Issuu on Google+


2


Editorial

Um momento especial Esta edição comemorativa dos 130 anos da Thalia leva-nos a uma verdadeira viagem pelo tempo. Nas páginas a seguir estão relatados fatos que fizeram a nossa história e são destacadas pessoas que auxiliaram na construção desta que é uma das entidades clubísticas mais tradicionais do Paraná. Estes registros, no entanto, longe de esgotarem o tema, não trazem apenas informações, mas uma grande homenagem aos thalianos de todos os tempos. Desde o período em que as atas eram escritas em alemão até os dias de hoje, somos todos fundamentais para a perpetuação dos mais puros ideais da boa convivência, da valorização das nossas famílias, da difusão das expressões culturais mais legítimas.

Vilmar Anildo Schultz, Presidente da Thalia

... fomos influenciados pela conjuntura política, pelas mudanças dos hábitos da sociedade brasileira, pela revolução tecnológica e da comunicação, pela transformação sócioeconômica do País.

Observando nossa história é possível perceber que a trajetória da Thalia foi marcada por desafios e pela indispensável dedicação para superá-los. Não será difícil constatar o quanto fomos influenciados pela conjuntura política, pelas mudanças dos hábitos da sociedade brasileira, pela revolução tecnológica e da comunicação, pela transformação sócio-econômica do País. Para cada dificuldade, uma solução – representadas pela busca da inovação adequada ou necessária. Venha conosco percorrer alguns dos fatos mais marcantes. O conhecer é a origem para sentimentos maiores, de afeto e apreço, por aquilo que foi tão valioso para nossos antepassados. A Thalia de hoje nos apaixona. E desejamos que venha a ser história boa e memorável para nossos filhos e netos. A história e a força do thaliano nos trouxeram até aqui. E serão elas a base para nos mantermos em direção ao futuro que ousamos sonhar e por ele trabalhar. Vamos viver juntos este momento especial.

3


4


Sumário

Nossa capa: Thalia 130 anos

As páginas da história ...................................................... 6 e 7

Livro vai relatar os fatos mais importantes da Thalia, desde sua fundação

A Revista Thalia é uma publicação da Sociedade Thalia.

Momentos da Thalia ....................................................... 8 a 23

Rua Comendador Araújo, 383, Centro Curitiba – Paraná. 41 3320 7900

O baile dos 130 anos ................................................... 24 a 27

DIRETORIA - Vilmar Anildo Schultz, Presidente; Lauri Cesar Viana, Diretor Administrativo; Brasil Antonio Ketschkesch, Diretor Sede Fazenda; Edevigues Marques Pereira, Diretor Sede Olímpica Almyr Sabbag; Pedro Luiz de Paula Neto, 1º Vice Presidente; Amabilon Dalcomuni, 2º Vice Presidente; Celso Carlos França, Diretor Assuntos Estratégicos; Marcelo Daher de Lara, Diretor de Patrimônio; Amabilon Dalcomuni, Diretor Social; Silvio Antonio Fraguas, Diretor de Esportes; Antonio Navarro Lins, Diretor Financeiro; Joaquim Machado, Coordenador Executivo Sede Praia. CONSELHO DELIBERATIVO - Joelcio S. Madureira, Presidente; Deoclécio A. Storte, 1º Vice Presidente; José Augusto Rozeira, 1º Secretário; Aureo Vinhoti, 2º Secretário. CONSELHO FISCAL – Luiz Aureo de A. Perpétuo / Raphael H. C. di Lascio / Sérgio A. Martini Fotografia: arquivo Thalia e Guilherme Artigas Jornalista Responsável: Nelson Martins Tiragem: 5.000 exemplares

Registros em textos e fotos históricas

Comemoração emocionou sócios e convidados

Thalia recebe homenagem da Câmara Municipal .................. 28

Solenidade aconteceu no dia 11 de abril

Histórias da Thalia ........................................................ 30 e 31

Quando os sonhos, a alegria e a música são para sempre – Em forma e de bem com a vida

Eventos sociais ............................................................. 32 a 45

Recepção com estilo/Registros do Baile de Reveillon – Como nos velhos tempos/O carnaval da Thalia em fotos – Uau, luau na Fazenda!

Mundo Feminino .......................................................... 46 a 49

Thaia comemora o Dia da Mulher / Mulher, a alma de uma Sociedade

Criança ........................................................................ 50 e 51

Colônia de Férias repete sucesso

Esportes ...................................................................... 52 a 63

Esgrima – Artes Marciais – Patinação Artística – Competições – Resultados – Atletas em destaque Opções para todos os gostos e necessidades

5


OS 130 ANOS DA THALIA

As páginas da história Livro da jornalista Kátia Schultz registra os fatos mais importantes da Thalia desde a sua criação, em 1882. Publicação está na fase de revisão e deverá seguir para impressão nos próximos meses.

E

mocionante. Assim foi

A decisão de escrever sobre a

blioteca da Sede Centro. “As maiores

definida pela autora, a

Sociedade surgiu da vivência com a

fontes de informação foram as atas

jornalista Kátia Schultz,

Thalia desde a infância e da curiosi-

das reuniões da diretoria, um álbum

a missão de reunir e or-

dade com os fatos que construíram a

de recortes de jornais, revistas e mui-

ganizar, voluntariamen-

Sociedade. “Quando a oportunidade

tas fotos. Também teve a pesquisa

te, em um livro os fatos mais marcan-

apareceu, aceitei na hora. O desafio

virtual, com o levantamento de notí-

tes da história da Sociedade Thalia.

era grande, mas considerei as possibi-

cias através das pesquisas do Google

A publicação, inédita, é resultado de

lidades de conhecer melhor a Thalia e

e do You Tube”, revela.

mais de dez meses de pesquisas,

aprender com os fatos”, conta.

entrevistas e anotações, buscando

O resultado de tanto trabalho

aqui e ali fragmentos do cotidiano de

Para reunir o conteúdo do livro,

é uma coletânea de informações com

uma das mais importantes institui-

Kátia passou horas e horas pesqui-

o que de mais importante aconteceu

ções clubísticas do Paraná.

sando os materiais arquivados na bi-

na Thalia desde a sua fundação, em

6


 Publicação trará relação de fatos que marcaram a trajetória da Thalia, curiosidades e fatos pitorescos de associados e eventos.  O crescimento da Thalia e como surgiram cada uma das quatro sedes e uma coleção de fotos selecionadas; as iniciativas que marcaram a vida da cidade em diversas épocas, como os detaques culturais e artísticos, os grantes bailes, as debutantes, os carnavais dos salões e das ruas, as presenças marcantes também estarão nas páginas do livro.

1882. “Estivemos em outros lugares,

lembra o Balé Thalia, fundado pelo ta-

raná e não venceu a disputa nacional.

antes da inauguração da sede da rua

lentoso Tadeu Morozowicz, em 1927,

Mas o importante, naquela época, era

Comendador Araújo”, lembra. Entre os

a primeira escola de balet do Sul do

o sonho, que continuava”, completa.

fatos mais marcantes, Kátia relaciona,

Brasil. Já entre os fatos mais pitores-

ainda, os eventos sociais e os concur-

cos, Kátia considera o concurso de

As próximas páginas trazem

sos. “Os anos 1950 e 1960 foram a

beleza da Cinelândia como o mais in-

algumas dessas histórias, em breves

época de ouro dos clubes. As rádios

teressante. “As vencedoras dos esta-

relatos da história da Thalia, da impor-

transmitiam ao vivo os concursos de

dos iam para o Rio de Janeiro para um

tância da Sociedade para a Cidade e

misses, nossa Sociedade levava o

concurso nacional e, depois, para um

da influência social e política que rece-

carnaval dos salões para as ruas em

certame mundial, em Hollywood, nos

beu ao longo dos anos. É apenas uma

grandes carros alegóricos”, diz.

Estados Unidos, com possibilidade de

amostra do que que será o livro que

contratação para atuar no cinema. A

está por vir. “Por enquanto, feliz 130

respresentante da Thalia venceu no Pa-

anos”, completa Kátia.

Na área da cultura, a jornalista

7


ulformação c a a r a p o igraçã ncia da im A importâ altada rasil é ress B o d a ic m econô edefinição tural e a r angeidesses “estr a ç n se e r p Mas, a literatura. la p m a r o p nte ficienteme su i fo o ã n s ainda escendente d s u se e s” ro te raticamen p m a r a ss que pa á detalhes H . a d a r t regis são ores e que d a is u sq e p ia dos pela maior s o id b e c r e desap des e das socieda o ã iç u it st da con s. É o caso reveladore is. is e cultura ia c so s e b lu c

igrantiva de im ia ic in a n em lia tem orig Nossa Tha eo ão forte qu t i fo s” o ir rasile es “novos b ss e d o ã ç a tes. A dicional ale a r t is a m era no a entidade d e m o n io própr a” e a ringe Thali e W “ u e sc lia na iedade Tha mão. A Soc uano de 1918, q n a o é t a o alemã escritas em m a r fo s a at de e por força l ia d n u M uerra Primeira G a e t n a r u d do, uguês . as em port d a t o n a r am a se Lei, passar

88


 Ata de fundação da Thalia, datada de 1882 e escrita em alemão.  Durante a I Guerra Mundial, muitas atas da Thalia foram queimadas por determinação do Governo Federal da época.  No período ditatorial de Getúlio Vargas, os arquivos da Thalia voltaram a sofrer mutilações. Por decisão do Governo, foram queimadas mais atas da Sociedade e muitos registros acabaram perdidos. Livros escritos em alemão também foram destruídos.

99


10 10


e 42, durant 19 m e a d a ugur tro foi ina A Sede Cen A do Vieira. r a n r e B o gostinh esidente A r p o d o ã t a ges sou a Thalia pas a e a ib it ou Cur moviment novidade s. ero de sócio m ú n e d n gra receber um os seus ovidades. N n s à o d a n vocacio O local era como moráveis, e m s to n e v me acontecera ambientes s resença do p a m o c , 6 195 Estados, em o Baile dos nta ion, e de Sa p u L s é is o ná, M res do Para o d a n r e v o g 1960, Nações, em s a d e il a B a, ou o rge Lacerd o J , a in r ta Ca ses. ses e france e n lo o p s ta iploma ipação de d c ti r a p a com Festa onteceu a “ c a m é b m dador” ta Na “Comen l de iro festiva e d a d r e v . Um a”, em 1960 da Marret piscina ões como a ç a v o in a spaço para dar e o ã iç u r st e d tal da fundamen a r d e p a d o lançament térmica. O cios. tenas de só n e c r o p a had i acompan unidade fo

11 11


12 12


 A Sede Comendador sempre destacou-se como o centro dos acontecimentos. Romântico, o prédio tombado pelo patrimônio histórico é local para o encontro com celebridades. Na página à esquerda, o momento de sua inauguração, o jornalista Zeca Corrêa Leite, os atores Ângelo Antônio, Letícia Sabatela e Marília Pera, a Miss Brasil Marta Rocha, e os cantores Agnaldo Rayol, Alcione, Francisco Petrônio e Ângela Maria.  À direita, momentos memoráveis dos “tempos dourados”, quando a elegância e os sonhos estavam presentes em todos os momentos e detalhes: nas canções, nas roupas, nos salões lotados, nos desfiles, nos esportes e até no caneco de chopp.

13 13


m o campo co a r a p e -s pandiu resceu. Ex c a li a h T A com a ra a praia a p ; a v o N alsa enda, em B a Sede Faz para os ivamente it n fi e d e -s voltou aratuba e u G m e e d Se . do Tarumã o r ir a B o n pica, a Sede Olím m o c s e t r o esp es, foi 117 alqueir s u e s m o c a Thalia, A Fazend ira de José Vie o ã t s e g a e rant m 1967, du fundada e tura do, a estru ia c o s s a o r tende , além de a je o H . t u ib S om a natural, c a v r e s e r grande omo uma c a n io c n fu ar. as e o pom iv t a n s e r o de árv reposição José a gestão de n a d in a , e mais tard 2 Cinco anos 0m . 0 .5 3 e d a e , em ár Sede Praia a ia c s a n ut, Maria Sib ede ental da S m a d n u f a edr ento da p O lançam rojeto e 1988. O p d il r b a e d data de 9 Olímpica b 2 , foi iniciado so m 0 0 105.0 m área de e e o s io ic amb yr Sabag. lm A e d ia c a presidên

14


 Na foto maior, acima, a Sede Fazenda, instalada no municípo de Balsa Nova, a 38 km de Curitiba, desde os anos 1970 reunindo sócios em atividades lúdicas e exclusivas.  A Sede Olímpica, situada no bairro do Tarumã, em Curitiba, durante sua implantação, com a construção do Parque Aquático, as “recéminauguradas” quadras de tênis (fotos ao centro) e o hasteamento das bandeiras (abaixo, à esquerda).  À direita, no pé da página, flagrante da construção da Sede Praia, no municípo de Guaratuba, litoral do Parnaá. Na placa que anuncia a obra, o slogan da época: “A Thalia não pára”. Visitar as obras era um dos programas de final de semana dos thalianos.

15


antes na Th a t r o p im foram rte sempre a e a r u lt u C cula a difusão r a p a d a lt IX, vo no Século X lia. Ainda ado de imeiro sáb r p o n s” ê matin ava suas “ z li a e r l, a r tu rio era necessá io r á d n le a rto no c mês. O ace o d ia e h c lua mais tranm o c r a d n essem a mílias pud fa s a e u q para ina cidade, a d s a r u sc e s ruas urança pela g se e e d a quilid E, na rosseguiu. p o p m e t O ública. minação p u il m se a d , as ossurunga M o t n e B e úsica d ciou-se a m e r p a a li a Th ha”. o “cinemin n s e lm fi s lia ou o tro da Tha a e T o d s a peç to om o talen c io e v , o t entan staque, no O maior de primeiThalia da a n r o d a d fun orozowicz, de Tadeu M s anos a partir do , e u q l si a r ul do B e balé do S d la o sc e a r de icz. A filha w o z o r o M r Balé a se chama u o ss a p , 0 197 ro de dezemb 15 é t a ia h n compa a, dirigiu a n e il M , u e Tad es. as atividad su u o z li a n po fi ando o gru de 1988, qu

16


17


A história da Thalia passa pelos grandes carnaveis, com salões lotados e alegria contagiante. A presença da Sociedade chegava às ruas, em grandes carros alegóricos. Eram tempos em que o confete, a gravata e os casacos de pele conviviam em armonia

18


os, é letou 75 an p m o c a li do a Tha 1957, quan alho de te”. O trab n e r e if D l ava pelo “Carn lembrado mo alegria, co a it u m m ltou e issões resu cinco com ade, ruas da Cid s la e p s o ic s alegór oito carro e d le fi s e d de e os Gritos s o c lo B e curso d ão no Con ç a ip ic t r a ap oca. ania da ép m a l, a v a Carn ossa arnaval B C “ o m a r guintes vie Nos anos se para tolândia”, o r B a d e il e o “Ba a adultos, r a p , ” a v o N uas do ava nas ág in m r e t só a folia e 18 anos. E d s e r o n e m tiam os se diver n a li a h t s o , onde raça Osório P a d o x u rep aadeira. O b c in r b a d ítimas” abavam “v c a s so io r u e os c a e cinzas”, n d o h n a b “ ou no transform se o x u p e r nho do ura não e a Prefeit u q m e o n o, no a Sede Centr a d a in c is p raça. águas da p s a n l a v a n fim do Car permitiu o iba. vadiu Curit in a li a h T da ue a alegria Foi assim q

19


20 20


21 21


total de 36 m u a r t is g e r da Thalia A história e ão para qu iç u ib r t n o sua c um trouxe a d a C s. e t n preside ra. e se encont u q m e io g e o está e alcansass d a d ie c o S a uns dos aqui alg a it c o sã s, s gestore gem a esse a n e m o h Em ões dministraç a s a su m a er ntes que tiv dos preside 82 e abril de 18 d 4 m E s. e vant a fatos rele associadas o ncia de Joã ê d si e r p a lia, sob eringe Tha W a ia g r su te 1942, duran e d o r b m e z de de ppel . Em 10 ü r K a t is t Ba a augurada in é , a ig e V ernardo gostinho B A e d o ã st a ge ção pela funda o d a c r a m 7 ficou ano de 196 O . o tr n e C Sede t que Maria Sibu sé o J o ã st na ge zenda. Foi da Sede Fa e Olímpica, d , e d e S A . m 1974 de Praia, e e S a iu g r su m yr Sabag. E lm A e d o traçã da adminis a r b o i fo , 8 198 iclo de u o atual c io ic in z lt u Sch ar Anildo 2010, Vilm lia. ção da Tha a r e p u c e r imento e rejuvenesc

22 22


Presidentes em destaque

2

1

4

3

5

1 – João B. Kuppel (1882 a 1886)

4 – Fausto Bittencourt (1954 a 1957)

2 – Agostinho Bernardo Veiga (1938 a 1943)

5 – Almir Sabbag (1982 a 2006)

3 – José Vieira Sibut (1956 a 1968) (1969 a 1978)

23 23


OS 130 ANOS DA THALIA

A diretoria dos 130 anos A atual diretoria, responsável pelo processo de rejuvenescimento da Thalia e pela reforma administrativa em curso. Grupo vem alcançando resultados expressivos na reestruturação da Sociedade. Da esquerda para a direita: na primeira fila, Edevigues Marques Pereira, Lauri Cesar Viana, o presidente Vilmar Anildo Schultz e o segundo vice-presidente, Amabilon Dalcomuni; na segunda fila, Antonio Navarro Lins, Brasil Antonio Ketschkesch, Silvio Antonio Fraguas e Pedro Luiz de Paula Neto; ao fundo, Celso Carlos França e Marcelo Daher de Lara. Membros da Diretoria que não estão na foto: Ivan Clóvis de Quadros Assad, Secretário Executivo e Joaquim Machado, coordenador executivo da Sede Praia

24 24


25


OS 130 ANOS DA THALIA

COMEMORAÇÃO DOS 130 ANOS EMOCIONA SÓCIOS E CONVIDADOS

U

ma noite como poucas

e para ser lembrada pelos próximos 130 anos. Assim foi o Jantar-Baile de Aniversá-

rio da Thalia, realizado no último dia 14 de abril na Sede Centro. O evento ficou marcado pela grande presença de sócios e convidados. Prestigiaram a festa o vereador Celso Torquato, o ex-deputado Federal Gustavo Fruet, o deputado estadual Ney Leprevost, os presidentes dos clubes Curitibano, Graciosa, Santa Mônica, Círculo Militar, Associação Atlética do Banco do Brasil - AABB, Associação dos Servidores Públicos do Paraná – ASPP, Sociedade Morgenau e Três Marias Clube de Campo, a apresentadora Maria Pia, a colunista Iza Zilli e o jornalista Jason Goulart. O jantar foi servido pelo Buffet Martins e a Banda Bom Demais animou a todos. Confira.

26


27


OS 130 ANOS DA THALIA

28


29


OS 130 ANOS DA THALIA

A homenagem da Câmara

O

s 130 anos da Thalia foram lembrados por uma das mais importantes

instituições

da cidade, a Câmara

Municipal. O Legislativo homenageou os thalianos com uma Sessão Solene e a entrega de Comenda, propostas Andressa Katriny

pelo vereador Celso Torquato. Realizada no Plenário da Câmara, na noite de 11 de abril, a solenidade contou com a presença de autoridades, diretores e sócios. “É dever da Câmara

O vereador Celso Torquato, o presidente Vilmar Schultz, o vereador Caíque Ferrante, o presidente do Conselho Deliberativo, Joelcio Madureira e o vereador Jorge Yamawaki

destacar as organizações mais relevantes da comunidade e a Thalia é um dos símbolos de Curitiba, uma referência nas áreas esportiva, cultural e social”, disse o parlamentar. O vereador, sócio benemérito

recer ambientes seguros e agradáveis e eventos criativos”. O presidente da

Andressa Katriny

sua importância para a família ao ofe-

Arquivo Thalia

da Thalia, justificou a indicação “pela

Thalia, Vilmar Schultz, agradeceu a homenagem e destacou que “o alto padrão de qualidade oferecido é resultado do esforço e ação colaborativa entre os sócios, diretores e colaboraCoral da Thalia, que interpretou os hinos de Curitiba e da Thalia e canções populares. Um coquetel foi oferecido,

Andressa Katriny

dores. O evento foi abrilhantado pelo

em seguida, na Sede Centro.

31


HISTÓRIAS DA THALIA

Quando os sonhos, a alegria e a música são para sempre...

O

s salões da Thalia foram o palco para muitos encontros. Dizem até, que os sonhos lá sonhados duram para

sempre. São inúmeras as amizades lá começadas, os eventos sociais de destaque realizados e, principalmente, as famílias que tiveram início a partir de um rápido olhar ou de um toque de mãos durante um baile. Um desses grandes exemplos vem da história de Gilberto e Célia Paul. Há 62 anos eles se casaram e fizeram a

Gilberto e Célia, recém-casados, em 27 de março de 1951, nas escadarias da Thalia. O casal guarda como recordação a carta da diretoria com a aprovação do uso do salão e o recibo do pagamento

recepção dos convidados no então “Salão Térreo”, após a solenidade religiosa

Gilberto, Marco Antonio e Gilcelia Maria.

berto. “Nosso primeiro filho frequentou

na Igreja Santa Terezinha.

Hoje, a família já contabiliza 10 netos e

o Jardim de Infância da Sociedade que

quatro bisnetos.

era muito bom”, acrescenta Célia.

Hoje dentista, Gilberto conta que

32

ingressou na Sociedade ainda na cate-

“Temos uma história de grandes

Outras lembranças iimportantes

goria “acadêmica”, para em seguida

recordações com a Thalia, onde aconte-

foram “os carnavais com as crianças,

adquirir seu título patrimonial. Do ca-

ceram a formatura do CPOR de Gilberto,

os bailes, a sauna, ir cortar o cabelo...

samento do dia 21 de março de 1951

a formatura da nossa filha mais velha...

nossa vida girou em torno da Thalia”,

vieram quatro filhos, Regina Célia, João

foi onde a Gilcelia debutou”, recorda Gil-

completa o casal.


HISTÓRIAS DA THALIA

Em forma e de bem com a vida

S

ócia há 40 anos, Neuza Matias Gardolinski – casada com Victor Gardolinski –, vive os seus 70 anos de idade como exemplo de disciplina e de encantamento pela atividade física. Duas vezes por semana ela vai ao Thalia para fazer ginástica, alonga-

mento e hidroginástica. “É o que eu gosto. É o meu hobby. Gosto tanto que vou e volto a pé de casa até a Sede Centro”, conta. Tanta dedicação só poderia trazer resultados positivos. “Com os exercícios, recuperei massa óssea no ano passado e esse progresso foi elogiado pelos meus médicos”, comemora. A relação de Neuza com a Thalia, ao longo das últimas quatro décadas chegou a outros setores, como as artes e as atividades sociais. “Minha filha mais velha fez balé por 10 anos, com o professor Tadeu Morozowicz e com Milena. Quando crianças, meus filhos aproveitaram bastante. Na adolescência e juventude, frequentaram as boatinhas e os bailes”, acrescenta. Com três filhos e cinco netas, vê no crescimento da família a continuidade da relação com a Thalia. “Meu filho Alexandre é sócio. A a esposa dele e as filhas nadam na Sede Olímpica. Viver na Thalia foi e é muito prazeroso. Indico, sempre que posso, para que mais pessoas se associem”, completa.

Neuza com Daniele Odoni, professora de ginástica e hidroginástica

33


Social

Recepção com estilo Trêm ambientes, três festas. Na Praia, na Fazenda ou no Centro, foram estilos diferentes de comemorar a chegada do ano novo. Em comum a todos os eventos, a presença dos thalianos invadindo a noite com muita alegria e descontração.

O 34 34

ano de 2012 foi

acompanhada de espumantes e o

muito bem recebi-

brilho dos fogos de artifício.

do pelos thalianos.

Foram eventos para todas as idades, onde o que predominou foi a presença de famílias inteiras. A

Foram organizadas

O maior dos encontros, como

contar pelo Reveillon, a animação

comemorações em

não poderia ser diferente, aconte-

nos 130 anos da Thalia está garan-

três das suas sedes, Centro, Praia

ceu na Sede Centro, com o Salão

tida. Confira, a seguir, alguns dos

e Fazenda. Em todas, a marca re-

Mármore repleto de sócios e convi-

melhores momentos das nossas

gistrada da Thalia: muita alegria,

dados e ao som da Banda BB3.

festas de passagem de ano.


35 35


Social

36


37


Social

38


Há 10 anos com um só objetivo, a AEROLUMA abriu as portas para realizar sonhos, e vem formando profissionais para a Aviação no Brasil e no Mundo.

CURSOS . . . .

Aeromoça Comissário de Voo Agente de Aeroporto Fraseologia para Pilotos

Fones: (41) 3362.0501/ 9957.8320 E-mail: escola@aeroluma.com.br 39


Social

Como nos velhos tempos Depois de 15 anos, Thalia volta a promover os bailes de carnaval. A folia animou adultos e crianças, na Fazenda e na Sede Centro. Mais uma vez, o thaliano mostrou que é bom em animação e tem samba no pé.

O

Carnaval

voltou

à

Thalia, depois de 15 anos sem a organização da nossa festa mais popular. A folia

de momo de 2012 relembrou a tradição da nossa Sociedade em reunir pessoas em torno de um tema de grande interesse: a diversão. Este ano, foram dois bailes infantis e um para adultos, todos na Sede Centro, além da matinê organizada para as crianças na Sede Fazenda. Ao final, ficaram as imagens que farão parte da história de muitos thalianos, principalmente para as crianças, que terão muito o que relembrar e contar. Confira, a seguir, alguns dos registros fotográficos.

40


41


Social

42


43


Social

Uau, luau na Fazenda!

E

vento foi um misto de romantismo com aventura. Para as crianças, uma grande emoção ao brincar na noite, ao lado de uma cachoeira iluminada, repleta de mistérios. Para os jovens, o

mesmo cenário criou o clima ideal para horas agradáveis, enquanto os adultos se divertiram e conversaram sobre momentos “daqueles tempos”. O Luau na Fazenda foi assim, repleto de criatividade e alegria. Para os muitos sócios que marcaram presença nessa noite memorável, ficou o gostinho de quero mais. E tenham a certeza de que, no próximo verão, teremos um novo encontro – e até melhor que o deste ano. E, se por acaso, você não está entre os privilegiados que aproveitaram a realização, fica o convite para que traga seus amigos e venha se divertir como um bom thaliano. É só ficar atento para não perder a data. Confira como foi.

44


45


Social

46


47


Administração

Conselho Deliberativo, 130 anos de serviços em favor do associado Thalia*

N

o ano em que

Estatuto Thalia, que como con-

a Sociedade

sequência trará uma profunda

Thalia

che-

alteração em seu conjunto de

ga aos seus

normas, afim de atualizá-lo e

130 anos de

torná-lo mais dinâmico, preocu-

fundação, faz-se necessário

pa-se o Conselho Deliberativo

que algumas considerações

em produzir um diploma legal

sejam tecidas em razão da

enxuto, claro em suas posições

existência e funcionamento

e de acordo com a evolução

de um dos principais órgãos

social que se produziu nos últi-

de sua composição.

mos tempos.

Como é notório, o Conse-

O mundo mudou, o

lho Deliberativo, órgão normativo

Brasil mudou. Nosso Estado,

que congrega hoje, 30 membros

nossa cidade também foram

titulares e mais 15 suplentes, to-

bafejadas por estes novos tem-

dos escolhidos em eleição direta

pos, tornando imperiosa a ne-

juntamente com os detentores de cargos no conselho diretor,

cessidade de um conjunto de Flashes da reunião do Conselho Deliberativo do dia 21 de março

constitui-se indubitavelmente no

Conselho Deliberativo, não apareceu

tenha os conceitos que foram

elemento balizador de todas as ações

o equivalente a sua importância, mas

ali introduzidos para garantir a sobre-

do Conselho Diretor.

decisões de grande vulto foram toma-

vivência da sociedade e a defesa dos

Órgão da sociedade a quem de-

das, o que garantiu e garante a gover-

interesses de seus associados.

vem ser submetidas à apreciação ma-

nabilidade da Sociedade Thalia, pro-

O bem estar do associado e de

térias de ordem financeira, de obras, de

jetando decisões que se adiantam no

sua família é o objetivo maior do traba-

aprovação de plano diretor, aumento de

tempo e que são capazes de produzir

lho do Conselho Deliberativo. Buscando

mensalidades e inúmeras outras ques-

efeitos que resguardam sensivelmen-

o aprimoramento de nossas atividades,

tões, o Conselho Deliberativo impõe-se

te o interesse do associado da Thalia.

é possível vislumbrar o início de mais

pela sua importância na aprovação ou

Acima de tudo, o Conselho Delibera-

um período de 130 anos, que deseja-

não de questões levadas a sua aprova-

tivo é o guardião do Estatuto Social e

mos seja profícuo em realizações em fa-

ção, buscando sempre o resguardo do

como tal seu principal seguidor.

vor do associado e da família Thaliana.

interesse social.

48

normas que além de novo man-

Nos dias de hoje, quando nos

Pela sua própria essência, du-

encontramos às vésperas de uma As-

rante seus 130 anos de existência o

sembléia Geral visando a renovação do

* Por Joelcio S. Madureira, presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Thalia


Finanças

Sócio aprova prestação de contas de 2011 em Assembleia Geral

O

presidente Vilmar Schultz realizou no dia

foi altamente compensador, com melhorias na infraestru-

4 de abril a prestação de contas de 2011,

tura e avanços nas áreas social e esportiva”, disse. Partici-

quando os números foram aprovados sem

param da reunião diretores, conselheiros e grande número

ressalvas. “Em 2011 tivemos avanços e

de sócios. Ao final, o Coral Thalia apresentou-se com algu-

inovações em todas as áreas. O resultado

mas de suas melhores interpretações.

Ativo Circulante

Balancete Patrimonial /2011 – Sociedade Thalia Passivo 284.567,07 Circulante

Numerário/Caixa Banco c/movimento Aplicações financeiras Estoques Cheques custodiados Adiantamentos fornecedores Despesas antecipadas

Permanente Sede Central Sede Olímpica Sede Campestre Sede Praia

Realizável a longo Prazo Parcelamento (INSS) Prêmios de Seguros-apropriar

Total do ativo

49.458,11 -13.296,14 135.771,19 34.468,04 25.709,98 44.137,27 8.318,62

Cheques a compensar Conta movimento Fornecedores Obrigações fiscais Obrigações sociais Ordenados/salários Seguros a pagar

5.999.434,34 Exigível a longo prazo 2.164.031,61 1.520.732,88 1.499.671,59

Exigível a longo prazo

173.938,06 10.937,91 44,24 5.206,96 4.325,20 57.153,70 93.654,42 2.615,56

601.878,97 601..878,97

814.998,26

842.866,63 Patrimônio líquido 830119,67 12746,96

7.126.868,04

6.351.051,01

Total do Passivo 7.126.868,04 Receita operacional Bruta Despesa Operacional e não Operacional Superavit no exercício

4.391.905.94 4.248.838,43 143.067,51

Obs.: O presente Balanço Patrimonial recebeu o PARECER FAVORÁVEL do Conselho Fiscal e foi aprovado pelo Conseho Deliberativo, em reunião realizada em 21 de março de 2012.

49


Mundo Feminino

Thalia comemora Dia da Mulher

O

Dia da Mulher, co-

pessoas, interesses e gerações dife-

memorado mundial-

rentes, mas com o objetivo comum de

mente no dia 8 de

celebrar a importância da mulher em

março, foi marcado

todas as atividades na comunidade”,

na Thalia por uma

disse Maria Helena Schultz, a coorde-

tarde de muita descontração, con-

nadora do espaço (confira os regis-

fraternização e alegria.

tros fotográficos, pela lente do diretor administrativo, Lauri Cesar Viana).

O encontro que contou com a

50

presença de mais de cinquenta só-

A Sala da Mulher, na Sede Cen-

cias lotou a Sala da Mulher para um

tro, está equipada para receber mu-

café, teve, ainda a realização de um

lheres de todas as idades que dese-

bingo e outras brincadeiras. “Foi uma

jam trocar conhecimentos e ensinar

tarde muito gostosa, de encontro de

habilidades umas às outras.


51


Mundo Feminino

Mulher, a alma de uma Sociedade Definição da primeira dama da Sociedade Thalia, Maria Helena Schultz, define a importância do olhar feminino para o desenvolvimento das atividades sociais, esportivas e de lazer.

A

ideia de que a mulher

pronta para descobrir as novidades

recebemos famílias de origem ára-

está no centro do que

que possam fazer seus entes queri-

be e chinesa. E todas são recebidas

acontece em uma So-

dos mais felizes. Sem ela, a família

de braços abertos para o engrande-

ciedade como a Thalia

se acomoda”, explica.

cimento da Thalia”, conta.

é uma analogia à imEm relação à trajetória da

família. Para Maria Helena Schultz,

Thalia, Maria Helena lembra da im-

Maria Helena avalia que insti-

primeira-dama da Sociedade Thalia

portância da participação feminina

tuições como a Thalia têm, nos dias

e coordenadora da Sala da Mulher,

ao longo do tempo. “Basta olhar

atuais, uma grande oportunidade

“as sócias demonstraram máxima

para nossa história para encontrar

para recuperar a importância que já

importância nestes 130 anos”. Ela

mulheres que sempre souberam va-

tiveram, em decorrência das trans-

explica que o homem teve e tem

lorizar suas participações”, diz ao

formações verificadas na própria

múltiplas responsabilidades – im-

lembrar o que foi feito na parte so-

comunidade. “As instituições sociais

portantes para a administração,

cial, nos esportes e na cultura.

tiveram o seu auge até o final dos

para as finanças e na condução institucional, mas que tudo isso ficaria

52

Preocupações femininas

portância da presença feminina na

anos 1970. Depois, com o advento Maria

Helena

destaca

a

de modalidades de lazer como os

sem função não fosse a presença

transformação da Thalia ao longo

shoppings, os jogos eletrônicos, a

das mulheres no apoio às ativida-

do tempo, sempre com a aceitação

internet, a TV paga e outros, o públi-

des e na indicação do que é mais

de novos costumes. “No início, a So-

co diluiu-se entre as muitas ofertas”,

importante para as unidades fami-

ciedade era voltada para a área cul-

explica. No entanto, a coordenadora

liares. “São as mulheres que fazem

tural e tinha, predominantemente, a

lembra que o mundo continua a se

a interface entre a Sociedade e a fa-

influência germânica. Outras cultu-

transformar e “com os perigos do dia

mília. É ela que anima a todos para

ras foram sendo agregadas, e o que

a dia, as sociedades voltaram a ser

fazer isso ou aquilo, que acompa-

podemos perceber é que essa mis-

muito interessantes para as famí-

nha, que cobra e que está sempre

cigenação continua. Recentemente,

lias pela segurança e diversidade de


opções de diversão que oferecem”,

tica da esgrima ou da patinação artís-

tre os sócios. “Onde haviam grupos

explica. Segundo Maria Helena, “as

tica”, acrescenta.

separados por afinidades sócio-eco-

mulheres já perceberam essas qualidades na Thalia e estão trazendo

nômicas, culturais ou etárias, hoje Outra propota nessa linha e já

há convivência. Trabalhamos para

em estudos é a Sala da Criança. “A

encurtar essas distâncias e perce-

Thalia oferece atividades para quase

bemos, na Sala da Mulher, pessoas

Maria Helena diz que “é o

todas as faixas etárias, mas muitas

de perfis, conhecimentos, costumes

olhar da mulher o que importa e que

mães deixam de ir à academia ou à

e idades muito diferentes. E apren-

é ela que aponta as necessidades”.

natação por não ter onde deixar seus

dendo umas com as outras”, conta.

Em resposta a essa percepção, a Tha-

filhos menores. Em breve, esse pro-

A coordenadora ressalta a importân-

lia implanta melhorias na estrutura,

blema estará resolvido e as famílias

cia da convivência produtiva, onde

provendo o associado de atividades

terão ainda mais motivos para estar

há a compreensão da outra parte

cheias de charme e desafios para os

nos nossos ambientes”, garante.

e o surgimento de amizades reais.

seus filhos de volta”.

mais variados gostos. “É dessa forma que surge uma pista de skate (projeto

Integração

em desenvolvimento), uma estrutura

Segundo Maria Helena, a mu-

completa para o aprendizado e a prá-

lher também atua na integração en-

“Viver para aprender, vencer as diferenças e fortalecer as relações é uma grande inovação e um exemplo que devemos cultivar”, completa.

53


Criança

Colônia de férias

Um lugar, muitos sonhos, muita alegria, muita diversão. Momentos para deixar saudade. Assim foi a colônia de férias de verão, na Fazenda. Bom para os pais, excelente para os participantes. Confira, nas fotos, como é bom ser criança na Thalia.

54


reservado para grĂĄďŹ ca

55


Cultura

Mantendo a tradição

A

o começar a conhecer a história da Sociedade Thalia é fácil imaginar que o Grupo Folclórico Germânico Original

Einigkeit Tanzgruppe também está beirando os 130 anos de atividade. Na verdade, o grupo surgiu em 3 de setembro de 1991, do desejo de alguns jovens que tinham como objetivo cultivar a cultura alemã através da dança, músicas, idioma e costumes. Assim, a centenária Thalia encontrou o próprio destino de manter a sua “origem imigrante”. Outro destaque é o cuidado

com cerca de 50 danças.

Desde a sua fundação, um dos

com o figurino. O grupo apresenta-

principais objetivos do grupo foi de fa-

se com trajes diversos, de acordo

Os ensaios são aos sábados

zer as suas performances da maneira

com os costumes de várias regiões

(a partir das 14h00 para as tur-

mais fiel às manifestações originais.

da Alemanha, Áustria e Suíça. Os

mas infantil e juvenil e a partir das

trajes da Alemanha representam

16h00 para o grupo adulto). Nas

A chegada na Thalia aconte-

as regiões de Miesbach, Schleswig-

terças-feiras acontecem os ensaios

ceu em 3 de outubro, quando os in-

Holstein, Berchtesgaden, Algäu. Da

para casais, com início às 20h00.

tegrantes ingressaram para o quadro

Áustria temos o Jenbach e Dirnd´l

Todos estão convidados.

de sócios. Foi o início de uma relação

e da Suíça os trajes representam

permanente e aberta a interessados

as regiões de Zurich, Graudünden,

de todas as ascendências étnicas.

Saient Gallen e Niedenwalden.

os telefones são os seguintes:

“Para entrar, basta ter o interesse pela cultura germânica e estar dis-

O repertório é vasto, com mais

posto a treinar e se divertir”, diz Mar-

300 coreografias. No entanto, o pro-

cos, um dos atuais coordenadores.

grama de apresentações atual conta

56

SERVIÇO: Para informações, 9198 6842, com Carlos, ou 9613 6786, com Marcos.


Cultura

O tom da Thalia

C

antar é mais do que

maior. “Pense, então sobre o que é

das as quintas-feiras, às 19h30min,

soltar a voz, diz o ma-

cantar em grupo, somando a sua voz

no terceiro andar da Sede Centro –,

estro Paulo Kühn, co-

com a de outro e de mais outro, em

o grupo faz diversas apresentações

ordenador do Coral da

uma harmonia de vozes. É a realiza-

em Curitiba e em outras cidades, em

Thalia, ao convidar os

ção”, defende.

cerimônias cívicas, em homenagens,

associados para que venham somar

casamentos, apresentações culturais

vozes com os 50 coralistas em ati-

Outra característica da ativi-

e em eventos da Sociedade. Durante

vidade. “Cantar é um presente que

dade é a formação de um ciclo de

os ensaios são dadas orientações so-

oferecemos aos outros e a nós mes-

amizades onde a música aparece

bre técnica vocal, noções de leitura

mos”, acrescenta.

como propósito comum. “O canto co-

de partitura e estudo das músicas do

ral divulga a arte e enaltece o ser e

repertório.

De acordo com o regente, no

o fazer”, explica. Além do encontro

Coral Thalia, essa experiência é ainda

semanal – o Coral Thalia se reúne to-

Informe-se na Secretaria ou

57


Esportes

Tradição renovada Thalia recupera parte importante da sua história esportiva com a volta das aulas de esgrima e os treinamentos para competição.

A

esgrima, esporte que

so duelar para alcançar os objetivos.

faz parte da nossa his-

Na esgrima aprendi que às vezes é

tória, retorna no ano em

preciso recuar. Para voltar no mo-

que a Thalia completa

mento certo e vencer”, comenta.

130 anos. A volta se

Como atleta, competiu de 1975 a

dá através de um thaliano de longa

1992, colecionou títulos, como os

data, Giocondo Cezar Cabral, filho de

dois campeonatos panamericanos

Leôncio Leão de Siqueira e Enny de

e diversos brasileiros e sulamerica-

Siqueira Cabral, neto de Divo Cabral

nos, e foi chefe de equipe no conjun-

– todos thalianos. “A minha relação

to que representou o Brasil na Olim-

com a Sociedade sempre foi muito

píada de Barcelona, em 1992.

familiar. Há alguns dias, minha mãe, hoje com 87 anos, me contou sobre

Giocondo diz que não há limite

os recitais de piano que fez na Tha-

de idade para a prática. “Temos alu-

lia. E morávamos a apenas quatro

nos dos seis aos 86 anos, temos mães

quadras”, conta.

que vieram trazer os filhos e hoje já esgrimem“, defende. Em relação aos

58 58

À frente da equipe de esgrima

benefícios para o praticante, destaca

da Thalia, Giocondo fala da ativida-

uma máxima entre os esgrimistas:

de como a própria vida. “Com ela

“é o xadrez em alta velocidade”. Ele

aprendi muito. No dia a dia, é preci-

conta que a atividade proporciona o


desenvolvimento físico e intelectual,

Simeão Rodrigues, oitava classifi-

Giocondo, as transformações ocorri-

ajuda a combater o stress, é excelen-

cada no ranking mundial, campeã

das no país com a melhor distribui-

te na queima de calorias e na manu-

panamericana juvenil e uma das

ção de renda e a facilidade para a

tenção da forma.

representantes do Brasil no Mun-

importação estão entre os fatores

dial 2012, em Moscou; Giulia Gas-

que fazem o esporte mais acessível.

parin, campeã brasileira juvenil e

“Um equipamento completo, que

Giocondo lembra que a Thalia

vice-campeã sulamericana; Mayssa

ofereça as condições para competir

foi uma das primeiras sociedades ins-

Grise Monteiro e Fabiana Teixeira,

em alto nível, custa aproximadamen-

critas nas federações paranaense e

campeãs brasileiras por equipe; Lu-

te R$ 1.200,00. Esse era o preço só

brasileira de esgrima. A volta se deu

cas Cordoni, campeão paranaense

de uma arma, na época em que eu

a partir da realização do Campeona-

e terceiro lugar no Brasileiro Juvenil;

competia”, conta.

to Brasileiro Infantil, no ano passado,

Ana Catarina Joaquim, campeã bra-

quando 250 crianças de todo o país

sileira infantil, Gabriela Monteiro,

estiveram competindo na Thalia. “Foi

campeã paranaense infantil e Theo

Para aprender a modalidade,

quando iniciamos as conversas para

Goldenberg, terceiro lugar brasileiro

o preço também está acessível. Para

voltarmos”, conta. As aulas começa-

na categoria infantil.

os sócios da Thalia, a mensalidade

Uma equipe campeã

ram com 12 alunos, muitos preparados para competições de alto rendimento.

Esporte acessível

Como praticar

é de R$ 120,00, com três aulas semanais. Para não associados a taxa

O tempo em que a esgrima era

é de R$ 160,00 por mês. Para in-

Gicondo anima-se ao falar da

um esporte reservado exclusivamen-

formações, entre em contato com a

equipe da Thalia, hoje com Amanda

te à elite econômica já passou. Para

Secretaria (3320 7900).

59


Esportes

Karatê cresce em número de alunos

Meta é expandir ainda mais a modalidade através da melhoria da qualidade da estrutura, especialização dos professores e eventos de padrão internacional.

H

á três anos na Tha-

master, com Sandro de Lima e Edson

realizar um torneio interno e organizar

lia, o karatê só cresce

Silva, respectivamente; o vice-campe-

um encontro internacional, como o que

em qualidade e em

onato mirim, com João Batista; o vice-

aconteceu em 2011 na Sede Fazenda”,

número de alunos e

campeonato infantil, com Gabriel Silva,

conta o professor Edson Capinski.

passamos a participar

o terceiro lugar juvenil, com Bruno Kons

ativamente de certames oficiais para-

Franco e o vice-campeonato Junior, com

Serviço – Os horários do

naenses e brasileiros.

Igor Ahumada. Na classificação geral, a

Karatê da Thalia são os seguintes:

Thalia ficou em quarto lugar no Estado.

terças e quintas-feiras, pela ma-

Em 2011, tivemos boas conquis-

60

nhã, com início às 7h30; segundas

tas, como o título de campeão estadual

Para melhorar a qualidade do

adulto, com Herick de Paula; o vice-cam-

Karatê Thalia, “iremos estreitar o rela-

peonato e o terceiro lugar na categoria

cionamento com a Federação Francesa,

e quartas-feiras, à noite, com início às 18h30 e às 19h30.


PLANO ODONTOLÓGICO SEGASP

ZAROV.COM.BR

www.segasp.com.br

A saúde da sua família começa pela boca!

Sem carências em qualquer procedimento Sem limite de utilização Sem taxas de inscrição ou administrativas

O Plano Odontológico SEGASP possui todas as vantagens e benefícios de uma das maiores e mais experientes empresas de assistência odontológica do país, aliada a experiência dos mais de 40 anos do SEGASP.

saiba mais

(11) 2161-0700

ligue agora

61


Esportes

A

Paixão sobre rodas chegada da argentina

cionais”, diz a professora.

naturalizada brasileira, campeã

riados interesses. Pedagoga, psi-

paranaense

Apaixonada pela patinação ar-

por cinco vezes, Gra-

tística, atividade que aprendeu com

psico-pedagogia,

ciela Liliana Samburgo,

o pai e com a qual está envolvida

treinamentos sobre rodas tanto

abriu um grande horizonte para a

desde os sete anos de idade, Gracie-

para quer competir em alto nível

Thalia, com a implantação de um nú-

la defende a prática para qualquer

como para aqueles que precisam

cleo de formação e desenvolvimento

pessoa dos cinco aos 80 anos pelo

perder peso ou simplesmente para

da patinação artística. Com poucos

conjunto de benefícios. “Não é ape-

superar o stress do dia-a-dia. “É

dias de atividade, já são 48 alunos

nas arte. Não é apenas esporte. É

uma excelente válvula de escape

inscritos na modalidade, incluindo

a mistura dos dois. Trata-se de uma

para superar as tensões cotidianas.

o Grupo Allegro, para competição e

prática física que permite a expres-

A patinação trabalha com a liberda-

apresentações. “Nosso objetivo é

são artística”, explica.

de dos movimentos, a música e a

destacar a Sociedade no Paraná, no Brasil e até em competições interna-

62 62

artística é adequada aos mais vacóloga e com pós-graduação em recomenda

os

velocidade e permite uma criação Para Graciela, a patinação

artística muito grande, além de me-


lhorar a disciplina, a concentrção e

ra bailarina do Grupo Patim Show

o equilíbrio”, explica.

AABB, de São Paulo, e das vitórias

Competição

como patinadora, Graciela acumu-

permita flexibilidade”, explica.

Custo baixo

la títulos como técnica da equipe

Para aprender ou treinar a

Quando o assunto é compe-

de Santa Catarina e mais de 10

patinação artística, as taxas na

tição, as metas são ambiciosas. A

anos como treinadora de equipes

Thalia são de R$ 55,00 para sócios

Thalia já tem um grupo de 15 a 20

em entidades co-irmãs.

e R$ 80,00 para não sócios, para

patinadores de alto padrão, além da adolescente Verônica Lorenzzo-

Equipamento

uma aula por semana. Uma carga de duas aulas semanais custa R$

ni, na página ao lado com Graciela.

O investimento em equipa-

110,00 para sócios e R$ 160,00

“Podemos preparar uma equipe de

mento, para iniciantes resume-se

para não sócios. Para três aulas

alto rendimento para participar até

aos patins, algo em torno de R$

semanais, a mensalidade é de R$

de competições internacionais”,

460,00, e as vestimentas para

165,00 para sócios e R$ 240,00

diz. Experiência para isso não falta.

apresentação. “Para os treinos,

para não sócios. Para mais infor-

Além da participação como primei-

basta uma roupa confortárvel e que

mações, ligue 3320 7900.

63


Esportes

Eventos esportivos marcam os 130 anos Data histórica será marcada por série de competições a serem realizadas ao longo do ano. Sócios são os principais convidados para participar como atletas ou marcando presença como torcedor.

O

Departamento

de

Esportes da Thalia vai realizar, durante o ano, uma série de eventos preparados

exclusivamente pra comemorar os 130 anos da Thalia. A primeira realização aconteceu nos dias 30 e 31 de março e 1º de abril, na Sede Fazenda, com a realização da Primeira Etapa do Campeonato Brasileiro de Automodelismo. Também no final de março, de 22 a 25 e de 29 de março a 1º de abril, aconteceu uma das etapas do Campeonato Paranaense de Tênis de Campo para as Classes A, B e C.

bolonistas fazerem parte das come-

Outra disputa realizada no

Ainda no primeiro semestre, provavel-

morações, durante a Copa Thalia 130

mês de abril, reuniu os melhores

mente em junho, será realizada mais

Anos de Bolão, entre os dias 23 e 29,

sinuqueiros de Curitiba, de 23 a

uma etapa do Paranaense de Tênis,

com a participação de grupos de todas

27 de abril. O Thalia Open de Si-

com disputas em duplas.

as sociedades e clubes de Curitiba e

nuca foi disputado em alto estilo

região, do interior do Paraná e do esta-

nas mesas do Salão de Sinuca da

do de Santa Catarina.

Sede Centro.

No mês de abril, foi a vez dos

64


Resultados confirmam boa fase do Bolão A reestruturação do Bolão da

No Campeonato Estadual Fe-

A próxima etapa do feminino

Thalia, somado ao talento dos nos-

minino – Bola 16, a Thalia aparece

acontece em Maringá, nos dias 23

sos jogadores está se traduzindo

em segundo lugar, com 12 pontos,

e 24 de junho. No masculino, as

em resultados. Após o torneio início,

após as duas primeiras etapas (dia

próximas disputas estão marcadas

realizado em 31 de março e vencido

19 de abril, na Thalia, e dia 20 de

para os dias 19 e 20 de maio, com

pelo Grupo Tiradentes – seguido pe-

abril, no Clube Curitibano).

jogos na Thalia e no Curitibano.

los Cobrinhas (2º), Azes (3º), Sam-

primeiro lugar está a Sociedade

bolão (4º) e Mosqueteiros (5º), nos-

Morgenau, com 16 pontos. O Clube

sos atletas confirmam a boa fase

Olímpico de Maringá está em ter-

Outro grande feito foi a con-

com conquistas importantes.

ceiro, com oito pontos, enqanto o

vocação da sócia-atleta da Thalia

Curitibano, com quatro pontos, de-

Gabriela Garcez para a Seleção

No Campeonato Sulamerica-

fende a quarta posição e a AABB,

Brasileira que disputará este ano o

no Bola 16, de 5 a 8 de abril, a Tha-

sem marcar pontos até o momento,

Campeonato Mundial de Bolão, em

lia posicionou-se em quarto lugar.

está na quinta posição.

Luxemburgo, na Europa.

Em

Seleção

Na lanchonete do Salão de Bolão da Thalia.

65


Esportes

MEDALHAS PARA TODAS AS IDADES Aprimoramento técnico destacam o Tênis de Mesa da Thalia. Modalidade seduz participantes de todas as idades como atividade de lazer ou para a competição de alto rendimento.

E

sporte de alto rendimento, para o lazer ou mesmo com fins tarapêuticos no combate ao estresse, o tênis de mesa é uma

modalidade em crescimento na Thalia. “O investimento na reestruturação de um amplo espaço, equipamentos adequados e orientação técnica é a nossa base para a modalidade”, conta o diretor de Esportes, Silvio Fraguas. “Quando você tem a estrutura, os resultados são consequência da dedicação dos atletas e da qualidade técnica na formação dos jogadores”, acrescenta, ao lembrar as recentes conquistas na Primeira Etapa do Campeonato Parnaense, em Maringá, em 11 de março, e na XII Copa de Tênis de Mesa do Aniversário de Curitiba, em 31 de março. De Maringá, a Thalia trouxe seis posições no pódio. A principal delas foi o primeiro lugar conquistado por Joon Shim, na categoria Pré-Mirim. Ricardo

66


Anselmo Adriani ficou em terceiro na categoria Pré-Senior, enquanto Antônio Alves foi o terceiro entre os Super Veteranos. Na categoria Mirim Willian Hói Yip foi o sétimo lugar e Hoo Sim, o oitavo. Jaime Borges Junior foi o oitavo lugar na categoria Sênior. Na competição da Capital, fo-

Dança de Salão A arte de conduzir ou ser conduzido pelos acordes musicais é, também, uma excelente atividade física.

ram três campeonatos e um terceiro lugar. André Kucek venceu na categoria Adulto A, Jack Sim na categoria Maiores A e Lucas Barbosa na categoria Pré-Mirim/Mirim B. O atleta Ricardo Adriani colabo-

Venha participar . Consulte os horários disponíveis na Secretaria. 3320 7900.

rou com a produção desta matéria.

67


Esportes

Esportes para todos os gostos

Quem gosta de fazer atividades físicas, para o seu desenvolvimento pessoal ou para competir, encontra na Thalia uma grande variedade de opções.

A

s muitas modalidades

você vai encontar uma de acordo

esportivas

com suas carências ou desejos.

permitem

Academia A melhor orientação

atender a todas as necessidades para sair do

Confira, a seguir, o que a

sedentarismo, para cor-

Thalia oferece. As práticas são di-

reções terapêuticas, para a competi-

vididas em dois segmentos: o pri-

ção profissional, para facilitar a busca

meiro trata da atividade física para

da beleza ou simplesmente para sa-

melhorar a qualidade de vida, ou

tisfazer os apaixonados por esporte.

seja, para quem quer estar bem

para ficar em forma. Na Sede Centro.

mas não se preocupa em chegar Hoje, não há mais dúvidas

aos elevados níveis das competi-

sobre os benefícios de realizar ativi-

ções. O segundo é voltado para o

dades físicas periodicamente e com

treinamento de quem sonha com o

orientação profissional apenas para

pódio e planeja buscar a vitória.

manter a forma. Alcançar o equilíbrio entre o corpo e a mente deixou de

Em ambas as situações, a

ser uma obrigação para se aproxi-

estrutura de esportes da Thalia

mar de um hábito prazeroso.

está pronta para atender com qualidade tanto nas instalações como

A Thalia oferece uma grande varieade de opções. Com certeza

68

com professores especializados. A escolha é sua.

Piscinas Natação, hidroginástica e hidrobike em piscinas térmicas e cobertas. Nas sedes Centro e Olímpica.


Melhor idade

Tênis de Mesa

Futebol

225 m 2 exclusivos

No Ginásio Poliesportivo. As noites de terças e quintas,

Quatro campos para

são reservadas para a o

futebol suíço, sendo três de

basquetebol.

grama e um de areia. Com

para a modalidade. Na Sede Centro.

atividade nos finais de tarde e noites das segundas e

Artes Marciais

quartas. Ponto de encontro

Os salões de karatê, judô e

para dezenas de thalianos.

capoeira oferecem a prática

Na Sede Olímpica.

em diversos níveis, desde o iniciante e para todas as

Academia ao ar livre

idades. Na Sede Centro.

Equipamentos para ‘trabalhar’ todo o corpo.

Caminhada

Na Sede Olímpica.

Uma das atividades físicas mais indicadas para manter o corpo em equilíbrio.

Sala de Ginástica Aulas de jump, sessões de alongamento e atividades

Em uma exclusiva,

pista na Sede

Olímpica.

aeróbicas. Na Sede Centro.

Bolão Os sete grupos em atividade aguardam novos praticantes. Na Sede Centro.

Tênis Esgrima Novidade na Thalia. Na Sede Centro.

10 quadras de alto padrão e iluminadas, para conhecer ou

Patinação

se desenvolver na modalidade.

Aprenda para o seu lazer,

Na Sede

condicionamento

Olímpica.

ou para competir. Na Sede Centro.

69


Esportes

Atletas da Thalia comemoram os bons resultados de 2011 A competição voltou. As mudanças na gestão esportiva implantadas nos últimos dois anos apresentam as primeiras conquistas. As metodologias aplicadas revelam atletas e recuperam as classificações que fizeram da Thalia, no passado, uma tradição no esporte amador.

S

e o seu objetivo com o

ficos, a representar a Sociedade e a

tinação artística. “O objetivo, no mo-

esporte é conquistar o

participar de eventos promovidos por

mento, é ampliar os serviços ao asso-

pódio e viver as emo-

ligas e federações desportivas.

ciado, agregar qualidade e melhorar

ções das competições,

a percepção de valor no conjunto do

conte com a Thalia.

Durante o ano de 2011, nos-

Nossa sociedade tem tradição em vá-

sos atletas acumularam medalhas,

rias modalidades, estrutura adequa-

troféus e títulos, recuperando a tra-

Segundo Silvio, “temos uma

da, professores qualificados e atletas

dição de competitividade construída

esgrima que poderá enviar um atleta

que “colecionam” troféus e títulos.

pela Thalia no passado. “Estamos na

para a Olimpíada de Londres. A equi-

ascendente. Ainda há muito terreno

pe já chegou com alto desempenho,

Tudo começa na iniciação es-

a ser percorrido, mas os resultados

da mesma forma como a patinação”.

portiva. As opções são a esgrima, a

são encorajadores”, diz o diretor de

Para Fraguas, o exemplo define bem o

patinação, o tênis de mesa, o tênis de

Esportes, Silvio Fraguas.

padrão que a Thalia busca para o seu

campo, o judô, o karatê, o bolão – bola

70

que é ofertado”, conta.

segmento de competição esportiva.

16 e a natação. Em todas há diversos

Segundo o dirigente, o bom

horários à disposição do associado.

momento do esporte na Sociedade

Confira, na página ao lado, al-

Aqueles de mostram maior aptidão

passa também pela oferta de novas

gumas das conquistas mais recentes

passam a treinar em horários especí-

modalidades, como a esgrima e a pa-

do ano que passou.


Bolão – Bola 23 terceiro no Estadual Interclubes.

jogadores profissionais.

Campeonato Metropolitano

Apenas clubes de Curitiba enviam

nas categorias Masculino e

equipes. Os demais competidores

Campeonato Brasileiro de 2012,

Feminino.

são seleções de municípios,

a ser disputado em Porto Alegre,

muitas delas integradas por

Rio Grande do Sul.

A Thalia conquistou o

A equipe masculina chegou em

Bolão – Bola 16

Classificação para o

Basquetebol

3º LUGAR no Paranaense.

Classificação para o

Metropolitano Adulto.

Campeonato Brasileiro de 2012.

Terceiro lugar no Campeonato Vice-campeão no Campeonato

Metropolitano, Sub 19. 

Vice-campeão do Campeonato

Metropolitano, na categoria Sub 15. 

Campeão do

Torneio Duque de Caxias.

Futsal Campeonato Metropolitano

Federal do Paraná têm equipes

– a equipe thaliana da categoria

com atletas não profissionais.

adulto chegou terceiro lugar.

ficou em quarto lugar. 

Campeonato Metropolitano

Entre todos os competidores,

apenas a Thalia e a Universidade

– A equipe da categoria Sub 20

Na categoria Sub 15, nossos

atletas conquistaram o terceiro lugar na Copa Decisivo.

71


Divirta-se

72


73


74


Revista Thalia