Page 62

DIVULGA ESCRITOR

jorros dentro de ônibus, entre as idas e vindas de meu psicanalista, e a criação de meu “Heterônimo-em-Vida” Mariana L - ideia de uma heteronímia que deixa a palavra escrita e passa para o papel, corporificada em uma atriz - e que também resultou em um outro livro, “A Mais Atada à Tua Palavra – O Caderno de Mariana L, em Mãos”, Ed. Kazuá. De certa forma, essas duas obras formam um conjunto, sendo que “Vocalises” é o inferno absoluto em sua imutabilidade e impossibilidade de redenção, daí o seu formato teatral/operístico, enquanto Mariana L, meu heterônimo vivo, ainda guarda em si resquícios de uma visão menos turva e pessimista das relações amorosas. Comente sobre a construção do enredo que compõe o livro. Luciano Garcez - Duas personagens inter-relacionais, chamadas no Drama simplesmente de Ofelia I, aquela que detêm o texto verbal, e Ofélia II, a que canta, dança e gesticula, representam no palco, ou diante do olhar que lê o livro, a dor amorosa fundamental e motriz da personagem Shakespeariana homônima, estando as duas num continuum de dramaticidade em que a fala articulada e poética de uma lentamente vai se desfazendo e mesclando-se ao gestual e canto da outra, até uma síntese desesperada das duas personagens ao final da peça – momento do abraço simbólico e mortal de ambas. O Título é o que descreve de forma resumida o livro em poucas palavras, como foi a escolha do Título para “Vocalises ou Despetalar-se”?

62

Luciano Garcez - Há algumas razões, mas a principal é que um vocalise é um exercício de preparação vocal antes de cantar. É, portanto, tudo aquilo que se articula, se prepara, mas ainda não se realizou – a realização, no caso, seria o cantar de uma ária, seria o salto para a saída do inferno ao qual aludi. E isso nunca acontece, posto que na obra ouvem-se apenas fragmentos de árias de Verdi e Giuseppe Giordani, e mais haikais musicais que compus, tudo ou roto ou muito pequeno, balbuciante. O “despetalar-se” vem da ideia da peça Hamlet, em que Ofélia se afoga no rio com flores nas mãos. E é isso mesmo o que ocorre durante todo o poema, folha por folha, pétala por pétala, caindo: Ofélia vai se desnudando, em camadas, até o seu branco vazio assimbólico. Para orientar nossos leitores, poderia nos explicar o que é um drama lírico?

www.divulgaescritor.com | dez.2016/jan.2017

Luciano Garcez - Drama Lírico seria, historicamente falando, um tipo de grande ópera que surge no romantismo, entre a França e a Itália. Mas, também, estendendo-se o conceito, são dramas líricos, dentro da literatura, obras como o Fausto, de Goethe, e Manfred, de Byron. Assim, para ser um drama, deve haver personagens e a ação dramática, que inclui o gesto e a música, o que é o caso de “Vocalises”. Mas para ser “lírico”, na acepção de “poesia como expressão pessoal ou de uma intimidade única e epifânica”, o poema tem que ser concentrado, denso, radical, no sentido poundiano mesmo. Ou seja, não pode perder nenhuma sílaba, nenhuma partícula de sentido em sua feitura. Daí o epíteto Drama Lírico da obra: ação e personagens, mas que falam poesia e música, na mira, todo o tempo. Escritor Luciano Garcez, o que mais o encanta nesta obra? Luciano Garcez - O equilíbrio formal que, sem querer, se deu ao fazê-la. Como a quase psicografei (risos), mas do que “escrevi”, pude sentir seu corpo respirar e ofegar, passo a passo, e andei com ela os caminhos imaginários que ao seu bel prazer ela queria andar. Agradou-me demais apenas ter que aparar as arestas, no depois. O lançamento será em dezembro, já tens data, local para o lançamento, quem desejar como deve fazer para reservar um exemplar do livro? Luciano Garcez - No lançamento, que se dará em dezembro, farei uma leitura dramática de obra,

Profile for SMC

24 ª Divulga Escritor: Revista Literária da Lusofonia  

Divulga Escritor, unindo Você ao Mundo através da Literatura. Participe da próxima edição. Contato editorial smccomunicacao@hotmail.com Boa...

24 ª Divulga Escritor: Revista Literária da Lusofonia  

Divulga Escritor, unindo Você ao Mundo através da Literatura. Participe da próxima edição. Contato editorial smccomunicacao@hotmail.com Boa...

Profile for smc5
Advertisement