Page 1

CAMPANHA SALARIAL DAS OPERADORAS

AGORA TODOS JUNTOS!

É isso mesmo. Este ano a campanha salarial dos trabalhadores das operadoras (Claro, Vivo, Oi e Tim) será unificada, por uma razão bem simples: porque queremos acabar com as disparidades nos Acordos por operadora.

S

ó essa razão já é suficiente para nos unir, mas há outras igualmente importantes, como fortalecer a luta durante as negociações e mostrar para as empresas que não estamos blefando. Até agora elas se fundiram, triplicaram seus lucros e receitas, mas na hora de negociar o Acordo Coletivo só acenam com cortes. É hora de exigir a nossa parte no bolo que fizemos crescer. Ao pensar nessa campanha unificada, imaginamos todos os trabalhadores (Claro, Vivo, Tim e Oi) mobilizados ao mesmo tempo em busca de um mesmo objetivo, e é isso que vamos fazer. Veja a seguir as principais preocupações dos trabalhadores por empresa.

VIVO

4A principal exigência dos trabalhadores é a equiparação dos benefícios entre todos os empregados do grupo Vivo. A prática

atual de conceder benefícios, como plano de saúde e auxilio alimentação, diferenciados para trabalhadores de uma mesma empresa é discriminatória e inaceitável. 4Fechar o Acordo na data-base ao invés de ficar enrolando, para depois usar o desgaste dos trabalhadores como moeda de troca para impor mais perdas. 4Aumento do valor do combustível para os condutores de carros locados dos atuais R$ 608,00 para R$ 1.110,00. Valor igual ao já praticado por uma empresa subsidiária da concorrência. 4Fim do achatamento salarial e dos reajustes escalonados por faixas salariais. Exigimos reajuste igual para todos e que reponham as perdas.

CLARO

4Unificação do vale refeição no Rio de Janeiro e com o maior praticado no país, que é o de São Paulo. 4Inclusão dos trabalhadores da

COMO VOCÊ PODE PARTICIPAR DA CAMPANHA?

Para que todos os trabalhadores possam participar da Campanha Unificada das Operadoras, o Sinttel criou um e-mail exclusivo só com este objetivo. A partir de agora você já pode enviar suas sugestões e ideias para mobilização e pauta de reivindicações. Esse contato vai facilitar e permitir a interação constante dos trabalhadores com o Sindicato no que se refere à campanha.

campanhaoperadoras@sinttelrio.org.br

Net no Acordo. Embora a empresa, a maior de tv por assinatura do país, integre o grupo Claro, seus empregados recebem salários e benefícios menores que os demais trabalhadores do grupo. 4Pagamento do auxílio creche para os trabalhadores (homens) vindos da antiga Claro. Pois a creche é um direito da criança.

OI

4A Oi é a única operadora com data base em novembro. Exigimos a antecipação das negociações para antes da assembleia de acionistas que ocorrerá em setembro. Também cobramos a mudança da data base para setembro junto com as demais operadoras. 4Ao longo dos últimos anos, a Oi vem reduzindo substancialmente os benefícios, retirando cláusulas importantes para seus empregados como o auxílio creche para homens e a garantia de estabilidade para

pré-aposentados. Este ano, a previsão não é diferente. 4Um dos destaques da Pauta de Reivindicação é o auxílio creche para homens. A maioria das operadoras já concede esse benefício, pois o mesmo é um direito da criança. 4 Fim da coparticipação dos trabalhadores no tíquete. Pode-se dizer que, por ano, os trabalhadores só têm direito a 11 meses do benefício. Isto porque, a coparticipação dos empregados da Oi é de 12%, cerca de R$90,00 por mês. Portanto, os trabalhadores pagam mais de R$ 1.000,00 por ano, mais do que recebem em um mês. Um absurdo.

TIM

4 Unif icar o valor do tíquete, pois os trabalhadores de lojas e de call center vêm sendo discriminados e recebem valor menor. 4Melhorar a forma de concessão do Cartão Farmácia.

Visite o nosso

Portal

Lá você encontrará informações atualizadas sobre todas as ações do Sinttel: notícias sobre a campanha e as negociações.

www.sinttelrio.org.br


Os trabalhadores e a riqueza das empresas Sinttel ouve PESQUISA

O

cálculo foi feito a partir da relação entre o valor adicionado e o total de trabalhadores. Ou seja, com quanto cada trabalhador contribuiu na geração da riqueza de cada empresa. Então, vejamos os cálculos empresa por empresa. 4VIVO - CADA EMPREGADO CONTRIBUIU COM R$ 1,03 MILHÃO. O valor adicionado em 2015 foi de R$ 31,1 bilhões (crescimento de 24% em comparação com 2014) e a produtividade foi de R$ 1,03 milhão, ou seja, cada trabalhador contribuiu com esse montante para a geração de riqueza na Vivo. Se encontra o valor de R$ 1,03 milhão dividindo o valor adicionado de R$ 31,1 bilhões pelo número de empregados em 2015. Eram 29.990 trabalhadores. 4 OI - CADA EMPREGADO CONTRIBUIU COM R$ 1,3 MILHÃO.  O valor adicionado em 2015 foi de R$ 22,7  bilhões (crescimento de 35% em comparação com 2014) e a produtividade foi de R$ 1,3 milhão, ou seja, cada trabalhador contribuiu com esse montante para a geração de riqueza na Oi Se encontra o valor de R$ 1,3 milhão dividindo o valor adicionado de R$ 22,7 bilhões pelo número de empregados em 2015. Eram 16.557 traba-

trabalhadores

ALEXANDRE BERSOT

Em 2016, o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) calculou a produtividade de cada trabalhador nas principais operadoras de telecomunicações do país.

lhadores. 4CLARO - VALOR ADICIONADO EM 2015 FOI DE R$ 20,42 BILHÕES. A despesa com pessoal ficou em R$ 3,86 bilhões em 2015 e representou 18,9% do valor adicionado (riqueza produzida pelos trabalhadores). Ou seja, 81,1 % do valor adicionado ficou com a Claro. 4TIM - CADA EMPREGADO CONTRIBUIU COM R$ 1,09 MILHÃO. O valor adicionado em 2015 foi de R$ 14,2 bilhões (crescimento de 10% em comparação com 2014) e a produtividade foi de R$ 1,09 milhão,

DIRETORA DE IMPRENSA

ILUSTRAÇÃO Alexandre Bersot www.alexandrebersot.com.br

EDIÇÃO Socorro Andrade Reg. 460 DRT/PB socorroandradde@gmail.com

DIAGRAMAÇÃO L&B Comunicação Ltda

Keila Machado keilamachado@sinttelrio.org.br

REDAÇÃO Socorro Andrade e Simone Kabarite Reg. 0035866/RJ

IMPRESSÃO CIRCULAÇÃO Semanal TIRAGEM 12 mil exemplares

Rua Morais e Silva, 94 - Maracanã - RJ - CEP 20271-030 - Tel.: 2204-9300 E-mail Geral sinttelrio@sinttelrio.org.br - Portal http://www.sinttelrio.org.br E-mail Jurídico juridico@sinttelrio.org.br - E-mail Imprensa imprensa@sinttelrio.org.br

bersot

humor

ou seja, cada trabalhador contribuiu com esse montante para a geração de riqueza na TIM, um crescimento de 7,9% em relação ao ano anterior. Se encontra o valor de R$ 1,09 milhão dividindo o valor adicionado de R$ 14,2 bilhões pelo número de empregados em 2015. Eram 13.062 trabalhadores. CONCLUSÃO: Todas as operadoras tiveram o seu valor adicionado potencializado, mas os trabalhadores continuam recebendo só uma pequena parcela dessa riqueza produzida por cada um deles.

O Sindicato realizou uma pesquisa junto aos trabalhadores das operadoras, para saber o que pensam a respeito das atividades do Sindicato e dos seus canais de comunicação – Jornal do Sinttel e Portal. A amostragem foi de 467 trabalhadores, sendo 277 da Vivo, 128 na Oi e 62 da Claro. Nas três empresas, grande parte dos trabalhadores afirma que só lê o jornal do Sinttel no período de negociação dos Acordos Coletivos, já que não acham o conteúdo estimulante. Eles consideram a comunicação do Sinttel suficiente para informar bem sobre o andamento das negociações, os itens de destaque da mesma e o cronograma da realização de assembleias/atos. O Portal (www.sinttelrio.org.br) é pouco conhecido, cerca de 80% dos trabalhadores nunca visitaram, ou visitam raramente o mesmo. Já os que acessam, cobram mais conteúdos sobre as operadoras. Em relação às reuniões e assembleias realizadas pelo Sinttel, embora admitam que não são participativos - cerca de metade dos trabalhadores não se sentem seguros para votar nas assembléias - 70% consideram estes eventos pertinentes para a categoria. Nas três empresas, os trabalhadores consideram que as assembleias são bem conduzidas. Na Oi e na Vivo, há a percepção de que as posições divergentes são respeitadas. Na Claro, há questionamentos, principalmente, no prédio da Mackenzie. Os trabalhadores não conhecem os membros do Sinttel que negociam com as empresas. Na Vivo, os prédios mais críticos são Volta Redonda e Vila Isabel. Na OI, o desconhecimento é maior em Cidade Nova, Praia e Beneditinos. Na Claro, precisa melhorar no 1012. Todas as críticas e sugestões servirão para aperfeiçoarmos os meios de comunicação do Sinttel, a relação com os trabalhadores nos atos, reuniões e assembleias. Temos que ouvir mais os trabalhadores, entender melhor seu dia a dia, seus interesses e propostas. Aumentar a participação dos trabalhadores é também fundamental para termos êxito nesta campanha.

TRABALHADORES DAS OPERADORAS

Jornal das operadoras - julho de 2017  

Campanha salarial: agora todos juntos!

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you