meio ambiente e no desenvolvimento sustentável. Com cerca de 350 expositores.

Feira Internacional e anual de linhas de Produtos e ou Serviços sucata metálica, plástico, papel, papelão e geração de energia. Com cerca de 80 expositores.

55

TEXFAIR 15ª FEIRA INTERNACIONAL DE SOLUÇÕES PARA A INDÚSTRIA TÊXTIL Feira Internacional e anual de linhas de Produtos e ou Serviços de cama, mesa, banho, cortinas e acessórios, tapetes e carpetes, aromatizantes, tecidos e revestimentos, decoração, utilidades para o lar, moda feminina, masculina e infantil, moda jeans, moda praia e lingerie, calçados e acessórios. Com cerca de 120 expositores. QUANDO: 25 a 28 de março de 2014. HORÁRIO: Das 10 às 17h. LOCAL: Parque Vila Germânica - Blumenau-SC INFORMAÇÕES: www.texfair.com.br contato@valefeiras.com.br

QUANDO: 22 a 25 de abril de 2014. HORÁRIO: das 10 às 19h LOCAL: Parque de Eventos, Fundaparque Bento Gonçalves-RS INFORMAÇÕES: www.fiema.com.br fiema@fiema.com.br

QUANDO: 23 a 25 de abril de 2014. HORÁRIO: das 14 às 21h LOCAL: Centro de Eventos do Ceará - Fortaleza-CE INFORMAÇÕES: www.reciclanordeste.com.br dinamica@dinamicaeventos.com.br


56

DRESS CODE

ILUSTRAÇÕES: LUIS ROBERTO DE C. RIOS | TEXTO: LEO SODINI

SANTOS PANOS!

A

lém de charmoso e superutilitário, muitas mulheres apreciam, independente da estação do ano. Noblesse obligé! Adeptas de carregar consigo um foulard, uma echarpe, um lenço leve nestes dias de calor extremo? Dez! Além de imprimir no ato determinado charme, protege sua saúde dos ambientes climatizados à exaustão. Protege sua garganta e nuca, regiões ultradelicadas e importantes em nos-

so corpo, e a região da glândula timo, localizada no peito, que deve estar sempre resguardada. Explico. Tomar friagem, segundo a reconhecida medicina chinesa, é ruim pois esfria o corpo, roubando a energia boa, o calor, e em seu lugar instala-se a chamada energia perversa, o frio, o gelado, resfriando nossos corpos e causando um desequilíbrio. Para o verão, os de algodão, seda ou linho são muito leves e protegem. Na estação fria do ano, mais quentes, os

de cool wool ou lã fria são suficientes para nosso inverno tropical. Além de proteção, falo em lifestyle. Acredito que usar um lenço ou foulard é totalmente adequado, é dress code para corredores de shoppings gélidos, lojas, restaurantes, que não sabem climatizar seus ambientes. Já congelou dentro de uma sala de cinema? Saiu com problemas na garganta? E o choque frio-exagero versus quente-exagero? Equilibre esta situação, poupe energia & get some style!

VAMOS RECONHECÊ-LOS? Lenço: de algodão, linho, seda ou outro tecido leve, os lenços têm formato quadrado, normalmente com medidas que variam de 40 x 40 cm a 90 x 90 cm.

Foulards ou carrés: lenços de seda quadrados, estampados e luxuosos, do tipo dos lenços da francesa Hermès.

Keffiyeh ou lenço palestino: lenço quadrado de algodão, com franjas, usado inicialmente pelos homens palestinos e trazido para o mundo da moda pela Balenciaga, em seu desfile para o inverno de 2008.

Echarpe: também de tecido leve (seda, crepe, cetim, algodão, etc.), a echarpe tem formato de faixa retangular e comprida.

Em tempo: acompanhou o último desfile masculino da gigante Hermès? Observe as fotos, os homens também ganham muito estilo e proteção. Muito up to date!

Pashmina: também conhecida como manta, a pashmina na verdade é o nome da lã usada para fazer este tipo de echarpe, a lã cashmere. Essa lã é superfina, deixando a peça com caimento, brilho e suavidade diferenciados. Além disso, as pashminas também costumam ser um pouco mais largas e compridas que as echarpes comuns.


anos


58

DIAGNÓSTICO

ILUSTRAÇÕES E TEXTO: ÉRIKA GIBRIN

AQUI OS ESPECIALISTAS DÃO DICAS E ESCLARECEM DÚVIDAS FREQUENTES QUE APARECEM ANTES, DURANTE E DEPOIS DA CONSTRUÇÃO. TUDO PARA A MELHOR MANUTENÇÃO DO SEU LAR CABEAMENTO EM ESCRITÓRIOS, COMO ESCONDER Nos projetos de interiores de escritórios é muito importante elaborar o “layout” de ocupação dos postos de trabalho antes de a obra estar concluída e até mesmo construída, pois dessa maneira se pode determinar e planejar os pontos elétricos, alinhando com o tipo de móvel, podendo assim esconder os fios e evitar desperdício de tomadas e poluição visual. Atualmente os móveis para escritório da Bortolini possibilitam conduzir todo o cabeamento de infra pelo interior de calhas e dutos com a possibilidade de embutir pontos de tomadas para lógica, elétrica e telefonia, deixando o escritório limpo e organizado.

Fernanda Santos BORTOLINI CAMPINAS

SEGURANÇA EXTRA PARA ELEVADORES Além das senhas de acesso, os elevadores da Engetax possuem um recurso a fim de garantir a segurança total de sua casa ou trabalho. O Engeface acontece por meio de reconhecimento biométrico da face, e é a forma mais segura e não invasiva de controlar o acesso. Antes disponível apenas para o cenário hollywoodiano e para grandes corporações, agora está disponível ao consumidor, assim crianças e pessoas não autorizadas são impedidas de usar o equipamento sozinhas. A solução é comercializada como uma locação do equipamento, com manutenção e assistência técnica incluídas.

Wellington Vietri ENGETAX ELEVADORES


ARQDEC WAY

59

FUTURO DA ILUMINAÇÃO Todos sabem que a lâmpada de LED tem um excelente desempenho em economia de energia e manutenção. Porém a melhor notícia é que ela vem dominando o mercado e dentro de poucos anos vai substituir de vez as lâmpadas comuns. O cuidado que se deve ter é com a qualidade; existem dezenas, talvez centenas, de marcas já no mercado e, na hora de comprar, é necessário avaliar a confiança de seu fornecedor para não investir um valor considerável e não obter o resultado esperado. Não espere que uma lâmpada de LED de R$ 10,00 faça o mesmo que uma de R$ 70,00. O investimento já compensa, e os preços estão caindo cada vez mais.

Henrique Metzner HANSA ILUMINAÇÃO

UM CASAMENTO PERFEITO Assim como um bom projeto arquitetônico exige um acabamento adequado e benfeito, a moldura tem o papel de finalizar uma obra de arte e dar a ela o valor e a respeitabilidade que merece. A escolha da moldura para um quadro vai muito além de decidir sobre perfil e cores que compõem a decoração. É importante levar em consideração o caráter pictórico, a época e o estilo artístico da obra, para que o design e os materiais escolhidos na montagem do quadro garantam a adequada preservação e conservação do objeto artístico. A moldura é o complemento da obra. Traz o acabamento, valoriza os detalhes e dá unidade. A obra e sua moldura devem compor um conjunto único e equilibrado, em perfeita harmonia com o ambiente onde será colocado. Tem de ser um casamento perfeito. A correta indicação da moldura confere um toque de inteligência e bom gosto ao ambiente decorado e indica a combinação correta entre arte, história, design e tendência.

Lucila Vieira QUADRANTE GALERIA


60

DIAGNÓSTICO

CONFORTO DENTRO DE CASA Quem não quer uma casa com temperatura agradável sem precisar de equipamentos eletrônicos como ar-condicionado e aquecedores? Uma ótima solução são as janelas e portas de PVC, que contribuem para a climatização interna, possibilitando conforto termoacústico. Tudo isso porque os perfis de PVC possuem um valor de transmissão térmica muito baixo, correspondendo a um valor que é mil vezes inferior ao do alumínio. O material é muito aplicado na Europa e nos Estados Unidos, por ter baixíssima manutenção, não apodrecer, ser de fácil limpeza e instalação e apresentar excelente desempenho para o conforto térmico.

Maria Morais ELITE TENDÊNCIAS

MAIS OPÇÕES PARA SUA CASA Além dos mármores e granitos, as superfícies de quartzo vêm sendo descobertas e utilizadas por um número cada vez maior de arquitetos e consumidores finais; agrega-se agora a esta paleta uma nova opção: as superfícies sinterizadas, material importado da Itália, cujas dureza, baixa permeabilidade e enorme variedade de cores oferecem aos profissionais, aliadas aos quartzos, uma enorme gama de materiais com o intuito de compor, com qualidade e beleza, os projetos de arquitetura e decoração, do clássico ao mais arrojado.

João Marcos da Paz PEDRA GRANDE


62

SIMPLES ASSIM

PROFESSOR HUGO ANTONIAZZI | RADIESTESISTA

A RADIESTESIA E A PROSPERIDADE DA EMPRESA

A

s energias que circulam em um espaço, seja numa residência ou numa empresa, podem influenciar positiva ou negativamente na saúde de uma pessoa ou na prosperidade de uma empresa. Todos nós estamos constantemente rodeados de vários tipos de ondas que permeiam nossos espaços. Umas que nos estimulam e nos vitalizam e também energias que nos bloqueiam e nos causam os mais variados tipos de problemas. A radiestesia, bem como a arte do feng shui, são ciências antigas, capazes de nos orientar a respeito dessas energias circulantes. Muitos são os tipos: energia cósmica, energia telúrica, energia mental, energia emocional, energia estática, energia eletromagnética, energia residual. Por se tratar de ondas invisíveis e imperceptíveis aos nossos sentidos, as pessoas não se dão conta do quanto elas podem interferir positiva ou negativamente em nossas vidas, nossa saúde, nossos relacionamentos, nossos propósitos e nos resultados de nossas atividades profissionais. Entendemos por energia cósmica as ondas que atingem nosso planeta Terra vindas do espaço sideral. Já as energias telúricas são as que saem de dentro da Terra em direção à sua crosta. São energias

que se complementam e são indispensáveis para manter a vida no planeta. Entretanto, um espaço verdadeiramente saudável e equilibrado é aquele onde há muita energia cósmica e somente um pouco de telúrica, não podendo a energia telúrica avançar além da crosta terrestre. Essas energias telúricas geralmente são provenientes de águas subterrâneas, lençóis freáticos, aterros sanitários ou mesmo fendas geológicas. Um radiestesista experiente é capaz não só de localizar as energias telúricas, mas também de neutralizá-las, já que existem várias formas de restabelecer o equilíbrio desses espaços. É importante ressaltar que, de todas as energias circulantes na natureza, a mais poderosa é a energia mental. Entretanto, como não vemos a energia do pensamento e das emoções, não a valorizamos. Um radiestesista, porém, ao medir qualquer espaço, seja uma pequena loja, um simples consultório ou uma grande empresa, consegue detectar na porta de entrada a energia mental negativa conhecida como energia residual. Nossos sentidos físicos não percebem, mas, onde circulam muitas pessoas, ali ficam todos os tipos de energia residual, seja de inveja, seja de rancor, desânimo, tristeza,

dor, angústia, mágoa ou desejo de vingança. Essas energias residuais são detectadas em geral nas portas de entrada, mas são encontradas também nas cadeiras, nos objetos de uso constante e até nas próprias pessoas. E, quando isso acontece, começam a surgir problemas de vários tipos. Numa residência, pode afetar a saúde e a harmonia. Numa empresa pode representar uma estagnação na produtividade e nas metas de vendas. A energia circulante estagnada e viciada pode comprometer o resultado do que se espera de um de-


ARQDEC WAY

que nos atingem diuturnamente. Os animais, levados pelo instinto, jamais dormem ou fazem ninhos onde as energias são desfavoráveis. Eles sempre escolhem os melhores lugares para dormir. O ser humano, infelizmente, perdeu essa sensibilidade. No entanto, todos nós nascemos com o mesmo instinto do animal. Prova disso é a imediata reação do bebê, quando seu berço se encontra em locais impregnados de energia telúrica. Ele chora e se debate, não consegue ter um bom sono e acaba doente. Na verdade a sensibilidade do bebê está sinalizando que ali não é um bom local para ele. Uma vez colocado em outro local, ele se acalma e dorme. A pergunta, então, é esta: por que perdemos esse maravilhoso instinto de sobrevivência quando nos tornamos adultos? Além do perigo das energias do subsolo, atualmente somos ainda afetados por energias eletromagnéticas. Antenas de todos os tipos e tamanhos, sejam de micro-ondas ou celulares, invadem cada vez mais nossos espaços. A tecnologia avança e nos traz muitas ferramentas úteis no dia a dia. Entretanto, poucos se dão conta do perigo dessas ondas eletromagnéticas que invadem nossos espaços. Que dizer, então, do celular, irradiando tão próximo do nosso cérebro as ondas dos metais pesados de suas baterias. Ninguém sabe avaliar as consequências a longo prazo. Em resumo, perdemos a sensibilidade de identificar as energias perigosas e precisamos da ajuda de

um radiestesista ou mestre em feng shui. Entretanto, existem sinais que podem identificar a presença das energias perigosas em nossos espaços. Cito alguns: mudança repentina do humor dos funcionários, queda inesperada nas vendas ou na produção sem motivos lógicos, funcionários que mudam de comportamento, máquinas que sempre quebram, desentendimentos repentinos na equipe e outros tantos podem ser sinalizadores de que ali existem energias descompensadas. Claro que é preciso ser criterioso nessa avaliação, já que nem todo mal é causado somente por existência de energias negativas. O melhor caminho, então, é procurar a ajuda de um profissional. Uma boa avaliação radiestésica e uma boa limpeza energética certamente irão ajudar a resolver esses impasses.

Ilustração: Luis Roberto de C. Rios

terminado espaço. Fazer a limpeza de um ambiente é como tomar um banho depois de uma longa jornada. São poucos, porém, os que aceitam esses conceitos, mas todos os manuais de radiestesia confirmam essa realidade. Portanto, quando as vendas despencam, os resultados fracassam e as desarmonias acontecem, é sempre bom prestar atenção e verificar se determinado espaço não está carente de um bom banho energético. Inúmeros estudos já comprovaram que “dormir numa cama localizada em cima de rios subterrâneos pode levar a pessoa a contrair sérios problemas de saúde”. As doenças vão desde tumores, câncer, cistos, paralisias, artrites até insônia, enxaqueca, depressão, sonambulismo, etc. Inúmeras publicações, como Casas que matam, A medicina da habitação, A casa saudável e outras tantas, relatam pesquisas na Europa e nos Estados Unidos sobre os perigos desta terrível irradiação telúrica, capaz de desestruturar a energia vital das pessoas a ela expostas, trazendo sérios riscos para a saúde. O mesmo se diz de um espaço empresarial. Empresas que se estabelecem em locais impregnados de energias telúricas dificilmente progridem e o pouco que conseguem é sempre com dobrado esforço. Somos bombardeados constantemente por energias imperceptíveis aos nossos sentidos. Quando adultos, perdemos a capacidade de identificar essa gama de ondas

63


64

MENDOZA

FOTOS: DIVULGAÇÃO | TEXTO: ADELAINE CRUZ

MENDOZA REÚNE EXUBERANTES PAISAGENS, EXCELENTES VINHOS E INDESCRITÍVEIS AVENTURAS Província na Argentina será um dos destinos dos profissionais premiados pelo programa de fidelidade do Polo Arqdec

S

ituada aos pés da Cordilheira dos Andes, maior cadeia de montanhas em comprimento do mundo, a província de Mendoza, na Argentina, tem sua identidade intimamente ligada à qualidade dos vinhos que produz, sobretudo os da variedade malbec, emblemática daquele país. As mais de mil vinícolas (ou bodegas, como são

conhecidas) que se estendem por seu território configuram um atraente e inebriante destino de lazer e turismo, no qual os processos de cultivo, colheita, processamento e, obviamente, degustação de uvas frescas e vinhos constituem os pontos altos. Mas Mendoza é muito mais. Em seus aproximados 150 mil quilômetros quadrados de extensão territorial

encontram-se paisagens naturais exuberantes, entre rios, vales, montanhas e cavernas, verdadeiros paraísos para a prática do turismo de aventura. Já sua infraestrutura de metrópole com complexos hoteleiros, estações de esqui, cassinos, boates e restaurantes instiga às compras, ao entretenimento e à apreciação da sofisticada gastronomia local. A cidade de Mendoza está entre as mais importantes do país, se constituindo como 4º núcleo urbano da Argentina


ARQDEC WAY

65

OS CAMINHOS DO VINHO Autointitulada “terra do sol e do bom vinho”, Mendoza é o centro viticultor mais importante da América do Sul e responde pela produção de cerca de dez milhões de hectolitros de vinho por ano. A combinação do clima seco e da excelente qualidade do solo propicia a produção de castas de uvas como malbec, cabernet sauvignon, pinot noir, merlot, chardonnay e sirah, entre outras tantas, apreciadas em todo o mundo. Tamanha representatividade resultou na criação dos Os caminhos do vinho, programas planejados como um passeio de meio dia ou de um dia inteiro, durante o qual são percorridas

bodegas e visitadas adegas de características peculiares, das mais artesanais às dotadas da mais alta tecnologia. Durante os passeios, que certamente agradariam até ao deus Baco, os visitantes percorrem vinhedos e tomam contato com os processos da colheita da uva, da separação, da retirada do suco, do amadurecimento, do envelhecimento e do engarrafamento do vinho, realizados pelas vinícolas. Além de se aproximarem do universo dos vinhos, seus aromas e notas, é possível degustá-los, obviamente a melhor parte do programa. Embora existam vinhedos espalhados por toda Mendoza, os caminhos

do vinho levam a quatro regiões prioritárias: Centro-oeste, que compreende os municípios de Godoy Cruz, Luján de Cuyo, Maipú e Guaymallén; Vale Central, composta por San Martín, Rivadavia, Junín e Santa Rosa; Valle do Uco, formada por Tupungato, Tunuyán e San Carlos; e Sul, que compreende somente a cidade de San Rafael. Todos os roteiros preveem também passeios de caráter histórico-cultural a museus – como o do vinho “San Felipe” –, fazendas e demais patrimônios que visem a complementar o conteúdo absorvido durante o passeio, auxiliando na compreensão da história de Mendoza.

Zona vinícola por excelência, possui inúmeras vinícolas para a produção de vinhos finos da mais alta qualidade que são exportados a todo o mundo


66

MENDOZA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

OBRAS DE ARTE ESCULPIDAS PELA NATUREZA Uma vez em Mendoza, um cenário de roteiros turísticos se descortina. A província é constituída por 20 municípios e tem 15 áreas de preservação ambiental com características únicas que convidam para um encontro contemplativo com a natureza. No Parque Provincial Cerro Aconcágua, onde está localizado o Pico Aconcágua, o mais alto do Hemisfério Sul não é difícil avistar o majestoso condor, também chamado “rei dos Andes”, em seu magnífico voo. O local, em razão de suas qualidades às suas condições geográficas e climáticas, é um dos mais procurados para a prática de trekking com variados graus de dificuldade e também para escaladas e montanhismo.

Entre as belezas naturais de Mendoza, Malargüe, porta de entrada para a Patagônia, é um dos cenários mais deslumbrantes com seus picos nevados contrastando com uma área desértica e com pinceladas de verde. Em Malargüe encontram-se diversas obras de arte esculpidas pela própria natureza. A Caverna das Bruxas com cinco mil metros de galerias subterrâneas repletas de estalactites e estalagmites e o Poço das Almas, duas grandes depressões com espelhos de água doce ao fundo, causadas pela erosão e ação de infiltração de águas subterrâneas e superficiais são exemplos da beleza daquela região. Rios, reservas naturais com nascentes e córregos quentes se re-

velam em Mendoza e instigam às práticas de rafting, bodyboard, canoagem, esqui aquático, windsurfe e pesca entre outras tantas atividades aquáticas. No Inverno, as estações de esqui e parques de neve Las Leñas, Los Puquios, Penitentes, Valles Del Plata e Aconcágua Esqui reúnem atletas profissionais, praticantes amadores e simples apreciadores das modalidades. Nos céus de Mendoza, planadores, ultraleves, helicópteros, aviões e balões proporcionam aos turistas uma perspectiva privilegiada de todo esse diversificado panorama e complementam o extenso roteiro de atividades à disposição naquela região.

Malargüe, porta de entrada para a Patagônia, é um dos cenários mais deslumbrantes com seus picos nevados contrastando com uma área desértica e com pinceladas de verde


ARQDEC WAY

Reserva Puente del Inca está localizado no departamneto de Las Heras, quase divisa com o Chile é considerado uma geoforma única no mundo

Cerro Aconcagua é o mais alto do Hemisferio Sul e o mais procurado para a prática de trekking com variados graus de dificuldade

67


68

MENDOZA

LAZER E CULTURA Além de rica em belezas naturais a província de Mendoza possui características das grandes metrópoles, traduzidas pela quantidade de opções gastronômicas, comerciais e de entretenimento existentes em suas cidades. Seja na Rua Aristides Villanueva, na capital, ou no município de Luján de Cuyo, a noite mendocina é, por excelência, efervescente. Os cassinos, na capital, os restaurantes em Godoy Cruz e o Mercado Central, centro comercial mais antigo da província são igualmente paradas obrigatórias para quem deseja conhecer um pouco da tradição daquela região. Nos roteiros turísticos urbanos surgem ainda templos religiosos, como a catedral de Loretto, a basílica de San Francisco, a igreja de Nossa Senhora de Lourdes do Challao e a igreja da Carrodilla e locais históricos, como a Praça Pedro Del Castillo, local de fundação de Mendoza. Os balneários com águas termais, dois deles com completa infraestrutura para o turismo – Los Molles, em Malargüe e Cacheuta, em Luján de Cuyo – são templos de relaxamento físico e mental ou tratamentos esté-

Além do vinho, a produção de azeite de oliva é outro atrativo interessante e saboroso da região

ticos e atraem visitantes em busca de procedimentos realizados com recursos de alto padrão e, não raramente, com utilização de vinhos ou azeites, ambos produzidos lá mesmo. Sim. Além de concentrar intrigantes belezas naturais, centros históricos e lindos vinhedos Mendoza também é uma importante produtora olivícola e, tanto o seu azeite (extraído do fruto da oliveira, a azeitona), como os óleos refinados (extraídos das sementes) são utilizados, ora na culinária, ora na composição de cremes, sabonetes, loções, óleos corporais, entre outras. Sem dúvida trata-se de um destino de lazer e turismo completo. Sim. Além de concentrar intrigantes belezas naturais, centros históricos

e lindos vinhedos Mendoza também é uma importante produtora olivícola e, tanto o seu azeite (extraído do fruto da oliveira, a azeitona), como os óleos refinados (extraídos das sementes) são utilizados, ora na culinária, ora na composição de cremes, sabonetes, loções, óleos corporais, entre outras aplicações. Sem dúvida trata-se de um destino de lazer e turismo completo.

MENDOZA BUENOS AIRES

Praça Pedro del Castillo é o local onde a cidade de Mendoza foi fundada em 2 de março de 1561


BALCÕES REFRIGERADOS E ARMÁRIOS PERSONALIZADOS PARA ESPAÇOS GOURMET

CONTEMPORARE OFFICE

Marcelo Dias & Michel Lebedka

Tel.: (11) 4013.5632 www.scaravellisavioli.com.br


70

ASSOCIADOS

O UNIVERSO DO POLO ARQDEC VOCÊ ENCONTRA AQUI

Av. Carlos Grimaldi, 611 Jd. Da Conceição - Campinas-SP Tel. (19) 3207-0555 www.acquashow.com.br

Rua Maria Monteiro, 1807 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3254-6322 www.argosindoor.com.br

Av. Orozimbo Maia, 1812 Cambui - Campinas-SP Tel. (19) 3253-0029 www.artscentercozinhas.com.br

Rua Conceição, 1111 Cambui - Campinas-SP Tel. (19) 2139-3550 www.rcpisos.com.br

Av. José de Souza Campos, 304 Nova Campinas - Campinas-SP Tel. (19) 3237-4255 www.banhoeestilo.com.br

Rua Maria Monteiro, 786 CJ 81/82 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3251-4276 www.bortolini.com.br

Av. Jesuino Marc. Machado, 576 Nova Campinas - Campinas-SP Tel. (19) 3294-4955/3294-3985 www.bontempo.com.br

Av. Iguatemi, 434 Vila Brandina - Campinas-SP Tel. (19) 3294-2173 / 3294-6583 www.campgarden.com.br

Rua General Osório, 2331 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3295-2777 www.ceramick.com.br

Av. Doutor Moraes Sales, 117 Centro - Campinas-SP Tel. (19) 3231-5056 www.decorvid.com.br

Av. José de Sousa Campos, 304 Nova Campinas - Campinas-SP Tel. (19) 3294 3851 / 3294 2237 www.demarmore.com.br

Rua Diogo Prado, 247 Cambui - Campinas-SP Tel. (19) 3251-9690 / 3255-4042 www.dibagno.com.br


Você tem muitas razões para revestir com a Ceramick

de

em

de

de

de

As melhores marcas num só endereço.

Rua General Osório, 2.331 - Cambuí - Campinas (SP) - Tel. 19 3295-2777 - www.ceramick.com.br Campinas - Jundiaí - Sorocaba


72

ASSOCIADOS

Rua Olavo Bilac, 307 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3295-7827 alessandrorosolen@uol.com.br

Rua Maria Monteiro, 1.526 Cambuí - Campinas Tel. (19) 3294-4002 www.elettromec.com.br

Rua Sara Alvarado Bertanholi, 876 Jd. Monte Verde - Valinhos-SP Tel. (19) 3829-2299 www.elitetendencias.com.br

Rua do Observatório, 295 Mirante das Estrelas - Vinhedo-SP Tel. (19) 3876-1033 www.emporiolapoltrona.com.br

Rua Salto Grande, 733 Jd. do Trevo - Campinas-SP Tel. (19) 3778-1366 www.engetax.com.br

Av. Dr. Alberto Sarmento, 383 Bonfim - Campinas-SP Tel. (19) 3241-1155 www.epmfechaduras.com.br

Av. De Cillo, 318 Vila Pavan - Americana-SP Tel. (19) 3407-1835 / 3408-3849 www.espelhomeuvidros.com.br

Av. Jesuino Marc. Machado, 360 Campinas-SP Tel. (19) 3251-4066 www.florense.com.br

Rua Cel. F. Andrade Coutinho,132 Cambui - Campinas-SP Tel. (19) 3294-6711 / 3294-2495 www.gabbeh.com.br

Rua Olavo Bilac, 306 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3252-1415 | (11) 4524-0961 www.hansailuminacao.com.br

Av. N. S. de Fátima, 1369 Taquaral - Campinas-SP Tel. (19) 3342-5721/ 3253-5801 www.hi-teck.com.br

Rua Antonio Lapa, 864 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3295-1146 www.interluz.com

Rua Guilherme Da Silva, 463 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3254-1980 www.kitchens.com.br

Rua Eng. Carlos Stevenson, 473 Campinas-SP Tel. (19) 3294-9444 www.mac-campinas.com.br

Rua Edmundo Panuncio, 527 Jd. S. J. Tadeu - Sumaré-SP Tel. (19) 3838-1157 / 3838-1904 www.mestremoveis.com.br


74

ASSOCIADOS

Rua Dr. Sampaio Peixoto, 264 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3579-4042 / 3294-5926 www.mondecor.com.br

Rua Carborundum, 114 Altos do Morumbi - Vinhedo-SP (19) 3886-6130 / 3886-6111 www.nobrecorrimao.com.br

Rua Antônio Olimpio de Moraes, 245 Betel - Paulínia Tel. (19) 3888-4902 www.pedragrandeonline.com.br

QUADRANTE GALERIA Rua Albino J. B. De Oliveira, 2141 Barão Geraldo - Campinas-SP Tel. (19) 3249-3000 www.pontodoencanador.com.br

Av. Cel. Silva Telles, 995 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3295-0010 www.portobello.com.br

Rua Américo Brasiliente, 163 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3251-2288 www.quadrantegaleria.com.br

Rua Rui Pinto Marinho, 754 Altos de São José - Itu-SP Tel. (11) 4013-5632 www.scaravellisavioli.com.br

Av. Jesuino Marc. Machado, 210 Nova Campinas - Campinas-SP Tel. (19) 3252-4463 www.isaamaral.com.br

Av. Anchieta, 510 - Centro Campinas-SP Tel. (19) 3232-3966 / 7807-3746 ID: 89*6139 www.tecnoflex.com

R. Dr. Felix De Moraes Sales, 381 J. Novo Cps. Elíseos - Campinas-SP Tel. (19) 3229-0777 www.tecprag.com.br

Av. Dr. Moraes Sales, 1611 Nova Campinas - Campinas-SP Tel. (19) 3251-8662 www.unicadecor.com.br

Rua Emilío Ribas, 1550 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3253-0790 www.unicoifas.com.br

Rua Emílio Ribas, 985 Cambuí - Campinas-SP Tel. (19) 3294-3103 www.uniflex.com.br

Av. José de Souza Campos, 990 Nova Campinas - Campinas-SP Tel. (19) 3753-9100 www.uniquerevestimentos.com.br

Rua José Martins, 1.549 Barao Geraldo - Campinas-SP Tel. (19) 3201-6932 www.vtg.com.br


FAÇA SUAS MALAS A Campanha Pedras Preciosas leva você, profissional cadastrado, a lugares incríveis ao redor do mundo. Quanto mais alta for sua pontuação, mais inesquecível será a sua viagem. Vários profissionais já alcançaram suas metas. Continue pontuando nas lojas associadas e deixe as malas prontas. Estamos torcendo por você.


SOUZALEITE

VEJA TAMBÉM AS REGRAS DO NOVO GRAND PRIX

ENCERRAMENTO DAS CAMPANHAS:

31

MARÇO 2014

www.poloarqdec.com facebook.com/poloarqdecinterior Tel.: 19 | 3255.4992


TAG

Revista Arqdec Way nº3  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you