Issuu on Google+

Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


E DITORI AL

Avançar sobre faixa de pedestres e deputados, agora, dá confusão Em São Paulo, duas grandes alterações mudam o cotidiano dos pobres mortais e dos nobres deputados da Assembleia Legislativa, concomitantemente.

GILBERTO MUSTO Diretor do Sistema MEGA de Comunicação giba@midiag.com.br www.midiag.com.br

EXPEDIENTE Diretor Gilberto Musto giba@midiag.com.br MTB 37.134 Editora Célia Souza celia@midiag.com.br Projeto gráfico Thales Oliveira thales@midiag.com.br Gilberto Musto ME CNPJ 05.378.241/0001-92 Telefone: 17 - 3465 0020 Circulação São Paulo: Região Noroeste Minas Gerais: Triângulo Mineiro

sistemamega.com

A primeira observa o não respeito pela faixa de segurança para travessia de pedestres. Assim como uma placa de contra mão, a faixa tem o mesmo valor e a mesma punição aos infratores. Na realidade não havia necessidade de se fazer uma campanha ostensiva sobre o respeito a faixa de pedestres. Ela já tinha que estar implícita na educação no trânsito e na hora de tirar a carteira de habilitação, assim como parar em guias rebaixada, de frente a hidrantes e uma lista de outras infrações, que ninguém dá a mínima. No segundo caso, é avançar sobre Deputados na Assembleia Legislativa também dá confusão. Não vai dar multa, nem pontos na carteira, mas confusão, certamente já está causando. O deputado Roque Barbiere do PTB, pode ter sido ultrapassado, ou talvez atropelado, gerando um grande desconforto ao parlamentar que resolveu “botar a boca no trombone” e dizer que um terço dos seus colegas recebem dinheiro para vender emendas. E ele já está na Casa há mais de 20 anos. Que estranho. Ou o parlamentar foi deixado de fora, ou demorou todo esse tempo para perceber o que, ao seu lado, aconteceu, acontece e acontecerá sempre. O caso é que não é bem da forma que o deputado falou. Não se vende emendas, não se comercializa, não se faz desse jeito. Casos que são levados a imprensa por quem foi “atropelado” viram grandes escândalos, mas normalmente não dão

em nada, como sempre. Quem se lembra do caso Collor onde tudo começou por causa de um Fiat Elba (sic)?. Outro por causa de um motorista, outro do churrasqueiro, outro do carro empresatado e assim, uma série de escândalos se dão porque tudo estava indo bem até que algué foi pulado, atropelado ou mesmo esquecido. A denuncia do nobre deputado a um programa de TV na internet, deixou o Ministério Público de orelhas em pé e pede ao parlamentar que se explique, de nomes e faça valer suas declarações. O parlamentar já antecipou: “Dedurar não, mas vou votar a favor da cassação dos processos que forem colocados em apreciação” Uma declaração mais que inoportuna. As perguntas que não calam, deixam os parlamentares de São Paulo, um tanto quanto tranquilos mediante a acusação genérica de Barbire não dando nome aos bois, e depois reduzindo para um terço da Casa. Um terço dos novos ou dos velhos? Dos aliados da base ou da oposição? Um terço de todos com ele excluso? E a venda ocorreu somente agora e não nos últimos 20 anos? Para provar há necessidade de documentos de recebimento de propina? E se ele disse que os deputados vendem emendas, a pergunta viria imediatamente: O senhor vai querer Nota Paulista? Todas essas respostas terão de aguardar um tempo para que o Ministério Público possa providenciar investigação, apurar e esclarecer a população se realmente existe procedência nas declarações, ou apenas alguém avançou sobre a faixa e atropelou o deputado.


Setembro 2011


AR T IG O

Ainda é cedo ANTONIO DELFIN NETTO Professor emérito da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, ex-ministro da Fazenda, exministro do Planejamento, ex-deputado federal e consultor de economia.

Tendo em vista os antecedentes, seria no mínimo “prematuro” comemorar a nova postura do FMI reconhecendo que a mudança da política monetária no Brasil não vai impedir que a meta inflacionária de 4.5% seja alcançada no final de 2012. O Fundo vai um pouco além, declarando confiar igualmente na administração da política fiscal, condição essencial para garantir ao mesmo tempo o sucesso da política de redução do juro real e o controle da inflação. É interessante a mudança de opinião do organismo internacional, num instante em que analistas que conhecem a nossa situação fiscal levantam dúvidas quanto o cumprimento das metas. O governo deve levar em conta essas observações e procurar desde logo transmitir à sociedade a segurança que os objetivos da política fiscal para 2012 serão inexoravelmente cumpridos, sem truques ou tergiversações. Uma coisa é certa: a política econômica que o governo colocou em prática exige uma estreita e firme coordenação entre política monetária e política fiscal. Para alcançar o objetivo de reduzir a taxa de juro real e simultaneamente controlar o processo inflacionário é fundamental garantir uma execução fiscal hígida. Sem perder de vista a preservação do objetivo maior do crescimento do PIB, com manutenção do emprego.

sistemamega.com

A recente decisão de antecipar a queda dos juros se deve ao aprofundamento da crise europeia, que deixou de ser limitada à situação de meia dúzia de países. Não se trata mais do fato que algumas economias estão sendo

feitas em pedaços, mas a própria estabilidade política está indo pelo mesmo caminho, devido à explosão da insatisfação popular diante do desemprego e da noção clara da cumplicidade dos governos com as patifarias nos mercados financeiros. Algumas mudanças começam a acontecer nos Estados Unidos, com a responsabilização das instituições financeiras que produziram as fraudes. E numa recente entrevista o secretário do Tesouro Tim Geithner sugeriu que os governos europeus deixem de lado a paralisia política, esqueçam os medos infundados com a inflação e voltem as atenções para os problemas do crescimento e emprego. Ele está lembrando aos bancos centrais que a taxa de juros nominal já é nula e que a taxa de inflação está dentro da meta, mas a taxa de desemprego continua num nível indecente. Logo uma política fiscal eficaz deve ser ativada. Na economia, em geral, a antecipação das expectativas é tão importante quanto o fato e muitas vezes produz o fato. Os brasileiros precisam se convencer da capacidade do governo de realizar os objetivos da rigorosa política fiscal que promete. É importante transmitir à sociedade que a política fiscal em 2012 continuará com as caraterísticas atuais, que compreende a redução do ritmo do crescimento das despesas de custeio abaixo do crescimento do PIB. Mostrar também que manterá a ênfase nos investimentos na infraestrutura sem prejudicar as metas fiscais. O sucesso da política monetária atual depende fundamentalmente da capacidade do governo transmitir às pessoas essas garantias.


Setembro 2011


AR T IG O

Boas notícias para quem

arregaça as mangas e produz Ser otimista com o cenário econômico do Brasil não é algo comum entre analistas. Tampouco é comum valorizar a força do nosso mercado interno para mitigar efeitos das crises internacionais. Talvez seja por isso que a queda do juro anunciada pelo Banco Central, muito esperada por quem produz, apesar de pequena (apenas 0,5 ponto percentual), tenha sido tão questionada.

JOSÉ MILTON DALLARI Ex-secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, integrante da equipe que implantou o Plano Real. É sócio da Decisão Consultores.

Mas o fato é que agosto foi um mês de boas notícias para quem produz. A primeira foi a ampliação em 50% do teto de faturamento das micro e pequenas empresas que se enquadram no Simples Nacional. Para as microempresas, o limite de faturamento anual passou de R$ 180 mil para R$ 210 mil. Para as pequenas, de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. Além disso, quem está enquadrado no Simples Nacional poderá parcelar em até 60 meses a dívida tributária, o que permitirá a regularização da situação com o Fisco, abrindo portas para a participação em licitações públicas. Também quem quer sair da informalidade e emitir sua própria nota fiscal foi beneficiado. Até agora, para ter os benefícios do Empreendedor Individual era preciso faturar no máximo R$ 36 mil por ano, ou R$ 3 mil por mês. Agora, esse va lor passou para R$ 60 mil, o que permite regularizar a situação de quem ganha trabalhando sozinho, ou com apenas um funcionário, até R$ 5 mil mensais. Pouca gente sabe a força que tem este setor da economia, de gente que arregaça as mangas para ganhar a vida por conta própria. Na maioria das cidades, são esses pequenos negócios que garantem 95% dos empregos.

sistemamega.com

Estima-se que 10 milhões de brasileiros mantenham negócios próprios informais. Esse universo de empreendedores já é responsável por 20% de toda a riqueza produzida no Brasil. Só de janeiro a julho,

os pequenos negócios geraram um mi lhão de novos empregos. Estimular e garantir que as micro e pequenas empresas cresçam é a me lhor saída para fortalecer a nossa economia. Não podemos nos esquecer que as grandes empresas, em maioria, são multinacionais e que boa parte do lucro gerado por elas no nosso mercado migra para o país de origem na forma de remessas de lucros, dividendos e royalties. O dinheiro das micro e pequenas empresas fica no Brasil e movimenta o nosso próprio comércio - um mercado consumidor de cerca de 190 milhões de pessoas onde pelo menos 16 milhões delas ainda precisam sair da linha da miséria e se tornar compradoras. Poucos países do mundo têm esse potencial de consumo e não é à toa que sempre fomos cobiçados pelas grandes potências, sejam Estados Unidos, Alemanha, Japão ou a recém-chegada China. Ao reduzir o juro, o governo garante a produção, mantém os empregos e dá chance para aumentar o consumo, ativando a economia interna e evitando que o bom desempenho do país dependa exclusivamente das exportações. No capítulo juro, outra boa novidade saindo do forno é o dinheiro mais barato para capital de giro de empresas que faturam até R$ 120 mil por ano. Os juros do ‘microcrédito produtivo’ cairão de 60% para 8% ao ano e a meta é que 730 mil microempreendedores usem até o fim do ano esse dinheiro, que será oferecido principalmente pelos bancos públicos. Desta forma, é bem-vinda também a iniciativa de criação de uma Secretaria das Micro e Pequenas Empresas, que deverá somar esforços ao Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) na busca por políticas públicas que facilitem a vida de quem quer trabalhar.


MĂ­dia G Setembro 2011


AR TIG O

CÉLIA SOUZA Assessora política da Mídia G. Comunicação celia@midiag.com.br www.midiag.com.br

sistemamega.com

Desapego As vezes os ventos que nos norteiam nem sempre devem ser o nosso fim, a frase é forte, mas significa que agora mais que nunca é hora de revermos nossas prioridades. Afinal, já é setembro e o ano está indo embora numa rapidez impressionante o que nos faz revermos as nossas prioridades nesta vida. O tema deste mês foi o “desapego” que embora pareça ser negativo, nem sempre é, e pode ser crucial para o seu sucesso na vida e nas relações pessoais. Alias, como jornalista sempre estou atenta ás redes sociais que são hoje o retrato das emoções, da vida e das relações pessoais, uma das redes sociais que mais mostra este efeito é facebook onde as pessoas externam suas emoções. Essa facilidade para expor tudo o que sentimos na rapidez dos cliques funciona como válvula de escape, pois é possível dizer tudo o que queremos, sentimos ou ousamos alfinetar. Claro que quando falamos de internet, nem sempre podemos voltar atrás, a palavra proferida pode até ser apagada, mas ninguém consegue impedir que a outra parte tenha salvo aquele seu desastroso desabafo. E lendo e relendo a opinião dos diversos internautas percebi que é crescente a necessidade de desapego, por uma lado as pessoas estão mais que nunca necessitadas de amor, e por outro também dispostas a sobretudo gostarem mais de si mesmas. Uma das frases mais recorrentes na sabedoria popular do facebook é uma que diz:“Nunca trate com prioridade, quem só te trata como opção”. E esta simples frase é perfeita para exercitarmos o desapego, que também é importante nas relações e no nosso desenvolvimento profissional, espiritual, amoroso e pessoal.

É preciso entendermos que o desapego é necessário em alguns momentos, e até mesmo crucial para o crescimento. Com desapego nos tornamos melhores, pois não falo apenas do desapego sentimental, mas também do desapego físico, as coisas que não nos servem mais, desta forma contribuímos para ajudar outras pessoas e a eliminar o egoísmo que é uma crescente neste mundo cada dia mais capitalista. Adquirimos muito mais do que doamos, vamos armazenando, nos apegando e juntando, e o que levamos desta vida? Amamos mais a outra parte do que nos amamos, ou também cultivamos amores que não somos capazes de corresponder, cadê nosso senso em tudo isto? Desta vida nada levamos, voltamos ao pó, e sem nada, apenas deixamos e você já se perguntou o que vai deixar para trás? ou acha que sua vida é de highlander e vai ser eternamente imortal? O que se leva desta vida mortal, é a vida que levamos, são os caminhos que construímos e o que deixamos para os nossos, aqueles com quem convivemos e sobretudo quem amamos. Em resumo pratique o desapego, porque desta vida nada se leva, apenas se deixa, e pense com cuidado no que vai deixar para trás. Agora mais que nunca é hora de deixarmos algumas opções, estilos, opiniões para trás e investirmos com força total nos projetos que ficaram até agora relegados á segundo plano. A chave do seu sucesso pode estar nesta palavrinha feia “desapego”, mas que te ajudará a impor novas metas, ter tempo para o que realmente interessa e principalmente para focar no que realmente importa. Viva intensamente, pense muito antes de agir, e tenha em mente que o desapego não é necessário, é vital. Pratique o desapego!


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


Dois IPhones, um IPad e uma velocidade incomparável. O dia teria de ter cerca de 36 horas. A equipe acompanha-o par-e-passo

O celular toca, é do gabinete do deputado estadual Itamar Borges, do PMDB/SP. Na linha é Keli, a assessora numero 1 há mais de uma década. “Olha, o deputado aceitou o convite da MEGA e está marcando o dia 13 de setembro para a matéria das 12 horas. Giba vai ser punk. Tem Dilma e Alckmin em Araçatuba, no Palácio dos Bandeirantes, 2 reuniões na Assembleia, uma comissão, participação em sessão no plenário e o deputado vai parar apenas para te acompanhar ao aeroporto no último voo para Rio Preto”. Agradeci e disse: “Pode marcar”. Ela lembrou: “Viu que não tem horário de almoço?”.

Rumo a Araçatuba abordo da aeronave, alguns instantes para uma rápida leitura na edição o da MEGA

ESTALEIRO DO TIETÊ O deputado levantou por volta das 06h30 e começou a despachar na Assembleia às 07h00 com assessores. Ao chegar a Congonhas às 07h00, apanhei um táxi e me dirigi ao Campo de Marte, lá foi marcado nosso encontro para iniciarmos a bateria de 12 horas de trabalho. Itamar chegou com o motorista às 08h00 em ponto; após 10 minutos, embarcamos em um voo fretado para Araçatuba onde, às 11h00, Dilma e Alckmin e autoridades de toda a região estariam no evento que inaugurava a pedra fundamental do Estaleiro do Tietê. O vice prefeito Carlos Hernades, recémchegado ao partido de Itamar, estava com correligionários para nos recepcionar. Junto, o governador Alckmin aguardava no saguão o jato presidencial que acabava de aterrissar. Cumprimentou Itamar e todos recepcionaram a presidente que, rapidamente, se dirigiu ao local do evento. Dentro do carro, Hernandez passou rapsistemamega.com

No caminho para o Estaleiro Tietê, uma conversa com o vice prefeito de Araçatuba, Carlos Hernandez

Na formação da mesa, o deputado Itamar acompanhou o pronunciamento dos convidados, entre eles a presidente Dilma Rousseff


idamente o panorama político local e como vão se desenrolar as coligações para as próximas eleições e os prefeitos que chegam para engrossar as fileiras do partido FORMAÇÃO DA MESA PRINCIPAL

Na chegada ao Campo de Marte, o motorista Xexéu conduzirá Itamar até o Palácio dos Bandeirantes.

Ovacionada ao extremo, Dilma entra sob forte coro dos presentes. Autoridades, convidados, imprensa e mais uma multidão de pessoas que comemoravam a conquista do Estaleiro do Tietê, uma obra de R$ 1,5 bi lhões. Parceira da União com R$ 900 milhões e do Estado com R$ 600 milhões. Itamar foi chamado e formou a mesa. Após os discursos, a presidente Dilma e o governador Alckmin saíram rumo a São Paulo. O avião presidencial decolou com o espaço aéreo fechado até que entrasse em altitude de cruzeiro, depois as demais aeronaves ganharam o céu. PALÁCIO DOS BANDEIRANTES No evento, já às 14h30, o salão reservado foi pequeno para todos, pois a presidente assinava o aditamento da obra licitada no governo Lula e Serra para conclusão do último trecho do Rodoanel. O trecho Norte, que conclui uma das maiores obras do estado de São Paulo. ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

De volta a Assembleia, usando a tribuna e abordando temas da pauta do dia

No Salão Nobre, ouve os argumentos dos policiais sobre o aumento de salario da categoria ao lado do presidente da casa, Barros Munhoz, entre outros

Já passava das 16h00 quando o motorista de Itamar nos deixou na rampa principal da Assembleia Legislativa e Itamar sequer deixou nenhum funcionário, recepcionista, polícia, garçon, repórteres e jornalistas sem um cumprimento amigo, abraço fraterno e beijo em um por um dos que cruzavam seu caminho. Como sempre foi, não importa onde está, Itamar é igual com todos, não faz diferença a ninguém e é político nato. Todos gostam, todos comentam, todos o idolatram, todos sorriem ao deputado. Xexéu, o motorista, olha e diz: “Giba, não tem ninguém que consegue ser como ele. O Itamar é assim desde criança. Gosta de estar com todos, abraçar a todos e faz isso de coração. Diferente de uns marmanjões que tentam ser assim depois de grandes. Não dá. Isso só o Itamar. É assim todo dia”. SALÃO NOBRE Em uma reunião, representantes da PolíSetembro 2011


cia argumentavam para conquistar o aumento da categoria. Itamar participou, conversou, ouviu e saiu rapidamente para a sessão que acontecia paralelamente no Plenário. Presidiu interinamente a sessão que foi suspensa por uma hora, tempo suficiente para nos dar a entrevista sobre o posicionamento do PMDB em São Paulo e seus novos líderes. REUNIÃO

Rapidamente despacha com a assessora Keli e discute agenda da semana

18h00. Itamar presidia a Reunião socioeconômico Parlamentar do Empreendedorismo e da Guerra Fiscal, deque é coordenador. A reunião objetiva alavancar o desenvolvimento socioeconômico da bacia do Paraná. A reunião terminou por volta das 19h30. Mais uma vez a assessoria de Itamar passa o restante da agenda para o parlamentar que tem exatos 7 minutos para tomar uma sopa na copa da Assembleia com algumas frutas para dar um up-grade no que vem por ai na entrada da noite. GABINETE

Em tempo restrito, toma uma sopa e come algumas frutas. Primeira alimentação do dia.

No corredor da sala de reuniões até seu gabinete, Itamar vai passando e vai enroscando nos cumprimentos e abraços a todos em seu caminho, até entrar no gabinete ao lado do seu com o colega Baleia e .... Dá tempo para uma reunião de articulação do encontro em Rio Preto no próximo sábado. Todos o esperam. Itamar sai e corre para seu gabinete. Reúne - se com seus assessores, despacha, despacha, despacha e interrompe. O voo do Giba vai sair agora e vou acompanhá-lo ao aeroporto e, depois, a última reunião da noite com um empresário ainda na capital. FIM DE NOITE

Preside a sessão, onde os membros da casa voltam após suspensão de 60 minutos dos trabalhos do dia sistemamega.com

Foi às 23h30 que recebi uma ligação do deputado perguntando se fiz boa viagem e cheguei bem a Rio Preto. Estou agora indo para casa, disse Itamar, amanhã às 07h00 estarei na Assembleia novamente. Essa rotina é de domingo a domingo, quando não na Capital, no Interior. Itamar ganha cada dia mais adeptos, amigos, parceiros e desenvolve um trabalho político que o está tornando um dos mais importantes articuladores do partido com Edinho Araújo, Michel Temer.


Participação de Itamar no fortalecimento do PMDB no Estado MEGA: Você vem ganhando destaque em articulações politicas do PMDB em todo o estado de São Paulo. Qual é seu espaço no partido? ITAMAR: O PMDB envolveu os 5 deputados estaduais e nosso federal. Todos estamos percorrendo o estado, organizando, reorganizado e fortalecendo o partido. Minha área vai até 150 cidades eu que atuo fortemente com os diretórios permanentes e os novos que por nova provisória estão sendo alterados, como, por exemplo, o vice-prefeito de Araçatuba, o prefeito de José Bonifácio, Jaguariúna, Indaiatuba. O Gabriel Chalita veio para ser prefeito na capital, o Paulo Skaf tem forte atuação na área empresarial e industrial em todo o estado. Participei da reorganização de Arujá, Taboão da Serra como o deputado do PMDB mais votado nessas cidades. MEGA: Como está a parceria do PMDB no Brasil com o PT e em São Paulo com o PSDB, é entendida no meio político, pois parece singular? ITAMAR: Fazemos isso com muita transparência. O PMDB, após as eleições, se compôs novamente e é base do governador Geraldo Alckmin aqui em São Paulo, onde indicamos o diretor da Codasp, que é o Jairo do PMDB. Assim estamos sendo parceiros. Em Brasília, somos governo com o Michel Temer, vice da presidente Dilma e temos 5 ministérios. Então isso tem sido muito fácil de uma percepção popular que somos base de governo em São Paulo e governo em Brasília, isso com aval do diretório nacional e homologação do diretório estadual.

MEGA: Lula liberou recursos para o Rodoanel, em 1 mês a Dilma esteve 2 vezes com Alckmin, e outros detalhes que identificam uma aproximação entre presidente e governador, coisa que não existia com o governo Serra. Você acha que faltou PT no governo Serra e está sobrando no governo Alckmin? ITAMAR: Participei muito pouco de atuação partidária no governo Serra. Tive uma participação na Secretaria do Meio Ambiente, mas não foi pelo partido, foi por um convite que Santa Fé teve como primeiro lugar em meio ambiente no estado de São Paulo. Não foi uma relação partidária, em que pese estar junto, mas, quando iniciou o processo político eleitoral em março, eu já havia me desligado da secretaria e assim eu só posso afirmar que hoje nossa parceria é forte. MEGA: É objetivo do PMDB ter uma candidato a prefeito em cada cidade do estado? ITAMAR: Sim, é nosso propósito ter candidato a prefeito ou, na pior das hipóteses, como vice-prefeito nas 645 cidades do estado e chapa completa de vereadores em uma candidatura solteira, ou em composição que aumente em 50% as vagas nas coligações. O PMDB busca aumentar o número de vereadores em todo o estado. Temos 70 prefeitos eleitos e mais 3 que viram nosso projeto e dobrar para no mínimo 120 prefeitos em 2012. Fazendo isso, estaremos estruturando o partido para as eleições de 2014, aumentando de 5 para 10 deputados estaduais e de 1 de federal para no mínimo 5. Podemos manter a aliança com a Dilma ou mesmo lançar um candidato a Presidente da República.

Na sala de reunião, decide formas de combater a guerra fiscal em uma luta que ganha corpo e deve ter resultado positivo nos próximos dias Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


Primeira dama, rejeição zero Com 94,65% de aprovação à frente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Claudia Muller é destaque em Sta. Rita, admirada e querida por todos.

Ana Cláudia Muller

A Mídia G. Comunicação realizou uma pesquisa na cidade de Sta. Rita com objetivo de aferir a percepção pública dos serviços prestados por setores da administração e chegou a um resultado, que a empresa nunca havia apurado, nos municípios de diversos estados. A primeira dama tem rejeição zero: 94,65% dizem que seu trabalho é ótimo ou bom e os 5,35% restantes responderam regular. Ninguém classificou o trabalho de Ana Claudia Muller, primeira dama da cidade, como ruim ou péssimo. Mas isso tem uma razão. HISTÓRIA Logo que ficou viúvo, o então de legado de Polícia Civil e professor universitário Walter Muller, conheceu Ana Cláudia quando ela estudava direito. Casaram-se e, além dos dois filhos do primeiro casamento, Letícia e Mariana, tiveram Felipe, o quinto membro da família. Enquanto o marido foi vereador por dois mandatos na cidade, Ana Cláudia concluiu a faculdade, abriu um escritório de advocacia e planejou sua vida daí para frente, como toda pessoa que tem projetos e sonhos. “Estava trabalhando, dando aula, me esforçado muito em tomar conta de minhas coisas e de minha família. A convivência com o Walter é muito salutar, pois ele é muito correto, muito centrado, isso faz com que não tenhamos muitas adversidades, somos muito caseiros, ficamos muito com nossa família, saímos pouco e assim consigo cuidar de tudo”. CAMPANHA Foi em 2008 que a vida de Ana Cláudia começou a mudar radicalmente. Durante a campanha, Ana disse a Walter que iria ajudá-lo no que fosse preciso, mas não tinha ideia do que viria pela frente. “Imaginei que pudesse contornar tudo com certa facilidade, mas a campanha foi crescendo, a participação popular, os compromissos, o trabalho em si de ir de casa em casa, a conquista do eleitor propriamente dita, tudo fez com que priorizássemos a eleição” disse Ana e completou: “Tive ainda

sistemamega.com


que trabalhar para que as pessoas me conhecessem, pois, como minha vida era em torno da faculdade e o escritório em Sta. Fé, eu passei a conhecer as pessoas durante a campanha. Ganhei amigos e amigas e fui-me familiarizando e envolvendo-me com a rotina de todos e, graças a Deus, o esforço levou o Walter a realizar o sonho de ser prefeito”. MANDATO “Após a eleição, decidimos que eu trabalharia dois dias por semana, sem ser remunerada pela prefeitura e fizesse o que fosse possível, mas não largaria minhas funções e minha carreira,

Esses índices de aprovação tem a imagem do Walter repassada a mim, pela seriedade e responsabilidade que administra a prefeitura

estou fazendo mestrado e tenho muitos projetos ainda. Não larguei tudo, mas ser primeira dama me fez mergulhar no dia a dia de Sta. Rita e, hoje, me dedico diariamente ao trabalho do Fundo Social e procuro fazer o melhor por todos da nossa cidade”. Ana Cláudia incrementou diversas áreas de sua pasta, ampliando cursos, buscando inovar, integrar e promover novidades às ações das mulheres do município, capacitar, incentivar e motivar a todos com ações voltadas a datas comemorativas, programas do governo, festas tradicionais e projetos que ela mesma cria em prol da cidade e seus munícipes. DENTRO DE CASA “Procuro conversar com o Walter so-

bre questões da prefeitura e da cidade até uma certa hora do dia. Em casa, após o jantar, tentamos não misturar nossa família com nosso trabalho. Tento dar atenção a ele como esposo, aos nosso filhos e às questões da nossa vida pessoal, mesmo porque, na prefeitura, quando eu preciso falar com ele, consigo entrar no gabinete sem ficar na fila esperando que ele me atende (risos), rapidinho ele me autoriza no que peço, outras vezes não, e continuamos nossa rotina”. Aqui em casa, procuro estar sempre atenta ao Felipe, nosso caçula, que é um amor de criança e muito extrovertido. Isso facilita muito nossa comunicação para sua educação, como também com as formações de Letícia e Mariana, que tratamos com o mesmo amor e atenção. A AVALIAÇÃO “Eu confesso que, quando a Mídia G. passou o resultado para o Walter e ele me disse sobre os números, eu fiquei surpresa e muito feliz. Acho que ainda a gente procura melhorar, ouvimos muitas pessoas, suas opiniões, até pessoas do grupo que às vezes criticam algumas ações. Mas, depois de analisar os números da pesquisa, cheguei à conclusão de que muito disso quem passou para mim foi o próprio Walter, que tem essa avaliação, em sua gestão, com mais de 90% de aprovação vem desde o começo de tudo. A Midia G. acompanha isso desde que ele entrou na prefeitura, e muito dessa credibilidade tem a ver com as atitudes do Walter e os resultados da administração no conjunto e com sua equipe de secretários, diretores e servidores. Todos nós chegamos a este resultado. A mim, eu devo a parcela de me dedicar, tudo o que me disponho a fazer, faço. A preocupação com o ser humano é o mais importante. Sou muito emotiva, choro fácil, me emociono com os problemas das pessoas e, enquanto não resolver, não deixo de dar essa assistência. Lá no CRAS, até assistência jurídica, conversando orientando, e informando, eu acabo fazendo às vezes de psicólogo, juiz, delegada, professora, na necessidade de resolver certas questões das pessoas que vão lá em busca de ajuda, às vezes de atenção,

carinho, às vezes a pessoa não quer nem precisa de nada, passa lá para dar um abraço, tomar uma água, um café e jogar um pouco de conversa fora; é calor humano que a maioria também precisa”. Ana Cláudia classifica sua participação na administração do marido, como um forte ponto de equilíbrio, pois nestas conversas informais, as pessoas acabam passando a ela os anseios e as opiniões, o que esperam do prefeito, o que precisa ser feito, enfim, o auxílio é mútuo, equilibrando as opiniões para fomentar novas ações no trabalho administrativo dela e dele. RECONHECIMENTO “Eu só tenho que agradecer o reconhecimento de todos que participaram da pesquisa, de todos os munícipes que estão comigo no dia a dia e dizer que esses números muito nos incentivam a continuar trabalhando, tanto eu, como o Walter, que tem uma administração séria, focada, financeiramente estável e com as metas e compromissos de governo sendo cumpridos até mais do que anunciamos em campanha. Ele se fortalece como líder político, é hoje presidente do PSDB regional e sempre estarei ao seu lado para propiciarmos o bem-estar social e uma qualidade de vida cada vez melhor aos moradores da nossa querida Santa Rita”.

Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


Região tem violência e criminalidade dentro dos padrões

Magistrado concede, a MEGA, uma entrevista esclarecedora sobre adolescentes, família, drogas e responsabilidade. É a primeira entrevista que o Juiz da Infância e Juventude de Santa Fé do Sul concede a uma revista regional. Ele aborda assuntos de interesses mútuos focado nos novos tempos em que a velocidade da comunicação, informação digital e outros aspectos, alteram o comportamento da sociedade.

A solução mais adequada seria uma divulgação ainda maior acerca das consequência do uso de entorpecente

Marcelo Bonavolonta sistemamega.com


MAIORIDADE PENAL “Hoje, já se vota aos 16 anos, podemos escolher nossos governantes a partir de tal idade. Se você pode votar seria correto se atribuir o direito de ser eleito também, porém a nossa legislação não autoriza ninguém a se eleger antes dos 18 anos. Portanto é um direito um tanto mitigado, vote mas não seja votado. No tocante a legislação ainda não conseguimos a diminuição da idade penal. Nos dias atuais é muito fácil um maior praticar crimes com o auxílio de menores e pela simples razão de que o menor arcará com a culpa e, ficará no máximo 3 anos em regime de internação, e mais, tal sanção não gera efeito algum ao menor assim que completar 18 anos, ou seja, a maioridade penal e venha cometer novas infrações. Não seria reincidente. Me parece que com a evolução de tudo, informação, internet e outros veículos de comunicação já podemos atribuir uma maior responsabilidade aos menores de 18 anos. Diferentemente do que ocorria há 30 anos, hoje um menor com 16 anos completos já possui maturidade e discernimento suficiente para saber distinguir o certo do errado. Portanto a diminuição da idade penal, tendo em vista o que comentei, entendo perfeitamente aceitável”.

MENOR ASSASSINO “Pelo estatuto da criança e adolescente a punição no caso é a internação porém devemos estar atento que se o menor matar um, dois, e assim por diante, estaremos diante do fato que a internação por si só demonstra que medida já seria inócua. Necessário seria, um investimento maior no cuidado desses menores no tratamento psicológico e social para sua reintegração ao convívio social. A internação atua como medida repressiva, porém, seria necessário a contrapartida de ressocialização. Se cometeu ato infracional é porque algo de errado existe, sendo assim é importante descobrir as causas que levaram aquele

menor a errar. Mas a medida correta diante da nossa legislação é a internação, salvo exceções”.

ARRASTÕES POR MENORES DE 12 ANOS “É uma nova forma de atuação, que amplamente está sendo veiculada na mídia, mas tudo tem a ver com o que já disse. Até doze anos sequer podemos impor uma medida mais drástica, tal como a internação, prestação de serviço à comunidade ou coisa do gênero. E quem age de tal forma tem a plena consciência de que não será punido, de acordo com a legislação. Portanto, isso é mais uma demonstração que a maturidade das pessoas hj é alcançada muito antes dos 18 anos. Não podemos admitir consciência apenas para coisas certa e para as coisas erradas, ou seja, inimputabilidade”.

DROGAS “Não apenas em Santa Fé do Sul mas em toda a nossa região e no país, o consumo de drogas se alastrou. Infelizmente, o consumo, embora eficaz o combate e dentro das possibilidades de cada Poder, muitas vezes supera nosso imaginário. Com o avanço das drogas modificadas, que gera o vício quase que de forma instantânea, difícil fica combater o tráfico diante de tal quadro. Me parece que a solução mais adequada seria uma divulgação ainda maior acerca das consequência do uso de entorpecente. Porém quando digo divulgação dos efeitos acredito que seria necessário a divulgação de propagandas mais incisivas, não basta dizer que as drogas matam, isso é evidente, as propagandas de cigarro e bebidas alcoólicas praticamente foram abolidas das televisões. Porém é necessário uma divulgação mais ampla, mais direta e em horários de “pico” onde todos possam ver e entender os males aos quais cada um poderá ser vítima A punição para o usuário hoje em dia já foi mitigada pelo legislador. Temos medidas como advertência para aqueles que são considerados usuários. A modificação legislativa demonstra de forma clara que a dependên-

cia é caso de Saúde Pública, embora eu não tenho notícias de que o Estado tenha investido em centros de tratamento para dependentes químicos, ao menos em nossa região. Mas ainda assim, nossa região, comparando-se com grandes centros, é muito tranquila e saudável para se viver”.

FAMÍLIA X ADOLESCENTE “Informação, informação e mais informação. Porém não podemos aqui, retirar a responsabilidade dos pais, é necessário que eles deem uma atenção maior aos seus filhos, porque, ninguém melhor conhece o filho, senão os próprios pais. O que não se pode é fazer vistas grossas para qualquer mudança de comportamento de um filho. As vezes tentar não enxergar o que é claro, pode trazer sérios problemas para o futuro do adolescente e da família. Depois de viciado o menor passa a furtar e até matar para conseguir dinheiro e manter seu vício. Portanto a medida deve ser exclusivamente preventiva por parte dos pais. Porém, temos ainda, casos em que o problema são os pais, ou seja, possuem uma vida desregrada a ponto de sequer perceber a mudança de comportamento de seus filhos. Neste caso compete a qualquer um, tal como professores, pais de outros menores, assistentes sociais, amigos, levar ao conhecimento das autoridades da área da Saúde, Promotoria de Justiça, Poder Judiciário, etc, o que realmente está acontecendo, para que assim se possa tomar as medidas contra quem de direito for”.

FAMÍLIA OMISSA O ESTADO ATUA “Sim. O Estado atua aplicando as sanções que forem peculiares ao caso concreto. O Estado sempre atuará na repressão e cuidados não só com os menores mas com os pais, responsáveis ou qualquer pessoa. O texto constitucional estabelece várias diretrizes a serem seguidas pelos nossos governantes. dentre elas está o dever do Estado e o direito de todos a cultura, saúde e educação, moradia, na realidade são os princípios básicos que tem por fim gerar um cidadão de um futuro melhor”. Setembro 2011


T R A N SPOR TE

O Rodoanel chegou 30 anos atrasado Para que tenhamos um trânsito com menos acidentes, apenas com a educação e mudança da cultura teremos resultados

sistemamega.com

Especialista em trânsito, Romeu Takame Mizutani é diretor do DSV (Departamento de Operação do Sistema Viário), estudou em escola pública, se formou em 1974 na Academia Militar do Barro Branco, terminou a carreira após 35 anos, exercendo o cargo de Comandante da Polícia Rodoviária no Estado de São Paulo. Takame concedeu entrevista à MEGA e abordou os mais diversos assuntos sobre problemas e soluções das malhas viárias de São Paulo e do Brasil. Com conhecimento estendido a trânsitos de outros países, Takame vê apenas na educação e na cultura, a única forma de se diminuir acidentes e obter uma melhor formação dos condutores.


ATUAÇÃO AS RODOVIAS O estado de São Paulo não esta totalmente capacitado, devido ao custo desse policiamento ser muito alto para a sociedade brasileira, em ter uma eficácia na fiscalização, na formação do motorista. Empresários no setor do transporte também precisam colaborar um pouco mais, muitas vezes cada um fica refém da mesma situação: do crime. Isso por conta de cada um ficar com seus problemas e viver na individualidade, se todos se reuniram para mesma finalidade tudo iria ser bem diferente. AS 10 MELHORES DO BRASIL Hoje nas estradas do Estado de São Paulo nós termos asfalto, segurança, condições diversas, mas mesmo assim, ainda se tem muito a fazer não somente no setor de policiamento, mas em relação de apoio ao motorista. As 10 melhores rodovias do Brasil se local-

izam no estado de São Paulo onde temos pedágios e apoio dos usuários. Ao sair desse estado nos deparamos com outra realidade nas vias públicas. A situação do caminhoneiro que sai do estado de São Paulo e atravessa as fronteiras encontra outro Brasil, outros tipo de rodovia com as quais esta acostumado a andar com outro tipo de direção. Isso gera um custo a mais para o país e para os empresários do transporte, pois tudo é diferente, tipo de asfalto, buracos, curvas não regulares, depreciação da rodovias e uma infinidade de outros itens de segurança e viabilidade. ADMINISTRAÇÃO DO DSV A Capital que cresceu de maneira rápida onde não teve tempo para se organizar no passado, no momento o DSV vem minimizando e auxiliando o máximo possível para que as obras de infra-estrutura aconteçam dentro do município para depois ter mais condições de trafegabilidade, no momento não se

tem a possibilidade de dizer o que irá resolver, mas um município com um número grande de veículos como São Paulo, será muito mais prejudicado se não for resolvido esse problema do transporte coletivo. Temos sim, que dividir em um espaço organizado para que todos possam usufruir, o coletivo, o particular, o transportador enfim os que se utilizam da malha para se locomover e tem de fazer isso com dignidade. RODOANEL A obra do rodoanel nasceu 30 anos atrasados, mesmo sendo uma solução imediata para que se retirem os caminhões do centro para que se consiga ter uma vazão melhor do transito. Este único rodoanel não será suficiente, mas deveremos ter outros ou um novo sistema, essa obra que irá ajudar, mas não vai solucionar o problema, pois onde sai um carro hoje entre mais três, umas das obras essências será do transporte de massa que deverá ser fomentado rapi-

Setembro 2011


T R A N SPOR TE

TREM BALA O trem bala seria interessante se atingisse boa parte das capitais do Brasil, mas isso é impossível devida a dimensão continental do Brasil, no Japão esse transporte funciona por lá ser uma ilha e suas dimensões territoriais serem diferentes, pois um único trilho resolve o problema que não é o nosso caso. EXTENSÃO NO METRÔ Para que se atendam todos os usuários seria necessário duplicar o número de trens do Metrô devido a extensão da cidade. Hoje o Metrô transporta quase 4 milhões de passageiros / dia e assim teremos mais conforto e diminuiria o número de automóveis transitando no asfalto o que resolveria parte do problema do transporte coletivo. MOTOS X CARROS O DSV vem estudando alternativas, mas o que observamos foi que esse problema esta no usuário que deverá estar preparado, capacitado para se comportar com educação, cortesia e também os motoristas do outros veículos, o que falta é cultura. Isso já aconteceu na Europa, em outros países como EUA e Japão na década de 70, mas nós brasileiros estamos um pouco atrasados no termo de exigência, comportamento,

sistemamega.com

educação, formação, falta muito aos brasileiros, somos jovens na cultura do transito e iremos superar assim como os demais países superaram RESPEITO AO PEDESTRE Isso irá depender das gerações que estão chegando, acreditamos na Educação no Transito a qual se torne parte da grade curricular das escolas. As ge-

Não será nesta geração que conseguiremos a educação no trânsito, mas, estamos avançando muito

damente.

rações de hoje não conseguiram se adaptar mas as que virão irão se adaptar com maior rapidez e atingiremos o nível nacional de educação no transito, assim como as crianças demonstram educação ao meio ambiente, que antes não existia. TRÂNSITO E IMPRENSA Por falta de conhecimento deveríamos antes de criticar saber o que cada insti-

tuição vem fazendo cm muito esforço. Os estudos feitos para tentar solucionar o congestionamento no município de São Paulo, hoje é a coisa mais complexa. Se acontecer um acidente grave em uma das avenidas para o transito de toda cidade inexoravelmente. PREFEITO KASSAB Todo o estudo é feito sobre um planejamento, criterioso, calculado, os problemas que surgem são analisados pela CET, uma companhia com alta tecnologia e pessoas capacitadas para mensurar cada situação e oferecer a melhor solução, mas muitas situações na cidade de SP necessitam de alta infra-estrutura. Hoje estamos com a obra do Rodoanel, melhorando a construção da marginal Tiete e da Pinheiros, todas essas alças estão interligadas, estamos realmente trabalhando para uma melhor aplicabilidade dos fluxos da malha viária de São Paulo, mas o mais importante é termos educação e compreensão. Com certeza melhoraremos muito a qualidade do nosso trânsito, sempre nos alerta, o prefeito Kassab que não mede esforços para que a cada dia alcancemos os melhores resultado visando a qualidade de vida da população em todos os sentidos e setores.


Setembro 2011


sistemamega.com


Thatiana Pessutto Piva

Inaugura Kamarim

Setembro 2011


Fotos da Capa e matéria Laura Lima

MODA

Em Fernandópolis, uma loja para atender ao público que usa manequins de 44 ao 56 oferece a moda do eixo Rio – São Paulo

Kamarim Plus Size: a moda dos tamanhos 44 ao 56 sistemamega.com


Com o objetivo de atender quem sempre teve dificuldades em achar modelos de roupas com tamanhos plus size, em tradicionais lojas de confecções, agora em Fernandópolis chegou Kamarim. Sob a direção de Thatiana Pessutto Piva, de 29, a bióloga, administradora e comerciante oferece oportunidades de se encontrem em sua loja todos os estilos que desfilam nas passarelas do eixo Rio-São Paulo a fim de atender a esse público que vem crescendo muito, não apenas no Brasil, mas também em outros países. A diferença de uma modelo e de uma miss não é a beleza e, sim, o porte do corpo, diz Thatiana: “O Brasil e o mundo, em geral, sempre tiveram a mulher magra como padrão de beleza modelo para passarela, mas os padrões de gosto do homem brasileiro é, sem dúvida, de mulherão, ou mulher com um porte maior ao de um manequim 36, de passarela”. ATENDIMENTO O diferencial da Kamarim é exátamente o atendimento atrelado à qualidade e à diversidade de itens.

“O bom atendimento é fundamental aos nossos clientes que buscam atenção, respeito e cordialidade. Sabemos que as pessoas que utilizam esse tipo específico de numeração, na maioria das vezes, não encontram a sua numeração, causando imensa frustração. Sabedoras disso, fizemos um treinamento específico às nossas atendentes para, exatamente neste momento, oferecerem tudo com muito respeito e atenção”. ACESSÓRIOS Juntamente com os modelos que deixam esse público literalmente na moda, vem uma série de acessórios entre pulseiras, cintos, brincos e diferentes itens que completam o modelito e fazem toda a diferença ao compor um estilo. “Para uma festa, um encontro casual ou ainda viagens, sabemos que nossa cliente vai estar bem vestida em todas as situações pelo mix de opções que temos a oferecer”. NO MUNDO Fluvia Lacerda e Mayara Russi são destaques brasileiras no mundo das passarelas. Desde lingerie a alta costura, as modelos Plus Size vêm

ganhando espaço e notoriedade no mundo da moda devido à ascensão do mercado plus size. A revista MEGA criou um editorial de moda onde a modelo Damile Regina Stradioto Roberto posou para mostrar o estilo das roupas e acessórios da Kamarim. PRODUTOS E PREÇOS “Eu mesma escolho todos os modelos disponíveis na loja que são, na verdade, tendências do mundo da moda dos tamanhos de 38 a 42”. A moda não fica diferente para o mundo plus size, assim encontrando tudo o que é tendência hoje em baladas, festas sociais, viagens ou para trabalho. Compro e tenho para oferecer uma seleção prévia de bom gosto aliado ao preço justo, pois não adianta termos todas as opções, se nossas clientes não conseguirem adquiri-los por preços que não cabem no orçamento”. Thatiana ainda destaca que existem facilidades de pagamentos e que, na semana de inauguração, detectou as expectativas das clientes, e hoje está com uma grade de modelos em equilíbrio com o preço, deixando amplamente sanadas as expectativas das clientes terem o que procuram e conseguirem levar o que sonharam.

Loja Plus Size: Kamarim Endereço: Rua São Paulo, 2081 Cidade: Fernandópolis Telefone: 3463 3275 Manequins: 44 ao 56 Oferece: Roupas e acessórios Editorial: Célia Souza Cabelo e Maquiagem: Maiquel Jóia As tops Plus Size Mayra Russi ( acima) e Fluvia Lacerda que

abrilhantam as passarelas no Brasil e no mundo

Sapatos: Sapataria Cruzeiro Setembro 2011


MODA

Kamarim: inaugura com glamour e elegância Antenadíssima com as últimas tendências, Thatiana inaugurou em grande estilo uma loja especializada em plus-size para atender especialmente às mulheres que vestem acima do 44. Um completo sucesso esta iniciativa que tem como base deixar as mulheres ainda mais belas e elegantes e com opções moderníssimas de escolha de seus looks. A loja oferece opções em vestuário e acessórios.

sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


ED UC AÇ ÃO

FEF pede ao MEC credenciamento para Centro Universitário Processo protocolado no dia 13 de setembro tramita com expectativa de ser autorizado em 2012 Começou a tramitar esta semana no Ministério da Educação (MEC) o processo 201110527 da Fundação Educacional de Fernandópolis para o credenciamento da Instituição como Centro Universitário. O presidente da FEF, Paulo Nascimento, acredita que, em 2012, o MEC deva autorizar o credenciamento. “Hoje, a FEF é um centro universitário de fato. Todas as comissões do MEC que visitam a FEF elogiam o projeto pedagógico, o corpo docente, o corpo técnico administrativo, a infraestrutura e o projeto da instituição nas áreas de ensino-pesquisa-extensão. Por isso, a FEF é nota 4 na avaliação do MEC (numa escala que vai

de 0 a 5), fato que contribui, e muito, para o credenciamento de direito da FEF como Centro Universitário”, diz otimista o presidente Paulo Nascimento. Com o credenciamento de Centro Universitário, a FEF ganhará maior autonomia, inclusive para implantação de novos cursos. “Atualmente, como faculdade isolada, temos que ingressar com processo no MEC enfrentando um longo e burocrático caminho. Num mercado em que novas profissões surgem a todo instante, é necessário ganhar agilidade para atender a essa demanda na formação de novos profissionais. Essa agilidade nós teremos como Centro Universi-

Paulo Nascimento e Marcos Polizalli

tário”, enfatiza o diretor acadêmico Dr. Marcos Polizelli. Os centros universitários foram criados na década de 90, em meio ao processo de reforma da educação superior e da diversificação das instituições de ensino. A criação desse novo tipo de instituição – o Centro Universitário – e a posterior concessão de autonomia ao mesmo respondiam a uma demanda específica do setor privado de ensino superior. Com esse novo formato institucional, abriu-se a possibilidade de as instituições gozarem das prerrogativas da autonomia universitária, entre as quais, a liberdade para abertura de novos cursos de graduação, bem como o número de vagas oferecidas.

Setembro 2011


E N T RE VISTA

Sincomerciários, em momento de renovação

Rosana Alarcon Presidente do Sincomerciários de Fernandópolis

sistemamega.com


MEGA: Como surgiu a idéia e como foi a concepção para a realização do 1º Miss Comerciária em Fernandópolis? Você esperava todo este sucesso? ROSANA: O Miss Comerciária na verdade já é uma prática da Fecomerciários (Federação dos Empregados no Comércio no Estado de São Paulo), que ainda não tinha sido realizado em nossa cidade. Foi então que achei que era hora de promover esse evento para destacar a beleza das nossas comerciárias junto a Federação. Confesso que me surpreendi com o sucesso do evento, com o apoio do comércio de Fernandópolis e a participação não só dos nossos associados, mas de toda sociedade Fernandopolense, autoridades, políticos, empresários e patrocinadores. MEGA: Como esta a expectativa para a próxima etapa? ROSANA: Estamos entusiasmados e preparando nossa candidata que representará nossa cidade no Miss Comerciária Paulista que será realizado no dia 26 de Novembro na cidade de Ribeirão Preto. Ela sendo a vencedora do Concurso, trará o Miss Comerciária Paulista para ser realizado na cidade de Fernandópolis com o apoio total da Federação. MEGA: Ter a presença do presidente da Fecomerciarios no evento foi uma conquista e mostrou a credibilidade que o Sincomerciarios de Fernandópolis têm a frente da federação? ROSANA: Foi uma honra ter a presença do Presidente da Fecomerciários de São Paulo Luiz Carlos Motta prestigiando o nosso evento e nos apoiando desde o início e acreditando que seria um grande evento. Isso mostra que o Sincomerciários de Fernandópolis pode contar com o total apoio da Federação por confiar e acreditar nessa entidade. MEGA: O Sindicato dos Comerciários recentemente passou por uma grande reforma, como está sendo ter praticamente uma nova sede para receber os associados? ROSANA: A nova sede agora possui uma estrutura mais adequada para receber os nossos comerciários que é nossa prioridade para que eles se sintam em casa e possam desfrutar melhor de todos os benefícios que o sindicato oferece.

MEGA: Como é para você ser presidente, estar a frente dos desafios e anseios que este cargo exige? ROSANA: Está sendo uma experiência nova e muito gratificante. Muito aprendizado e muita vontade de trabalhar. A luta pela classe comerciária não é fácil, mas quando encontramos apoio no que fazemos, fazemos com clareza e honestidade tudo e fica mais fácil. MEGA: Como funciona o Sindicato, quantos conveniados, quem pode se conveniar, nos fale mais a respeito da instituição e da sua importância para Fernandópolis? ROSANA: O Sindicato dos Empregados no Comércio de Fernandópolis é uma instituição em defesa da classe comerciária de nossa cidade. A luta do Sindicato não se restringe apenas em nossa cidade, participamos de Congressos e Mobilizações por todo o estado, sempre enviando representantes de nossa cidade, lutando por melhores salários, melhores condições de trabalho como a Luta pelas 40 horas semanais, Fator previdenciário, Regulamentação de profissão, entre outros. Hoje temos em torno de 1.000 associados e esse número continua crescendo devido ao nosso trabalho transparente no comércio de nossa cidade. Todos os funcionários que estiverem registrados no comércio a mais de 90 dias, pode usufruir dos benefícios se tornando sócio. Os benefícios são: Dentista, Locadora com mais de 7.000 filmes, Departamento Jurídico e Informática além do nosso Centro de Lazer na Praia Grande. Temos várias empresas conveniadas, que oferecem descontos para os nossos associados. A importância do Sincomerciários em Fernandópolis é mostrar um sindicalismo diferente, participativo, político e envolvido nas causas sociais da nossa cidade. Com isso só temos a crescer cada vez mais, e gostaria de ressaltar mais uma vez o apoio e a confiança do nosso presidente Luiz Carlos Motta que nos traz mais credibilidade.

17 - 3442 2003 / 3442 5177 Av. dos Arnaldos, 1128 - Centro Fernandópolis

Setembro 2011


AT UAL IDADE

Rosana Alarcon

Luiz Carlos Motta

Presidente do Sincomerciários

Presidente da Fecomerciários

Sincomerciários de Fernandópolis realizou o 1º Miss Comerciária O Sincomerciários de Fernandópolis realizou no último sábado (10/9) seu 1º Miss Comerciária, um evento que superou todas as expectativas em termos de organização, participação de candidatas e presença em peso da categoria comerciária daquela pujante cidade e da região. Mais de 480 pessoas prestigiaram o Concurso, realizado na Casa de Portugal. O público vibrou com a performance das 12 candidatas, que pareciam profissionais na passarela. No final, a bela Karine dos Santos Morais, da Ótica Visão, foi escolhida a 1ª Miss Comerciária de Fernandópolis. Em 2º lugar, como Miss Elegância, foi eleita Josilene de Souza, da loja Moça de Seda. Maria Fernanda Peres Ribeiro, do Magazine Luiza, ficou sistemamega.com

na 3ª colocação, como Miss Simpatia. A presidente Rosana Maria Alarcon Sampaio assumiu toda a organização do Miss Comerciária. Graças à sua determinação, o evento – uma das bandeiras de sua gestão à frente do Sincomerciários – foi um sucesso. Tanto que ela recebeu muitos elogios do presidente da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, grande incentivador deste Concurso e que marcou presença na festa de Fernandópolis. “O prestígio que o Motta nos deu, ao participar do nosso 1º Miss Comerciária, foi maravilhoso. Sua presença encheu a todos de alegria”, afirmou a presidente Rosana Alarcon. Para Motta, foi um prazer imenso participar do evento. “Apoiei

a decisão da Rosana em promover esse concurso, algo inédito para a categoria comerciária em Fernandópolis, e a organização foi exemplar, resultando em uma confraternização brilhante”. Rosana Alarcon ficou satisfeita. “Estou feliz com o resultado, confesso que não esperava, superou minhas expectativas”. Para ela, os comerciários de Fernandópolis e da região mereciam um evento desse porte. “Era preciso mostrar para o comércio e para os comerciários que o Sindicato pode desenvolver novas ações, novas iniciativas em prol da categoria e da cidade”. Segundo a presidente, o público só não foi maior porque o local não suportava


mais gente. “Já estou sendo cobrada para realizar a segunda edição do Concurso em um lugar mais espaçoso”, completou. Para realizar o Concurso, a presidente recebeu o apoio da diretoria e dos funcionários do Sincomerciários de Fernandópolis, da Agência AJF Models, sob direção de Ana Paula Ortiz e Júlio Pavezi, que a ajudaram na seleção das candidatas, e do empresário Jeder Rissato, das Lojas Gigantão e Tomaladaka, patrocinadores do evento. Karine dos Santos Morais foi eleita a Miss Comerciária Fernandópolis. Após a premiação das candidatas vencedoras, houve um show da dupla Maurício e Luciano.

Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


MODA SR. BELO E

sistemamega.com


E DALMOBILLE

Setembro 2011


sistemamega.com


MĂ­dia G Setembro 2011


VIAG E M

L.A. A cidade dos anjos

Los Angeles é um roteiro de viagem praticamente irresistível pois vive no imaginário da maioria das pessoas perpetuada pela memória dos filmes de Hollywood, afinal a cidade é a meca mundial do cinema. Embora seja uma grande metrópole a cidade se diferencia da maioria delas por não ter grandes arranha-céus mas sim grandes, na verdade quase infinitas avenidas. Bairros, e casas tomam conta da paisagem urbana e talvez a quase ausência de prédios se dê ao fator que Los Angeles está localizada em uma área propensa á terremotos, o que estimulou seus moradores a iniciar esta cultura de casas que deixou a cidade ainda mais charmosa e receptiva. Outra paixão de seus moradores são carros, ou seja, prepare-se para o barulho porque definitivamente a cidade é muito barulhenta e tem um trânsito intenso. A cidade encanta não apenas pelo sistemamega.com

seu estilo único que é uma eterna mistura de glamour-chic e hippie, mas também pelos estilosos moradores os quais causam a impressão que vieram a L.A. tentar a sorte nos estrelados estúdios cinematográficos e nunca mais voltaram. Enfim, deixe-se contagiar pelo sol, pelo clima e pela sensação que vai ver uma estrela de cinema ao cruzar a rua, e isto não é fantasia a cidade é o endereço preferido deles. Sunset boulevard O nome desta que é a mais famosa avenida veio do filme homônimo filme de Bill Wilder que no Brasil ganhou o título de Crepúsculo dos deuses. Nos anos 20, a Sunset era uma estrada que ligava os nascentes estúdios de Hollywood às casas das estrelas. Hoje, é um dos pontos centrais da vida noturna de Los Angeles, principalmente no badalado trecho da West Hollywood.


Impressiona com seus 39 kms de comprimento ligandoFigueroa Street na baixa da cidade à Pacific Coast Highway perto de Santa Monica. No seu percurso a Sunset Boulevard passa por locais como Echo Park, Silver Lake, Los Feliz, Hollywood, West Hollywood, Beverly Hills, Holmby Hills, Bel-Air, Brentwood e por Pacific Palisades. House of Blues A cidade é repleta de charmosos endereços noturnos o que faz você automaticamente pensar que seria necessário umas cinco viagens para conhecer bem esta sedutora cidade. Entre os tantos imperdíveis a Mega escolheu o House of Blues de propriedade do ator Dan Aykroyd e do Hard Rock Cafe. A casa vive cheia de pessoas que curtem boa música ao vivo e gastronomia do sul enfatizando a famosa “inspiração da música para a alma.” Roosevelt Hotel Localizado em frente ao histórico Teatro Chinês este hotel charmossérimo e de clima retrô hospedou Montgerry Cliff, a diva Marilyn Monroe e foi o local onde aconteceu a primeira cerimônia do Oscar em 1929. Na época 250 membros da academia pagaram 1o dólares para participarem, e cindo júris escolheram os 15 oscars. Kodak Teather Emocionante parar a frente do teatro e lembrar que uma vez por ano os olhos do mundo inteiro se voltam para seu famoso red carpet onde as estrelas de cinema posam para os paparazzis e aguardam ansiosamente a escolha dos melhores do ano.

Setembro 2011


Fotos: Célia Souza

VIAG EM

Teatro Chinês Localizado no mesmo quarteirão que o Kodak Teather está outro famoso prédio que também hospedou as cerimônias do Oscar o Teatro Chinês. Hoje recebe turistas e ainda atores em badaladas pré-estreias. Lá e possível tirar foto com atores caracterizados de Elvis, jack Sparow entre outros. Vale o passeio e uma foto com certeza. Calçada da Fama Parada obrigatória para qualquer visitante ela se estende ao logo das ruas Hollywood Boulevard e Vine Street, onde mais de duas mil lajes estampam em estrelas a assinatura das celebridades honradas pela Câmara do Comércio de Hollywood pela contribuição à industria do entretenimento. Enfim á muito o que se ver, e Los Angeles é uma combinação perfeita e maravilhosa de museus, espetáculos de dança, estúdios de cinema, clínisistemamega.com

cas de Reabilitação, salões de beleza, imensas galerias de instrumentos musicais, lojas de tatoos, estúdios de gravação, ou seja, um mundo quase surreal mas que vai te deixar absolutamente fascinado. Se o tempo for curto, não abra mão daqueles tradicionais passeios em ônibus turísticos pelos principais pontos, é válidos para ter uma prévia dos bairros e também para escolher onde voltar com mais tempo. E não lamente se comprar o famoso mapa das estrelas apenas para trazer de volta na bagagem, a cidade é mágica e atrai aproximadamente 26 milhões de visitantes por ano. Fica a dica, L.A. embora esbanje estilo não é muito indicada para compras o preço fica nas alturas. Mas fica também uma certeza, a Cidade dos Anjos é um lugar para se voltar inúmeras vezes, se sentir saudades é só lembrar do sol e ouvir Hollywood Nights de Bob Seger, trilha perfeita para definir a cidade que é a verdadeira namoradinha dos Estados Unidos.


Setembro 2011


Maratona da Independência de Santa Rita foi sucesso

SANTA RITA D’OESTE

Classificação 10 km - Masculino Livre : 1º Reginaldo de Souza 2º Josimar de Oliveira 3º Luiz dos Santos 4º Carlos Pereira 5º Alberto Antonio O Governo Municipal, através da Diretoria de Esportes, da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Educação, e em parceria com a empresa Physicus, comemoraram o feriado nacional de 7 de setembro, com a 1ª Maratona da Independência de Santa Rita d’ Oeste. O evento que reuniu atletas do município e da região, teve início às 8h30, na Praça da Matriz, com a execução do Hino Nacional, e logo após deu-se inicio as atividades esportivas, momento em que o Prefeito Municipal, Walter Muller, apresentou à todos o troféu “Maycon David da Silva dos Santos” que foi entregue aos atletas pratas da casa. A Caminhada da Saúde abriu a 1ª Maratona da Independência, com a participação de crianças, jovens, adultos e o grupo da melhor idade participaram, com um único objetivo “incentivar as pessoas à pratica da atividade física, para uma vida saudável”. Em seguida houve a largada para as corridas com percursos de 5 e 10 km, nas categorias: Livre e Pratas da casa, para ambos os sexos, com um total de 150 inscritos. Após a entrega dos prêmios, houve sorteio de brindes, oferecidos pelo comercio de Santa Rita e da região. A 1ª Maratona da Independência foi um grande sucesso. O atleta Josimar de Oliveira, campeão dos 10.000 metros, sistemamega.com

e acostumado a participar de maratonas como as de São Paulo e do Rio de Janeiro, parabenizou a administração pela organização do evento, e disse que estará presente nas próximas edições. Após o encerramento das corridas, outras atividades foram feitas no decorrer da tarde. A Praça da Matriz se transformou em um grande parque de atividades recreativas, físicas e educacionais para todas as idades, enquanto no Centro Comunitário, a equipe Centro Terapêutico de Santa Fé do Sul, ofereciam massagens relaxantes para todos, e professores e alunos da Academia Sport Team e da Academia Superação, faziam demonstrações de aulas de jump e artes marciais. O diretor de esportes e organizador do evento, Elcio Bertão, agradeceu a todas as secretarias envolvidas neste trabalho, aos profissionais da saúde que ficaram disponíveis o tempo todo para auxiliar nas provas, aos voluntários e a toda a população que participou, fazendo com que a festa ficasse ainda mais bonita. Segundo o prefeito Walter Muller, a Maratona da Independência superou todas as expectativas da equipe organizadora e, no próximo ano, o objetivo é melhorar ainda mais o evento, pois a respostada população foi muito favorável, estando certo que vale a pena investir na saúde e na qualidade de vida da população.

10 km – Feminino Livre : 1º Andréia 2º Daiane Mendes 3º Lúcia 4º Lourdes 5º - Não houve classificado 05 km - Masculino Livre : 1º João Carlos 2º Vanderlei 3º Carlos Faustino 4º José Carlos 5º José de Carvalho Pratas da casa: 1º Dênis 2º Helio Rodrigues 3º João Pedro 4º Diogo Assunção 5º Jardson Glauber 05 km – Feminino Livre : 1º Eliete Aparecida 2º Eliane Oliveira 3º Rolmas Sara 4º Jussara Milena 5º Ana Carolina Dusso Pratas da casa: 1º Diovana Ferreira 2º Amanda Conceição 3º Joice Cristina 4º Naiara Barbato 5º Liliana Rodrigues


O governo municipal de Santa Rita d’ Oeste, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e do CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, realizaram o 1º Casamento Comunitário, no dia 24 de setembro, com objetivo de formalizar a união civil dos casais que viviam juntos à algum tempo e sonhavam com a oficialização do matrimônio. O evento oficializou a união de 17 casais, e a cerimônia de oração contou com a presença de 11 casais, os quais receberam a benção através de uma celebração ecumênica e fizeram a troca de alianças. Os noivos recepcionaram aproximadamente 300 convidados com um maravilhoso jantar oferecido pelo Buffet Social de Santa Rita D´Oeste, que vem se destacando na região pelo excelente serviço prestado. Dentro os convidados estavam padrinhos, familiares, amigos e autoridades do mu-

nicípio. Para os noivos a iniciativa do governo municipal em realizar o casamento comunitário, os deixou muito felizes, pois todos os casais sonhavam com a formalização do casamento, e se cada qual fosse realizar individualmente sua cerimônia, haveria um custo muito elevado. Já com o casamento comunitário, tiveram a oportunidade de realização do sonho, sem todas aquelas dificuldades naturais de um evento como este. Pelo prefeito municipal Dr. Walter Muller, foi dito que “ proporcionar o evento foi uma experiência gratificante” disse ainda da felicidade em poder ver na face dos noivos a realização do sonho do casamento. A primeira-dama Ana Cláudia também disse estar se sentindo realizada, pois a regularização da situação civil de um casal é de extrema importância para a consolidação de seus direitos futuros. Setembro 2011

SANTA RITA D’OESTE

Santa Rita realiza 1º Casamento Comunitário


sistemamega.com


144 jovens recebem, em solenidadea entrega de certificados de dispensa de incorporação

VIRADOURO

Foi realizada, no último dia 1º de setembro, pela Junta de Serviço Militar de Viradouro, a Solenidade de entrega de 144 CDIs- CERTIFICADOS DE DISPENSA DE INCORPORAÇÃO- aos jovens da classe de 1993 e anteriores, residentes em Viradouro. A solenidade aconteceu no Ginásio de Esportes e contou com as presenças do prefeito Paulo Camilo Guiselini e o Presidente da JSM-135, Capitão Fernando Antonio de Souza, que é delegado da 10ª Del/SM de Barretos, do Presidente da Câmara e vereador Dr. Edson Luiz Franco, vereador Sebastião Manteli, representando a Divisão de Educação Izabel Nozaki, além do diretor de esportes Reginaldo Reis, representando o CONSEG Geraldo Aguiar da Rocha, do Secretário da JSM-135 José Mário Sartori e Secretário da JSM Terra Roxa João Batista Ladeia. Na oportunidade, os jovens também tiveram a participação das madrinhas e padrinhos dos jovens. Os atiradores do TG-02-005 de Barretos fizeram a formação da Guarda de Honra à Bandeira do Brasil, símbolo nacional.

Setembro 2011


VIIIº Festa do Peão de Boiadeiro Foram 5 dias de festa de portões abertos para a população de Nova Canaã que marcou a realização da oitava edição desta grande festa que têm atraído não apenas os municípes mas também a região. O prefeito Silvano Cezar Moreira em sintonia com o legislativo, com o forte trabalho da equipe de servidores municipais, e com o aval da população recepcionou em grande estilo os visitantes que além de prestiagrem a festa, também puderam assistir de perto a realização da terceira cavalgada, que mostrou nesta edição ainda mais força no resgate desta tradição cultural tão forte no município. Enfim o município de Nova Canaã Paulista que caminha nesta gestão de braços dados com o desenvolvimento se destacou mais uma vez e atraiu para si os olhares da região que cada vez mais percebe que Nova Canaã é sim, um ótimo lugar para se viver, para conhecer e para voltar!

sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


STOC K C AR

Stock Car: Crystal Racing Team promete ser "pedra no sapato" no playoff Mesmo fora da briga pelo título, Zonta e Campos correm atrás da primeira vitória, embalados pelos bons resultados recentes Mesmo fora da briga pelo título, Zonta e Campos correm atrás da primeira vitória, embalados pelos bons resultados recentes. Após ter ficado de fora do playoff decisivo da Copa Caixa Stock Car por poucos pontos, a Crystal Racing Team não abriu mão da temporada 2011 e vai para Santa Cruz do Sul, prova que abre a fase final do campeonato, com o objetivo de ser uma “pedra no sapato” dos dez finalistas. Apesar de não conseguirem mais o título, Ricardo Zonta e Julio Campos seguem empolgados, principalmente pelos últimos resultados, em busca da primeira vitória do time na categoria. Para o experiente Zonta, que conta com passagens por F-1 e FIA GT, a pista gaúcha tem uma leve pitada de novidade. “A primeira e última vez que andei em Santa Cruz do Sul foi em 2007. Nos outros anos, compromissos profissionais fora do Brasil me fizeram ficar ausente. Mas creio que isso não seja nenhum empecilho, pois gosto muito desse traçado e estamos retomando

a regularidade nos pontos. Estamos firmes e fortes na briga por pódios e vitórias”, comenta o paranaense. Já Campos terá um carro praticamente novo neste fim de semana, após o forte acidente sofrido na largada da corrida nas ruas de Salvador, quando foi tocado por Felipe Maluhy na volta inicial. “O carro ficou bastante destruído, quase toda a bolha teve de ir para o lixo, mas a equipe trabalhou a toque de caixa nesses poucos dias de intervalo

e estaremos prontos para a corrida”, destaca. O também paranaense conta com o bom retrospecto para um bom resultado: já venceu em Santa Cruz do Sul duas vezes no mesmo dia, quando fazia as categorias de base da Stock Car em 2009, a Copa Vicar e a Pick-up Racing. “Esta é uma pista que de gosto muito e farei de tudo para repetir este bom desempenho e dar ao time um resultado mais que merecido”, completa. Setembro 2011


sistemamega.com


E MPREG O

Executivos também vão à Justiça do Trabalho De um tempo para cá, para aqueles que observam com cuidado o mercado de trabalho já podem notar uma alteração no relacionamento empresa versus executivo. O embate na Justiça entre eles deixou de ser incomum e já podemos dizer se tratar de algo corriqueiro. Não são raros os casos em que diretores de arte de grandes agências de publicidade, diretores executivos de bancos, diretores executivos de empresa de redes de fast food, diretores de redes de supermercados, entre outros profissionais, buscam junto a Justiça do Trabalho a proteção dessa relação. E, nesses casos, as indenizações são altas, principalmente quando se relacionam também a dano moral, pois os cálculos partem de um valor salarial muito elevado. Mas por qual motivo uma relação como essa tem chegado ao Poder Judiciário? Há muitas possibilidades, mas poderíamos destacar: alteração na proteção legislativa, mudança da forma de trabalho, o despreparo das empresas e do seu departamento de recursos humanos no trato com os executivos e as exigências maiores dos empregados que ocupam outro ponto da pirâmide da estrutura empresarial. Esse último item, em especial, devese um maior destaque. A busca por profissionais que ocupam o topo da pirâmide empresarial – e não mais na linha de produção – para que desenvolvessem estratégias de negócios no intuito de melhorar a gestão, trouxe consigo uma alta exigência de formação para contratação de gerentes, supervisores, superintendentes, diretores e outros cargos. Eles são chamados de “cargos de gestão” pelas empresas. Nesse perfil, profissionais cada vez mais jovens têm se identificado. Hoje, o tratamento outrora endereçado para os funcionários antes denominados “de chão de fábrica”, com enorme cobrança, jornadas de trabalho exageradas, exigência de resultados, se transferiu também ao topo da pirâmide: empregado com maior

nível acadêmico e hierárquico e seu empregador. Essa mudança trouxe para a Justiça do Trabalho um enorme crescimento de ações trabalhistas entre executivos empregados ou prestadores de serviços contra o empregador. Esse profissionais de gestão, em razão do aquecimento do mercado, perderam o medo de propor ações, sobretudo pelo tratamento rigoroso que essa mesma Justiça do Trabalho tem dado as listas negras - nome dado às listas criadas por certas empresas de ex-empregados que processam seus ex-empregadores. Essas ações crescem especialmente em função do fenômeno chamado “pejotização”, ou seja, de reais empregados que são contratados por meio de empresa constituída pelo empregado para a prestação de serviços. Nesses contratos, não obstante exista uma única vantagem para o prestador de serviços, qual seja, recolhimento menor do Imposto de Renda aumentando a liquidez do valor mensal recebido, tais executivos não têm direito

a nenhum direito previsto na CLT como: FGTS, proteção de algumas garantias financeiras em razão de dispensa, aplicação nas normas coletivas, 13º salários, férias etc. Vale ressaltar também a ausência de tato das empresas na hora da dispensa desses executivos. Isso porque, muitas vezes, infelizmente, são retirados de um patamar de senhores, com muitas pessoas subordinadas, para simplesmente serem tratados como números. Eles acabam sendo dispensados, muitas vezes, com doenças como pânico, depressão e outras, originárias em algumas situações, da própria pressão sofrida na empresa. Conclui-se então que as empresas devem se preparar melhor para administrar a carreira destes profissionais desde a sua entrada até a sua saída. E, assim, tentar evitar este conflito litigioso na Justiça do Trabalho. Essas ações, que estão se tornando cada vez mais comuns, provocam um grande passivo aos caixas das empresas.

Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


C

Caminho das pedras

sistemamega.com

Elas foram usadas á exaustão para dar acabamento á fachadas, mas agora ganham destaque e notoriedade ao abrir espaço nos ambientes internos. Aposta certeira de 9 entre 10 decoradores, as pedras e tijolos como revestimento ganham destaque e prometendo inovar e dar ar moderno mas aconchegante aquele cantinho que parecia sem graça. A proposta das peças cortadas como tijolos, tons próximos das pedras, ou até mesmo pedras combinadas com rejunte proporcionam resultados surpreendentes. Por isso consulte um especialista, redecore e transforme seu espaço com esta tendência inovadora.


Setembro 2011


R Recicle

sistemamega.com

O regresso às origens á a palavra da vez, onde a preservação do tradicional é valorizada. Por isso não se esueça que a decoração é cíclica, e não tenha medo de revirar móveis e peças que andavam esquecidos. Quase tudo pode ser misturado á peças contemporâneas garantindo estilo e personalidade á sua decoração.


Setembro 2011


Penne all’arrabiatta Para bons apreciadores da típica comida italiana este é literalmente, um prato quente, isto é, forte e apimentado, popular na Roma e na Itália central. Aumente ou diminua a quantidade de pimenta de acordo com o quanto você deseje “quente”. Ingredientes 500 Grama(s) Macarrão tipo Penne 5 Colher(es) de sopa Azeite extra virgem 100 Grama(s) Bacon em fatias miúdas 2 Lata(s) Tomate pelado 1/4 Colher(es) de café PImenta calabresa seca A gosto Manjericão (folhas) 2 Colher(es) de sopa Queijo parmesão ralado 1 Dente(s) Alho picado A gosto Sal

sistemamega.com

Modo de preparo Coloque 4 colheres de azeite e o alho picado em uma panela grande com fogo médio até o alho chiar. Corte as fatias do bacon e frite em outra panela, até ficar tostado. Adicione os tomates picados grosseiramente, a pimenta e um pouco de sal. Reduza o fogo e cozinhe até os tomates terem reduzido e estarem separados do óleo, retire do fogo e reserve. Após o preparo dos tomates e do bacon acrescente o azeite de oliva e o alho, também coloque a outra colher de azeite e o queijo ralado, misturando todos os ingredientes. Ferva o Penne em boa quantidade de água e sal grosso, não use óleo. Quando estiver al dente escorra e junte com o molho na panela e dê uma leve esquentada. Prove o tempero, decore com as folhas de manjericão e sirva em seguida. Bom apetite!


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Setembro 2011


sistemamega.com


Revista MEGA