Issuu on Google+

INFORMATIVO PAROQUIAL Paróquia Santa Rita de Cássia

Praça Santa Rita de Cássia, 133 - Tel.: 2275-6801 – Fax: 5581-6415 site: www.psantarita.com.br - e-mail: psantarita@terra.com.br -

Sta Rita de Cássia

ANO XVII - nr. 234 - Dezembro - 2013 Responsável: Elaboração:

Conselho de Pastoral Paroquial Secretaria de Pastoral (Mayre Celina Golias)

A Titulo de Editorial, transcrevemos as palavras de † D. António José Cavaco Carrilho, Bispo do Funchal

Advento, tempo de renovação e de esperança Caminhar em Tempo de Advento é olhar nascimento de Cristo, há mais de dois mil apontar para a Sua última vinda gloriosa; mas é estarmos vigilantes e atentos às Suas vindas, das nossas vidas.

para o anos; é também no hoje

Preparar o Natal é olhar para a vinda de Cristo. Ele já veio. Nasceu num lugar concreto, num país concreto e transformou a nossa história e a nossa vida. Naquela pequena povoação da Judeia, em Belém, nasceu Jesus, filho de Maria, e esse Menino iniciou um caminho do qual todos nós somos herdeiros. Olhar para esse acontecimento que marca a história é sermos introduzidos na história da Salvação, no projecto de Deus que vem até nós, de uma forma muito especial, em Seu Filho Jesus. No Advento também preparamos a última vinda do Senhor. Ele há-de vir na Sua Glória, no final dos tempos. O Advento é um tempo favorável para a redescoberta de uma esperança não vaga nem ilusória, mas certa e confiável, porque está "ancorada" em Cristo, Deus feito homem, rochedo da nossa salvação. Com esta confiança construímos, agora, o nosso presente e olhamos para o futuro com olhos de esperança, com os olhos de Deus.

Tempo de vigilância e oração “Deus vem!”. Para compreendermos o significado profundo destas palavras podemos olhar para aquela pessoa, graças à qual se realizou, de modo único, singular, a vinda do Senhor: a Virgem Maria. "Quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o Seu Filho, nascido de uma mulher" (Gl 4,4). Seja Maria, Mãe do Deus que vem, a caminhar connosco neste Tempo de Advento, rumo à grande celebração do nascimento de Cristo. Seja a Mãe de Deus modelo para cada um de nós. Modelo para aqueles que esperam a vinda do Salvador com alegria, modelo para aqueles que

se sabem frágeis e necessitados de Deus, mas, ao mesmo tempo, responsáveis, colaboradores e comprometidos na Sua obra. Maria foi colaboradora nessa acção de Deus, aceitando ser a Mãe do Seu próprio Filho: ela deu ao mundo Cristo Jesus, o Emanuel, Deus connosco. Com ela podemos também nós dar Cristo ao mundo de hoje; podemos viver n’Ele e anunciá-lO, através dos nossos gestos, visitas, trabalhos e palavras, na vida de todos os dias.


Do presépio, um rastro de luz. Em 1223, Francisco de Assis criava o primeiro presépio vivo da cidade de Greccio, perto de Assis, Itália. Os figurantes eram representados por habitantes daquela aldeia. Nascia o presépio diante do qual, há séculos, milhões de pessoas se detêm para contemplar a cena do Filho de Deus feito homem. Desde o final do mês de setembro, um grupo de agentes de pastoral, se reuniu algumas noites, para montar o Presépio da Paroquia, que este ano optou por garrafas pet, gentilmente doadas por toda a comunidade. Foram momentos de oração, reflexão e entrosamento visando ajudar a todos nós, contemplando o mistério do nascimento de Jesus, aprofundar e melhorar nossas relações e nossa convivência com a natureza, a família, a comunidade, a vizinhança, como sinal visível da chegada do Reino entre nós.

A Gruta: é a primeira casa de Jesus, um refugio muito pobre, abrigo de animais, porque “não tinha lugar para eles no albergue” (Lucas 2,7) . Porem mesmo naquela pobreza, Jesus estava protegido pelo amor de Maria e José. É suficiente isso para que uma casa seja acolhedora, mas do que o luxo e as comunidades. “Ajudai-nos, Senhor, a preparar o nosso coração como uma casa pronta para Te acolher.” Burrinhos e boi: são animais pacientes e reconhecem o dono que os alimenta e que não os abandona nunca. Aprendamos também nós, a esperar a vinda de Jesus com humildade e paciência. “Senhor, ajuda-nos a viver o natal com humildade, sem nos deixar levar pelo orgulho do consumismo, e nos ensina a partilhar com os mais pobres os nossos bens.” Pastores: com simplicidade e alegria de coração acolheram Jesus. Ao canto dos anjos não hesitaram e, no meio da noite, mesmo com sono, se levantaram e foram logo procurar onde o Menino tinha nascido (Lucas 2,8). “Ajuda-nos, Senhor a nos colocar em caminho, como os pastores, superando todo o cansaço para ir ao te encontro.” A Estrela: é o sinal da luz, que é o próprio Jesus. Ele vem iluminar a nossa vida. O povo de Israel esperava havia séculos esta luz. Ás vezes, as dificuldades da vida, o desanimo, podem tornar-se uma escuridão que não permite enxergar a luz, que é o Menino Deus. Às vezes, somos distraídos e não percebemos os sinais da alvorada. “Ajuda-nos, Jesus, a reconhecer-Te como luz que ilumina a nossa escuridão.” Os Reis Magos: Melchior, Baltazar e Gaspar vinham do Oriente para adorar o menino Deus, seguindo uma estrela. Chegando, ofereceram preciosos dons. O Ouro: Te és Rei. O incenso: Tu és Deus. A mirra: Tu é os servo sofredor, homem das dores que conhece o nosso sofrimento. Os magos representam todos os povos que buscam a luz. E a luz é Jesus. “Senhor, quantos ainda não conhecem a tua luz. Tornam-nos como os reis magos, missionários a cominho para levar o ouro, o incenso e a mirra a todos os povos.” Jesus, Maria e José: é a Sagrada família, modelo de todas as famílias que procuram viver a presença viva de Jesus no meio delas. Ele é o príncipe da Paz, a fonte do verdadeiro Amor, a luz da comunhão e da unidade. Com Ele, o presépio adquire seu verdadeiro sentido juntamente com Maria, a mulher do sim, primeira missionaria. José, o justo que vive de fé e aceita a tarefa de tutor do Filho de Deus. “Senhor, que neste Natal as nossas famílias vivam mais unidas e sejam sinal de comunhão e de amor verdadeiro para iluminar o mundo inteiro.”

Vamos parar um instante diante do presépio e nos deixar contagiar pela luz que brota de cada uma destas peças:

Pedro Facci Missionário do Pime e diretor da Editora Mundo e Missão


Missa e Unção dos Enfermos

10 de Dezembro, às 15h Viver o tempo da espera Toda a existência cristã é caracterizada pelo AdventoVinda, o que vale dizer que somos peregrinos na história, a caminho da pátria definitiva. O Senhor permanentemente vem ao nosso encontro, caminha conosco e mantém viva a nossa esperança. O Advento manifesta os dois aspectos da vinda do Senhor: nas duas primeiras semanas, o “Advento escatológico”, ou seja, sua vinda definitiva, e, nas duas últimas semanas, o “Advento Natalício”, sua primeira vinda, o Natal. “Abre as portas, deixa entrar o Rei da glória. É o tempo, ele vem orientar a nossa história”. Com o profeta Isaías e com João Batista, acolhemos o apelo à conversão para que sejam superadas todas as formas de dominação, exclusão e miséria, para que se realize uma sociedade com liberdade e dignidade para todos. Com Maria, vivemos a alegria e a confiança. “A Virgem, Mãe será, um Filho, à luz dará. Seu nome, Emanuel: conosco Deus do céu; o mal desprezará, o bem acolherá”. Com atenta vigilância, alegre expectativa e renovada esperança, vivamos o Tempo do Advento retomando o seguimento de Jesus, tornando-nos, como ele, discípulos missionários da vida e da paz, fazendo crescer em nós e em nossas comunidades a certeza de que ele continua vindo através de nós.

O Sacramento da Unção dos Enfermos confere ao cristão uma graça especial para enfrentar as dificuldades próprias de uma doença grave ou velhice. É o recurso, o "alívio" que leva o cristão para poder suportar com fortaleza e em estado de graça um momento de aflição.

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO A Campanha para a Evangelização convida os católicos a assumirem a responsabilidade pela sustentação das obras evangelizadoras da Igreja. Faça sua doação na coleta. Bote fé que dá. A coleta nacional para a evangelização será dia

15 de dezembro

Inscrição de 1ª. Eucaristia

FESTA DA IMACULADA CONCEIÇÃO DE MARIA

Período de Inscrição: Janeiro e fevereiro de 2014

A festa que se celebra neste próximo dia 08 de dezembro tem um significado todo especial neste tempo de advento. No dia 08 de dezembro de 1854, o Papa Pio IX afirmou O dogma da Imaculada Conceição de Nossa Senhora. Muitos séculos antes, porém, o povo já reconhecia a pureza da Mãe de Deus, concebida sem a mancha do pecado original. Maria é a grande colaboradora na obra da Salvação da humanidade. Ela nos ensina a escutar mais do que falar. Maria vem nos ajudar a concretizar o que o Senhor nos pede, é um modelo de resposta a vontade de Deus que sempre quer fazer de nós mais felizes em meio as nossas limitações. Nesse dia também, celebraremos com muita alegria o 32º ano de ordenação do nosso pároco Pe. Celso Paulo Torres, que como Maria, fez de sua vida uma resposta à vontade de Deus. Que a graça de Deus esteja presente a cada dia, dando-lhe muita paz nessa árdua, contudo compensadora missão!

Domingos, após as missas das 8h30, 11h e 18h30

Sábados, após as missas das 16h Documentos Necessários: Certidão de Batismo Comprovante de Residência Foto 3x4 Taxa única: R$ 30,00 Idade: 8 anos completos

Pastoral Social

“Vendo a multidão, Jesus teve pena e disse aos apóstolos: dai-lhes de comer vocês mesmos.” Todo 2º Domingo de cada mês, traga sua caridade. Precisamos de produtos de higiene pessoal, calçados e roupas masculinas, cesta básica e alimentos não perecíveis.

Todo 2º domingo de cada mês:

Em

dezembro , dia 08


Na dimensão religiosa o dízimo deve suprir com recursos, todas as necessidades ligadas ao culto e aos sues ministros.

Domingo do Dizimista em dezembro: dia

29

quando rezamos, em especial, pelos dizimistas e seus familiares. Horários de atendimentos: 40 minutos antes e após as missas.

A todos que colaboraram com as “sacolinhas de Natal” recebam em nome da Creche Madre Cabrine, Obras Sociais São Bonifácio, CREN Vila Mariana e Jacuí, Pastoral Social e Conselho de Pastoral Paroquial, sinceros agradecimentos e desejos de que Deus os retribua com graças e bênçãos esse gesto de partilha e solidariedade. Estamos chegando ao final de mais um ciclo. Vivenciamos ou passaram por nossos olhos acontecimentos marcantes, outros nem tanto...Ao longo dos tempos fatos similares passaram e a humanidade continua... Perder as esperanças? JAMAIS Renoválas...SEMPRE! Lamentar perdas? Sim, algumas.... mas continuar. Outras oportunidades virão para todos, lições ficaram...outras virão. Fica a saudade dos momentos felizes, as boas lembranças que nos acompanharão. Um adeus definitivo para os momentos difíceis já superados. A ordem é continuar, persistir na busca do que acreditamos e queremos, porque o menino Deus é a esperança e força para nossas realizações. Que cada um de vocês, faça o seu Natal o mais bonito, alegre e feliz. Não importa onde você está, não importa se está “com”, se está “sem”, não importa se “tem” ou se “não tem”. O que importa é que nada pode impedir que Deus habite em seu coração fazendo com que se multiplique os sentimentos de fraternidade, de amor, paz, alegria e otimismo para o ano de 2014. A Todos, e a cada um FELIZ NATAL E um ano novo de muita paz! São os sinceros votos do Conselho Pastoral Paroquial(CPP) , extensivos aos familiares.

01/12

8h30

Missa e Batizado

03/12

20h

Conselho de Pastoral Paroquial

03/12

13h30

Pastoral da Escuta

07/12

9h 16h

Orientação Jurídica Missa e Batizado

08/12

Festa da Imaculada Conceição de Maria Domingo da Caridade

10/12

15h

Missa e Unção dos Enfermos

11/12

13h30

Pastoral da Escuta

14/12

9h

Orientação Jurídica

17/12

15h 17h

Celebração do Perdão Celebração do Perdão

18/12

13h30

Pastoral da Escuta

22/11

Dia Devocional a Santa Rita de Cássia Missas 8h30 – 11h e 18h30

24/12

20h

Vigilia de Natal - Missa

25/12

10h

Missa de Natal

27/12

20h

Missa da Esperança

31/12

19h30

Missa de Ação de Graças

01/01/2014

10h

Missa Maria Mãe de Deus

************* A IGREJA PERMANECE ABERTA: de segunda-feira a sábado: das 8h às 18h domingo: das 8h às 12h e das 15h às 20h ATENDIMENTO DO PÁROCO Pe. Celso Paulo Torres Atendimento: quartas-feiras e sextas-feiras, das 14h às 17h Priorizando: Confissões, Aconselhamento e Orientações aos Agentes de Pastoral (Deverá ser agendado horário na Secretaria Paroquial)

SECRETARIA PAROQUIAL Tel.: 2275-6801 Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 17h30; sábado, das 10h às 13h Secretária: Maria Valeria Rivello Sgrigneli PASTORAL DA ESCUTA Plantões: Quartas-feiras das 13h30 às 17h O trabalho é voluntário, e o atendimento é gratuito. Pede-se marcar horário antecipadamente na Secretaria Paroquial – Tel: 2275-6801 ORIENTAÇÃO JURÍDICA Aos sábados, das 9h às 12h – Salão Paroquial HORÁRIO DAS MISSAS Sábado: 16h Domingo: 8h30, 11h e 18h30 Quarta-feira: 20h (pelos falecidos) Nos dias 22 de cada mês: 8h – 15h e 20h Quando cair aos sábados: às 8h e 16h Quando cair aos domingos: às 8h30 – 11h e 18h Dia 22 de maio: 6h- 8h -10h – 12h – 15h – 18h e 20h No Carmelo de Santa Tereza (Av. Jabaquara, 244), de segundafeira a sábado: 7h e, domingo: 8h


jornal_informativo_68cocrl7er7a