Page 1

Jornal da

SOGIBA

Impresso Especial Nº 9912260030/DR/BA

SOGIBA

CORREIOS

Associação de Obstetrícia e Ginecologia da Bahia

http://runrun.es/wp-content/uploads/2012/12/fertilidad.jpg

Ano 20 – no 121 – março de 2017

E

m nossa edição que homenageia a Mulher, levamos a vocês, leitores, interessantes textos sobre infertilidade, eventos, atividades promovidas pela Sogiba, além de dicas de filmes e viagens. Não perca!


Editorial

Expediente SOGIBA - ASSOCIAÇÃO DE OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA DA BAHIA Av. ACM, 2.487, Edf. Fernandez Plaza, S/2304, CEP 40280-000 Salvador - Bahia Telefax: (71) 3351-5907 – E-mail: sogiba@sogiba.com.br - site: www.sogiba.com.br DIRETORIA DA SOGIBA – Triênio 2015-2017 Presidente: Carlos Augusto Pires Costa Lino Vice-presidente: Clodoaldo Cadete Fernandes Costa Secretário Geral: Tatiana Magalhães Aguiar Primeira Secretária: Mara Valéria Pereira Mendes Tesoureiro: Dina Rita Perez Cervino Diretora Científica: Márcia Sacramento Cunha Machado Diretora Cultural: Márcia Maria Pedreira da Silveira Diretora de Divulgação: Carla Kruschewsky Sarno

Caro associado, A infertilidade atinge um em cada seis casais e as causas podem ter origem no homem ou na mulher em igual proporção. Fumar, consumo de álcool e drogas, além da obesidade, são alguns dos fatores que podem influenciar na fertilidade do casal. Nós preparamos uma reportagem especial sobre a infertilidade, as causas, os tratamentos e as novidades do meio. Falaremos sobre as principais causas de infertilidade feminina, que estão relacionadas com a ovulação e aos fatores tubários. Já a masculina, por ter um aparelho reprodutor mais simples, as causas normalmente são associadas à qualidade dos espermatozoides, como sua morfologia, quantidade e mobilidade. Nesta edição de n° 121, também trazemos um texto que fala sobre as novidades na Sogiba, entre elas um espaço reservado em nosso site especialmente para notícias sobre Mortalidade Materna. Além disso, você confere dicas de filmes para assistir acompanhados de uma boa pipoca, ideias de lugares especiais para serem visitados no outono, entre outras. Concebemos este jornal como uma homenagem às mulheres em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Aproveite!

Carlos Lino Presidente da Sogiba

2

COMISSÃO CIENTÍFICA - Presidente: Denise dos Santos Barata; Membros: Antonio Carlos Vieira Lopes; Cláudia Margareth Smith; Joaquim Roberto Costa Lopes; Hilton Pina COMISSÃO DE ÉTICA E DEFESA PROFISSIONAL - Presidente: Caio Nogueira Lessa; Membros: José Carlos de Jesus Gaspar; D’Cerqueira Lyrio; Ilmar Cabral de Oliveira; Luiz Carlos Calmon Teixeira Filho COMISSÃO DE ENSINO E RESIDÊNCIA MÉDICA - Presidente: Renata Lopes Brito; Membros: Adenilda Lima Lopes Martins; Amado Nizarala de Ávila; Sylvia Vianna Pereira Aragão; Fábio Agnelo Vieira Miranda Rios COMISSÃO DE EVENTOS - Presidente: Maria José Andrade Carvalho; Membros: Maria das Graças de Mello Cunha; Margarida Silva Nascimento; Valdeci Lima Maldonado; Altacir Rebouças Campos D Oliveira– Comitês: Medicina Fetal: Luiz Eduardo Machado; Mastologia: Augusto Tufi Hassan; Ultra--sonografia: Kleber Chagas CONSELHO FISCAL - Maria da Conceição Farani de Santana; Licia de Fatima de Amorim Simões; Karen dos Santos Abbehusen Dorea; Suplente: Ana Maria de Souza Terencio Conselho Superior - Ana Luiza Moura Fontes, Antonio Carlos Vieira Lopes, Gabriel Bittencourt Correia, Hilton Pina, James José de Carvalho Cadidé, Jorge Luiz Sapucaia Calabrich, José de Souza Costa, Luiz Eduardo Machado, Nilma Antas Neves, Pedro Paulo Bastos Filho REGIONAIS DA SOGIBA Regional Sertão – Feira de Santana Presidente: Dr. Francisco Mota Regional Sul – Itabuna/Ilhéus Presidente: DR. Viriato Luiza Corrêa Neto Vice–Presidente: Antonio Augusto Monteiro Primeira Secretária: Dóris Marta Vilas Boas L. Reis Tesoureiro: Jose Slaib Filho COMISSÃO CIENTÍFICA - Karen Freire, Eduardo Leahy e Ernesto Silveira Regional Sudeste – Vitória da Conquista Presidente: Dr. Absolon Duque dos Santos Regional Nordeste – Paulo Afonso Representante: Francisco Pereira de Assis Regional Oeste – Barreiras Representante: Peres Embiruçu Barreto Junior Regional Chapada – Jacobina Representante: Cilmara Melo Nunes de Souza Regional Recôncavo – Santo Antonio de Jesus Representante: Luiz Christian Darwim Ferraz Souto JORNAL DA SOGIBA Maria del Carmen González Azevêdo DRT-BA 3335 Editoração e Arte - Bárbara Almeida - (71) 99983 1578 Impressão - GENSA Gráfica (71) 3503-3555 vendas@gensagrafica.com.br


“Morre lentamente quem não viaja, quem não lê,

Poesia

Quando chegar Martha Medeiros

quem não ouve música e quem não acha graça de si mesmo.

[A Morte Devagar - Non-Stop, Crônicas do Cotidiano] Martha Medeiros http://kdfrases.com/autor/martha-medeiros

Quando chegar aos 30 serei uma mulher de verdade nem Amélia nem ninguém um belo futuro pela frente e um pouco mais de calma talvez e quando chegar aos 50 serei livre, linda e forte terei gente boa ao lado saberei um pouco mais do amor e da vida quem sabe e quando chegar aos 90 já sem força, sem futuro, sem idade vou fazer uma festa de prazer convidar todos que amei registrar tudo que sei e morrer de saudade.

Sumário Da Licença Maternidade.........................................................................................................................4 Infertilidade: Causas, tratamentos e novidades...................................................................................6 Dicas de viajem ........................................................................................................................................8 Notícias da Sogiba.................................................................................................................................11 Atividades Científicas da SOGIBA do 1º semestre de 2017 ................................................................12

3


Artigo

Da Licença Maternidade

Dr. Jorge Calabrich Advogado especialista em Direito Médico Médico, Professor Adjunto IV, aposentado da Universidade Federal da Bahia Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde – PpGMS – da UFBa. Presidente da SOGIBA 2003/2005

A

prática obstétrica é a mais atingida sempre que há dúvidas infundadas pelo paciente, ou que ele este entenda ser obrigação do médico esta ou aquela solução, cabendo aos seus operadores atuar com cautela de sorte proteger a si mesmos, fugindo das armadilhas que os exponham a críticas ou demandas na esfera ética administrativa, civil ou mesmo a penal. Aí vem a licença-maternidade, que na verdade se chama salário-maternidade, um benefício de caráter previdenciário introduzido pela CF de 1998 (art.7º, XVIII), consistindo em conceder à mulher uma licença remunerada do seu trabalho por 120 dias, (não são 4 meses), considerando-se como fato gerador o parto, inclusive do natimorto, a adoção ou a guarda judicial para fins de adoção, computada como tempo de serviço para efeito de férias, 13º salário, FGTS, aposentadoria, bem como percepção de vantagens à sua categoria para todos os efeitos legais. Cabe ao médico saber, que pela nossa legislação conforme explicitado no parágrafo 1º do art. 392, da CLT, existir uma obrigação da gestante em comunicar ao seu empregador a possível data do inicio do afastamento do emprego, que poderá ocorrer entre o 28º (vigésimo oitavo) dia antes do parto e a ocorrência deste. O obstetra deve fornecer as informações a cerca da situação gestacional por volta da 36ª semana, sendo assim, qualquer atestado médico fornecido para justificar e abonar faltas após este período gestacional é irregular, podendo até mesmo ser incluído na qualificação de atestado falso.

4

No entanto a lei permite, caso o médico que acomGinecologia - 1º lugar panha a gestante entenda necessário, e somente

por doença, estender o prazo de 120 dias em até 02 semanas antes ou 02 semanas depois do parto. Em nossa realidade, tornou-se praxe generalizada, postergar o gozo do benefício para depois do parto, cabendo, entretanto, à mulher, escolher sair antes ou depois mas tendo sempre que comunicar ao empregador. Também é comum pacientes pedindo aos médicos licença de duas semanas imediatamente após o término da “licença-maternidade”, para que este indique a necessidade da mãe continuar amamentando a criança. Trata-se de prática que, de tão disseminada, que se tornou conhecida como “licença-amamentação”, ocorre, porém, que o atestado fornecido não se destina a amamentação da criança mas a situações excepcionais de risco de vida da criança ou da mãe. Para a amamentação, a Consolidação das Leis do Trabalho garantiu a empregada o direito a dois intervalos especiais, de meia hora cada um, durante a jornada de trabalho para amamentar o filho até que este complete 06 (seis) meses de idade. Logo, o empregador não está obrigado a aceitar um atestado de “aleitamento”, somente em havendo informação de doença do filho, ou da mãe, que exija o afastamento do trabalho detalhando-se os motivos médicos. Para um afastamento de 180 dias, ou seja, uma prorrogação de 60 dias após a licença maternidade de 120 dias exige-se que a empresa esteja cadastrada no Programa Empresa Cidadã com base na Lei 11.770/2008, ou estiver previsto na convenção coletiva da categoria da qual é parte, bem como por vontade própria do empregador e cons-


Licença paternidade

tar do regulamento interno da empresa. Por obvio, a gestante que tiver parto prematuro terá direito ao mesmo período de licença de 120 dias, apenas não há como se fazer a comunicação prévia. Em caso de aborto não criminoso, comprovado por meio de atestado médico, é garantido à paciente um repouso remunerado de 02 semanas.

É uma autorização legal para ausência do empregado ao serviço por ocasião do nascimento do filho por 05 (cinco) dias, a sua contagem inicia-se a partir da data em que ocorreu o parto, sendo suficiente o atestado da maternidade onde ocorreu o nascimento. Jorge Calabrich Advogado/Médico OAB: 32.889 calabrich@uniaodeadvogados.adv.br

Voltando a falar sobre Sífilis... Autora: Jacielma de Oliveira Freire Infectologista- SESAB- HGRS; EBSERH- MCO- UFBA Formação: Residência Médica em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela UFBA, MBA em Gestão e Controle de Infecção Hospitalar pelo INESP

A

sífilis é uma doença infecto contagiosa de caráter sistêmico de extrema importância para a saúde pública, pois quando não diagnosticada e tratada pode originar sequelas irreversíveis, predispor a infecção pelo HIV e, em gestantes, ser transmitida ao feto por via vertical, acarretando em sífilis congênita. Caracterizada por ocorrer com períodos de atividade intercalados por períodos de latência, pode em alguns momentos não ser percebida, já que nos períodos de latência ocorre de maneira assintomática. Nos casos de pacientes portadores de co-infecção HIV/ Sífilis as duas infecções evoluem de maneira mais rápida, podendo nos casos de sífilis haver envolvimento antecipado e Sistema Nervoso Central. Nesses casos, o paciente portador de HIV com diagnóstico de sífilis deve realizar o estudo do Líquor Cefalorraquidiano (LCR) para afastar esse comprometimento. A sífilis congênita por sua vez, é responsável por altas taxas de morbidade e mortalidade. Abortamento, óbito fetal e morte neonatal podem chegar 40% nessa situação. A via de transmissão predominante do Treponema pallidum é a sexual, sendo transmitido também pela placenta durante a gestação e pelo contato direto do neonato com as lesões genitais (essa forma menos frequente). Fora do organismo, a bactéria sobrevive por pouco tempo, o que dificulta o contágio indireto. No caso de transfusão sanguínea, dificilmente ocorrerá transmissão, devido a rigorosa triagem infecciosa para esse procedimento. Entretanto embora rara, possa ocorrer. Conforme dados recentemente publicados pelo Ministério da Saúde, 9 em cada 10 jovens

de 15 a 19 anos sabem que o uso do preservativo é o melhor método de prevenção para o HIV, embora 6 em cada 10 não tenham usado o preservativo em alguma relação sexual no último ano. Dessa forma a exposição desprotegida vem contribuindo com o aumento não só da sífilis como também de outras DST. Outra situação que pode ter contribuído com o aumento da ocorrência de sífilis, foi a dificuldade de disponibilização da Penicilina Benzatina no mercado, verificada desde meados de 2014. Sabemos que a Penicilina é a primeira escolha para o tratamento da sífilis, sendo a única comprovadamente eficaz para a prevenção da transmissão vertical. O longo período de distribuição irregular motivou o Ministério Público Federal (MPF) a apurar nacionalmente os motivos da escassez do medicamento. De acordo com o boletim epidemiológico de Ministério da Saúde, a ocorrência de sífilis aumentou em 13 de 14 estados brasileiros, sendo verificado um aumento de 603% entre 2007 e 2013. No caso de gestantes com sífilis, de 2005 a 2013, o número de diagnóstico passou de 1863 para 21382 conferindo um aumento de mais de 1000%. O impacto na ocorrência de sífilis congênita foi um acréscimo de 135% nesse período (de 5832 para 13705 casos). Diante da situação visualizada é necessário estimular o uso do preservativo e assegurar o tratamento eficaz quando diagnosticada a doença. Da mesma forma, é fundamental rastrear os casos assintomáticos, entendendo que a sífilis é um sério problema de saúde pública com danos muitas vezes irreversíveis para a sociedade.

5


Reportagem

Infertilidade: Causas, tratamentos e novidades que mesmo pessoas férteis podem chegar a levar um ano para engravidar naturalmente. Mulheres com mais de 35 anos ou casos de infertilidade na família é recomendável procurarem um especialista após seis meses de tentativas.

A

tualmente a infertilidade atinge um de cada seis casais. As causas da infertilidade podem ter origem no homem ou na mulher em igual proporção, que é aproximadamente 30% de causas femininas, 30% de causas masculinas, 20% de causas mistas, onde estão influenciando tanto o homem quanto a mulher, e 20% de causas não aparentes, ou seja, que a medicina ainda não conseguiu identificar. Os dados são da Dra. Genevieve Coelho, especialista em reprodução humana e diretora da clínica IVI Salvador, especializada em técnicas e tratamentos de reprodução assistida. Fumar, consumo de álcool e drogas, além da obesidade, são alguns dos fatores que podem influenciar na fertilidade de homens e mulheres. No caso da mulher, entre as principais causas de infertilidade estão as relacionadas com a ovulação e as associadas aos fatores tubários. O fator ovulatório é dado pelas irregularidades e ausência de ovulação, ou também pela baixa qualidade dos óvulos, que podem ser causados por vários fatores como a idade ou, ainda, ser relacionadas a desequilíbrios hormonais ou problemas de tireoide e ovários policísticos. O fator tubário está relacionado a obstruções nas trompas de falópio, que são bloqueios que podem ocorrer devido à endometriose, por cirurgias pélvicas anteriores ou ainda por infecções tubárias.

6

As causas de infertilidade masculina normalmente são associadas à qualidade dos espermatozoides, como sua morfologia, quantidade e mobilidade, até por ter um aparelho reprodutor mais simples. A varicocele, um tipo de varizes nos testículos, é responsável por cerca de 40% dos casos. Se após um ano de tentativas, o casal não conseguir engravidar, é recomendável procurar um especialista em reprodução humana. Este é o prazo sugerido por-

Novidades - Todos os anos surgem novidades na área de medicina reprodutiva indicando o caminho da personalização dos tratamentos de reprodução humana, os avanços relacionados à área da genética são os que se destacam por estarem conseguindo um aumento das chances de sucesso dos tratamentos ao mesmo tempo que evitam doenças genéticas e cromossômicas. Dra. Genevieve cita dois exemplos: um é o estudo genético da receptividade endometrial (teste ERA), que identifica o melhor momento para transferir o embrião ao útero materno. Uma necessidade para cerca de 25% das pacientes de Fertilização in Vitro, que por terem o momento de maior receptividade do útero fora do padrão, não terão sucesso em seu tratamento a menos que personalizem a transferência embrionária. O outro é o Diagnóstico genético pré-implantacional (PGS. O estudo genético do embrião é realizado para identificar alterações cromossômicas que podem inviabilizar a gravidez produzindo falhas de implantação, abortamento, ou levar ao nascimento de um bebê com cromossopatias. Está indicado para casos de idade materna avançada (superior a 38 anos), alterações no cariótipo e resultados de espermograma com baixa concentração de espermatozoides. Boxe microcefalia - Muitas mulheres, receosas com a possibilidade de terem filhos com microcefalia, buscaram o congelamento de óvulos. A procura pelo procedimento em algumas clínicas de fertilização da cidade chegou a crescer 50% no último semestre de 2016 devido aos números alarmantes de casos da microcefalia - até abril do ano passado, na Bahia, foram notificados 608 casos em 136 municípios. O valor da Fertilização, que é normalmente o tratamento indicado por sua maior efetividade, varia entre R$ 10 mil e R$ 15 mil e dura cerca de 12 dias. “A mulher toma um medicamento para estimular a produção de óvulos. Em seguida, eles são coletados e podem seguir congelados até o dia em que a paciente se sentir preparada para utilizá-los”, explicou a Dra. Genevieve Coelho.


ESCOLA CALIPER 5 ANOS ESCOLA CALIPER 5 ANOS ESCOLA CALIPER 5 ESCOLA CALIPER 5 ANOS ANOS XCELÊNCIA NO CONTEÚDO E XCELÊNCIA NO E XCELÊNCIA NO CONTEÚDO CONTEÚDO E COM ESTRUTURA DE PONTA ,, COM ESTRUTURA DE PONTA XCELÊNCIA NO CONTEÚDO E COM ESTRUTURA DE PONTA, . A FAVOR DO SEU APRENDIZADO A FAVOR DO SEU APRENDIZADO COM ESTRUTURA DE PONTA, .. A FAVOR DO SEU APRENDIZADO A FAVOR DO SEU APRENDIZADO.

Nossa escola tem estrutura adequada e professores capacitados para oferecer mais de 20 diferenNossa escola tem estrutura adequada e professores capacitados para oferecer mais de 20 diferentes tipos de cursos em diversas especialidades médicas, em formato modular ou com entre Nossa escola tem estrutura adequada e professores capacitados para oferecer maisduração de 20 diferentes tipos de cursos em diversas especialidades médicas, em formato modular ou com duração entre Nossa tem adequada e professores capacitados para oferecer maisduração de 20 diferen12 etipos 24escola meses, nosestrutura moldes de pós-graduação. Destacam-se os Programas de Profistes de cursos em diversas especialidades médicas, em formato modular ouTreinamento com entre 12 e 24 meses, nos moldes de pós-graduação. Destacam-se os Programas de Treinamento Profistes deUltrassongrafia cursos diversas especialidades médicas, em formato modular ouTreinamento com duração entre sional Geral ou em Ginecologia e Obstetrícia, em Reprodução Humana, Eco12 etipos 24em meses, nosem moldes de pós-graduação. Destacam-se os Programas de Profissional em Ultrassongrafia Geral ou em Ginecologia e Obstetrícia, em Reprodução Humana, Eco12 e 24 meses, nos moldes de pós-graduação. Destacam-se os Programas de Treinamento Profiscardiografia e Ecografia Vascular com Doppler. sional em Ultrassongrafia Geral ouFetal em Ginecologia e Obstetrícia, em Reprodução Humana, Ecocardiografia e Ecografia Vascular com Doppler. sional em Ultrassongrafia Geral ouFetal em Ginecologia e Obstetrícia, em Reprodução Humana, Ecocardiografia Fetal e Ecografia Vascular com Doppler. Fetal e Ecografia Vascular com Doppler. Além destes, temos o cardiografia Curso de Aperfeiçoamento em Ultrassonografia Geral nos moldes da ResiAlém destes, temos o Curso de Aperfeiçoamento em Ultrassonografia Geral nos moldes da Residência Médica, credenciado Colégio Brasileiroem de Ultrassonografia Radiologia e Diagnóstico pormoldes Imagem Além destes, temos o Cursopelo de Aperfeiçoamento Geral nos da(CBR). Residência Médica, credenciado pelo Colégio Brasileiroem de Ultrassonografia Radiologia e Diagnóstico pormoldes Imagem (CBR). Além destes, temos o Curso de Aperfeiçoamento Geral nos da Residência Médica, credenciado pelo Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR). dência Médica, credenciado pelo Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR).

WWW.ESCOLACALIPER.COM.BR WWW.ESCOLACALIPER.COM.BR WWW.ESCOLACALIPER.COM.BR AV. PROF. MAGALHÃES NETO, 1856 - ED. TK TOWER - 11º ANDAR, WWW.ESCOLACALIPER.COM.BR AV. PROF. MAGALHÃES NETO, 1856 - ED. TK TOWER - 11º ANDAR, - SALVADOR - BAHIA. 3014-6040 AV. PROF. PITUBA MAGALHÃES NETO, 1856 - ED.(71) TK TOWER - 11º ANDAR, PITUBA - SALVADOR - BAHIA. (71) 3014-6040 AV. PROF. PITUBA MAGALHÃES NETO, 1856 - ED.(71) TK TOWER - 11º ANDAR, - SALVADOR - BAHIA. 3014-6040 PITUBA - SALVADOR - BAHIA. (71) 3014-6040

7


Dicas

Viagem

Ouro Preto (MG) Conhecer os casarões históricos

e as igrejas centenárias de Ouro Preto pode ser uma boa opção.

Jalapão (TO) Dunas, praias de rio e cachoeiras

a serem desvendados por quem tem espírito de aventura. A partir de maio tem início o período de seca no Jalapão, um belo destino na região central do Brasil, com dunas e piscinas naturais. No outono, o clima fica mais ameno, a vegetação verdinha e todos os acessos para as atrações estão livres.

Com o clima mais seco, vale aproveitar o outono para percorrer as ladeiras do centro histórico e visitar suas igrejas centenárias. Quer ver a cidade ainda mais bonita? Vá durante a Semana Santa. Durante o período são realizadas missas em diferentes igrejas, procissões, concertos musicais e tapetes florais coloridos.

Curitiba (PR) Aproveite a viagem a Curitiba Búzios (RJ) Búzios pode ser melhor aproveitada sem a multidão de veranistas Visitar o famoso balneário fluminense no outono é um bom negócio. Sem a multidão de turistas dá para curtir sem apertos algumas das 20 belas praias ou a charmosa rua das Pedras. Os dias continuam ensolarados, mas o calor é menos sufocante, uma boa pedida para passear de barco.

8

para conhecer os jardins da cidade O clima ameno na capital paranaense torna a cidade ainda mais agradável para quem quer conhecer os seus belos parques, os restaurantes de comida italiana do bairro de Santa Felicidade, os museus e o centro histórico. Na primeira semana de abril, acontece o tradicional Festival de Teatro.

Fonte: http://turismo.ig.com.br/destinos-nacionais/ os-melhores-lugares-para-curtir-o-outono/ n1597726519741.html


Filmes

O que está por vir Escrito e dirigido por Mia Han-

Carol Uma história de amor entre duas mulheres,

sen-Love, é uma descrição quase singela do momento de virada na vida de uma mulher de meia idade. Isabelle Huppert, cada vez melhor, está perfeita na personagem que cresce e se liberta, como a filosofia que ensina. As adversidades pelas quais passa não a deprimem e deixam sempre uma esperança pelo que está por vir. Linda mensagem.

situada nos anos 1950, uma época em que não podia nem ser cogitado. mostra delicada e lentamente a descoberta do sentimento e a ansiedade de concretizá-lo para dar sentido às suas vidas. Rooney Mara e Cate Blanchett estão magnéticas. Todd Haynes traduz com elegância e carinho esse vulcão de emoções prestes a explodir.

Fonte: http://listasde10.blogspot.com.br/2017/01/os-10-melhores-filmes-de-2016.html

9


ISO 9001: 2008

10


Notícias da Sogiba Sogiba fecha parceria com LISAN

A

pós um 2016 de muito sucesso para a Sogiba, a Associação continuará investindo em treinamento e reciclagem para os seus associados. A agenda científica deste ano inclui debates sobre Parto Humanizado. Também serão abordados temas como as Patologias Benignas complexas e infecciosas das mamas. Os cafés científicos da Sogiba, consolidando seu êxito, também continuarão sendo realizados este ano. Não perca a programação na última página do Jornal e em nosso site: www.sogiba.com.br. E temos novidades. Este ano a FEBRASGO alterou o processo de cobrança da anuidade. Os boletos para pagamento já foram disponibilizados pela FEBRASGO no mês de fevereiro. Este processo foi realizado conjuntamente com as federadas. Serão praticados novos prazos para o vencimento da anuidade, que é partilhada com a FEBRASGO. Veja abaixo a tabela de valores e datas.

DATAS / VALORES De 01/02/2017 à 31/03/2017 - R$ 510,00 A partir de 01/04/2017 - R$ 600,00 Residentes R1 - R$ 127,50 Residentes R2 - R$ 127,50 Residentes R3 - R$ 255,00

As anuidades só poderão ser pagas através dos boletos enviados pela FEBRASGO e os residentes devem enviar seus comprovantes de residentes com a data do ano vigente e informando o ano da residência: se R1, R2 ou R3.

Ações vão beneficiar você, associado da Sogiba A Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia está fechando uma parceria com a LISAN - Health & Internet, empresa de tecnologia situada no Parque Tecnológico, com o intuito de realizar duas ações com a Sogiba: uma gincana acadêmica virtual com os residentes, já implementada com a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, a ABM e as faculdades de Medicina de Salvador, congregando os diversos serviços em um espaço virtual. A outra ação é um modelo por adesão, de apresentação virtual para os ginecologistas da Bahia, através do Portal Viva Mais Viva Melhor, Site Médico Pessoal e outras aplicações. Os membros da Sogiba contarão com benefícios especiais, tendo acesso a uma série de ferramentas digitais, essenciais para o médico do século XXI.

Sogiba oferece mais benefícios aos sócios As ações da Sogiba não param. A diretoria também fechou parceria com o Laboratório DNA para transmissão dos eventos científicos da Sogiba somente para os sócios adimplentes. Os eventos serão transmitidos online e depois disponibilizados no site da SOGIBA na área restrita aos sócios.

Outra novidade é que o site www.sogiba.com.br terá uma sessão delimitada especialmente para notícias sobre Mortalidade Materna. Fique atento e nos acompanhe!

11


Diversos Atividades Científicas da SOGIBA

1 semestre de 2017 0

Sessões Científicas do 1º Semestre Local Centro Médico Aliança Sempre às 19:30 h Temas:

Março - Dia 06 Sífilis no Consultório de Ginecologia: Como e quando solicitar exames diagnósticos?Como Interpretar os resultados e tratar adequadamente Palestrante: Dra. Ana Gabriela Travassos Coordenadores: Dr. Carlos Lino e Dra. Marcia Cunha

Abril - Dia 03 Patologias Benignas complexas e infecciosas das mamas Palestrante: Dr. Cesar Machado Coordenador: Dr. Carlos Lino

Maio - Dia 15 Parto Humanizado Mediador: Caio Lessa Debatedores: Drs. Robert Pedrosa, Rone Peterson e José Carlos Gaspar

Junho - Dia 5 Síndrome de Torch: Toxoplasma, Herpes, Citomegalovirus e Rubéola

CAFÉ DA MANHÃ CIENTIFICO DA SOGIBA No Hotel Fiesta às 8h da manhã

11 de março (Clinica AMO) - Carcinomatose versus endometriose – discussão baseada em casos clínicos Discussão de casos clínicos: Dra. Aknar Calabrich e Dr Maurício Bessa Ressonância e tomografia: dicas radiológicas para o diagnóstico diferencial - Dra. Rafaella Argones Ultrassonografia: dicas radiológicas para o diagnóstico diferencial - Dra. Cecília Gnoatto

12

20 de maio (Laboratório DNA) - Triagem para Pré Eclampsia

O 57º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia vai ser em Belém do Pará de 15 à 18

novembro de 2017 A Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) estará realizando o 57º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia no Centro de Convenções e Feira da Amazônia – HANGAR no período de 15 a 18 de novembro de 2017, na cidade de Belém do Pará. Confira o link do vídeo institucional para você não perder a oportunidade de conhecer Belém do Pará. Faça a sua inscrição para participar deste evento de grande importância. Para mais informações, acesse:

http://www.febrasgo.org.br/site/?p=12620

Jornal sogiba nº 121  

Nesta edição confira as principais causas da infertilidade, as novidades da Sogiba, entre elas um espaço reservado em nosso site para notíci...

Advertisement