Page 41

INCAPER

Novas variedades de Conilon, classificadas internacionalmente como bebida superior, prometem aumentar a renda dos produtores do Espírito Santo, estado que responde 80% da produção nacional

A

conquista da classificação internacional de “Bebida Superior” vem ampliando cada vez mais o mercado do café Conilon. Vinte anos após as primeiras cultivares recomendadas para o estado do Espírito Santo, três novas variedades clonais, melhoradas geneticamente, são lançadas pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Incaper). Entre seus diferenciais, prometem melhorar a qualidade da cafeicultura capixaba e aumentar em 20% em média a renda dos produtores rurais. O Espírito Santo é o segundo maior produtor brasileiro de café e responde por 80% da produção de Conilon do País. A cafeicultura está presente em quase todos os municípios capixabas e representa 44% do PIB agrícola do estado. É a atividade que mais gera empregos e distribui renda no Espírito Santo. Envolve 131 mil famílias, gera cerca de 400 mil empregos e está presente em 60 mil propriedades rurais, em área total de 450 hectares, dos quais 280 mil hectares com Conilon. “Por trás da xícara tem gente, tem meio ambiente, tem política pública, tem quase trinta anos de pesquisa, tem o empenho do produtor rural, dos profissionais do Incaper e muitas outras Ao lado: A variedade precoce Diamante Incaper 8112 chega a produzir cerda de 40% a mais que a Emcapa 8131

Jequitibá Incaper 8122 tem maturação intermediária, e seu nome homenageia a árvore símbolo do ES

coisas envolvidas. A qualidade do café produzido no Espírito Santo está encantando o mundo”, afirma Evair Vieira de Melo, diretor-presidente do Incaper.

Novas variedades Resultado de mais de 20 anos de pesquisa e desenvolvimento, as novas variedades possuem diversas características que as diferenciam das variedades de Conilon disponíveis no mercado. Batizadas de “Diamante Incaper 8112”, “Jequitibá Incaper 8122” e “Centenária Incaper 813”, distinguem-se pela época de maturação dos frutos. Para o produtor, o escalonamento da colheita traz diversas vantagens, como a melhor gestão da mão de obra e a utilização mais adequada de terreiros e secadores. A alta produtividade das cultivares ajuda no aumento da produção na indústria cafeeira. E a excelente qualidade da bebida é a maior vantagem para o consumidor. As três novas variedades possuem alta produtividade, podendo alcançar rendimentos superiores a 120 sacas beneficiadas por hectare em plantios irrigados com alta tecnologia. Além disso, apresentam boa estabilidade de produção, uniformidade de maturação, moderada resistência à ferrugem.

Nomes duradouros Os nomes atribuídos às novas variedades clonais de café Conilon lançadas pelo Incaper, representam algo em comum: durabilidade, longevidade, perpetuidade.

A Lavoura - Nº 699/2013

41

A Lavoura 699  

Café: mais demanda pela qualidade. Indicação Geográfica: Café da região do Cerrado Mineiro. Óleos essenciais: Mercado em expansão.

A Lavoura 699  

Café: mais demanda pela qualidade. Indicação Geográfica: Café da região do Cerrado Mineiro. Óleos essenciais: Mercado em expansão.

Advertisement