Page 39

mais de 300.000 dessas aves se afogam a cada ano por tal razão. Esse tipo de pesca é a maior causa da ameaça de extinção de 17 das 22 espécies de albatrozes, aves de longa vida e baixas taxas de reprodução. As medidas adotadas para reduzir essa enormidade de perdas são principalmente pesos para manter as linhas submersas e pedaços de panos coloridos presos às linhas emersas para serem agitados pelo vento e assustarem as aves. A decisão da IOTC imita resolução já ratificada pela Comissão Internacional para a Conservação dos Atuns do Atlântico. Para os barcos brasileiros empenhados nesse tipo de pesca, o Projeto Albatroz, de uma ONG conservacionista nacional, tem colaborado há mais de 20 anos na implementação das medidas de proteção, mediante acompanhamento e educação ambiental, com resultados significativamente satisfatórios. Fonte: BirdLife International e Projeto Albatroz

Dizimação dos batráquios Já foi citada neste Informativo a estranha ocorrência da diminuição acentuada e rápida das populações de muitas espécies de sapos, rãs e pererecas em todo o mundo, incluindo a exterminação de algumas delas, para surpresa e preocupação dos zoólogos e conservacionistas. Durante muito tempo, pesquisas foram feitas sem sucesso em várias regiões do globo, até que se descobriu a causa principal dessa estranha ocorrência. Ao que tudo indica, o fato se deve à rápida disseminação de um fungo patogênico, Batrachochytium dendrobatidis, altamente letal para esses animais, provavelmente espalhado pelo planeta, pelo menos em parte, pela mobilidade dos meios atuais de transporte.

dentre elas o antílope adax, um tipo raro de gazela, o carneiro-da-barbária e uma espécie do quase extinto guepardo-do-deserto. Fruto de quase uma década de esforços internacionais, a criação da reserva foi fruto da cooperação entre autoridades esclarecidas do Niger, doações externas provenientes do Governo Francês, EUA, Fundo de Conservação do Saara, e da Convenção das Espécies Ameaçadas. A população local também se envolveu no processo de estabelecimento da área protegida, considerando a importância da iniciativa na preservação de seu modo de vida e dos recursos naturais dos quais depende. Fonte: Imprensa do Fundo de Conservação do Saara (2012)

Agora, tem sido aventada a hipótese de que o fungo pode ter contaminado os anfíbios devido à introdução de espécies invasoras tolerantes aos seus efeitos, que agem como reservatórios do agente patogênico. Pesquisadores, verificando como o fungo atingiu anfíbios em áreas protegidas remotas, constataram que certas espécies são capazes de tolerar a doença e a espalham em novas regiões. Na Serra Nevada da Califórnia, por exemplo, verificou-se que 67% dos indivíduos de uma espécie nativa da região oeste dos EUA estavam contaminados com o B. dendrobatidis, mas que, apesar disto, continuavam a sobreviver enquanto outros anfíbios da mesma área foram extirpados. Os autores do estudo sugeriram que essa espécie resistente podia portanto espalhar a doença pelas demais espécies da área. O mesmo mecanismo de transmissão pode ter acontecido em outras regiões, especialmente se espécies contaminadas, porém resistentes, tenham nelas sido introduzidas. Fonte: Oryx, V 46(3), julho de 2012

Um belo exemplo de um país pobre O Niger, uma das mais pobres nações da África, criou no ano passado a maior reserva natural do continente, cobrindo 100.000 km2, denominada Reserva Cultural e Natural Termit & Tim Touma. Situada na parte leste do país, ela dará um muito necessário abrigo a algumas das mais ameaçadas espécies no mundo,

CONSELHO DIRETOR Presidente Ibsen de Gusmão Câmara Diretores Maria Colares Felipe da Conceição Olympio Faissol Pinto Cecília Beatriz Veiga Soares Malena Barreto Flávio Miragaia Perri Elton Leme Filho Conselho Fiscal Luiz Carlos dos Santos Ricardo Cravo Albin Suplentes Jonathas do Rego Monteiro Luiz Felipe Carvalho Pedro Augusto Graña Drummond

A Lavoura - Nº 699/2013

39

A Lavoura 699  

Café: mais demanda pela qualidade. Indicação Geográfica: Café da região do Cerrado Mineiro. Óleos essenciais: Mercado em expansão.

A Lavoura 699  

Café: mais demanda pela qualidade. Indicação Geográfica: Café da região do Cerrado Mineiro. Óleos essenciais: Mercado em expansão.

Advertisement