Page 1

Distribuição Gratuita

107ª Edição - Fevereiro 2018

Rio Espera foi palco de mais um carnaval de muita alegria

Página 04 Casarão da Piedade conta com exposição do artesanato da cidade Venha conhecer o artesanato local. Página 06

Rio Espera receberá 1º Encontro de Carros Antigos Encontro acontecerá no Pesque e Pague do Alexandre. Página 08


EDITORIAL Há alguns dias, estava eu a ler algumas frases ditas por personalidades famosas e encontrei as de Esopo, que foi um famoso fabulista grego nascido há mais de 2.500 anos. Era de se esperar que as mazelas de antigamente, como corrupção, educação ruim, tirania, violência, estivessem extintas com o evoluir da humanidade. Porém, pela maneira como ele escreveu e com o passar dos séculos, não se observou muita mudança, principalmente se compararmos com nosso país, onde a corrupção reina, a violência atinge níveis nunca antes alcançados e não se vê, pelo menos no momento, uma luz no fim do túnel. Por isso, essas frases chamaram-me tanto a atenção, pois são tão atuais, apesar de escritas antes de Cristo. Enumerei algumas para que possamos apreciá-las e, quem sabe, levar um pouco de lucidez a cada leitor para melhorar a qualidade de vida em nossa comunidade. “As palavras são importantes, mas o que vale é o exemplo.” “Um pedaço de pão comido em paz é melhor que um banquete comido com ansiedade.” “Não se podem censurar os jovens preguiçosos, quando a responsável por eles forem assim é a educação de seus pais.” “Não há ouro bastante para pagar a liberdade.” “Não há nada de nobre em sermos superior ao próximo; A verdadeira nobreza consiste em sermos superiores ao que éramos antes.” “Até mesmo os poderosos podem precisar dos fracos.” “É perigoso agir sem refletir.” “Nenhum gesto de gentileza, por menor que seja, é perdido.” Espero que pelo menos o exemplo e a educação familiares sejam a herança que todos procurem passar a seus filhos, porque o que temos visto é a perda dos princípios morais e éticos, que são a base para uma sociedade mais justa e mais fraterna. Uma ótima leitura! Jornalista e Editora do Rio Espera em Foco Simone Santiago

EXPEDIENTE:

Jornalista Responsável: Simone Santiago - Reg. Prof. 14.193 sisancomunica@gmail.com End.: Rua São José, 487 - Rio Espera. CEP: 36460-000 Produção Editorial, Projeto Gráfico, Diagramação, Fotos, Reportagens e Matérias: Simone Santiago Impressão: Central Gráfica - (31)3762-3182 - Conselheiro Lafaiete Tiragem: 1.000 exemplares

O Informativo é uma publicação mensal. A reprodução total ou parcial do conteúdo desta obra é expressamente proibida sem prévia autorização. O Informativo não se responsabiliza por matérias assinadas.


ANIVERSARIANTES

Parabéns aos que fizeram e aos que farão aniversário:

Iaiá 28/02

Camila 20/02

Vinícius 28/03

Roberto 17/02

Sônia 19/03

Gláucia 15/02

Renata 10/03

Chico 11/03

José Cornélio 13/03

EUTRÓPIO E SUA SEGUNDA HISTÓRIA NA ESQUERDA

Por Sílvio Lopes de Almeida Neto

Eutropio é solteiro. De vez em quando trabalha no turno da noite (o que lhe faz a cabeça parecer um penico cheio), obrigado vai assim mesmo. Quando suas poucas provisões mentais lhe permitem, pensa em estudar muito, pensa em maturar, dedicarse a longos trabalhos intelectuais. Não tem mestre para tamanha tarefa. Lhe sugeriram, pouco tempo depois de mais um “porre” (em especial este ocorreu na segunda-feira) que procurasse os anabatistas. Estes últimos só aceitavam o batismo na idade adulta, entretanto, Eutropio fora batizado bem no meio de um sermão que “Pangloss” fazia para “Cunegundes”. Tudo foi por água abaixo. Contrataram um orador despiciendo, desnecessário, para que um oficial da Inquisição não permitisse aquela heresia. Assim, mais uma vez, Eutropio se viu despojado da graça de Deus. Decorre de tudo isso um massacre nos neurônios do cabra. Veio a insolência e mentira da “intervenção militar” em favor da Pátria Amada, ao escopo, intuito, de proteger o “povo amado”. Golpe bem miserento, mísero, mas que Eutropio já ouviu contar. Não bastasse, na noite de ontem, viu o desnudar do seu incompetente time de futebol. A propósito, uma das poucas “canções” aos ouvidos dele. Seu “grandioso” clube venceu todas as partidas do “rural” de Minas Gerais. Tudo pode ficar encoberto, mas não por todo o tempo. Dito isso, o seu “esquadrão azul” tombou (repleto de desculpas esfarrapadas) miseravelmente diante da Escola Argentina. Eutropio quer desaparecer, ir para Roma ver o Papa e morrer. Eis o mistério de um corisco repentino.

Página 3


Rio Espera foi palco de mais um carnaval de muita alegria Como acontece todos os anos, a cidade de Rio Espera recebeu vários foliões para mais um carnaval. O Grupo Agogô animou os blocos com as tradicionais marchinhas e mostrou que a tradição é mantida há vários anos no município. Muitos visitantes passaram pela cidade nos dias de festas e, segundo o Destacamento da Polícia Militar, não houve nenhuma ocorrência de destaque, sendo que correu tudo tranquilamente em clima de paz e harmonia. Blocos caricatos mostraram muita alegria neste ano, cada um com sua fantasia e seu jeito de brincar o carnaval. Ao Final da

Festa, o prefeito Marquinhos Matipó, ao lado de funcionários da Secretaria de Cultura, fez a entrega de um troféu de participação para todos aqueles que saíram e desfilaram com seus blocos. Segundo a Secretária Adjunta de Cultura, Maria Clara Gonçalves Rosa, além do Grupo Agogô, nesse ano houve a participação de quase 15 blocos: O Bloco da Melhor Idade, Pesadão, Vai Quem Quer e Biriguidu, Currutela, Tá Pequeno Mais Vai Crescer, É Nóis JF de Juiz de Fora, Niterói Folia, Farinha do Mesmo Saco, As Piranhas, Bloco do Pijama, Família Buscroods, Carrinho

Terrorista (BH é Nóis) e Oxee Melhor Aqui Do Que Na UTI. As crianças se divertiram com as apresentações de palhaços durante a matinê e as noites foram comandadas por muita animação com a apresentação de Bandas e DJs. De acordo com Maria Clara, tudo correu dentro do esperado: “Agradecemos a todos os foliões que por mais uma vez brilharam em nosso carnaval. Agradecemos a todos os blocos, em especial ao Grupo Agogô, que animou os nossos dias de festa com as tradicionais marchinhas. Tivemos uma grande participação, tanto de rioesperenses quanto de visitantes e esperamos todos no próximo ano”, concluiu.


Pรกgina 5


Casarão da Piedade conta com exposição do artesanato da cidade Os apaixonados por produtos caseiros, objetos produzidos na cidade de Rio Espera devem procurar o Casarão da Piedade. Lá estão expostos vários artigos produzidos por artesãos e produtores de cachaça do nosso município. Segundo a Secretária Adjunta de Cultura, Maria Clara Gonçalves Rosa, a Prefeitura

cedeu o espaço para os interessados que desenvolvem seus trabalhos na cidade fazerem a exposição e venda dos produtos. “Nós temos aproximadamente quinze artesãos cadastrados, onde cada um tem seu número de controle e eles trazem seus produtos para divulgarmos o trabalho aqui no Casarão. Nós cedemos o espaço

e tudo que é vendido repassamos o valor integral para cada um deles. É uma forma de divulgar produtos de alta qualidade que são desenvolvidos pelos próprios rioesperenses”, comentou Maria Clara. Os interessados em conhecer o artesanato produzido em Rio Espera podem visitar o Casarão, de 08 às 16 horas, de segunda à sextafeira.


Poesiar... Estradas Mineiras

Ações desenvolvidas em Rio Espera reforçam Campanha sobre o Janeiro Branco

No último mês de janeiro, a cidade de Rio Espera recebeu a Campanha “Janeiro Branco” com a valorização da saúde mental. Por Emanuel Tadeu Realizada pela primeira vez na cidade, a ação contou com uma série de atividades preparadas e desenvolvidas pelo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), juntamente com equipes do Núcleo de Apoio à Família (NASF) e da Estratégia Saúde da Família (ESF). A programação especial teve início com uma entrevista na Rádio “Rio Espera FM” no programa Papo de Mulher com a Jornalista Simone Santiago, onde participaram a Psicóloga do CRAS Débora, a Assistente Social do Posto de Saúde Angélica e Coordenadora do CRAS Izabella Cunha. As profissionais destacaram a importância dessa Campanha Para lá que, segundo Débora, está em sua 5º edição em todo o país, sendo a Para cá primeira vez desenvolvida no município de Rio Espera: “Elaboramos Direita uma programação com orientações e ações para falarmos sobre a Esquerda saúde mental”, comentou. Um pouco mais para direita Além da entrevista na Rádio, houve também uma palestra Um pouco mais para esquerda com o tema “Valorização da Vida” que aconteceu no Hospital e Motoristas para direita Maternidade São Francisco e no Serviço de Atenção Básica da Saúde. Passageiros o acompanham A população contou com atividades físicas e com uma caminhada Motoristas para esquerda pela vida que saiu da Praça do Rosário em Direção à Praça da Passageiros o acompanham Piedade. De acordo com a Assistente Social Angélica, além de tratar Cuidado! desse tema na área urbana da cidade, as atividades também foram Curva acentuada à direita desenvolvidas nas zonas rurais, através das equipes do ESF e NASF, Curva acentuada à esquerda com panfletagem e orientações para toda a população. Curva tônica A Coordenadora do CRAS Izabella ressaltou o sucesso da Devagar! realização da Campanha no município. “Tudo que foi realizado foi Curva sinuosa voltado para começar um ano diferente e a nossa equipe esteve Curva torta muito engajada na realização de mais um grande evento na cidade. Curva encurvada Procuramos fazer o melhor e, para os próximos anos, iremos preparar Em Minas, creio eu, todas as novas ações a serem realizadas durante o Janeiro Branco”, concluiu. estradas são proparoxítonas. Faço uma interrogação: Quem planejou tais estradas? Qual será o singular engenheiro? Provavelmente teve aulas com Niemeyer. Espero um dia encontrar o tal planejador Para agradecê-lo E apresentar um simples objeto Eis aí Uma grande invenção Eis a sua frente Diante de seus olhos Uma régua geométrica reta.

Foto: divulgação CRAS

Página 7


Rio Espera receberá 1º Encontro de Carros Antigos A cidade de Rio Espera receberá no dia 11 de março, a primeira edição do Encontro de Carros Antigos. Um momento que proporcionará troca de experiências para os apaixonados por carros. O evento acontecerá a partir das 09h no Pesque e Pague do Alexandre, na Rua Antônio Salim Jorge, bem na entrada da cidade. Idealizado pelos Rioesperenses Alexandre Salim e Márcio da Tia Ana, o encontro contará com o apoio dos clubes do Quadrado e dos Autos Antigos de Congonhas, da Associação Mineira de Antigomobilismo, através dos parceiros Marciano,

Wellerson, Fábio e Leandro, da Polícia Militar de Rio Espera, da Rádio Rio Espera FM e do Portal Foco na Notícia que fará a cobertura exclusiva. Para participar do encontro basta doar 1kg de alimento não perecível no momento da entrada. Todo o alimento arrecadado será doado à Casa de Repouso Heitor Horácio Dornelas em Rio Espera, instituição que presta excelente serviço social a pessoas idosas da cidade e toda região. Os idealizadores agradeceram o apoio recebido e convidam os apaixonados por

carros antigos e suas famílias para prestigiarem o encontro: “Estamos muito animados com o evento e acreditamos que essa nossa ideia trará ainda mais turistas para a nossa cidade e proporcionará lazer para a população. Já estamos pensando em realizar o evento em dois dias no próximo ano. Convidamos toda população de Rio Espera e região para prestigiar este evento inédito na nossa cidade. Venha, traga seu veículo antigo, traga sua família e passe um dia com muita alegria e diversão conosco”, concluíram os idealizadores.

Informativo Rio Espera em Foco - Edição de Fevereiro 2018  

Edição de Fevereiro 2018

Informativo Rio Espera em Foco - Edição de Fevereiro 2018  

Edição de Fevereiro 2018

Advertisement