Issuu on Google+

ARTE Caderno Pedagรณgico: Planos de aula e provas bimestrais do 6ยบ ao 9ยบ ano


QUERIDO EDUCADOR, Esta é a primeira vez que os(as) alunos(as) do Ensino

didático, respeitando a liberdade de cada docente em

Fundamental II recebem o livro didático do componente

pensar sua aula. Procuramos distribuir o conteúdo e as

curricular Arte. Atualmente, a arte está cada vez

orientações didáticas de acordo com a quantidade de aulas

mais presente na vida cotidiana e, nesse sentido, os

por bimestre. E disponibilizamos, para cada bimestre, uma

professores são convidados a mediar o diálogo entre os

prova sobre os assuntos tratados no livro didático em cada

estudantes e a arte.

período, articulando as principais habilidades requeridas.

Sabemos que esse trabalho exige muita dedicação e horas

Esperamos que este material fortaleça suas aulas, afinal

de estudo para o preparo de aulas que envolvam e deem

você faz a diferença  na vida de seus alunos e de nossa

significado ao que é proposto pelo currículo. E a missão

sociedade.

da Editora Scipione é apoiar da melhor maneira possível o professor e o aluno nessa jornada. Com esse foco, uma equipe de professores especialistas

Juntos vamos mais longe! Um abraço carinhoso,

em cada área do conhecimento – e que assim como você atuam em sala de aula – produziu um material de qualidade e amigável para colaborar com o seu dia a dia. Elaboramos planos aula a aula para auxiliar o uso do livro

Tatiana de Jesus Pita e Antonio Cesar Cunha Equipe Pedagógica das editoras Ática, Scipione e Saraiva Contato: 4003-3061


A IMPORTÂNCIA DA DISCIPLINA DE ARTE A Arte é uma linguagem integradora, que colabora com a formação cidadã dos alunos. O ensino das linguagens artísticas deve partir de dois conceitos fundamentais para educação no século XXI: a transdisciplinaridade e o multiculturalismo.  TRANSDISCIPLINARIDADE

MULTICULTURALISMO

Abordagem transdisciplinar opera com o conhecimento de maneira a enfrentar a complexidade dos saberes, ao conjugar o específico e o geral.

Nas últimas décadas, a abordagem multicultural trouxe uma visão mais democrática e inclusiva para a educação, propondo a valorização das singularidades das diversas culturas e o respeito às diferenças.  No entanto, reunir exemplos diversificados num panorama em que todas as minorias possam se reconhecer não garante a realização de uma educação democrática. Os novos estudos em arte- educação sugerem que é preciso oferecer igualmente ao estudante possibilidades de compreender as relações de força entre as culturas ditas minoritárias e as ditas dominantes, bem como as trocas que ocorrem entre elas.

“É o problema universal de todo cidadão do novo milênio: como ter acesso às informações sobre o mundo e como ter a possibilidade de articulá-las e organizá-las? Como perceber e conceber o contexto, o global (a relação todo/partes), o multidimensional, o complexo? Para articular e organizar os conhecimentos e assim reconhecer e conhecer os problemas do mundo, é necessária a reforma do pensamento. Entretanto, esta reforma é paradigmática, e não programática: é a questão fundamental da educação, já que se refere à nossa aptidão para organizar o conhecimento. A esse problema universal confronta-se a educação do futuro, pois existe inadequação cada vez mais ampla, profunda e grave entre, de um lado, os saberes desunidos, divididos, compartimentados e, de ouro lado, as realidades ou os problemas cada vez mais multidisciplinares, transversais, multidimensionais, transnacionais, globais e planetários.” MORIN, Edgar. (Os sete saberes necessários para educação do futuro. 2a ed. – São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, 2011. Página 33.

“Na América Latina e, particularmente, no Brasil a questão multicultural apresenta uma configuração própria. Nosso continente é um continente construído com uma base multicultural muito forte, onde as relações interétnicas têm sido uma constante através de toda sua história dolorosa e trágica principalmente no que diz respeito aos grupos indígenas e afrodescendentes.” MOREIRA, Antonio Flávio; CANDAU, Vera Maria (Org.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 10ª ed. Petrópolis: Vozes, 2013. Página 17.

O professor de ARTE em sua prática na escola, deve trazer temas relevantes para reflexão com os estudantes, como a diversidade cultural brasileira, ao apresentar trabalhos de artistas de todas as regiões, etnias, religiões e classes sociais e sugestões de atividades práticas nas 5 linguagens, além de projetos interdisciplinares e instruções precisas para realização de quatro projetos de linguagem. A Arte é uma linguagem viva e reflexiva. 


ARTE O Projeto Mosaico Arte, para o Ensino Fundamental II, estimula o ensino das linguagens artísticas (artes visuais e audiovisuais, música, teatro e dança) com uma proposta de organização dos conteúdos em torno de quatro grandes temas transdisciplinares: o corpo, a cidade, o planeta e a ancestralidade. Assim, cada livro da coleção conjuga o tema transdisciplinar com uma linguagem e uma questão urgente para o século XXI:

Volume

Nome

Linguagem

Tema integrador

6º ano

Corpo

Dança

Identidade

Refletir sobre identidade e diferença

7º ano

Cidade

Artes visuais Audiovisual

Cidadania

Estimular práticas coletivas no espaço público

8º ano

Planeta

Música

Meio ambiente

Questionar o consumismo e o desperdício de recurso

9º ano

Ancestralidade

Teatro

Diversidade cultural

Reconhecer e valorizar a identidade cultural da humanidade

Objetivo

Contemplando um universo multicultural, os quatro volumes desta coleção propõem análises, debates e reflexões com base em obras realizadas por artistas oriundos de diferentes substratos sociais, étnicos e religiosos. Seu objetivo é promover a capacidade crítica dos alunos, estimulando a percepção, a imaginação e a criatividade que o contato com a Arte pode proporcionar. Cada livro da coleção está estruturado em três formatos pedagógicos: introdução ao volume, seis temas sobre arte e dois projetos – um interdisciplinar e outro para o desenvolvimento da linguagem artística predominante no volume. Para garantir autonomia ao professor, em cada uma dessas partes, teoria e prática se complementam em diferentes proporções, tanto com propostas que podem ser realizadas em um tempo de aula quanto com outras a ser desenvolvidas no decorrer de um bimestre ou mesmo de um semestre.


ARTE

ÚNICA COLEÇÃO TIPO 1, COM OBJETOS EDUCACIONAIS DIGITAIS E ÁUDIOS EXCLUSIVOS!

A aprendizagem se torna significativa para o aluno quando ele pode experimentar e vivenciar aquilo que lhe é proposto em aula. Associar os conceitos propostos com a realidade que vivem é fator de destaque para a formação dos alunos. Para auxiliar nesta tarefa, o Mosaico Arte traz momentos para estas vivências, por meio de OEDs (Objetos Educacionais Digitais) e áudios ao alcance de alunos e professores, disponíveis em DVD e CD. Para ilustrar como estes recursos estão dispostos na obra e potencializam a aprendizagem do aluno e a dinâmica da aula, vejam alguns exemplos, por ano (disponíveis no site pnld.aticascipione.com.br e no CD da obra). Ano

6º ano

7º ano

8º ano

9º ano

OED

Sugestão de uso

Áudio

Sugestão de uso

“O grupo Corpo e a música” – Capítulo 6 – página 115

OED facilitador: documentário. Este grupo tem uma característica interessante de preparação da coreografia e da música especial para o espetáculo. É importante para o aluno perceber a relação das linguagens corporal e musical.

Áudio 02: “Secos e Molhados” – página 45

Este tema é rico para o trabalho de corpo como forma de expressão (maquiagem, movimento). Trabalho interdisciplinar com História. Na época da Ditadura, algumas letras apresentavam uma mensagem oculta para não serem barradas pela censura. Discussão de gênero.

“Vidigal, um documentário” – página 24

OED mobilizador: documentário sobre o Projeto em Vidigal. A proximidade com a cidade, com o que se admira todos os dias, a arquitetura e a arte urbana. A ideia é iniciar a compreensão do estudante sobre a arte presente nas cidades.

Áudio 03: “Legião Urbana – Música Urbana 2”

Interdisciplinaridade com História: quem foi a Legião Urbana; as manifestações musicais em 1980; a discussão das letras; e as manifestações da juventude que discutia política. Para o trabalho do capítulo, o interessante é a poética na descrição da imagem urbana. Esta ainda é uma banda próxima de nossos jovens.

“As sanfonas do Lua” – Capítulo 4 – Palavra Cantada

OED facilitador: complementar a história de Luiz Gonzaga, apresentada no capítulo, e a importância do artista.

Áudio 08: “Andando pela África – Barbatuque”

Possibilidades de produção dos sons; atividade prática em que os alunos produzirão ação. Trabalho interdisciplinar com História e Geografia, discutindo a Africanidade e os Povos Indígenas.

“O mistério do samba e as mulheres” – Capítulo 02 – Patrimônio Cultural e projeto Jeitos de Mudar o Mundo (final do livro)

OED mobilizador: o samba como patrimônio histórico. Discussão muito rica e presente em nossos dias: o papel da mulher na sociedade.

Áudio 3: “Marchinhas” – página 47

O trabalho é para os alunos experimentarem uma sonoridade diferente da que estão habituados. É interessante comparar as festas dos calendários (carnaval, por exemplo) do modo que eram a como elas são vivenciadas hoje em dia.

Para auxiliar ainda mais seu trabalho, no Manual do Professor descreve-se como se deve utilizar OEDs e Áudios, bem como potencializar o uso do material. Os OEDs e áudios sempre são indicados por um símbolo e com propostas de como conduzir as discussões. As múltiplas linguagens e as várias formas de expressão conduzem a um olhar mais amplo sobre o mundo, colaborando para a formação de cidadãos mais colaborativos e justos.


PARA TODAS AS DISCIPLINAS!

• Aplicativo gratuito para celular e tablet com acesso fácil e intuitivo. • Contribui para o planejamento da aula. • Conteúdos dos livros didáticos das editoras Ática, Scipione e Saraiva mapeados por matrizes curriculares nacionais e estaduais. • Diversos recursos complementares como: plano de aula, avaliações, OEDs, entre outros. ANDROID Em celulares e tablets com tecnologia Android, baixe o aplicativo na Play Store:

VERSÃO REFORMULADA E ATUALIZADA

MATRIZES CURRICULARES Analisamos criteriosamente as matrizes curriculares do MEC para fazer as melhores recomendações de obras a serem utilizadas no Ensino Fundamental. Nossas análises foram formuladas a partir de uma referência do SAEB (Prova Brasil) e indicam onde está sendo trabalhada a habilidade e a competência desse sistema dentro das nossas obras.

IPHONE E IPAD Em iPhone e iPad, baixe o aplicativo na AppStore pelo nome e-docente:

Para computadores, acesse: www.edocente.somoseducacao.com.br

Um material prático e didático com o objetivo de colaborar no processo de escolha dos livros para o Ensino Fundamental II.


DISPONÍVEL PARA ANDROID, IPHONE, IPAD E PC

COMO NAVEGAR

É muito fácil!

1

2

3

4

5

Você pode navegar pelo seu celular, tablet ou computador, selecionando a coleção ou pela Matriz de habilidades.

Escolha a disciplina.

E o ano que desejar.

Escolha a matriz curricular regional ou o descritor do SAEB.

PRONTO! Agora você encontra a habilidade ou o descritor trabalhado nas nossas coleções.

6

NOVIDADE: consulte, baixe e imprima os planos de aula e provas bimestrais.

ACESSE AGORA EDOCENTE.SOMOSEDUCACAO.COM.BR OU BAIXE O APLICATIVO E TENHA UMA FERRAMENTA PODEROSA PARA O PLANEJAMENTO DE SUAS AULAS!


ÍNDICE

PROJETO MOSAICO – ARTE PLANOS DE AULA 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano

PROVAS BIMESTRAIS 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano

10 20 32 44

56 67 81 97


ACESSE O SITE

www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das Editoras Ática, Scipione e Saraiva.

• Obra arrojada, que trata de temas contemporâneos e propõe atividades interdisciplinares, proporcionando ao aluno o contato com as diferentes linguagens artísticas, enriquecendo seu olhar e estimulando sua criatividade. • Nesta coleção, cada livro é acompanhado por um CD com músicas e podcasts relacionados à linguagem musical. • Oferece propostas de atividades variadas: desenho, pintura, colagem, fotografia, escultura, filmagem, construção de objetos, de maquetes e de cenários, performances, jogos teatrais, encenações, coreografias, atividades sonoras e de composição.

AUTORES Beá Meira, Sílvia Soter Ricardo Elia, Rafael Presto


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer as características do corpo humano Compreender que todos os saberes estão intimamente conectados Identificar, em legendas de trabalhos artísticos, a técnica, o artista e o ano do trabalho Conhecer artistas que utilizam a interdisciplinaridade em seus trabalhos

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 2

Abertura – Arte e Corpo Capítulo 1 – A Representação do Corpo Os temas que podem ser estudados com base no corpo: • afeto • anatomia • o corpo pensa? • movimento • saúde • esporte • consciência • diferença • o corpo ama? • o som do corpo • gesto • morte • mapa do meu corpo

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Realize um levantamento de ideias sobre limites do corpo e expressão artística, com base na imagem de apresentação de Marcos Abranches.

Livro – Projeto Mosaico

Apresente através dos textos a interdisciplinaridade no trabalho artístico.

Material para desenho: folha A3, lápis 6B e lápis de cor

A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas também para que o professor avalie a sua estratégia

Para realize a atividade “Mapa Modo Meu Corpo” e promova uma conversa com os alunos para que, no final a atividade, funcione como uma apresentação do aluno para o professor.

Avaliar o Mapa do corpo individualmente, para respeitar a exclusividade de cada aluno, oferecendo a oportunidade deles se expressarem de forma mais autêntica A participação nas atividades de produção artística Início da

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

10


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO realização de um portfólio, que será preparado durante todo o ano

Conhecer as diferentes formas como os artistas representam o corpo humano

Capítulo 1 – A Representação do Corpo

Conhecer e refletir sobre as esculturas: Vênus de Willendorf e Espinário

Painel – representação do corpo humano

Perceber e reconhecer matérias utilizadas em diferentes obras de arte Refletir sobre os conhecimentos adquiridos e as produções realizadas Registrar o saber artístico em portfólio

4

Começando por você

Pensando com a história – o belo grego

Peça para que leiam o texto de Ernesto Neto e olhem com atenção o trabalho “Circleprototemple...!”. Divida-os em pequenos grupos para que conversem rapidamente sobre as questões. Cada grupo deve apresentar as suas conclusões. Reserve metade de uma aula na qual os estudantes tenham acesso a computadores para que possam pesquisar mais sobre retrato e autorretrato. Se possível, aproveite para assistir com os alunos ao filme Lixo Extraordinário. Promova um debate para que os alunos se posicionem com relação às questões sugeridas. Procure evitar que um ou dois dominem o debate e estimule os mais calados a expressarem seus pontos de vista.

Hora da troca – retrato e autorretrato Debate – a beleza, o corpo e a arte

Estimule os alunos a pensar sobre a importância de olhar o mundo de forma atenta.

Teoria e técnica – o desenho

Para a atividade “Vamos Sentir o Corpo?”, promova um ambiente adequado, com música e utilização de voz baixa para as instruções.

Textos do livro Mosaico

Apresentação das questões

Material para desenho: Lápis 6B e papel sulfite formato A4

Comentários durante as conversas

Filme Lixo Extraordinário (Reino Unido Brasil, 2010, direção de Lucy Walker)

Portfólio (atividade do ano) Participação nas pesquisas Produção de desenho cego e de observação Prova

Atividades – “Desenho de Modelo” e “Vamos Sentir o Corpo?” Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

11


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

CONTEÚDO

Refletir sobre a utilização do corpo como suporte para diferentes tipos de linguagens

Capítulo 2 – Corpo na Arte

Conhecer e experimentar formas de decorar o corpo Conhecer diferentes autores Trabalhar em grupos e duplas Registrar o saber artístico em portfólio

Nº DE AULAS 4

Começando por Você Painel – O corpo fala Fala o Artista – Sobre o trabalho de Lygia Pape Pensando com a História – Pintura corporal nos povos indígenas

Promova uma conversa para aproximar os alunos dos temas abordados na unidade.

AVALIAÇÃO Participação da leitura de imagens e textos

Após leitura do texto de Hélio Oiticica, assistam a reprodução da cena do filme Trio do embalo maluco e divida a sala em pequenos grupos para que se promova um debate de opiniões.

Vídeos solicitados

Se possível, reserve metade de uma aula ou peça para que os alunos assistam em casa vídeos como Bimi e Corpos pintados na África.

Folha de papel A4

Respostas e participação nas atividades do livro

Converse sobre os conteúdos apresentados nas unidades para que sistematize-se e responda-se às questões.

Tintas pincéis de diferentes espessuras

Para a atividade “Pegadas”, organize a sala e acompanhe a atividade, buscando a reflexão sobre a forma de cada aluno andar.

Debate – Adorno corporal e identidade

RECURSOS Textos e imagens do livro Mosaico

Para pintura corporal, as duplas deverão ser agrupadas por afinidade, escolhendo as pinturas e treinando em papel e no corpo (braço, mão, pernas etc).

Hora da Troca – Pintura corporal e adornos

Teoria e Técnica – Pintura do corpo

ESTRATÉGIAS

Portfólio (atividade do ano)

Um chumaço de algodão ou lenço de papel Papel kraft grande Pano para limpeza

Atividades – Pintura corporal e pegadas

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

12


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer e vivenciar as produções artísticas que envolvam as roupas

Nº DE AULAS

CONTEÚDO Capítulo 3 – A Roupa e a Arte

4

ESTRATÉGIAS Peça para que os alunos leiam o texto de Zuzu Angel e observem com atenção o bordado do vestido branco da estilista. Divida a sala em pequenos grupos para que respondam às questões.

Conhecer a artista Zuzu Angel

Estimule os alunos a pensar na importância da pesquisa e nas ruas, roupas vendidas em lojas e como as pessoas se vestem nas ruas. Depois realize uma conversa a respeito do assunto.

Refletir sobre a roupa e a invenção da área de indumentária

Utilizando as três referências de artistas que aparecem na “Hora da Troca”, realize conversas para construção de um repertório de referências para que os jovens executem a atividade prática.

Explorar a relação entre os objetos de criação dos estilistas e sua identidade

Promova, junto aos alunos, um debate sobre a influência da moda e o conforto, os padrões de beleza e de comportamento da sociedade. Sugestão: realize um editorial de moda “conforto ou elegância”.

Reconhecer as características culturais nas vestimentas e adereços Registrar os projetos e as observações em portfólio

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Textos do livro Mosaico

Exercícios do livro Mosaico

Camiseta e diferentes materiais para customização (manual do professor)

Apresentação de customização e dos adereços para o corpo

Site para pesquisa

Portfólio (atividade do ano)

Prova

Peça para que os alunos tragam uma camiseta e diferentes materiais para realização de uma atividade de customização. Incentive os meninos a participarem da atividade. Os alunos, utilizando materiais reaproveitados, deverão criar enfeites para o corpo. Essa atividade pode ser apresentada apenas como projeto ou como um desfile. Realize pesquisas na internet sobre esses assuntos. O manual do professor apresenta mais atividades complementares (cartela de tendências e origami de estrela).

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

13


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Aproximar os alunos à performance, assim como a dança e o teatro físico às artes do corpo Apresentar artistas que realizem a performance do Brasil e de outros países Relacionar a performance com a vida cotidiana Planejar e realizar uma performance de criação própria Trabalhar em equipe Coletar e selecionar informações em uma pesquisa Produzir uma performance a partir do conhecimento adquirido

Nº DE AULAS

CONTEÚDO Capítulo 4 – A Performance

4

ESTRATÉGIAS Explore com os alunos o relato de Eleonora Fabião que apresenta o processo de criação de uma performance.

Começando por Você

Leitura e interpretação dos textos.

Painel – O que é performance

Após a leitura e os comentários dos três registros audiovisuais apresentados na seção “Hora da Troca”, busque com eles outras experiências de quebra de expectativa e de descoberta do novo em suas vidas.

Fala a Artista – Eleonora Fabião

Promova um debate sobre as atitudes preconceituosas e racistas na seção “Despertar Polêmica”. Atenção a esses assuntos, pois podem gerar uma grande discussão entre o grupo.

Pensando com a História – Corpo, performance e festa

Disponibilize tempo e auxilie os alunos na criação de suas próprias performances. (utilize as explicações do livro e do manual do professor).

Hora da Troca – Ver e entender as performances Debate – Performance, política e diversidade Teoria e Técnica – Performance e relato

Sugestão: realize a atividade complementar “Uma Casa para o Corpo”, na qual os alunos devam criar um objeto que envolva seu corpo. Utilize para isso diferentes materiais.

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Textos do Projeto Mosaico

Realização das atividades do capítulo

Folhas para anotar os projetos

Apresentação das atividades Anotações

TNT, roupas velhas, meias de náilon, malhas, balões de festa etc. (materiais utilizados para o preparo de figurinos para as performances)

Portfólio

Material (cartazes, cenário, roupas etc.), para a apresentação de coreografia dos movimentos corporais

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

14


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Textos do livro Mosaico

Participação nas pesquisas e apresentações

Registrar o saber artístico em portfólio Conhecer distintas danças populares

Capítulo 5 – Danças Populares

Participar de danças populares

Começando por Você

Ler textos sobre danças populares Criar danças por meio de partituras de gestos Praticar a harmonia em conjuntos de harmonização e a improvisação Trabalhar em grupo

Painel – A dança popular no Brasil Fala o Artista – Antônio Nóbrega Pensando com a História – O Bumba meu boi Hora da Troca – Danças e músicas populares no Brasil Debate – Danças urbanas Teoria e Técnica – Partitura de passos e palmas

4

Leia os textos de Nóbrega para que os alunos identifiquem como o artista caracteriza os aspectos semelhantes entre as manifestações culturais espalhadas pelo país. Promova uma discussão sobre a importância das culturas de matrizes africanas e indígenas. Apresente o texto sobre o Bumba meu boi e converse com os alunos sobre as diferenças dessa história. Acesse com os alunos os vídeos indicados no livro, separe a sala em grupos e peça para que escolham uma dança para apresentar aos colegas. Organize, junto aos alunos, um debate sobre as manifestações culturais apresentadas no capítulo.

Roupas para as apresentações de dança Site para visualizar as danças e músicas populares

Exercícios do livro Preparo das danças em grupo Anotações Portfólio Prova

Realize com eles o levantamento de algumas danças e cirandas que possam ser aprendidas e cantadas pelo grupo. Depois divida entre eles os que irão puxar e os que irão apresentar as danças. Estimule os alunos a participarem das danças.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

15


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

CONTEÚDO

Nº DE AULAS

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Atividades – Dançar uma ciranda e entrar na roda para improvisar

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

16


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO Nº DE AULAS

HABILIDADE

CONTEÚDO

Conhecer as danças contemporâneas

Capítulo 6 – Dança Contemporânea

Reconhecer as características de danças contemporâneas, modernas e pós-modernas

Começando por Você

Diferenciar inspiração de plágio Trabalhar em grupo

4

Painel – Dança contemporânea no plural Fala a Artista – Lia Rodrigues

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Peça aos alunos que leiam o texto de Lia Rodrigues e reflitam sobre os processos de criação.

Textos do livro Mosaico

Apresentação das pesquisas

Realize um levantamento sobre os conhecimentos que os alunos possuem em relação ao assunto da unidade.

Pesquisas na internet

Participação nas danças e atividades

Promova, junto aos alunos, um momento para pesquisar vídeos na internet que apresentem as danças e realize uma conversa sobre as diferenças entre as danças contemporâneas, moderna e pós-moderna.

Imagens de danças

Autoavaliação

Utilize os textos e as imagens para reconhecer as características das danças e converse sobre a questão “plágio ou inspiração?”. Peça para os alunos trazerem pesquisas sobre ocorrências de plágios com músicas.

Pensando com a História – A dança pós-moderna norte-americana

Organize pequenos grupos para a realização das atividades do livro.

Hora da Troca Uso de gestos e lugares cotidianos na dança Debate Plágio ou inspiração? Teoria e Técnica – Corpo e espaço

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

17


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Participação nas pesquisas

Separe a sala em grupos para a realização das atividades e posteriormente a apresentação.

Informações da realização dos projetos do livro Mosaico

Para a realização dos projetos, observe as instruções na unidade e no manual do professor.

Textos do livro Mosaico

Atividades – O espaço na dança / Dançar a dois sem se tocar

Realizar pesquisas

Projeto 1 – O corpo

Organizar informações

Projeto 2 – Dança

Trabalhar em grupo Apresentar trabalhos de pesquisa Apresentar dança

4

O Corpo – Pensamento sem fronteiras Projeto de pesquisa – Como organizar o trabalho e os temas para o projeto

Apresente aos alunos as propostas dos projetos (manual do professor).

Pesquisas na internet

Apresentação das pesquisas e dos trabalhos Prova (atividades avaliadas)

Dança – Levantamento de dados e exercícios de observação Experimentar o principio da acumulação Explorar Movimentos

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

18


PROJETO MOSAICO – ARTE 6º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Compor a sequência Ensaiar e organizar a dança no espaço Apresentar a dança

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

19


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer as características da cidade Compreender que todos os saberes estão intimamente conectados

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 2

Abertura A Arte da Cidade Capítulo 1 Paisagem Urbana

Encontro

Compreender que os artistas trabalham com a interdisciplinaridade em seus trabalhos

Mercado

Mobilidade

Poluição Patrimônio Segurança A Cidade Fala Trabalho Consumo Uma cidade de lixo?

Realize um levantamento de ideias sobre conceitos referentes à cidade. Apresente por meio dos textos a interdisciplinaridade no trabalho artístico. Estamos preparando esses alunos para pensar em rede e compreender que todos os saberes estão intimamente conectados.

Os temas que podem ser estudados com base na cidade:

Identificar conceitos relacionados que se referem à cidade

ESTRATÉGIAS

Para realizar a atividade “Mapa Modo meu Corpo”, promova uma conversa com os alunos, para que no final da atividade ela funcione como uma apresentação do aluno para o professor.

RECURSOS Livro: Projeto Mosaico Material para desenho: folha A3, lápis 6B e caneta hidrográfica

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante, não só para acompanhar a aprendizagem mas para que o professor avalie a sua estratégia Avalie o mapa da cidade individualmente, respeitando o individual de cada aluno. Assim, eles sentirão que sua individualidade será respeitada, e poderão se expressar de forma mais autêntica A participação nas atividades de produção artística

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

20


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

Início da realização de um portfólio que será preparado durante todo o ano

Intervenção no espaço Público e Privado Mapa da Minha Cidade

Conhecer as diferentes formas dos artistas representarem a cidade

4

Capítulo 1 Paisagem Urbana Começando por Você

Conhecer e refletir sobre o urbanismo Perceber e reconhecer fotografias e espaços tridimensionais Reconhecer diferenças entre cidades apresentadas em fotos e quadros Refletir sobre o pertencimento de espaço urbano a partir das imagens

Painel: Imagens da Cidade Fala do Artista: Tuca Vieira Pensando com a História: A Cidade e o Urbanismo Hora da troca: Brasília, cidade planejada

AVALIAÇÃO

Peça para que os alunos leiam os textos, a fim de perceber a diferença entre as cidades reais e aquelas apresentadas nos filmes e jogos.

Textos do livro Mosaico

Apresentação das questões

Reserve metade de uma aula na qual os alunos tenham acesso aos computadores e assim possam pesquisar mais sobre as fotografias.

Material para desenho: lápis 6B e papel sulfite formato A4

Comentários durante as conversas

Por meio das leituras e comentários, reforce a ideia de que a atuação e o protagonismo dos jovens e adolescentes têm potenciais para transformar a sociedade e a cidade onde vivem. Comente com os alunos o papel dos artistas nas manifestações de ideias nas representações da cidade. Converse com os alunos sobre o que é planejar uma cidade. Comente sobre as diferenças entre as cidades planejadas e não planejadas. Trabalhe a observação das imagens com os alunos. Promova um debate para que os alunos se posicionem com relação às questões sugeridas: Urbanização, cidades planejadas, participação dos jovens na sociedade e na cidade.

Fotografias, máquinas fotográficas e material para preparar a exposição (folhas e fitas adesivas)

Portfólio (atividade do ano) Participação nas pesquisas Produção da exposição e fotos Prova

Debate: A cidade é Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

21


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

criadas pelos artistas

de todos?

Reconhecer Brasília como uma cidade planejada

Teoria e técnica: A fotografia / Para fotografar

Refletir sobre os conhecimentos adquiridos e as produções realizadas

Atividades: Descrevendo um percurso com fotografia / Exposição de fotos de minha cidade

Registrar o saber artístico em portfólio

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Estimule os alunos a pensar na importância de olhar de forma atenta para o tema: O espaço público pertence a todos? Para a atividade “Descrevendo o Percurso com Fotografias”, promova uma exposição.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

22


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer as características das casas e como elas podem ser

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 4

Capítulo 2 – O Homem e seu Abrigo Começando por Você

Conhecer a arquitetura, as formas, as técnicas e os materiais usados na construção Reconhecer espaços privados no cotidiano Conhecer o trabalho dos arquitetos Shigeru Ban e o brasileiro Oscar Niemeyer

Painel – A arte de morar

ESTRATÉGIAS Realize um levantamento de ideias sobre os conceitos referentes a casa e as construções utilizando a imagem de abertura do capítulo. Apresente através dos textos, a interdisciplinaridade no trabalho artístico, preparando os alunos para “pensarem em rede” e compreenderem que todos os saberes estão intimamente conectados. Ajude os alunos na seção “Painel”, para observarem e identificarem as informações das obras.

Fala o Artista – Shigeru Ban Pensando com a História – A forma na arquitetura Hora da Troca – Como construir uma casa Debate – Um espaço para habitar

Identificar a relação das construções com o meio ambiente

Teoria e Técnica – Arquitetura sustentável

Construir pirâmides com cartolina

Atividades – Construção de

Livro do Projeto Mosaico Câmera fotográfica (fotos das atividades para portfólio)

Fala o Artista: Utilize as informações e as questões do livro do professor para ajudar na conversa sobre as obras e os artistas.

Papel

Hora da Troca Reserve metade de uma aula em que os alunos tenham acesso a computadores para assistir em alguns vídeos: <www.nfbca/film/ how_to_build_an_igloo>.

Transferidor

Converse com os alunos sobre como são suas casas.

Reconhecer a sustentabilidade nas construções

RECURSOS

Monte um painel com as reportagens sobre casas diferentes. Observe se as mesmas casas aparecem em trabalhos diferentes. Teoria e Técnica Construa um sólido com uma rede de triângulos de canudos uma maneira fácil de verificar as relações espaciais e o papel das estruturas leves. A atividade pode ser realizada em duplas. Desenhe a planta de casa, com essa atividade os alunos irão verificar

Lápis 2B

Régua Tesoura de pontas arredondadas

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia A participação nas atividades de produção artística Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro

Cola Fita adesiva

Participação dos grupos de conversa

Cartolina preta Cartolina de diferentes cores

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

23


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Desenhar a planta de casa

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS quantos metros quadrados tem suas próprias casas. Nessa atividade os alunos irão utilizar o conhecimento em geometria. Eles irão manusear o transferidor para que a pirâmide fique bem construída.

pirâmides: a planta de sua casa

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Sulfite A3 Lápis 6B

Leia com os alunos as observações sobre o artista Shigeru Ban. 4

Conhecer a arte que acontece no espaço público: performance, teatro, monumentos, intervenções, apresentações musicais etc.

Capítulo 3 – A Cidade e a Arte Pública

Desenvolver o conceito de arte pública

Fala do Artista – Amir Haddad

Refletir sobre quem paga a arte na cidade Conhecer o texto de Amir Haddad Reconhecer esculturas e monumentos de sua cidade

Começando por Você Painel – Arte pública

Pensando com a História – Pioneiros da arte pública no Brasil Hora da Troca – Cultura musical urbana Debate – Quem paga pela arte na cidade?

Explore com os alunos a arte e sua relação com a cidade. Chame a atenção deles para a arte que acontece no espaço público da cidade.

Textos do livro Mosaico

Apresente, na seção “Painel”, uma série de esculturas e monumentos, de épocas diferentes, instalados em cidades ao redor do mundo. Cite o Olodum como exemplo de movimento artístico que mudou a cidade de Salvador.

Lápis 6B Lápis de cor

Promova uma discussão sobre quem paga pela arte na cidade.

Canetas hidrográficas

Leia para os alunos as observações sobre os artistas e as obras (manual do professor).

Revistas para recortar

Fala o Artista Peça aos alunos que leiam o texto de Amir Haddad e observem a fotografia de uma encenação na Lapa. Divida a sala em pequenos grupos para conversarem sobre as questões e trocarem informações. Para isso, eles podem pesquisar na internet informações em: <www.festivais. org.br/#!calendario-festivais/cw6y>. Depois os grupos irão apresentar rapidamente suas conclusões.

Cola

Promova com os alunos um debate para falar das esculturas e dos

Tesoura

Tesoura ponta arredondada Quatro garrafas PET

A participação nas atividades de produção artística Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa Prova

Discutir a importância Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

24


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE da arte pública em nossa vida Realizar representações tridimensionais Desenhar a praça Produzir esculturas de garrafa PET Refletir sobre os conhecimentos adquiridos e as produções realizadas Registrar o saber artístico em portfólio

Nº DE AULAS

CONTEÚDO Teoria e Técnica – A escultura: esculpindo, modelando e montando Atividades – Imaginando uma praça: escultura de PET

ESTRATÉGIAS monumentos que existem em sua cidade e discuta a importância da arte pública em nossa vida. Hora da Troca Reserve metade de uma aula para ouvir com os alunos as músicas de Olodum, de Chico Science e Nação Zumbi e de Vitor Ramil.

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Fita adesiva de 5 cm de largura, colorida ou preta

Teoria e Técnica Leia com os alunos o texto, tirando dúvidas para uma boa interpretação. Incentive os alunos a realização do trabalho tridimensional, podendo fazer em duplas. Após a execução dos trabalhos tire fotos para uma exposição e para registrar a atividade. Imaginando uma praça Estimule os alunos realizarem um trabalho livre, para isso o local deve ser aconchegante, lúdico, confortável etc. Esculturas com PET Realize essa atividade em grupo. O trabalho colaborativo possibilitará estruturas maiores.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

25


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer e refletir sobre as intervenções urbanas feitas por artistas no mundo e no Brasil Conhecer informações sobre algumas obras e autores Reconhecer características do trabalho de Eduardo Srur Identificar iniciativas artísticas em seu bairro (para o aluno) Debater sobre a importância da arte e para que serve Produzir arte (azulejos) com formas geométricas Produzir cartaz (defesa de uma causa)

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 4

Capítulo 4 – Intervenção Urbana Começando por Você Painel – Arte de intervir na cidade

ESTRATÉGIAS Realize um levantamento de ideias sobre conceitos referentes a casa e as construções, utilizando a imagem de abertura do capítulo. Leia para os alunos as observações feitas sobre os artistas e as obras (manual do professor).

Fala o Artista – Eduardo Srur

Fala o Artista Peça aos alunos que leiam o fragmento do livro Diário de bordo, de Eduardo Srur, e observem a fotografia do evento. Divida a sala em pequenos grupos para uma conversa rápida sobre o texto.

Pensando com a História – Arte para pensar

Hora da Troca Reserve metade de uma aula em que os alunos tenham acesso aos computadores para que assistam ao vídeo de JR.

Hora da Troca – Arte na periferia das cidades

Proponha o debate, buscando alertar aos alunos sobre o potencial transformador da arte na vida das pessoas.

Debate – A arte pode melhorar a vida?

Após a produção dos azulejos, e caso haja um muro na escola, proponha a colagem dos trabalhos para uma exposição. Para a produção do cartaz, os alunos devem usar um papel colorido como fundo. As letras podem ser recortadas de jornais ou desenhadas. Recomende que escolham letras grandes.

Teoria e Técnica – Para fazer uma estampa Atividades – Azulejos de papel e cartaz

RECURSOS Livro do Projeto Mosaico Câmera fotográfica (fotografar os trabalhos para o portfólio) Papel quadriculado Lápis 2B Régua Tesoura de pontas arredondadas Fita adesiva Cartolina de diferentes cores

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia A participação nas atividades de produção artística Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa

Caneta hidrográfica colorida

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

26


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Revistas Jornais Cola Caneta hidrográfica preta e papel A3 Conhecer o hip-hop e seu desdobramento contemporâneo na cultura urbana Identificar os desdobramentos do hip-hop e seus artistas Discutir sobre o grafite e sobre a cultura de periferia

Explore com os alunos a arte e sua relação com a cidade, chamando a atenção deles para a arte que acontece no espaço público da cidade.

Textos do livro Mosaico

Apresente, na seção “Painel”, uma série de esculturas e monumentos de épocas diferentes, instalados nas cidades ao redor do mundo. Cite o Olodum como exemplo de movimento artístico que transformou a cidade de Salvador.

CD

Painel – Os elementos do hip-hop Fala o Artista – Criolo

Promova uma discussão sobre o financiamento da arte na cidade.

Pensando com a História – A arte do grafite

Leia para os alunos as observações sobre os autores (manual do professor).

Capítulo 5 – Hip-hop Começando por Você

Produzir um rap Produzir letras para expressar significados Refletir sobre os

4

Hora da Troca – Para conhecer o grafite Debate – Cultura da

Fala o Artista Peça aos alunos que leiam o texto de Amir Haddad e observem a fotografia de uma encenação na Lapa. Divida a sala em pequenos grupos para que conversem sobre as questões e troquem informações, podendo pesquisar na internet. Informações disponíveis em: <www.festivais.org.br/#!calendario-festivais/cw6y>.

Lápis 2B Canetas hidrográficas pretas de ponta grossa Caneta hidrográfica colorida Papel kraft Cola

A participação nas atividades de produção artística Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa Prova

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

27


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE conhecimentos adquiridos e as produções realizadas Registrar o saber artístico em portfólio

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

periferia

Após isso, os grupos devem apresentar rapidamente suas conclusões.

Teoria e Técnica – Letras e escritas

Promova com os alunos um debate sobre as esculturas e os monumentos que existem em sua cidade e discuta a importância da arte pública em nossa vida.

Com as mãos e com as máquinas Atividades – Rimando os recados Desenhando letras

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Tesoura de pontas arredondadas

Hora da Troca Reserve metade de uma aula para ouvir com os alunos as músicas de Olodum, de Chico Science e Nação Zumbi e de Vitor Ramil. Teoria e Técnica Leia com os alunos o texto, tirando dúvidas para uma boa interpretação. Incentive os alunos a realizarem um trabalho tridimensional, podendo fazer em duplas. Após o término tire fotos para uma exposição e para o registro da atividade. Imaginando uma Praça Estimule os alunos a realizarem um trabalho livre. Para isso o local deve ser aconchegante, lúdico, confortável etc. Esculturas com PET Realize essa atividade em grupo, pois o trabalho colaborativo possibilitará estruturas maiores.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

28


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Refletir sobre filmes apresentados Fazer pequenas tomadas de filmagem Aprender um pouco sobre a produção de cinema Desenvolver ideias para defender opiniões sobre filmes Pesquisar sobre cinema Responder as questões sobre cinema do livro Trabalhar em grupos para responder perguntas e realizar as atividades de produção Conhecer o vocabulário de produção de filmes

Nº DE AULAS

CONTEÚDO Capítulo 6 – A Cidade e o Audiovisual

4

Começando por Você

ESTRATÉGIAS Realize conversas sobre filmes e cinema: tipos de linguagens utilizadas, como o filme é feito etc. Ajude os alunos na filmagem de pequenas tomadas e aprenda um pouco sobre os movimentos. Observe que na seção “Painel” são apresentados seis filmes. Trata-se de uma seleção cuidadosa feita para a faixa etária dos alunos, que abrange assuntos bem diversificados do cinema e se relaciona com outros estudados durante o ano.

Painel – A cidade nas telas Fala o Artista – Jorge Furtado Pensando com a História – A invenção do cinema

Realize uma votação para que os alunos escolham um filme da lista e assistam juntos na escola. Para os demais fica a sugestão de assistirem em casa para que depois realizem um momento de troca de informações em sala.

Hora da Troca – O curta metragem e a cidade

Debate Para a realização do debate é necessário que os alunos tenham assistido ao filme sugerido.

Debate – A favela no cinema brasileiro

Apresente para os alunos a biografia de alguns dos autores apresentados no material do professor.

Teoria e Técnica – Traveling / Panorâmica

Fala o artista É fundamental que os alunos possam assistir juntos ao trecho indicado do filme Meu tio matou um cara (2 min.)

Atividades – Fazendo traveling / Tomada Panorâmica

Comente com os alunos o desenvolvimento da tecnologia necessária para a criação do cinema, sugestione que eles realizem uma pesquisa.

RECURSOS Livro do Projeto Mosaico Câmera fotográfica (fotos das atividades para portfólio) Celular para realizar filmagens Filmes sugeridos no capítulo

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia A participação nas atividades de produção artística Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa Portfólio

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

29


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Textos do livro Mosaico

A participação nas atividades de produção artística

Hora da troca Reserve metade de uma aula em que os alunos tenham acesso a computadores para assistir vídeos e filmes de suas cidades.

Preparar o portfólio

Incentive todos os alunos a participarem do momento de debate. O objetivo do debate é expressar o ponto de vista de uma forma crítica, devendo atentar-se a verdade da história, a forma como ela é contada, a atuação dos atores e o ritmo da narrativa. Para isso, é necessário que os alunos tenham assistido ao filme (leitura no manual do professor, página 234). Atividades Organize com os alunos a realização das atividades de filmagem, os que possuírem maior conhecimento podem editar as imagens, colocar som e organizar o clip. Sempre estimule a troca de informações. Organize os grupos para a atividade de “Tomada Panorâmica, as apresentações e uma avaliação dos alunos para escolher a melhor tomada. Para a realização das questões do livro, organize a sala em duplas ou grupos, como preferir, para que exista a troca das respostas, assim os alunos desenvolvem a organização de ideias.

Identificar as qualidades de uma cidade sustentável Trabalhar em grupo

Caderno de projetos

4

Projeto 1 – A cidade – Pensando Sem Fronteiras e Projeto de Pesquisa

Sugestione terminar o ano com as apresentações dos projetos. Separe a sala em grupos e distribua os dois projetos entre os grupos. Projeto 1 – A cidade

Projeto 2 – Audiovisual

Fotos (para o portfólio)

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

30


PROJETO MOSAICO – ARTE 7º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE de forma produtiva e organizada Filmar cenas para a produção do projeto Reconhecer a importância da edição para arealização de filmes Desenvolver técnicas de filmagem Desenvolver técnicas de pesquisa para a realização de trabalhos

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

Projeto 2 – Audiovisual – A Linguagem Audiovisual: formato e duração

Informações sobre a realização dos projetos – Manual do professor, páginas 238 a 240.

Realizando um curta de ficção – Montando os grupos

Organize os grupos, ajude na distribuição das tarefas e organize o tempo para a realização das tarefas.

Etapas do trabalho: O roteiro, a produção, a filmagem, a edição, a exibição e a postagem

Para a realização dos projetos é interessante a participação de outras matérias (interdisciplinaridade).

Durante as reuniões do grupo em sala de aula, participe observando o desenvolvimento das atividades e ajude nas dificuldades apresentadas. Nesse momento o ideal é realizar algumas anotações como: quem cumpriu com os combinados, quem está realizando o trabalho adequadamente, qual aluno se destacou e acabou como líder do grupo etc. Utilize as anotações realizadas por você, discuta com os alunos os pontos que necessitam melhorar e desenvolva habilidades de trabalho em grupo.

RECURSOS Celular para Filmagens

AVALIAÇÃO Apresentação dos projetos Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa Prova

Registre todas as etapas para o portfólio, que deve ser finalizado.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

31


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer as características do planeta

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 2

Abertura – A arte e o Planeta

Explorar a observação da natureza

Capítulo 1 – A Representação da Natureza

Descrever e retratar os elementos da natureza

Os temas que podem ser estudados com base no planeta:

Conhecer o delicado ecossistema da Amazônia

Natureza

Realizar pinturas, ilustrações científicas e anotações botânicas

Uma chance para a paz Dinheiro Diversidade Rede mundial Migrações População

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

Solicite aos alunos que façam uma lista de conceitos que se refiram ao planeta. Estamos preparando esse adolescente para pensar em rede e compreender que todos os saberes estão relacionados.

Livro do Projeto Mosaico

Apresente por meio dos textos, a interdisciplinaridade no trabalho artístico, após a leitura ajude os alunos a perceber que os artistas estão acostumados a lidar com transdisciplinaridade em seu trabalho.

Material para desenho: folha A3, lápis 6B e lápis de cor

Para realizar a atividade “Mapa do Planeta”, promova uma conversa com os alunos, para que no final da atividade ela funcione como uma apresentação do aluno para o professor.

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante, não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia Avaliar o Mapa do Planeta individualmente para respeitar a particularidade de cada aluno; assim, os alunos poderão se expressar de forma mais autêntica Participação nas atividades de produção artística

Uma só vez Energia

Início da realização de um portfólio, ) Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

32


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO (preparado durante todo o ano)

Consumo Água O fim do mundo? Mapa do Planeta Conhecer as diferentes formas de como os artistas representam o Planeta Explorar a observação da natureza Conhecer como, em diferentes períodos, o ser humano percebeu a natureza segundo diferentes perspectivas Experimentar formas de imaginar, descrever e retratar os elementos naturais Perceber e reconhecer

Reflexão sobre a representação da floresta por um artista indígena contemporâneo.

Textos do livro Mosaico

Apresentação das questões

Começando por você

Realize um levantamento de ideias sobre limites do corpo e expressão artística, com base em imagem de apresentação de Marcos Abranches.

Comentários durante as conversas

Painel: Paisagem Natural

Peça aos alunos que leiam o texto de Sebastião Salgado e observem o desenho, a pintura e a fotografia que representam a paisagem amazônica.

Pensando com a história: Artistas viajantes no Brasil

Divida os estudantes em pequenos grupos para que conversem sobre o ecossistema da região amazônica. Os grupos devem apresentar suas conclusões. Reserve metade de uma aula, na qual os alunos tenham acesso aos computadores e assim possam realizar um levantamento a respeito de um jardim botânico.

Material para desenho: lápis 6B, folha de sulfite A3, papel canson A3. Objetos para arranjos, potes plásticos, guache, pincéis de ponta redonda nº 8 e nº 14 e panos para limpeza

4

Capítulo 1 – A Representação da Natureza

Hora da Troca: Paisagismo

Portfólio (atividade do ano) Participação nas pesquisas Produção das paisagens

Se for possível, visite um parque ou jardim botânico.

Debate: Olhares sobre a Natureza

Prova

Teoria e técnica: Pintura/Luz e sombra

Promova um debate e mostre ao estudante de que modo o olhar europeu influenciou a arte brasileira nos primeiros séculos após a colonização.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

33


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE matérias utilizadas em diferentes obras que representem a natureza

Nº DE AULAS

CONTEÚDO Atividades: Natureza Morta / Desenho e Pintura de Paisagem

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Para que os alunos vivenciem o fenômeno da sombra, divida a sala em grupos de três e leve-os para o pátio num dia de sol. Peça a cada grupo que escolha objetos com formas interessantes e os coloquem sobre uma folha de cartolina branca.

Refletir sobre os conhecimentos adquiridos e as produções realizadas Registrar o saber artístico em portfólio

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

34


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO Nº DE AULAS

HABILIDADE

CONTEÚDO

Trabalhar com o tema “lixo” com design, descarte, reciclagem e reutilização

Capítulo 2 – Objetos Para o Futuro

Identificar esculturas, objetos da cultura popular, artesanato e designers que propõem uma relação consciente com sustentabilidade do planeta

Painel – Reciclar, reutilizar e reduzir o consumo

Conhecer sugestões de arte popular e artistas com obras com essas características Ler texto sobre a artista Rosângela Rennó Pesquisar na internet informações sobre Rosângela Rennó Conhecer o conceito Assemblage

Começando por Você

4

ESTRATÉGIAS Peça aos estudantes que leiam o texto de Rosangela Rennó e observem os objetos propostos por ela. Separe a sala em grupos e sugira uma reflexão sobre as novas tecnologias, a memória e o aumento da vida útil dos objetos de consumo em nossas vidas. Peça para que os alunos pesquisem na internet outros projetos que utilizam a reciclagem.

Fala o Artista – Rosângela Rennó

Se houver possibilidade, visite um museu ou uma oficina de artesanato em sua região.

Pensando com a História – Assembléia e combinações

Promova um debate sobre o consumismo, abordando o comportamento dos adolescentes em todas as classes sociais.

Hora da Troca – Feito no Brasil

Aborde com os alunos o conceito de reciclagem para artesanato ou feita pelas indústrias.

Debate – Consumismo

Observe o consumo em cada família verificando assim o tipo de lixo gerado.

Teoria e Técnica – Reciclagem no artesanato e na indústria

Peça que os alunos separem esse material para a realização da atividade de produção artística com material reciclado.

Atividades – Escultura de sucata / objeto de papel marchê

Para a realização da atividade com papel marchê será necessária atenção aos procedimentos, pois assim o resultado sairá como o esperado.

RECURSOS Livro do Projeto Mosaico Máquina fotográfica (fotos para o portfólio) Objetos variados (sucata já organizada e limpa)

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia Avaliar a participação nas atividades de troca de informações

Arame

Oriente os alunos a criarem objetos interessantes.

Barbante Meio balde grande de papel usado Jornal picado em pedaços de aproximada-mente 2 por 2 cm

A participação nas atividades de produção artística Organização do portfólio Respostas das questões do livro Participação nos debates

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

35


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS Apresente, por meio dos textos, a interdisciplinaridade no trabalho artístico. Após a leitura, ajude os alunos a perceberem o quão, estão os artistas, acostumados a lidar com a transdisciplinaridade em seu trabalho.

Debater sobre consumismo

RECURSOS Um pote grande de cola branca

Conhecer a importância da reciclagem

Um pedaço de filme plástico

Produzir arte com material reciclado

Um objeto para a moldagem

Produzir arte com papel marchê e retratar os elementos da natureza

Tinta acrílica branca e outras duas cores a sua escolha

Trabalhar com a luz, a cor, o som e a música instrumental

Capítulo 3 – Luz e Som

4

Leia para os alunos algumas biografias de autores (manual do professor).

AVALIAÇÃO

Textos do livro Mosaico

Apresentação das questões

Divida a sala em grupos para a realização das questões e a troca de informações.

Máquina fotográfica (fotos para o portfólio

Comentários durante as conversas

Leia o texto que aborda as experiências de Claude Monet e Paul Klee. Há no manual do professor uma atividade complementar para esse assunto (cor e pintura).

Papel cartão A4

Portfólio (atividade do ano)

Tinta guache (amarelo, azul, magenta ou vermelha)

Participação nas atividades

Peça para que eles leiam o texto de Cruz-Diez e observem seus trabalhos. Começando por Você

Identificar a relação que a arte tem com a ciência

Painel – A luz e o som na arte

Trabalhar com a arte musical e a arte visual

Fala o Artista – Carlos Cruz-Diez

Ler textos sobre arte musical e arte visual

Pensando com a História – Açor e a pintura /

Trabalhe com os alunos diferentes experiências sonoras.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

36


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

Ampliar a sensibilidade auditiva

Pesquisadores do som

Solicite uma pesquisa sobre o trabalho de Josef Albers e Luiz Sacilotto, cor e suas relações.

Observar os trabalhos de Carlos Cruz-Diez

Debate – O poder da cor / O som da escola

Promova um debate sobre cores. Mais informações no manual do professor.

Conhecer o trabalho dos artistas Claude Monet e Paul Klee Reconhecer que há muito que estudar sobre cor Produzir um círculo de cores Produzir atividade onde possa conhecer características básicas do som: altura, duração, intensidade e timbre

Hora da Troca – Experiências com a cor / Sons experimentais Teoria e Técnica – Características das cores / Características dos sons

RECURSOS Pincel

AVALIAÇÃO Prova

Papel de seda Copo de água

Trabalhe com os alunos as informações sobre a síntese de cores aditiva e subtrativa.

Potinhos para misturar a tinta

Para trabalhar o texto das características das cores há um CD de áudio que acompanha o livro.

Pano para limpeza

Utilize a produção artística da atividade “Para Ficar: Conceitos de Síntese Subtrativa e a Mistura de Cores”.

Celular para gravar sons

Utilize a atividade de gravação de sons para sensibilizar os alunos quanto a altura, a duração, a intensidade e o timbre.

Atividades – Mistura e círculo das cores / Gravando os sons

A natureza segundo diferentes perspectivas

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

37


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

É fundamental que o CD de áudio faça parte das aulas, pois é necessário ouvir as músicas visando melhorar a compreensão dos conceitos do capítulo.

Músicas

Painel – Música e culturas Fala o Artista – Ravi Shankar

Solicite aos alunos que leiam o texto de Ravi Shankar e conversem sobre as questões. Os grupos devem apresentar as respostas.

Pensando com a História – O chorinho

Se possível, reserve metade da aula para que pesquisem na internet sobre a produção de músicas.

Hora da Troca – A música e seu tempo

No momento do debate incentive aos alunos a emitirem os seus pontos de vista, desenvolvendo assim a fala e a produção oral.

Debate – A beleza das misturas

Caso um ou mais alunos toquem algum instrumento, peça para que traga à sala e ilustre por meio da música as atividades desenvolvidas.

Teoria e Técnica – Elementos da música: ritmo, melodia e harmonia

É fundamental que além de ler os textos e observar as imagens desta unidade os alunos tenham a oportunidade de ouvir as músicas, analisando as diferenças e semelhanças entre elas.

Organização do portfólio

Para a realização da atividade, peça que eles fiquem em pé, dispostos em círculo. Utilize as orientações do manual do professor.

Respostas das questões do livro

Identificar a diversidade musical

Começando por Você

Ler o texto de Ravi Shankar e discutir sobre os limites dos gêneros musicais Conhecer a história de origem do chorinho Realizar produções musicais Visitar o site do Museu Afro Brasil Apresentar opinião sobre a mistura na música

AVALIAÇÃO

Textos do Projeto Mosaico

Capítulo 4 – Música do Mundo

Ler a breve biografia de alguns músicos

RECURSOS

Leia os textos em grupos e discuta as informações para a realização das questões. Essa é uma boa forma de partilhar informações e conhecimentos entre os alunos.

4

Explorar a mistura na arte musical

Ler textos sobre música

ESTRATÉGIAS

Atividades – O ritmo e os sons do corpo/ Identidade

Folhas para registro do portfólio

A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia Avaliar a participação nas atividades de troca de informações Participação nas atividades de produção artística

Participação nos debates

Consumo Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

38


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

Início da realização de um portfólio, (preparado durante o ano)

Produzir sons com partes do corpo Reproduzir músicas

Relacionar o contexto em que vivem os artistas à música que produzem Ler e cantar músicas Reconhecer a importância da tecnologia na nossa forma de produzir e escutar música Debater a relação da música e o idioma que é apresentada

AVALIAÇÃO

4

Capítulo 5 – Palavra Cantada Começando por Você Painel – som e mensagem

Leia para os alunos algumas biografias de autores (manual do professor). Peça para que eles leiam o texto de Luiz Gonzaga sobre o baião e o sertão. Em seguida, solicite que se reúnam em grupos e conversem sobre as informações do artista. Reserve metade da aula para que eles acessem a internet e possam ouvir e assistir exemplos de musicalidade.

Fala o Artista – Luiz Gonzaga Pensando com a História – Microfones Hora da Troca – Canto e performance

Estimule os alunos a mostrarem para a classe os seus talentos artísticos, mostrando vídeos com eles próprios cantando ou apresentando-se para a turma. Promova um debate sobre as emoções que podem ser transportadas através da voz.

Textos do Projeto Mosaico Músicas Folhas para registro do portfólio

Apresentação das questões Comentários durante as conversas Portfólio (atividade do ano) Participação nas atividades Prova

Teoria e Técnica Leia em voz alta os exemplos sugeridos: Timbre, entonação e altura.

Debate – Música e idioma Teoria e Técnica – Características da voz

Separe a sala em duplas e peça que escolham uma música para gravarem um vídeo cantando.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

39


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

CONTEÚDO Atividades – Uma voz para você

Nº DE AULAS

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Estimule os alunos a cantarem músicas de letras já conhecidas e escolhidas por eles. Os coloque sobre uma folha de cartolina branca.

Cantando o cantar

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

40


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Escutar músicas Escutar e encontrar uma música várias vezes, para achar novas interpretações Discutir a importância da música Ler a declaração de Villa-Lobos Pesquisar sobre músicas e instrumentos

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 4

Capítulo 6 – Música Instrumental Começando por Você Painel – Música erudita

ESTRATÉGIAS Peça aos alunos que leiam a declaração de Villa-Lobos e ouçam o Choro nº 3. Solicite que reúnam-se em grupos, conversem sobre as questões do livro e estimule a troca de informações entre os grupos. Leia com os alunos o texto “Pitágoras e a harmonia” e explique a relação entre a matemática e a música.

Fala o Artista – Heitor Villas-Lobos

RECURSOS Livro do Projeto Mosaico Câmera fotográfica (fotos das atividades para portfólio)

Apresente na seção “Pensando com a História” o podcast “Consonância e dissonância” presente no CD. Ouça com os alunos duas notas musicais que, ao soarem juntas, produzam um som consonante e outras duas que produzam um som dissonante.

CD que acompanha o livro

Hora da Troca – Música e orquestra

Hora da troca Reserve metade de uma aula em que os estudantes tenham acesso a computadores para que possam assistir aos vídeos e visitar os sites.

Latas de vidro de vários tamanhos

Debate – O evento musical

Havendo a possibilidade de trazer instrumentos para sala de aula, permita que os alunos toquem algumas músicas.

Corda de violão

Teoria e Técnica – Notas musicais / A escrita musical

Debate Estimule os alunos opinarem em relação às questões sugeridas. Todos devem participar, mesmo os mais tímidos.

Palitos de churrasco

Atividades – Nossa orquestra / Um cartaz para uma orquestra

Teoria e Técnica A audição dos podcasts no momento da leitura dessa seção é muito importante. Os alunos poderão escutar os conceitos estudados.

Pensando com a História – Pitágoras e a harmonia

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia A participação nas atividades de produção artística Respostas das questões do livro

Escutar choros Ler textos sobre música

Participação dos grupos de conversa

Dois pregos Duas baquetas de madeira ou dois lápis

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

41


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS Atividades Estimule a criatividade dos estudantes ouvindo, no CD que a acompanha esse volume, a faixa que traz a música “Japurá River”, exemplo de música que é tocada com instrumentos não convencionais. Explique aos alunos a atividade e estimule-os a realizar as atividades utilizando perguntas: Como representar algo imaterial como a música? Que elementos vão atrair o interesse do público? Que informações precisam estar com maior destaque? Organize com os alunos as informações que serão colocadas no portfólio: fotos, anotações, desenhos, exemplos de música etc.

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Punhado de arroz Panela velha Folha de papel A4 Folha de papel A3 (pode ser papel kraft) Folhas de papel espelho colorido Canetas coloridas grossas

Projeto planeta

Caderno de projetos

Realizar trabalhos em grupo

Projeto 1 – O Planeta

Pesquisar sobre os temas sugeridos

Pensando sem fronteiras, levantamento de

4

Sugestione terminar o ano com as apresentações dos projetos. Separe a sala em alguns grupos e distribua os temas entre eles, deixando outros grupos para o projeto música. Projeto 1 Os temas podem ser trabalhados com a colaboração de outras disciplinas.

Textos do livro Mosaico Fotos (para o portfólio) CD que

A participação nas atividades de produção artística Apresentação dos projetos

Ajude os alunos na organização na distribuição das tarefas. Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

42


PROJETO MOSAICO – ARTE 8º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Envolver outras matérias nesse trabalho Explicações no manual do professor, página 228 Projeto música Aprender a organizar projetos, separar atividades e administrar o tempo para o preparo e apresentação

Nº DE AULAS

CONTEÚDO informações – Como organizar o trabalho e os temas para o projeto Projeto 2 – Música Ensaio e Apresentação de Música de Coral

ESTRATÉGIAS Participe das conversas dos grupos, podendo assim ajudar na organização e realizar a avaliação. Projeto 2 – Música Lembre sempre de compartilhar com a turma a responsabilidade do projeto. Em um coral é fundamental o trabalho coletivo. Incentive-os a participar ativamente, imponha limites quando a turma estiver dispersa. Divida o coro em vozes masculinas e femininas. (Informações nas páginas 227, 228 e 229).

O coral e as técnicas vocais, entendendo as canções, os ensaios e a apresentação para o público

RECURSOS acompanha o livro

AVALIAÇÃO Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa Prova

Preparar um coral

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

43


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO Nº DE AULAS

HABILIDADE

CONTEÚDO

Apresentar a abordagem temática e transdisciplinar do conteúdo da unidade

Abertura – A arte e a ancestralidade Capítulo 1 – Narrativas Visuais

Conhecer e trabalhar com a narrativa visual

Os temas que podem ser estudados com base na arte e na ancestralidade: • passado remoto • tradição • mito • ritos • religiões • identidade • símbolos • história da família • quem conta a história? • etnias • você sabe brincar? • lugares sagrados • culinária • mapa da ancestralidade

Identificar em legendas de trabalhos artísticos a técnica, o artista, o ano do trabalho Conhecer artistas que trabalham com a interdisciplinaridade em seus trabalhos

2

ESTRATÉGIAS Apresentar através dos textos a interdisciplinaridade no trabalho artístico. Para realizar a atividade “Mapa de Ancestralidade” promover uma conversa com os alunos para que no final da atividade esta funcione como uma apresentação do aluno para o professor. Preparar uma síntese junto aos alunos contendo os temas abordados na abertura da unidade.

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Livro – Projeto Mosaico

A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia

Material para desenho: folha A3, lápis 6B e lápis de cor

Avaliar o mapa de ancestralidade, avaliar individualmente para respeitar cada aluno, assim eles sentirão que sua individualidade será respeitada e poderão se expressar de forma mais autêntica A participação nas atividades de produção artística

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

44


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO Início da realização de um portfólio que será preparado durante todo o ano

Conhecer as diferentes formas das narrativas visuais

4

Capítulo 1 – Narrativas Visuais Começando por você

Conhecer e refletir sobre as esculturas: Vênus de Willendorf e Espinário

Painel – Imagens que contam histórias

Peça para que leiam o texto e olhem com atenção às imagens. Divida-os em pequenos grupos para que conversem rapidamente sobre as questões. Cada grupo deve apresentar as suas conclusões.

Textos do livro Mosaico

Apresentação das questões do livro

Trabalhar com a narrativa visual e mostrar como ela foi usada em épocas diferentes, para isso é necessário interpretar e comentar os textos.

Material para desenho: lápis 6B e papel Canson A3

Comentários durante as conversas (debates)

Filme Moça com brinco de pérola (Inglaterra, Lionsgate Films Inc. 2003)

Portfólio (atividade do ano)

Fala o artista Jean-Baptiste Debret

Peça aos alunos que observem a imagem de Debret antes de ler seu texto descritivo. Aqui a proposta é experimentar a complementariedade entre imagem e texto.

Pensando com a história – quadrinhos

Reserve metade de uma aula para que os estudantes tenham acesso a computadores e possam pesquisar mais sobre HQ.

Refletir sobre as linguagens variadas e híbridas

Hora da troca – Personagens inesquecíveis

Promova um debate para que os alunos se posicionem com relação às questões sugeridas. Procure evitar que um ou dois dominem o debate, e estimule os mais calados a expressar seus pontos de vista.

Proporcionar oportunidade de os alunos criarem um personagem

Debate – narrativas cotidianas Teoria e técnica – apresentando a

Estimule os alunos a realizar desenhos e pinturas, mesmo que o trabalho final seja entregue em fotografia.

Perceber e reconhecer matérias utilizadas em diferentes obras de arte

Participação nas pesquisas Produção da história em quadrinhos (personagem) Prova

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

45


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 1º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Refletir sobre os conhecimentos adquiridos e as produções realizadas

CONTEÚDO

Nº DE AULAS

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

construção da HQ Atividades – uma história em quadrinhos/um retrato cotidiano

Registrar o saber artístico em portfólio

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

46


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

CONTEÚDO

Reconhecer e valorizar a diversidade cultural da humanidade

Capítulo 2 – Patrimônio Cultural

Conhecer o conceito de patrimônio material e imaterial Identificar o processo de globalização como ameaça para a cultura das regiões Identificar o patrimônio musical brasileiro: samba, frevo, capoeira e alguns ritmos regionais Realizar pesquisas e debates defendendo as ideias através de argumentos encontrados em pesquisas Ler e conhecer

Nº DE AULAS 4

ESTRATÉGIAS Peça para que leiam o texto e olhem com atenção as imagens. Divida-os em pequenos grupos para que conversem rapidamente sobre as questões. Cada grupo deve apresentar as suas conclusões.

Começando por Você

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Livro do Projeto Mosaico

A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia

Papel kraft de metro (cerca de 40 cm por integrante do grupo)

Painel – Patrimônio material e imaterial

Promova um debate para que os alunos se posicionem em relação às questões sugeridas. Procure evitar que um ou dois dominem o debate e estimule os mais calados a expressarem seus pontos de vista.

Fala o Artista – Metre Jelon

Escolha, no livro do professor, textos para ler aos alunos sobre obras e autores.

Pensando com a História – O samba urbano

Apresente o CD que acompanha o livro e peça para que os alunos escutem com atenção o arranjo da música Batuque na cozinha, de João da Baiana, acompanhando a voz grave de Clementina de Jesus.

Cola

Hora da Troca – Coleções

Se possível, reserve metade da aula em que os alunos tenham acesso a computadores para que consultem as coleções sugeridas.

Caneta hidrográfica preta

Debate – Ritos brasileiros

No momento do debate, siga as instruções do manual do professor “debate página 225”.

Teoria e Técnica – Ritmos brasileiros

Em “Teoria e Técnica”, os alunos devem ouvir no CD duas faixas de músicas sobre o fandango. Analise instrumentos, vozes, arranjo e tudo mais para comentários entre os grupos.

Atividades – Estudo de um patrimônio / Experimentação musical

Desenvolva uma atividade de pesquisa em sua cidade sobre o patrimônio histórico. Procure aguçar a criatividade dos alunos e exercitar a percepção do pulso musical.

Tesoura Apresentação das questões do livro

Lápis Comentários durante as conversas Debates Papéis coloridos e guache ou látex branco e pigmentos de bisnaga

Portfólio (atividade do ano) Participação nas pesquisas

CD que acompanha o livro

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

47


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Pesquisas

músicas e músicos que fazem parte da cultura brasileira

Material para gravação Começando por Você

Registrar o saber artístico em portfólio Reconhecer a herança cultural, da diversidade e do multiculturalismo Identificar a forma como os artistas brasileiros pensaram a cultura indígena, a afrodescendente, a cultura popular local e a cultura de massa no século XX Reconhecer a cultura como algo em constante transformação Reconhecer o movimento

4 Painel – Arte e História

Promova um debate para que os alunos se posicionem em relação às questões sugeridas. Procure evitar que um ou dois dominem o debate e estimule os mais calados a expressarem seus pontos de vista.

Fala o Artista – Gal Costa Pensando com a História – Tropicália

Teoria e Técnica – Arte e memória / Pensar a arte Atividades – Apropriação / Instalação sobre memória / Crítica de

Textos do livro Mosaico Material para gravação dos trabalhos

Apresentação das questões do livro Comentários durante as conversas

Fotografias Escolha, no livro do professor, textos para ler aos alunos sobre obras e autores. Comente sobre a “semana de arte moderna” e seus participantes.

Hora da Troca – Movimentos culturais Debate – Visões da história

Peça para que leiam o texto e olhem com atenção as imagens. Divida-os em pequenos grupos para que conversem rapidamente sobre as questões. Cada grupo deve apresentar as suas conclusões.

Comente com os alunos o movimento Tropicália. Pode sugerir uma pesquisa na internet sobre o assunto. (informações sobre pesquisa no manual do professor). Realize uma roda de conversas sobre recordações, lembranças de sons, imagens, cheiros e gostos, sentimentos dos primeiros anos de vida. Para a realização das atividades, será necessário um trabalho de levantamento. Caso os alunos tenham dificuldade em escolher uma obra ou realizar as pesquisas, será necessário ajudá-lo na organização das informações.

Debates Objetos pequenos Material de escolha dos grupos

Portfólio (atividade do ano) Participação nas pesquisas

Portfólio Produção de histórias em quadrinhos (personagem) A avaliação coletiva

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

48


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 2º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE tropicália e algumas informações sobre a “semana de arte moderna”

CONTEÚDO arte para revista

Nº DE AULAS

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO também é uma atividade interessante, utilizando o roteiro do manual do professor

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

49


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

Livro do Projeto Mosaico

Promova um debate para que os alunos se posicionem em relação às questões sugeridas. Procure evitar que um ou dois dominem o debate e estimule os mais calados a expressarem seus pontos de vista.

Texto de teatro

Painel – Expressões teatrais na história Fala o Artista – A poética de Aristóteles

Escolha, no livro do professor, textos para ler aos alunos, sobre obras e autores.

Pensando com a História – Teatro, a arte do efêmero.

Apresente o trecho da obra Poética, de Aristóteles, que trata da imitação como princípio do aprendizado e garante autonomia ao teatro como pedagogia e imitação das ações da humanidade.

Capítulo 4 – Teatro Através dos Tempos

Explorar os processos de autonomia e afetação da linguagem teatral e seus aspectos ritualísticos ancestrais

Começando por Você

Reconhecer elementos teatrais em um ritual indígena Conhecer o teatro de cunho religioso Preparar material para o portfólio

RECURSOS

Peça para que leiam o texto e olhem com atenção as imagens. Divida-os em pequenos grupos para que conversem rapidamente sobre as questões. Cada grupo deve apresentar as suas conclusões.

4

Conhecer as origens do teatro

Realizar leituras encenadas

ESTRATÉGIAS

Explore diferentes releituras das tragédias gregas. Hora da Troca – Remontagem contemporânea da tragédia grega Debate – Teatro como ferramenta de educação social Teoria e Técnica – Leitura encenada

Material de improviso para apresentação de alegorias

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia Apresentação das questões do livro Comentários durante as conversas

Explore com os alunos o ato de ler uma dramaturgia. Debates Portfólio (atividade do ano) Participação nas pesquisas

Atividades – Teatro: Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

50


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

Nº DE AULAS

CONTEÚDO

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

leitura encenada / Improvisar: alegorias Peça para que leiam o texto e olhem com atenção as imagens. Divida-os em pequenos grupos para que conversem rapidamente sobre as questões. Cada grupo deve apresentar as suas conclusões.

Textos do Projeto Mosaico

Apresentação das questões do livro

Promova um debate para que os alunos se posicionem em relação às questões sugeridas. Procure evitar que um ou dois dominem o debate e estimule os mais calados a expressarem seus pontos de vista.

Portfólio

Painel – Teatro dramático e épico

Comentários durante as conversas

Fala o Artista – Bertolt Brecht

Relacione as formas artísticas com momentos de revolta popular, explorando o Agitprop e o teatro.

Pensando com a História – Do drama burguês ao teatro épico

Aprofunde o debate sobre a relação entre as formas de arte e a política, associando a produção estética ao capitalismo.

Portfólio (atividade do ano)

Discuta com os alunos “Como o mundo está sendo produzido atualmente?”.

Participação nas pesquisas

Os alunos devem fazer um levantamento sobre a relação entre as formas artísticas e momentos de revolta popular, aos acontecimentos muitas vezes negligenciados na história oficial.

Produção de histórias em quadrinhos (personagem)

4

Registrar o saber artístico em portfólio

Capítulo 5 – Arte, Sociedade e Política

Reconhecer o que herdamos das linguagens artísticas de outros tempos

Começando por Você

Identificar por que algumas formas teatrais são preservadas, reproduzidas e relidas, enquanto outras são deixadas de lado Identificar a função essencial na linguagem teatral contemporânea: a figura do(a) encenador(a) Realizar debates de opinião (alguma

Hora da Troca – O teatro revolucionário Debate – Arte e revolução

Texto casa de bonecas para ser representado

Debates

Comente com os alunos as diferentes formas de dirigir uma cena. Teoria e Técnica – A figura do(a) encenador(a)

Prova Para a realização das atividades, organize os ensaios com os alunos.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

51


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 3º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE injustiça que o grupo possa ter passado) Apresentar cenas curtas

CONTEÚDO Atividades – Dramaturgia: casa de bonecas / Teatro épico

Nº DE AULAS

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Prepare o portfólio com fotos, recortes, anotações e comentários dos grupos.

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

52


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE Conhecer o modo de produzir atual do teatro contemporâneo

Nº DE AULAS

CONTEÚDO 4

Capítulo 6 – A Encenação Teatral

Refletir sobre as técnicas específicas da linguagem teatral Realizar um levantamento sobre os grupos teatrais, principalmente os que atuam em sua cidade ou bairro Identificar as funções: sonoplastia, figurinos, adereços e iluminação, para a realização do teatro Realizar atividades em grupo

Realize a leitura dos artistas (manual do professor). Aborde o surgimento da linguagem da encenação teatral.

RECURSOS Livro Mosaico Portfólio

Começando por Você Reconhecer os elementos que compõem o todo da linguagem teatral

ESTRATÉGIAS

Painel – A linguagem da encenação

Fala o Artista Leia o texto ou peça para que os alunos leiam em voz alta, debatendo com eles o conceito de teatralidade que o texto apresenta.

Fala o Artista – Antônio Artaud

Pensando com a História Apresente o elemento da teatralidade, a técnica de fazer teatro. Faça uma retomada do que foi apresentado até o momento, sobre teatro.

Pensando com a História – Técnica e teatro

Hora da troca Apresente para os alunos os textos dessa seção e o principal, buscar o teatro mais.

Hora da Troca – Teatro independente no Brasil

Próximo o possível dos estudantes, provoque-os para que se sintam dispostos a conhecer que tipo de teatro vem sendo feito em sua cidade.

Debate – O espaço da encenação Teoria e Técnica – Elementos da encenação teatral Atividades – Projeto de cenografia e

Debate Exemplifique os diferentes tipos de teatro e promova um debate sobre o assunto (informações no manual do professor, na página 251).

Papel para anotações Maquina fotográfica ou celular para registrar as atividades Vídeos que apresentem imagens de apresentações de peças de teatro

AVALIAÇÃO A avaliação é um recurso importante não só para acompanhar a aprendizagem, mas para que o professor avalie a sua estratégia Participação nas atividades de produção artística Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa

Teoria e Técnica Neste momento o mais importante é associar a ideia de técnica com a prática da investigação: cenografia, adereços, figurinos, sonoplastia e iluminação. Atividades Não deixe a falta de habilidade com desenhos limitar os grupos. Explique que outros recursos podem ser utilizados, como colagens, imagens prontas Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

53


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO Nº DE AULAS

HABILIDADE

CONTEÚDO

Preparar material para o portfólio

figurino / Experimento de sonoplastia e iluminação

Reconhecer a ideia de ancestralidade

Projeto 1 – A Ancestralidade

Realizar trabalhos em grupo

Pensando sem fronteiras, levantamento de informações

Organizar trabalho e tempo Reconhecer a responsabilidade com a elaboração dos trabalhos

Como organizar o trabalho Projeto 2 – A Montagem Teatral Jogos Teatrais e pré-produção Produzindo a montagem

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

etc. (utilize informações das páginas 133 e 134).

4

Sugestione terminar o ano com as apresentações dos projetos. Separe a sala em grupos e distribua os projetos 1 e 2 e os temas. Sugestione, durante o ano, abordar se possível alguns dos temas. Projeto 1 – A Ancestralidade Esse projeto sugere temas ligados à ancestralidade para ser estudados em grupo pelos alunos. Informações página 254 Projeto 2 – Teatro Compartilhe com os alunos a responsabilidade e as dificuldades para a realização desse projeto. Informações nas páginas 254 e 255.

Textos do livro Mosaico Fotos (para o portfólio)

Participação nas atividades de produção artística

Filmagens

Apresentação dos projetos

Material e textos para elaboração dos projetos

Portfólio (preparado durante todo o ano) Respostas das questões do livro Participação dos grupos de conversa

Dramaturgia Prova Texto 1 – Comédia do trabalho, da Cia. do latão Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

54


PROJETO MOSAICO – ARTE 9º ANO | 4º BIMESTRE SUGESTÃO DE PLANO DE AULA POR CAPÍTULO HABILIDADE

CONTEÚDO

Nº DE AULAS

ESTRATÉGIAS

RECURSOS

AVALIAÇÃO

Texto 2 – Romeu e Julieta, de William Shakespeare Texto 3 – A cantora careca, de Eugene Ionesco

Acesse o site www.edocente.somoseducacao.com.br e baixe os planos de aula e provas de todos os bimestres do 6º ao 9º ano das editoras Ática, Scipione e Saraiva.

55


Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 1º bimestre – 6º ano Nome da escola:

Observe a imagem abaixo.

Escreva um parágrafo contendo três informações sobre essa escultura.

possível criar narrativas em redes sociais e de trabalho.

Avatar: personagens disponíveis nas galerias de jogos e aplicativos com os quais é

Atualmente, existe uma representação do ser humano denominada Avatar. O que é um Avatar?

esculturas e grafites.

valor abstrato. O corpo humano aparece representado em pinturas, fotografias, filmes,

ou personagens inspirados em textos literários, podem representar deuses ou um

As figuras humanas criadas pelos artistas podem ser, por exemplo, retratos de pessoas

Ao longo da história, as pessoas sempre se interessaram por representar a figura do corpo humano. Como o corpo humano foi representado durante a história? (Quais as técnicas utilizadas)?

Nome do aluno:

1

2 3

Escultura Vênus de Willendorf: Encontrada na Áustria, feita de pedra calcária, tem 11 centímetros de altura, e suas formas são volumosas e arredondadas e representa características femininas.

56


4 5 6 7

8

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 6º ano

daí, dedicou-se a esse gênero de pintura pelo resto da sua vida.

p. 2

dela e dar-lhe telas e tintas. Frida começou, então, uma série de autorretratos. A partir

em repouso, isolada de seus amigos. Seu pai teve a ideia de colocar um espelho perto

Em consequência de um acidente sofrido na adolescência, foi obrigada a ficar muito tempo

Como essa artista deu início aos seus trabalhos artísticos?

Frida Kahlo (1907-1954).

Neste retrato está representada a mexicana

Quem está representada no autorretrato ao lado?

mostrar características de sua sociedade e época.

autorretrato, esses artistas encontraram uma forma para expressar seus sentimentos e

Retratar a si mesmo constitui o tema central da obra de muitos artistas. Por meio do

Por que os artistas realizam autorretratos. O que eles querem expressar?

artísticas. Di Cavalcanti foi um dos organizadores.

no Teatro Municipal de São Paulo com obras e apresentações de diferentes linguagens

A Semana de Arte Moderna ocorreu em São Paulo, em 1922. Foi um festival organizado

Escreva um parágrafo contando o que foi a Semana de Arte Moderna.

representados por corpos fortes.

A figura humana predomina na obra do artista carioca Di Cavalcanti (1897-1976),

Di Cavalcanti fez parte da Semana de Arte Moderna. O que ele gostava de representar em seus quadros?

57


9 10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 6º ano

Como são realizados os desenhos cegos?

p. 3

Ao praticar o desenho cego, experimentamos desenhar sem olhar para a folha de papel, mantendo a atenção fixa ou na pessoa que está sendo representada. Quando não olhamos para o desenho a mão corre livremente, sem autocrítica. O que foi apresentado neste capítulo a respeito da representação do corpo humano? Descobrimos que o corpo humano pode ser representado de várias formas e utilizando

e outras.

várias técnicas artísticas, como, por exemplo: autorretrato, esculturas, fotografia, pinturas

58


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 2º bimestre – 6º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Xilogravuras: tipo de gravura em que a imagem é escavada em blocos de madeira. Esses

O que são xilogravuras? Como são feitas?

Colares, pinturas, tatuagens, roupas etc.

Que tipos de enfeite corporal as pessoas utilizam? Escreva alguns exemplos

de um grupo de manifestantes.

discreto e passar despercebido, ou, como na imagem, para fazer parte de uma torcida ou

Mesmo quem se veste de maneira simples está comunicando algo, seja para andar

Pintar o corpo e usar adereços, de alguma forma, expressa o que somos e pensamos.

Por que os torcedores pintam o rosto e que mensagens querem mostrar com essa atitude?

Nome do aluno:

1

2 3

blocos são entintados e pressionados sobre as folhas de papel para produzir várias cópias da mesma imagem.

59


4

5

6

7

8

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 6º ano

sintetizador. Esse costume, adotado pelos jovens, é chamado de cosplay.

p. 2

copiam suas vestimentas. Exemplo: fãs da cantora virtual Hatsune Mike, criada por

Alguns grupos buscam incorporar seus personagens e cantores prediletos, e para isso

Atualmente as fantasias estão sendo incorporadas na forma de se vestir de alguns grupos. Explique essa afirmação.

comuns em todo lugar, calça jeans e camiseta, por exemplo.

bubu. Mas com a globalização, há peças do vestuário especifico de um povo que se tornam

vestem sáris, algumas japonesas trajam quimonos e alguns africanos-mulçumanos usam

mulheres se vestem de acordo com as convenções de sua cultura. Assim, algumas indianas

As diferentes culturas apresentam vestimentas diferentes, no mundo todo, homens e

O vestuário é igual em todas as culturas? Use exemplos para responder à questão.

devem ser aplicados nas mucosas e nas pálpebras, pois podem causar alergias e outros males.

tatuar a pele são procedimentos que possuem risco de transmissão viral. Alguns produtos não

tatuagens permanentes e piercings estão proibidos para menores de 18 anos, pois furar e

Qual a mensagem que você quer passar? Se for usar tintas, qual o tipo de material? Aplicar

Quais os cuidados que devemos ter quanto ao uso de adornos corporais? (Escreva três cuidados).

narrativas que sintetizam a visão de mundo desse povo.

Waiâpi do Amapá, é composta por um repertório de desenhos acompanhados de

as etapas de crescimento e dar proteção mágica e religiosa. A arte Kusiewa, dos índios

As mulheres Kayapó, que vivem no Pará, fazem em seus filhos uma pintura para marcar

Escreva dois exemplos, nos quais a pintura é utilizada como representação da cultura de um povo.

mundo natural e do sobrenatural.

situação e se refere à natureza e à forma como uma cultura acredita na organização do

indígenas. Elas exprimem o lugar ocupado pelos indivíduos na sociedade e/ou uma

As pinturas não são apenas ornamentais, mas integram a dinâmica da vida dos grupos

Para os povos indígenas, a pintura de corpos tem uma importância significativa na cultura da comunidade. O que as pinturas representam para esses povos?

60


9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 6º ano

p. 3

Como as roupas eram produzidas antigamente e como são produzidas atualmente? Atualmente boa parte das roupas produzidas baseia-se em moldes de papel, tornando o trabalho mais rápido: o molde serve de base para uma série de peças (industrializadas em grande quantidade). Antigamente era feito um trabalho mais artesanal, cada peça era confeccionada individualmente e ajustada ao corpo, de forma a atender medidas e particularidades da pessoa que iria usá-la. Desenhe uma roupa da qual gostaria de usar em uma festa?

Resposta pessoal.

61


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 3º bimestre – 6º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Algumas danças surgiram como exemplos de resistência do povo africano. Cite duas dessas danças.

instrumentos.

O ritmo é cadenciado, com acompanhamento de canto, percussão e, às vezes, outros

Sugestão de resposta: a ciranda é dançada em roda, com os integrantes de mãos dadas.

Escreva o nome de uma dança popular e explique quais os movimentos realizados.

parte da cultura de uma região.

acontecimentos importantes para a comunidade. Por meio destas é possível representar

Costumamos chamar de danças populares aquelas ocorridas em festas e em outros

Explique o que é dança popular?

principais responsáveis em difundí-la.

Nome: dança do pau das fitas. Chegou ao Brasil por meio dos imigrantes açorianos,

Qual o nome dessa dança popular? Como ela chegou ao Brasil?

Nome do aluno:

1 2 3 4

O jongo, dança de origem africana, permitia que os escravos se comunicassem de forma que os senhores e capatazes não compreendessem aquilo que falavam. A roda de capoeira, desenvolvida no Brasil por escravos africanos. Aparentava-se com um luta.

62


5 6

7

8 9 10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 6º ano

sinuosos no tronco e nos quadris. É muito presente em videoclipes.

Stiletto: Estilo de dança usando calçados altos, caracterizado por seus movimentos

cultura popular do país misturando elementos da música eletrônica e do hip-hop.

p. 2

Kuduro: Gênero de dança e música surgido no ano 1980, na Angola. Busca referência da

formado em Nova York no ano de 1970, onde a dança mais comum era o Break.

Hip-hop: Não é somente a dança, mas é um conjunto de manifestações culturais

Escreva as características das danças:

Resposta pessoal.

Existem danças melhores que outras? Por quê?

movimentos fortes e rápidos.

As danças urbanas envolvem diferentes estilos. Tendo sua origem nos EUA, apresentam

Quais as características das danças urbanas?

representar personagens.

protagonista, os participantes acabam por

representa anualmente um boi como

Por se tratar de uma dança dramática, da qual se

A festa do boi é uma dança que exige competência teatral. Explique essa afirmação.

a produção de adereços e roupas, com a performance teatral entre outros.

e acabam por se modificar com o passar dos anos. Elas se relacionam com a música, com

Sim, as danças populares são manifestações vivas, pois apresentam a cultura de um povo

Podemos dizer que as danças populares são manifestações vivas? Como elas se relacionam com outras criações artísticas?

Misturando elementos indígenas, africanos e europeus.

O Maracatu foi criado nas fazendas de cana-de-açúcar misturando elementos de quais povos?

63


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 4º bimestre – 6º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Esta imagem apresenta um grupo de dança.

Desde o início do século XX vários artistas procuraram ampliar as possibilidades do que

Explique o que é uma dança considerada contemporânea.

danças populares.

brasileira. Os movimentos nas coreografias são muitas vezes vigorosos, como nas

O “Grupo Corpo” tem uma maneira própria de misturar dança contemporânea e cultura

Escreva um parágrafo explicando um pouco das coreografias do grupo.

O nome é “ Grupo Corpo”.

Qual o nome desse grupo?

Nome do aluno:

1 2 3

se entende por dança, criando novas formas de se movimentar e de se expressar usando o corpo. Assim, não se define em técnicas ou movimentos específicos, pois o bailarino ganha autonomia para elaborar suas próprias parturas coreográficas por meio de suas pesquisas criativas e sua relação com o corpo.

64


4

5

6

7

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 6º ano

p. 2

A coreógrafa Lia Rodrigues prepara suas coreografias com a ajuda de seus bailarinos. Como acontece o processo de criação? Os trabalhos de Lia Rodrigues são construídos em colaboração muito estreita com os artistas-bailarinos da companhia. “Eu os provoco e eles me provocam com leituras, conversas, improvisações. A cada vez que começamos um processo de criação lançamos perguntas e problemas. E as nossas experiências vão se organizando em torno disso.”. Qual o limite entre o plágio e a inspiração? Atualmente é comum o uso de procedimentos artísticos que declaradamente aproveitam trechos de obras existentes para construir uma nova obra. No entanto, ainda não há um consenso sobre o limite entre inspiração e plágio. (Utilize respostas adquiridas com as pesquisas dos alunos). A Internet tem grande influência na relação entre o artista e o público. Explique essa afirmação. A internet e as novas tecnologias ampliaram as possibilidades de entrar em contato com outras obras de arte e de usá-las tanto como matéria prima quanto como referência para novas obras. Explique o que quer dizer “remix”. Procedimento que difunde-se amplamente pelo uso de sampler: máquina de edição de som que permite gravar, manipular e combinar ruídos e trechos de músicas.

65


8

9 10

Projeto MOSAICO

Qual a diferença entre artista e público?

Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 6º ano

O artista apresenta a obra e o público aprecia a apresentação.

p. 3

Artista: pessoa que interpreta uma obra musical, teatral, cinematográfica, coreográfica etc. Público (neste contexto): aquele que aprecia a obra artística. (Contemple as respostas adquiridas com as pesquisas e debates em sala). Após as pesquisas, os debates e as apresentações. Diga qual é a sua opinião sobre as danças? Você tem alguma dança preferida? Resposta pessoal. O que você aprendeu desenvolvendo o projeto de dança? Resposta pessoal.

66


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 1º bimestre – 7º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

As cidades se transformam com o passar do tempo. Quais são essas modificações? Por que representar as cidades é um desafio para os artistas?

privados pertencem a indivíduos, instituições ou empresas.

Os espaços públicos são de responsabilidade da sociedade e do Estado, enquanto os

Os espaços das cidades podem ser divididos em privado e público. Explique a diferença entre propriedade privada e propriedade pública.

deslocamento é perder dinheiro em produção.

A mobilidade tem importância na organização de uma cidade. Perder tempo em

ruas e os congestionamentos fazem com que as pessoas passem horas no trânsito.

Toda grande cidade enfrenta problemas de mobilidade. Os carros tomaram conta das

Por que a mobilidade é uma questão importante para uma cidade?

culturais e espaços públicos.

século XX, saíram dos círculos íntimos e são cada vez mais frequentes em bares, centros

Os saraus, comumente realizados entre amigos e familiares nas residências durante o

Sarau é um evento em que as pessoas se reúnem para se expressar artisticamente.

Escreva um parágrafo explicando o que é um sarau.

Nome do aluno:

1

2

3 4

As modificações acontecem por motivos diversos como: prédios antigos são demolidos

paisagem, mas sempre de forma fragmentada.

e vídeos sua visão de como as pessoas e as construções se relacionam para compor a

em toda a sua complexidade. Os artistas registram em desenhos, pinturas, fotografias

configuração. Representar as cidades é um desafio porque não há como representá-la

dando lugar a novas construções, áreas periféricas são loteadas e a paisagem ganha outra

67


5

6 7

Projeto MOSAICO

Observe o quadro e responda:

a) Título da obra: Operários b) Artista: Tarsila do Amaral

Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 7º ano

c) O que a artista representou nesta obra:

p. 2

A artista Tarsila do Amaral associa a paisagem industrial de São Paulo aos retratos de negros, mulatos e imigrantes que nela habitam e trabalham. O shopping center é um espaço privado ou público? Qualquer pessoa pode circular dentro dele? Existem espaços privados de uso público, por exemplo, os shoppings centers, as pessoas podem circular nestes espaços para efetuar compras e usar o lazer disponível nestes locais, mas para isso existem regras. O que as pessoas afirmavam sobre a fotografia quando foi inventada no século XIX? Muitos afirmavam que ela não passava de uma imagem impessoal realizada por uma máquina muito inferior, portanto, a uma pintura que retratasse a mesma imagem.

68


8 9 10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 7º ano

Explique como funciona uma câmara escura que era utilizada para realização de fotografias (utilize informações trabalhadas em sala de aula).

Resposta pessoal (utilizando informações estudadas em sala).

Escreva o que você aprendeu na realização da exposição de fotos da Cidade.

p. 3

das lentes, prestar atenção à luz e ter sensibilidade e ousadia para fazer experiências.

Para tirar boas fotografias é preciso saber manipular a câmera, conhecer o funcionamento

O que é necessário saber para tirar boas fotos?

por meio do qual a luz de um objeto passa invertida, de forma bidimensional e realista.

Trata-se de uma caixa revestida ou pintada de preto por dentro, com um pequeno orifício

69


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 2º bimestre – 7º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

A arquitetura é a arte de construir espaços que servem de abrigo e proporcionam conforto e segurança.

Que povo construiu esse tipo de habitação e quais materiais são utilizados na sua construção?

O projeto é composto de uma série de cabines de fácil construção para serem habitadas.

No que consiste o projeto Ninhos, de Hélio Oiticica?

técnicas da própria região.

Edificação que utiliza materiais (galhos, folhas, palha, ossos, barro e pele de animais) e

As primeiras construções foram feitas com materiais encontrados na própria natureza. Com base nessa afirmação, como se define a arquitetura vernacular?

Nome do aluno:

1 2 3

Construída pelo povo indígena, utilizava caule para o trançado e folhas de palmeira.

70


4 5 6 7 8

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 7º ano

p. 2

Que tipo de material usava o arquiteto Shigeru Ban na construção de abrigos de baixo custo para as vítimas de tragédias mundiais? Ele usava papel e papelão (tubos). O que significa a palavra “iglu”? Que povo o constrói e como é feito?

de origem afro-brasileiro (do povo africano e brasileiro).

Utilizam instrumentos de percussão (tambor, atabaque etc). Seus valores e tradições são

Que tipo de instrumentos utilizam? De onde vêm os valores e as tradições que eles cultivam?

O grupo Olodum é uma organização cultural que fomenta a arte por meio da música. Desde o início de 1980 ocupa o bairro do Pelourinho, em Salvador.

Resposta pessoal.

Em seu bairro há algum evento realizado em espaço público: praça, ruas fechadas etc? Que tipo de evento acontece?

São feitas de garrafas PET, embalagens de suco, de leite e de papelão impermeabilizado.

Para retirar os resíduos de circulação já estão sendo construídas casas ecológicas. Do que são feitas?

de gelo assentados em espiral, formando pequenas cúpulas.

A palavra significa “casa“. Quem o constrói são os esquimós. A moradia é feita com blocos

71


9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 7º ano

p. 3

Essa escultura está localizada na praia do José Menino, em Santos, e foi inaugurada por ocasião das comemorações do centenário da imigração japonesa no Brasil.

De que artista é essa obra? A obra é de Tomie Ohtake. Esse é um conjunto arquitetônico realizado por um dos iniciadores das obras públicas no Brasil. Ele faz parte do Patrimônio Cultural da Humanidade, da Unesco, e está localizado em Minas Gerais. Grande parte dessas esculturas foram feitas em pedra-sabão.

A que artista brasileiro estamos nos referindo? Estamos nos referindo ao Aleijadinho.

72


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 3º bimestre – 7º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

“Esta cidade é minha, esta cidade é nossa!”

Eduardo Srur, artista plástico paulistano, fez uma intervenção, destacada na imagem, no rio Pinheiros

a cidade.

Elas revelam problemas sociais, ambientais e políticos. Estimulam relações afetivas com

Nas intervenções urbanas os artistas dialogam com a população, sem intermédio de governo, museu, galeria ou outras instituições. O que essas intervenções revelam e estimulam?

Nome do aluno:

1 2

Qual a questão ou problema que essa intervenção nos faz pensar? Ela nos faz pensar nas questões ambientais: lixo, poluição e o que podem causar à população.

73


3

4

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 7º ano

p. 2

c) Colagem de retrato em tamanho gigante.

Estas são algumas das intervenções urbanas feitas por diferentes artistas. Numere a imagem de acordo com a técnica artística utilizada em cada uma delas. a) Cartaz tipo lambe-lambe.

( b )

d) Estêncil.

( d )

( a )

Em 2012 foram 30 mil jovens, sendo 77% deles negros.

Produzido para chamar a atenção para os índices alarmantes de assassinato de jovens.

Descreva esse fato.

Essa imagem é a representação de uma performance feita no Largo da Carioca, Rio de Janeiro, por jovens que queriam chamar a atenção para certo fato alarmante.

( c )

b) Mural utilizando máscara de acetato.

74


5

6

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 7º ano

agradáveis, um local de festa.

p. 3

possam interagir e tornar as cidades mais

ser aproveitado por todos. Que as pessoas

com que se pense em algo melhor para

Sugestão de resposta: a intenção é fazer

Lendo o trecho é possível perceber qual a intenção dos artistas com suas intervenções urbanas. Como você explicaria essa intenção?

Essa é a última página do manifesto publicado pelo coletivo Poro, na Revista da Universidade Federal de Minas Gerais (2013).

Vamos falar de hip-hop:

a) Onde surgiu o hip-hop? Surgiu nas comunidades jamaicanas, latinas e afro-americanas. b) Quais são os 4 elementos essenciais que constituem o hip-hop? São: música (do DJ), poesia (do MC – chamada rap), dança (break) e grafite. c) O que significa a sigla DJ e o que ele faz? Quer dizer “disk jockey”. Ele reinventa ritmos a partir da repetição e de trechos de músicas já existentes. Também comanda os bailes interagindo ao vivo com o público. d) O que quer dizer a sigla rap e que tipo de música é? Quer dizer ‘ritmo e poesia’ (rhythm and poetry). Tipo de música que associa discurso rimado/recitado com o som instrumental. e) O que é break? É uma dança de rua que propõe movimentos no chão.

75


7 8

9

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 7º ano

No Brasil o hip-hop é também uma forma de protesto. Onde o hip-hop surgiu no Brasil e qual o tipo de protesto?

p. 4

Ele surgiu em São Paulo como forma de protesto ao preconceito racial, a miséria e a exclusão social. Você já ouviu o rap Não existe amor em SP do paulistano Criolo? Leia um pequeno trecho dele.

Não existe amor em SP Um labirinto místico Onde os grafites gritam Não dá pra descrever Numa linda frase De um postal tão doce Cuidado com doce São Paulo é um buquê... Esse trecho fala de grafite. Abaixo você vê um grafite dos irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, mais conhecidos como OS GEMÊOS.

Escreva com suas palavras o que representa esse grafite. Sugestão de resposta: são pessoas trabalhando e transitando em trens da CPTM. Ao fundo há uma plataforma de embarque e desembarque, também se veem os trilhos.

É usada tinta spray. É feito em muros, postes, alto de prédios etc.

Que tinta é usada pelos grafiteiros e em que local normalmente fazem suas intervenções?

76


10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 7º ano

p. 5

Alguns grafiteiros desenham letras em grande escala, criando uma infinidade de tipos e símbolos derivados de formas arredondadas e geométricas, conforme é possível ver na imagem abaixo.

Escolha uma palavra ou mesmo seu nome e crie o esboço de um grafite.

Resposta pessoal.

77


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 4º bimestre – 7º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Que filme conta a história de um lavrador de Pirenópolis, interior de Goiás, que aposta na vocação musical de seus filhos? É a história da família de uma dupla sertaneja, de qual dupla estamos falando?

parafusos apertando ___________________.

operário dia c) No filme, Carlitos é um ___________________ de fábrica que passa o ___________________

pessoas passando fome.

manifestações nas portas de fábricas, ___________________ trabalhadores e norte-americana: ___________________

Nova York recessão b) Tempos modernos retrata as ruas de ___________________ durante a ___________________

gesto corporal ___________________ e na expressão ___________________.

força a) Por ser um filme mudo, a ___________________ do personagem estava concentrada no

trabalhadores – parafusos – força – Nova York – gesto – recessão – – operário – corporal – manifestações – dia

Complete as lacunas com as palavras abaixo:

No filme mudo Tempos modernos, Charlie Chaplin vive o personagem Carlitos.

Nome do aluno:

1

2

É o filme “Os 2 filhos de Francisco” e a dupla é Zezé de Camargo e Luciano.

78


3

4

5

Projeto MOSAICO

Esta é uma cena de Saneamento básico, o filme (2007), que trata de uma questão importantíssima. O que as pessoas precisam saber sobre saneamento básico? As pessoas necessitam saber o quanto é

Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 7º ano

importante os cuidados e o tratamento da água e do esgoto e o descarte correto do lixo, para que haja menos problemas de saúde.

p. 2

Crie um cartaz ou flyer para incentivar as pessoas de seu bairro a colaborarem com uma campanha em prol da diminuição da quantidade de lixo jogada nas ruas.

Resposta pessoal.

c) Drama

e) Documentário

Numere conforme a categoria do filme: a) Comédia

( d )

f) Ação

( e )

( c )

d) Ficção científica

( f )

b) Suspense

( b )

( a )

79


6 7

8

9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 7º ano

p. 3

Que tipo de tecnologia pode ser utilizada hoje para se fazer um filme? Você costuma utilizá-la? Normalmente o que você filma? Podemos utilizar um celular, uma filmadora, uma câmera fotográfica, tablet, notebook. (O restante é pessoal). Relacione as colunas:

c) Filme de longa-metragem

b) Filme de média-metragem

a) Filme de curta-metragem

( b ) de 15 a 70 minutos

( a ) até 15 minutos

( d ) até 1 minuto

( c ) acima de 70 minutos

Qual o tempo de duração de cada filme?

d) Filme minuto

Personagem

Pimenta biquinho

Storyline

Roteiro

Areia de praia

Ator

Cenário

Piscina de bolinha

Cena

Produtor

Objeto de cena

Diretor

Diálogo

Tapete voador

O que desta lista é necessário ver e pensar para a filmagem de uma novela ou filme?

Equipamento de filmagem

Explique o que é: a) Roteiro Levantamento do tema e do gênero que será escrito ou filmado. b) Cenário O que estará em cena durante todo o trabalho: painéis, objetos, adereços etc. c) Personagem É o papel que cada pessoa deverá encenar. d) Diretor Quem supervisiona e dirige a execução das filmagens. Qual a importância da trilha sonora em um filme? A trilha sonora será responsável por criar suspense, medo, romantismo. Ela cria um ambiente para o filme.

80


Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 1º bimestre – 8º ano Nome da escola: Nome do aluno:

1 Escreva, utilizando informações do livro Mosaico, para dar exemplos de como os artistas representaram: (sugestões de respostas) a) Fim do mundo

uma reflexão sobre o aquecimento global.

grande bola azul segura por vários braços em uma estrutura vermelha, para provocar

Thomas Hirschhorn, na obra "The One World" (2008), representou o planeta como uma

d) Clima

representada de frente e metade pelo verso.

sobre uma tela, usando técnica de serigrafia, oitenta notas de 2 dólares, metade delas

notas de dólar. No trabalho "Oitenta Notas de Dois Dólares" (1962), o artista reproduziu

do dinheiro na sociedade de consumo em uma série de pinturas em que representou

O artista norte-americano Andy Warhol (1928–1987) chamou a atenção para o valor

c) Dinheiro

fotografia de água, formando um tapete ondulado de texturas azuis.

Artes. Sob um deck de madeira, o chão foi forrado com várias reproduções da mesma

O artista carioca Cildo Meireles (1948) apresentou a instalação Marulho na 6ª Bienal de

b) Água

Grande Guerra dos Cogumelos, que aconteceu mil anos antes na terra de Ooo.

Na série Hora de aventura, de 2010, o personagem Finn é o único humano sobrevivente da

81


2

3 4

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 8º ano

p. 2

Observe o quadro e, utilizando informações do livro Mosaico, escreva três informações sobre essa obra.

um dos maiores e mais antigos do mundo.

plantas tropicais e a estética da pintura abstrata. / Os reais Jardins Botânicos de Kew são

Exemplos: Obras de Burle Marx (1909–1994) que projetava jardins, onde misturava as

naturais como plantas, pedras, água e terra.

Paisagismo é a arte de conceber e criar espaços agradáveis ao ar livre, usando elementos

Escreva um parágrafo explicando o que é paisagismo. Cite exemplos:

metais e pedras preciosas.

abusam do brilho e da luz, com a finalidade de reproduzir na pintura materiais como

Alguns artistas usam sombras para criar uma atmosfera misteriosa ou dramática. Outros

Explique a utilização de luz e sombra nos quadros.

atenção do que a própria paisagem.

/ Nesta pintura a linha do horizonte e as manchas de cores e pinceladas chamam mais a

ninfeias, um tipo de planta aquática que Monet cultivava em sua propriedade na França.

Pintor: Claude Monet / Essa obra pertence a uma série de pinturas em que representou as

82


5 6

7 8

Projeto MOSAICO

O que é litografia?

Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 8º ano

Processo de impressão com matriz plana que utiliza pedra calcária como suporte. Quem registrou essa imagem em fotografia?

p. 3

Sebastião Salgado; fotografia em preto e branco, do Parque Nacional Anavilhanas, AM. O que representa essa foto? E o que diz a respeito da Amazônia? A imagem da questão 6 é uma fotografia do Rio Negro entre a cidade de Manaus e a

em registrar e catalogar a natureza exótica que tanto aguçava a curiosidade europeia.

No início do século XVIII, muitas expedições seguiram para a América do Sul interessadas

Por que pintores faziam parte das expedições do século XVIII na América Latina?

de chuva na Amazônia, apresentando a imagem de um enorme Cumulus nimbus.

cidade de Barcelos, no estado do Amazonas, no Brasil. Representa o sistema de formação

83


9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 8º ano

Faça um desenho de uma espécie botânica da sua região.

Resposta pessoal.

Escreva algumas informações sobre o desenho do exercício 9. Resposta pessoal.

p. 4 84


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 2º bimestre – 8º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

O fotógrafo Chris Jordan retratou esse albatroz morto em uma praia.

mais acentuado.

Seu objetivo foi chamar a atenção para a questão do lixo, um problema cada vez

Qual teria sido a intenção do artista em realizar uma obra como essa?

Esta instalação de Gordon Matta-Clark recebeu o nome de “Parede de lixo”.

Nome do aluno:

1

2

Que alerta ele faz com esta fotografia? Ele alerta do perigo de se jogar o material plástico em rios e mares, porque peixes e aves podem ingerí-lo e acabarem morrendo.

85


3

4 5

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 8º ano

b) madeira e plástico

c) tampinhas e lã

p. 2

d) palha e sementes

Una a coluna dos materiais utilizados com a coluna das obras correspondentes:

a) lata e lâmpada

expressão artística autêntica da cultura de um povo.

São consideradas “arte popular”: pinturas, esculturas e objetos que demonstram a

Que manifestações artísticas podem ser consideradas como “arte popular”?

Essa é uma representação bastante conhecida da arte popular.

sustentabilidade. Quanto mais material é reaproveitado, menos lixo é jogado na natureza.

Sugestão de resposta: a preservação dos recursos naturais e as questões de

Qual a importância da reciclagem?

86


6

7

8

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 8º ano

O músico Hermeto Pascoal não utiliza apenas instrumentos convencionais. Observe a imagem abaixo:

Que objeto Hermeto está usando para produzir som? Uma chaleira. Paul Klee fez um estudo sobre as cores, sobrepondo camadas para criar um efeito de claro-escuro. Ao observar essa aquarela do artista, pode-se perceber o efeito? Quais cores e formas geométricas ele utiliza? Sim, é possível perceber o jogo do claro e escuro. Ele utiliza tons de vermelho, laranja, verde, marrom, cinza e branco. Já as formas utilizadas são o quadrado e o retângulo.

p. 3

Julio le Parc explora os diferentes efeitos de luz e o movimento, criando um jogo de luz e sombra bastante interessante. Em sua escola há algum tipo de máquina que produza luz e que possa ser utilizada para criar esse efeito luz e sombra? Qual? Sugestão de resposta: pode existir retroprojetor, projetor, refletor etc.

OBS: Se você nunca fez teatro de sombra, experimente.

87


9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 8º ano

Narcelio Grud é o autor dessa escultura – “Som de um ponto de ônibus”. a) Que materiais foram utilizados pelo artista? Foram utilizados: cano de metal, canos de PVC, peças de plástico e placa de trânsito. b) Você utilizaria esse instrumento? Por quê? Sugestão de resposta: Sim. Pois seria uma forma agradável de aguardar o ônibus. c) O que diferencia esse ponto de ônibus dos demais pontos que você conhece? Observe todos os detalhes. O que diferencia é que na placa não está o sinal de parada de ônibus, no lugar há uma nota musical. Há também o que parece ser um instrumento musical que pode ser tocado por quem estiver no ponto.

p. 4

Luiz Sacilotto deu nome à sua pintura de “concreção”, por criar uma ilusão espacial. Essa é a “Pintura Brasil”.

a) Por que ela teria o nome de “Pintura Brasil”? Porque nela se utilizam as cores que representam o Brasil: verde, amarelo e azul. b) O que nos leva a afirmar que essa pintura cria uma ilusão espacial? A ilusão espacial é criada pela utilização de linhas diagonais e pela gradação entre as cores, dando a impressão de que há sombras.

88


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 3º bimestre – 8º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Fela Kuti utilizou sua música para algo além da diversão e entretenimento. O que ele combateu com suas letras e melodias?

São utilizados: berimbau, agogô, afoxé e atabaque.

Que instrumentos de percussão são utilizados para marcar a força rítmica da música africana?

em relação ao pulso da música.

A dicção enfatiza o som das palavras, cantadas sílaba a sílaba, divididas de forma ousada

c) O que a dicção do cantor de bossa nova enfatiza?

Deve ser cantada baixinho, de forma mais intimista.

b) Para não encobrir o som dos instrumentos, como esse tipo de música deve ser cantada?

São utilizados: violão, baixo, piano, flauta transversal e bateria.

a) Quais tipos de instrumento são utilizados nesse gênero musical?

Tom Jobim e Vinicius de Moraes são nomes que se destacaram na bossa nova. Considerada como a primeira música desse gênero musical, Chega de Saudade foi composta pela dupla de compositores.

Nome do aluno:

1

2 3

Ele combateu o racismo e os abusos do colonialismo britânico.

89


4

5 6

Projeto MOSAICO

b) Violão

( d )

( b )

d) Teclado

Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 8º ano

c) Saxofone

Que instrumentos tocam estes músicos? a) Sitar

( c )

( a )

p. 2

e) Sanfona

( e )

A maioria dos chorinhos são instrumentais. Quais instrumentos normalmente são utilizados pelos conjuntos que produzem esse gênero musical? São utilizados: flauta, violão, cavaquinho, bandolim e pandeiro. Essa é a bateria da escola de samba São Clemente (RJ 2012). Numa escola de samba é possível perceber muito bem que há ritmo, harmonia e melodia.

b) Ritmo

a) Harmonia

( c ) cria-se a partir de uma escala de notas musicais.

( b ) organiza as batidas dentro de um intervalo de tempo.

Relacione a primeira coluna, que contém os elementos de uma música, com a segunda, onde está o seu significado:

c) Melodia

( a ) combinação de notas musicais soando ao mesmo tempo, para produzir acordes.

90


7

8

9

Projeto MOSAICO

ar para fora, produzindo o som.

p. 3

elásticas que vibram quando empurramos o

É produzida pelas cordas vocais: duas fibras

Como é produzida a voz?

Todos os dias ouvimos muitas vozes e todas são bem diferentes porque cada pessoa tem um timbre único.

Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 8º ano

Luiz Gonzaga vestia-se de vaqueiro e suas canções contavam as histórias do nordeste de forma bem humorada e cheia de malícia, com termos característicos dessa região brasileira. a) Que ritmo musical foi tocado e cantado por Gonzaga? O baião. b) A quem Gonzaga homenageava vestindo-se de vaqueiro? Ele homenageava o cangaceiro Lampião,

Era necessário ter uma técnica vocal apurada.

O que era necessário para que isso acontecesse?

Maria Callas é considerada a maior soprano de todos os tempos, vivendo em uma época na qual não havia microfone. Os cantores precisavam sobrepor sua voz ao som de uma orquestra de cem componentes.

por quem tinha grande admiração.

91


10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 8º ano

p. 4

Cartola foi um importante compositor de samba e um dos fundadores da escola de samba Estação Primeira de Mangueira (RJ). Observe o trecho do samba As rosas não falam, de autoria de Cartola.

Bate outra vez Com esperanças o meu coração Pois já vai terminando o verão Enfim Volto ao jardim Com a certeza que devo chorar Pois bem sei que não queres voltar Para mim... a) Que sentimento desperta em você essa letra? Resposta pessoal. b) Sobre o que se fala? Fala da esperança de reencontrar um amor que acabou.

92


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 4º bimestre – 8º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Pertencem a família das cordas.

c) A que família de instrumentos pertencem os semelhantes ao da imagem ao lado?

Juntam-se a ele a viola, o violoncelo e o contrabaixo.

b) Que outros instrumentos se juntam a ele?

É o violino.

a) Que instrumento é esse, fundamental em uma orquestra?

Este é um dos instrumentos que compõem uma orquestra.

Geralmente a orquestra toca música erudita ou clássica.

c) Que gênero musical, geralmente, a orquestra toca?

Definimos como “conjunto de instrumentos tocados para se interpretar uma música”.

b) Nos dias atuais, como definimos orquestra?

Na Grécia significava “lugar para dançar”.

a) O que significava na Grécia a palavra orkhestra?

Essa imagem é da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, que encanta nas grandes salas de concerto ou em espaços públicos ao ar livre.

Nome do aluno:

1

2

93


3

4

5

Projeto MOSAICO

Pensando em uma orquestra, o que é: a) Sinfonia É a música composta para orquestra. b) Concerto

Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 8º ano

É uma composição orquestral que contém solo. c) Sonata É a composição instrumental para um ou poucos instrumentos.

os ouvintes.

p. 2

Não, eles ficam em diferentes níveis de altura, porque assim o som fica equilibrado para

b) Todos os naipes ficam no mesmo nível de altura? Por quê?

Os naipes são: cordas, madeira, metais e percussão.

a) Que naipes existem em uma orquestra?

Este é um esquema da disposição dos músicos, instrumentos e maestro no palco em uma apresentação da orquestra.

São chamadas de “choros”.

b) Que nome receberam suas canções inspiradas em cantos populares?

locais: lundus, cocos, emboladas e maracatus.

Ele enriqueceu seu repertório com ritmos

a) Com que ritmos nordestinos Villa-Lobos enriqueceu o seu repertório?

Heitor Villa-Lobos é o compositor brasileiro de música erudita mais conhecido fora do país. Suas músicas criam um diálogo com as raízes brasileiras e com a tradição da música erudita.

94


6

7

8

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 8º ano

Assinale a alternativa correta, observando a imagem da questão anterior:

) de costas para o maestro (

( ) em forma oval

) em forma retangular

p. 3

b) Os músicos estão posicionados:

( ) na diagonal do maestro

a) Como ficam os músicos: ( ) em forma quadrada

( x ) em semicírculo

(

) um músico de frente para o outro

( x ) de frente para o maestro ( Este é um monocórdio, instrumento de uma corda só. Que instrumento se parece com ele e é mais conhecido pelos brasileiros? O berimbau.

Frédéric Chopin compôs muitas peças para piano, com melodias sentimentais e delicadeza na qualidade musical.

a) Que movimento artístico do século XIX é identificado nas composições de Chopin? É identificado como Romantismo. b) Que matéria-prima musical Chopin utilizou em suas composições? A matéria-prima foram as danças folclóricas do seu país, como a mazurca. c) Cite uma das “armas” empregadas por Chopin nas composições e porquê ele a utilizava? Empregava a “pausa” como arma para acentuar a expectativa do ouvinte e criar suspense.

95


9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 8º ano

Você já ouviu falar em canto gregoriano?

O que é o canto gregoriano?

p. 4

É uma espécie de reza cantada sem o acompanhamento de instrumentos musicais. Esta é uma apresentação de coral ao ar livre.

a) Que elementos são fundamentais para a emissão da voz? São fundamentais a postura e a respiração. b) O que é polifonia? É a sobreposição de melodias e vozes diferentes.

96


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 1º bimestre – 9º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Observe a imagem. A técnica afresco foi utilizada na produção dessa obra. Explique a técnica afresco.

todo o mar mediterrâneo.

gregos retratavam suas aventuras vividas em vasos, nos quais transportavam azeite por

A imagem é capaz de comunicar uma ideia de maneira direta e rápida. Por exemplo, os

Qual a importância das imagens na hora de contar histórias?

imagens em sequência.

aos textos; assim, alguns ilustradores passaram a contar histórias com a ajuda de

A tecnologia que ajudou a indústria gráfica possibilitou o uso de ilustrações junto

Como a tecnologia ajudou a produção de HQ?

Nome do aluno:

1 2 3

Afresco é uma técnica de pintura feita sobre uma base de argamassa ainda molhada. Trabalhar com essa técnica exige do artista que ele seja rápido.

97


4 5

6

7

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 9º ano

Como o artista Jean-Baptiste Debret ajudou na compreensão da formação da nossa sociedade? Em suas obras ele retratava o cotidiano das pessoas da sociedade da época. Qual o nome das HQs em estilo Japonês?

O nome do HQ no estilo japonês é Mangá.

p. 2

Escreva um parágrafo contando o surgimento das histórias em quadrinhos no Brasil? No Brasil, os quadrinhos surgiram em 1905, na revista O Tico-tico, que circulou até o começo da década de 1960. Eram histórias estrangeiras traduzidas e adaptadas por artistas daqui. Os primeiros personagens genuinamente brasileiros foram Reco-Reco e Azeitona, de Luiz de Sá. Faça um desenho representando uma narrativa do cotidiano.

Ilustração livre de escolha do aluno.

98


8

9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 1º bimestre – 9º ano

Escreva características de obras do período Barroco.

p. 3

Barroco é o nome dado a arte que dominou o final de século XVII e a primeira metade do

Resposta individual, mas para a justificativa considerar informações dos estudos desta unidade.

Escreva qual o tipo de história em quadrinhos que você gosta. Explique o motivo de sua escolha.

balão serve para narrar algo que não pode ser dito em forma de diálogo.

4. O formato do balão transmite um significado: sonho, pensamento, fala. O texto fora do

do balão é fundamental, pois marca a sequência que o leitor deve seguir na leitura.

3. O balão é a forma de representar a fala. O texto precisa ser enxuto, sintético. A posição

inteiro e os que podem aparecer cortados é muito importante.

2. O enquadramento é essencial. A escolha dos elementos que entram na cena por

sequência dos eventos.

1. Organizar o tempo para a narrativa visual. A própria ideia de tempo é derivada da

Escreva quatro dicas para a produção de histórias em quadrinhos (apresentação no livro Mosaico de Artes).

passaram a se interessar pelas pessoas comuns (a costureira, o sapateiro e outros).

de igrejas e em projetos urbanísticos exuberantes. No período Barroco os artistas

século XVIII, que consiste em um estilo ornamental utilizado principalmente na decoração

99


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 2º bimestre – 9º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

A valorização do passado é essencial para a construção do futuro, por isso é importantíssima a preservação do patrimônio cultural.

Nome do aluno:

1

a) O que é patrimônio cultural material? Patrimônio cultural material consiste em bens materiais: sítios arqueológicos, conjuntos histórico-urbanos, edificações, objetos de arte, acervos de imagens entre outros objetos portadores de memória. b) O que é patrimônio cultural imaterial? Patrimônio cultural imaterial diz respeito às práticas sociais que se manifestam em saberes, celebrações e formas de expressão vivas (música, dança e culinária). c) Que órgão no Brasil é responsável pela defesa do patrimônio cultural nacional? A responsabilidade é do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). d) Que órgão defende o patrimônio cultural da humanidade em nível mundial? UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

100


2

3

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 9º ano

Samba de roda

Patrimônio material

Pintura rupestre

Patrimônio material

Ruína em São Miguel das Missões

Patrimônio imaterial

Frevo

Classifique como “patrimônio material” ou “patrimônio imaterial”:

Patrimônio imaterial A capoeira é um jogo reconhecido como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO. a) Quem comanda a roda de capoeira? Quem comanda é o mestre e o contramestre. b) Qual é a responsabilidade de quem comanda? A responsabilidade é de ensinar o repertório e manter o código ritual.

p. 2 101


4 5 6

7

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 9º ano

) música (

( ) culinária

) dança (

( x ) panificação

Qual destes elementos não faz parte das tradições de ritos e festas populares? ( ) indumentária ) artesanato

( Quais culturas os ritmos musicais brasileiros reúnem? Eles reúnem elementos da cultura indígena, europeia e africana. O Cururu é um ritmo brasileiro considerado paulista.

a) Que nome tem o instrumento característico desse ritmo e como é construído?

p. 3

O instrumento característico é a viola de cocho, construída, artesanalmente, escavando um tronco de madeira. b) Que outro instrumento é utilizado e de que é feito? Outro instrumento utilizado é o reco-reco, feito de bambu. Esta é uma obra de Tarsila do Amaral, que recebe o nome de “Abaporu”. a) Que origem tem essa palavra e o que ela significa? A palavra é de origem tupi-guarani e significa “homem que come carne humana”. b) O que propunha o “cubismo” na Europa? O cubismo propunha uma representação menos realista das coisas, misturando realidade e imaginação.

102


8

9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 2º bimestre – 9º ano

Essa gravura apresenta uma banda de Pífano.

a) Que instrumentos aparecem nessa gravura? Aparecem: o pífano (instrumento de sopro), o tambor, o pandeiro e o triângulo. b) Esses instrumentos são utilizados por bandas de que região brasileira? São utilizados por bandas da região nordeste (zona rural).

Resposta pessoal.

E você, o que pode trazer do passado para fazer parte de seu futuro?

Foram obrigados a deixar o país: Caetano Veloso, Gilberto Gil entre outros.

b) Que artistas foram obrigados a deixar o Brasil naquela época?

expressão no país pelo AI-5).

p. 4

(nesse mesmo ano o presidente Costa e Silva decretou o fim das liberdades civis e de

O movimento perdeu força com a intensificação do poder repressivo da ditadura.

a) Por que esse movimento perdeu força em 1968?

Tropicália foi um movimento que pretendia renovar o cenário artístico no Brasil por volta de 1967.

103


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 3º bimestre – 9º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

Arte, saúde e religiosidade se misturam nas manifestações teatrais.

Pode-se ver também nas telenovelas (novelas de televisão).

b) Além do cinema e do teatro, em qual outro momento pode-se ver as pessoas interpretando?

não cabendo improvisos.

o público apenas aprecia o que está pronto,

ação ocorre no passado, pois já foi filmada e

possibilidade de improvisos. Já no cinema a

presente, diante do público, havendo a

No teatro a ação se desenvolve no tempo

a) Que diferenças você vê entre a expressão artística do teatro e a do cinema?

O cinema e o teatro têm pontos em comum, mas são expressões artísticas diferentes.

Nome do aluno:

1

2

a) Que aspectos teatrais podemos observar nessa imagem? Podemos observar a dança, as vestimentas, a pintura no corpo, o canto, os objetos que levam nas mãos etc. b) Que motivos levam os povos indígenas a se manifestarem dessa forma? Sugestão de resposta: a boa colheita; o nascimento de um novo membro na tribo; a morte de um curandeiro ou pajé; o pedido de chuva ou sol etc.

104


3

4

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 9º ano

p. 2

Na Grécia realizavam-se ritos festivos com muita música e dança. a) Na época, os temas religiosos foram dando lugar a que outro estilo de interpretação? O que se contava com esse estilo? O estilo que surgiu foi a tragédia, que contava a história dos heróis e ancestrais daquele povo. b) O que era usado pelos atores gregos com uma grande abertura na altura da boca para a projeção da voz? O que retratavam? Eles usavam máscaras que retratavam atributos gerais dos personagens – crueldade, astúcia, sofrimento. Para que a arte teatral seja conhecida há necessidade de registros na forma de pintura, literatura e/ou escultura.

a) Como você explica o registro por meio da “dramaturgia”? É o registro das falas dos personagens e das rubricas, descrevendo o que não faz parte do diálogo: cenário, ação etc. b) Por meio dos diálogos teatrais é possível perceber a intenção do autor e do ator? Como? Sim. É possível perceber a intenção do autor seja na maneira como o texto foi escrito ou nas expressões utilizadas no texto. Já o ator encontra-se na forma de se posicionar ou gesticular em cena.

105


5

6

7

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 9º ano

Os conceitos de “democracia” e “cidade” surgiram na Grécia Antiga.

a) O que é democracia? É uma forma de organização política, na qual os cidadãos participam das decisões.

p. 3

b) Na Idade Média a democracia cedeu lugar a um outro sistema de governo. Qual é esse sistema e no que ele consistia? Dá lugar a teocracia: sistema de governo na qual as ações políticas, jurídicas e econômicas eram submetidas às normas de alguma religião (na época à Igreja Católica).

( c )

b) Teatro moderno

( b )

c) Teatro grego

Enumere, abaixo de cada imagem, qual aspecto teatral está sendo retratado: a) Teatro religioso

( a )

As primeiras manifestações teatrais no Brasil foram de cunho religioso. a) Com que objetivo os jesuítas usavam o teatro? Eles usavam com o objetivo de cristianizar os índios. b) Quais eram as três línguas utilizadas em algumas peças dessa época? Eles utilizavam o português, o espanhol e o tupi.

106


8

9

10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 3º bimestre – 9º ano

Teatro dramático

p. 4

Conta-se a história de um santo e seus milagres.

b) O que se conta nele?

Gênero teatral dramático e narrativo.

a) Que gênero de teatro é esse?

Na época medieval surgem os “milagre”.

Relacione:

Teatro épico Como você explicaria: a) Teatro dramático

Representação, no palco, de algo que parece verdadeiro e real. Um teatro de fortes emoções. b) Teatro épico As ações acontecem na relação histórica e política do personagem. Nunca são fruto do instinto e da emoção.

107


Projeto MOSAICO

Prova Bimestral de

ARTE 4º bimestre – 9º ano Nome da escola:

Data:

Nota/visto:

Versão do professor Nº: Turma:

a) Local da apresentação

c) Iluminação

( a )

( d )

d) Cenário

( b )

( c )

b) Figurino

O que chama mais atenção em cada uma das cenas abaixo?

Apresentado por meio do humor.

c) De que maneira esse tema é apresentado?

Fazem denúncias sociais.

b) Que temas normalmente são abordados?

outros espaços públicos.

A trupe se apresenta na rua, em praças e

a) Em que tipo de local essa trupe realiza seus espetáculos?

O que mais encanta no teatro contemporâneo é a diversidade de formas de se interpretar e os temas abordados. A Trupe “Olho da Rua” se apresenta em espaços bem diferentes.

Nome do aluno:

1

2

108


3

4

5 6

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 9º ano

p. 2

Algumas funções no teatro recebem uma denominação, mas nem sempre foram como usamos atualmente. a) Que nome era dado ao atual “diretor teatral”? Era o “ensaiador”. b) O que é um trabalho de “criação autoral”? É criar um todo coeso com os elementos que compõem o espetáculo de uma maneira própria.

A peça “Vestido de Noiva” foi um marco do teatro moderno. Nela haviam traços do “simbolismo” e assuntos do cotidiano carioca.

Dê as características do “simbolismo”. Suas características são subjetividade e devaneio.

São a postura, o gesto, o olhar e a entonação.

Eugenio Kusnet desenvolveu um método para os intérpretes teatrais que tinham como princípio “todas as ações no palco têm um propósito”. Que ações são essas?

Total escurecimento da sala de espetáculo ou de parte do palco.

Como você explica o blackout no teatro?

109


7

8

9

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 9º ano

p. 3

Em uma peça em que o tema trata de hip-hop, por exemplo, que elementos sonoros são importantes?

Trilhas sonoras, efeitos e músicas tocadas ao vivo.

Drama:

Resposta pessoal.

Comédia:

Desenhe uma máscara para representar:

Resposta pessoal.

a) Comédia (

( a

d ) Lampião e Maria Bonita

c

Relacione o gênero com o título: b) Tragédia (

b ) Romeu e Julieta

) Tiradentes

c) Épico

(

) Os Trapalhões

d) Regionalidade

110


10

Projeto MOSAICO Prova Bimestral de ARTE – 4º bimestre – 9º ano

p. 4

Quem faz parte da produção de uma peça teatral desempenha papel tão importante quanto o autor e os atores.

Qua a função de quem cuida: a) da cenografia Ambienta o desenvolvimento cênico, possibilita ou determina a movimentação do elenco e cuida dos cenários. b) da iluminação Cuida da luz, do posicionamento das mesmas, do blackout, da intensidade da luz etc. c) do figurino Responsável por todas as roupas que serão utilizadas em cena, inclusive dos adereços. d) da sonoplastia Cuida de toda a parte de som que compõe o ambiente ou a cena. Os sons podem ter efeitos sonoros, a cena ou personagem pode ter uma música tema.

111



Caderno mosaico arte