Issuu on Google+

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PADRE ANTÓNIO MARTINS DE OLIVEIRA

GRUPO 510-520

Ano letivo 2012/2013

Revela o cientista que há em ti!

Por que razão não chamam de urso-branco ao urso-polar? O urso–polar é encontrado no norte do Canadá, na Gronelândia, na Rússia e no Alasca, ou seja sempre junto ao Polo Norte e daí a designação de urso-polar. Por vezes, erradamente, é designado de urso-branco, visto que a pelagem do urso-polar (nome científico: Ursus maritimus) não é branca, já que os seus pelos são incolores ou transparentes. Embora a pelagem do urso-polar seja muito clara a ponto de confundir-se com a neve, a sua pele é escura. Cada fio de pelo é incolor e tem a forma de um minúsculo tubo, preenchidos por pequenos espaços com ar (tendo o aspeto de pequenas bolhas de ar) e por esse motivo, a luz solar ao refletir no pelo dá-lhe uma aparência branca. Esta característica particular do pelo do urso-polar, permite ao pelo do urso-polar funcionar como um fio condutor de energia, conduzindo diretamente a energia da radiação solar até à epiderme do animal, aquecendo-o. Ou seja, esta pelagem incolor além de contribuir para o seu isolamento térmico, também ajuda-o a aquecer numa região com temperaturas muito baixas.

Algum de Vós, descobriu a resposta?


Problema científico