Issuu on Google+

Informativo

52ª Edição / Julho 2013

Distribuição Gratuita

CRAS destaca-se a cada dia mais com suas atividades

Página 04

Rioesperenses reúnem-se em celebração na cidade de Contagem Página 05

Rioesperense recebe prêmio de melhor atriz Página 07

Escola “Monsenhor Francisco” participa da etapa regional do JEMG Página 07


Rio Espera em Foco

EDITORIAL As manifestações por todas as regiões do país tiveram papel importante para demonstrar que os cidadãos não estão alheios aos acontecimentos políticos. Houve a percepção de que se pode mudar o país. Com isso, alguns avanços, mesmo que pequenos, já começam a surgir. Os brasileiros tiveram a oportunidade única de exercer a sua cidadania, reivindicar seus direitos e mostrar a sua raiva, exigindo mudanças e demonstrando a sua insatisfação para com nossos governantes, pois foram eleitos para nos servir e não se servirem do cargo que ora ocupam. Houve passeatas nas capitais e em várias cidades pelo interior, o que comprovou a indignação e os anseios dos brasileiros. Não foi uma bandeira erguida por um partido, um candidato ou de um governo, mas uma demonstração do poder de uma nação que deseja transformações. Porém, o grande ponto negativo que tivemos foi a presença de vândalos, que se aproveitaram do momento cívico para realizar saques e danos ao patrimônio público e privado. Essa minoria poderia ter manchado o verdadeiro significado de todo o ato, mas sem eles, quem sabe, as manifestações não teriam o efeito tão contundente. No mundo, revoluções populares de países, exemplos de democracia, foram em sua maioria sangrentas e, apesar disso, hoje podemos ver o quanto esse sofrimento passado melhorou o presente. Porém, há várias maneiras de se conquistar sem haver abusos, principalmente com o diálogo e a participação efetiva da população. Assim, devemos ser otimistas e perseverar, porque já somos lesados em nossos direitos há anos. É chegada a hora do povo brasileiro se mostrar e deixar a democracia ser alcançada em sua plenitude. Como disse o cientista político Alberto Carlos de Almeida: “Democracia é barulhenta”. Ou seja, se queremos mudar e melhorar, precisamos lutar: com passeatas e manifestar como possível. Pode-se panfletar, gritar, cantar, pela internet ou nas ruas, mas procurar sempre aperfeiçoar a verdadeira democracia, que ainda é um sonho para todos nós e que há de se concretizar. Uma ótima leitura e até a próxima! Jornalista e Editora do Rio Espera em Foco Simone Santiago

EXPEDIENTE:

Jornalista Responsável: Simone Santiago - Reg. Prof. 14.193 sisancomunica@gmail.com End.: Rua São José, 487 - Rio Espera. CEP: 36460-000 Produção Editorial, Projeto Gráfico, Diagramação, Fotos, Reportagens e Matérias: Simone Santiago Impressão: Central Gráfica - (31)3762-3182 - Conselheiro Lafaiete Tiragem: 700 exemplares

Página 2

O informativo é uma publicação mensal. A reprodução total ou parcial do conteúdo desta obra é expressamente proibida sem prévia autorização. O Informativo não se responsabiliza por matérias assinadas.


Rio Espera em Foco

Aniversariantes em Flash

Parabéns e felicidades a todos os que fizeram e que farão aniversário.

Frederido dia 20/07

Dona Olímpia dia 25/07

Dona Oni dia 03/07

Ariela - dia 30/07 e Mirela - dia 02/07

Marrone dia 07/07

Ailton dia 07/07

“Doraci” - 26/07, Ícarao - 23/07 e “Zezé” - 10/07

“Lau” dia 19/07

Neusa dia 15/07

Lucas dia 21/07

Tiago Barreto dia 11/06

Eliane dia 16/07

Kátia dia 08/07

Vicentina dia 19/07

Davi dia 21/07

Marta dia 02/07

João Paulo - dia 24/06 e seu filho Vinícius - dia 20/07

Luciene dia 17/06

Karina dia 25/07

João Abdom dia 30/07

Sérgio Guimarães dia 18/07

Natiele de Oliveira dia 21/07

Vanessa Rezende dia 18/07

Página 3


Rio Espera em Foco

CRAS destaca-se a cada dia mais com suas atividades O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Rio Espera a cada dia que passa desenvolve novas atividades com a população do município. Além dos cursos oferecidos gratuitamente à comunidade, são realizados encontros, danças e outras atividades na sede do CRAS que fica na Rua Dr. Carlindo Garcez ao lado da ponte. No ultimo mês, o Grupo

Página 4

da Melhor Idade, acompanhado de funcionários do CRAS, fez uma viagem para visitar Inhotim na cidade de Brumadinho/MG. Também no último mês, foi realizado pelo CRAS o II Encontrão da Melhor Idade que contou com a participação das cidades de Senhora de Oliveira, Lamim, Catas Altas da Noruega e Itaverava. Foram apresentadas pelos

componentes dos grupos das cidades várias atrações como quadrilha e dança. Além disso, o encontro contou com a participação do pároco Padre Joselito, que encerrou o evento com a celebração da Santa Missa. Um outro evento que também reuniu várias pessoas foi a Quadrilha realizada com os grupos socioeducativos do CRAS. Muita música, danças e brindes marcaram o dia.


Rio Espera em Foco

Rioesperenses reúnem-se em celebração na cidade de Contagem Saudade! Essa é a palavra que descreve a vida de muitos rioesperenses que residem fora da terra natal. Saíram da cidade, mas guardam no peito lembranças e velhas amizades. Como forma de reunir os rioesperenses e relembrar com conhecidos um pouco do tempo vivido em Rio Espera, os filhos da terra Toninho do Zé Gomes, Chico Miranda e Antônio Luiz, juntamente com familiares e amigos, organizaram uma bonita celebração em Contagem. No último dia dezesseis de junho, na Igreja do Conjunto Água Branca Irmandade de São Francisco, aconteceu a celebração da Santa Missa em homenagem aos rioesperenses. O encontro reuniu centenas de pessoas que participaram com entusiasmo da celebração. Alguns filhos da terra adentraram na Igreja com banners e a imagem de Nossa Senhora da Piedade. Segundo os organizadores, tudo aconteceu com muito sucesso e eles enviaram uma nota ao nosso Informativo “Rio Espera em Foco” onde agradeceram a presença de todos.

Segue na íntegra a nota recebida: “Nós, da organização, ficamos surpresos com tantas pessoas. Todos a fim de sentir a presença de Rio Espera em uma cidade grande. Presença que só quem ama Rio Espera carrega em seu coração. Uma linda missa em que todos demonstraram sua fé e agradeceram a Deus pelo encontro. Após este ato religioso, tivemos um delicioso café esquentado com o calor especial de cada conterrâneo. Tivemos a presença de pessoas ilustres que moram em diversas cidades de Minas Gerais e que levaram muita alegria para todos nós. Foi tão bom e animado que muitos perguntavam quando seria a próxima. Gostaríamos de agradecer a colaboração de todos e que estejam presentes em outras ocasiões, que com certeza virão. É assim que levaremos o nome de Rio Espera onde formos, pois Rio Espera não é só nosso torrão, mas está dentro de cada um de nós. Obrigado a todos. A Comissão Organizadora.” Fotos: divulgação

Página 5


Rio Espera em Foco

De olho no Direito

IGUALDADE PARA OS DOMÉSTICOS Por Paula Bianchetti Silva Oliveira paula_bianchetti@hotmail.com “Um assunto muito comentado atualmente é a alteração nos direitos dos empregados domésticos. No Brasil é comum a contratação de trabalhadores que cuidem dos afazeres do lar. Vale lembrar que são considerados domésticos todos os trabalhadores que prestam serviços contínuos e que não geram lucros para a família, como babás, motoristas, cozinheiros, faxineiras, cuidadores de idosos, dentre outros. A PEC dos domésticos surge para melhorar as condições de trabalho, equiparando-os aos outros tipos de empregados. As principais mudanças imediatas, ou seja, válidas a partir do dia 03 de abril, são: o controle de jornada, que irá se resumir a 8 horas por dia e 44 horas semanais; o pagamento de hora extra, no caso de se extrapolar a jornada prevista e o dever do empregador de garantir condições de higiene, saúde e segurança no trabalho. Para o controle da jornada, aconselha-se que seja elaborada uma folha de ponto, em duas vias, que deverá ser assinada pelo empregado na entrada, no intervalo para refeição e na saída do trabalho. É importante ressaltar que o intervalo para refeição deverá ser de no mínimo 1 hora e no máximo 2 horas.

As horas extras, como prevê a legislação, serão remuneradas com 50% a mais do valor correspondente à hora normal. Com relação ao ambiente de trabalho, o empregador deverá garantir que seja preservada a saúde e a integridade do empregado, fornecendo, inclusive, equipamentos de proteção, se necessário. Há ainda outras regras que dependem de regulamentação, e que por isso, não produzem efeitos imediatos. Dentre tais regras, destacamse: obrigatoriedade do FGTS, que, atualmente, é opcional; indenização em demissões sem justa causa; seguro desemprego; salário família; auxílio creche; adicional noturno e seguro contra acidente de trabalho. A previsão é que essas novas regras passem a vigorar dentro de três meses, segundo Mário Avelino, presidente do portal Doméstica Legal. Por fim, é importante frisar que tais mudanças não alteram os direitos que já eram garantidos aos trabalhadores domésticos, como salário mínimo, irredutibilidade salarial, uma folga semanal remunerada, férias, 13º salário e contribuições previdenciárias.”

Apoio Cultural

Página 6


Rio Espera em Foco

Saiba o que é o Projeto “Reinventando o Ensino Médio” “Reinventando o Ensino Médio”. Esse é o nome do Programa do Governo Estadual que consiste na reestruturação do Ensino Médio e que será desenvolvido pelas escolas estaduais de toda a Superintendência de Ensino, inclusive a Escola Estadual “Monsenhor Francisco” em Rio Espera. Segundo o diretor Marcos Roberto, a intenção é dar um novo significado ao Ensino Médio, que a partir de constatações, foi comprovado que era um fracasso: “Foi observado o fracasso em relação aos resultados e o grande número de alunos que iniciavam os estudos e abandonavam, porque para eles não havia um sentido o ensino médio. Dessa forma, a Secretaria de Educação resolveu organizar esse projeto”, salientou.

Essa ideia já é aplicada em cento e trinta e três escolas de toda a Superintendência de forma piloto para depois, no próximo ano, ser implantada em todas as escolas que tenham o ensino médio da rede estadual. De acordo com o diretor Marcos, a principal mudança será a inclusão de matérias que a Secretaria chama de área de empregabilidade: “São dez áreas que serão apresentadas aos alunos, onde a escola escolherá três e cada aluno escolherá uma. Assim, toda semana o aluno terá cinco aulas da área escolhida”, explicou. As áreas a serem escolhidas serão de Turismo, Novas Tecnologias, Comunicação Aplicada, Saúde entre outras e durante os três anos, em que o aluno

Rioesperense recebe prêmio de melhor atriz

De 30 de maio a 02 de junho, aconteceu na cidade de São João Nepomuceno mais um Festival Internacional de Teatro e, por mais uma vez, uma atriz de Rio Espera foi destaque. Com todo talento, a rioesperense Mariana Silva ganhou o prêmio de melhor atriz em drama. Filha de “Lêda”, que trabalha na Escola “Monsenhor Francisco”, Mariana já apresentou peças de teatro em Rio Espera e participou de centenas de festivais em várias cidades de todo o Brasil, onde já recebeu muitas premiações. Atualmente ela reside em Conselheiro Lafaiete e faz curso na “Casa de Teatro”.

estiver no Ensino Médio, ele terá cinco aulas da área escolhida. O diretor ainda explicou que não é um curso técnico, mas vai oferecer aos alunos condições de empregabilidade e vai oferecer um diferencial na hora que entrar no mercado de trabalho, além de ser também uma reestruturação na matriz curricular: “Dessa maneira a matriz curricular ficará mais antenada com a realidade dos nossos alunos para que eles se sintam mais motivados. Será implementada em nossa escola a partir do próximo ano. Em 2014, o aluno que ingressar na rede estadual de ensino terá o sexto horário, que é exatamente a inclusão dessa área de empregabilidade, onde todos os dias ele terá aulas na área que escolher”, concluiu Marcos.

Escola “Monsenhor Francisco” participa da etapa regional do JEMG No último dia 25 de junho, a Escola Estadual “Monsenhor Francisco Miguel Fernandes” esteve representada na cidade de Arcos/MG onde aconteceu a etapa regional dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG). A etapa microrregional havia acontecido em Conselheiro Lafaiete e os campeões foram selecionados para essa etapa regional, onde participaram mais de cinquenta municípios. Dez atletas, alunos da Escola “Monsenhor Francisco”, o vice-diretor Carlos Alberto e a Auxiliar de Serviços Gerais Adélia viajaram para Arcos. A equipe masculina de Futsal, módulo II, com alunos de 15 a 17 anos, jogou com atletas das cidades de São João da Lapa e Nova Lima. Segundo Carlos Alberto, a escola não levou nenhum título, mas valeu pela participação: “Foi muito boa essa experiência para os nossos alunos apesar de não termos conseguido nenhum título. Assim que a nossa quadra ficar pronta e for inaugurada, começaremos os nossos treinos para o próximo ano”, ressaltou.

Página 7


Rio Espera em Foco

Grêmio Estudantil completa um ano de atividades O Grêmio Estudantil da Escola “Monsenhor Francisco” completou um ano de trabalho no colégio e se destaca a cada dia mais com sua importante ajuda à direção da escola. Foram muitas atividades desenvolvidas e, nos últimos meses, um dos maiores sonhos dos integrantes seria o funcionamento do Telecentro na escola. Segundo Tharley Rodrigues, Presidente do Grêmio, depois de muita luta e muito trabalho, agora eles aguardam resposta de liberação do Estado para funcionar: “O Telecentro é um espaço, com onze computadores, onde os alunos e toda a comunidade poderão fazer pesquisas e utilizar a internet sem nenhum custo, pois é totalmente gratuito”, complementou Tharley. O Telecentro funcionará em uma sala na biblioteca da escola e futuramente será liberado para a

comunidade. Em breve, também será desenvolvido pelo Grêmio o projeto da horta comunitária, em parceria com a EMATER e a Secretaria Municipal de Agricultura. Serão desenvolvidas na comunidade três hortas: uma em Piranguita, uma em Rio Melo e outra no Padilha. Segundo o vice-presidente do Grêmio, Guilherme da Cunha, primeiramente serão selecionados grupos de alunos que aprenderão a plantar, cuidar e tudo o que precisam saber a respeito do assunto para poder dar sequencia a produção das hortas. Um dos principais objetivos desse projeto é a reeducação alimentar e segundo Tharley, todos ganharão, tanto a comunidade escolar como todos os cidadãos

rioesperenses. O Diretor da escola, Marcos Roberto, agradece a importante contribuição do Grêmio e parabeniza todos seus componentes por completar um ano de trabalho atuante na escola.

Presidente do Grêmio Tharley e vicepresidente Guilherme na sala de Telecentro na escola


Informativo rio espera em foco 52ª edição julho 2013