Page 1

FILIADO À

CUT Boletim Informativo do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de Goiás Fone: (62) 3227-7900

e-mail: sinttelgoto@uol.com.br

site: www.sinttelgo.org.br

Nº 18/14 DATA: 28/02/2014

SINTTEL-GO FAZ A DIFERENÇA Hoje os trabalhadores da Oi receberão o valor referente ao Programa de Participação nos Resultados (Placar) 2013. A empresa já divulgou o pagamento desse prêmio, mas o que ela não informou é que o programa tornou-se mais vantajoso para os trabalhadores, graças à intervenção do SINTTEL-GO. Em 2011 e 2012 a Oi aplicou o chamado “gatilho” para o atingimento das metas do Placar. O problema é que essa regra inviabilizava o atingimento das metas e fez com que, nesses dois anos, a categoria não recebesse um valor justo pelo programa. Em troca, a empresa ofereceu um abono que ficava muito aquém das necessidades dos empregados e também não condizia com a realidade do mercado, tampouco fez jus à contribuição dos trabalhadores para o crescimento da empresa e ao que já havia sido negociado. Enquanto todos sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Telecomunicações (Fenattel) aceitaram o abono, o SINTTEL-GO rejeitou a proposta da empresa e protocolou pedido de intervenção na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. Como a empresa não cedeu, o sindicato ajuizou uma ação exigindo a atualização do valor relativo ao Placar 2011 e 2012. Diante dessa atuação firme do sindicato, a Oi decidiu rever suas metas e mudar as regras do Placar, que desde 2013 já não conta mais com o gatilho. O processo para recebimento dos programa em 2011 e 2012 agora está em andamento na Justiça e a decisão do mesmo será devidamente divulgada pelo sindicato. Portanto, acompanhe as divulgações do Orelhinha para manter-se informado sobre os procedimentos relativos a essa ação. Placar 2013 De acordo com a proposta aprovada em assembleia realizada em 20 de novembro de 2013, o Placar poderia variar proporcionalmente de zero a quatro salários base dos empregados elegíveis, referente à folha de pagamento de dezembro de 2013. Neste ano, os trabalhadores atingiram as mestas correspondentes ao recebimento de 2,94 salários.

Essa variação iria depender do atingimento das metas do programa, que avaliaram os indicadores: Receita Líquida de Serviços (resultado dos serviços oferecidos pela Oi no final do exercício), Ebtida (significa lucros antes dos resultados financeiros, imposto de renda, depreciação e amortização), Dívida Bruta (endividamento total da companhia), Churn Ponderado (resultado da apuração mensal do volume total de saída de clientes da base) e Delta EVA (estimativa de lucro econômico depois de subtrair todas as despesas operacionais). Origem Para não pagar o Placar 2012, a Oi alegou que uma empresa internacional de consultoria (Delta EVA) atestou que sua meta financeira não foi alcançada e, por esse motivo, ela estaria impossibilitada de pagar o programa. A questão é que os indicadores apresentados pela Delta EVA medem a geração de riqueza e o lucro da empresa. Portanto, são de responsabilidade dos altos executivos e acionistas da Oi. Sendo assim, os trabalhadores não deveriam ter sido punidos com essa troca do Placar pelo abono. Afinal cumpriram suas metas como deveriam. A OI apresentou dados oficiais em que, até setembro de 2012, os trabalhadores tinham alcançado as metas para o Placar, que atingiu 3,76 salários. Porém, de repente ela não apresentou mais nenhum dado, ficou em silêncio e enrolou a categoria o quanto pôde. Essa postura da empresa obrigou o sindicato a recorrer às vias judiciais para ter os direitos dos trabalhadores garantidos. Mas isso valeu a pena, porque o SINTTEL-GO fez a diferença e favoreceu todos os trabalhadores de Goiás e de outros estados, que neste ano já receberam um Placar mais digno de seus esforços para o crescimento da Oi. E o sindicato continuará firme na luta pelos direitos da categoria, mesmo que para isso tenha que enfrentar novamente a todos.

SINTTEL-GO: SEMPRE AO LADO DO TRABALHADOR!

Colabore para a preservação do meio ambiente. Jogue esse folheto apenas no lixo.

Trabalhadores recebem Placar de 2,94 salários e sem gatilho, graças à atuação do sindicato

Orelhinha 18 14 placar oi 2013  

pagamento-placar-oi-2013