Issuu on Google+

CAMPANHA NACIONAL DE CALL CENTER

19/09 é dia nacional de mobilização na Atento . .. . .

Por uma proposta decente de PLR/2013 Negociação Nacional dos Trabalhadores de Call Center Convenção Coletiva de Trabalho Unificada Nacional Garantia dos mesmos salários e benefícios em todo país Regulamentação da Atividade de Telemarketing

Rede tem nova rodada de negociação hoje Nesta quarta-feira, 18/09, às 10h, acontece a 6ª rodada de negociação com as prestadoras de serviços de teleomunicações/rede (Telemont, Serede, Procisa, RM, dentre outras) cuja data base vendeu agora em 1º de setembro. Infelizmente, na última reunião não houve quase nenhum avanço em relação a proposta anterior já rejeitada. Elas ofereceram o INPC cheio, mas mantiveram-se irredutível quando o que é prioridade para o Sindicato e para a categoria que é o pagamento piso regional fixado por lei estadual para os trabalhadores. Esperamos que na reunião de hoje as empresas e o Sinstal (sindicato patronal) tenham revisto sua posição e apresentem uma proposta com avanços e que possa ser levada á categoria em assembleia. CRESCE A MOBILIZAÇÃO

A falta de avanços na proposta por parte das empresas está gerando cada vez mais insatisfação nos locais de trabalho. Desde o final da semana passada o Sindicato realiza atos nos canteiros das empresas e a adesão só tem aumentado. No 13, foi realizado ato na Serede, em Campo Grande. Na segunda-feira, 16, os dirigentes do Sinttel estiveram na Telemont, em Cascadura e ontem, 17, na RM Telecom, em São Cristóvão. Se amanhã as empresas não apresentarem avanços o bicho vai pegar.

. . .. .

QUEREMOS

Unificação da data base em 1º de abril Mesmos patamares de salários e benefícios da CCT de 1º de abril, já em vigor: Piso Regional do Estado Ticket no valor de R$14,00 Reajuste de 8% no valor do carro

Logictel recua e não desconta horas do banco

Depois de cobrada pelo Sinttel para não descontar do banco de horas dos empregados as horas paradas em virtude do corte de energia na região do Porto Maravilha, a Logictel admitiu o erro e garantiu suspender os cortes que porventura tenha ocorrido e não usar mais desse expediente. Melhor assim, porque ela estava totalmente errada. Os representantes da empresa terão reunião hoje, no Sindicato para tratar do termo aditivo à CCT. Na ocasião a direção do Sinttel vai cobrar o fim do banco de horas.

CAMILA PALMARES

Em mais uma rodada de negociação da PLR/2013, dia 16, em São Paulo, a Atento voltou a decepcionar. A proposta apresentada estava abaixo da expectativa e foi rejeitada na mesa de negociação pela Fenattel e pela comissão. Mas não é só isso. A campanha nacional de call center está na rua desde agosto e até agora nem a Atento, nem a Contax, nem as demais empresas do setor se anteciparam em negociar e apresentar suas propostas. Para os Sindicatos e para a federação elas estão agindo como sempre. Enrolando para depois tentar empurrar qualquer coisa goela abaixo dos trabalhadores e isso não vamos permitir. A determinação do Sinttel, da Fenattel e demais sindicatos filiados em todo país é dar um basta nessa postura das empresas. Por isso exigem salários e benefícios iguais para os trabalhadores de call center em todo o país. Isso só será possível com a aprovação de uma Convenção Coletiva Nacional dos Trabalhadores do Setor. Para garantir a unificação de salários e benefícios e cobrar o início imediato das negociações os Sindicatos vão intensificar a mobilização nos locais de trabalho. ATENTO SAI NA FRENTE

Tendo em vista a última negociação com a Atento e a cara de pau da empresa que fez uma proposta de PLR inaceitável e sequer agendou uma nova rodada de negociação. O Sinttel e a Fenattel decidiram começa a mobilização pelos trabalhadores da Atento. Dia 19, amanhã, é Dia Nacional de Mobilização na Atento e a resposta ao pouco caso da empresa quem

vai dar são os trabalhadores aderindo em massa as manifestação que vão acontecer no Rio de Janeiro e em todo os demais estados, em frente aos prédios da empresa. O Sinttel-Rio estará com o carro de som amanhã, 19, em frente ao Teleporto, no Rio, e chama toda categoria

a aderir ao Dia Nacional de Mobilização. Se você quer uma PLR/2013 melhor, salários e benefícios dignos, melhores condições de trabalho para os trabalhadores do setor e regulamentação da atividade com a aprovação do projeto de lei (PL 2673), com certeza vai participar da mobilização.

CAMPANHA DAS OPERADORAS

Assembleias da Oi hoje no Sindicato

Claro: trabalhadores aprovam PPR 2013

Numa assembleia hoje, dia 18, às 18, na sede do Sinttel (Rua Morais e Silva, 94), os trabalhadores da Oi darão a largada para a campanha salarial 2013/14. A categoria deve discutir e aprovar a Pauta de Reivindicações previamente elaborada pela entidade contando, inclusive, com suas contribuições através de pesquisa distribuída nos locais de trabalho e disponível no Portal do Sindicato Se você não respondeu a pesquisa e não apresentou

Mesmo tendo sido rejeitada pela Comissão Nacional de Negociação a proposta da Claro para pagamento da PPR/2013 foi aprovada pela maioria dos trabalhadores em todo país. A Comissão Nacional rejeitou a proposta da empresa por considerar absurdo a discriminação no target, onde o grupo formado por coordenadores e especialistas recebem 2,5 salários e os demais - que somam cerca de 90% da mão de obra total – recebem apenas 2,2 salários. Mas, segundo avaliação dos Sindicatos e da Fenattel, os trabalhadores acabaram aceitando nacionalmente essa proposta, mesmo insatisfatória, porque estão acostumados a receber o adiantamento que este ano será pago no dia 30/09 e já assumem

nenhuma sugestão, não tem problema, pode fazer isso hoje na assembleia. Vá à assembleia e chame os colegas para fazer o mesmo. Além das reivindicações de cada um, a Campanha deste ano por sernacional tem uma Pauta Única que consta de importantes bandeiras de luta. São elas: . Reajuste Salarial mais ganho real de 5% . PPR com base nos lucros reais da empresa . Vale Refeição de R$ 30,00

. Creche para homens . Bolsa de Estudo para cursos de graduação, pós-graduação e técnico . Unificação da data base das operadoras em 1º de setembro ASSEMBLEIA HOJE TAMBÉM NA NEXTEL

Os trabalhadores da Nextel também discutirão a Pauta de Reivindicações numa assembleia hoje, dia 18, às 11h, no Teleporto. A pauta é a mesma das operadoras.

GVT avança na PPR, mas recua no Acordo Na 4ª reunião sobre a PPR e a primeira sobre o Acordão 2013/2015 realizada com a GVT, nos dias 12 e 13 deste mês, em Curitiba, conseguiu-se quebrar o paradigma aplicado nos últimos três anos para atingir o target (meta de lucro) da PPR/PAD. O que significa aumentar a PPR dos grupos formados pela área comercial, vendas, cargos elegíveis e demais colaboradores, supervisores e gerentes. A previsão é que na próxima semana, a empresa oficialize e divulgue os números da proposta. Na mesma reunião, a empresa se comprometeu em negociar estes targets de PPR todo início de ano. ACORDÃO

A proposta apresentada pela empresa para o Acordo

Coletivo de Trabalho para os próximos dois anos (2013 a 2015) foi muito aquém do esperado. Primeiro porque com relação ao reajuste salarial (salários + benefícios), ela só quer pagar o INPC integral de 6,7%. Fora isso, a empresa ainda teve a coragem de propor o congelamento do atual valor do carro agregado de R$927,50. A cara de pau da GVT é tanta, que ela propôs que a cesta básica no valor de R$ 250,00 e paga desde o ano passado para auxiliares de instalação, instaladores, reparadores e técnicos de ADSL deixe de ser um benefício e passe a ser incorporado nos salários. Mas, apenas parte do valor, no caso dos instaladores, reparadores e auxiliares de instalação seria pago apenas R$100,00 e para os técnicos de ADSL,

R$140,00. O que significa que a empresa não só descumpre o piso salarial estadual definido para a categoria, tirando o benefício e o transformando malandramente em um aumento ínfimo, como ainda por cima estes valores sofrerão todos os descontos dos encargos cobrados sobre o salário. Isto jamais será aceito pela Comissão de Nacional de Negociação. Ao contrário, o objetivo do sindicato é justamente, ter um salário compatível com a função e estender o benefício. A proposta foi rejeitada pela Comissão ainda na mesa de negociação e a empresa ficou de agendar uma nova reunião e apresentar uma contraproposta. Só a mobilização dos trabalhadores pode forçar a GVT a melhorar essa proposta.

compromissos com esse extra. O restante da PPR será pago até 31 de março de 2014. É muito importante que o trabalhador se mobilize com toda força durante a negociação da PPR no ano que vem para mudar essa realidade. No Rio foram realizadas assembleias dia 13, nos prédios da Claro na Mena Barreto e Voluntários da Pátria, em Botafogo ACORDO - Finda a negociação da PPR queremos iniciar já as negociações para o Acordo 2013/2015, pois a data base da categoria é 1º de outubro e nessa campanha o Sinttel-Rio está reivindicando a unificação da data base da Claro e demais operadoras para 1º setembro.

Embratel agenda negociação A Comissão Nacional de Negociação dos sindicatos se reúne com a Embratel amanhã, dia 19 e deve definir o calendário de negociações para o Acordo Coletivo 2013/2014. Os sindicatos entregaram a Pauta de Reivindicações à empresa desde o final de agosto/13, com o resultado das assembleias realizadas nos estados. A empresa, no entanto, informou não ter ainda o "balizamento" interno para iniciar de imediato as negociações. Da reunião deve sair um cronograma de reuniões para tratar da pauta dos trabalhadores, que este ano abrange todas as cláusulas do Acordo e não apenas as questões econômicas. TELOS - O Conselho Deliberativo da Telos aprovou, em reunião no dia 04, a alternativa de benefício que engloba simultaneamente ren-

da vitalícia e saque programado, duas das formas que hoje podem ser escolhidas pelos empregados da Embratel ao sair da empresa e solicitar aposentadoria na fundação. Veja matéria completa sobre essa questão no Portal do Sindicato www. sinttelrio.org.br .

Proposta da Tim não agrada

A proposta da Tim na segundo rodada de negociação realizada em São Paulo, dia 13, não agradou os sindicatos, ficou muito aquém do esperado e foi rejeitada. Este ano a Tim negocia apenas as cláusulas econômicas. A data base da categoria é 1º de setembro. Uma nova reunião ficou de ser confirmada pela empresa para os dias 23 ou 30.


Tivit: TST dá estabilidade a lesionado A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou a Tivit Atendimentos Telefônicos S/A a pagar salários e vantagens a uma operadora vítima de doença ocupacional (lesão nas cordas vocais) e demitida pela empresa sem qualquer garantia legal. Os valores devem ser calculados desde a data de demissão até o final dos doze meses de garantia de emprego previsto em lei. Ao garantir a estabilidade da empregada, o TST revogou decisão da instância regional (TRT da 12ª Região - SC) que havia favorecido a Tivit e negado estabilidade a operadora pelo simples fato dela não estar recebendo o auxílio acidente de trabalho. A empregada em questão exerceu a função de operadora, chegando a supervisora. Dois anos após ter sido admitida, começou a apresentar problemas nas cordas vocais (nódulo no terço médio), segundo diagnóstico realizado pelo médico da empresa. Emitiu-se, então a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) e desde então passou a realizar intenso tratamento de fonoterapia. No entanto, não foi afastada de suas funções e quando ficava sem voz, o médico da empresa concedia um, ou dois dias de licença para se recuperar. Como não se afastou das funções, nem foi readaptada para outra, a doença agravou-se e ela passou a sofrer redução da capacidade auditiva no ouvido direito

A perícia concluiu que o trabalho desenvolvido pela operadora foi condição para o aparecimento dos nódulos nas cordas vocais, com sequelas como a rouquidão. Inicialmente, o relator do recurso, ministro Walmir Oliveira da Costa, lembrou que a jurisprudência do Tribunal firmou-se no sentido de que para se reconhecer a estabilidade tratada no artigo 118, da Lei nº 8.213/91, a comprovação do nexo de causalidade entre a doença profissional e a execução do contrato de trabalho afasta a exigência da percepção de auxílio-doença e

Nota carioca dá desconto no IPTU Os contribuintes cariocas devem ficar atentos para o prazo de indicação dos imóveis que terão desconto no IPTU em 2014. De acordo com a Prefeitura do Rio, o prazo é até o dia 30 e o desconto se dá em função dos créditos gerados sobre os pagamentos do Imposto Sobre Serviços (ISS), no programa Nota Carioca. O benefício é válido para pessoas que tenham notas fiscais de serviços emitidas e pagas na cidade entre os dias 1º de março de 2011 e 31 de agosto de 2013, com o CPF devidamente discriminado. A Secretaria Municipal de Fazenda lembra que os créditos ficam ativos apenas até setembro do segundo ano seguinte aqueles em que foram gerados. Desta forma, no próximo dia 30, todos os créditos gerados em 2011 vão expirar se não forem abatidos no IPTU, ou resgatados em dinheiro. Ainda que não estivesse cadastrado na época da geração dos créditos, o contribuinte tem direito ao bônus. Segundo a Secretaria Municipal de Fazenda, há 577 mil pessoas não cadastradas com créditos de, no mínimo, R$ 10,00, além de outros 466.711, com R$ 25,00 pelo menos. Somente no ano passado foram pagos mais de R$ 4 milhões em créditos, beneficiando 71. 544 contribuintes e 53.905 imóveis.

Terceirização do trabalhador e baixo investimento são a base de lucro das operadoras

pelo uso contínuo de fone e telefone. A Tivit, mesmo a par dos problemas de saúde da operadora, por ocasião da rescisão contratual, não a submeteu a exame demissional, razão que a levou a requerer na Justiça do Trabalho a nulidade da rescisão e a reintegração no emprego, com pagamento de salários e demais vantagens referentes ao período de afastamento. PERÍCIA CONFIRMA LER

VALE A PENA?

Muitos contribuintes são categóricos em afirmar que os créditos da Nota Carioca a deduzir do IPTU são insignificantes considerando os seus gastos. Para comprovar isso, uma funcionária do Sindicato resgatou os seus créditos referente ao período de setembro/2011 a agosto/2013 para conferir se o benefício vale a pena. A nossa usuária adquiriu só no ano de 2012 vários objetos de valor tais como: geladeira, notebook e tablet, além de inúmeras outras compras e serviços de menor valor, todas com a Nota Carioca. Mas, seu desconto no IPTU foi ínfimo, de R$ 77,00 apenas. Um valor irrisório considerando que isso equivale ao que foi arrecadado por ela em três anos. Embora, o desconto seja irrisório é importante ser resgatado por todos nós, caso contrário toda essa arrecadação volta para os cofres municipais e convenhamos, tributos, estes, nós já pagamos demais. COMO RESGATAR

Se você já for cadastrado, é só entrar no site https:// notacarioca.rio.gov.br consultar os seus créditos e depois é seguir as orientações descritas. Se não for terá que fazer o cadastro na parte de Cadastramento de Senha. O site é autoexplicativo. Vamos lá!

do afastamento por mais de 15 dias, artigo II da Súmula nº 378. FATO QUE SE REPETE

Casos como este são comuns nas diversas empresas de call center. O mais impressionante é que a empregada não se afastou do trabalho para se tratar, provavelmente temendo represália. Mas, o que ela ganhou com isso? Nada. A diretora de saúde do Sinttel-Rio, Edna Maria, alerta os trabalhadores não agirem da mesma forma. Nestes casos, mesmo quando os

Estão abertas até o dia 25, as inscrições para os trabalhadores da Atento interessados e concorrer a uma vaga de representante sindical nos diversos sites da empresa no Rio. Podem se inscrever trabalhadores que tenham, no mínimo, um ano de empresa e seis meses de sindicalizado e, é claro, estejam interessados e dispostos a colaborar com o Sinttel na luta

REDAÇÃO Socorro Andrade Luana Laux ILUSTRAÇÃO Alexandre Bersot http://www.behance.net/alexandrebersot

ESTAGIÁRIA Camila Palmares IMPRESSÃO Gráfica do SINTTEL-Rio: Jorge Motta Reg 17.924 DRT /RJ (prod. gráfica) Valdir Tedesco (impressor) CIRCULAÇÃO Semanal TIRAGEM 12 mil exemplares

Rua Morais e Silva, 94 - Maracanã - RJ - CEP 20271-030 - Tel.: 2204-9300 E-mail Geral sinttelrio@sinttelrio.org.br - Site http://www.sinttelrio.org.br E-mail Jurídico juridico@sinttelrio.org.br - E-mail Imprensa imprensa@sinttelrio.org.br

diária por melhores salários, saúde, segurança e condições de trabalho para todos. Se inscreva pelos telefones 2204-9305, ou 2204-9306, no Setor de Atividades Sindicais, com as funcionárias Maria das Graças, ou Beth Cattói, (de segunda a sexta-feira, no horário comercial). Nesses mesmos telefones os trabalhadores também podem obter mais in-

MISSA DE 7º DIA A família da nossa companheira ESTER FLORENTINA DA SOUSA convida os demais familiares e amigos para missa de 7º dia que será celebrada amanhã, dia 18, às 18h, na Igreja de São Cosme e Damião (Rua Leopoldo, 434 - Andaraí), próximo ao Hospital do Andaraí. É com profunda tristeza que noticiamos falecimento da nossa companheira de luta, de ação, de trabalho e de garra Ester Florentina da Silva, 55 anos, ocorrido na manhã do último dia 12. E convidamos a todos a se solidarizarem com sua família na missa em sua intenção Ester trabalhou na Oi de julho de 1989 até junho de 2001, onde fez e deixou grandes amigos. A diretoria do Sinttel-Rio, bem como todos os funcionários acostumados com a presença calma e o sorriso terno de Ester, se unem a família nesse momento de dor, quando as palavras são insuficientes. Por isso oferecemos a todos os seus familiares o nosso abraço fraterno. Ester foi sepultada no dia 13, no Memorial do Carmo - Cemitério do Caju.

bersot

EDIÇÃO Socorro Andrade Reg. 460 DRT/PB socorroandradde@gmail.com

DIAGRAMAÇÃO L&B Comunicação Ltda

trabalhadores se afastam, as empresas se negam a dar a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) para não caracterizar a doença ocupacional. Mas quando isso acontece, o Sinttel pode emitir a CAT e tem feito isso em benefícios de todos os trabalhadores que buscam a entidade. Em muitos casos os trabalhadores estão com doença ocupacional e recebendo auxílio doença do INSS não acidentário e o Sindicato consegue revertê-lo para acidentário que garante aos empregados a estabilidade provisória.

Seja representante sindical na Atento

humor DIRETOR DE IMPRENSA Marcello Miranda marcellomiranda@sinttelrio.org.br

A falsa matemática das operadoras de Telecom

formações sobre a eleição dos representantes. PLANTÕES

Sindicato mantém plantões permanentes nos sites da Atento no Teleporto, Cidade Nova e Madureira. É o Sindicato cada vez mais perto dos trabalhadores. Se você tem alguma reclamação ou quer esclarecer alguma dúvida procure os diretores de plantão.

NOTA DE FALECIMENTO Noticiamos com muita tristeza o falecimento do colega de trabalho e grande companheiro de luta ANTÔNIO TAUMATURGO DA SILVA, no dia 15 de setembro, vítima de câncer. Seu A nt ôn io, como era conhecido entre os mais novos, será sempre um exemplo para os demais colegas de trabalho na rede. Operador de Serviços ao Cliente (OSC), em Santa Cruz, ele esteve na linha de frente de todas as manifestações e mobilizações do Sindicato nos locais de trabalho. Era um incansável participante de todas as paralisações e greves realizadas na rede. Sindicalizado desde sempre, era um defensor consciente da importância da organização sindical e da participação dos trabalhadores na entidade e nas suas lutas. Na Serede, onde trabalha há seis anos, Seu Antônio foi sepultado dia 16, no cemitério de Santa Cruz. Ele deixa uma legião de amigos, colegas que o admiravam e o respeitavam muito. A diretoria do Sinttel-Rio se solidariza com a família, os amigos e demais colegas de trabalho.

Quem lê o noticiário dos jornais, que tem como base as informações do Sinditelebrasil (Sindicato das Operadoras de Telecomunicações) tem a impressão de que estamos vivendo no melhor dos mundos em termos de telefonia. São investimentos vultosos, mercado de trabalho em expansão, redução no índice de reclamações, explosão de acessos em banda larga. Tudo cortina de fumaça que não resiste a uma análise mais detalhada. De acordo com o Sinditelebrasil, "as prestadoras de serviços de telecomunicações investiram no primeiro semestre deste ano R$ 11,2 bilhões, aplicados especialmente em expansão de redes, ampliação de cobertura e melhoria da qualidade dos serviços". Ocorre que os chamados países em desenvolvimento têm investido 12 a 15% da sua receita bruta. Como a receita arrecadada pelas operadoras no Brasil foi de R$ 111,1 bilhões, concluímos que o investimento anunciado ficou abaixo da média internacional, ficando na casa dos 10%. "O desempenho do setor também se traduz em postos de trabalho, que ultrapassam 508 mil empregos", diz o sindicato das empresas. Convenientemente, não diz que cerca de 80% dessa mão de obra é terceirizada, com péssimas condições de trabalho e salários aviltantes. Situação que pode ficar ainda mais grave, pois as operadoras atuam em peso no Congresso Nacional tentando aprovar o projeto de lei 4330, que legitima a terceirização e a quarteirização nas atividades fim, como call center e rede externa. Um outro dado diz respeito ao número de reclamações. De acordo ainda com o Sinditelebrasil, o "índice total de queixas no call center da Anatel, entre maio e junho de 2013, caiu de 447 para 414 reclamações em cada grupo de 1 milhão de clientes". Apesar dos números expressivos, a redução, se realmente ocorreu, foi ínfima. E, mais importante, não foi sentida pelos consumidores. Tanto que existem hoje 15 CPIs instaladas em todo o país que tratam da precariedade dos serviços prestados pelas operadoras de telecomunicações. Nós, do Instituto Telecom, consideramos que todos esses dados devem ser confrontados e servir de apoio para a revisão dos contratos de concessão do STFC (telefonia fixa) em 2015. (Leia mais: www.institutotelecom.com.br)

Almoço dos aposentados No dia 04/10, sexta-feira, o departamento dos aposentados realiza mais um encontro e espaço de vivência para o nosso tradicional grupo Trovão Azul. O almoço começa às 12h e o cardápio será uma deliciosa feijoada seguida de um bingo para ajudar a Avete. Para os interessados em participar deste grande dia é só comprar o vale almoço no valor de R$10,00 antecipadamente com a Edna, no departamento da Saúde, ou com Marli na portaria do Sinttel. Também é possível comprar no próprio dia.

1.382


Jornal do Sinttel-Rio nº 1382