Issuu on Google+

Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Expotec (CEFET – RIO) Data: 21/10/2011 Palestrante: Renata Martuchelli Tavela Mestranda em Literatura Portuguesa – UERJ Aluna da Especialização em Ensino de Línguas Estrangeiras com ênfase em Língua Espanhola – CEFET/RIO Professora de Língua Espanhola em cursos de idiomas Título: E/ELE já "No es lo mismo": exercícios com alguns artigos e canções do cantor e compositor espanhol Alejandro Sanz Resumo: Este trabalho surgiu como complementação a minha pesquisa da Pós- Graduação Lato Sensu em Ensino de Língua Estrangeira (CEFET/RJ), ainda em andamento, em que proponho um enfoque sociocultural através de letras de músicas do cantor e compositor Alejandro Sanz, nas aulas de espanhol como língua estrangeira (doravante E/LE). Para tal intento foi escolhido como público alvo, alunos do ensino médio e superior, e a utilização do gênero canção e do gênero artigo jornalístico nas aulas de E/LE; igualmente propiciando, além de uma discussão sobre questões da contemporaneidade por meio dos dois gêneros, a desmistificação da imagem do artista, mais conhecido por suas canções românticas, porém, que apresenta um lado humanitário, engajado em questões socioculturais. Para validar tal trabalho, recorri a algumas fontes teóricas, como: Simões, Karol e Salomão (2007), e Costa (2003), e a importância de usar o gênero canção no ensino; o professor Abio (2005) e seus estudos sobre a motivação em aula de E/LE; a professora Paraquett (2005) e seus estudos sobre o multiculturalismo. Para uma interpretação mais precisa do material em análise, LaIglesia (2000) e a sua biografia sobre Alejandro Sanz, assim como a coletânea elaborada pelo próprio artista, com músicas, fotografias, ao longo da sua carreira (2009). Assim, apresentarei atividades com alguns de seus artigos, visto que Alejandro Sanz já escreveu artigos “veraneiros” no Jornal El Pais (2009); e algumas de suas canções também de temáticas socioculturais: Ay Haiti, em que participou com demais artistas da América Latina e Espanha, em prol do terremoto que devastou o Haiti, em janeiro de 2010; Volver a Sevilla, e seu diálogo com o Flamenco, através da exaltação da cidade de Sevilla (Andalucia), berço desse cante e baile; Hoy llueve, hoy duele, em que traz uma reflexão sobre a própria vida; e No es lo mismo, uma canção que foi considerada por muitos como de “protesta”, pois uma possível leitura mostra um engajamento político do “eu – poético”. O presente trabalho visa mostrar que se o mundo e a sociedade mudaram, a escola necessita acompanhar essa mudança, essa contemporaneidade, e principalmente as aulas de língua estrangeira, nesse caso, de E/LE, em que se entra em contato mais direto com a heteregoneidade, com a multiplicidade de culturas que há no mundo. Palavra -chave: E/LE, Prática Motivacional, Multiculturalismo. Algunas preguntas clave: O que fez você se inscrever nesta palestra? O que você pensa sobre a música em sala de aula?


Atividades propostas para uma aula de E/LE :  Una mirada sobre la canción “No es lo mismo” de Alejandro Sanz http://piensalobienensino.blogspot.com.br/2011/10/una-mirada-sobre-la-cancion-no-eslo.html  Un recorrido por Sevilla a través de la canción “Volver a Sevilla” de Alejandro Sanz http://www.slideshare.net/RenataMar/expotec-cefet-rio-2011-un-recorrido-por-sevilla9720416  Un poco sobre Haiti http://piensalobienensino.blogspot.com.br/2011/10/un-poco-sobre-haiti.html  Desengañando los dias lloviosos a través de la canción “Hoy llueve,hoy duele” de Alejandro Sanz http://piensalobienensino.blogspot.com.br/2011/10/desenganando-los-dias-lluviosos.html  Una discusión sobre la piratería en Brasil y en España a través del artículo de Alejandro Sanz “Es la dictadura de los señores de la red”. http://piensalobienensino.blogspot.com.br/2011/10/clase-una-discusion-sobre-lapirateria.html  La música de verano en Brasil y en España a través del artículo de Alejandro Sanz “El himno de la flojera”. http://piensalobienensino.blogspot.com.br/2011/10/la-musica-de-verano-en-brasil-yespana.html

Bibliografia básica: ABIO, Gonzalo. “Enseñanza de lengua extranjera y nuevos enfoques motivacionales”. In: FIGUEIREDO, Francisco José Quaresma de. (Org.). Anais do VI Seminário de Línguas Estrangeiras. UFG: Goiânia, CD-ROM, 2006, p. 246 – 257. CANCLINI GARCIA, Néstor. Imaginarios urbanos. Buenos Aires: Serie Universitario, 1997. LAIGLESIA, Juan Carlos. Alejandro Sanz: Por derecho. Plaza Janés, Barcelona: 2000. COSTA, Nelson Barros da. “As letras e a letra: o gênero canção na mídia literária”. In: DIONÍSIO, A. P.; MACHADO, A. R. BEZERRA, M. A. (Org.). Gêneros textuais e Ensino. 2. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003. p. 107-121. PARAQUETT, M. “Multiculturalismo y aprendizaje de lenguas extranjeras”. In: Actas del II Simposio Didáctica de E/LE José Carlos Lisboa. Rio de Janeiro: Instituto Cervantes, 2005. SANZ, Alejandro. Cancionero 40 vueltas al Sol. Cancioneros. Madrid: Ediciones Planeta, 2009, p.126,127,128.


SIMÕES, Darcilia, KAROL, Luiz e SALOMÃO, Any (orgs.). Português se aprende cantando. Edição digital. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2007. Disponível em <www.dialogarts.uerj.br>. Último acesso em: 10 set. 2011. TAVELA MARTUCHELLI, Renata. Blog Piénsalo bien en ELE: http://piensalobienensino.blogspot.com.br/


Palestra - ELE já No es lo mismo exercícios com alguns artigos e canções do Alejandro Sanz