Page 1

Distribuição Gratuita

104ª Edição - Novembro 2017

Rio Espera recebe mais uma edição do projeto Biblioteca Rural Itinerante da Polícia Militar Página 03

Municípios do Circuito Villas e Fazendas de Minas conquistam ICMS Turístico para 2018

Grupo de Jovens participa de Dia Nacional da Juventude

Página 05

Página 07

População rioesperense recebe palestra sobre temas importantes Ministrada pela médica Endocrinologista, Drª Selma Rocha, a palestra tratou de temas de extrema relevância para a população do município de Rio Espera, como a prevenção ao diabetes, obesidade, alimentação saudável entre outros.

Página 08


EDITORIAL Há uma crise em nosso país que não é só econômica, mas também ética, no sentido de falta de honestidade. A cada dia que passa, escutamos notícias de novas prisões, indiciamentos e suspeitas de envolvimento de vários políticos, pessoas ligadas ao poder e que nos deixam com menos esperança para o futuro. Porém, mais um ano está por se iniciar, e novamente teremos a possibilidade de mudar. Só depende de nós. O desejo de cada brasileiro é de que o nosso país mude. Essa transformação passa pelos nossos governantes, com a mudança de postura no trato com a coisa pública. Saibamos então escolher, principalmente para não nos arrepender. Deveríamos dar a cada candidato a frase do célebre filósofo Immanuel Kant, para que seguissem como lema: “Tudo o que não puder contar como fez; não o faça! Se há razões para não contar; há para não o fazer!”. Uma ótima leitura e até a próxima. Jornalista e Editora do Rio Espera em Foco Simone Santiago

Participe você também da campanha para arrecadação de donativos para a Casa de Repouso de Rio Espera O rioesperense Toninho do Zé Gomes está preparando mais uma doação para a Casa de Repouso de Rio Espera. Ele conta sempre com a colaboração de conterrâneos e, nesse ano, convida aos rioesperenses presentes e ausentes para fazerem a sua doação. Ele pede a Quem puder contribuir com material de limpeza ou alimentos não perecíveis para procurá-lo. Telefone de contato: (31)98206-5570. A entrega da doação à Casa de Repouso será realiza nesse final de ano.

EXPEDIENTE:

Jornalista Responsável: Simone Santiago - Reg. Prof. 14.193 sisancomunica@gmail.com End.: Rua São José, 487 - Rio Espera. CEP: 36460-000 Produção Editorial, Projeto Gráfico, Diagramação, Fotos, Reportagens e Matérias: Simone Santiago Impressão: Central Gráfica - (31)3762-3182 - Conselheiro Lafaiete Tiragem: 1.000 exemplares

O Informativo é uma publicação mensal. A reprodução total ou parcial do conteúdo desta obra é expressamente proibida sem prévia autorização. O Informativo não se responsabiliza por matérias assinadas.


Aniversariantes em Flash Parabéns e felicidades a todos os que fizeram e que farão aniversário.

Omar 25/11

Maria Nascimento 25/12

Marlúcia e Lara 03/12

Maricota 08/12

Matheus Oliveira 27/12

Kayky Silveira 13/12

Paulo Rubatino 02/12

Dona Natália 1º/12

Luiz Henrique 15/12

Mariza 24/12

Rio Espera recebe mais uma edição do projeto Biblioteca Rural Itinerante da Polícia Militar O Destacamento da Polícia Militar na cidade de Rio Espera, comandado pelo 3º Sargento Wandercy Lélis da Silva, realizou nesse mês de novembro, mais uma edição do projeto Biblioteca Rural Itinerante. O evento ocorreu na Escola Estadual Cel. Joaquim dos Santos Monteiro no distrito de Ponte Alta. Além do Sargento Lélis, participaram a Diretora da Escola e a Secretária Municipal de Cultura. As crianças se divertiram com desenhos para colorir, livros e revistas em quadrinhos oferecidos.

Sobre o projeto

e, consequentemente, elevar o nível cultural dos cidadãos combatendo o analfabetismo, principalmente de crianças e adolescentes. Como resultado positivo, o projeto contribuirá para que os adultos sejam mais conscientes em seus atos e atitudes, implicando na redução criminal, o que facilitará para um melhor trabalho por parte da PMMG no futuro em tal localidade. O projeto procura incentivar e criar nos participantes o prazer na leitura e na busca do conhecimento,

o que poderá resultar na descoberta do amor a esse hábito tão gratificante e engrandecedor para o homem. Além disso, serão realizadas palestras com abordagens de variados assuntos que afetam negativamente a comunidade, como drogas ilícitas, alcoolismo, violência doméstica, êxodo educacional, dentre outros. Estão sendo também desenvolvidas Oficinas culturais e projeto Saúde do Campo, com a prática de atividades físicas desportivas com a Comunidade Rural.

Esse projeto está sendo desenvolvido no destacamento do 31º BPM e tem como principal objetivo introduzir o hábito da leitura junto aos moradores da Comunidade Rural do município de Rio Espera

Página 3


Polícia Militar apreende armas em Rio Espera

O Destacamento da Polícia Militar de Rio Espera apreendeu várias armas de fogo nesse mês de novembro na cidade. Em um dos casos, ocorrido em 27 de novembro, após disparos, os policiais localizam arma de fogo no Distrito Rio Melo. Os policiais receberam a informação de que um rapaz de 23 anos de idade realizava disparos de arma de fogo próximo a sua residência em Rio Melo, Distrito de Rio Espera. Os militares ainda foram informados que esse rapaz também fazia o uso de drogas. Uma guarnição, composta pelo Sargento Françoso, Cabo Cruz, Cabo Ribeiro e Soldado Rafael Silva deslocou até o local para averiguar as denúncias, porém o possível autor dos disparos não estava na residência. Durante as buscas, os militares conseguiram localizar no quarto do cidadão, dentro de um par de meias em uma gaveta, uma garrucha Cal.22, duas munições de Cal.22 intactas e um cartucho de calibre e marca indefinidos, com a espoleta picotada, porém

não deflagrada. Os materiais localizados foram apreendidos. Foi realizado rastreamento pelas imediações e em possíveis locais onde o rapaz poderia estar, mas ele não foi localizado. Já no dia 29, durante uma Operação Desarmamento realizada pelo Destacamento, os militares conseguiram localizar e apreender mais uma arma de fogo. A equipe composta pelo Sargento Lélis, Sargento Françoso e Soldado Rizzi deslocou até a localidade de Cruz para verificar uma denúncia de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Na residência, apos contato com o morador, ele franqueou a entrada dos militares, que após busca minuciosa conseguiram localizar uma espingarda Cal. 28 e cinco munições do mesmo calibre, sendo que uma delas estava deflagrada. O material encontrado foi apreendido e encaminhado à Delegacia de Ouro Branco para demais providências.

Rioesperense Por Sílvio Lopes de Almeida Neto

Não se cuida aqui e agora sobre o fato de que eu esteja encasacado ou arrostado, atrevido ou afrontando outros iguais. Cuida-se sim do fato de estar gizando, escrevendo com giz – um giz que não se apaga no tempo – as palavras estão cravadas no coração dos guerreiros. Eternamente os adversários, atônitos, assombrados por um raio, atordoados se postam de joelhos; seja em direção à Meca, Rio Espera ou Capela Nova. Deu no vinte, acertar, adivinhar, o que já sabíamos de longa data – o Rioesperense Esporte Clube – na luta contra os cães embatucados, sem capacidade de reação, os tornaram míseros profetas de algo que nunca foram. A bola na rede por duas vezes, entonteceu, tornou tonto e imbecil os adversários farroupilhas. E tudo foi sério, e decidido; foi mesmo um romance forjado na vitória e na derrota de todos eles. Posso dizer que ao final de tudo, saíram aqueles com o sobranceiro baixo, peles oleosas e bocas, que só por muito esforço proferiam monossílabos grunhidos. Então, ao apito final, entre os galos, galinhas e galinholas apenas restou um poleiro apertado. Os guerreiros de Rio Espera voltaram para casa assemelhando-se aos 300 de Esparta; de almas lavadas, heróis sem arrebiques ou seja, sem enfeites ridículos, ao contrário, no coração a sensação casta, inocente e pura da vitória. Campeões que rutilam, resplandecem, luzentes, muito brilhantes. A bola se despede no aguardo de seus pés campeões.


Municípios do Circuito Villas e Fazendas de Minas conquistam ICMS Turístico para 2018 Mais um ano de ICMS turístico garantido para os Municípios do Circuito Villas e Fazendas de Minas. Além de Rio Espera, foram contempladas as cidades de Caranaíba, Casa Grande, Conselheiro Lafaiete, Itaverava, Santana Dos Montes e Senhora de Oliveira. Vale ressaltar que o Circuito Villas e Fazendas conseguiu obter aprovação de 100% dos municípios que enviaram a documentação, pois no começo de 2017, nove municípios eram associados e somente dois ainda não possuíam a política de Turismo implementada. Agora são treze municípios associados e em 2018, todos poderão enviar sua documentação para pleitear os recursos. O ICMS Turístico atua como motivador e catalisador de ações, visando estimular a formatação e implantação, por parte dos municípios, de programas e projetos voltados para o desenvolvimento

turístico sustentável, em especial os que se relacionam com as políticas para o turismo dos Governos Estadual e Federal. A documentação é cadastrada no próprio sistema do ICMS Turístico, criado pela Secretaria do Estado de Turismo de Minas Gerais, enviada no início do ano, condizendo com o trabalho realizado no ano de 2016. A inclusão do ICMS Turístico é garantida com base na Lei Estadual nº 18.030 de 2009, sendo o turismo um instrumento de distribuição de renda mais democrático, tendo em vista que a atividade

permite, a todos os setores da economia, um grande benefício, promovendo um substancial desenvolvimento econômico, cultural e social. Através da Lei Robin Hood, o recurso é transferido mês a mês ao Município contemplado. O Circuito Villas e Fazendas parabeniza os municípios contemplados e em fevereiro de 2018 todos os municípios associados ao Circuito terão oportunidade de encaminhar a documentação exigida pela SETUR que comprova o trabalho deste ano, pleiteando recursos para 2019.

Foto: Ygor Kiyomura/Divulgação Circuito Villas e Fazendas

Rio Espera conquista pontuação de 4,58 no ICMS Patrimônio Cultural de 2018 O Instituto Estadual do Patrimônio Artístico de Minas Gerais (IEPHA) divulgou a tabela de pontuação do ICMS Patrimônio Cultural de 2018. Quinhentos e oitenta e dois municípios apresentaram a documentação, e aqueles que pontuaram no programa receberão os repasses financeiros ao longo do próximo ano. Rio Espera pontuou por mais um ano e obteve 4,58 pontos. Vale lembrar que os municípios ainda podem pedir revisão da análise e a pontuação definitiva sairá no dia 20 de julho de 2018.

Página 5


Rio Espera é representada no encontro que discutiu o Marco Regulatório do Terceiro Setor Colaboração: Jean Piter Representantes de 28 cidades da Zona da Mata, Campo das Vertentes e do Alto Paraopeba participaram, nesse mês de novembro, do encontro sobre o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (OSCs). O evento foi realizado pelos deputados Cristiano Silveira (estadual) e Reginaldo Lopes (federal), no auditório da Faculdade de Direito de Conselheiro Lafaiete. O encontro contou com a participação de prefeitos, vereadores, secretários municipais, e representantes de asilos, orfanatos, casas de acolhimento, entre outras instituições. Da cidade de Rio Espera participaram o Presidente da Casa de Repouso, Tharley; o Presidente da Câmara, Fernando da Silveira; os vereadores Zé do Zinho, Irani e Roberto; a Presidente da Associação de Produtores Rurais de Rio Espera, Mariza e o ex viceprefeito de Rio Espera, Márcio Miranda, como representante do deputado estadual Glaycon Franco. O novo Marco Regulatório das OSCs foi aprovado em 2014, buscando aprimorar as relações entre o Poder Público e as organizações do terceiro setor. A especialista Luciana Mara, da Superintendência de Central de Convênios e Parcerias da Secretaria de Estado Governo, foi a palestrante do encontro. Ela falou sobre as principais mudanças da nova legislação e deu orientações sobre os procedimentos que devem ser observados pelas ONGs para a celebração de convênios com o Estado. O presidente da Comissão

de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado estadual Cristiano Silveira, destacou a importância da OSCs para os municípios. “As ONGs desempenham um papel fundamental para a sociedade, uma vez que as prefeituras, na maioria das vezes, não possuem estrutura para realizar todos esses serviços. É uma atuação sem fins lucrativos e que busca atender aos mais necessitados. Por tudo isso, é muito importante que essas organizações tenham nosso apoio para realização de suas atividades”. Já o deputado federal Reginaldo Lopes anunciou que irá apresentar um projeto de lei para regularização das parcerias entre o Poder Público e as ONGs. “O modelo de parceria

público-privada é muito caro. Podemos fazer o mesmo serviço por meio de organizações sem fins lucrativos, o que vai permitir que mais pessoas sejam atendidas por programas sociais. Como a construção de casas populares, que pode ser bem mais barata quando feita por uma associação de moradores”. Todos os presentes receberam uma cartilha explicativa sobre o Marco Regulatório das OSCs e também tiraram dúvidas sobre a nova legislação. Ao final do evento foi lançado o Fórum Permanente das Organizações do Terceiro Setor da região do Alto Paraopeba. O objetivo é que as ONGs possam trabalhar em um processo de colaboração para aperfeiçoamento das atividades na região.


Grupo de Jovens participa de Dia Nacional da Juventude

Talvez a existência seja tão complexa como simples...

Onde se aninhar? Por Emanuel Tadeu

O grupo de Jovens Arcanjos, de Rio Espera, marcou presença no Dia Nacional da Juventude (DNJ) realizado na cidade de Porto Firme no dia 26 de novembro. Cerca de 20 jovens rioesperenses participaram do evento que contou com a presença de representantes das cidades da região centro. Além de Rio Espera e Porto Firme, marcaram presença as cidades de Piranga, Senador Firmino, Presidente Bernardes e Catas Altas da Noruega. Os grupos puderam interagir, trocar experiências e obter várias informações com as palestras e dinâmicas realizadas. Segundo a Coordenadora do Grupo Arcanjos, Isabella Cunha, desde o ano de 2012 eles participam e a cada nova participação, há uma troca de experiências e mais conhecimentos os jovens conseguem adquirir: “Foi uma experiência muito rica de comemoração, partilha de experiências e oração, além de rever e conhecer amigos de caminhada. Foi como todos os anos, um momento de comemorar o dia da Juventude e mostrar que a Igreja também é jovem. Foi um momento de muito aprendizado para o nosso grupo que está cada vez mais fortalecido. Dentro do Grupo reafirmamos os diversos chamados de Deus, fazendo com que fique cada vez mais forte a nossa vontade de servir e fazer a vontade de Deus na nossa vida e na vida da comunidade”, concluiu Isabella.

Voou o passarinho em busca de um ninho Procurou entre as laranjeiras Sobrevoou as cerejeiras Mas onde repousar? Onde construir um ninho para morar? Continuou o caminho Encontrou uma casa, mas lá não dava para morar. Voou mais um pouco Sua companheira o seguia Coitado! A pobre dizia De repente encontraram uma pequena árvore Ficava no quintal de uma casa Era uma arvorezinha parecida com um pinheiro de natal Agora sim! vou aqui morar! Rodearam-na voando Oba! Temos uma casa, é aqui que vou morar Buscaram galhinhos e lá construíram seu ninho Naquela pequena árvore Ali foram morar Ali viveram Ali tiveram seus filhotes Três passarinhos A mãe cuidando e o pai a alimentar Ali cresceram Ali os pequenos aprenderam a voar Depois os filhotes foram embora Foram seguir o caminho Construir novos ninhos Novas árvores habitar E o casal passarinho Ali ficaram no ninho Até um dia Deus os chamar.

Página 7


População rioesperense recebe palestra sobre temas importantes A palestra foi organizada pelos vereadores Zé do Zinho e Irani.

A população de Rio Espera recebeu no último dia 24 de novembro, uma palestra organizada através da iniciativa dos vereadores Irani e Zé do Zinho. O evento aconteceu na Câmara Municipal e contou com a participação de várias pessoas da comunidade. Ministrada pela médica Endocrinologista, Drª Selma Rocha, a palestra tratou de temas de extrema relevância para a população do município de Rio Espera, como a prevenção ao diabetes, obesidade, alimentação saudável entre outros. Drª Selma falou de forma clara, com uma linguagem objetiva fazendo com que todos pudessem entender sobre os assuntos abordados. Os vereadores agradeceram a participação da Endocrinologista e disseram que outros eventos como esse estão sendo preparados para o próximo ano.

Grupo de Jovens Arcanjos prepara mais um Natal Solidário Evento será realizado de 21 a 23 de dezembro.

Já tem data para a realização da sexta edição do Natal Solidário realizado pelo Grupo de Jovens Arcanjos de Rio Espera. De 21 a 23 de dezembro, os jovens percorrerão as comunidades da cidade com a entrega de donativos, brinquedos e roupas. Segundo a Coordenadora do Grupo de Jovens, Isabela Cunha, o Natal Solidário tem o principal objetivo de levar o verdadeiro sentido do Natal,

com muito amor e carinho para aqueles mais necessitados: “Natal é tempo de esperança, principalmente para aqueles que estão à margem dá sociedade. E para nós da equipe é um verdadeiro sonho chegar ao sexto ano de Natal Solidário. Fazemos tudo com muito amor e é uma forma de fazer a diferença na vida das pessoas e também de mostrar aos jovens a realidade da vida. Nós podemos sim ser a presença de Deus na

vida das pessoas. É uma emoção muito grande ao ver o sorriso estampado no rosto de todos que são presenteados e nós voltamos para casa revigorados e cheios de Deus. É uma sensação maravilhosa que só quem vive e participa sabe explicar”, comentou. As doações já podem ser realizadas. Os interessados em contribuir podem doar alimentos, brinquedos, roupas e balas. As doações podem ser deixadas na casa da Coordenadora Isabella.

Informativo Rio Espera em Foco novembro 2017  
Informativo Rio Espera em Foco novembro 2017  

104ª Edição, m~es de Novembro 2017

Advertisement