Page 1

Ano 11 número 16 | Verão de 2013

BikeMania Ciclistas conquistam ruas e praias das nossas cidades, provando que a bicicleta é o mais prático e divertido meio de transporte e de lazer

Brinde ao verão! Os vinhos brancos mais recomendados para os dias quentes da alta estação Um novo olhar Fotógrafos amadores e profissionais revelam ângulos surpreendentes e muitas vezes poéticos de Bertioga


bbec

fotos: Marcelo Paez

Fotografe o cテウdigo e surpreenda-se

Sテグ PAULO - al. gabriel monteiro da silva, 820

tel: 11 3062 5052

D&D shopping piso superior tel: 11 5506 5248 | shopping lar center piso tテゥrreo tel: 11 2252 2903 | outlet - rua joaquim antunes, 747

tel: 11 4362-5244

RIO DE JANEIRO - casashopping 1ツコ piso tel: 21 2108 8244 | www.breton.com.br


bbec

fotos: Marcelo Paez

Fotografe o cテウdigo e surpreenda-se

Sテグ PAULO - al. gabriel monteiro da silva, 820

tel: 11 3062 5052

D&D shopping piso superior tel: 11 5506 5248 | shopping lar center piso tテゥrreo tel: 11 2252 2903 | outlet - rua joaquim antunes, 747

tel: 11 4362-5244

RIO DE JANEIRO - casashopping 1ツコ piso tel: 21 2108 8244 | www.breton.com.br


Editorial

nossa opinião

Diretor de marketing: Luiz Augusto Pereira de Almeida

Um contínuo recomeço

Editora executiva: Beatriz Pereira de Almeida www.sobloco.com.br

Jornalista responsável: Juliana Klein MTb 48.542 Redação: Sheila Mazzolenis, Juliana Klein e Marianna D’Amore

Todo dia é um novo dia para a Riviera de São Lourenço, que avança a passos largos para o futuro sem esquecer as três décadas passadas, nas quais foram semeadas as ideias e ações que comandam o presente e garantem a qualidade de vida de amanhã. Resultado de um planejamento cuidadoso e visionário, este fenômeno de continuidade e de renovação é facilmente identificado. Por exemplo, Dominic Townsend, vice-presidente mundial da ABS Quality Evaluations – órgão certificador da ISO 14001 –, afirmou recentemente: “embora a ideia e o projeto da Riviera tenham sido concebidos aproximadamente 30 anos atrás, o projeto se desenvolveu e a estratégia global manteve-se durante todo seu ciclo de vida.” Isso significa que a sustentabilidade como estratégia global se manteve – afinal, faz parte do DNA da Riviera! –, mas o projeto se renova continuamente, permitindo a expansão organizada do nosso bairro-cidade, aplaudida por todos que nos visitam. Entre eles, jovens universitários, participantes das visitas técnicas (ver reportagem Um case exemplar) que promovemos com o objetivo de divulgar as soluções susten-

Revisão: Suzana Berenguer Camacho (BR) e Cecília Nobre (EN) Diretor de arte: Angel Fragallo Diagramação: Rodrigo R. Matias e Luciana Toledo Projeto gráfico: FullCASE Comunicação Produção fotográfica: Marcos Ferreira e Rodrigo R. Matias Foto de Capa: Angel Fragallo Impressão: Oceano Indústria Gráfica e Editora Ltda. Tradução: Marianna D’Amore

táveis que aplicamos na construção de nossa infraestrutura. Para essa expansão planejada e eficaz, contamos com os melhores parceiros que

Realização

poderíamos ter: dedicados moradores, empresários locais e empreendedores. Este é o caso de Gilberto e Márcia Borguetti – personagens da reportagem Receita de Sucesso –, e da Sobloco e Associação dos Amigos da Riviera de São Lourenço, que não medem esforços para garantir o bem-estar e a qualidade de vida de nossa comunidade. Neste final de ano, por exemplo, trouxeram para cá o sistema de compartilhamento público de bicicletas (ver reportagem A invasão das bicicletas), que não só constitui um estímulo à prática do ciclismo, como, também, reduz a circulação de carros.

Rua Lino Coutinho, 1214 Ipiranga - São Paulo – SP (11) 5081-6965 fullcase@fullcase.com.br www.fullcase.com.br

Mas também contribuem decisivamente para o crescimento e a valorização da Riviera e de toda a região obras de melhoria urbana e atividades artísticas realizadas em Bertioga. A revitalização da orla, os trabalhos em bambu de João Nunes, e o evento Revela Bertioga – com imagens capturadas por fotógrafos amadores e profissionais – são temas de reportagens desta edição e revelam uma efervescência saudável e atraente para o turismo. Somadas, essas contribuições merecem – assim como o ano novo – ser brindadas com alegria, esperança e... uma taça de um bom vinho branco gelado! Feliz 2013!

A revista Riviera é uma publicação produzida pela Fullcase Comunicação, sob encomenda da Sobloco Construtora S.A. Os textos assinados na revista são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Tiragem: 20 mil exemplares, auditada por:

Luiz Augusto Pereira de Almeida la@sobloco.com.br

6 . R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

w w w.r i v ier ade s aolour enc o.c om


sumário

Revista da Riviera de São Lourenço ano 11 número 16

14

Registros e Cartas Esta edição mostra foto histórica da entrada da Riviera, onde veio a ser construído o magnífico portal que se tornou cartão postal da região. Veja também as opiniões de nossos leitores

Warm up

24

Esporte

32

Gastronomia

48

Sem restrições de idade ou condição física, a bicicleta é a nova queridinha para transporte e diversão no país e no mundo

Selecionamos os melhores produtos e lugares para você se deliciar com o que há de melhor no mundo

RODRIGO R. MATIAS

10

1 6 Revela Bertioga Guia de harmonização mostra que vinhos e verão foram feitos um para o outro. Conheça também rótulos indispensáveis para sua adega

36

Estudantes universitários encontram na Riviera um laboratório vivo de práticas sustentáveis

SIV

venâncio

RODRIGO R. MATIAS

38

Visita técnica

Bertioga é vista por olhares sensíveis de fotógrafos amadores e profissionais. Confira imagens emocionantes

20

Bertioga Orla

22

Aconteceu

Começa uma nova fase do turismo em Bertioga com a orla revitalizada

A Riviera de São Lourenço não para. Fique por dentro dos principais acontecimentos do segundo semestre de 2012

8 . R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

Encontre seu paraíso particular entre os imóveis disponíveis no Sistema Integrado de Vendas da Riviera

42

Decoração

46

Sustentabilidade

Cores e texturas se encontram no projeto contemporâneo desta casa na Riviera

João Nunes transformou sua paixão pelo bambu em arte e homenagem ao meio ambiente

Perfil

RODRIGO R. MATIAS

verão

Empreender na Riviera é o sonho realizado pelo casal Márcia e Gilberto Borguetti

50

Gente

54

Compras

58

Guia de Serviços

Retratos dos apaixonados pela Riviera

Produtos indispensáveis para curtir o verão com estilo

Locais e atividades imperdíveis na Riviera e no litoral

ARTIGOs

30

Luiz Augusto Pereira de Almeida É preciso pensar na relação entre crescimento populacional e sustentabilidade

60

Georgeta Gonçalves A doce arte de ensinar conceitos a uma criança da era digital


CIMENTO QUEIMADO - LOJAS AUPING

TEXTURAS DE ALTA PERFORMANCE. FACILITA E MELHORA O RESULTADO FINAL. ORIGINALE - FAZENDA CAFÉ

ORIGINALE

STUCCATO

TERRACAL - KENIA MIRANDA

SABBIATO

TERRACAL

VELVET

SILK

LIMESTONE

STONE

PREDIAL

CIMENTO QUEIMADO

COURO

A mais avançada tecnologia disponível em texturas. Consulte cores. REPRESENTANTE LITORAL NORTE

0800 55 00 26 www.terracor.com.br

Rod. Rio-Santos, km 216.7 - Vista Linda - Bertioga 12 7812 8942 id 90*5555 www.crhomma.com.br


c a r ta s

O que dizem nossos leitores

Opinião Leitores desta revista, assim como frequentadores e visitantes da Riviera de São Lourenço, dão a sua opinião sobre o empreendimento. Faça o mesmo e use, para isso, cartas, mensagens de e-mail ou contato via Facebook.

“Passei mais de dez anos sem vir à Riviera, mas recentemente trouxe até aqui uma tia de 96 anos que sonhava em conhecer a localidade desde que leu o livro sobre a história

desse empreendimento. Eu fiquei surpreendida com o crescimento da Riviera e com o fato de que manteve sua organização, limpeza e segurança, ao contrário de outras localidades que crescem desordenadamente, comprometendo a paisagem e a qualidade de vida. Quanto à minha tia, ela ficou encantada e comentou que era maravilhoso conhecer de perto o que já havia visto no livro e que as imagens publicadas, apesar de lindíssimas, eram superadas pela realidade.”

“Já conhecia a Riviera, mas não de forma aprofundada – isto só foi possível, agora, com a visita técnica organizada pela UNISA, onde estudo engenharia ambiental. Fiquei impressionado ao constatar que os responsáveis pela idealização da Riviera de São Lourenço se anteciparam em tantas questões ambientais e tiveram uma visão empreendedora gigantesca quando decidiram criar um loteamento inovador, um exemplo em relação à sustentabilidade e preservação do meio ambiente.”

Heloisa Helena Pessoa Mendes

Alexandre Corrêa Rodrigues

Mande seu e-mail par a: marketing@sobloco.com.br

Registros

Fatos que fizeram história O logotipo da Sobloco e o cavalomarinho – símbolo da Riviera de São Lourenço – ladeiam a faixa que sinalizava a porta de entrada do empreendimento em meados dos anos 1980 (foto à esquerda). Em 2003, no mesmo local, as faixas e o chão de terra batida foram definitivamente substituídos por majestoso Portal, uma construção que se abre para a Avenida de Riviera e recebe, com elegância, todos os que aqui chegam – certamente por isso transformou-se em um dos nossos cartões postais.

acervo sobloco

Extrato do livro Riviera de São Lourenço, ontem, hoje... registros

10 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

antes e depois P o r ta l d a R i v ie r a


Novo Showroom. Novas Coleções. AINDA MELHOR. COMO VOCÊ MERECE! AV APROVADA 329 / 2869 UPTOWN RIVIERA DE SÃO LOURENÇO (13) 3316 6689


WARM up

Bom gosto em todo lugar Aproveite as melhores dicas de produtos e lugares inesquecíveis pelo mundo no guia deste mês

Para desbravadores Design elegante e sistema de navegação que contempla todas as necessidades de um esportista caracterizam o Ambit, novo relógio da Suunto. Com GPS, altímetro, bússola 3D, monitor cardíaco e sensor barométrico, é ideal para atividades outdoor e até mesmo para mergulho, funcionando em até 100 metros de profundidade. Para homens sempre em movimento, possui bateria recarregável com cabo USB e lente de cristal mineral.

Suunto Ambit Preço sugerido: R$1.999,00 www.suunto.com

Navegar com estilo Especializada em embarcações de alta qualidade, a italiana Sessa Marine apresenta o Fly 45, iate que combina a performance de um Open e o generoso espaço de um Fly. O luxuoso barco conta com três confortáveis cabines de 17 m², banheiros com duchas individuais, cozinha ergonômica, área de living e fly que comporta de oito a dez passageiros.

Fly 45 • Sessa Marine www.sessamarine.com

Curvas sinuosas A cadeira Zig é novidade da AWA Collection, linha de cadeiras e poltronas da Florense - fabricante de móveis de alto padrão. À primeira vista, as curvas livres com recortes internos conquistam os entusiastas da modernidade. De design italiano e fabricada em poliuretano macio, a estrutura monobloco possui base em aço polido com mecanismo giratório integrado. Está disponível nas

fotos: divulgação

cores vermelha, marrom e marfim.

Florense www.florense.com.br Telefone: (13) 3316-6115 e (13) 3316-6639

14 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

Som de cristal Intensa qualidade de som e liberdade de uso são atributos do DA-E750 da Samsung, novo dual dock do mundo que permite a reprodução de músicas originárias de dispositivos diversos. Wireless, as caixas garantem fidelidade sonora ao unir tecnologia Bluetooth 3.0, apt-X codec e alto-falantes em fibra de vidro. Compatível com a família Samsung Galaxy e Apple é controlado de qualquer lugar de casa por meio da rede wi-fi.

Samsung DA-E750 Telefone: 0800-124-421 Preço sugerido: R$2.499,00


Rendez-Vous Diane Von Furstenberg inspirou-se no Surrealismo em sua coleção Fall 12. São nove modelos exclusivos com apenas 25 a 50 peças confeccionadas de cada, sendo que apenas quatro deles chegam ao Brasil. Feitas à mão na Itália, as clutches são preparadas com fios metálicos, bordados e cristais, ideais para mulheres sedutoras ou para um encontro a dois. As bolsas estão disponíveis nas lojas dos shoppings Iguatemi São Paulo e JK Iguatemi.

shutterstock

Diane Von Furstenberg www.dvf.com HEART BOX CLUTCH SUEDE - R$ 2.800,00

Celebração Símbolo de Paris, a Catedral de Notre-Dame celebrou em 12 de dezembro de 2012 850 anos de existência e 150 de restauração, realizada pelo arquiteto francês Viollet-le-Duc. A construção de Notre Dame na “Île de la Cité”, uma pequena ilha no centro de Paris rodeada pelas águas do rio Sena, durou 182 anos: começou em 1163 e foi concluída em 1345. Para este aniversário dos 850 anos, a iluminação da Catedral foi melhorada, o órgão renovado e foi construída uma

Conexão com o mundo

plataforma para poder apreciar sua fachada gótica. O projeto

Disponível como opcional no novo Audi A7, o Audi Connect possui um sistema

numa obra que poderá custar mais de US 3 milhões. Para as

de navegação ligado ao Google Earth e Street View, que permite visualização

celebrações a agenda incluiu uma série de concertos, diálogos

de imagens por satélite, além de informações como endereços de hotéis,

culturais e religiosos.

restaurantes, mercados e cinemas. Ao conectar um chip de uma operadora, o

Paris é a cidade que mais recebe turistas no mundo, e somente

condutor transforma o veículo em ponto de wi-fi, possibilitando a utilização de

Notre Dame é visitada todos os anos por 13 milhões de pessoas

até oito dispositivos, como tablets e laptops. A plataforma também é equipada

e, segundo números da administração do monumento, é a

com rádios de todo o mundo.

atração mais visitada do país, superando a Torre Eiffel

Audi Connect www.audi.com.br

Catedral de Notre Dame de Paris 6 Parvis Notre-Dame, Place Jean-Paul II, 75004 Paris, França

de reforma prevê ainda a inserção de oito novos sinos,

Redondas laureadas Apenas 11 meses após a abertura da sua unidade no bairro dos Jardins, a Maremonti celebra a conquista do prêmio de Melhor Pizzaria de São Paulo pela Revista Veja. Na esteira do sucesso, os sócios Ricardo Trevisani e Juscelino Pereira inauguraram com orgulho novas filiais da casa no Shopping Iguatemi Alphaville, em Barueri e no Galleria Shopping, em Campinas -SP.

Maremonti Alphaville • Alameda Rio Negro, 111 – Piso Xingu, 2º Andar - Shopping Iguatemi Alphaville • Barueri - Telefone: (11) 4688-1160

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

15


Bertioga

fotografia

1

Revela Bertioga O olhar sensível de fotógrafos amadores e profissionais capta imagens emocionantes e surpreendentes da nossa cidade por Sheila Mazzolenis

Quarenta e sete artistas da fotografia – amadores, em sua maioria – protagonizaram uma das mais significativas e bem sucedidas mostras realizadas neste final de ano no litoral paulista. Ela foi montada no Parque dos Tupiniquins, constituindo parte integrante do evento cultural “Revela Bertioga”. “Todos nós somos fotógrafos na alma”, garante Du Zuppani, fotógrafo sócio-ambiental, secretário de Turismo, Comércio e Assuntos Náuticos de Bertioga e idealizador do evento. “Olhamos, observamos e nos emocionamos: uns clicam, outros não, e muitos gostariam de clicar. E são essas pessoas que queremos atingir e estimular a partir de agora, pois com o apoio da Prefeitura e dos Conselhos Municipais de Turismo e de Políticas Culturais pretendemos realizar anualmente o evento ‘Revela Bertioga’, repetindo a fórmula que deu certo nessa primeira edição: exposição de fotos de amadores e de profissionais reconhecidos, palestras e oficinas (ver quadro). Ao mesmo tempo, queremos incentivar uma das atividades a céu aberto que mais crescem – a fotografia sócio-ambiental e a observação das aves – e consolidar Bertioga como um destino de expedições fotográficas. Com uma vantagem: o município é fotogênico o ano inteiro!”

1 - Pôr do Sol no Canal de Bertioga, por Marli Azenha

16 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


2

“Todos nós somos fotógrafos na alma” 3

José Luis Zuppani

4

5

2 - Luzes no Rio Jaguareguava, por Venãncio 3 - Reflexos Metálicos, por Patricia Martins 4 - Amanhecer na Praia da Enseada, por Silvio Dutra

5 - Rede de pesca estendida (Canal de Bertioga), por Nara Assunção

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

17


Bertioga

fotografia

6

As estrelas do evento Realizado entre 28 de novembro e 2 de dezembro, o evento “Revela Bertioga” superou todas as expectativas de seus organizadores. Segundo o curador da mostra, Zé Zuppani, foram selecionados 47 fotógrafos – entre os mais de 100 inscritos – e 65 fotos, escolhidas entre aproximadamente 500 enviadas, todas elas mostrando ângulos diferentes do município. Contribuiu, ainda, para o sucesso do evento, uma exposição de vários fotógrafos profissionais – entre eles, Renato Soares, André Dib, Fábio Knoll e Sérgio Ranalii –, além de oficinas e palestras sobre os mais diferentes aspectos da arte fotográfica. O ponto alto foi a entrega do Troféu Buriqui a Araquém Alcântara, um dos precursores da fotografia da natureza no Brasil, reconhecido mundialmente. Autor de 44 livros, Araquém já recebeu cinco prêmios internacionais e 33 nacionais.

7

8

9

18 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

6 - Luz no caminho, por Cida Carramão 7 - Aves marítimas (Canal de Bertioga), por Cristiano Lanza 8 - Luz do Sol (Museu do Forte São João), por Marcus Cabaleiro 9 - Praia de Itaguaré, por Luiz Henrique Almeida


Bertioga orl a

Arte e esporte na praia Esculturas, brinquedos e aparelhos de ginástica revitalizam a orla e inauguram uma nova fase do turismo em Bertioga por Sheila Mazzolenis

Recentemente, um grupo de moradores de um empreendimento localizado na praia da Enseada, em Bertioga, procurou o secretário de Turismo do município, José Luís Zuppani, e agradeceu a ele e ao prefeito pela revitalização da orla. Essa manifestação de agrado foi um sinal claro da satisfação de nativos e visitantes da cidade com o projeto assinado pelo arquiteto Ruy Ohtake, cujo primeiro trecho – do Forte São João à pista de skate – já foi entregue ao público em julho último e é uma visão do que se pode esperar de toda a orla quando as obras terminarem, no final de 2013: calçamento novo e uma mistura divertida de aparelhos de ginástica, playgrounds, quadra de streeball, quiosques, rinque de patinação, sanitários, postos de guarda-vida e esculturas de tamanhos e cores diversas, com temática marinha, que parecem brotar da vegetação e da areia. “As obras da orla foram feitas graças ao repasse de verba previsto por lei para beneficiar as estâncias turísticas, como é o caso de Bertioga”, explica o prefeito Mauro Orlandini. “E a decisão de utilizar essa verba para revitalizar a orla foi natural. Afinal, a praia é um dos nossos

20 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


“A praia é um dos nossos atrativos, com grande potencial turístico e de integração” Mauro Orlandini, prefeito de Bertioga

local emite sinais de que vai acompanhar esse movimento de modernização e de crescimento, estimulando o turismo. Precisávamos dar uma cara mais moderna à cidade e a revitalização

O projeto de Ruy Ohtake criou espaços para crianças e adultos, inaugurando uma nova fase da cidade

da orla veio ao encontro desse desejo, restaurando o orgulho dos nativos. Hoje, as pessoas têm prazer em mostrar esse espaço lúdico para os visitantes, têm prazer em aproveitar tudo o que ele oferece. ” Isso se deve ao próprio conceito do projeto, que deu à orla de Bertioga personalidade própria. “Ela é interessante, diferente das outras orlas”, comenta José Marcelo Ferreira Marques, secretário de Habitação, Planejamento e Desenvolvimento Urbano. “Não é contemplativa, como tantas praias. É interativa, pois oferece áreas especiais de lazer e de esporte para os fotos: angel Fragallo

frequentadores. Neste final de ano, por exemplo, foi instalado um espaço para a prática esportiva de deficientes físicos.” Dando continuidade à revitalização da praia, o projeto de Ohtake prevê, ainda, a construção de um shopping center e de uma marina, assim como a transferência da estação de balsa e atrativos, com grande potencial turístico e de in-

na orla – e diminuíram as ações de vandalismo,

da banca de peixe para outra extremidade. “Ao

tegração – ao encomendarmos o projeto a Ruy

indicando que a população já adotou essa nova

mesmo tempo, estamos empreendendo outras

Ohtake, pedimos que ele integrasse homem e

área de lazer e a trata com cuidado especial.”

obras no município”, declara Mauro Orlandini: “revimos todo o projeto da Avenida 19 de Maio,

natureza, criando um espaço de interação plena que pudesse ser apreciado igualmente por

Com muito orgulho

trocamos todas as suas luminárias, construímos

crianças, jovens e adultos, com equipamen-

“A nova orla foi concebida e está sendo

estacionamentos e ciclovia. Em futuro próximo,

tos (brinquedos, aparelhos de ginástica etc.)

completada num momento importante de Ber-

essa importante via de acesso ao centro da cidade

especialmente dirigidos a eles. Hoje notamos

tioga”, afirma Zuppani. “O município está cres-

será completada por um portal de entrada. Isto

os resultados positivos dessa orientação: a fre­

cendo muito, surgem novos empreendimentos

permitirá, sem dúvida, que os turistas tenham

quência na praia aumentou – algumas acade-

imobiliários de primeiro mundo – como é o

uma primeira impressão positiva e encherá ainda

mias trazem seus alunos para se exercitarem

caso da Riviera de São Lourenço – e o comércio

mais de orgulho a população local.”

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

21


Aconteceu

Programa Clorofila - 20 anos

Inteiramente dedicada ao bem-viver, mas dotada de um dinamismo ímpar: assim é a Riviera de São Lourenço, que termina 2012 orgulhosa de suas realizações e desenvolvimento.

“Nesta terra, em se plantando tudo dá”, teria escrito Pero Vaz de Caminha ao rei de Portugal referindo-se ao Brasil recém-descoberto. Mais de 500 anos depois, a Sobloco e a Riviera comprovaram a veracidade dessas palavras ao comemorarem, no dia 27 de novembro, em sessão solene da Câmara Municipal de Bertioga, 20 anos de uma das mais bem sucedidas iniciativas na área de educação ambiental: o Programa Clorofila,

idealizado e promovido pela Sobloco desde 1992 com o objetivo de formar cidadãos com maior consciência ecológica e despertar a comunidade para as práticas sustentáveis. Hoje, o sucesso dessa ideia pioneira pode ser medido pelos frutos que já produziu: mais de 12 mil alunos atingidos e conscientizados da importância dos cuidados com a natureza e a adesão, ao Programa, da Prefeitura e de 20 escolas parceiras do município de Bertioga.

mais uma novidade no Up Town

acervo sobloco

Referência mundial entre as fábricas de móveis highend, a Florense inaugurou o seu segundo show room na Riviera. O novo endereço é o Centro Comercial Up Town. Neste novo e amplo espaço, os clientes podem ver peças para todos os ambientes da casa e do escritório e que se diferenciam, entre outros aspectos, pela tecnologia ecologicamente correta e de última geração utilizada em sua fabricação. As vantagens não param aí e se estendem aos clientes sob a forma de projetos, assistência técnica, transporte e instalação de peças de bom gosto, originais e atuais.

Diretoras das escolas recebem homenagem da Sobloco pela participação ativa no Programa Clorofila

Prêmio Atitude Ambiental Na sua vigésima edição, este fruto bem sucedido do Programa Clorofila de Educação Ambiental, promovido anualmente pela Sobloco, contou com a participação de 16 escolas e 3 mil estudantes. Coube a eles o desenvolvimento de trabalhos com temas específicos para seu nível de escolaridade: “A Carta da Terra” foi estudada pelos alunos do ensino infantil; “O lixo de Bertioga e eu” motivou as crianças e jovens do fundamental; e “Rio+20” foi o tema dos alunos do ensino médio. No dia 27 de setembro, foram anunciadas as instituições vencedoras deste ano: a EMEIF Vista Linda, EM José Carlos Buzinaro, EE Jardim Vicente de Carvalho, EE Praia de Boraceia, nas categorias infantil, fundamental I, fundamental II e ensino médio, respectivamente – cada uma delas recebeu equipamentos para a escola, de acordo com sugestões que elas próprias fizeram antecipadamente.

22 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

acervo sobloco

divulgação

Certificação ISO 14001 Em setembro, após minuciosa auditoria no Sistema de Gestão Ambiental da Riviera, o auditor Carlos Moraes, da ABS Quality Evaluations – órgão certificador da ISO 14001 –, concedeu mais uma vez à Sobloco e à Associação dos Amigos da Riviera de São Lourenço a Certificação 14001, conquistada pela primeira vez em 2000. Cabe lembrar que esse certificado não é vitalício: deve O auditor da ABS Quality Evaluations discute os procedimentos da certificação com a equipe da ser atualizado a cada três anos. Sobloco e da Associação dos Amigos da Riviera Para os leigos, isto significa que o Sistema de Gestão Ambiental da Riviera funciona primorosamente, envolvendo a captação, tratamento e distribuição de água, captação, tratamento e destino final de esgoto, bem como o gerenciamento de resíduos sólidos, compostagem, obras de construção civil, entre outros. Especial atenção é dada também ao cumprimento da legislação pela Riviera, por meio da conferência de todas as licenças e autorizações conferidas ao empreendimento pelos diversos órgãos municipais, estaduais e federais, estando tudo dentro dos conformes. A qualidade desses serviços foi aplaudida pelo vice-presidente Mundial da ABS Quality Evaluations, Dominic Townsend, que visitou a Riviera em junho deste ano: “vejo que, embora a ideia e o projeto tenham sido concebidos aproximadamente 30 anos atrás, o projeto se desenvolveu e a estratégia global manteve-se durante todo seu ciclo de vida”.


Associação dos Amigos da Riviera

Nova loja no Shopping... Não há como resistir às delícias da Gelateria di Borguetti, que desde setembro atrai o público com um mix de sorvetes preparados artesanalmente em sabores que vão da brasileiríssima tapioca ao sofisticado queijo brie com damasco, passando pela castanha do Pará, goiabada com queijo, limão siciliano... Eleja os seus preferidos, monte o seu copinho e finalize com a cobertura de sua preferência: cerejas, marshmallow, calda de chocolate quente etc. Inaugurada em 22 de setembro, a Gelateria está localizada na loja N1 do Shopping.

acervo sobloco

MF Web e Foto

O Circuito de Corridas dos Amigos da Riviera, tour 2012 — cuja oitava e última etapa foi realizada em 18 de novembro —, confirmou, mais uma vez, o perfil diferenciado desse evento já tradicional que se orgulha de reunir grupos de amigos e de familiares, crianças, jovens, adultos e idosos: basta gostar de correr! Esta festa de união teve início em janeiro e reuniu, durante todo o ano, mais de 2730 atletas participantes – um aumento de 38% relativo a 2011, o que comprova o crescimento e a aprovação do público.

• Melhorias em ruas e calçadas Ruas e calçadas recebem sistematicamente reparos e investimentos. Os seguintes serviços foram executados em 2012: contrapiso da calçada e ciclovia na Av. da Orla, módulo 21; aplicação de mosaico português no Passeio de Maracai, modulo 8; reforma de sarjeta e pavimentação na Al. do Remo e no Passeio dos Galeões, módulo 2; reforma de pavimento no Passeio da Pousada, módulo 3. Também foi construída uma nova ponte de madeira sobre o canal da Av. SL, no módulo 26 (abaixo).

Na última etapa da corrida foram distribuídos 57 troféus — para os 1º, 2º e 3ºs lugares – das várias categorias de atletas, de acordo com a faixa etária. Os vencedores do ranking na categoria geral foram: Geral Masculino 1º lugar: Leonardo Magalhães Avelar 2º Lugar: Márcio José Farias Silva 3º Lugar: Otaviano José dos Santos Geral Feminino 1º lugar: Ilma Santos de Oliveira 2º lugar: Natalie Cruz 3º lugar: Tania Aparecida Barbosa Patrocínio Patrocínio

Apoio logístico

Patrocínio Patrocínio Patrocínio Apoio logístico Apoio logístico

Patrocínio

Shows musicais, bingos, leilões, gincanas, rifas, bazar e comidinhas deliciosas... Nada faltou ao Arraial da Riviera, que Patrocínio Patrocínio Patrocínio há quatro anos – sempre no mês de julho – atrai para os jardins do Viveiro de Mudas famílias interessadas em se divertir e, ao mesmo tempo, contribuir com a Fundação 10 de Agosto, entidade sem fins lucrativos que atende, gratuitamente, crianças, jovens e adultos de Bertioga. Organizado por um grupo de moradores e empresários da Riviera, com o apoio da equipe da Fundação e de empresas parceiras, o Arraial recebeu, nos três dias do evento deste ano (20, 21 e 22 de julho), um público estimado em mais de 10 mil pessoas e contou com a colaboração ativa de 50 voluntários que fizeram o sucesso da festa, organizando e comandando 16 barracas de brincadeiras, 16 de alimentação e 20 mesas do bazar, cada uma delas oferecendo roupas, acessórios e artigos para casa. Graças ao empenho de seus promotores e voluntários, o Arraial é, atualmente, uma das principais fontes de receitas da Fundação!

4.ª Festa Julina

Esporte e união

• Melhorias na Estação de Tratamento de água Em meados de outubro, a AARSL concluiu a reforma e a conservação das instalações da ETA (Estação de Tratamento de Água) da Riviera. Além da ampliação do laboratório foram construídas novas salas para supervisão, vestiários, copa e painéis elétricos.

acervo sobloco

angel fragallo

A Associação dos Amigos da Riviera zela pela conservação e manutenção da infraestrutura urbana da Riviera. É responsável por inúmeros serviços e obras que garantem o bem estar e a qualidade de vida no empreendimento. Além da manutenção diária e operação dos equipamentos, a Associação investe também em melhorias:

Apoio Apoio logístico Apoiologístico logístico

Apoio

Apoio Apoiologístico logístico Apoio logístico

Apoio

Apoio

Apoio Apoio Apoio

Apoio Apoio Apoio

Calendário de corridas para 2013 1ª etapa - 27/01 2ª etapa - 12/02 3ª etapa - 31/03 4ª etapa - 02/06

5ª etapa - 07/07 6ª etapa - 08/09 7ª etapa - 13/10 8ª etapa - 17/11

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

23


Esporte

B i c i c l e ta s

24 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s รฃ o l o u r e n รง o


A invasão

das bikes

Milhares de pessoas elegem a bicicleta como o mais prático e divertido meio de transporte e de lazer das capitais brasileiras por Sheila Mazzolenis

Moda, tendência, mania? Nada disso! Para os apaixonados pela “magrela”, ela é bem mais do que isso. Constitui, segundo eles, um novo estilo de vida – descolado, saudável e democrático – que conquista diariamente enorme contingente de fãs nas capitais brasileiras. Para os experts no assunto, isso se deve, principalmente, ao fato de que a prática do ciclismo de passeio está sendo facilitada pela expansão das ciclovias nas cidades, além de ser ambientalmente correta e não ter contra indicação. Ao contrário, é recomendada para crianças, jovens, adultos e idosos, homens e mulheres, gordos ou magros. Quase todo mundo pode pedalar, é só querer! E, de fato, tem muita gente querendo, certamente estimulada pela divulgação em massa desse divertido tipo de veículo. Por exemplo, ninguém fica indiferente diante do Papai Noel gigante que decora a entrada de um tradicional shopping center paulistano: ele dispensou as renas e seu uniforme vermelho, adotou roupas mais leves e parece pronto para um passeio com a imensa bicicleta que está ao seu lado. Isso, de alguma

angel fragallo

forma, desperta nas pessoas a vontade de fazer o mes-

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

25


Esporte

B i c i c l e ta s

mo. Afinal, se o bom velhinho dá suas pedaladas, a maioria das pessoas – de qualquer idade, com ou sem um bom condicionamento físico – pode fazer o mesmo! Mas, para isso, é preciso encontrar a bike certa e saber pilotá-la – e quem não sabe, pode recorrer a uma boa escola especializada! Finalmente, pode reunir amigos e familiares, e, juntos, a bordo de suas “máquinas”, descobrir desconhecidos ângulos e recantos da cidade. O trânsito e o meio ambiente agradecem, e o corpo e alma, também!

Só para mulheres Os bikers – como costumam ser chamados os adeptos desse novo estilo de vida – são unânimes em destacar os benefícios físicos, mentais e emocionais produzidos pelo ciclismo de passeio. Cláudia Franco, criadora da escola de bicicleta CicloFemini (www.ciclofemini.com.br), confessa: “Aprendi a pedalar aos 49 anos e a minha saúde geral melhorou, assim como o meu condicionamento físico. Passei a me sentir mais disposta, resgatei minha autoestima, fidepois, eu havia me tornado uma nova mulher. Foi a partir dessa renovação que surgiu a ideia de criar um blog para compartilhar a minha vivência com outras mulheres. O blog cresceu, virou um projeto: saí do virtual e da teoria para criar uma escola de bicicleta dirigida às mulheres. Elas começaram a participar dos nossos cursos e palestras, trouxeram filhos, maridos, namorados e amigos. Por conta disto, o CicloFemini, atualmente, atende homens, mulheres, jovens e crianças de todas as idades.” Experiência parecida e igualmente transformadora é a de Teresa D´Aprile. “Um dia, não sei por qual motivo, com-

rodrigo r. matias

quei mais feliz. Até minha vida social enriqueceu. Um ano

“Aprendi a pedalar aos 49 anos e a minha saúde geral melhorou, assim como o meu condicionamento físico. Passei a me sentir mais disposta, resgatei minha autoestima, fiquei mais feliz” Cláudia Franco

shutterstock

Pé na estrada

26 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

Um número cada vez maior de pessoas com boa disposição e espírito esportivo adquire pacotes de viagem internacionais feitos especialmente para quem adora pedalar, mas não é um expert em bikes. Segundo Ana Coltro, diretora de operações da agência de turismo XTravel (www.xtravel.com.br), a procura por esse tipo de viagem subiu cerca de 30% nos últimos anos e os destinos mais procurados são Mendoza, na Argentina, Toscana, na Itália, e Provence, na França. Normalmente são viagens curtas: cinco noites em hotéis confortáveis e passeios de bicicleta que cobrem um total de 250 a 300 km por viagem, mas os bikers – em sua maioria homens e mulheres entre 40 e 65 anos – podem contar com uma equipe de apoio pronta a atendêlos em qualquer necessidade.


Sob medida: segundo Pablo Gallardo (à esquerda), sócio da Tag and Juice, os clientes estão cada vez mais exigentes, fazem questão de exclusividade e não abrem mão do atendimento personalizado

rodrigo r. matias

Saia na noite

prei uma bicicleta. Eu tinha 37 anos, meu casamento havia terminado recentemente e, como

Sob medida Ainda que seja visível o crescente número de

precisava trabalhar, consegui uma vaga em

mulheres que faz da bicicleta um meio de trans-

uma loja de bicicletas. Graças a isso, fui conhe-

porte e uma fonte de prazer e de bem estar, os

cendo, admirando e utilizando, cada vez mais,

homens não ficam atrás. Eles sempre domina-

esse meio de transporte, descobrindo a cidade

ram a prática do ciclismo, mas constituem hoje

e a mim mesma. Algumas amigas se interessa-

um contingente bem maior graças à tecnologia

ram, mas tinham vergonha de pedalar sozinhas.

avançada utilizada na fabricação de bikes mais

Pensando nisso, e inspirada no grupo Night Bi-

seguras e confortáveis e ao aumento significati-

kers – que costuma sair à noite pelas ruas de São

vo de lojas que comercializam equipamentos de

Paulo –, criei o grupo Saia na Noite (www.saia-

primeira linha e montam bicicletas “sob medi-

nanoite.com.br), exclusivamente para mulheres

da”, com peças vindas do exterior.

(ver quadro). Hoje, tenho uma coleção de 11 bi-

Esse é o caso da Tag and Juice (www.tagand-

kes, dou aulas para iniciantes, oriento a compra

juice.com.br), em São Paulo. “O nosso processo

e o uso dos equipamentos e participo das saídas

de montagem de uma bike é semelhante ao de

de outros grupos mistos. Recentemente, em um

uma alfaiataria e exige paciência”, diz Pablo

domingo, cheguei a pedalar mais de 100 quilô-

Gallardo, um dos sócios-proprietários da loja.

metros. Adoro fazer isso.”

“Conversamos longamente com cada cliente

As noites de terça-feira começam e terminam no mesmo lugar para um grupo de mulheres que pedala pelas ruas da capital paulista: uma conhecida pizzaria da zona oeste de São Paulo. Este é o ponto de partida para mais uma excursão por caminhos às vezes desconhecidos da cidade e é para cá que todas voltam – não há como resistir a um bom pedaço de pizza e a um bate-papo gostoso depois de pedalar aproximadamente 25 quilômetros! Essas mulheres fazem parte do grupo Saia na Noite, criado por Teresa D´Aprile 20 anos atrás. “Acho que foi o primeiro grupo de bikers exclusivamente de mulheres, mas, hoje em dia, sempre aparecem cinco ou seis homens para nos acompanhar”, conta Teresa. “Sem dúvida, tem crescido muito o número de mulheres que desejam andar de bicicleta, pois sabem que é um excelente exercício físico, responsável pela redução do estresse. Quando alguma delas nos procura, converso para saber quem é e o que deseja. Se for preciso, ensino-a a pedalar, oriento na compra de equipamentos e a faço percorrer roteiros mais fáceis.” A segurança do grupo é uma preocupação constante de Teresa. Por isso, em seus roteiros não entram avenidas – “prefiro caminhos alternativos” – e em todo o percurso ela conta com a ajuda de monitoras equipadas com rádio e posicionadas no meio e no fim do grupo.

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

27


B i c i c l e ta s

rodrigo r. matias

Esporte

A saída é dar à máquina o mesmo tratamento cuidadoso que uma pessoa dá a si mesma quando volta da praia: banho completo, secagem, lubrificação

rodrigo r. matias

Na praia, todo cuidado é pouco

Leandro Valverdes, um biker assumido e proprietário de uma bicicletaria, alerta quem gosta de pedalar na praia: “Bicicleta e praia são incompatíveis, pois areia e água do mar são prejudiciais à máquina. Mas existem meios simples de evitar maiores problemas, como lavar a máquina com abundante água doce e fazer manutenção frequente.” Segundo Roberto Fernandes Pinto, proprietário de uma loja de bikes na Riviera, “a saída

28 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

é dar à máquina o mesmo tratamento cuidadoso que uma pessoa dá a si mesma quando volta da praia: banho completo, secagem, lubrificação. Nesse caso, o usuário tem, a seu favor, linhas de produtos especiais que protegem contra a corrosão e pode até mesmo utilizar o sistema One Step de lavagem a seco, que limpa e lubrifica. Mas o mais recomendável mesmo é pedalar em areia mais dura e evitar a água salgada.”


Pedal compartilhado

divulgação

rodrigo kleinert

À semelhança do que ocorreu no Rio de Janeiro, São Paulo, Santos e outras cidades do Brasil e do mundo, também está sendo implantado na Riviera o sistema de compartilhamento público de bicicletas, um dos mais inovadores projetos de mobilidade urbana e incentivo ao transporte sustentável do país. É o RiviBike, promovido pela Sobloco e Associação dos Amigos da Riviera de São Lourenço. Inicialmente, o projeto terá 38 bicicletas na cor verde limão, que estarão distribuídas em seis estações: Shopping Riviera; ciclovia entre os módulos 20 e 22; e rotatórias entre os módulos 2 e 3, 3 e 4, 5 e 6 e 7 e 8. Quem quiser utilizar o serviço deve se cadastrar no site da Riviera (www. rivieradesaolourenco.com), a um custo de R$ 20,00. Após o cadastramento, o uso das bicicletas será gratuito durante uma hora, mas passado esse período será cobrada uma taxa de R$ 10,00 a hora. A ideia não é a pessoa ficar com a bicicleta o dia inteiro, mas, sim, compartilhar a bike com os outros.

Um mercado em expansão Nascida em 1880, pelas mãos do inventor inglês John Kemp Starley, a bicicleta é, hoje, o meio de transporte mais utilizado no mundo. Segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), o Brasil tem atualmente uma frota estimada em 70 milhões de unidades, se consolida como o terceiro maior produtor e o quinto maior mercado do mundo, e dá sinais claros de crescimento depois de um curto período de estagnação. Para os profissionais do setor, esse avanço se deve a vários fatores, entre eles o estímulo à demanda – por meio da abertura de ciclovias e ciclofaixas, do aumento do número de bicicletarias e da implantação de sistemas de aluguel – e as avançadas tecnologias utilizadas nos modelos atuais. Motivo igualmente importante é a conscientização de que, além de econômico, esse meio de transporte é ambientalmente limpo.

para sabermos exatamente o que ele quer e após

da Sport Tech, loja especializada do Shopping Ri-

um período que varia de quatro a oito semanas

viera – também comemora o aumento das vendas

entregamos um produto que não é barato, mas

e o sucesso dos produtos que comercializa: equi-

certamente é exclusivo e com alta durabilidade.

pamentos importados e de tecnologia avançada,

Jamais fizemos uma bicicleta igual à outra! E tal-

que garantem conforto e segurança. “São mais

vez por isso nossa clientela aumentou significa-

caros, sem dúvida, mas devolvem ao usuário tudo

tivamente no último ano.”

o que ele investiu”, explica Roberto, um biker de

A expansão do mercado também tem sido

“carteirinha”, que adora conversar longamente

festejada por outras bicicletarias, entre elas a Ci-

com seus clientes, explicar como funcionam os

clo Urbano (www.ciclourbano.com.br), cujo foco

equipamentos e contar suas histórias. “Tenho a

é a comercialização de bike passeio importada,

preocupação de dar ao usuário o que ele precisa.

sem deixar de lado a manutenção, recuperação

Lembro-me de um senhor com problemas de saú-

e customização de bicicletas. “Apostamos, sem

de. Em primeiro lugar, eu o convenci de que ele

dúvida, na venda de um equipamento diferen-

podia pedalar. Em seguida, o ajudei a encontrar

ciado, personalizado, que atrai igualmente ho-

a bicicleta correta para sua estrutura e condição

mens e mulheres”, comenta Leandro Valverdes,

física. Tempos depois ele voltou à loja e me agra-

sócio-proprietário da loja. “Não há quem não

deceu a orientação. Ele se sentia muito melhor: a

queira ter um produto único, principalmente as

pressão sanguínea havia se estabilizado, o coles-

mulheres, e quando nos é solicitado, fazemos

terol havia abaixado, ele tinha emagrecido. Fiquei

trabalhos de pintura e até de recuperação de bi-

muito emocionado com esse resultado. É esse tipo

cicletas usadas.”

de troca que gosto de ter com meus clientes, e ver a

Mesmo sem oferecer a opção de customizar bicicletas, Roberto Fernandes Pinto – proprietário

prática do ciclismo de passeio crescendo não tem preço. É uma maravilha!”

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

29


artigo Luiz Augus t o Pereir a de A lmeida

Quem paga a conta da sustentabilidade? Em grande parte dos 5.565 municípios brasileiros, os prefeitos, vices e vereadores que foram eleitos este ano, a exem-

Não podemos ignorar que o crescimento populacional das cidades, seja por fluxos migratórios ou vegetativo, é inexorável”

Bertioga, por sua localização estratégica, próxima a San-

anteriores, terão grande dificuldade orçamentária para aten-

tos e aos negócios do pré-sal, já projeta para 2020 uma popu-

der às prioridades sociais e cumprir todos os compromissos

lação de 60 mil pessoas, ou seja, um crescimento de 50%. Ao

inerentes à administração pública.

mesmo tempo, porém, sofre, por força do alarmismo ambien-

Com exceção das cidades onde há concentração indus-

tal, um estrangulamento na sua capacidade de planejamen-

trial ou recursos minerais e jazidas petrolíferas que rendam

to urbano. Hoje, o município dispõe de menos de 3% de todo

royalties, a receita da maioria das cidades brasileiras limita-

o seu território para se desenvolver. Dos demais 97%, 5% já

-se basicamente ao Fundo de Participação dos Municipios

estão ocupados e 92% são áreas ambientalmente protegidas.

(uma transferência constitucional formada por recursos

Não é difícil entender que, se Bertioga não for capaz de

oriundos da arrecadação do Imposto de Renda e Imposto so-

ordenar seu crescimento na diminuta área que lhe resta,

bre Produtos Industrializados) e ao IPTU. No caso do litoral

dificilmente, daqui a dez anos, poderá contar com recursos

paulista, a arrecadação tributária é muito dependente do Im-

suficientes para custear seus serviços públicos básicos e ne-

posto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

cessários para uma sadia qualidade da vida de sua comu-

Ou seja, é nítida a falta de recursos para suprir adequa-

nidade. Pelo contrário, muito provavelmente ocorrerá a ocu-

damente a sociedade, no âmbito da competência municipal,

pação desordenada, como estamos cansados de ver ao redor

nas áreas prioritárias da saúde, educação, saneamento,

das represas Guarapiranga e Billings, ou mesmo ao longo de

moradia digna, infraestrutura e segurança. Nesse contexto,

nosso litoral, o que só acarreta ônus para os municípios, com

nem há muito como pensar e planejar investimentos em sus-

moradias de baixa qualidade, degradação do meio ambiente,

tentabilidade, em especial se considerarmos a acepção mais

irrisória arrecação de IPTU, falta de segurança, transporte

ampla e contemporânea do termo, que abrange a preserva-

ou benfeitorias urbanas.

ção e recuperação ambiental, o crescimento econômico e inclusão social, com a erradicação da miséria.

Nunca foi tão necessário o incentivo ao crescimento planejado, que aproveita de maneira sustentada o uso do

As limitações financeiras ocorrem porque as cidades bra-

solo e é capaz de gerar inclusão social, com moradia digna,

sileiras, em geral, não têm como gerar recursos para finan-

empregos de qualidade e renda para o munícipe e municí-

ciar seu desenvolvimento. Nas últimas décadas, na esteira

pio. Vale a pena citar projeto que está sendo desenvolvido

de discursos ambientalistas, normas e leis nem sempre rea-

em Nordhavnen, região portuária ao Norte de Copenhague,

listas e de bom senso vêm surgindo como barreiras imensas

capital da Dinamarca. Por razões de limitação de espaço na

à exploração do potencial e da vocação econômica de cada

cidade, está em curso um projeto de desenvolvimento urba-

município, mitigando sua capacidade de ampliar receitas e

no, em cima do oceano. Ocupando 200 hectares, ou seja, 200

melhorar a qualidade da vida de sua população.

campos de futebol e construído por meio de aterros, o empre-

São Paulo é um bom exemplo para ilustrar essa realidade.

30 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

70 milhões/ano, quando de sua conclusão.

plo do que vem ocorrendo com as presentes gestões e com as

A cidade de Bertioga, por exemplo, no Litoral Norte de

Luiz Augusto Pereira de Almeida é diretor da Fiabci/ Brasil e diretor de marketing da Sobloco Construtora S.A.

aproximadamente R$ 40 milhões/ano, podendo chegar a R$

endimento deve receber cerca de 40 mil pessoas a partir de 2025. Solução científica, para problemas de espaço urbano.

Em 2012, o município ganhou maioridade plena, comple-

Não podemos ignorar que o crescimento populacional

tando 21 anos de emancipação, com avanços e desafios para

das cidades, seja por fluxos migratórios ou vegetativo, é ine-

suprir as carências de uma população de 48 mil habitantes.

xorável. Em menos de três décadas, seremos nove bilhões de

Somente as suas despesas de saúde e educação ultrapassam

habitantes no mundo. No Brasil, um país em desenvolvimen-

R$100 milhões ao ano. A maior fonte de receita da cidade

to, 215 milhões. Se quisermos ter a sustentabilidade discuti-

para financiar tais custos decorre da arrecadação tributária

da na Conferência das Nações Unidas Rio + 20, é imperativo

do IPTU e ITBI, que está próxima de R$ 70 milhões ao ano.

que, desde já, passemos a nos empenhar no correto planeja-

Somente a Riviera de São Lourenço, um projeto de desenvol-

mento do desenvolvimento de nossas cidades. Caso contrá-

vimento urbano que está sendo implantado neste município,

rio, fica a pergunta: quem vai pagar a conta da tão desejada

é responsável, em seu estágio atual, pela arrecadação de

sustentabilidade?


VIVA O PRAZER DE SUA VARANDA O ANO INTEIRO

www.sanglass.com.br S達o Paulo (11) 3854.1122 2609.5754

2084.8355 2084.8360 2084.8936

Rio de Janeiro (21) 2499.8121 3349.9969


G a st r o n om i a h a r mo n i z a ç ão

verão

Um brinde ao

Vinho e verão não são incompatíveis, como muita gente acredita: é o

que afirmam os amantes dessa bebida criada em tempos remotos, indis-

pensável às celebrações e até mesmo aos momentos de quietude quando tudo o que se deseja é relaxar e degustar uma taça de um bom tinto, rosé ou branco. Qualquer um deles pode ser apreciado em qualquer época do ano, embora o último, pela sua leveza, frescor e a temperatura com a qual é servido (entre 8° e 12°) adapta-se bem ao nosso clima tropical – e,

Os vinhos combinam, sim, com os dias quentes da alta estação, principalmente os brancos, quando harmonizados com pratos leves e a brisa refrescante do mar

por isso, é o astro desta reportagem. Afinal, porque se imagina que vinho não cai bem no verão? Dizem

por Sheila Mazzolenis

que ele produz forte sensação de calor no corpo, sendo, portanto, indicado apenas para o inverno. Mas, segundo o sommelier Didú Russo, isso é puro preconceito: “Vinho não foi feito para esquentar! O que esquenta é

FOTOS: rodrigo r. matias

Drinques à base de vinho

32 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

Kir, uma tradição francesa

Portônica ou Porto de Verão

Criado a mais de cem anos na cidade francesa de Dijon, o refrescante Kir mistura vinho branco com creme de cassis — a Associação Internacional de Bartenders sugere dez partes de vinho para uma de creme de cassis. Sem dúvida, é um drinque simples de fazer, mas continua a ser considerado sofisticado o suficiente para fazer parte de uma ocasião especial – e neste caso, pode-se preparar sua versão mais elegante, o Kir Royal, que substitui o vinho branco por champagne [à esq].

Sugerido por Didú Russo, este drinque refrescante é preparado com vinho do Porto branco seco (fica bom também com o Ruby ou Tawny), em um copo long drink . Basta misturar duas doses do Porto, três pedras de gelo, uma folhinha de hortelã, uma rodela de limão e completar com água tônica. “Super show. Quando faço em casa vai a garrafa toda!”, garante Didú, que sugere o Porto Grahams, de Dominic Symigton, ao preço de R$ 70,00 na Mistral (www.mistral.com.br).

SUGESTÃO

Porto Grahams Dominic Symigton


R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

33


G a st r o n om i a h a r mo n i z a ç ão

Organize sua adega para o calor: sugestões (indispensáveis!) do sommelier Didú Russo Idealizador e fundador da Confraria dos Sommeliers – que reúne mensalmente os melhores sommeliers de São Paulo para degustar vinhos e avaliar o que há de melhor no mercado –, Didú propõe: “como a alta estação se aproxima, vamos organizar a adega para isso. Vou fazer uma série de indicações. Faça a sua escolha ou fique com todas, pois não faltará dia quente para testá-las.”

¾¾ Jerez “Fino” ou “Amontillado”, na varanda, com azeitonas verdes e amêndoas tostadas e salgadas. Você vai adorar e a garrafa do Lustal, que custa na Ravin (www.ravin.com.br) R$ 85,00, dura bem na porta da geladeira, depois de aberta. Aliás, é uma dica ter sempre a mão essa receita para uma visita inesperada. ¾¾ Sauvignon Blanc uruguaio do Reinaldo De Lucca, ao custo de R$ 45,00 na Premium Wines (www.premiumwines. com.br). Acompanhado de um queijo de cabra é harmonização mais que adequada para um dia quente. Quer se surpreender? Experimente o Sauvignon Blanc com kiwi... e depois me conte. ¾¾ Um Champagne Milléesime a preço de Veuve Clicquot NM — como o excelente Lamblot 2002, que se compra por R$ 240,00 na Vinnobile (www.vinnobile. com.br) — vai transformar um momento trivial em uma ocasião pra lá de especial... ¾¾ Outra ideia: um Melon de Bourgogne, um Muscadet sür lies, super fresco, denso e charmoso que combina com frutos do mar. E na Inovini está abaixo dos R$ 50,00... www.inovini.com.br. ¾¾ E que dizer, então, de um vinho da Croácia? Sugiro o Plavac Mali, da uva do mesmo nome. Produzido por Korta Katarina, da região da Damácia, tem 15,5% de álcool e é super fresco. É caro (R$ 250,00), mas único. Pode ser adquirido na Decanter Importadora de Vinhos (www.decanter.com.br)

34 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

¾¾ Outra dica imbatível: ostras frescas com um Chablis que tem preço (R$ 89,00) de Petit Chablis, o Domaine Servin da Vínica (www.vinica.com.br). ¾¾ E um Chardonnay biodinâmico do Domaine Tissot, o Cuvée Les Graviers? Sabe quanto? R$ 98,00 na www. delacroixvinhos.com.br. Ótimo para queijos Saint Paulin ou Reblochon evoluídos... ¾¾ Para terminar, um espumante brasileiro de babar: o Cave Amadeu Brut Rosé, produzido pelo mago Mario Geisse, custa R$ 40,00 na Vino & Sapore, na Granja Viana http://vinoesapore.wordpress.com. Se comprar uns morangos orgânicos para acompanhar então... Arrisque, saia da cerveja e venha para o vinho, você vai gostar. Saúde!


“Vinho é saúde, alimento, elegância e há um para cada ocasião” D id ú R u ss o , s o m m e l i e r

o álcool — ou seja, qualquer bebida com álcool aquece e quanto mais álcool houver em uma bebida, mais rápido nosso corpo esquentará. Apenas para lembrar, caipirinha tem mais álcool que uma taça de vinho, duas latinhas de cerveja também. Então, entre para

Uma questão de harmonia

A harmonização do vinho com alimentos é uma questão que sempre suscita discussão, mas algumas regras básicas devem ser observadas para evitar “choques” indesejáveis de paladar. ¾¾ O vinho branco deve passar longe dos vinagretes e das saladas verdes ou temperadas com vinagre; ¾¾ Massas com molho vermelho são incompatíveis com vinho branco, mas a coisa muda inteiramente se o molho for branco ou à base de frutos do mar; ¾¾ Erra quem pensa que os peixes, em geral, só aceitam vinho branco. Alguns deles — principalmente os de sabor mais acentuado,

como o bacalhau, a anchova, o atum e o salmão – combinam melhor com vinhos tintos jovens, enquanto os grelhados ou acompanhados de molho suave e leve se harmonizam com os brancos secos ou espumante brut;

o grupo da saúde e do bom gosto – nada contra as outras bebidas, mas não se compara uma taça de um Champagne, de um Chablis, de um Jerez, por exemplo, a qualquer uma das outras bebidas. Vinho é saúde, alimento, elegância e há um para cada ocasião.” Com ele concorda a jovem Patrícia Machado Najm, proprietária da CultVinho, uma importadora “ butique” cujo diferencial reside na distribuição personalizada para empresas, restaurantes e clientes

¾¾ As carnes brancas caem bem com um branco seco jovem, desde que sejam grelhadas e acompanhadas de molho bem leve;

finais de vinhos produzidos por pequenas vinícolas

¾¾ Ao preparar sua mesa de vinhos e queijos, lembre-se que a maioria combina com vinho branco;

distribuir o que há de melhor e incentivar o consumo

¾¾ A sobremesa pede vinho branco doce ou espumante doce de qualidade — o champagne é perfeito!

perimentar. Eu sugiro, para quem quer começar, os

espanholas escolhidas a dedo por ela, em frequentes viagens à Espanha. “Pesquiso, pergunto, visito as bodegas de produção limitada, conheço seus donos e não abro mão da qualidade do vinho. O meu objetivo é dessa bebida no Brasil. Percebo que o interesse pelo vinho está aumentando, mas ainda temos um amplo mercado para conquistar e muitas delícias para exbrancos Ostatu – que vão bem com peixe e frango – e o refrescante Cava Fincalegre Brut, um espumante perfeito para as comemorações de final de ano.”

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

35


V i s i ta T é c ni c a

referência

Modelo de sustentabilidade, a Riviera abre suas portas para frequentes visitas técnicas de estudantes universitários

angel fragallo

Um case exemplar

“A infraestrutura da Riviera é perfeita, é top no Brasil” Engenheiro Antônio Mendes Villar, da Unisa

por Sheila Mazzolenis ambiente e sustentabilidade, pessoas de visão projetaram e construíram a Riviera de São Lourenço”, comenta Rutemberg de Paula da Silva, aluno de engenharia ambiental. Com ele concorda Alexandre Corrêa Rodrigues, do mesmo curso: “os empreendedores se anteciparam a muitas questões ambientais.” E Francisco Falsetti, que já conhecia a Riviera, ficou impressionado com o seu crescimento. “Mas o que mais me chamou a atenção foi o tratamento de água e esgoto. É um sistema que se destaca pela qualidade técnica e preocupação com o meio ambiente. Esse belo trabalho justifica a obtenção da certificação ISO 14001.”

Modelo prático e teórico Com eles concorda Denis Abessa, professor assistente doutor da UNESP (Universidade Estadual Paulista, de São Vicente, SP), cuja última visita, composta por 40 alunos do 4º e 5º anos da disciplina de saneamento ambiental, do curso de Ciências Biológicas - Habilitação em Gerenciamento Costeiro, ocorreu no dia 20 de junho deste ano. “As estruturas da Riviera representam um modelo para todo o território nacional. As soluções aqui adotadas são comparadas com aquelas comumente utilizadas pelo poder público das angel fragallo

cidades litorâneas, no que diz respeito ao saneamento (objeto da disciplina), ao planejamento da ocupação e a questões como sustentabilidade e uso dos espaços. Impressiona a organização dos espaços urbanizados, as dimensões dos sistemas de saneamento e a qualidade com que tais serviços são oferecidos à população”, ressalta.

Frequentador assíduo da Riviera há mais de 12

Para Augusto Muniz Campos, arquiteto e professor de

Villar conhece bem os benefícios que a localidade

projeto urbano da Universidade Católica de Santos, “a vi-

oferece aos seus moradores, graças a seu planejamen-

sita técnica é um dos laboratórios favoritos do curso de ar-

to e a um sistema exemplar de tratamento de água e

quitetura e constitui uma ótima oportunidade para mostrar

esgoto, e de coleta seletiva de lixo. “A infraestrutu-

aos alunos o funcionamento e as soluções de qualidade em

ra da Riviera é perfeita, é top no Brasil”, afirma ele.

infraestrutura urbana. Impressiona muito, além dos proje-

rodrigo r. matias

anos, o engenheiro mecânico e civil Antônio Mendes

“Constitui, por isso, um exemplo de sustentabilidade a ser seguido e um case que deve ser conhecido e es-

tos de infraestrutura, a preocupação ambiental e a história de sua implantação.”

tudado por engenheiros e, principalmente, por estudantes universitários – certamente esse conhecimento contribui para a formação profissional dos jovens.” Esse é o motivo pelo qual Mendes Villar tem acompanhado seus alunos de engenharia ambiental e de tecnologia em segurança do trabalho – do Polo de Praia Grande, da Universidade Santo Amaro (Unisa) – em visitas técnicas à Riviera. A mais recente delas ocorreu em 24 de novembro e, como sempre, surpreendeu os alunos. “É importante constatar que na década de 1970, quando pouco se falava de meio

36 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

“A Riviera pode ser entendida, em muitos aspectos, como modelo prático e teórico para soluções de planejamento e de saneamento em zona costeira”. Denis Abessa, professor a s s i s t e n t e d o u t o r d a UNESP

De portas abertas As visitas monitoradas são realizadas ao longo do ano. Somente em 2012, a Riviera recebeu alunos de 22 instituições diferentes – escolas e universidades – e técnicos de diversas entidades, num total de 720 visitantes. Para agendar uma visita basta ligar para o telefone (13) 3316-6181.


Agente Credenciado

PRAIA DA RIVIERA: SEGURANÇA, ENTRETENIMENTO E TRANQUILIDADE. PARA COMPRAR OU VENDER IMÓVEIS AQUI, PROCURE UMA DAS MARCAS IMÓVEL STORE. MAIS DE 50 MIL CLIENTES EM BANCO DE DADOS.

OS MELHORES E MAIS COMPLETOS PORTAIS ON-LINE DO LITORAL COM MAIS DE 4 MIL IMÓVEIS À VENDA. INVESTIMENTOS CONSTANTES EM MÍDIA E PROMOÇÕES DIFERENCIADAS.

ASSESSORIA JURÍDICA EM TODO O PROCESSO DE COMPRA E VENDA.

PROFISSIONAIS COM GRANDE EXPERIÊNCIA DE MERCADO E CONHECIMENTO NA REGIÃO.

NA RIVIERA CONSULTE AS LOJAS DO GRUPO IMÓVEL STORE:

(13) 3316-5999

(13) 3316-5555

Centro Comercial - UPTOWN RIVIERA, Loja 12 Riviera de São Lourenço

Av. da Riviera, 961 - Módulo 18 Riviera de São Lourenço

www.factualimoveis.com.br

www.praias.com


R E A L ES T A T E i m ó v e i s

Riviera ao seu alcance Se você está a procura de um imóvel aconchegante e bem localizado, o Sistema Integrado de Vendas (SIV) tem a solução perfeita. Confira algumas das melhores oportunidades!

Encontrar uma casa ou apartamento na praia que ofereça

presa responsável pela realização global da Riviera, O SIV é o

conforto, beleza e seja próximo às belas paisagens da Rivie-

sistema oficial de vendas da Riviera, que trabalha com imobili-

ra não é uma tarefa fácil. Afinal, são tantas e tão diferentes

árias credenciadas, reunindo mais de 100 corretores empenha-

oportunidades. O SIV – Sistema integrado de Vendas da Ri-

dos e treinados, com informações completas sobre a Riviera. O

viera – tem uma ótima seleção de imóveis, tanto lançamen-

SIV já comercializou mais de nove mil imóveis no empreendi-

tos como revendas, que certamente um irá lhe agradar.

mento e é, sem dúvida, o melhor e mais seguro caminho para

Ucha Aratangy

Criado há mais de 20 anos pela Sobloco Construtora, em-

38 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

você realizar uma transação imobiliária na Riviera.

Para comprar ou vender na Riviera, confie no SIV Pavilhão de Vendas: Largo dos Coqueiros, 15 – Módulo 5 Tel.: (13) 3316-5330 Portal de imóveis: www.rivieradesaolourenco.com/siv


Beleza natural Com uma maravilhosa piscina de frente para o mar, esta residência de 750m2 possui 5 suítes sendo uma máster, área para caseiro, espaço gourmet com churrasqueira, forno à lenha e sauna. O acabamento é impecável, com revestimentos de 1ª linha. Sofisticação e charme de frente para o mar. Cód: 0161V1101

Fotos: Rodrigo R. MATIAS

Bonito e confortável Viver com estilo é um dos benefícios oferecidos por este lindo apartamento finamente decorado. Possui 138m2, 3 suítes com terraço e ar condicionado, living com amplo terraço, cozinha americana completa e 2 vagas na garagem. O térreo é generoso em equipamentos: piscina, quadra de tênis e poliesportiva, salões de festas e de jogos, sauna, playground e muito mais. Cód: 513YV1121

Pé na areia Com uma localização excelente, de frente para o mar da Riviera, esse apartamento com 355m2 de área útil possui 4 suítes com terraço mais 1 dormitório reversível, lavabo, living para 3 ambientes, churrasqueira no terraço e 4 vagas na garagem. No térreo, um verdadeiro clube com piscina, quadra poliesportiva, quadra de tênis, playground e muito mais. Cód: 919XS1171

Bom gosto Quer viver com conforto? Então este apartamento é perfeito para o que você procura. Com 212m2, é totalmente mobiliado e decorado. Conta com 4 suítes, living para dois ambientes e dependências de serviço. O condomínio possui ainda piscina, quadra poliesportiva, sauna, salão de festas e de jogos. Cód: 919XR1191

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

39


Linda vista Com 210m2, este apartamento é o sonho de todos que desejam morar de frente para uma bela paisagem. Mobiliado e decorado, possui 3 suítes, varanda com churrasqueira e 3 vagas de garagem. O térreo conta com piscina, salão de jogos e de festas, quadra de tênis e sauna. Cód: 913WU1101

Vista do mar Uma ótima oportunidade para comprar e mudar. Este apartamento de 132,30m2 possui terraço fechado em vidro, mesas e sofá para apreciar a vista para o mar. Possui 3 suítes, living para dois ambientes, cozinha americana e 3 vagas de garagem. O térreo conta com piscina, churrasqueira, salão de festas, spa e um lindo paisagismo. Cód: 814VY1161

Casa dos sonhos Com 600m , essa residência é de deixar qualquer um de queixo caído. Em seu interior, o piso porcelanato demonstra o luxo e o conforto. Decorada e mobiliada, possui 5 suítes sendo uma com hidro, sala íntima, piscina, sauna, churrasqueira, living para três ambientes e muito mais. Cód: 8161X1101 2

Em harmonia Com um ambiente aconchegante, esse belo apartamento com sacada fechada em vidro tem 128,90m2 e uma excelente iluminação. Conta com 3 dormitórios sendo 2 suítes e 2 vagas de garagem. Os moradores vão adorar ainda a área de lazer, com piscina, salão de festas, playground, sauna e churrasqueira. Cód: 013WZ1171

40 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

Conforto em meio à natureza Amplos espaços cercados de muito verde. Nesta casa com 450m2 você encontra um ambiente totalmente ajardinado e florido, com espaço gourmet, piscina com prainha e spa. No interior, 5 suítes com terraço e arcondicionado. A casa oferece 2 vagas cobertas e 4 descobertas. Cód: 4171Z1191


Qualidade de vida Digna de um conto de fadas, essa residência possui 350m2. Totalmente mobiliada, conta com 4 suítes, living para 3 ambientes e cozinha americana. Na parte externa, possui piscina com cascata, forno de pizza, chopeira e churrasqueira. Cód: 8031Y1111

Estilo Belo apartamento com 389m2. Tata-se de uma excelente cobertura, toda mobiliada e pronta para morar. Com 5 suítes, cozinha americana, living para 3 ambientes, terraço e 4 vagas de garagem. Lazer completo no térreo com piscina, sauna, salão de jogos e de festas, playground e churrasqueira. Cód: 714YT1141

Exuberância e aconchego Essa maravilhosa residência próxima ao mar encanta os olhos com a cerca em vidro e um lindo pinheiro na frente. Com 540m2 e 4 suítes, a casa está toda mobiliada e conta com piscina, edícula e churrasqueira elétrica. Cód: 7161V1111

Charme e sofisticação Esta linda casa com 548,58m2, possui garagem no subsolo para 8 vagas e um lindo coqueiro que decora a entrada. Com 6 suítes, ela esbanja charme aos moradores. Aqui você encontra conforto garantido, desfrutando da piscina, sauna, ducha, forno à lenha e churrasqueira. Cód: 6901W1171

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

41


Decoração Es tilo

Aberta, iluminada...

Linhas retas, amplos espaços, tons claros e painéis de madeira compõem o projeto contemporâneo desta casa na Riviera

42 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

por Juliana Klein


A casa de 765,03 m² localizada no módulo 5, na Riviera de São Lourenço, encanta aos olhos com sua característica moderna, soluções práticas, luminosidade e valorização da área externa, ajardinada. Recém-decorada pela designer de interiores Lígia Gratão, contempla uma área térrea com sala de estar, hall social, living principal, lavabo, sala de almoço, cozinha, lavanderia e sala de jogos; no piso superior, seis suítes – uma máster, com closet – combinam simplicidade e conforto em sua decoração. Segundo Lígia, a repaginação da casa atende as necessidades do estilo de vida da família, que preza a natureza, o aconchego e a convivência com amigos. “Para o projeto adotei o estilo contemporâneo, de traços contínuos,

angel fragallo

limpos e retos, sem abrir mão do quesito conforto”, reforça.

rodrigo r. matias

rodrigo r. matias

[acima] Em sintonia com a paisagem externa, orquídeas dão um toque na sala de jantar para acompanhar a base em Málaca e conchas no seu interior. O lustre de aço cortem completa o charme do ambiente. [abaixo] Na sala e home theater, um visual alegre com sofá de couro que contrasta com o vermelho carmim, damasco e amarelo gema do abajour e as mandalas. Além do tapete listrado, mesa lateral de madeira demolição, poltronas de couro ecológico envelhecido e mesa de centro elíptica.

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

43


angel fragallo

rodrigo r. matias

Decoração Es tilo

Na circulação íntima das suítes, as imensas janelas brancas laqueadas e o vidro incolor contribuem na claridade natural. Os sofás são elementos singulares em couro ecológico branco

Para retratar beleza e durabilidade, no exterior da casa, móveis da Geny de Riviera de São Lourenço dão um charme especial

Um espaço vivo São muitos os adjetivos que definem o imóvel, mas talvez a melhor forma de explicá-lo seria como um espaço vivo, mutante, pois suas janelas amplas de vidro incolor permitem a entrada da luz do sol, do amanhecer ao entardecer. Os materiais utilizados e os revestimentos são práticos e duráveis. Para dar suavidade ao lugar, Lígia apostou no piso porcelanato na cor areia, da marca Castellato, para a maioria dos ambientes. Nos banheiros, utilizou louças e metais Deca (primeira linha) e piso de porcelanato Castellato branco. Confortáveis, os móveis reforçam as características contemporâneas dos ambientes. Na área externa, são de fibra sintética da marca Mac, na cor branca – as cadeiras têm assento em tecido náutico. Na sala de jantar, a escolha recaiu em mesa com estru-

44 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

tura em fibra málaca e tampo de vidro, da Breton. Já no espaço gourmet foi utilizado tampo em granito café imperial da Marmoraria Tamboré e armários de madeira da Marcenaria Sollo Design. Nos outros cômodos, encontram-se, ainda, luminárias de aço da Lustres Iriè, tapetes da Casa Fortaleza, Alamanda , ArcH, Forma, sofá de couro da Breton e mesas e aparadores de madeira angel fragallo

Para dar as boas vindas à casa, o aparador em madeira carvalho acompanha objetos na cor azul Tifanny, azul turquesa na seda da banqueta e ainda peças exclusivas de design Arc Forma, que dão uma sensação acolhedora

com aspecto rústico da marca A Especialista, que dão o toque final a uma decoração que combina perfeitamente com a beleza da Riviera de São Lourenço.


S u s t e n ta b il id a d e a r t e

fotos: angel fragallo

O homem dos bambus

Criatividade artística e curiosidade científica contribuem para um empresário de Bertioga desenvolver revestimentos e objetos decorativos em projetos que enfatizam a sustentabilidade por Sheila Mazzolenis

46 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


Móveis, luminárias, cortinas, painéis para revestimento de paredes: tudo isso e muito mais pode ser feito – e é feito! – com bambu, material altamente sustentável e renovável. “Basta cortar uma vara, para nascer três brotinhos”, é o que garante o empresário João Nunes, ex-professor de educação física e de artes marciais, e, hoje, um artista bem sucedido e um estudioso do material pelo qual é apaixonado desde a infância. “Nasci em uma fazenda que posbrinquedos. Já adulto, graças à amizade com orientais, comecei a me interessar por outros objetos feitos

angel fragallo

suía muitos bambuais e com essa planta fiz inúmeros

de bambu e em 1995 acabei montando uma pequena oficina para trabalhar nas minhas horas de folga. Era apenas um hobbie, para relaxar, para me fazer bem.” E fez tão bem que, em dois anos, Nunes largou o magistério e passou a se dedicar exclusivamente à nova atividade, desenvolvendo produtos artísticos e decorativos basicamente de bambu. Esses produtos vite para expô-los no espaço do Sistema Integrado de Vendas (SIV), na Riviera. Daí para receber sua primeira encomenda significativa foi um pulo: eram pe-

rodrigo r. matias

chamaram a atenção de amigos e lhe valeram o con-

quenos postes de jardim – para a PE 12, no módulo 5 nunca mais fiquei sem trabalho”, conta Nunes, que foi obrigado a ampliar sua oficina, criar uma empresa, contratar e formar ajudantes e a procurar auxílio para a administração de seu negócio. Nascia, assim, um empresário em um novo nicho de mercado – o de oferta, em larga escala, de objetos e revestimentos de bambu para residências e escritórios.

Estudo e pesquisa No entanto, a atividade como empresário obrigou Nunes a reduzir o tempo que dedicava ao desenvolvimento de peças menores, únicas, artesanais. “Eu gostava muito de fazer isso”, ele afirma, completando. “Mas acabei encontrando outros caminhos que igualmente me preenchem. Por exemplo, dou cursos para a comunidade, buscando despertar nos jovens o interesse pelo trabalho criativo. Ao mesmo tempo, inicio a formação de mão de obra especializada em bambu, que começa a ser uma matéria prima valorizada e uma cultura incentivada – tanto que em 2011 foi sancionada a chamada Lei do Bambu (ver quadro).” Mas as atividades de Nunes não se restringem às aulas, ao contato com seus clientes e à administração da sua produção. Ele dedica uma boa parte de seu tempo à pesquisa, ao plantio e ao estudo de

Lei do Bambu Sancionada em 8 de setembro de 2011, a Lei 12.484 constitui um mecanismo de incentivo ao cultivo e manejo sustentado dessa gramínea. A medida chega à boa hora, pois o Brasil possui a maior diversidade de bambu das Américas, com cerca de 200 espécies, e cresce o número de agricultores interessados nas vantagens que essa cultura possui e que favorecem ao meio ambiente. Por exemplo, graças à versatilidade e a resistência da fibra do bambu, ele pode ser usado como matéria prima principal ou complementar à madeira, entrando na fabricação de móveis, utensílios domésticos e objetos de decoração, como luminárias e revestimentos. Sua utilidade também é reconhecida na construção civil, constituindo uma alternativa para o amianto – material que contém substâncias reconhecidamente cancerígenas – na fabricação de caixas d´água. Além disso, pode contribuir para a redução do efeito estufa, a recuperação de áreas degradadas e o controle da erosão e do assoreamento de cursos d'água graças à sua eficiência no resgate de dióxido de carbono (CO2).

rodrigo r. matias

– com canos e cúpulas de bambu. “A partir de então,

Versatilidade: Nunes extrai do bambu as mais variadas formas e cores. Aproveitando sempre as características naturais da planta, ele cria peças únicas, cheias de criatividade.

de tratamento dessa matéria prima – com o objetivo de aumentar à sua resistência –, assim como máquinas apropriadas à sua manipulação. Além disso, tem estabelecido parcerias com outros produtores de bambu e incentivado e orientado a cultura dessa gramínea importante para o solo, pois, segundo Nunes, “ela cresce em

mais de cem espécies de bambu cultivadas em seu

qualquer lugar, não escolhe muito, recuperando

sítio. Desenvolve, ainda, métodos mais adequados

e filtrando a terra.”

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

47


Pe r f i l E m p r ee n d e d o r

rodrigo r. matias

Receita de sucesso Competência, talento e empreendedorismo, marcas registradas de um casal que apostou todos os seus sonhos na Riviera... e ganhou! por Sheila Mazzolenis

Assim que colocaram os pés na Riviera pela primeira vez, em meados dos anos 1980, Márcia e Gilberto Borguetti se renderam aos encantos do lugar. Caso típico de amor à primeira vista, logo compraram um apartamento na localidade, tornaram-se frequentadores assíduos e passaram a planejar cuidadosamente aquele que seria o “casamento” perfeito e a vida ideal, pois reuniria, em um único e feliz pacote, sua família, o cenário e a infraestrutura da Riviera e a realização profissional. Hoje, eles vivem aqui ao lado de familiares – todos se mudaram para cá – e comandam nada mais nada menos do que quatro estabelecimentos comerciais de sucesso: a Maram Calçados, os restaurantes Barcelona e Funchal, além da recém-inaugurada Gelateria di Borguetti – todos no Shopping, à exceção do Funchal, localizado no Resort Ilha da Madeira, no Módulo 2. Esse sucesso atesta o acerto da decisão de Gilberto e Márcia de deixar o município paulista de Osvaldo Cruz e as atividades ligadas à lavoura de café e ao comércio de material de construção. “No verão de 1995, a Márcia não tinha mais dúvidas: ela queria vir para cá”, lembra Gilberto. “Resolvemos, então, que aqui seria nossa nova casa. Mas, para que isso acontecesse, precisávamos ter uma atividade profissional adequada à localidade. Por isso, na mesma época, pedimos ao gerente

48 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


e nos estimula a buscar também o desenvolvimento, a expansão e a excelência, superando os desafios. No nosso caso, o maior desafio foi a sazonalidade: dias de muita procura seguido de outros vazios. No entanto, superamos este obstáculo. Aprendemos a conviver com a sazorodrigo r. matias

nalidade e, apesar dela, conseguimos manter intacta nossa equipe de excelentes funcionários – eles estão conosco há muito tempo, são leais e bem treinados. Além disso, temos fornecedores de qualidade, com os quais podemos contar, e uma clientela fiel.”

As penúltimas aventuras Com esses elementos a seu favor, o casal sentia-se seguro para abraçar dois novos desafios – “as penúltimas aventuras, porque a última ainda está por vir”, gosta Gilberto de dizer, sinalizando a sua disposição para aprimorar e expandir seus negócios. A primeira dessas “peAngel Fragallo

rodrigo r. matias

núltimas aventuras” foi o restaurante Funchal,

[no alto] Giberto e a bem treinada equipe do Funchal. [acima] Delícias geladas em ambiente clean.

no Resort Ilha da Madeira, Módulo 2 – mas para dar mais atenção a ele, encerraram a Sea House. Tudo bem, pois não se passou muito tempo para eles vislumbrarem as potencialidades de um ótimo espaço no Shopping, anteriormente ocupado por uma sorveteria. Decidiram, com bom senso, manter o mesmo tipo de comércio, mas selecionaram um novo fornecedor – os sorvetes

do Shopping que nos avisasse caso fosse liberado

casal para negócios relacionados à gastrono-

são deliciosos! – e atualizaram a decoração, ex-

um ponto nesse centro comercial. Isso aconteceu

mia. Segundo Gilberto, Márcia é uma “expert

pondo os produtos em um ambiente clean e em-

em 1996. Diante disso, conversamos com a Soblo-

da culinária” e ela, ao mesmo tempo, não pou-

balagens higiênicas. “Batizamos o lugar com o

co e apresentamos a eles uma lista de produtos

pa elogios ao marido: “ele é responsável pela

meu sobrenome: Gelateria di Borguetti”, comen-

que gostaríamos de comercializar no local.” Nas-

compra dos produtos. É muito exigente, busca

ta Gilberto, que não se cansa de exaltar a quali-

ceu, assim, a primeira loja de sapatos da Riviera,

qualidade e fornecedores excelentes. Ninguém

dade de vida da Riviera.

a Maram, cujo nome é composto pelas iniciais

sabe comprar tão bem como ele!”

Com ele concorda Márcia: “Este é um pe-

dos pais de Márcia (Marta e Amaro). “Foi com eles

A soma desses dois talentos resultou, em

daço do paraíso. Frequentamos a Riviera há 24

que tudo começou”, explica Márcia, “pois foram

2000, na criação do restaurante Barcelona, es-

anos, moramos aqui há 16 anos e a localidade

eles que descobriram a Riviera, apostaram no

pecializado em frutos do mar. “Conhecemos,

só melhora! Diariamente percebemos o acerto

desenvolvimento do empreendimento e nos esti-

na época, o chef Pepe, de um restaurante es-

de termos investido aqui tudo o que tínhamos e

mularam a vir para cá. Hoje, estamos todos aqui:

panhol em São Paulo”, conta Márcia, “e fiquei

agradecemos o apoio que a Sobloco nos deu, a

meus pais, meus irmãos e até uma tia."

encantada com a forma como ele trabalhava

generosidade de seus diretores, a confiança que

com peixes e frutos do mar, produtos delica-

demonstraram em nosso trabalho. Serei grata a

Com açúcar e afeto

dos que exigem técnica especial – afinal, uma

eles o resto da minha vida.” E Gilberto comple-

Em 1997, surgiu uma nova oportunidade de

coisa é prepará-los em casa, para poucas pes-

ta: “Queremos retribuir essa confiança e contri-

crescimento para os Borguetti em um espaço

soas; outra, bem diferente, é fazer isso em um

buir sempre que possível para o crescimento e

pequeno na praça de alimentação. Batizado

restaurante à la carte, para inúmeros clientes.

fortalecimento da Riviera e de suas propostas

Sea House, tinha como foco vender porções –

Dom Pepe me ensinou a fazer isso e contribuiu

sociais e ambientais. É por isso que Márcia e eu

camarão, lula etc. –, mas acabou se transfor-

para a elaboração do nosso primeiro cardápio,

participamos, como voluntários, da Festa Ju-

mando em doceria graças ao sucesso das gulo-

modificado no decorrer do tempo – os menus

lina, que tem como objetivo arrecadar fundos

seimas preparadas por Márcia, com muito amor

também devem ser sempre atualizados!”

para a Fundação 10 de Agosto. Acreditamos no

– afinal, ela sempre gostou de fazer doces! Nos

Para Gilberto, “essa atualização se faz ainda

anos seguintes, seria confirmado o talento do

mais necessária na Riviera, que se desenvolve

trabalho social desenvolvido por esta entidade e participamos de sua festa com muito prazer.”

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

49


gente rivier a em movimento

1

fotos: MF web & foto

2 1 Emilson Luiz Zanetti e Stephano Zanetti: “Para quem gosta de praticar esportes, a Riviera é ideal, pois tem tudo a mão” (Emilson)

2 Aline Bebianno e Maria Carolina Bebianno: “A segurança para nossas crianças é um dos principais motivos que nos fazem estar na Riviera” (Aline)

3 O Riviera Shopping é ponto de encontro das amigas Alessandra Della Vega, Marcela Peixe e Fernanda Godoy

3

Saber

viver Gente bonita e alto astral são uma constante na Riviera de São Lourenço

50 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


4

5 6

4 André Müller e

Felipe Müller: “Não há lugar igual no litoral, com tanta infraestrutura e áreas verdes” (André) 5 Rubens Van Moorsel

e Antonio Maurício José Van Moorsel Neto: “Eu admiro a Riviera pela beleza indescritível e pelo cuidado da administração local com a praia e o meio ambiente” (Rubens)

6 Stefan Capato

e Giovana Buldrini relaxam caminhando pela praia de Riviera 7

8

7 Marcelo Bernabe,

Thaís Sarac Bernabe, Luciana Geraissate e Márcio Cepeda: “Não há lugar melhor para recarregar nossas energias do que a praia da Riviera” (Marcelo)

8 Décio di Paula Leite

rodrigo r. matias

Novais e Fernanda Petiz Melo Bueno: “Mais do que a chance de ter uma vida saudável, aqui também tem a animação da noite. Gostamos muito da praia, que está limpa durante todo o ano” (Décio)

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

51


10

gente rivier a em movimento

9

11

12

13

9 Cristiana e Juliana Batestusso: “Como não tenho tempo em São Paulo, aqui posso andar de bicicleta ou aproveitar a praia com os mesmos amigos que conheci 20 anos atrás” (Cristiana) 12 Igor Furlan: 10 Marcelo Brito e Priscila Santana:

“As demais regiões deveriam seguir a consciência com a natureza que a Riviera possui” (Marcelo)

11 Paula Carpanezi Sega, Ana Paula

Carlo Magno e Flavia Caram: “Sair de Americana e poder tomar sol, praticar exercícios, subir nas pedras e entrar no mar sem preocupação, é a melhor maneira de relaxar” (Paula)

52 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

“Além de correr, costumo surfar sempre que posso. Pegar as ondas da Riviera é muito melhor, já que a praia é menos cheia que o Guarujá ou outras cidades do litoral norte” 13 Andrea Molino de Oliveira

e Fernando Leonardo Oliveira Rodrigues se refrescam no Riviera Shopping


14 Caio Pires Del Olmo

com Danilo, Felipe e Murilo Marques: “A Riviera é família, um lugar onde encontro a oportunidade de curtir ainda mais meus filhos, a natureza e Deus” (Caio) 15 Assistida pela pequena

14

15

Ana Clara, Patricia Caires participa do Circuito de Corridas da Riviera

16 16 Petra Freire, Beatriz Mamprin, Ana Beatriz Brunello, Isadora Indelicato, Luiza Lapietra e Isabela Demarchi: “Adoramos a Pucci, é um lugar gostoso, com gente bonita e bacana” (Petra) 17 Thais Rissardi Cerquetane

e José Julio Cerquetane: “Poder desfrutar da praia sempre limpa, da tranquilidade e da segurança é o que faz da Riviera um lugar tão especial” (Thais) 18 Ana Luiza e Beatriz Regina

Nahas e Giovana Guarnieri no seu passatempo preferido na Riviera: o centro hípico

18

ucha aratangy

MF Web & Foto

17

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

53


compras

rivier a shopping

Vá além da boa gastronomia e da tranquilidade do Riviera Shopping e encontre produtos com a cara da estação

verão

Agrados de

C r i z c a Óculos Oakley - Dasy Chain R$500,00 Skate Seven Eletronic com controle remoto R$3.030,00

54 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

P o n t o d a C u lt u r a Tudo sobre fotografia Editora Sextante R$59,90


Có s m i c a Bolsa Kipling Modelo Cicely R$439,00 Relógio Michael Kors Mens Watches Runway R$1.649,00

Due Donne Conjunto Água de Coco – tomara que caia torcido R$349,00

Mar acujá Br asil Chapéu Panamá - Marcatto R$169,00

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

55


compras

rivier a shopping

Geny Presentes

S p o r t Te c h

Jogo de facas Full Fit R$453,00

Raquete Quissak – Mini Tennis R$299,00

Richards Bermuda Masculina de Linho R$260,00

t E MPT Polo Big Pony - Ralph Lauren 75 ml R$295,00 cada

56 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


QUEM ESTÁ NA RIVIERA SE ENCONTRA NO RIVIERA SHOPPING CENTER.


At r a ç õe s r o t e i r o

O melhor do litoral norte Confira as atrações turísticas, gastronômicas e um guia completo de serviços na Riviera de São Lourenço e região

Riviera e Bertioga ARTE, CULTURA E LAZER ARTE NO PARQUE Feira de artesanato no Parque dos Tupiniquins. Aos sábados, a partir das 16h. Praia da Enseada – Bertioga - Tel.: (13) 3317-4128 CASA DE CULTURA DE BERTIOGA O espaço abriga projetos culturais de música, cinema, artes plásticas, artesanato e dança, que incluem exposições, mostras e cursos. Nas noites de sábado, a Casa da Cultura oferece programação de música instrumental. Veja programação no site da Riviera. Segunda a Sexta, das 8h às 17h. Av. Thomé de Souza, 130 – Bertioga Tel.: (13) 3317-4060

SESC BERTIOGA Oferece programação esportiva, musical, literária e outras. Rua Pastor Djalma da Silva Coimbra, 20 – Bertioga - Tel.: (13) 3319-7700

ESPORTES CENTRO HÍPICO Passeios a cavalo, aulas para iniciantes e centro de treinamento para competidores com mais experiência. Rodovia Rio-Santos, km 213 - atrás do Posto da Polícia Militar Tel.: (13) 3313-0341 CICLOVIA Localizada entre os módulos 18, 19, 20 e 21, tem 4 km de pista conservada com muito verde, permite ótimos passeios de bicicleta ou a pé.

RIVIERA GOLF CLUB O belo campo de golfe com 18 buracos de par 3 é aberto ao público durante todo o ano de quinta a domingo, a partir das 07h00, com saída final às 15h. Um profissional de golfe está a disposição para aulas aos interessados. O acesso está em frente aos módulos 2 e 3, pela Av. da Orla. Tel.: (13) 3316-1606 Importante: só poderão jogar no campo, jogadores que possuam handicap.

GASTRONOMIA GAIANA RESTAURANTE E VIÑERIA De frente para a praia, cardápio variado com peixes e frutos do mar. Largo dos Coqueiros, s/n, ao lado do Pavilhão de Exposição do SIV - Tel.: (13) 3316-5700 RESTAURANTE FUNCHAL Bacalhau e pizzas. Al. do Remo, 300 - Módulo 2 - Ilha da Madeira Resort - Tel.: (13) 3316-1379

FORTE DE SÃO JOÃO Mais antigo do Brasil, construído pelos portugueses para proteger as vilas de ataques de índios Tupinambás. Praia da Enseada – Bertioga Tel.: (13) 3317-4128 PASSEIOS ECOLÓGICOS A agência SEIVATUR organiza trilhas ecológicas, canoas canadenses, passeios históricos e acquaride. Av. da Orla, 307 - Jardim São Lourenço. www.seiva.tur.br Tel.: (13) 3316-6070 / 8144-1824 PASSOS DOS JESUÍTAS Uma rota pedestre de 370km organizada pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, que visa estimular a visitação aos atrativos turísticos de 13 municípios do litoral paulista – de Peruíbe a Ubatuba –, remontando os passos trilhados pelos missionários jesuítas, sobretudo Padre Anchieta, durante suas expedições de catequização e povoamento por terras paulistas. Saiba mais acessando: www. caminhasaopaulo.com.br/jesuitas USINA DE ITATINGA Um passeio histórico: um bonde leva à Vila de Itatinga, onde fica a usina, construída no início do séc. XX pelos

58 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o r e n ç o

PET SHOP E VETERINÁRIA

AMARILIS FLAT SERVICE Al. Guaíra, 19 - Módulo 30 Tel.: (13) 3316-8121 www.amarilisflatservice.com.br

» La Matilha No centrinho comercial da Riviera - Av. da Riviera, s/n loja 5 (13)3316-1641/ 9164-2994

BOULEVARD RIVIERA FLAT Al. das Conchas, 214 – Módulo 6 Tel.: (13) 3319-6000 www.boulevardrivieraflat.com.br

RIVIERA BIKE Locação, conserto e venda de bicicletas. Av. da Riviera, s/n – Centrinho comercial Tel.: (13) 3316-8264

RIVIERA GREEN FLAT Al. dos Tamarindus, 83 - Módulo 26 Tel.: (13) 3316-7074

RISTORANTE & PIZZERIA MAREMONTI

SABEL RESIDENCE Rua Passeio de Itaparica, 28 Módulo 30 - Tel.: (13) 3316-1424 www.sabelflatriviera.com.br/

SERVIÇOS

ucha aratangy

ALDEIA INDÍGENA DO RIO SILVEIRA Localizada numa área de mais de 948 hectares, entre as cabeceiras do Rio Silveira e do Ribeirão Vermelho, a aldeia fica na divisa entre Bertioga e São Sebastião, e abriga cerca de 300 índios tupi-guaranis. Informações: Secretaria de Turismo de Bertioga (13) 3317-3567

HOSPEDAGEM

RESORT ILHA DA MADEIRA Al. do Remo, 300 - Módulo 2 Tel.: (13) 3316-5000 www.ilhadamadeiraresort.com.br

PASSEIOS

angel fragallo

LEILÃO DE ARTES Antônio Rodrigues de Carvalho Av. da Riviera, 1247 - Tel.: (13) 3316-8016

ingleses e cercada por casas em estilo britânico. O passeio dura seis horas e ainda inclui caminhadas por trilhas e banhos de cachoeira. Agendamento pelo tel.: (13) 3316-6070

RIVIERA TÊNIS Aulas e locação de quadras. Aberto diariamente das 9h às 20h Av. da Orla, s/n - Módulo 18 Tel.: (13) 3316-9688

EXPOSIÇÃO MUNDO SUSTENTÁVEL DA RIVIERA DE SÃO LOURENÇO

Conheça a história da Riviera, seus sistemas e sua infraestrutura em uma exposição montada pela Sobloco com 800m2 de painéis ilustrativos, divididos em onze ambientes. Pavilhão de Exposições do SIV Largo dos Coqueiros, nº15. 2ª a domingo, das 09h às 18h Entrada Franca

ESCOLA DE SURF RIVIERA Localizada na praia em frente ao módulo 1, a escola promove aulas particulares e em grupo para todas as idades. Tel.: (13) 9132-5717

AUTO POSTO RIVIERA DE SÃO LOURENÇO – SHELL Av. da Riviera, s/n - Tel.: (13) 3316-7359

SITE DA RIVIERA DE SÃO LOURENÇO Informações, novidades e curiosidades www.rivieradesaolourenco.com SIV – SISTEMA INTEGRADO DE VENDAS Sistema oficial de compra e venda de imóveis na Riviera. Pavilhão de Exposições. Largo dos Coqueiros, 15. Tel.: (13) 3316-5330 SOBLOCO Av. da Riviera, 600 - Tel.: (13) 3316-5316 Em São Paulo: (11) 3093-9300 SUPERMERCADO PÃO DE ACÚCAR Av. Marginal à Rodovia Rio-Santos Tel.: (13) 3316-1932

Gastronomia italiana. Largo dos Coqueiros, 15 - Tel.: (13) 3316-7855

AUTO POSTO PRAIA DE SÃO LOURENÇO – ESSO Av. Marginal, junto à Rod. Rio-Santos, Km 212,5 - Tel.: (13) 3316-7402

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO RIVIERA SHOPPING CENTER Diversas opções para um café ou uma refeição completa: lanches, massas, grelhados, comida árabe, doces e sorvetes.

CORREIOS Rua Dezenove de Maio, 455 – Centro – Bertioga - Tel.: (13) 3317-6224 / (13) 3317-1724

DELIVERY

GÁS Entrega em domicílio. Tel.: (13) 3317-1576

MEDICAL LINE Av. Riviera, s/n – ao lado do Banco Bradesco. Tel.: (13) 3316 8695 ou (13) 3316-1787 - Atendimento aos finais de semana, das 21h de sexta-feira às 18h do domingo.

HELIPONTO Bairro do Indaiá, a 3km da Riviera, longitude 23°47’52”S; latitude 046°03’.21”W; designativo SN RI e condições operacionais VFR Diurna Noturna. Contato com a Rumo Certo Tel.: (11) 8571-8139

JAB MEDICAL CENTER Serviços de pronto atendimento, urgência e emergência, ambulância UTI Rua Rafael Costábile, 775 – Centro, Bertioga - Tel.: (13) 3317-7600 Horário de funcionamento: diariamente das 8h às 18h

JACQUES JANINE Av. da Riviera, 1256 – Riviera Shopping Center - Tel.: (13) 3316-7718

PRONTO SOCORRO MUNICIPAL DE BERTIOGA Praça Vicente Molinari, 95 Vila Itapanhaú Tel.: (13) 3319-8800 ou 192

» Beach Burger - Riviera Shopping Tel.: (13) 3316-2020 » Maremonti Pizzaria Tel.: (13) 3316-7855 ou (13) 3316-7508 » Pizzaria Hermon - Riviera Shopping Tel.: (13) 3316-1029 » Pizza Place - Riviera Shopping Tel.: (13) 3316-8031

CAFÉS, PADARIAS E EMPÓRIOS No Riviera Shopping

JET SKY » Amor Aos Pedaços Café, doces e sorvetes » Babbona - Café e salgados » Empório Santa Vitória Petiscaria, café e lanches » Pão de Açúcar Padaria e empório • Ponto da Cultura Livraria, charutaria e café

» Marina Riviera Rua Macário Antunes Pinto, 20 – Jd. São Lourenço - Tel.: (13) 3316-1819 » Náutica Indaiá Guarda de jet sky, vagas para lanchas. Av. Manuel Mendes Ventura, 340 – Jardim Indaiá – Bertioga Tel.: (11) 3313-1349

TÁXI 24 HORAS Tel.: (13) 3317-1864 / 9714-4340 / 9776 5067 - Rádio: ID 99*16581

SAÚDE

FARMÁCIA DROGALIS Riviera Shopping. Tel.: (13) 3316-7347 RIVIERA PHARMA Uptown Riviera. Av. Aprovada 329, 2869 Tel.: (13) 3316-2001 – com serviço de delivery


ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA RIVIERA DE SÃO LOURENÇO Passeio do Ipê, 52 - Módulo 26 Tel.: (13) 3319-5000

A FIRMA Pizzaria. Rua Sebastião Romão César, 419 – Maresias. Tel.: (12) 3865-6142

Dicas de lazer, cultura, gastronomia e muito mais por praias próximas à Riviera de São Lourenço. Valem sua visita.

PLANTÃO DE SEGURANÇA AARSL Atendimento 24horas Tel.: (13) 3316-6699

ACQUA Com uma vista única do mar de Camburi, oferece cozinha primorosa com influência italiana. Estrada do Camburi, 2000 - Camburi Tel.: (12) 3865-1866

PASSEIOS CACHOEIRA DE CAMBURI

ANTIGAS Frutos do mar, massas e carnes. Rua Reginaldo Flavio Correa, 190 – Camburi. Tel.: (12) 3865-1355 www.restauranteantigas.com.br

BANCA DE JORNAL LIVRARIA RIVIERA Livros, revistas, jornais e papelaria Riviera Shopping. Tel.: (13) 3316-7626

divulgação

BANCOS HSBC Av. da Riviera, s/n - Tel.: (13) 3316-6753 São três quedas que formam uma piscina natural. Acesso por estrada de terra (3km) e caminhada. Permitida a visita apenas acompanhados por guias Acesso: Rodovia Rio-Santos, Km 166 – Camburi

CAIXAS AUTOMÁTICOS » Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Real e Santander: Estacionamento Riviera Shopping » Rede 24 horas: Riviera Shopping » Bradesco e HSBC: Centro comercial

ECODYNAMIC Guias, passeios náuticos, cascading, caiaques, trilhas e outros passeios de aventura. Rua Olímpio Faustino, 561 – Camburi - Tel.: (12) 3865-2545 www.ecodynamic.com.br

COMPRAS

luiz machado

RIVIERA SHOPPING CENTER

50 lojas de roupas, acessórios, esportes, livraria, drogaria, locadora de vídeo e games, perfumaria, infantil e praça de alimentação. Aberto de quinta a domingo das 10h às 18h e sexta e sábado das 10h às 22h (alimentação até as 24h). Na temporada, aberto diariamente das 10h às 22h (alimentação até as 24h). Av. da Riviera, 1256. Tel.: (13) 3316-6033

TELEFONES ÚTEIS DELEGACIA DE POLÍCIA CIVIL Rua Manuel Gajo, 340, Parque Estoril, Bertioga - Tel.: (13) 3317-1411 DER – DEPARTAMENTO DE ESTRADAS E RODAGEM Rua Dr. Fernando Costa, 155, Vila Sta. Rosa, Cubatão Tel.: (13) 3361-2949 www.der.sp.gov.br ECOVIAS Tel.: 0800-197878 Condições das estradas: www.ecovias.com.br POLÍCIA MILITAR Rod. Dr. Manoel Hipólito Rego, km 213 Tel.: (13) 3313-1317 / 3313-1065 ou 190

ENTRETER TURISMO Guias, passeios náuticos, mergulho, trilhas Camburi. Tel.: (12) 7814-1715 / (12) 8121-6887 GREEN WAY Passeios de barco e de caiaque, aulas de surfe e diversas trilhas na região Av. Mãe Bernarda, 3221 – Juquehy Tel.: (12) 3891-1075 / (12) 3891-1000 (Juquehy Praia Hotel) www.greenway.com.br Parque das Neblinas Entre os municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga, uma reserva privilegiada da Mata Atlântica, com 2.800 hectares. Aberto para passeios e visitas com monitores. Informações: www. ecofuturo.org.br/parque-neblinas PARQUE TUIM Reserva ecológica que oferece diversas atividades: arvorismo com duas tirolesas, trilha ecológica com piscinas naturais, caiaque e um restaurante com comida caseira Sertão da Barra do Una – Rod. RioSantos, km 182,5 Tel.: (12) 3867-2097 / 3867-2330 SÍTIO ARQUEOLÓGICO DE SÃO FRANCISCO São duas trilhas que levam às ruínas de uma fazenda de escravos. Passeios agendados com a Secretaria de Turismo Tel.: (12) 3892-2620

GASTRONOMIA

POLÍCIA RODOVIÁRIA Rod. Dom Paulo Rolim Loureiro (Antiga SP – 98 Mogi-Bertioga), km 98 Tel.: 3352-1108 / 3313-1200

ACQUA AZUL Frutos do mar Av. Vicente de Carvalho, 102, Centro – Bertioga. Tel.: (13) 3317-1272

PREFEITURA MUNICIPAL DE BERTIOGA Rua Luiz Pereira de Campos, 901, Vila Itapanhaú - Tel.: (13) 3319-8000 www.bertioga.sp.gov.br

ACÁCIA Serve frutos do mar, carnes e massas. Rua Argemiro Amâncio dos Santos, 181 – Juquehy - Tel.: (12) 3863-2174 www.restauranteacacia.com.br

BADAUÊ Acomode-se em uma das mesas ou coloridas tendas e aprecie frutos do mar, robatas feitas na grelha e delícias da cozinha japonesa. Av. Francisco Loup, 901 – Maresias Tel.: (12) 3865-7289 BISTRÔ JUQUEHY Três ambientes e ainda loja de artesanato mineiro e roupas. Av. Mãe Bernarda, 637 - Juquehy Tel.: (12) 3863-2609 www.villabistro.com.br CANDEEIRO Charmosa creperia e pizzaria, com pizza quadrada servida em chapa de ferro. Estrada de Camburi, 87 - Camburi Tel.: (12) 3865-3626 CANTINETTA Em meio a um jardim tropical, saboreie pratos diversos, saladas e lanches. Conta ainda com mercearia, adega e serviços especiais. Estrada do Camburi, 720 - Camburi Tel.: (12) 3865-2612 www.cantinetta.com.br CHAPÉU DE SOL Com bela e ampla vista para o mar, prove receitas de frutos do mar ou pizzas à noite em ambiente rústico. Av. Mãe Bernarda, 2001 – Juquehy Tel.: (12) 3863-3028 CHEIRO VERDE Restaurante variado com deque para vista do mar. Destaque para receitas com peixes e frutos do mar. Rua Benjamin Manoel dos Santos, 74 – Camburizinho. Tel.: (12) 3865-2280 FRAMBOESA A chef Lina Borges e sua filha Ceres assinam o menu com saladas especiais, frutos do mar e deliciosas sobremesas. Estrada do Camburi, 744 www.restauranteframboesa.com.br GENGIBRE LOUNGE Cozinha oriental e receitas japonesas são estrelas do cardápio. Ideal para o início da madrugada. Rua Sebastião Romão César, 217 – Maresias. Tel.: (12) 3865-6161

guia de produtos e serviços

MANACÁ Tradicional na região, com cozinha contemporânea de frutos do mar, sua localização é privilegiada, em meio a um exuberante jardim tropical. Rua Manacá, 102 Camburi. Tel.: (12) 3865-1566 www.restaurantemanaca.com.br

Um novo espaço para divulgar fornecedores de produtos e serviços. Toda a receita desta seção é revertida para a Fundação 10 de Agosto.

OGAN Em meio ao verde e ao ambiente descontraído, possui cardápio diversificado. Estrada de Camburi, 1650 – Camburi. Tel.: (12) 3865-2388 www.restauranteogan.com.br

Anuncie: (11) 3093-9347

marketing@sobloco.com.br

PITANGUEIRA Com cozinha contemporânea e vista para o mar, a dica é o Spaghetti de Camarão e de sobremesa o abacaxi grelhado. Estrada do Camburi, 1088 – Camburi. Tel.: (12) 3865-1688

Acumpuntura e Clínica Médica Atendimento domiciliar personalizado. Cefaléias, dores articulares e musculares, TPM, ansiedade, insônia e lesões do esporte. Acupuntura Estética e Eletro-Acupuntura. (13) 9740 1460 / (11) 99632 6942

TÍCURA Decorado com mandalas, serve saladas, ceviches, peixes e, a partir das 18h, pizzas. Estrada do Camburi, 1182 - Tel. (12) 3865-1446

revista COMPORTAMENTO E SAÚDE

TIÊ SAHY Cozinha contemporânea em serviço à la carte com opção de pratos infantis Av. Adelino Tavares, 160 - Barra do Sahy Tel. (12) 3863-6369 www.tiesahy.com.br

Um conceito exclusivo de tratamento para o seu corpo e para a sua mente. Psicoterapia • Coaching Bem-Estar • Relaxamento

COMPRAS

(13) 9157.9899 / (11) 4367.4353 www.comportamentoesaude. com.br

SHOPPING JUQUEHY Variedade de lojas de roupas, decoração e presentes. Av. Mãe Bernarda, 452 – Juquehy. Tel.: (12) 3863-1498 SHOPPING MONJOLO Rua Cláudio Izidoro do Espírito Santo, 324 – Juquehy www.shoppingmonjolo.com.br

GLASSLED ILUMINAÇÃO EFICIENTE Projetos de iluminação com LEDs para sua obra. Atuamos em todo o litoral. www.glassled.com.br (13) 9716-6679 / (11) 7734-6370

SHOPPING PÁTIO CAMBURI Estrada de Camburi, 87 – Camburi Tel.: (12) 3662-9200 www.patiocamburi.com.br

Monte Fuji Ar condicionado

NOITE

Venda- Instalação e Manutenção (13) 3317-7839 / (13) 7809-9147 Id 9*60759

PUCCI RIVIERA BEACH HOUSE

CLEANAIR SOLUÇÃO EM CLIMATIZAÇãO mf foto

Outras praias e redondezas

AARSL

Com dois ambientes (pista de dança com DJ e deck com bar e música ao vivo) a balada também está disponível para eventos fechados. Av. Marginal 329, 2571 - Tel.: (11) 3167-2067 www.pucci.com.br

Vendas - Instalação - Manutenção (13) 3316-61-44 / (11) 7813-34-94 id 55*962*9091

O GALEÃO Com ares de navio pirata, o bar está há 16 anos na praia de Camburi, com pista de dança, DJ e festas temáticas durante o ano. Estrada de Camburi, 79 Camburi. Tel.: (12) 3865-1515 www.ogaleao.com.br

GULERO Localizada numa das construções mais antigas de Juquehy, datada de 1867 e totalmente restaurada. Avenida Mãe Bernarda, 271 – Juquehy Tel.: (12) 3863-1397

BANANA’S Entre as praias de Juquehy e Barra do Sahy, são dois andares com pistas de dança, camarotes, bares, restaurantes, pizza bar e sushi bar. Durante todo o verão, noites especiais com DJs nacionais e internacionais. Rodovia Rio Santos, km 174,5 - Praia Preta Tel.: (12) 3863-1644 www.bananaspoint.com.br

SANTO GOLE Música ao vivo, chope gelado e festas temáticas durante o ano. Rua Sebastião Romão Cesar, 477 – Maresias. Tel.: (12) 3865-5044

KOMASUSHI Apenas 33 lugares e delícias da cozinha oriental, preparadas pelo experiente sushiman Fernando dos Santos. Rua Tupã, 80 – Camburi Tel.: (12) 3865-1984

MOROCCO Restaurante, bar e pista de dança, conta ainda com tendas em estilo marroquino para curtir a noite Rua Silvina Auta Sales, 375 – Maresias Tel.: (12) 3865-5015

SIRENA Duas pistas de dança, três restaurantes e nove bares, além de uma área ao ar livre. Rua Sirena, 418 - Maresias. Tel.: (12) 3865-6681 ou (11) 3077-0020 www.sirena.com.br

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o r e n ç o .

59


a r t igo G e o r g e ta G o n ç a lv e s

papai.noel@natal2012.com - Vó, o que é consumo sustentável?

amoreira. A Lola virou terra, que alimentou a amoreira, que

Por que tem que ser assim? Sempre que tenho urgência

alimenta os passarinhos.

na entrega de um trabalho essa danada de filha deixa o me-

- Menos, vó, menos. A Lola foi compostada por organis-

nino aqui. Claro que gosto dele, mas justo quando o prazo é

mos decompositores e virou húmus. Já aprendi isso na esco-

menor do que o tempo? Ela adivinha...

la. Mas, me ajuda. Tenho só cinco minutos para falar minha

- Querido, porque você não usa um buscador? Está conectado, não está? - É que a “prô” não quer pesquisa, quer que a gente inte-

Na cozinha, entre farinha e ovos, meu coração fica apertado. Onde foram parar as fadas, os gnomos e as bruxas? O gato de Alice? Peter Pan? A emoção, tão importante na formação da criatividade, não cabe mais na infância?

raja com a família, conversando. Vai ser uma apresentação oral para a turma toda.

www.georgeta-escrevivendoemcamburi.blogspot.com

60 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

que é consumo sustentável? Fico pasma com o vocabulário. Tem só sete anos e fala como um técnico. Deixo de lado a poesia: - É bom saber que “querer” é uma coisa, “precisar” é ou-

- E como você interagiu com sua mãe?

tra, e não comprar ou pegar o que não precisamos. Tudo o

- Ela falou que os juros do cartão são insustentáveis. E

que a TV anuncia, por exemplo, são as coisas das quais não

saiu pra comprar alguma coisa.

precisamos. Você já viu comercial de tomate ou de laranja?

Desisto do prazo. A Beatriz que espere. Afinal, algo ou

Fica a dica: coisa necessária não precisa de propaganda. Ou

alguém que não tenha um botão ON ou ENTER tem que con-

seja, precisamos ficar espertos e recusar tranqueiras que são

versar com essa criança.

fabricadas só para se jogar fora, pois o que a gente joga no

- Tudo o que usamos é feito com partes do planeta. Sua

lixo não se transforma mais em nada. Sem chance de trans-

camiseta, por exemplo, é feita de uma planta chamada algo-

formação. Game over. Se a gente continuar consumindo nes-

dão, que dá um fruto branco, fofinho. É dele que são feitos os

se pique, vocês, crianças, vão ficar numa encrenca danada.

fios. Depois vêm várias etapas como tecer, colorir, costurar,

Consumo sustentável é consumo inteligente e amoroso. Res-

embalar e vender. Para ela ficar pronta gastou-se água, solo,

peita a Terra, as pessoas, o futuro. Sem desperdícios.

trabalho de pessoas, combustível, etc.. As coisas não nas-

Ele fica quieto, olhando para dentro. Lá vem bomba.

cem nas lojas. Ou seja, sua camiseta tem muitas histórias...

- Entendi. Minha mãe é insustentável, né? Compra um

- Minha camiseta é um vegetal? Uau!

monte de coisas que não precisa. Aliás, ela só pensa em com-

- Foi. As coisas se transformam. Essa mesa, por exem-

prar, comprar... Até comida fora ela joga! Ainda bem que ela

plo, já foi árvore. O plástico do computador pode ter sido

vai me ouvir falar na escola! Por falar nisso, você não quer

um dinossauro.

fazer umas panquecas? Estou com fome.

- Um dinossauro virar computador? Vó, a senhora não

Na cozinha, entre farinha e ovos, meu coração fica aper-

errou seu remédio? Minha mãe disse que a senhora anda

tado. Onde foram parar as fadas, os gnomos e as bruxas? O

meio confusa...

gato de Alice? Peter Pan? A emoção, tão importante na for-

Finjo que não escuto e continuo:

mação da criatividade, não cabe mais na infância? Crianças

- Plástico vem do petróleo, que se formou pela decomposi-

concretas, racionais? E a fantasia, como fica? Acabou?

ção de florestas e animais, há milhões de anos. Quem garante

Panquecas prontas volto à sala. Ele digita muito sério.

que no tantinho de petróleo que veio parar nesse plástico pre-

- O que você está escrevendo?

to aí não tinha um pé de dinossauro? Parece mágica, né?

- Sobre consumo, vó, claro!

- Não tem nada de mágica, vó. Assisti um documentário

Georgeta Gonçalves – educadora ambiental e coordenadora-geral do Programa de Gerenciamento de Resíduos da Riviera de São Lourenço

parte e você fala, fala, e não responde de forma objetiva... O

da história do petróleo no Discovery. Mas isso de uma coisa virar outra é irado!

-Mas não era uma apresentação oral? A resposta resgata minha alegria. - Vai ser. Estou escrevendo para o Papai Noel. Para ele

- Na natureza tudo se transforma. Lembra da cachorra

não trazer nada do que pedi. Tomara que dê tempo. Se ele

Lola? É possível que partes dela estejam voando por aí em

trouxer o que todo mundo pediu, o planeta acaba. Você tem

passarinhos, pois a enterrei no jardim e plantei em cima a

o e-mail dele?


Fundação de Agosto

10

Estamos ajudando a construir novos cidadãos em Bertioga Cursos gratuitos: Oficinas de música para jovens e crianças Orquestra juvenil e Coral Oficina Escola de Marchetaria Cursos profissionalizantes Acompanhamento e assitência familiar

Entidade reconhecida como de utilidade pública Federal e Municipal

Informe-se, envolva-se, participe! Siga-nos: Fundação 10 de Agosto - Al dos Vagalumes, 100 - Riviera de São Lourenço - Bertioga - SP tel (13) 3316-7344 - email adm@fundacao10agosto.com.br


A summary of the most celebrated magazine of the north coast of São Paulo. Edition 16.

bertioga Pho t ogr a ph y

Revealing Bertioga

The sensitive eye of amateur and professional photographers captured images of our exciting and surprising city by Sheila Mazzolenis Forty-seven photography artists – amateurs, mostly – staged one of the most significant and successful shows held this year at the coast of São Paulo. Appropriately named “Collective Exhibition Revealing Bertioga” it was mounted at the Park of Tupiniquins forming an integrating part of an even larger event called “Revela Bertioga” (Revealing Bertioga). “We are all photographers at heart” says Du Zuppani, social-environmental photographer, Secretary of Tourism, Trade and Nautical Matters of Bertioga, and creator of the event. “We look, observe and thrill: some click, some do not, and many would like to. And these are the people we want to reach and stimulate from now on, because with the support of the City and the Municipal Councils of Tourism and Cultural Policies we intend to hold the event ‘Revela Bertioga’ annually, repeating the formula that worked in this first edition: photo exhibition of both amateurs and renowned professionals, lectures and workshops (see table). At the same time, we want to encourage one of the fastest growing open-air activities – social-environmental photography and bird watching – and consolidate Bertioga as a destination of photographic expeditions. With an advantage: the city is photogenic all year round!”

62 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

The stars of the event

Conducted between november 28th and december 2nd, the event “Revela Bertioga” exceeded all expectations of its organizers. According to the curator of the show, Zé Zuppani 47 photographers were selected – among more than 100 entries – and 65 photographs chosen from nearly 500 submitted, all showing different angles of the city also contributed to the success of the event, an exhibition of several professional photographers – among them Renato soares, andré dib, fabio Knoll and sérgio Ranalii – as well as workshops and lectures on the many different aspects of the art of photography. The highlight was the presentation of the trophy Buriqui to Araquém Alcântara, one of the pioneers of nature photography in Brazil, recognized worldwide. Author of 44 books, Araquém has already received five international and 33 national awards.


Sports

bikes

The invasion of Thousands of people choose the bicycle as the most practical and fun means of transportation and recreation of the Brazilian capitals

bikes

For those who are passionate about bikes, it

by Sheila Mazzolenis

Custom-made

is a lifestyle with a growing number of supporters

Even with the visible growing number

in the Brazilian cities. This is due, according

of women who make the bike a means of

to experts on the subject, to the fact that the

transportation and a source of pleasure, men are

practice of cycling tour is being facilitated by

not far behind. They have always dominated the

the expansion of bike lanes, in addition to

practice of cycling, but now constitute a larger

being environmentally friendly and having no

contingent thanks to the advanced technology

contraindications. Rather, it is recommended

used in making bikes safer and more comfortable

for children, youth, adults and elderly, men and

as well as the increase of shops that sell first

women, fat or thin. Almost everyone can pedal,

line equipment and assemble “custom-made”

you just need to want to!

bikes. This is the case of Tag and Juice (www. tagandjuice.com.br), in São Paulo. “Our process

Just for women

of assembling a bike is similar to a tailor and

The bikers are unanimous in highlighting the

that requires patience,” says Pablo Gallardo,

physical, mental and emotional benefits produced

a partner-owner of the store. “We talk to the

by a cycling tour. Claudia Franco, creator of the

customer to know what they want and in about

biking school CicloFemini (www.ciclofemini.com.

eight weeks later we deliver a unique product

br), admits: “I learned to ride at the age of 49 and

with high durability. We never put together a

my overall health has improved. A year later, I had

bike like another one! And maybe that’s why

become a new woman. It was from there that the

our clientele increased last year.” The expansion

idea of creating a cycling school for women came

of the market has also been celebrated by other

up. They began to join in our courses and lectures,

bicycle shops, including Ciclo Urbano (Urban

brought their children, husbands, boyfriends.

Cycle) – www.ciclourbano.com.br –, which focuses

Therefore, CicloFemini currently serves men,

on the marketing of imported bike and handling,

women, youth and children.”

recovery and customizing bikes. “We believe in

A similar and equally transforming experience

selling a differentiated, personalized product,

had Teresa D’Aprile. “One day, I do not know why,

that equally attracts both men and women,” said

I bought a bike. I was 37 at the time, my marriage

Leandro Valverdes, co-owner of the store.

was over and I started working at a bike shop.

Even

without

offering

the

option

Shared pedal Similar to what has occurred in Rio de Janeiro, São Paulo, Santos and other Brazilian cities and around the world, a sharing system of public bicycles is being deployed in Riviera, a project of urban mobility and encouraging sustainable transport of the country. It’s RiviBike, promoted by Sobloco and the association of friends of Riviera de São Lourenco. Initially, the project will have 38 black and green bicycles distributed at six stations: Riviera Shopping, the cycle path between the modules 20 and 22, and on the roundabouts between 2 and 3, 3 and 4, 5 and 6, 7 and 8. Those who want to use the service must register on Riviera´s website (www.rivieradesaolourenco. com), at a cost of R$10. After registration, the use of bicycles will be free for one hour, but after this period the addition of R$ 10 per hour will be charged. The idea is not for a person to keep a bike all day long, but rather for them to share the bike with others.

of

Thanks to this, I got to know and use, increasingly,

customized bikes, Roberto Fernandes Pinto

this means of transportation. Some female friends

– owner of Sport Tech, in Riviera Shopping –

were interested in doing the same. Thinking

also celebrates the increased sales of imported,

about it, I created the group Saia na Noite (Go out

technologically advanced, comfortable and safe

Night) – www.saiananoite.com.br 20 years ago. I

equipment. “They are more expensive, but they

think it was the first group of bikers exclusively for

give back to the users everything they invested,”

women, but many men today also accompany us.”

explains Roberto.

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

63


Wine

h a r m o n i z at i o n

A toast to the summer Yes, wines do combine with the hot days of the high season, mainly whites, when harmonized with light dishes and the refreshing breeze from the sea by Sheila Mazzolenis

Wine and summer are not incompatible, as many people believe: this is what lovers of this drink claim, that was created in ancient times. In fact, reds, rosés and white can be tastefully enjoyed at any time of the year, although the latter, due to its lightness and the temperature at which it is served (between 8 ° and 12 °) is well adapted to our tropical climate. After all, why do we imagine that wine does not sit well in the summer? They say it is because it produces a strong sensation of heat in the body. But according to the sommelier Didú Russo, this is a misconception: “The more alcohol there is in a drink, the faster our body heats up. Beer and caipirinha are hotter than wine. So, enjoy the health and good taste group, nothing compares to Champagne, Chablis, or Jerez. Wine is health, food, elegance, and there is one for every occasion.” Patricia Machado Najm, owner of CultVinho, an importer which the differential lies in customized distribution to companies, restaurants and final customers of wines produced by small wineries in Spain, agrees. “ I realize that the interest in wine is increasing and I suggest to anyone who wants to start, the whites Ostatu – that goes well with fish and chicken – and the refreshing Cava Fincalegre Brut, a perfect bubbly for the end of the year celebrations.”

Wine-based drinks

64 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o

Kir, a French tradition

Portônica or Summer Port

Created more than a hundred years in the French city of Dijon, the refreshing Kir mixes white wine with cassis liqueur – the international Bartenders association suggests ten parts of wine for one of liquer. Easy to make, it is still considered sophisticated enough for a special occasion - and you can prepare a more elegant version, the Kir Royal, replacing the white wine for champagne.

Suggested by Didú Russo, this refreshing drink is prepared with port wine dry white (is also good with Ruby or Tawny), in a long drink glass. Simply mix two doses of Porto, three ice cubes, a leaf of mint and a slice of lemon and fill with tonic water. Didú recommends the Porto Grahams , Dominic Symigton, for R$70 at Mistral (www.mistral.com.br). suggestion

Porto Grahams Dominic Symigton


S u s ta in a b il i t y

art

The man of bamboos Artistic creativity and scientific curiosity contribute to a businessman from Bertioga to develop coatings and decorative objects in projects that emphasize the sustainability by Sheila Mazzolenis

Furniture, lamps, curtains, panels for

an entrepreneur with a new market niche was

walls: all this and much more can be made with

born: large-scale supply of bamboo objects and

bamboo, a highly sustainable and renewable

coverings for homes and offices.

material. “Just cut a stick and three new ones will come out,” says the businessman João

Study and Research

Nunes, a successful artist and a researcher of

However, the activity as an entrepreneur

the material for which he has been passionate

forced Nunes to reduce the time devoted to the

since his childhood. “I was born on a farm

development of smaller, unique, crafty parts.

that had several bamboo plantations and with

“I loved making them, but I ended up finding

this plant I made countless toys. As an adult,

other ways to fullfil me as well. For example,

I started getting interested in other objects

I give courses for the community, seeking to

made of bamboo and, in 1995, I set up a small

raise young people’s interest in creative work. At

workshop to work in my spare time. It was just a

the same time, I start the training of manpower

hobby, to relax, to do me good.”

specialized in bamboo, which is becoming a

And it did so good that in two years, Nunes

valued raw material and an encouraged culture”.

quit his former teacher training and began to

But Nunes’s activities are not restricted to

devote himself to the new activity, developing

delivering classes, contacting their clients and

artistic and decorative products made of bamboo.

the administration of the production. He devotes

These products caught the attention of friends

much of his time to research, to study and to the

and earned him an invitation to expose them in

planting of more than one hundred species of

the space of the integrated sales (SIV), at Riviera.

bamboo grown on his farm. He develops, yet,

From that to receiving his first significant offer

more appropriate methods of treatment of this

was a leap: small garden for PE 12, in Module 5 of

raw material – with the purpose of increasing its

Riviera – with pipes and bamboo domes. “From

resistance – as well as appropriate machines to

then on, I have been never without work!” says

its manipulation. Moreover, he has established

Nunes, who has extended his workshop, created

partnerships with other bamboo producers and

a company, hired and trained helpers. Thus

encouraged and guided the culture of this grass.

Bamboo law Sanctioned on september 8, 2011, the Law 12.484 provides a mechanism to encourage the cultivation and sustainable management of this grass. The move comes at an appropriate time, since Brazil has the greatest diversity of bamboo of the Americas, with about 200 species, and a growing number of farmers interested in the advantages of this culture. For example, thanks to the versatility and resistance of the bamboo fiber, it can be used as the main raw material or supplement the wood. Its utility is also recognized in the construction industry, providing an alternative to asbestos – material that contains carcinogens – in the manufacture of water tanks. Also, it can contribute to reducing the greenhouse effect, the recovery of degradable areas and the control of erosion and sedimentation of watercourses due to its efficiency in rescuing carbon dioxide (CO2).

R e v i s ta d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o .

65


Profile en t erprising

Once they set foot on Riviera for the first time,

Recipe for

success

Skill, talent and entrepreneurship, trademarks of a couple who bet all their dreams in Riviera... and won them! by Sheila Mazzolenis

With sugar and affection

Marcia and Gilberto Borguetti surrendered to the

In 1997, a new opportunity for the Borguettis came

charms of the place: they bought an apartment in the

up, in a space in the food court. Named Sea House,

area, became regular visitors and started planning

it was focused on selling portions of shrimp, squid

what would be the perfect combination gathering,

etc., but it turned into a confectionery, thanks to the

in a single package, the family, the scenery and the

success of the desserts prepared by Marcia. In the

infrastructure of Riviera, and professional achie-

following years, the couple’s talent for gastronomy

vement. Today, they live here alongside family and

was confirmed. According to Gilberto, Marcia is a

they are in charge of four sucessful shops: Maram

“culinary expert”, and she spares no praise to her

Footwear, the restaurants Barcelona and Funchal

husband: “He is responsible for purchasing the

and the newly opened Gelateria Di Borguetti.

products. It is very demanding.”

This success confirms the correctness of this

The sum of these two talents resulted, in 2000, in

couple’s decision to live in Riviera. “We decided that

the creation of the Barcelona restaurant, specialized

this would be our home, but we needed to have an

in seafood. “We met, at the time, the chef Pepe, from

suitable occupation for this place. In 1996, we found

a Spanish restaurant in São Paulo,” says Marcia,

a spot at a shopping mall. We talked to Sobloco and

“and he contributed to the development of our first

presented a list of products that we would like to sell.”

menu, which is changed over time - the menus are

Then, Maram was born, the first shoe store in Riviera.

also updated!” To Gilberto, “this update is even more necessary in Riviera, which is constantly developing, and encourages us to also seek the development and excellence, overcoming challenges. In our case, the biggest challenge was the seasonality: days of high demand followed by empty ones. But we learned to live with the seasonality and, despite this, we keep our staff intact.”

The penultimate adventures With these elements in their favor, the couple felt safe to embrace two new challenges – “the penultimate adventure, because the latter is yet to come”, Gilberto likes to say, signaling his willingness to expand their business. The first of these “penultimate adventure” was the restaurant Funchal, in Ilha da Madeira Resort, in Module 2. The second was the discovery of a great space in the Mall, formerly occupied by an ice cream shop. They decided to keep the same kind of trade with a new supplier, and made a new decoration. “We named the place with my surname: Gelateria Di Borguetti” says Gilberto, who never tires of praising the quality of life in Riviera. Marcia agrees with him: “This is a piece of paradise. We have lived here for 16 years and it just gets better! We realize the success of investing everything we had here and appreciate the support Sobloco has given us, the generosity of their directors, the confidence they have shown in our work. “And Gilberto adds: “We want to repay that trust and contribute to the growth and strengthening of Riviera and its social and environmental proposals. That’s why Marcia and I are volunteers of the Festa Julina, which aims to raise funds for the Foundation 10 de Agosto.”

66 . R e v i s t a d a r i v i e r a d e s ã o l o u r e n ç o


SALA DE IMPRENSA CASA COR 2012


NOSSA VISÃO DE FUTURO: CRIAR ESPAÇOS SUSTENTÁVEIS QUE GEREM DIVIDENDOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS.

Foto ilustrativa

Fotos: Riviera de São Lourenço

Empreender, urbanizar e construir é mais do que erguer estruturas e criar novas vias. É integrar o espaço natural às nossas necessidades modernas de conforto, lazer e qualidade de vida. Por isso, há mais de 50 anos, a Sobloco dedica-se a projetos e obras de desenvolvimento urbano, que se tornaram referência de uso e ocupação do solo. Suas criações são exemplos, reconhecidos internacionalmente, de comunidades planejadas e sustentáveis, onde as pessoas têm orgulho de viver.

Revista Riviera - Nº 16 - Janeiro 2013  

Confira a edição de Verão da Revista Riviera, a publicação que reflete o estilo de vida da Riviera de São Lourenço.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you