Page 1

FILIADO À

3227-7900 sinttelgoto@uol.com.br www.sinttelgoto.org.br

FITTEL

CUT

Boletim Informativo do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações, Telefonia Móvel, Centros de Atendimentos, Call Centers (Centro de Atendimento a Distancia), Transmissão de Dados, Correio Eletrônico, Serviços Troncalizados de Comunicação, Rádio Chamadas, Telemarketing, Projetos, Construção, Instalação e Operação de Equipamentos e Meios Físicos de Transmissão de Sinal, Similares e Operadores de Mesas Telefônicas dos Estados de Goiás e Tocantins

58/08 DATA:

31/10/2008

“CRISE” VIRA DESCULPA Empresa “rasga” a pauta de reivindicações dos trabalhadores, retira benefícios conquistados e oferece menos que a inflação do período “... Tempo é igual ao risco...” Com esta frase os negociadores da VIVO encerraram a última rodada de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2008/2009, realizada nas últimas segunda e terça-feira (27 e 28), em São Paulo. Eles se referiam à crise financeira norte-americana, para tentar influenciar a comissão nacional de negociação a aceitar a proposta medíocre que apresentaram, com a justificativa de que no futuro o risco poderá ser maior. Todos os anos a Vivo usa a mesma estratégia. Em um ano alega que não alcançou o nível esperado, no outro o ACT praticado é considerado o melhor do mercado e agora a CRISE. Com isso a empresa tenta justificar o injustificável, ou seja, a pretensão da empresa de retirar benefícios dos trabalhadores, como o empréstimo de férias, a redução do complemento salarial para funcionários afastados por acidente de trabalho, além de sugerir um reajuste muito inferior a projeção de inflação para o período (INPC). Como se não bastasse, foi oferecido um reajuste escalonado em quatro faixas salariais, como se as perdas acumuladas no período estivessem restritas a apenas uma parte dos trabalhadores. Devido a essa postura da empresa, o Sinttel GO/TO informa aos trabalhadores da VIVO que as negociações foram SUSPENSAS, até que ela verdadeiramente se disponha a negociar com os sindicatos e oferecer uma proposta decente e digna para ser apresentada à categoria.

“ Trabalhador Sindicalizado é Trabalhador Respeitado” Gestão 2005/2009

PPR 2008 Assim como as negociações do ACT 2008/2009, a discussão sobre o PPR 2008 está paralisada. Num último esforço de conciliação, os sindicatos apresentaram uma contra-proposta, pedindo pagamento máximo de 2,2 salários (potencial), com 0,2 ou 20% do salário de adiantamento, não descontável no pagamento final (março/09) do referido programa. No entanto, a VIVO ainda não se posicionou a esse respeito. O Sinttel ressalta que nesse embate que se aproxima é fundamental a MOBILIZAÇÃO e a PARTICIPAÇÃO de todos. Somente com a união dos trabalhadores ao sindicato será possível ampliar e melhorar as CONQUISTAS. Para os negociadores da empresa fica o recado que, nesse caso o tempo não será igual ao risco. Ele será igual ao EMBATE e a AÇÃO SINDICAL efetiva na porta da empresa.

A pauta de reivindicações apresentada pelo Sinttel foi “literalmente rasgada” pela empresa, que em nenhum momento se prontificou a discutir os itens das solicitações. Ela previa: - Reajuste linear de 10% do salário; - Equiparação nos valores do Auxílio Alimentação (VR/VA/Cesta Básica) aos maiores valores praticados pela empresa; -100% de gratificação de férias; - Implementação dos Auxílios Medicamento e Educação; - Redução da jornada de trabalho; - Fim do Banco de Horas; entre outros.

Jornalista responsável: Rakell Aguiar (GO 01514 JP) Estagiária: Aline Cruz

2008 - Vivo4  

PPR 2008 DATA: FITTEL FILIADO À sinttelgoto@uol.com.br www.sinttelgoto.org.br Nº 3227-7900 CUTCUTCUTCUTCUT

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you