Issuu on Google+

Publicação mensal do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas Ano III nº 25 Maio/2008

is

SE

os N a c io

na

SI

g Jo

Manaus, a capital do

SESI Jogos Nacionais


01

EDITORIAL Ação Global beneficia 45 mil em exercício de cidadania

02

DESTAQUES

NOTÍCIAS Manaus, a pátria do atleta-trabalhador da indústria

09

IEL promove feira para fortalecer micro negócios

14

IEL vai prestar consultoria em projetos

14

IEL inaugura Central de Telemarketing

04

SESISAÚDE homenageia seus enfermeiros

04

SENAI inaugura 1º Cequal do Norte com Petrobras e Abraman

Superintendentes do SESI cumprem agenda em Manaus

04

CNI entrega notebooks a docentes do SESI e SENAI do Amazonas

Unidade Odontológica do SESI na Suframa

05

CIET-SESI/SENAI participa da Construnorte 2008

16

Colaboradores das Escolas fazem capacitação

05

Casamento Coletivo une 50 industriários da Moto Honda

17

Encontro do IEL reúne mais de 2.500 estagiários

05

Coletores de sementes recebem agroindústria em Manaquiri

18

Sistema FIEAM comemora Mês da Indústria com crescimento no setor

06

Sebrae/AM expõe produtos em homenagem às mães

‘Cozinha Inteligente’ atualiza parceria SESI-IEL

07

Unidade ‘David Nóvoa’ monta workshop em Iranduba

08

Biblioteca Raimar Aguiar festeja primeiro aniversário

15 16

19 20


Foto: Miguel Ângelo

eE DdI T Oi RtI AoL r i a l D I R E T O R I A Presidente: ANTONIO CARLOS DA SILVA 1º Vice-Presidente: ATHAYDES MARIANO FÉLIX 2º Vice-Presidente: AMÉRICO AUGUSTO SOUTO RODRIGUES ESTEVES Vice-Presidentes: TEREZA CRISTINA CALDERARO CORRÊA, FRANCISCO RITTA BERNARDINO, ROBERTO DE LIMA CAMINHA FILHO, NELSON AZEVEDO DOS SANTOS, NEILSON DA CRUZ CAVALCANTE, ALDIMAR JOSÉ DIGER PAES, WILSON LUIZ BUZATO PÉRICO, CARLOS ALBERTO ROSAS MONTEIRO, JOAQUIM AUZIER DE ALMEIDA, AGOSTINHO DE OLIVEIRA FREITAS 1º Secretário: AUGUSTO CÉSAR COSTA DA SILVA 2º Secretário: ORLANDO GUALBERTO CIDADE FILHO 1º Tesoureiro: ERNANI LEÃO DE FREITAS 2º Tesoureiro: FRANCISCO ORLANDO TRINDADE DA ROCHA Diretores Suplentes: JONAS MARTINS NEVES, PAULO SHUITI TAKEUCHI, AMAURI CARLOS BLANCO, FRANK BENZECRY, ENGELS LOMAS DE MEDEIROS, MÁRIO JORGE MEDEIROS DE MORAES, SÓCRATES BOMFIM NETO, LUIZ CARVALHO CRUZ, JOSÉ AUGUSTO PINTO CARDOSO, RONALDO GALL, CARLOS ALBERTO MONTEIRO, JAIME TERUO MATSUI, FRANCISCO AUGUSTO SOUTO RODRIGUES ESTEVES, JOSÉ MIGUEL DA SILVA NASSER, DAVID CUNHA NÓVOA, ARIOVALDO FRANCISCHINI DE SOUZA, CARLOS ALBERTO MARQUES DE AZEVEDO Conselho Fiscal: TITULARES: MOYSES BENARROS ISRAEL, RENATO DE PAULA SIMÕES, ALCY HAGGE CAVALCANTE SUPLENTES: FERNANDO BRANDÃO DE ALBUQUERQUE, CARLOS ALBERTO SOUTO MAIOR CONDE, DAVID NÓVOA GONZALES Delegados Representantes junto ao Conselho da CNI TITULARES: JOSÉ NASSER, ANTONIO CARLOS DA SILVA SUPLENTES: ATHAYDES MARIANO FÉLIX, AMÉRICO AUGUSTO SOUTO RODRIGUES ESTEVES

Antonio Carlos da Silva

A Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) e o Serviço Social da Indústria (SESI) investem continuamente na ampliação da oferta de serviços e infraestrutura para proporcionar mais qualidade de vida ao trabalhador. A mais recente realização envolve as obras de revitalização do Clube do Trabalhador do Amazonas, moderna estrutura de esporte e lazer, hoje com área construída ampliada para 178.388 metros quadrados, dotada de novos equipamentos e maior conforto para bem atender aos seus frequentadores. Projetado pelo arquiteto Severiano Mário Porto, o Clube está instalado em área total de 746 mil metros quadrados, com espaços destinados à prática de diferentes modalidades desportivas e de lazer, e ainda possui um bosque ecológico. Com a reforma, o Parque Aquático Dr. Thomás Pompeu de Souza Brasil Neto recebeu obras em suas piscinas, no piso e na arquibancada, agora coberta, com capacidade para abrigar 2,5 mil pessoas.

Revista editada pelo Sistema FIEAM COORDENADORIA GERAL DO CENTRO DE SERVIÇO COMPARTILHADO Luiz Alberto Monteiro Medeiros COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES COM O MERCADO Paulo Roberto Pereira COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO Idelzuita Araújo - Mtb 049/AM REDAÇÃO Idalina Lasmar - Mtb 137/AM Ademar Medeiros - Mtb 289/AM Irinéia Coelho - Mtb 343/AM Evelyn Lima - Mtb 151/AM Mário Freire - Mtb 092/AM COLABORAÇÃO Etienne Lopes Márcio Vieira - MTB/AM 0189 PROGRAMAÇÃO VISUAL Mary Martins Andressa Sobreira FOTOGRAFIAS José Paulo Lacerda/CNI Arquivo Comunicação Os conteúdos dos artigos e textos são de inteira responsabilidade de seus autores. Av. Joaquim Nabuco, 1919 Centro CEP 69020-031 Manaus/AM Fone: (0xx92) 3186-6576 Fax: (0xx92) 3233-5594 acs@fieam.org.br

O Ginásio de Esporte Dr. Domício Velloso da Silveira também teve piso reformado, assim como seus vestiários e arquibancadas. O Estádio Roberto Simonsen, com capacidade para 10 mil pessoas, modernizado, possui agora sistema de irrigação automatizada de seu gramado, dois túneis para as equipes e cabines para transmissão dos jogos. Seus vestiários e cobertura também foram renovados. Novos espaços foram construídos: um ginásio poliesportivo, com capacidade para dois mil freqüentadores, duas quadras de grama sintética, duas quadras de tênis de areia, duas de vôlei de quadra e dois chapéus de palha. O salão de festas foi climatizado, bem como o salão nobre e as salas convencionais. Vale registrar que os investimentos na melhoria da infraestrutura do Clube foram possíveis graças ao apoio incondicional do Presidente da CNI e Diretor Nacional do SESI, o deputado federal Armando Monteiro Neto. Nos dias 21 a 25 de maio o espaço foi campo dos Jogos Nacionais do SESI, evento que reuniu perto de 800 trabalhadores atletas de 168 empresas de todas as regiões brasileiras. A revitalização do Clube é uma obra que orgulha a indústria e o trabalhador, o legítimo beneficiário deste patrimônio.


Ação Global beneficia 45 mil em exercício de cidadania Com o tema “Brasil de Cidadania: Responsabilidade Social Quem Pratica Deixa a sua Marca no Futuro”, a Ação Global, realizada no dia 17 de maio, atraiu cerca de 45 mil pessoas, que foram beneficiadas com 89.363 atendimentos gratuitos nas áreas de cidadania, saúde, educação, esporte e lazer. O mutirão de cidadania promovido pelo Serviço Social da Indústria (SESI) e a Rede Globo, mobilizou 1.943 voluntários e 75 empresas públicas, privadas e organizações nãogovernamentais. Apenas na área médica, foram realizados 10.198 atendimentos. Em 15 anos, pela primeira vez o evento foi realizado na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, na Avenida Constantino Nery, s/n – Chapada, Zona Centro-Oeste. De acordo com a coordenadora estadual, Nelsi Lunière, o programa é um investimento social privado, numa ação contínua e transformadora que visa gerar resultados para a promoção da inclusão social no Brasil. “Este ano, um grande ganho para o evento foi a participação mais efetiva das empresas do Pólo Industrial de Manaus (PIM), que não se limitaram em fazer doações, mas trabalharam como voluntárias e apresentaram seus projetos sociais”, disse a coordenadora. SAÚDE O aposentado Edward Rodrigues da Silva, 75, mesmo com dificuldade de se locomover (chegou ao local em cadeira de rodas), foi um dos primeiros a entrar na arena, às 6h da manhã, interessado numa consulta médica. Depois de medir a pressão arterial, ele foi atendido pelo clínico geral Marcelo Gomes, que

avaliou os exames levados pelo aposentado e o informou do seu estado de saúde: diabético, com colesterol alto. O aposentado recebeu medicamentos e foi encaminhado para exames mais específicos, em função da gravidade do seu problema. Para Edward Silva, foi muito importante passar na Ação Global naquele dia, porque isso possibilitou a antecipação de uma consulta médica de que precisava, mas que estava encontrando muitas dificuldades por falta de recursos financeiros, além dos problemas para se dirigir a um posto médico. Ele disse que foi a primeira vez que participou da Ação Global, destacando o bom atendimento recebido. CIDADANIA Naquele sábado, a agricultora Mariana Inácia de Lira, 24, madrugou para realizar o sonho de ser reconhecida como cidadã brasileira. Casada e mãe de quatro filhos, Mariana, que mora no Lago do Mamuri, próximo ao município do Careiro Castanho, localizado a 102 quilômetros de Manaus, teve que viajar com a família, durante 3 horas de barco e mais uma hora de ônibus para tirar pela primeira vez a certidão de nascimento. “É a realização de um sonho. Estou estudando e preciso ter meus documentos em dia para receber meu diploma de conclusão. Estou muito feliz e aproveito para trazer toda a minha família para ter acesso aos outros serviços”.

A funcionária pública Regina Nascimento, 33, levou a filha Larissa, de 13, para aprender a fazer artesanato reciclado. Regina é proprietária de um sítio e disse que vai construir uma balsa de garrafas pet. “Já tenho mais de mil garrafas, assim que tiver uma boa quantidade vou construir uma balsa com meu marido. Sou adepta da reciclagem e estou sempre incentivando a minha família e amigos a cuidarem melhor do meio ambiente. Devemos preservar, afinal, precisamos da natureza para viver”. Em sua 15ª edição, essa foi a primeira vez que a Ação Global, promovida em parceria pelo SESI e Rede Globo, saiu do espaço do Clube do Trabalhador do Amazonas, na Zona Leste, fechado para reforma desde o início do ano. A mudança facilitou o acesso aos serviços de cidadania oferecidos a uma grande parcela da população residente nas zonas Oeste, Centro-Oeste, CentroSul e Norte de Manaus.

Edward Rodrigues da Silva recebeu atendimento médico durante o programa

Mariana Inácia de Lira veio do Lago do Mamuri para ser atendida com os filhos

Moto Honda acredita na solidariedade Oficinas de origami (técnica japonesa de dobradura de papel) e de desenho, teatro de fantoches, além da distribuição de dois mil cocos colhidos no projeto agrícola da empresa foram algumas das atividades desenvolvidas pela Moto Honda da Amazônia na Ação Global. Em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), a Honda também ofereceu testes de leishmaniose, malária e dengue e disponibilizou médicos para atender em algumas especialidades. “São atividades sociais básicas para ajudar a comunidade e melhorar a carência que essas pessoas têm na parte social”, afirma o gerente de meio ambiente da Moto Honda, Josué Campos. A empresa participou do evento com 40 voluntários.

EDUCAÇÃO O programa foi realizado na Arena Amadeu Teixeira, na Zona Centro-Oeste

Instituto Embelleze deu sua contribuição para os cortes de cabelo

Principais serviços da Ação Global Saúde Exames médicos | Fisioterapia | Aferição da pressão arterial | Teste de glicemia | glicose | tipagem sanguínea | Cadastro de doadores de medula óssea | Palestra sobre DST Aids | alcoolismo | drogas | planejamento familiar Cidadania Emissão de carteira de identidade | carteira de trabalho | certidão de nascimento | emissão do CPF | título de eleitor | cadastro do primeiro emprego | consulta e recepção do Seguro Desemprego | orientações sobre FGTS | Bolsa Família | PIS | recebimento de currículos para empregos | cadastro para estágio | manicure e corte de cabelo Educação Jogos didáticos e pedagógicos | oficinas de leitura | artesanato | educação ambiental Cultura Oficinas de pintura | desenho | música | teatro de fantoches | dramatização e exposição de arte indígena | apresentação de dança | teatro | sessão de cinema | videokaraokê Lazer Jogos de salão | jogos recreativos | parede de escalada | rapel

Outras empresas do PIM participam No total, 75 empresas integraram-se ao mutirão de cidadania no Amazonas. A Envision, atuante no mercado de informática e tecnologia, levou 15 voluntários para realizar a ação “Emprego, o passaporte para conquista de uma vida melhor”. O foco principal das atividades foi na confecção de currículos e orientação sobre técnicas de apresentação profissional para que a comunidade tivesse acesso às informações básicas que facilitam a inserção de novos profissionais no mercado de trabalho. A Copag da Amazônia SA se fez presente pela segunda vez consecutiva na programação promovida pelo SESI e Rede Globo. Na opinião da assistente de Recursos Humanos da empresa, Gisele Cristina de Lima, o tema escolhido nesta edição não poderia ser mais estimulante para atrair as empresas do PIM. “Na edição deste ano, o nosso objetivo foi mostrar para a sociedade e funcionários o compromisso permanente da política da empresa com a responsabilidade social”, disse Gisele.


destaques

DESTAQUES

IEL INAUGURA CENTRAL DE TELEMARKETING O Instituto Euvaldo Lodi (IEL/AM) inaugurou no dia 29 de maio o Contact Center Soluções e Negócios, central de telemarketing para prestar atendimento, esclarecer dúvidas e divulgando cursos, vagas de emprego, encaminhamento de alunos para estágio e outros serviços. Segundo o superintendente do IEL, Wilson Colares, o Contact Center funciona por meio do software Max Voice, desenvolvido pela empresa Call Tech de São Paulo. O sistema combina banco de dados, sistema de distribuição automática e inteligente, integração de telefonia e informática. O programa também registra o número de ligações e grava as conversas telefônicas. Colares disse que o sistema de telemarketing é uma opção a mais para os clientes do IEL/AM, pois oferece comodidade e facilidade para quem deseja obter informações rápidas e precisas, sem ter que sair de casa ou do local de trabalho. Localizado na Avenida Joaquim Nabuco, 1990 - Centro, 2º andar, o Contact Center conta com 20 operadoras para atender de segunda à sexta, de 7h30 às 19h, por telefone (2125-8720 / 8700 / 8800) ou por meio do e-mail: callcenter@iel-am.org.br.

Superintendente do IEL/AM, Wilson Colares, ao lado Professores da Émina dasUnidade operadoras deBarbosa telemarketing Mustafa receberam material para elaboração de texto

SESISAÚDE HOMENAGEIA SEUS ENFERMEIROS

Dia do Enfermeiro comemorado com palestras educativas

O SESISAÚDE promoveu, de 12 a 15 de maio, a 1ª Semana de Enfermagem. Dentro da programação foram realizadas palestras sobre obesidade, sedentarismo, primeiros socorros numa situação cardiorespiratória, hipertensão, diabetes, câncer, DSTs, Aids e hepatite. A ações ocorreram na sala de espera do SESISAÚDE, no 2º e 3º andares e contaram com a participação dos pacientes e colaboradores do SESI. A enfermeira Rejane Miranda disse que a iniciativa de homenagear a categoria é muito importante porque os profissionais da área sentem-se valorizados. Além de ser mais um meio de informar e orientar os pacientes de como se prevenir sobre certos tipos de doenças. Localizado na Avenida Getúlio Vargas, 1116, Centro, o SESISAÚDE tem em seu quadro funcional 24 enfermeiros e técnicos de enfermagem trabalhando na saúde assistencial e ocupacional.

SUPERINTENDENTES DO SESI CUMPREM AGENDA EM MANAUS Reunidos em Manaus, no dia 21 de maio, no Tropical Hotel, os superintendentes dos 27 Departamentos Regionais do Serviço Social da Indústria (SESI) discutiram ações e programas desenvolvidos por iniciativa própria, nos Estados, e avaliaram programas de âmbito nacional, como o Educação para a Nova Indústria e a Ação Global. Depois de Salvador (BA), que sediou a primeira, em fevereiro, Manaus foi a sede dessa 2ª Reunião de Superintendentes do SESI 2008, também por conta da realização, na cidade, da quinta edição dos Jogos Nacionais do SESI, no mesmo período. De acordo com o superintendente do SESI Amazonas, Luiz Alberto Monteiro Medeiros, essas reuniões são a oportunidade que os DRs têm de se inteirar sobre o que acontece em cada estado, dividindo acertos e corrigindo erros. A reunião foi presidida pelo diretor-superintendente do Departamento Nacional do SESI, Antonio Carlos Maciel. Entre as novidades, os participantes tomaram conhecimento da Coleção Educação Digital, conjunto de cursos de 30 horas de duração cada, disponibilizado por meio de modernos recursos da tecnologia digital. O projeto foi lançado há três anos pelo SESI de Santa Catarina e deverá ser implementado em outros estados, de acordo com o interesse dos DRs, pelo Departamento Nacional.

Os participantes da 2ª Reunião de Superintendentes discutiram ainda as metas atualizadas do programa Indústria do Conhecimento, que já tem 25 unidades de bibliotecas inauguradas, 136 autorizadas e pretende chegar às 230 até 2010, além da estruturação da rede de Educação à Distância (EAD), com possibilidade de ampliação com mais 50 pólos, e avaliação da Rede SESI de Educação. Antonio Carlos Maciel (esquerda) e Luiz Medeiros na reunião de Manaus


destaques

DESTAQUES

UNIDADE ODONTOLÓGICA DO SESI NA SUFRAMA A Unidade Móvel Odontológica do SESISAÚDE participou, no período de 12 a 16 de maio, da V Semana de Saúde da Suframa. Os atendimentos foram realizados pelos dentistas Douglas Picanço, Vivian Araújo, a técnica em higiene bucal Fabiana dos Santos e a auxiliar de consultório dentário, Elizabeth Castilho. Os servidores da entidade fizeram exame bucal, limpeza dentária, remoção de tártaro, escovação orientada, aplicação tópica de flúor, restauração estética e extração dentária. Além do atendimento odontológico, o dentista do SESI, Saulo Grécia Bahadana, ministrou no dia 13 de maio, palestra sobre o tema Saúde Bucal e Prevenção. Ele falou sobre a importância do auto-exame, técnicas de higienização, as causas do câncer bucal e a reabilitação oral. A funcionária do setor financeiro da Suframa, Edineide Albuquerque, disse que achou ótimo o atendimento odontológico no próprio local de trabalho. “Não tenho tempo de ir ao médico regularmente. A vinda da Unidade Odontológica do SESI facilitou minha vida”. De acordo com a gerente de Odontologia do SESISAÚDE, Jamile Bichara, os Afrânio de Amorim Francisco odontológicos Soares Filho, presidente da A.Unidade F. Soares Odontológica são de extrema atendimentos feitos pela Marketing eimportância Pesquisas de Mercado Ltda, recebe o Troféuserviços de porque oferecem ao industriário de qualidade sem sair do Reconhecimento Nacional às Micro e Pequenas Empresas local de trabalho.

Dentista Douglas Picanço atende na Unidade Móvel do SESISAÚDE

COLABORADORES DAS ESCOLAS FAZEM CAPACITAÇÃO Os colaboradores da Rede SESI Amazonas de Educação participaram, no dia 10 de maio, na Unidade de Educação 8 “Dr. Francisco Garcia”, no Distrito Industrial, zona Sul, de capacitação ministrada por dez consultores da Rede Pitágoras de Ensino. Segundo a gerente de Educação do SESI Amazonas, Cassandra Augusta, a capacitação é uma ferramenta de ensino/aprendizagem, que tem como propósito oferecer para os educadores das escolas do SESI a formação continuada. Participaram 200 colaboradores. “Estes encontros permitem uma reflexão de cada profissional sobre o que estão ensinado e que precisam fazer para melhorar a metodologia de ensino. Só assim podemos continuar oferecendo uma educação de qualidade ”, revela. Dividido em grupos de trabalho, a capacitação abordou temas relacionados às atividades desempenhadas por estes colaboradores. Os gerentes de Unidades, pedagogos e assistentes sociais participaram do Encontro de Lideranças, enquanto o pessoal administrativo ficou com Capacitação Administrativa. Os educadores, pedagogos e gestores, aproveitaram a

capacitação pedagógica para estudar sobre a relação das didáticas e metodologias de ensino com o saber, pertinentes à educação infantil (berçário ao 2º período) e ensino fundamental de1º ao 9º ano.

ENCONTRO NO IEL REÚNE MAIS DE 2.500 ESTAGIÁRIOS Mais de 2.500 estudantes de ensino médio e superior participaram, no dia 21 de maio, do 3º Encontro de Estagiários, promovido pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL) Amazonas. O evento, realizado no auditório da Uninilton Lins (Avenida Professor Nilton Lins, 3259, em Flores), teve como tema “O Estágio Rumo à Profissionalização”. O gerente nacional do programa de estágio do IEL, Ricardo Romeiro, ficou entusiasmado com a quantidade de estagiários reunidos no encontro. “Isso mostra o comprometimento que estes estudantes têm com o estágio e a satisfação com o atendimento do IEL regional”, afirmou. Segundo Romeiro, no ano passado mais de um milhão de alunos se cadastraram no IEL em todo o país e 105 mil ingressaram no estágio. No Amazonas, a entidade cadastrou, no período de janeiro a maio deste ano, 8.630 alunos, dos quais, 6.535 foram encaminhados para estágio. A supervisora de estágio do IEL/AM, Helena Sarkis, explica que o encontro visa promover a integração dos estagiários contratados pelas empresas por intermédio do IEL. É o caso de Edwirgens Belchior de Araújo, 18, que conseguiu o primeiro estágio através do instituto e diz que está tendo uma experiência maravilhosa. Os participantes ouviram palestras abordando temas da atualidade, como: “O que o Estudantes assistiram a palestras sobre o mercado de trabalho espera dos estudantes”, ministrada pelo analista de desenvolvimento profissional Desenvolvimento e Competências da Masa da Amazônia, Franklin Santos, enquanto o gerente do Programa de Estágio do IEL, Ricardo Romeiro abordou o tema “Arranjei um Estágio, e Agora José?”


Mês da Indústria

Sistema FIEAM comemora Mês da Indústria com crescimento do setor A oficina “Cozinha Inteligente”, promovida pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL), com apoio do Serviço Social da Indústria (SESI), marcou no dia 3 de maio a abertura das comemorações, pelo Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), do Mês da Indústria no Estado. Para o presidente da FIEAM, Antonio Silva, a melhor maneira de comemorar a data foi anunciando a alta no faturamento do Pólo Industrial de Manaus (PIM) – US$ 6,8 bilhões no primeiro trimestre, 25,55% acima do faturado no mesmo período de 2007 – e o crescimento da oferta de empregos no setor. Inaugurações, palestras e oficinas, entre outros eventos, foram realizados durante todo o mês, culminando com a festa de encerramento dos Jogos Nacionais do SESI Manaus 2008, no dia 25 de maio, o Dia da Indústria, no Clube do Trabalhador do Amazonas. Durante o mês, o Sistema FIEAM promoveu cerca de 40 eventos para marcar a data, o que incluiu a inauguração do Escritório de Projetos e Negócios do IEL Amazonas, no dia 15; entrega de computadores aos docentes e técnicos do SESI e do SENAI, como parte do programa “Educação para a Nova Indústria”, no dia 26; inauguração do Centro de Exame de Qualificação e Certificação – Cequal Móvel, numa parceria do SENAI Amazonas com a Petrobras e Abramam, no dia 28; e a feira Construnorte 2008, realizada pelo Studio 5, com a participação efetiva do Centro Integrado de Educação do Trabalhador (CIET), no dia 29.

Presidente da FIEAM, Antonio Silva, festeja o Mês da Indústria com os bons resultados do setor em 2008

INDUSTRIAL DO ANO Como acontece todos os anos no Mês da Indústria, o Sistema FIEAM entregou, em maio, os diplomas do Mérito Industrial aos destaques do ano nesse segmento – “Industrial do Ano de 2008”, “Microindustrial do Ano de 2008”, “Exportador do Ano de 2007” e “Exportador Gerador do Maior Superávit Cambial de 2007”. A solenidade de entrega dos diplomas foi realizada no dia 30 de maio, no Auditório Dr. Gilberto Mendes de Azevedo, no prédio do SESI Amazonas. O empresário José Nasser, da J. Nasser Construções, recebeu o título de “Industrial do Ano de 2008”. Como expresidente da FIEAM – cargo que ocupou nos últimos 12 anos, de 1995 a 2007, em três mandatos consecutivos – o engenheiro com 36 anos de carreira e 28 no ramo da construção civil, teve enfim a oportunidade de estar na posição dos que recebem a homenagem. Para Nasser, ser homenageado como Industrial do Ano representa o reconhecimento pelos quase 30 anos de trabalho à frente da J.Nasser Engenharia Ltda que, segundo ele, vem contribuindo para o desenvolvimento de Manaus. O diploma de “Microindustrial do Ano de 2008” foi entregue ao empresário Marcelo Silveira Lopes, da Conetech Indústria de Produtos Odontológicos; o de “Exportador do Ano de 2007”, à Nokia do Brasil; e o de “Exportador Gerador do Maior Superávit Cambial de 2007”, à Recofarma Indústria do Amazonas. (Leia mais sobre a programação do Mês da Indústria nas páginas 7, 8, 14, 15 e 16 desta edição).

José Nasser (centro) recebe a placa como Industrial do Ano do presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Hosannah Florêncio (direita) e de Antonio Silva


Mês da Indústria

'Cozinha Inteligente' atualiza parceria SESI-IEL Desenvolvida até o dia 10 de maio, no Salão de Festas do Edifício Raimar Aguiar, sede do SESI Amazonas, a oficina “Cozinha Inteligente” reuniu pequenos empresários, comerciantes e empreendedores que freqüentam os programas Conselheiro Master e Rede de Tecnologia do Amazonas (Retec) do IEL Amazonas. As aulas foram ministradas pela equipe de nutricionistas e cozinheiras do programa Cozinha Brasil do Serviço Social da Indústria (SESI). A turma iniciada no dia 3 de maio, com 55 alunos, aprendeu o preparo de receitas simples, com ingredientes de baixo custo e alto valor nutritivo, através do reaproveitamento de cascas de frutas e verduras. A oficina também tratou de hábitos de higiene, manipulação de alimentos, congelamento, descongelamento e identificação de alimento próprio para consumo. Patrocinada pelo Sebrae Amazonas, a oficina também beneficiou alunos do curso de Nutrição e Gastronomia do Centro Universitário Nilton Lins e os que fizeram cursos no IEL financiados pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) através da Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab). Segundo a gestora do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo do IEL Amazonas, Kátia Araújo, a idéia da oficina surgiu porque existem comerciantes da área de alimentação que participam das palestras da Retec e do Conselheiro Master. “O objetivo é, através das receitas do Cozinha Brasil, estimular para o empreendedorismo, a economia e incentivar a adoção da cultura de uma boa alimentação”, revela. Desempregado há 5 anos, o garçom Rosimar Rodrigues de Andrade, já havia feito vários cursos voltados para alimentação, mas não conseguia ingressar no mercado de trabalho. Rosimar foi orientado pelos consultores da Retec a fazer um curso de empreendedorismo na área de cozinha, para deixar de ser empregado e se tornar empregador. Entusiasmado e com muita vontade de trabalhar ele aproveitou e se inscreveu na oficina “Cozinha Inteligente”. “Estou muito feliz com a oportunidade. Quando trabalhava em

restaurante eu via vários alimentos irem para o lixo, hoje percebo que cascas de ovos, frutas e talos de verduras podem ser muito bem aproveitadas”. Maria Cleia, 31, vende bolos e salgados caseiros no bairro da Cachoeirinha e adjacências. Ela disse que no começo não gostava de cozinhar, mas desde que começou a freqüentar o Conselheiro Master mudou sua opinião e levou o trabalho a sério. Hoje ela contribui com o marido na renda da família. E já sonha em se profissionalizar, montando uma pequena cozinha industrial. “A minha irmã abriu seu próprio negócio depois que fez um curso do Cozinha Brasil. Essa oficina era tudo que estava faltando na minha vida. Vou aprender a cuidar dos alimentos da maneira correta e economizar, evitando desperdícios”, disse a cozinheira.

Alunos aprendem a reaproveitar frutas e verduras durante a oficina “Cozinha Inteligente”

No final da oficina, os participantes saboreiam as receitas do Cozinha Brasil


Mês da Indústria

Unidade 'David Nóvoa' monta

workshop em Iranduba A Unidade 9 da Rede SESI Amazonas de Educação “David

A coordenadora do Núcleo SESI de Responsabilidade Social

Nóvoa”, no município de Iranduba, a 34 quilômetros de

Empresarial, Simônica Sidrim, ministrou palestra sobre

Manaus, participou das comemorações do Mês da Indústria

“Gestão da Responsabilidade Social Empresarial – Uma

com a realização em 5 de maio do 2º workshop para

Contribuição do SESI”. “Empresas que desenvolvem

empresários locais, educadores, pais, lideranças sindicais,

programas de responsabilidade social aprimoram o sistema

comunidade, além de alunos da unidade. A programação

de gestão e têm mais qualidade no processo produtivo”,

teve início, às 8h, com caminhada. No Ginásio Municipal

disse, para acrescentar que as empresas devem ter como

Josué Almeida, na rua Juruá, onde as atividades tiveram

foco, além do lucro, as questões sociais, ambientais. Segundo

continuidade, foram montados estandes com produtos e

a coordenadora do NSRSE, a sustentabilidade permite às

Workshop começou com uma caminhada dos alunos e demais participantes pelas ruas do município

Alunos da Unidade 9 da Rede SESI Amazonas de Educação prontos para participar do workshop

serviços dos parceiros da Unidade com os alunos

empresas permanecerem um longo tempo no mercado.

caracterizados de pequenos empresários e trabalhadores de

A gerente da Rede SESI Amazonas de Educação, Cassandra

empresas.

Augusta, disse que o Workshop permitiu aos empresários e à

Participaram do workshop

a

Prefeitura Municipal de

comunidade oportunidade de reflexão sobre o papel da gestão

Iranduba, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do

socialmente responsável nas empresas.

Amazonas (Idam), Cooperativa Mista Agropecuária de

De acordo com Cassandra Augusta, ao promover o evento, o

Iranduba (Coapir), Rede SESI Amazonas de Educação,

SESI contribui na busca da formação de uma indústria mais

Sebrae Amazonas, Indústria de Laticínios Fazendinha, as

competitiva no mercado. Ressaltou, ainda, que um dos

empresas do pólo de Cerâmica Miranda Corrêa, Rio Negro,

objetivos do Sistema Indústria é tornar o SESI referência

Nova Cerâmica e Rio Solimões, além das

nacional em Educação. “O SESI desenvolve em Iranduba

empresas de

transporte coletivo Transkalina e Expresso.

eficiente trabalho que proporciona ação integrada com a

A secretária de Educação do município, Nelma Keila Pereira,

comunidade e Prefeitura Municipal”, argumentou.

ressaltou a importância da Unidade David Nóvoa na formação

A Unidade de Educação David Nóvoa iniciou suas atividades

de alunos. Para ela, o SESI dimensiona a Educação como

em Iranduba em maio de 1995. Atende 352 alunos em idade

projeto que beneficia a comunidade.

entre 3 e 5 anos (creche e educação infantil).


Manaus, a pátria do

atleta-trabalhador da indústria Durante cinco dias, entre 21 e 25 de maio, Manaus foi a pátria dos atletas-trabalhadores da indústria brasileira, como cidade-sede da quinta edição dos Jogos Nacionais do SESI. No total, a cidade reuniu cerca de 800 atletastrabalhadores de 168 empresas do segmento industrial de todos os estados brasileiros, além de convidados ilustres do mundo esportivo, como o corredor Joaquim Cruz, Paraninfo dos Jogos, e o velejador Lars Grael, que apresentou com exclusividade aos participantes a palestra “Valores do Esporte”. Já na solenidade de abertura, realizada por volta de 20h do dia 21, no Clube do Trabalhador do Amazonas, foi possível ter uma idéia da grandiosidade do evento, na apresentação das 27 delegações em desfile pelo gramado do Estádio Roberto Simonsen, que estava sendo reinaugurado junto com o Clube, naquela ocasião, depois de meses em reforma. Após o desfile, o apresentador da cerimônia, Tadeu Schmidt, chamou a atleta-trabalhadora amazonense Deise Rodrigues, da Jabil, para fazer o Juramento do Atleta e acender a Pira Olímpica. Deise ganhou o privilégio pela conquista das quatro medalhas no Atletismo, na edição anterior dos Jogos Nacionais, em 2006, disputados em Uberlândia (MG), feito esse que ela acabaria repetindo ao término dos jogos em Manaus. Na delegação do Amazonas, Deise foi a estrela que mais brilhou (veja matéria nas páginas 10 e 11, e o ranking de medalhas na página 12). Um dos momentos mais emocionantes da solenidade de abertura foi a apresentação do Coral Infantil da Unidade 3 Dra. Émina Barbosa Mustafa, da Rede SESI Amazonas de Educação, formado por 450 vozes, entoando o Hino Nacional Brasileiro, seguido da toada “Lamento de Raça”, de Émerson Maia.

O mestre de cerimônia da abertura dos Jogos Manaus, Tadeu Schmidt

As delegações dos 27 estados brasileiros tomam o gramado do Estádio Roberto Simonsen

Coral Infantil da Unidade 3 do SESI Dra. Emina Mustafa solta a voz em 'Lamento de Raça'

Em seguida, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Antonio Silva, e o diretorsuperintendente do Departamento Nacional do SESI, Antonio Carlos Brito Maciel, declararam abertos os Jogos Nacionais. Em seu discurso, Silva destacou que, com a ampliação e melhoria das instalações do Clube do Trabalhador, esse patrimônio retornava aos seus verdadeiros donos, “aqueles que no dia a dia ajudam a fazer do Brasil um país melhor, o trabalhador brasileiro”. Antonio Silva agradeceu o empenho e a dedicação de Brito Maciel, para que os jogos fossem realizados em Manaus, e ao vice-governador licenciado do Amazonas Omar Aziz, presente na ocasião. Silva registrou ainda o “apoio incondicional” recebido do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, para que a revitalização do Clube fosse consolidada. A cerimônia foi encerrada com show pirotécnico e apresentação musical com vários artistas regionais.

O paraninfo dos Jogos de Manaus, Joaquim Cruz, na abertura do evento

O presidente da FIEAM, Antonio Silva, declara abertos os Jogos Nacionais do SESI 2008


Deise vale ouro, prata, bronze

Rumo à Itália

A atleta Deise Rodrigues conquistou o ouro e o bicampeonato nos 400m rasos

Os atletas-trabalhadores amazonenses conquistaram sete medalhas na 5ª edição dos Jogos Nacionais do SESI Manaus 2008 e asseguraram vagas em três modalidades – Atletismo, Levantamento de Peso e Tênis de Areia - para o Mundial dos Trabalhadores que será disputado em Rimini, na Itália, de 26 de junho a 6 de julho. No quadro final de medalhas, os amazonenses ficaram com seis no atletismo - divididas entre a Jabil e a Moto Honda - e uma no vôlei de areia para o time da Moto Honda. No total, foram três medalhas de ouro, duas de prata e duas de bronze. A delegação do Estado foi formada por 41 atletas em cinco modalidades: tinha representante amazonense também na natação, no tênis de quadra e no futebol sete máster. A atleta-trabalhadora amazonense Deise Rodrigues, da Jabil, mais uma vez fez a diferença e repetiu o desempenho nos Jogos Nacionais de Uberlândia 2006: ficou com quatro das cinco medalhas conquistadas pelo atletismo, sendo duas

Moto Honda faz festa com bronze

de ouro, uma de prata e uma de bronze. Ela conquistou o ouro e o bicampeonato na prova dos 400m rasos, com o tempo de 59seg37, assegurando vaga para o Mundial. O outro ouro foi conquistado na prova extra dos 800m, que não conta na pontuação final. Deise ficou com a medalha de prata na prova de 1.500m, com o tempo de 4min58seg, e com a medalha de bronze no revezamento 4x100m rasos (a equipe da Jabil foi formada ainda pelas atletas-trabalhadoras Mary Jane dos Santos, Nelma Menezes e Siomara Sabóia). As duas atletas amazonenses na modalidade arremesso de peso, Siomara Sabóia, da Jabil, e Valéria Gama do Nascimento, da Moto Honda, também asseguraram índices para participar do Mundial da Itália: Siomara ficou com a medalha de ouro, com a marca de 11m27, e Valéria, com a de prata, com 10m60.

Atletas por região e modalidades

Uma das equipes favoritas no Vôlei de Areia, a Moto Honda deixou escapar as medalhas de ouro e de prata para os times, respectivamente, das Organizações Unidas, do Mato Grosso do Sul, e da Reunidas, do Ceará. Os amazonenses ainda correram atrás do prejuízo e garantiram a medalha de bronze e o carimbo no passaporte para a Itália.

A atleta Deise Rodrigues, da Jabil, dedicou a medalha de ouro que conquistou nos 400m rasos, resultado que lhe deu o bicampeonato na modalidade, aos trabalhadores atletas do Amazonas e do Brasil. Bastante emocionada após a competição, Deise disse que a conquista foi resultado de um treino intenso e muita dedicação. Nos Jogos do SESI Manaus Deise superou o resultado que obteve nos Jogos de 2006 disputados em Uberlândia (MG). Lá, ela também faturou quatro medalhas, com a diferença de que, em Manaus, trocou o bronze anterior pela prata nos 1.500m. Por pouco, Deise não bateu sua própria marca nos 400m: 59seg21 em 2006 e 59seg37 em 2008. Nos Jogos Estaduais do SESI, Deise já havia demonstrado que se encontra numa ótima fase ao conquistar cinco medalhas de ouro nos 400m, 800m, 1500m e revezamentos 4x100 e 4x400. Nos dois meses que antecederam os Jogos 2008, a atleta da Jabil iniciou um treinamento puxado, de duas horas diárias, na Vila Olímpica de Manaus, sob a orientação do professor Sérgio Nazareno. Na Jabil, Deise trabalha na função de operadora de produção. Para conciliar trabalho e esporte, a atleta disse que é preciso muita determinação, dedicação e muita superação, destacando que depois de uma jornada de oito horas de trabalho é preciso buscar energia para realizar o treinamento. “Acordo às 4h para

A atleta Deise Rodrigues chora junto aos colegas da Jabil ao conquistar mais uma medalha nos Jogos Nacionais do SESI 2008

Região Norte reuniu 124 atletas de 19 empresas A região Norte foi representada nos Jogos Nacionais do SESI Manaus 2008 por 124 atletas-trabalhadores de 19 empresas. O Amazonas teve a maior delegação (41 atletas-trabalhadores) e o maior número de medalhas (7), seguido pelo Acre (40 trabalhadores-atletas, 4 medalhas) e o Pará (26 e 4). O Estado do Amapá foi representado por um único atleta, Manoel Bastos, da Telemar, que acabou em 10º lugar na prova de 50m na natação, peito, sênior masculino. Roraima participou dos Jogos Nacionais em duas modalidades, Vôlei de Areia Feminino e Natação, e levou para casa a medalha de bronze na primeira, com a conquista do terceiro lugar pela equipe da JCAF.

As meninas do Vôlei de Quadra do Acre conquistaram medalha de ouro

Quadro de medalhas do Amazonas

iniciar a jornada de trabalho na Jabil e após o expediente pego o ônibus para chegar no início da noite na Vila Olímpica para começar o treinamento, retornando para casa às 22h”, disse a atleta.

Já o Pará conquistou suas quatro medalhas no Vôlei de Quadra Masculino (bronze para a equipe da Alunorte) e na Natação (três, sendo uma de prata nos 50m costa sênior masculino, pelo atletatrabalhador Mauro Tavares, da Celpa, e duas, prata e bronze, respectivamente, nos 50m costa sênior e 50m borboleta sênior feminino, pela atleta-trabalhadora Clermes Miranda, da Alunorte). O Acre também conquistou quatro medalhas, sendo três delas de ouro: Futebol de Campo, Futsal e Vôlei de Quadra Feminino, as três equipes formadas por trabalhadores-atletas da AGE. A quarta medalha, de prata, veio do Tênis de Mesa Feminino, com a atleta-trabalhadora Jéssica Sobrinho, também da AGE. Os trabalhadores-atletas da AGE (Acre) faturaram o ouro também no Futsal


Quase 800 atletas disputam 260 provas Os Jogos Nacionais do SESI Manaus 2008 foram disputados por 774 atletas-trabalhadores, divididos em dez modalidades esportivas: Futebol de Campo, Futebol Sete Master, Futsal, Vôlei de Quadra, Vôlei de Areia, Atletismo, Natação, Xadrez, Tênis de Quadra e Tênis de Mesa. A maior parte das 260 partidas e provas teve como palco o Clube do Trabalhador do Amazonas, na Zona Leste. As provas de Atletismo foram disputadas na Vila Olímpica de Manaus, na Zona

Centro-Oeste, e as de Tênis de Quadra, na Academia de Tênis, na Zona Oeste. Das dez modalidades, a Natação foi a que reuniu o maior número de participantes: 166 atletas das categorias absoluto masculino e feminino, e sênior masculino e feminino. Entre os esportes coletivos, o Vôlei de Quadra teve o maior número, 129, dividido entre seis equipes masculinas e seis femininas.

Cruz e Grael, convidados especiais Joaquim Cruz, campeão olímpico em Los Angeles (EUA), em 1984, quando conquistou a medalha de ouro na prova de 800m, e o velejador Lars Grael, medalha de bronze nas olimpíadas de Seul (Coréia), em 88, e Atlanta (EUA), em 96, foram os convidados especiais dos Jogos Nacionais do SESI Manaus 2008. Cruz foi o paraninfo dos jogos, enquanto Grael proferiu palestra, no dia 22, no Tropical Hotel de Manaus, com o tema “Valores do Esporte”. Segundo Cruz, o nível das provas disputadas em Manaus foi muito elevado. Ele ressaltou o desempenho do atleta, Juliano César de Sorocaba (SP), que conquistou o 1º lugar na prova de 100m rasos com o tempo de 10seg35, e do atleta Paulo Paiuto, da Volkswagem de São Paulo, que venceu a prova de 800m com o tempo de 1min54seg09. Para o campeão olímpico os índices alcançados podem ser melhorados, mas é preciso mais treinamento. De acordo com Joaquim Cruz a prática esportiva melhora a qualidade de vida das pessoas, além de disciplina que poderá ser levada pelo trabalhador atleta para dentro das empresas. O velejador Lars Grael foi convidado para apresentar a palestra “Valores do Esporte” em Manaus

Nos intervalos, lazer e cultura Durante os Jogos, foram realizadas, na área externa do Clube do Trabalhador do Amazonas, atividades de lazer, musicais, teatrais, folclóricas, de dança regional, recital de violão com alunos do SESI, show de toadas do Garantido e Caprichoso, música eletrônica, humor com palhaços, humoristas, fantoches e malabares, pagode e outros ritmos, além de serviços de cidadania: educação, meio ambiente, saúde, formação profissional, exposição e comercialização de produtos. Palhaços-perna-de-pau agitaram os salões do Clube do Trabalhador durante os Jogos

Clube do Trabalhador voltou 'novinho em folha’ O Clube do Trabalhador do Amazonas João de Mendonça Furtado passou cinco meses em reforma para receber a 5ª edição dos Jogos Nacionais do SESI, sediados pela primeira vez em Manaus. A reforma estrutural incluiu a construção de cinco novas arenas esportivas. O Estádio Roberto Simonsen, com capacidade para 10 mil pessoas, foi todo modernizado e no campo – de futebol oficial, de 70 x 105 metros – recebeu a grama Esmeralda, utilizada nos melhores estádios brasileiros. Também o sistema de irrigação foi automatizado, e foram construídos dois túneis para equipes, cabines para transmissão dos jogos e um moderno vestiário. A reforma beneficiou com obras de revitalização o Ginásio Domício Vellozo e o Parque Aquático Dr. Thomas Pompeu de Souza Brasil Neto. Novos espaços foram construídos: um ginásio poliesportivo, com capacidade para duas mil pessoas, duas quadra de grama sintética para prática do futebol society, duas quadras de tênis de

areia e duas de vôlei de quadra. O Salão de Festas do Clube do Trabalhador está inteiramente climatizado. Ali, funcionou durante os Jogos a Praça Uirapuru, onde foram oferecidos serviços e atividades de lazer para os atletas.

Imagem: Fucapi

JOGOS NACIONAIS DO SESI MANAUS 2008 RESULTADO FINAL


Mês da Indústria

IEL promove feira para fortalecer micro negócios O Instituto Euvaldo Lodi (IEL), em parceria com o Sebrae Amazonas e a Federação das Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Fampeam), promoveu no dia 28 de maio a I Feira de Micro Negócios. O evento, aberto ao público, aconteceu na sede do Serviço Social do Comércio (Sesc), na Rua Henrique Martins, Centro, e fez parte da programação do Mês da Indústria organizada pelo Sistema FIEAM. Dezenove empreendedores colocaram à venda produtos, de vários segmentos, como artesanato, alimento, fitoterápicos, vestuário e calçados. Segundo a gestora do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo do IEL Amazonas, Kátia Araújo, o objetivo da feira foi integrar e fortalecer a economia e o empreendedorismo das micro e pequenas empresas que participam dos programas Conselheiro Máster e Rede de Tecnologia do Amazonas, ambos desenvolvidos pelo instituto. “Queremos incentivar estes empreendedores, mostrando que eles podem deixar a informalidade”. As artesãs indígenas Jamara Araci (Umsyphô), 34, da etnia Dessana, e Beatriz Vilas Boas (Ypario), 43, Tukano, aproveitaram o convite do IEL para vender anéis e colares produzidos a partir de caroços de tucumã e sementes de açaí, entre outras matériasprimas regionais. As duas amigas fazem parte da Associação de Artesanato Poterica Nanumã (APN), localizada no bairro João Paulo, Zona Leste. Flores feitas de meia, tapetes e bonecas de juta e pano são produzidos pela microempresa Arte de Criar, das artesãs Marilene Mota, 48, e Sorlete Smith, 55. Segundo elas, a parceria começou

quando se conheceram há oito anos na Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa). As amigas só produziam por encomenda, mas resolveram investir na profissão. Hoje frequentam o Conselheiro Master do IEL Amazonas, onde recebem orientações de como administrar o negócio. “Nós queremos mostrar para todos que mesmo deficientes, somos capazes de trabalhar e ajudar na renda de casa”, disse Sorlete. De acordo com a vice-presidente da Fampeam, Ray Lima, as pesquisas apontam que o número de micro empresas informais chega a dez mil no Amazonas e a mais de cinco milhões em todo o país. Durante a feira, foram sorteados mais de 40 brindes, entre celulares, bolsas de estudos de cursos profissionalizantes, kits de beleza, sapatos, coletâneas de livros sobre História do Amazonas, CDs e relógios, tudo ofertado pelos parceiros do IEL na realização da Feira, entre eles, o SENAI Amazonas, Nokia do Brasil, Sony DADC, Seculus, Paes e Filhos Ltda, Jornal do Commercio, Pharmacos da Amazônia. Entre as empresas participantes da feira destacaram-se Celas Biju, Clay Arte Artesanatos, Bijuterias Betty Boop, Arte de Criar, Arte Indígena, Projeto Sabão Ecológico, Ponto de Luz, Hinoide, Ervas Vida, Degust Sabor da Amazônia, Delícias Naturais, Mana Leite & Mel, Pães Finos, Juju Bombons, Livros Educativos Oséias Vital, Speakercom, Bazar São José - distribuidora dos produtos Canção Nova no Amazonas. Os livros da Speakercom disputaram espaço com roupas e outros produtos

IEL vai prestar consultoria em projetos O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) Amazonas, inaugurou no dia 15 de maio, o Escritório de Projetos e Negócios. De acordo com a coordenadora do escritório, Léia Neri, o objetivo é oferecer consultoria para todos os tipos de organizações, com foco na formação, capacitação e qualificação, com vistas ao desenvolvimento profissional. “Queremos auxiliar as empresas de todos os portes e segmentos a implantarem as melhores práticas de gerenciamento e gestão, identificando as necessidades e fazendo as correções dos problemas organizacionais”, revela. O superintendente do IEL Amazonas, Wilson Colares, disse que a idéia da criação do Escritório de Projetos e Negócios

nasceu em função do Escritório de Programas que existe na Confederação Nacional da Indústria (CNI) em Brasília. “O IEL Nacional está incentivando todos os seus regionais a adotarem esta prática, porque sabe que a demanda é grande. Todos os dias as organizações têm problemas gerenciais e precisam de uma consultoria para orientar como melhor planejar e administrar os negócios”. Segundo Colares, o IEL Amazonas é o primeiro a implantar o Escritório na região Norte. O IEL está localizado na Avenida Joaquim Nabuco, 1919 – Centro, prédio da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) 2º andar.


Mês da Indústria

SENAI inaugura 1º Cequal do Norte com Petrobras e Abraman Desde o dia 28 de maio, o trabalhador da ocupação caldeiraria, na região Norte, já pode obter sua certificação profissional em Manaus, com a inauguração, nessa data, do Centro de Exame de Qualificação (Cequal) no SENAI Amazonas. Resultado de parceria com a Petrobras e a Associação Brasileira de Manutenção (Abraman), o Cequal Móvel vai ampliar o Programa Nacional de Qualificação e Certificação Pessoal (PNQC), destinado à formação de mão-de-obra para a indústria regional e nacional. Na solenidade de inauguração, no auditório do SENAI Amazonas, na Avenida Rodrigo Otávio, 2394, Distrito Industrial, zona Sul, o diretor regional do SENAI Amazonas, Adercy Itiú Maruoka, dividiu as honras com o gerente-geral da Refinaria Isaac Sabbá da Petrobras, Augusto César de Carvalho, e o presidente da Abraman, José Eduardo Lobato. SENAI e Petrobras dividiram o investimento de R$ 435 mil no Cequal. Foram R$ 265 mil na aquisição da unidade móvel, por parte da Petrobras, e R$ 170 mil na estruturação física da carreta, por parte do SENAI Amazonas. As responsabilidades na parceria das três instituições foram distribuídas da seguinte forma: à Petrobras coube providenciar a carreta com a respectiva base rodante para instalação e montagem do Cequal; o SENAI Amazonas ficou com a atribuição de equipar o Cequal e operacionalizá-lo; e à Abraman caberá disponibilizar tecnologia para a implantação e atualização de

Diretor do SENAI Amazonas, Adercy Maruoka, e demais autoridades presentes à solenidade se preparam para cortar a fita do Cequal

programas de certificação reconhecida nacionalmente. “Esperamos o retorno satisfatório da indústria que acaba de ganhar um Centro de Avaliação de Competência, que vai proporcionar o aumento da oferta de profissionais certificados, reduzindo a importação de mão-de-obra e aumentando a confiabilidade das operações destes profissionais”, declarou o diretor regional do SENAI Amazonas, Adercy Itiú Maruoka. Essa infra-estrutura será coordenada pelo Centro de Formação Profissional Waldemiro Lustoza (CFPWL), escola do SENAI Amazonas no bairro Cachoeirinha, zona Sul de Manaus. Ali será ministrado treinamento na ocupação de Caldeireiro Nível I e Caldeireiro Montador. Segundo o gestor do projeto, Eduardo Menezes, o Cequal de Caldeiraria atenderá todos os Estados do Norte e, se necessário, de outras regiões, por ser uma unidade móvel, o que facilitará o acesso do curso preparatório da Abraman aos trabalhadores da indústria. O certificado da Abraman passa a ser obrigatório aos prestadores de serviços da Petrobras a partir de 2010. Devido a essa meta da Petrobras foi firmada a parceria para que se diminua o alto índice de reprovação junto ao órgão certificador. O profissional aprovado no teste conquistará o certificado da Abraman, com validade por 48 meses e, para aqueles que não alcançaram a nota necessária, haverá acompanhamento dos instrutores do SENAI Amazonas.

Adercy Maruoka discursa na solenidade de inauguração do Cequal

PARCERIA GARANTE CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CERTIFICAÇÃO O SENAI Amazonas em parceria com a Refinaria de Manaus Isaac Sabbá promoveu em maio os cursos de Eletricista Industrial, Mecânico de Manutenção, Instrumentação e Caldeiraria. A iniciativa visa proporcionar o aprimoramento profissional dos trabalhadores que já atuam nas áreas disponibilizadas e desejam se preparar para a certificação da Associação Brasileira de Manutenção (Abraman). A aula inaugural dos três cursos foi realizada no dia 5 de maio, no Auditório “Prof. Arivaldo Silveira Fontes”, do SENAI, para 100 trabalhadores terceirizados da Petrobras que prestam serviços à Reman nas áreas de manutenção elétrica e mecânica,

instrumentação e caldeiraria. As aulas serão ministradas por instrutores do SENAI nas unidades Centro de Educação e Tecnologia “Antônio Simões” e Centro de Formação Profissional “Waldemiro Lustoza” no período de quatro a seis meses. A parceria com a Refinaria começou em 2003 e já preparou cerca de 500 profissionais, proporcionando a melhoria da qualidade e produtividade dos serviços de manutenção. A renovação do convênio ente SENAI e Reman foi no valor de aproximadamente R$ 150 mil, investimento que deverá contribuir com o aumento da competitividade das empresas, bem como a segurança dos serviços oferecidos por esses trabalhadores da indústria.


Mês da Indústria

CNI entrega notebooks a docentes do SESI e SENAI do Amazonas A Confederação Nacional da Indústria (CNI) repassou, no dia 26 de maio, para técnicos e professores do SESI e SENAI no Amazonas, 258 notebooks como parte do Programa Inclusão Digital para Todos. A entrega, na presença de representantes das instituições, foi realizada na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM). A meta da CNI é disponibilizar 10 mil computadores portáteis até 2010, período em que será concluído o Programa Educação Para a Nova Indústria, lançado em 2007 em todo o País. O investimento, de acordo com as diretrizes traçadas pela CNI, é para aperfeiçoar e adequar o Sistema S para a nova maneira de educar e atender satisfatoriamente a demanda por qualificação profissional voltada à indústria brasileira. No Amazonas, a educação básica e a educação profissional, a cargo do SESI e do SENAI, respectivamente, vão dispor de R$ 121,9 milhões, até 2010. Parte desses recursos foi utilizada na aquisição desses primeiros notebooks, sendo 122 máquinas para os colaboradores do SENAI e 136 para docentes do SESI. Os computadores vão auxiliar no ensino e na preparação do material de aula produzido pelos educadores, auxiliando na apresentação dos serviços oferecidos aos clientes. Segundo o instrutor da área de automação e eletroeletrônica do SENAI/AM, José Nabir de Oliveira, a iniciativa inscreve o Sistema S, mais uma vez, na história da educação do País. Para Nabir, a entrega dos notebooks marca um novo modelo de transmissão de conteúdo em sala de aula, que priorizará o uso dos recursos da informática na atividade

do docente. “Com os notebooks em mãos vamos promover a melhora na qualidade dos serviços educacionais que hoje são oferecidos pelo SENAI, além de agregar valor na missão de levar o conhecimento às pessoas e empresas que procuram as instituições que integram a FIEAM”, destacou o instrutor. A professora do SESI, Mariilda Garcia Ericeira, docente da instituição há 17 anos, acredita que sua produtividade s e r á m a i o r a o m i n i s t ra r a s d i s c i p l i n a s d e empreendedorismo, ética e incentivo à leitura aos alunos de 7 a 10 anos com o recurso do notebook. Para ela, a iniciativa proporciona, em tempo real, conhecimento e inovação que serão processados na educação de crianças, jovens e adultos do SESI e do SENAI. Superintedente do SESI, Luiz Alberto Medeiros (direita) entregou 136 notebooks a docentes da instituição; o diretor regional do SENAI, Adercy Maruoka fez a entrega a seus instrutores

CIET-SESI/SENAI participa da Construnorte 2008 A Feira da Construção no Amazonas, Construnorte, ocorrida no período de 29 de maio a 1º de junho, contou com a participação do Centro Integrado de Educação do Trabalhador (CIET), escola do SESI e do SENAI voltada à qualificação da mão-de-obra do setor produtivo da construção civil. Na sua 10ª edição, 120 mil visitantes passaram pela feira, realizada pelo Studio 5 em seu Centro de Convenções. O CIET ocupou um dos 91 estandes que representavam 52 empresas. Segundo o gerente da unidade do SESI e do SENAI, engenheiro Rizo Ribeiro, a escola participou da Construnorte com o objetivo de promover a marca CIET e apresentar ao público todos os serviços e cursos oferecidos pelo Sistema FIEAM. “A nossa presença na feira foi muito importante, pois o público alvo do CIET está num mesmo ambiente, o que nos deu a oportunidade de criar novos negócios com foco na construção civil”, destacou Rizo .

Estande do CIET-SESI/SENAI na feira do Studio 5


Casamento Coletivo une 50 industriários da Moto Honda Cinqüenta casais trabalhadores da indústria oficializaram sua união no último domingo de maio, dia 25, na 6ª edição do Casamento Coletivo promovido pelo Serviço Social da Indústria (SESI) e a empresa do Pólo Industrial de Manaus (PIM) Moto Honda da Amazônia. O enlace matrimonial aconteceu na área de lazer da empresa. Os casais tiveram direito a troca de alianças, brinde com champanhe e coquetel. Diante do juíz Carlos Zamith Junior, do 8º Cartório de Registro Civil, a emoção tomou conta dos noivos na hora do “sim” coletivo. As noivas capricharam no tradicional vestido branco, véu, grinalda e buquê de flores. Ana Paula Ferreira, 28, praticamente não dormiu na noite anterior ao seu casamento. Ela acordou às 4h da manhã de domingo para se arrumar com ajuda da cunhada. O então futuro marido de Ana, Jocildo José dos Santos, que trabalha há 11 anos no setor de solda da Honda, também não deixou a desejar, e foi tipicamente de noivo, com terno e gravata. “Sempre tivemos vontade de casar, mas não tínhamos condições. Agora, a empresa deu essa oportunidade e só temos a agradecer”, disse Jocildo. O industriário do setor de solda Jean Alves, 21, e Marinalva da Silva Oliveira, 20, foi o casal mais jovem na cerimônia coletiva. Os noivos que são naturais do município de Manacapuru, a 60 quilômetros de Manaus, se conheceram quando crianças, mas com o passar dos anos perderam o contato. Depois de alguns anos se reencontraram em Manaus e desse reencontro nasceu Casal Jean e Marinalva com o primeiro filho

um grande amor. “Sabemos da responsabilidade e, por sermos jovens, a cobrança é bem maior. Mas nos amamos e queremos oficializar a nossa união perante a sociedade”, disse Jean. MOMENTO DE CIDADANIA Segundo a coordenadora do Núcleo SESI de Responsabilidade Social Empresarial, Simônica Sidrim, o casamento coletivo é um evento de cidadania. “O SESI parabeniza a Honda pela iniciativa, e pela valorização de seus colaboradores, elevando os níveis de qualidade de vida no trabalho. Evidenciando desta maneira o cumprimento da sua responsabilidade social empresarial”, ressalta. SESI e Moto Honda realizam o casamento coletivo desde 2004. Desde então, 370 casais oficializaram a união no civil. Segundo a gerente do Serviço Social da Honda, Gianna Castro, a empresa promove dois casamentos coletivos por ano. O próximo vai acontecer em dezembro, para mais de cem casais. O gerente de Recursos Humanos da empresa, José Wilson Falcão da Costa, disse que o grupo Honda é uma família, e que os funcionários fazem parte dessa família. “Ficamos muito felizes em poder realizar o sonho dos colaboradores, pois o casamento é um momento muito especial”.

Cerimônia realizada na Moto Honda

Jocildo e Ana Paula trocam as alianças


Coletores de sementes recebem agroindústria em Manaquiri

O município de Manaquiri (60 quilômetros a Sudoeste de Manaus) recebeu, no dia 9 de maio, sua primeira unidade industrial, como resultado de uma parceria entre Sebrae Amazonas, Prefeitura Municipal e produtores rurais de Manaquiri. Com capacidade para produzir 50 litros de óleo vegetal por hora (pelo método tradicional leva semanas para produzir apenas um litro de óleo), a Agroindústria de Óleos de Manaquiri promete, de acordo com o prefeito Jair Souto, atrair investimentos e incentivar a criação de um pólo de produção de matérias-primas para biocosméticos no município. “A Agroindústria vai movimentar toda uma cadeia produtiva, incluindo desde os coletores de sementes para extração de óleo, até as grandes empresas de cosméticos que vão comprar este produto. Portanto, as nossas expectativas quanto à geração de emprego e renda são as melhores possíveis”, disse o prefeito, durante solenidade de inauguração da Agroindústria. A diretora-técnica do Sebrae no Amazonas, Maria José Alves da Silva, disse que os produtores e coletores de sementes de Manaquiri devem primar pela união, uma vez que o mercado em que vão atuar é promissor, porém exigente. “Cada pessoa envolvida direta ou indiretamente na Agroindústria deve trabalhar pelo crescimento desta empresa, porque o que inauguramos hoje em Manaquiri é um sonho de muitos anos

atrás, e que por isso não pode esmorecer diante das dificuldades. A Agroindústria precisa ser um exemplo de sucesso a ser seguido por outros municípios do Amazonas”, disse a diretora. Dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), mostram que este setor econômico movimentou, em 2007, o equivalente a R$ 19,6 bilhões. Existem, segundo a Abihpec, cerca de 1,5 mil indústrias atuando no mercado brasileiro, sendo que 15 são empresas de grande porte com faturamento acima dos R$ 100 milhões. A Agroindústria de Óleos de Manaquiri gera, inicialmente, 20 empregos diretos. A maioria dos postos de trabalho serão ocupados por filhos e filhas de coletores e produtores que fazem parte da Cooperativa dos Produtores e Beneficiadores de Plantas Medicinais, de Fitoterápicos e Fitocosméticos em Manaquiri (Coopfitos), criada em 2007, e que reúne 39 famílias de agricultores e coletores de ervas e sementes das comunidades Cai N'água e Bom Intento, ambas a 40 minutos de barco da sede de Manaquiri. O recurso para construção da Agroindústria e compra de máquinas foi liberado pelo Projeto Manejo dos Recursos Naturais da Várzea (Provárzea). A Agroindústria é administrada por um comitê gestor composto pelo Sebrae, Prefeitura de Manaquiri e representantes da Coopfitos. Os produtos dos quais são extraídos os óleos vegetais são: andiroba, tucumã, açaí, bacaba e castanha, variedades que existem em abundância na região de floresta de Manaquiri. “A Agroindústria é um sonho realizado. Vamos ganhar tempo na produção de óleo e esperamos que toda nossa gente possa se beneficiar desta indústria”, disse o coletor de sementes e integrante da Coopfitos, Norberto Dutra de Oliveira, 47.


Sebrae/AM expõe produtos em homenagem às mães O Sebrae no Amazonas realizou nos dias 7 e 8 de maio, a feira

Quanto à oferta de produtos, diversos estandes ofereceram,

'Sebrae Mostra o Que Faz', um evento aberto ao público por

também a preços baixos, artigos de artesanato (cestaria,

meio do qual artesãos, produtores rurais e empreendedores

decoração e bijuteria), variedades alimentícias de origem

de diversas áreas, incluindo higiene e beleza,

regional, como o leite e derivados, doces, bolos, salgados e

comercializaram produtos e serviços a preços acessíveis. A

tortas com sabores de frutas e ingredientes amazônicos.

feira, alusiva ao Dia das Mães, foi realizada na área externa do

“Todos os produtos oferecidos têm boa aceitação no mercado,

Sebrae, na rua Leonardo Malcher, 924, no Centro de Manaus.

abrindo novas oportunidades de compra e venda”, diz a

“Esta é uma feira que objetiva mostrar à sociedade um pouco

gestora do projeto 'Fomento à Cadeia do Leite de Autazes e

do resultado que alcançamos ao apoiar as micro e pequenas

Careiro da Várzea' do Sebrae/AM, Eliene Freitas. A gestora

empresas do Estado”, diz a diretora-técnica do Sebrae/AM,

informa que os produtos são fabricados pela Cooperativa de

Maria José Alves da Silva.

Leite de Autazes (Coopleite), que já tem entre seus

A feira 'Sebrae Mostra o Que Faz' reuniu dezenas de

compradores a rede de supermercados Carrefour.

agricultores, artesãos, artistas plásticos e profissionais da

“Apoiamos as micro e pequenas empresas do interior do

beleza vinculados a projetos de desenvolvimento econômico

Estado, incentivando o crescimento e o fortalecimento das

do Sebrae implementados em Manaus e cidades do interior.

mesmas por meio da participação em feiras e eventos,

Houve também exposição de arte plástica, escultura,

abrindo, assim, novos canais de comercialização”, disse o

artesanato e biojóias (bijuteria de fino acabamento).

gestor de feiras e eventos do Sebrae/AM, Elcimar Barroso.


Biblioteca Raimar Aguiar festeja primeiro aniversário Idealizada pelo conselheiro fiscal da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Moyses Benarros Israel, a Biblioteca Raimar Aguiar completou, no dia 25 de maio, um ano de existência. Para festejar a data, os colaboradores do Sistema FIEAM, SESI, SENAI e IEL reuniram-se num coquetel no dia 30 de maio, nas instalações da biblioteca, no 3º andar do Edifício Raimar Aguiar, na Avenida Joaquim Nabuco, 1919, Centro.

Durante o evento, o diretor executivo das coordenadorias da FIEAM, Flávio Dutra, disse que a biblioteca é um marco que o Sistema deixa a serviço da Moyses Benarros Israel, o homenageado comunidade. Colaboradores participam das comemorações idealizador da biblioteca O diretor destacou que a existência da blibioteca é resultado do empenho pessoal de Moyses Israel. “Tenho imensa gratidão por este homem que só tem a CONHEÇA A BIBLIOTECA contribuir para o desenvolvimento cultural e educacional do nosso Estado”, disse Dutra. A Biblioteca Raimar Aguiar possui aproximadamente três mil livros Segundo o Superintendente do SESI Amazonas, Luiz Alberto de várias áreas do conhecimento, 500 periódicos, entre revistas, Medeiros, o Sistema FIEAM está providenciando a aquisição de jornais, cartilhas e trabalhos originados em seminários e novos livros para ampliar o acervo já existente. “É muito importante congressos, publicações do Sistema FIEAM, informativos, que nós possamos acompanhar e oferecer para os usuários da almanaques e 300 multimeios - DVDs, CDs, mapas, entre outros. biblioteca livros atualizados de várias áreas do conhecimento”, Além de obras do acervo particular do economista Raimar Aguiar, afirma. vice-presidente da FIEAM, falecido em 2006. De acordo com a responsável pela biblioteca, Selene de Souza Todo este material catalogado fica à disposição de industriários, Moreira, 3.974 pessoas utilizaram os serviços da biblioteca em um seus dependentes, universitários, empresários, colaboradores do ano de atividades. Ela explica que os usuários podem fazer Sistema FIEAM e pessoas da comunidade. pesquisas pela Internet, leitura no próprio local ou O acesso à biblioteca é gratuito e seu funcionamento é de segunda mesmo emprestar livros para a sexta, de 9h às 18h, sem intervalo para almoço. pesquisa em casa. a, e a uta bliotec pela bi inho, Nina e T l e v á s es on a, resp min, com o S z u o S ja de Selene a Tatiane Ben ri estagiá


ilv a lau dio S fot o: C

O SESISAÚDE leva os serviços odontológicos até sua empresa. Consulte-nos, o SESI tem muito mais para você.


revistafieam-mai08