Page 1

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

REGIONAL VENDA NOVA Propostas dos representantes da sociedade para os

Territ贸rios de Gest茫o Compartilhada

Belo Horizonte, agosto de 2011


APRESENTAÇÃO

Em 2010, com o objetivo de favorecer o planejamento e a busca de alternativas mais adequadas para a cidade, a Prefeitura de Belo Horizonte reorganizou as 9 regionais, criando 40 Territórios de Gestão Compartilhada. É com base nessa nova reorganização que está sendo conduzido o Planejamento Participativo Regionalizado, que procura conhecer mais de perto os desafios e as oportunidades de cada território. Na Regional Venda Nova são 4 territórios (VN1, VN2, VN3 e VN4). E, no desenvolvimento do processo de planejamento, representantes de cada território foram convidados a contribuir, apresentando propostas para os eixos Social, Econômico, Ambiental e Gestão Compartilhada. Este documento apresenta essas propostas, que foram sistematizadas em reunião com os Grupos de Trabalho Territoriais (GTT), formados por representantes de cada território. Essas propostas serão submetidas a uma análise técnica da PBH e, posteriormente, em conjunto com os GTTs, consolidadas em plataformas de proposições dos respectivos territórios, servindo de referência para o aprimoramento das políticas e o desenvolvimento de programas e ações. Os resultados do Planejamento Participativo Regionalizado serão apresentados no Fórum da Cidade, previsto para março de 2012. Assim, espera-se contribuir para a construção de uma BH mais solidária e sustentável para as futuras gerações.

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

2


PROPOSTAS DOS REPRESENTANTES DO TERRITÓRIO VN1

PROPOSTAS APRESENTADAS EM OFICINA DO CICLO B REALIZADA EM 12/07/2011 e VALIDADAS PELO GRUPO DE TRABALHO TERRITORIAL (GTT) EM 02/08/2011

SAÚDE Aumentar o nível de investimento na saúde pública do território, com especial atenção para as unidades básicas de saúde e hospital, garantindo qualidade de infra-estrutura predial e equipamentos médicos.    

Farmácia Distrital em prédio mais apropriado e centralizado. Construir hospital com leitos em local centralizado. Ampliar o número de leitos no Hospital Risoleta Neves. Ampliar equipe do Cersam, melhorar equipamentos e ter maior disponibilidade de remédios.  Implantar CAPS-AD – Centro de Atenção Psicossocial-Álcool e Drogas para o tratamento do alto índice de pessoas dependentes de álcool e drogas. EDUCAÇÃO Aumentar o número de escolas na rede municipal de educação infantil e de ensino fundamental, implantar a escola integrada e oferecer cursos profissionalizantes.  Implantar UMEI e Escola de ensino fundamental nos bairros Canaã e São Damião.  Implantar Escola Integrada no território.  Viabilizar cursos profissionalizantes nas escolas municipais do território. PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

3


 Ampliar instalações das escolas (ex.: auditório na Escola Municipal Dora Tomich Laender). ASSISTÊNCIA SOCIAL Ampliar equipamentos de atendimento dos serviços básicos de assistência social.  Implantar Centro de Referência da Assistência Social - CRAS (Minas Caixa) CULTURA/ESPORTE/LAZER Ampliar investimento em espaços culturais, esportivos e de lazer e apoiar iniciativas comunitárias para adultos, idosos, jovens e crianças.  Implantar Centro Cultural para grandes eventos, mais centralizado (ex.: Campo do Mila), para promover oficinas e atividades de arte, esporte, cultura e lazer. MEIO AMBIENTE Implantar e preservar os parques e áreas verdes do território.  Aprovar projeto do Parque Linear e desapropriar a área para instalação do parque.  Preservar, manter e garantir segurança no Parque Ecológico Jardim Europa. SANEAMENTO E REVITALIZAÇÃO DE CÓRREGOS Promover a preservação, revitalização e saneamento dos córregos do território, com destaque para:  Córregos Pedro Feliciano de Carvalho (Serra Verde) perto da Escola Estadual Getúlio Vargas;  Córrego da Avenida Coronel Manoel Assunção (Minas Caixa);  Córrego que fica entre a Rua Medeia e a Capela Nossa Senhora Aparecida (Vila Capri). GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA Criar condições de desenvolvimento para atrair indústrias e ampliar oportunidade de trabalho para a mão de obra local.  Implementar programas de capacitação profissional para jovens e adultos acima de 40 anos.  Implantar Escola Profissionalizante com direcionamento ao 1º emprego sem distinção de idade. TRANSPORTE E MOBILIDADE Melhorar as condições de transporte no território ampliando as linhas de ônibus e expandindo o metrô.  Aumentar os horários de ônibus aos domingos e feriados. PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

4


 Alargar a Avenida Leontino Francisco Alves e instalar semáforos.  Expandir o metrô.  Implantar quebra mola e melhorar a sinalização na Rua José do Carmo Oliveira (Parque São Pedro). URBANIZAÇÃO  Vila Viva nos Aglomerados do Borel e Ana Lúcia. GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Otimizar os programas de gestão de resíduos sólidos no território.  Implantar URPV para coleta de entulho, sobretudo no Serra Verde, Minas Caixa e Jardim Europa.  Aumentar o número de varrições durante a semana. SEGURANÇA Ampliar o policiamento ostensivo, implantar câmeras (Olho Vivo) e instalar postos policiais em locais estratégicos do território.  Implantar cabines policiais e câmeras nos bairros.  Ampliar rede de iluminação no território (trocar por lâmpadas vapor sódio) GESTÃO COMPARTILHADA Ampliar espaços de diálogo com a população visando avaliação de programas sociais e políticas públicas.  Reorganizar o Conselho Comunitário Popular de Venda Nova.  Promover maior integração entre os conselhos de saúde e de educação.  Promover maior interlocução entre pais e conselheiros da Educação, com a criação de instâncias que favoreçam essa comunicação nas regionais (viabilizar dotação orçamentária).  Promover maior agilidade na realização das obras do OP.

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

5


PROPOSTAS DOS REPRESENTANTES DO TERRITÓRIO VN2

PROPOSTAS APRESENTADAS EM OFICINA DO CICLO B REALIZADA EM 12/07/2011 e VALIDADAS PELO GRUPO DE TRABALHO TERRITORIAL (GTT) EM 02/08/2011

CULTURA, ESPORTES E LAZER Implantar, revitalizar e manter áreas públicas, parques, praças, espaços e equipamentos de cultura, esportes e lazer, com o desenvolvimento de programas e atividades sociais integradas e apoio a iniciativas comunitárias.  Construir Centro Cultural e outros equipamentos mais próximos das regiões de maior vulnerabilidade (evitar a concentração).  Reestruturar campos de várzea (esporte como prevenção às drogas) – não há campos no território.  Construir áreas de lazer (muitos bairros sem praça).  Construir praças de esporte no território com espaços para crianças (de 0 a 6 anos).  Apoiar ações de educação (alfabetização/leitura), esporte, lazer, inclusão digital, cultura etc., que já são desenvolvidas, no território, pela Associação Comunitária Felicidade Sim e outras entidades, incluindo ampliação do espaço físico para melhorar e ampliar os projetos que já desenvolvem com as crianças (escolinhas de futebol e futsal).  Dinamizar e dar maior divulgação para os eventos do Centro Cultural da Regional. PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

6


SAÚDE Aprimorar a gestão da Saúde no território, com especial atenção para as unidades básicas de saúde, garantindo qualidade na infra-estrutura predial e nos equipamentos médicos, assim como na gestão e no aprimoramento dos recursos humanos necessários à melhoria da qualidade dos serviços.  Construir Centro de saúde nos bairros Jardim Comerciários e Mantiqueira (sugestão de Parceria Público Privada – PPP e de autonomia de administração para o Centro de Saúde).  Melhorar atendimento e serviços nos Centro de Saúde do território e, principalmente, aumentar número de médicos (demora no atendimento às consultas e não há equipe de reserva para substituir médicos nas férias). Abrir concurso para contratação de novos profissionais.  Reforçar a necessidade de ampliação do Centro de Saúde no Bairro Nova York (já aprovado no OP).  Implantar Academias da Cidade. EDUCAÇÃO Ampliar o número de unidades educacionais e implantar EJA para ensino médio no território.    

Implantar UMEI no bairro Mantiqueira (aprovada no OP). Implantar Escola no Bairro Jardim Comerciários. Implantar Escola no Bairro Nova York (alunos andam muito para estudar). Ampliar, de forma dialogada com o Estado, a oferta de vagas nas Escolas Estaduais, para EJA Ensino Médio no território.

ASSISTÊNCIA SOCIAL Ampliar equipamentos e o atendimento dos serviços básicos de assistência social.  Ampliar o número de CRAS no território (ex.: Bairro Jardim Comerciários, região de grande vulnerabilidade social). SEGURANÇA Criar estrutura própria de policiamento ostensivo para o território, incluindo policiamento dos equipamentos públicos.  Implantar uma Companhia Policial para o território para enfrentar o grave quadro de violência, com tiroteios constantes e tráfico de drogas.  Retornar o Policiamento Ostensivo para os equipamentos públicos (Escolas, Centros de Saúde, CRAS etc.) GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA Implantar programas e reativar equipamentos que possibilitem maior qualificação profissional, e ampliar as possibilidades de (re) inserção no mercado de trabalho.

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

7


 Reabrir o SENAI Venda Nova, em local estratégico da Regional, para atividades de qualificação profissional.  Ampliar a divulgação dos cursos profissionalizantes articulados pela Assistência Social através dos CRAS. REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA Promover a regularização fundiária da maioria das habitações e de áreas da comunidade (úteis para implantação de equipamentos públicos), que não são regularizadas. SANEAMENTO BÁSICO E REVITALIZAÇÃO DE CÓRREGOS Elaborar e implementar projetos para solução de problemas relacionados aos córregos existentes no território, visando minimizar os riscos à população do entorno.  Promover o tratamento do fundo de vale nos córregos da região.  Viabilizar solução urgente para os problemas do Córrego Emiliano Franklin (Rua 16 + Rua 28, antiga Rua 47 + Av. República) com mau cheiro, ratos e baratas invadindo as residências, cruzamentos complicados, pontes, pinguelas; travessia oferecendo riscos à população, especialmente às crianças.  Viabilizar solução para o Córrego Quaresma, na continuação da Av. Maria de Lourdes (obra do OP atrasada, urgente pela situação crítica, apresentando riscos para a população do entorno, especialmente com a chegada das chuvas, com muito mato, ponte com risco de cair, além de ser ponto de drogas.)  Viabilizar solução, nos Bairros J. Comerciários e Resplendor, para o córrego localizado na Rua 11, bem como para o córrego localizado entre as Ruas Pedra Turmalina e Servidão, findando na Rua Sete de Outubro, de forma a resolver/minimizar os transtornos causados pela proliferação de insetos, ratos, escorpiões e acúmulo de esgoto, trazendo mau cheiro e risco de doenças.  Viabilizar solução para o córrego e fundo de vale entre as ruas Alcides Pereira dos Santos e Rua Filomena Reis de Oliveira, com início na Rua Aramita Francisca dos Santos. GESTÃO DE RESÍDUOS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL Aprimorar a gestão e ampliação dos serviços de coleta de resíduos sólidos no território, envolvendo, entre outras ações, o fortalecimento a coleta seletiva, com a inclusão de associações/cooperativas de catadores de materiais recicláveis.  Desenvolver programa de Coleta Seletiva com a inclusão de catadores (parceria com associações/cooperativas), com ações de educação ambiental.  Instalar lixeiras públicas e unidades de recolhimento de pequenos volumes para favorecer a coleta seletiva.  Promover a limpeza dos lotes públicos que estão abandonados e a podas de árvores.  Promover a limpeza de fundos de vales e combate aos roedores de forma permanente. CIRCULAÇÃO E TRANSPORTE Ampliar e aprimorar o transporte coletivo no território e melhoria dos acessos.  Fazer gestões para viabilizar a extensão do Metrô até a final da Av. Vilarinho.  Ampliar o sistema público de transporte (também nos fins de semana). PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

8


   

Melhorar o transporte para o Bairro Comerciários. Melhorar os acessos com remoção dos escadões, possibilitando o acesso de veículos. Pavimentar as ruas sem asfalto. Alargar a Rua 7 de Outubro, no Bairro Comerciários C (muito estreita).

GESTÃO COMPARTILHADA Ampliar os espaços de diálogo com a população visando avaliação de programas e políticas e construção de propostas para o aprimoramento das mesmas e consolidar Rede Social Local envolvendo todos os serviços públicos.    

Aumentar verbas para o Orçamento Participativo (OP). Viabilizar canal aberto com o Prefeito. Realizar encontros periódicos (bimestrais) com lideranças comunitárias. Propiciar maior divulgação, pelo COMFORÇA, das obras realizadas e por realizar.

PROPOSTAS DOS REPRESENTANTES DO TERRITÓRIO VN3

PROPOSTAS APRESENTADAS EM OFICINA DO CICLO B REALIZADA EM 14/07/2011 e VALIDADAS PELO GRUPO DE TRABALHO TERRITORIAL (GTT) EM 02/08/2011

SAÚDE Ampliar o investimento na saúde pública do território, aumentando o número das unidades básicas de saúde e das equipes, principalmente médicos.

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

9


 Ampliar o número de centros de saúde, viabilizando equipe de apoio exclusiva, e adequando o número de equipes do PSF por centro de saúde, de forma a não ultrapassar 4 equipes por centro.  Aumentar o número de profissionais da saúde, principalmente médicos, nos centros de saúde (realização de concurso público em freqüência maior, que garanta a recomposição de equipes com estímulo à maior permanência dos médicos).  Aprimorar a gestão dos equipamentos de saúde e melhorar o atendimento (inclusive o fornecimento de medicamentos) nos centros de saúde e nas UPAs.  Implantar, nos serviços de atenção básica à saúde, procedimentos preventivos de diversas especialidades (ex.: oftalmologia).  Ampliar número de Academias da Cidade no território.  Verificar se o serviço de saúde da Prefeitura de Belo Horizonte atende as exigências da Organização Mundial de Saúde.

PREVENÇÃO DO USO DE DROGAS E TRATAMENTO DOS USUÁRIOS Promover a prevenção do uso de drogas, o tratamento dos usuários e a repressão ao tráfico no território, com ações educativas e criação de serviço de atendimento a dependentes químicos.  Criar centro de atenção especializada em dependência química.  Promover programas e campanhas educativas para a redução da demanda pelo uso de drogas, inclusive as lícitas (álcool e fumo).  Promover ação conjunta entre os órgãos de segurança pública (polícia militar, guarda municipal, etc.), conselhos afins e serviços de assistência social e psicológica, para combate ao tráfico de drogas no território, que envolve moradores de rua e crianças.

SEGURANÇA PÚBLICA Aprimorar as estratégias de segurança pública na Regional Venda Nova a partir de diagnóstico dos índices de violência e implantar ações de prevenção à violência e criminalidade no território, com monitoramento das vias públicas e policiamento ostensivo.  Efetuar levantamento dos índices de violência da Regional.  Implantar projeto de monitoramento por câmeras, aliado à melhoria da iluminação pública e poda de árvores, como forma de evitar assaltos e violência.  Implantar ronda policial ostensiva nos bairros.

CULTURA / ESPORTE / LAZER Ampliar espaços culturais, esportivos e de lazer; valorizar e incentivar a divulgação da história regional; apoiar artistas locais, profissionais do esporte e projetos desenvolvidos pela comunidade com caráter sócio-educativo para prevenção de trajetória de rua e uso de drogas, principalmente por crianças e jovens em áreas carentes.  Criar espaço cultural (teatro) na Regional (ex. Cine Teatro no Shopping da Estação Vilarinho).  Criar Biblioteca Pública.  Viabilizar incentivo financeiro a artistas locais para produções próprias e/ou coletivas. PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

10


 Criar festivais de música, teatro, poesia, artesanato, dança, ampliando o chamamento cultural de Venda Nova.  Valorizar a história de Venda Nova e promover sua divulgação com o envolvimento das escolas e por meio de atividades culturais.  Criar mais campos de futebol e recuperar os já existentes para práticas educativas e sociais para crianças e para valorização dos profissionais do esporte (Venda Nova tem dezenas de clubes amadores e não há mais os campos de várzea).  Implantar escolinhas de futebol em comunidades carentes para prevenção de trajetória de rua, uso de drogas e para ressocialização de crianças. (Ex.: falta projeto sócio-educativo para o Campo de Futebol Santa Mônica).  Criar espaços poliesportivos.  Resgatar jogos municipais.  Transformar o atual campo de Venda Nova em um Estádio de Futebol.  Recuperar e valorizar a Lagoa da Pampulha, com a instalação de equipamentos e desenvolvimento de programas de lazer e cultura (vizinha a Venda Nova).

EDUCAÇÃO Aumentar o número de escolas na rede municipal de educação infantil, implantar escola técnica profissionalizante e melhorar a qualidade do ensino.  Construir mais UMEIs (Vila São João Batista e N. S. Aparecida).  Implantar escola técnica profissionalizante no território.  Melhorar a qualidade do ensino a partir do diagnóstico do perfil dos alunos (para otimizar aprendizagem) e investindo na qualificação e valorização dos professores.  Dotar as escolas com atendimento psicológico para pais e alunos – estimular o envolvimento das famílias na educação.

HABITAÇÃO  Ampliar o acesso a políticas públicas de habitação, sem obrigatoriedade de vinculação a grupos de intermediação.  Condicionar a alteração de ocupação do solo à capacidade das vias e demais infraestruturas e serviços públicos existentes, respeitando as características históricas e ambientais de Venda Nova, com especial atenção a novas ocupações das chácaras ainda existentes no território (com implantação de conjuntos habitacionais).

ASSISTÊNCIA SOCIAL  Criar pelo menos mais um CRAS no território.

CIRCULAÇÃO E TRANSPORTE Aprimorar o transporte coletivo no território e ampliar e aperfeiçoar sinalizações.  Elaborar e implementar projeto de aprimoramento da sinalização nas vias da Regional Venda Nova.  Priorizar as vias para o transporte coletivo (que o transporte coletivo tenha uma atenção especial). PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

11


 Resolver problemas de carga e descarga, desrespeito aos sinais de trânsito, falta de semáforos nos cruzamentos (ex.: final da Linha 1207–B, ruas Érico Veríssimo c/ frei Otto e Dorival Machado c/ Álvaro Camargo).  Melhorar a freqüência e qualidade do atendimento das linhas de transporte coletivo, especialmente aquelas que atendem aos bairros em processo de adensamento (ex. Bairro Piratininga).  Melhorar transporte precário na Rua Padre Pedro Pinto.  Inserir, no Projeto BRT, as demandas de revisão/ampliação do transporte coletivo para a Regional Venda Nova. INFRAESTRUTURA  Criar alternativas de estacionamento (ex.:vertical ou subterrâneo) na rua Padre Pedro Pinto.

PRAÇAS E ARBORIZAÇÃO Promover a revitalização, manutenção e uso de praças no território, com a preocupação de repor as árvores podadas e ampliar a arborização.  Desenvolver e implementar projetos de revitalização e manutenção das praças da Regional Venda Nova (Ex: Praça Economisa, no Santa Mônica / Praça Aminthas de Barros, em frente à Regional).  Em caso de podas de árvores, realizar o plantio de novas mudas.  Ampliar a arborização.

SANEAMENTO BÁSICO E REVITALIZAÇÃO DE CÓRREGOS Elaborar e implementar projetos para solução de problemas relacionados aos córregos existentes no território, visando minimizar os riscos à população do entorno.  Ampliar e aprimorar as estratégias para melhoria da drenagem (ex: incentivos no IPTU para quem contribui para uma maior permeabilidade do solo).  Instalar passeios ecológicos para favorecer a drenagem.  Instalar telas de proteção nas bocas de lobo.  Resolver problemas de drenagem nas vias do território (ex.: na Av. Vilarinho, inclusive na Estação Vilarinho).

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL Aprimorar e ampliar a gestão de resíduos sólidos no território, envolvendo, entre outras ações, o fortalecimento da coleta seletiva, com a inclusão de associações/cooperativas de catadores de materiais recicláveis.  Desenvolver programa de Coleta Seletiva com a inclusão de catadores (parceria com associações/cooperativas), realizando campanhas educativas .  Ampliar o número de lixeiras em pontos de maior circulação de pessoas (pontos de ônibus, hospitais, comércios, supermercados, equipamentos públicos e outros). PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

12


 Distribuir sacolas biodegradáveis para a população com menor poder aquisitivo e viabilizar outros incentivos para a melhoria da coleta.  Desobstruir vias e viabilizar soluções para o recolhimento dos entulhos. GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA Implementar programas de apoio à geração de renda e à economia solidária no território, ampliando os espaços de divulgação e comercialização de produtos e serviços produzidos.  Instalar uma Feira na Av. Vilarinho (bem organizada e estruturada), com produtos artesanais e hortifrutigranjeiros, possibilitando a geração de renda para grupos e associações de Economia Solidária.  Promover a atração de empresas (incentivos fiscais) para geração de empregos na própria Regional. SEGURANÇA ALIMENTAR  Ampliar rede de sacolões ABC e programas de educação alimentar. ATUAÇÃO INTEGRADA E GESTÃO COMPARTILHADA Ampliar os espaços de diálogo da prefeitura com a população e os mecanismos de atuação integrada no território, de forma a aumentar o acesso às informações e a avaliação dos programas e políticas públicas pela comunidade, para a construção de propostas participativas para o aprimoramento dessas políticas.  Promover mais espaços de reunião e debate entre o poder público e comunidades.  Realizar encontros periódicos com lideranças comunitárias para a discussão dos problemas existentes na Regional (com a utilização de mecanismos de divulgação e de avaliação do atendimento das demandas).  Criar, em cada território, comissões intersetoriais – saúde, educação, cultura, assistência social, com definição de diretrizes e estabelecimento de metas.  Integrar cultura, educação e esportes como forma de promover cidadania e saúde (ex. incluir na agenda escolar e capacitar os professores para a prevenção da dengue e do uso de drogas, dentre outras).  Divulgar os estudos que norteiam a política de transporte coletivo (Oferta x Demanda).

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

13


PROPOSTAS DOS REPRESENTANTES DO TERRITÓRIO VN4

PROPOSTAS APRESENTADAS EM OFICINA DO CICLO B REALIZADA EM 14/07/2011 e VALIDADAS PELO GRUPO DE TRABALHO TERRITORIAL (GTT) EM 02/08/2011

EDUCAÇÃO Aumentar o número de escolas na rede municipal de educação infantil e de escolas integradas e ofertar curso profissionalizante.     

Instalar três UMEI, sendo uma no Céu Azul e duas no Piratininga. Implantar horário integral nas escolas. Viabilizar profissional de saúde e assistência social nas escolas. Estimular grêmio escolar para jovens. Implantar Escola Profissionalizante.

SAÚDE Aumentar o nível de investimento na saúde pública do território, com especial atenção para as unidades básicas de saúde, aumentando seu número e garantindo qualidade dos serviços.  Ampliar o número Centros de Saúde e a qualificação dos profissionais de saúde. PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

14


 Consolidar o Centro de Especialidade Médica, ampliando o número de especialidades oferecidas pelos serviços. CULTURA/ESPORTE/LAZER Promover maior investimento em espaços culturais, esportivos e de lazer, com a construção de novos e reestruturação dos existentes, além de apoiar iniciativas comunitárias, principalmente para jovens, adolescentes e crianças.  Implantar Centro Cultural (espaço médio e grande porte grande para eventos cultuais, atividades esportivas e de lazer).

SANEAMENTO BÁSICO E REVITALIZAÇÃO DE CÓRREGOS Elaborar e implementar projetos para a solução de problemas relacionados aos córregos existentes no território, visando minimizar os riscos à população do entorno. 

Executar a obra Via 220 (Córrego Capão), tendo em vista que ela faz parte do Viurbs e já possui projeto executivo (Saneamento com canal aberto).  Priorizar o tratamento de esgoto.  Realizar saneamento básico e tratamento de córrego da Rua Ribeirão Vermelho e Rua Zélia (Piratininga).

GESTÃO DE RESÍDUOS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL  Otimizar os programas de gestão de resíduos sólidos e educação ambiental no território.  Realizar campanhas de limpeza urbana com orientação sobre dias da coleta,  Implantar coleta seletiva; instalar lixeiras, maior freqüência da capina de ruas.  Implantar URPVs (entulho) e viabilizar gratuidade da coleta de entulho para população de baixa renda.

CIRCULAÇÃO E TRANSPORTE Investir na qualificação do transporte público e implementar melhorias facilitadoras da mobilidade e circulação no território.  Concluir Via 220 (cinco bairros) – Viurbs.  Ampliar linhas dos transportes suplementares; garantir manutenção dos ônibus, principalmente dos elevadores; melhorar condições dos abrigos de ônibus e das calçadas.  Melhorar a sinalização para facilitar a travessia em frente ao Hospital Odilon Behrens; Rua Antônio José dos Santos no Bairro Céu Azul, com Rua João Alberto; Colégio Joaquim dos Santos, próximo ao Centro Comercial UAI.  Implantar uma ilha central na Rua Antônio José dos Santos.  Ligar Avenida Professor Martins até a Lagoinha.  Ligar Rua Marrocos com as Ruas Polônia, Cônego Trindade e Coronel Lopes Coelho.  Fazer gestões para ampliar linha de metrô.

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

15


URBANIZAÇÃO  Desenvolver programas para minimizar o impacto dos fenômenos urbanos causados pela conurbação na divisa de Venda Nova e Ribeirão das Neves.  Reestruturar Rua Padre Pedro Pinto, integrando-a as intervenções do BRT e alterando seu tráfego de veículos, passando de mão dupla para mão única.

GERAÇÃO DE TRABALHO E RENDA Desenvolver programas de qualificação e de geração de emprego e renda para os jovens , com especial atenção para o Pólo Industrial dentro do Parque Ecológico.  Possibilitar mercado de trabalho em bairros do território evitando que os moradores saiam para trabalhar em outros bairros mais distantes.  Atenção especial para os jovens moradores dos novos conjuntos habitacionais.

GESTÃO COMPARTILHADA Ampliar espaços de diálogo com a população visando avaliação de programas e políticas e construção de propostas para o aprimoramento das mesmas, por meio da criação de uma Rede Social Local envolvendo todos os serviços públicos.  Maior participação da comunidade nas decisões referentes às melhorias do transporte público.  BHtrans: consultar a comunidade sobre as suas reais necessidades.  Aumentar recursos financeiros do OP.

PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

16

Caderno_Propostas_Venda_Nova  
Caderno_Propostas_Venda_Nova  

Territórios de Gestão Compartilhada PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO Propostas dos representantes da sociedade para os Belo Horizont...

Advertisement