Page 1

Sinttel-Rio

boletim

do

www.sinttelrio.org.br

DIA

01

MES

12

ANO

VIVO

2017

Fenattel

Assembleia dia 7 discute proposta de Acordo

A

Às 8h, Vila Isabel, Niterói e Nova Iguaçu; às 13h, na Vivo Barra e às 14h, Call Center Vila Isabel

reação dos trabalhadores em relação à última proposta da Vivo e a determinação do Sinttel-Rio e demais Sindicatos de partir pra paralisações se a empresa se mantivesse irredutível, foi decisiva para fazer a Vivo ceder e avançar em alguns pontos importantes tais como: a manutenção da cesta básica para os trabalhadores de rede e técnicos de ADSL ainda como o reajuste de 1.73%, a locação de veículo que pulou de ZERO para 2% a partir jan/2018 entre outros. Também ficou definido que voltaremos a nos reunir dentro

de 120 dias para discutir um modelo de transição. Diante disso, Sinttel-Rio que sequer colocou a proposta anterior em votação e, em atos nos locais de trabalho decidira aguardar a negociação do dia 28, agora considera que é chegado o momento dos trabalhadores analisarem e decidirem sobre a última proposta negociada. A campanha deste ano foi uma das mais difíceis. A Vivo, a maior operadora do país em faturamento, lucro e crescimento, se aproveitou do momento político, completamente

adverso à classe trabalhadora para tentar impor perdas. A negociação foi dura e difícil, mas a mobilização dos trabalhadores em grande parte do país foi determinante para que a empresa recuasse. Mesmo assim, a decisão final de rejeitar ou aceitar a proposta será da categoria em assembleia. Por isso é fundamental que todos participem da assembleia nos diversos locais de trabalho para manifestar a sua opinião. Abaixo confira os principais itens da última proposta da empresa.

Confira principais itens da nova proposta = CORREÇÃO DOS SALÁRIOS NOMINAIS e PISOS - em 1,73% em agosto de 2018, antes da próxima data base, de modo que a próxima negociação aconteça sem a perda do INPC acumulado de 2017, por conta disso a concessão de um abono = ABONO COMPENSATÓRIO - passa de 35% para 40% com valor mínimo de R$ 1.000,00. Esse teto abrange cerca de 60% da categoria (19.300 empregados). Uma parcela expressiva destes empregados receberá o equivalente a quase mais um salário base = AUXILIO ALIMENTAÇÃO – Para os maiores valores, o benefício será corrigido pelo INPC (1,73%) para os menores valores em 2,5% (145% do INPC), a partir de jan/2018 = CORREÇÃO DOS DEMAIS BENEFÍCIOS será de 2%, acima do INPC, a partir de set/2017 = CORREÇÃO DO AUXÍLIO QUILOMETRAGEM - 2% a partir de jan/2018 = CORREÇÃO DE LOCAÇÃO DE VEÍCULO – 2% a partir de jan/2018 = PARA PESSOAL DE CAMPO - correção da cesta básica em 1,73% a partir de jan/2018 = PPR-2018 – aumenta o target 2,30 salários (correção de 4,5%) e 1,05 salário (PIV) correção de 5% = PPR-2019 – aumenta o target para 2,40 salários e 1,10 (PIV) salário respectivamente = Mantém as demais cláusulas do acordo

Fique ligado no Sindicato (21) 2204-9300 sinttelrio@sinttelrio.org.br / denuncia@sinttelrio.org.br

Boletim Vivo 01/12/17  

Assembleia dia 7 discute proposta de Acordo

Advertisement