Page 1

Acontece 18 de maio 32º CONGRESSO MINEIRO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA - EMGO 2007 | Nº 02 / SEXTA-FEIRA

Sexualidade de jovens preocupa

Tânia lembra que é uma fase de medo

Falar a mesma língua que o jovem é o grande desafio dos educadores quando o assunto é sexualidade. "A questão da educação deve chegar ao mesmo nível do adolescente, enaltecendo seus valores para que ele assuma uma conduta de cuidado com o corpo, prevenindo-se de uma gravidez indesejada e de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)", destaca a ginecologista Maria Júlia Vieira de Oliveira, que participou ontem do “Fórum Sexualidade do Adolescente para Educadores”. Para Maria Júlia, o mais importante é estabelecer o diálogo entre pais e professores e informá-los sobre os métodos contraceptivos e de prevenção de DSTs. "A adolescência é uma fase muito delicada na vida do jovem. Uma fase cheia de medo, insegurança, curiosidade e angústia que merece uma atenção especial", destaca ainda a ginecologista e obstetra Tânia Mara Giarolla de Matos.

Fórum debate prevenção à mortalidade materna Criar um sistema de informações para levantar as demandas locais e planejar estratégias que evitem o aumento da mortalidade materna em Minas Gerais. Esse foi o principal objetivo do "Fórum Estadual de Prevenção da Morte Materna - Tecendo a Rede em Defesa da Vida", realizado ontem no 32º Congresso Mineiro de Ginecologia e Obstetrícia (EMGO 2007). O secretário de Saúde do Estado, Marcus Pestana, abriu o evento, ressaltando a importância da parceria entre entidades e poder público para construir um sistema de saúde humanizado que atenda toda a sociedade. Na opinião de Pestana, a prevenção deve estar enraizada nas políticas públicas do Estado. "O governo é passageiro, por isso a importância dos comitês, associações e a participação da sociedade", afirma. O secretário destacou que muitos avanços vêm sendo alcançados graças a essas parcerias. De acordo com ele, foram organi-

Pestana fala de avanços da saúde com parcerias

zados 547 comitês de prevenção de mortalidade materna e, entre 2003 e 2006, foram capacitados oito mil profissionais para emergências clínicas e cirúrgicas nas regiões mais pobres.

Irregularidades menstruais A mesa-redonda "Ginecologia Infanto-puberal" lotou a sala Alberto Henrique Rocha ontem, no Expominas. Dentre as discussões, foi destacada a importância de se observar os sintomas apresentados pelas adolescentes, como irregularidades menstruais ou acnes, para tratar diretamente as causas dos problemas. Para a ginecologista Maria Virgínia Marinho, em alguns casos, esses sinais podem estar relacionados à Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) ou á anorexia. "Um dos primeiros sintomas apresentados por uma jovem anoréxica é o distúrbio menstrual, além de falta de apetite e vômito. Por isso, o primeiro profissional que atenderá essa jovem é o ginecologista" afirmou.


Modelo de assistência à mulher Representantes da SOGIMIG estiveram reunidos ontem com Febrasgo, Associação Médica, Secretarias de Estado e Municipal da Saúde, Conselhos Regionais de Psicologia, Medicina e Enfermagem, Abenfo, Ministério Público e Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa do Estado e Câmara Federal para tratar de temas relacionados à defesa e ética profissional. O objetivo foi discutir a responsabilidade e limites de atuação dos profissionais da saúde envolvidos no atendimento multiprofissional da mulher, buscando melhorar o atendimento, bem como a qualidade e as condições de trabalho do ginecologista e obstetra. Ficou claro que a posição da SOGIMIG é favorável às equipes multiprofissionais desde que cada uma assuma o papel para o qual tenha formação adequada e seja responsável pelos seus atos, não ocorren-

Dia 18 de maio / sexta-feira Fórum 5 - Endometriose Horário: 13h30 às 18h Local: Auditório Henrique Machado Horta (Térreo) Proposta: este fórum procura aprofundar a discussão sobre este tema ginecológico que tanto afeta a mulher moderna. Professores locais e de outros estados, com aprovada experiência no dia-a-dia das pacientes, estarão reunidos para fornecer atualização científica do mais alto nível. O médico José Alvimar da SOGIMIG participou do debate sobre ética profissional

do substituição de um profissional por outro não-qualificado. Além disso, a entidade se posicionou no sentido que o local de parto deve ser um ambiente que ofereça segurança para o binômio mãe/feto.

Febrasgo define estratégias

Cláudia representou entidade

Não perca!

Aproveitando o clima do encontro, a diretoria da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) realizou sua reunião periódica para definir ações e estabelecer novas estratégias. De acordo com a ginecologista e obstetra Cláudia Navarro, representante da entidade, foram definidos novos editores para as publicações da federação e também assuntos referentes ao novo portal da Febrasgo, que estará no ar na próxima semana. Além disso, foram discutidos, em assembléia, temas ligados ao próximo Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia, que será realizado em Bonito (MS).

Fórum 6 - Residência Médica Horário: 08h30 às 12h Local: Sala 6 - Manoel Mauro Ladeira (Térreo)

Mesa Redonda Tema: Atualidades em Medicina Fetal Horário: 08h30 às 10h Local: Sala 5 - Darcy Ribeiro (2º PisoTérreo)

Conferência I: "Pitfalls of Ultrasound for the Obstetrician" Presidente: Marcos Murili de Lima Faria Conferencista: Professor Philipe Jeanty

Fórum promove intercâmbio entre diretorias regionais Com o objetivo de levantar as demandas específicas de cada região e estabelecer um planejamento de ações para os próximos dois anos, a SOGIMIG realizou, ontem, o “Fórum Diretorias Regionais SOGIMIG". Durante o encontro, foram abordados os três vértices prioritários dessa gestão: atenção especial ao associado quite e atuante; ações que visem a defesa da especialidade e que melhorem as condições de trabalho dos ginecologistas e obstetras; e ações comunitárias que repercutam sobre a responsabilidade social da entidade. A proposta da SOGIMIG é promover a difusão de informações para facilitar o acesso ao conhecimento em todas as regiões. Para isso, a entidade pretende realizar eventos localizados, focados na realidade de cada um.

Marcelo Lopes Cançado participou de discussão sobre planejamento das regionais

Expediente 32º Congresso Mineiro de Ginecologia e Obstetrícia - 2007 - Expominas - Belo Horizonte / Minas Gerais  Projeto Editorial e Produção: Link Comunicação: 31) 2126-8080  Projeto Gráfico e Diagramação: Danielle Marcussi  Jornalista Responsável: Cristina Fonseca  Redação: Sarah Torres e Eulene Hemétrio  Trainee: Liliane Vieira  Fotografia: André Schirm e Carol Reis  Fotolito e Impressão: Pampulha Editora  Tiragem: 1.500 exemplares

Informativo Congresso Mineiro 2007  

18 de maio - SEXTA-FEIRA

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you