Issuu on Google+

ABRIL DE 2013

INFORMA

Volume 1, edição 1

Papa Francisco lava pés de jovens detentos em Roma

Na Quinta-Feira Santa, 28 de março, o Papa Francisco celebrou a Santa Missa da Ceia do Senhor no Instituto Penal para Menores de Casal del Marmo, em Roma. Esta Missa é caracterizada pelo rito do Lava-pés. Com a celebração neste local, Francisco dá continuidade a uma tradição que assumiu quando ainda sacerdote. Em Buenos Aires, Bergoglio costumava celebrar esta Missa em prisões ou casas para pobres e marginalizados. Para uma reflexão sobre o significado deste gesto, a Rádio Vaticano conversou com o Bispo responsável pela Pastoral Carcerária, Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Mogi das Cruzes (SP): A Semana Santa é um momento tão importante na vida da Igreja, um momento tão importante para a vida dos cristãos católicos. É um retiro espiritual, como se costuma dizer. Celebramos os principais mistérios das passagens da vida do Cristo e o mistério da salvação: a paixão, a morte e a ressurreição do Senhor – o tríduo pascal é assim a maior festa litúrgica da Igreja Católica durante o ano. Na Quinta-feira Santa, o Evangelho traz o texto do Lava-pés, ou seja, no fundo é a Igreja querendo ensi-

Nesta edição:

nar que quem entendeu o signifi- encontro dos mais pobres. Encado da eucaristia deixado por tão tudo coincide e mais ainda Jesus, memorial da Páscoa, da o fato de que o Papa Francisco Nova Aliança, quem celebra a escolheu lavar os pés de jovens eucaristia tem que se colocar a que estão privados da liberdaserviço e a serviço de modo hu- de, em recuperação. Isso será milde, e a serviço dos humildes e um gesto muito profético. Vados pequenos. E aí que entra a mos aprender com tudo isso, proclamação do Evangelho de vamos aprender com o gesto João, capítulo 13, que é o texto do de Jesus, que se repete na lava-pés – esta passagem tão Igreja, e ao qual todos nós, bonita de Jesus, que antes de cristãos, somos chamados a entregar sua vida quis realizar realizar e que o Papa Francisco este gesto. Gesto simples, mas ao está evidenciando. mesmo tempo tão contundente a E quando se trata da situação ponto de S. dos presos, denPedro não tro daquele entender. espírito do Ou seja, Evangelho de quem celeMateus, ‘estive bra a eucapreso e me uem ristia tem visitaste’ – que se está no ponto mais alto quando se fala colocar a deve servir aos outros" desta situação, serviço, a estamos dianPapa Francisco serviço do te da situação mais humilsocial mais grave. Porque uma de. Este ano, a Festa da Páscoa coin- coisa é socorrermos uma criancide com a chegada de Francisco. ça indefesa, todos nós gostaEste Papa que nos surpreendeu mos de fazer isso, outra coisa é vindo da América Latina, nos sur- ir ao encontro daqueles que um preendeu pelo nome que escolheu dia praticaram atos contra a – é a primeira vez que um Papa sociedade e que vivem numa se chama Francisco, evocando a situação muito precária, muito figura de S. Francisco de Assim, que mais do que ninguém foi o desafiadora.

“Q

santo que lavou mesmo os pés: ele foi abraçar o leproso, foi ao

QUI, 28 DE MARÇO DE 2013 22:21 POR: CNBB / RÁDIO VATICANO—site CNBB

CARITAS Informa - Especial SUAS

FRENTE PARLAMENTAR ESTADUAL EM DEFESA DO

2

ASSISTÊNCIA SOCIAL NÃO É PRIMEIRO-DAMISMO

3

DEPUTADOS QUE COMPÕEM A FRENTE

4

ENCAMINHAMENTOS

5

Informações sobre a CASP 5

Este é o nosso primeiro “Caritas Arquidiocesana de São Paulo Informa”. Esperamos que seja um informativo mensal onde possamos destacar ações da Matriz e dos Núcleos no mês de referência. Neste

primeiro

número

fizemos uma edição especial sobre a instalação de Frente Parlamentar Estadual em Defesa do SUAS— Sistema Único de Assistência Social, espaço que julgamos de grande importância para o debate da implantação do sistema em São Paulo e mobilizarmos

para esta temática. Abrimos com o testemunho do Papa, para lembrarmos que nossa missão é estar a serviço dos que mais necessitam, é a partir dessa ótica que avaliamos e construímos nossas ações.


ABRIL DE 2013

INFORMA

Instalada em São Paulo Frente Parlamentar Estadual em Defesa do SUAS - Sistema Único de Assistência Social Municipal de Assistência Social (CRAS) e os CenSocial – FAS.

tros de Referência Especi-

O SUAS – Sistema Único alizado

de

Assistência

de Assistência Social exis- Social

(CREAS),

por

te, na prática, desde 2005, exemplo. Com modelo de e é gerido pelo Ministério gestão participativa, o SU-

Foto: Fatima Giorlano Por iniciativa da deputada estadual Telma de Souza (PT), foi lançada em quatro de abril, a Frente Parlamentar Estadual em Defesa do SUAS - Sistema Único de

Volume 1, edição 1

Assistência Social. Aconteceu no Auditório Franco Montoro

da

Assembleia

Legislativa de São Paulo. Esteve presente a secretária nacional adjunta da Assistência

Social,

Valéria

Gonelli, e Aldaiza Sposati, assistente social, professora doutora e coordenadora do Núcleo de Seguridade e Assistência Social da PUCSP. Além de representantes de organizações da sociedade cível, trabalhadores da área da assistência social, usuários dos serviços e representantes do Fórum

de Desenvolvimento Soci- AS articula esforços e real. Previsto na Lei Orgâni- passa recursos aos três ca de Assistência Social níveis de governo, para (LOAS), o SUAS é forma- execução e financiamento do pelo poder público e da Política Nacional de sociedade civil, que parti- Assistência Social (PNAS). cipam diretamente da or- A deputada Telma de ganização por meio de Souza, que será coordeuma gestão compartilha- nadora da Frente, constida. No entanto, o Estado tuída com o apoio de oude São Paulo, o mais rico tros 20 deputados estada Federação, ainda não duais, sendo o deputado fez sua adesão ao siste- Luiz Cláudio Marcolino

(PT) como vice coorde-

ma.

Por meio do SUAS, os nador. municípios podem para

conveniados

receber implantar

verbas serviços

tais como os Centros de Referência de Assistência

Foto: Fatima Giorlano

“Em São Paulo, o SUAS ainda não foi contemplado na sua totalidade. Para tal, é fundamental

a

organização

de

agentes

públicos no sentido de articular junto ao Governo do Estado a implantação em São Paulo. Atualmente, apenas os municípios, com o respaldo único do Governo Federal,

estão planejando a adesão ao sistema”, afirmou a deputada Telma de Souza.


INFORMA

Foto: Fatima Giorlano

ASSISTÊNCIA SOCIAL NÃO É PRIMEIRO-DAMISMO, DIZEM ESPECIALISTAS E ATIVISTAS

tros de Referência Especiali-

Assistência Social, que são vistos

zado de Assistência Social

como pobres e carentes”, obser-

(CREAS).

va a especialista.

Dos 645 municípios paulistas,

“Seguridade social é muito mais

da

69 ainda não se conveniaram ao

que distribuição de emendas par-

Frente Parlamentar Estadual em

SUAS. “Para isso se resolver, o

lamentares para entidades assis-

Defesa do SUAS – Sistema Úni-

governo estadual precisa contri-

tências ou mesmo a cultura do

co de Assistência Social, na noite

buir e induzir esses municípios,

primeiro-damismo, onde são con-

desta quinta-feira (04), na As-

porque eles estão perdendo fi-

fiadas às esposas de governado-

sembleia Legislativa de São Pau-

nanciamento. Os recursos já es-

res e prefeitos verbas para o fi-

lo (Alesp), especialistas, estudio-

tão na nossa conta, mas estão

nanciamento de projetos assis-

sos, ativistas e usuários do siste-

bloqueados”, alerta a secretária-

tencialistas”, exemplificou Aldaí-

ma foram enfáticos: o Estado de

adjunta de Assistência Social do

sa. “Nessa área, São Paulo não

São Paulo tem uma visão detur-

Ministério do Desenvolvimento

tem nada a ver com locomotiva

pada do conceito de Assistência

Social, Valéria Gonelli.

de lugar nenhum”, criticou.

Social. Coordenadora da Frente,

lo faça a adesão ao SUAS.

Com a Frente, Telma pretende

Presentes

ao

lançamento

a deputada estadual Telma de Souza (PT) busca um passo essencial para a mudança dessa

PRIMEIRO-DAMISMO”

articular a regulamentação do SUAS, por meio de lei estadual.

Coordenadora do Nú-

“Nós não podemos deixar uma

cleo de Seguridade e

lacuna que acabe de algum jeito

Assistência Social da PUC de

fazendo sobreposição dos servi-

O evento foi prestigiado por mais

São Paulo, a professora doutora

ços e pior ainda possibilitando

de 200 espectadores. Gerido pelo

Aldaísa Sposati, uma das princi-

assistencialismo puro e simples.

Ministério

Desenvolvimento

pais especialistas do assunto no

E a transferência equivocada ou

Social, o SUAS existe desde

Brasil, enxerga uma visão detur-

sem a transparência necessária

2005 e já é um sucesso em esta-

pada das políticas sociais prati-

de recursos federais”, firmou a

dos como Minas Gerais, onde a

cadas em São Paulo.

deputada.

regulamentação do SUAS se deu

Segundo ela, a Constituição do

Entre as entidades representadas

por meio de lei proposta pelo de-

Estado classifica o setor como

no ato, participaram o Fórum Es-

putado estadual André Quintão

de natureza emergencial e com-

tadual de Trabalhadores e Traba-

(PT).

pensatória, o que por si só já

lhadoras do SUAS, Fórum de

Por meio do SUAS, fica facilitado

impede a adesão ao SUAS. “É

Transparência e Controle Social

o caminho para estados e municí-

preciso mudar a Constituição do

e Fórum de Assistência Social da

pios implantarem, com verbas

Estado, que ainda fala em políti-

Capital.

enviadas pelo Governo Federal,

cas de ‘promoção social’, um

Publicado em:

serviços bastante difundidos e

termo completamente equivoca-

http://www.redetelma.com.br/

essenciais no setor, como os

do. Não há a concepção (na Car-

noticias-integra.asp?id=1577

Centros de Referência de Assis-

ta paulista) de cidadão como su-

tência Social (CRAS) e os Cen-

jeito de direitos aos usuários da

situação, propondo que São Pau-

do


INFORMA

DEPUTADOS QUE COMPÕEM A FRENTE PARLAMENTAR Nº MEMBRO - DEPUTADO(A) PARTIDO PARTICIPAÇÃO Profa. Aldaíza Sposati apresenta as incongruências da Constituição do Estado de São Paulo no que se refere ao SUAS. — em ALESP - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Valéria Gonelli - Secretária-adjunta Nacional de Assistência Social — em ALESP - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

01 Telma de Souza

PT

Coordenadora

02 Adriano Diogo

PT

Apoiador

03 Aldo Demarchi

DEM

Apoiador

04 Alencar Santana Braga

PT

Membro Efetivo

05 Ana do Carmo

PT

Apoiadora

06 Antonio Mentor

PT

Apoiador

07 Baleia Rossi

PMDB

Apoiador

08 Beth Sahão

PT

Membro Efetiva

09 Beto Trícoli

PV

Apoiador

PSDB

Apoiador

PSB

Apoiador

PSOL

Apoiador

13 Edinho Silva

PT

Apoiador

14 Enio Tatto

PT

Apoiador

PSDB

Membro Efetivo

16 Geraldo Cruz

PT

Apoiador

17 Gerson Bittencourt

PT

Apoiador

18 Hamilton Pereira

PT

Apoiador

19 Hélio Nishimoto

PSDB

Membro Efetivo

20 Isac Reis

PT

Apoiador

21 João Paulo Rillo

PT

Membro Efetivo

PCdoB

Apoiadora

23 Luiz Claudio Marcolino

PT

Apoiador

24 Marco Aurélio

PT

Membro Efetivo

25 Martins Martins

PT

Membro Efetivo

PDT

Membro Efetivo

27 Regina Gonçalves

PV

Apoiadora

28 Ulysses Tassinari

PV

Apoiador

29 Vanessa Damo

PMDB

Apoiadora

30 Welson Gasparini

PSDB

Apoiador

10 Carlão Pignatari 11 Carlos Cezar 12 Carlos Giannazi

15 Fernando Capez

Deputada Estadual Telma de Souza Coordenadora da Frente

22 Leci Brandão

Willian, USUÁRIO dos serviços de assistência, representando o FAS - Fórum de Assistência Social do Município São Paulo

Aldaíza Sposati - Professora Doutora e Coordenadora do Núcleo de Estudos de Seguridade e Assistência Social da PUC-SP

26 Rafael Silva

Deputado Estadual, Luiz Cláudio Marcolino - Liderança do PT

Pe. Lédio, coordenador do FAS se despede da secretária.


ENCAMINHAMENTOS 

Dia 8 de Maio, novo encontro da Frente Parlamentar. Na Assembleia Legislativa de São Paulo .

Propor revisão da Constituição de SP no que se refere ao tema.

Entra em contato com o Deputado André Quintão, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, autor da lei que regulamenta o Sistema Único da Assistência Social (Suas) em Minas, para que venha apresentar o processo de Minas Gerais.para que venha apresentar o processo de Minas Gerais.

"Deus é amor: quem permanece no amor, permanece em Deus, e Deus permanece nele." 1Jo 4,16

Caritas Arquidiocesana de São Paulo Endereço Principal Rua Venceslau Brás, 78 - Centro São Paulo - SP 01016-000

XVI ASSEMBLEIA DA CARITAS REGIONAL SÃO PAULO;

NOTÍCIAS DOS NÚCLEOS;

OBRAS DA FÉ.

Fones: 11-31054023/ 31152674 Email: caritasarqsp@uol.com.br Site: www.caritassp.org.

Foto: Fatima Giorlano

" D e u s é a m or : q u em p e rm an e c e n o am or , p er m an ec e e m D eu s , e D e u s p e rm an e c e n el e . " 1J o 4 ,1 6

NO PRÓXIMO Nº

Crianças de refugiadas usuárias do serviços do Centro de Acolhida para Refugiados /CASP

Acesse e CURTA: http://www.facebook.com/pages/CaritasArquidiocesana-de-São-Paulo

“A igreja não pode nem deve tomar nas suas próprias mãos a batalha política para realizar a sociedade mais justa possível. Não pode, nem deve colocar-se no lugar do estado. Mas também não pode, nem deve ficar à margem na luta pela justiça.” (Deus Caritas Est nº 28)


Informativo Caritas Abril