Page 1

Especial Educação Edição Especial Educação - parte integrante da Folha Metalúrgica nº 759 - Outubro de 2014

Arquivo / CMS

Ensino público e de qualidade acessível a todos

Ligados ao movimento sindical, Iara Bernardi, Izídio de Brito e Hamilton Pereira contribuíram para aumentar a oferta de cursos gratuitos na região

Até o início dos anos 2.000, cursar uma universidade era um luxo de poucos. O ensino superior era, por vezes, mais um sinal de status social do que, necessariamente, de vocação do estudante. Para o filho do trabalhador era um sonho quase impossível. Com os programas educacionais de Lula e Dilma, e a atuação de parlamentares do PT local, hoje o ensino superior na região de Sorocaba é mais democrático e plural. Quem ganha é a própria sociedade, que vê surgir todos os anos profissionais talentosos e dedicados nas mais diversas áreas. É a democratização do acesso à Educação.

A região de Sorocaba é exemplo da política educacional aplicada no País durante os últimos anos. A chegada da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar – Sorocaba) há oito anos e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) durante este ano, comprovam a solidificação dessas políticas. São várias as oportunidades de estudo gratuito e de qualidade em diversas áreas. Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), AdemilsonTerto da Silva, a presença dessas instituições na cidade facilita o acesso do trabalhador à qualificação de sua mão de obra. “Os cursos

são gratuitos. As vagas estão aí e só depende do esforço da pessoa nos estudos. As oportunidades foram criadas”, comentou o sindicalista. A mão de obra qualificada é um diferencial da cidade, que acaba atraindo empresas e empregos de qualidade. Apesar da melhoria da qualidade e do aumento de vagas gratuitas ainda há muito o que se fazer. Como exemplo pode-se falar do campus da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp Sorocaba) que conta com três cursos desde sua instalação em Sorocaba, há sete anos. Confira a seguir algumas das opções existentes e como ingressar nesses cursos.


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

IFSP na região SALTO

Rua Rio Branco, 1780 – Vila Teixeira Fone: (11) 4602-9191 Cursos oferecidos: Técnico com ensino médio: Automação Industrial e Informática Técnico: Automação Industrial, Informática, Análise e Desenvolvimento de Sistema, Gestão de Produção Industrial

SÃO ROQUE

Rod. Prefeito Quintino de Lima, 2100 – Bairro Paisagem Colonial Fone: (11) 4784-9470 Cursos oferecidos: Técnico com ensino médio: Administração de Empresas e Alimentos Técnico: Agroindústria e Agronegócio Superior: Biologia, Gestão Ambiental e Viticultura e Enologia

SOROCABA

Núcleo de Educação, Tecnologia e Cultura da UFSCar Rua Maria Cinto de Biaggi, 130 – Santa Rosália Cursos oferecidos: Formação continuada (Pronatec): Auxiliar de Pessoal, Auxiliar Financeiro, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Recursos Humanos, Inglês Aplicado a Serviços Turísticos.

BOITUVA

Av. Zélia de Lima Rosa, 100 – Portal dos Pássaros Fone: (15) 3363-8610 Cursos oferecidos: Técnico com ensino médio: Manutenção e Suporte em Informática, Informática Técnico: Automação Industrial, Manutenção e Suporte em Informática Superior: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

ITAPETININGA

Av. João Olímpio de Oliveira, 1561 – Bairro Vila Asen Fone: (15) 3376-9930 Cursos oferecidos: Técnico com ensino médio: Eletromecânica Técnico: Edificações, Manutenção e Suporte em Informática, Mecânica Superior: Licenciatura em Física

Região conta com cinco unidades do IFSP Unidade de Sorocaba começou a funcionar este ano com cinco cursos na área de formação continuada Cursos técnicos, tecnológicos e de nível superior são oferecidos pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). A região conta com campi do instituto nas cidades de Salto, São Roque, Boituva, Itapetininga, Sorocaba e, em breve, mais uma unidade será implantada em Itapeva. A unidade de Sorocaba começou a funcionar no início do ano e foi instalada graças a uma força tarefa petista formada pela deputada federal, Iara Bernardi; deputado estadual Hamilton Pereira e os vereadores Carlos Leite e Izídio de Brito. As obras de adequação do prédio da UFSCar em Santa Rosália para abrigar o IFSP foram custeadas por meio de uma emenda parlamentar de autoria de Iara, que destinou cerca de R$ 600 mil para as reformas físicas necessárias. Os cursos oferecidos são na área de formação continuada: Auxiliar de Pessoal, Auxiliar Financeiro, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Recursos Humanos, Inglês Aplicado a Serviços Turísticos. “Antes do governo Lula ninguém conhecia o Instituto Federal, que oferecia poucos cursos e poucas vagas em São Paulo”, diz Iara. Desde a entrada do PT no governo, o Instituto cresceu em todo o Estado. Para ela, essa ampliação foi fundamental para

Iara ainda batalha para que o Instituto tenha um campus próprio em Sorocaba

a formação de mão de obra em São Paulo. “O IFSP oferece um ensino técnico de alta qualidade e permite a capacitação dos nossos jovens. Também é muito importante o trabalho do Instituto na formação de professores”, complementou. Para a implantação da unidade sorocabana o Partido dos Trabalhadores (PT) formou um grupo de trabalho que uniu representantes do Poder Legislativo do município, Estado e União. A atuação do deputado estadual Hamilton Pereira também foi de grande importância na concretização da implantação do IFSP em Sorocaba.

Hamilton Pereira participou de todas as vistorias a imóveis candidatos à instalação do instituto. “É uma instituição extremamente séria e de grande importância para a formação de mão de obra de qualidade”, comemorou o deputado. A unidade do IFSP em Sorocaba funciona atualmente nas instalações do Núcleo de Educação, Tecnologia e Cultura da UFSCar (Rua Maria Cinto de Biaggi, 130 – Santa Rosália). No último dia 18 de agosto, Iara Bernardi, reuniu-se com o prefeito de Sorocaba, Antonio Carlos Pannunzio para tratar da instalação do IFSP em prédios ociosos da antiga Fepasa.

Governo Federal investe R$ 137milhões no IFSP O governo federal está investindo R$ 137 milhões na reestruturação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). O montante será direcionado para as reformas prediais, construção de novos espaços e aquisição de equipamentos. Iniciada em 2005, a expansão do IFSP, meta do Governo Federal em todo o país, possibilitou a contratação de servidores para atuarem nas novas escolas. A transformação em Instituto, ocorrida em dezembro de 2008, deu à entidade status de universidade. Até o governo Lula, São Paulo contava com apenas três unidades do então (CEFET): São Paulo, Sertãozinho e Cubatão. Desde 2003, e ao longo do mandato da presidenta Dilma Rousseff foram implantados, 35 campi do IFSP. O Instituto Federal oferece, além de ensino presencial, os cursos Técnicos em Administração, Informática para Internet e de Formação de Professores na mo-

Foguinho / Arquivo SMetal

IFSP

Edição Especial Educação Sorocaba

Assessoria / Iara Bernardi

Pág. 2 • outubro de 2014

Iara e Hamilton em uma das reunião com o prefeito em 2013 sobre o IFSP

dalidade de Ensino a Distância (EaD). O IFSP possui 24 mil alunos matriculados nos 38 campi e mais 4 mil alunos nos 19 polos de educação a distância no estado. Mais informações sobre o instituto, calendário de provas e processos seletivos pelo site www.ifsp.edu.br


Pág. 3 • outubro de 2014

Edição Especial Educação Sorocaba

Pronatec

Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Este ano o programa oferece 2,3 mil vagas em Sorocaba para cursos em diversas áreas. O Pronatec em Sorocaba tem cursos distribuídos em cinco locais: Colégio Tableau, com 350 vagas; Universidade Paulista (Unip), 1,6 mil; Senac, com 134; Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (Esamc), 200. Outras 100 vagas do Pronatec local são oferecidas por meio do Instituto Federal (IFSP), com aulas ministradas em diversas instituições, entre elas a sede do Sin-

dicato dos Metalúrgicos (SMetal). Entre as opções de cursos destacam-se as carreiras de técnico em Computação Gráfica; Enfermagem, Gestão da Saúde; Logística; Edificações; Segurança do Trabalho; Massoterapia; Radiologia e Nutrição e Dietética. As aulas começaram em 1º de setembro. No final do ano serão abertas inscrições para novas vagas. “O trabalhador deve ficar atento a essas oportunidades”, aconselha o presidente do SMetal, Ademilson Terto da Silva. A inscrição deve ser feita pela página www.sisutec.mec.gov.br. A implantação do Pronatec em Sorocaba teve a participação dos deputados Hamilton Pereira e Iara Bernardi e do vereador Izídio.

Paulo Andrade / SMetal

Pronatec oferece 2,3 mil vagas na cidade

A sede do SMetal é um dos locais de Sorocaba que sediam cursos do Programa Federal

Alguns cursos do Pronatec em Sorocaba - Computação Gráfica; - Enfermagem, - Gestão da Saúde; - Logística; - Edificações;

- Segurança do Trabalho; - Massoterapia; - Radiologia; - Nutrição e Dietética

Saiba Mais: www.sisutec.mec.gov.br

Unesp

Universidade Estadual Paulista

A ampliação da Universidade Estadual Paulista (Unesp – Sorocaba) é uma das bandeiras do Partido dos Trabalhadores na cidade. Em abril do ano passado a deputada federal Iara Bernardi, juntamente com o deputado estadual Hamilton Pereira e os vereadores Izídio de Brito e Carlos Leite, reuniu-se com a direção da universidade em Sorocaba. Na pauta da reunião, estavam a expansão dos cursos oferecidos pela entidade e das instalações da instituição de ensino. Atualmente as opções de faculdade são: Pedagogia, Engenharia Ambiental, Engenharia de Controle e Automação. No início do ano passado o reitor da Unesp Sorocaba, Júlio César, afirmou aos parlamentares que a universidade precisa de um terreno com pelo menos 200 mil metros quadrados para as melhorias e implantação de novos cursos. Nas eleições deste ano, Hamilton é candidato a deputado federal e Iara concorre para deputada estadual. Os parlamentares afirmam que vão continuar o diálogo com o município para

Foguinho / Arquivo SMetal

Com três cursos de graduação, Unesp busca expansão em Sorocaba

Hamilton foi um dos articuladores da instalação da Unesp local

aumentar a infraestrutura da Unesp. “Promoveremos com isso a criação de novos cursos, laboratório de pesquisas e tornaremos a região de Sorocaba em um polo de referência de ensino superior”, afirmou Iara. Atualmente a universidade tem 24 campi. Em Sorocaba, ela está instalada há sete anos. O ingresso é feito por meio de vestibular. Mais informações sobre os cursos e o calendário de provas pelo site www.sorocaba.unesp.br

Alunos dão aula em cursinho pré-vestibular gratuito No programa Gera-Bixo, alunos da Unesp de Sorocaba dão aulas voltadas para os vestibulares das principais faculdades e universidades do País. O cursinho é gratuito e tem como público alvo estudantes do Ensino Médio de baixa renda familiar. Fundado em agosto de 2006, o cursinho começou com uma turma intensiva de 20 alunos, dos quais sete foram aprovados em faculdades, entre elas Unesp, Fatec e Agulhas Negras. Atualmente o cursinho conta com duas turmas extensivas, uma matinal e outra noturna, com 60 alunos regulares mais 10 alunos ouvintes cada. Mais informações pelo telefone (15) 3238-3400 Ramal 3464 ou e-mail: erabixo@sorocaba.unesp.br.

Cursos na Unesp Sorocaba Pedagogia; Engenharia Ambiental; Engenharia de Controle e Automação. Saiba mais: www.sorocaba.unesp.br O campus da Unesp em Sorocaba fica na avenida Três de Março, 511, Alto da Boa Vista.


Pág. 4 • outubro de 2014

Edição Especial Educação Sorocaba

UFSCar

Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba

Mais um campus na região Para expandir ainda mais a universidade pública no interior, a UFSCar inaugurou no dia 26 de junho a unidade de Buri, na fazenda Lagoa do Sino, doada pelo escritor Raduan Nassar ao governo federal especialmente para essa finalidade. A UFSCar Campus Lagoa do Sino oferece os cursos de Engenharia de Alimentos, Engenharia Agronômica e Engenharia Ambiental. "Alcançamos mais uma meta, graças às políticas públicas da nossa presidenta Dilma. É uma alegria imensa presenciar a instalação de mais uma universidade pública na nossa região”, comemorou a parlamentar, na inauguração.

O campus da UFSCar Sorocaba foi inaugurado em 2008 e fica na Rodovia SP 264

UFSCar Sorocaba oferece 1740 vagas em dezenas de cursos

Assessoria / Iara Bernardi

ponesa Toyota que, entre outras coisas, levou em consideração a presença de instituições de ensino na escolha do município que receberia sua nova planta. Este ano o Ministério do Turismo, por intermédio da deputada, anunciou a liberação de R$ 30 mil para reforma e compra de equipamentos para o Observatório do Turismo do Estado de São Paulo, instalado no Núcleo de Educação, Tecnologia e Cultura (Núcleo ETC) da UFSCar Sorocaba, no bairro Santa Rosália. O Observatório faz pesquisas sobre o potencial turístico das cidades.

Assessoria / Iara Bernardi

Com oito anos de existência, o campus da UFSCar Sorocaba se consolida entre as melhores universidades federais do País. São 14 cursos de graduação e mais de dez programas de pós-graduação, sendo quatro de mestrado. Todos os professores são mestres ou doutores, o que comprova a preocupação da instituição em oferecer ensino superior público de qualidade e diferenciado. São 14 salas de aula e 10 laboratórios, entre didáticos e de informática. O campus é dotado também de Restaurante Universitário e Biblioteca. Toda a estrutura física do campus, assim como todos os projetos pedagógicos dos cursos oferecidos são regidos pelos princípios da sustentabilidade. A deputada Iara Bernardi (PT) promoveu a articulação política que trouxe a UFSCar para Sorocaba, sendo apelidada pelo expresidente Lula de "madrinha" da UFSCar. Iara continua trabalhando pela ampliação da universidade em Sorocaba que, conforme diz, “precisa de mais cursos em mais áreas”. "Se Sorocaba quiser que ela seja a futura Universidade Federal de Sorocaba, tem que ter mais área, mais cursos e mais apoio." Iara lembra que a presença da instituição de ensino em Sorocaba facilitou a atração de importantes investimentos para Sorocaba. Como exemplo ela cita a montadora ja-

Assessoria / Iara Bernardi

UFSCar Sorocaba completa oito anos de ensino gratuito de qualidade

Defensora da educação O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (Smetal), Ademilson Terto da Silva, lembra que Iara Bernardi é professora e sempre teve na Educação uma das suas principais frentes de atuação como parlamentar.

O campus da UFSCar Sorocaba tem 700.000 m² de extensão, sendo 11.889 m² de área construída. A universidade dispõe de 1740 vagas nos cursos de graduação, e mais 48 vagas para os cursos de pós-graduação. A inauguração do campus da UFSCar Sorocaba aconteceu em 2008, mas as aulas já haviam começado em março de 2006. São 14 opções de graduação e diversos programas de pós-graduação. Os 33 departamentos acadêmicos da Universidade estão divididos em quatro centros: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET), Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) e Centro de Ciências Agrárias (CCA). O então presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva, esteve presente à inauguração.

Localização UFSCar Sorocaba - Rodovia João Leme dos Santos (SP – 264), Km 100. Mais informações sobre cursos e datas das provas: www.sorocaba.ufscar.br Iara Bernardi foi chamada de "madrinha da UFSCar" de Sorocaba pelo ex-presidente Lula

Profile for SMetal Sorocaba Sindicato dos Metalúrgicos

Especial educação Folha Metalúrgica  

Edição Especial

Especial educação Folha Metalúrgica  

Edição Especial

Advertisement