Page 1

FILIADO À

CUT Boletim Informativo do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de Goiás Fone: (62) 3227-7900

e-mail: sinttelgoto@uol.com.br

site: www.sinttelgo.org.br

Nº 44/13 DATA: 03/05/2013

NEGOCIAÇÃO DA CCT 2013 DECEPCIONA TRABALHADORES Patrões oferecem reajustes abaixo da inflação e se recusam a negociar cláusulas importantes

E você acha que a precarização parou por aí? Não mesmo! O Sinduscon também se recusou a negociar o adicional noturno, o seguro de vida, a licença maternidade, o plano de saúde e odontológico e o auxílio-creche. Muito injusto, não é? Mas não foi só isso. Eles também não quiseram discutir o empréstimo de férias, as gratificações de férias, nem o abono, o aluguel de equipamentos e a produção por instalação de Ordem de Serviços. O Sinduscon também não pretende discutir o aluguel de veículos para todas as empresas, como era feito nos anos anteriores. Eles informaram que todos estes benefícios não serão discutidos no acordo deste ano e que pretendem negociar essas cláusulas somente em 2014. Portanto, não houve alternativas para o SINTTEL-GO. Todas essas propostas (se é que elas podem ser chamadas de propostas!) foram recusadas. E se você quer um acordo mais justo, agora, mais do que nunca, será necessário que se mantenha mobilizado e unido ao sindicato. Afinal, com o resultado dessa primeira reunião de negociação, você pode perceber que os patrões não estão dispostos a reconhecer seus direitos e muito menos a sua dedicação ao trabalho. O sindicato espera que, na próxima reunião, o posicionamento das empresas seja diferente. Mas se isso não acontecer, você já deverá estar preparado para o enfrentamento. Portanto, fique atento aos informativos do seu sindicato e participe das ações em prol de melhores salários e benefícios.

O SINTTEL-GO É DO TRABALHADOR!

Colabore para a preservação do meio ambiente. Jogue esse folheto apenas no lixo.

Na última segunda-feira (29), o SINTTEL-GO reuniu-se com o Sinduscon (sindicato patronal) para dar início às negociações do termo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho 2012/2014. Neste ano serão negociadas apenas as cláusulas econômicas do acordo, ou seja, aquelas que tratam do reajuste de salários e benefícios. Porém, as negociações já começaram mal. Muito mal. Para os trabalhadores que recebem o salário mínimo, os patrões não ofereceram aumento. Isso mesmo! Falaram que o valor atual será mantido como está. E sobre as perdas salariais decorrentes da inflação do período ninguém quis falar. Quanto aos trabalhadores que têm salário superior ao piso, o reajuste oferecido foi de apenas 5%, ou seja, abaixo do índice da inflação. Não há justificativa para que os patrões ofereçam um aumento abaixo da inflação. Os trabalhadores precisam ter garantido, ao menos, a reposição das perdas. Por isso o SINTTEL-GO deixou claro que não vai aceitar nenhuma proposta que esteja abaixo da inflação. Para o reajuste do tíquete alimentação também não houve acordo, pois o Sinduscon ofereceu o mesmo percentual de reajuste: 5%. Sendo assim, não houve condições mínimas para a negociação de um acordo justo. Para completar, os patrões não aceitaram discutir alterações na jornada de trabalho da categoria e sequer abriram espaço para um entendimento neste sentido. Da mesma forma, eles se recusaram a negociar condições para o acidente de trabalho, o adicional por dirigir veículos, as gratificações, o anuênio e as horas extras.


Orelhinha44-13-CCT-2013-decepciona-trabalhadores  

negociacao-cct-2013-sinduscon

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you