Issuu on Google+

O RODÃO www.sintraturb.com.br

Editorial A edição 192 de O Rodão traz um pedido especial à categoria: queremos saber o que você pensa sobre campanha salarial, sobre O Rodão e sobre nossas vidas em geral. Por isso, nessa edição, está encartado um questionário com 25 perguntas sobre esses temas. A direção do sindicato vai colocar urnas nos terminais e nas garagens para que a companheirada possa responder sem se identificar e opinar sobre o futuro do nosso sindicato, sobre nossa atuação e sobre coisas que podem melhorar. È muito importante responder a esse questionário, por isso, pedimos paciência a todas e todos, e principalmente, que reservem três minutinhos do seu tempo para responder. Vamos juntos e boa leitura!

Queremos saber: o que você pensa sobre nossa campanha salarial?

Questionário com 25 perguntas vai servir para que sindicato saiba o que a categoria está pensando sobre o nosso futuro, sobre o nosso jornal e outros temas. Responda e ajude a construir nossa luta! [Encarte]

AINDA NESTA EDIÇÃO

2 3

ANO 15 Florianópolis, janeiro de 2012 número 192

Artigo de Jeferson Choma analisa o massacre da ocupação do Pinheirinho Opinião Jotur é condenda por praticar “meia-férias” e terá de pagar trabalhadores de três horas em dobro Emflotur elege nova CIPA para fiscalizar acidentes e irregularidades no trabalho. Veja os nomes.


PÁGINA

2

HUMOR

O RODÃO

Florianópolis, janeiro de 2012

AÇÃO DAS FÉRIAS NA JOTUR

COLUNA DO JURÍDICO

CELULAR AO VOLANTE DEU JUSTA CAUSA EM JOINVILLE O TST (Tribunal Superior do Trabalho) manteve a decisão de liberar a empresa Gidion S.A Transporte e Turismo, de Joinville, de pagar as verbas recisórias, aviso prévio, férias proporcionais acrescidas de um terço, décimo terceiro salário proporcional e indenização compensatória de 40% do FGTS a um trabalhador flagrado por câmeras instaladas no interior do veículo. Ele estava dirigindo sem o cinto de segurança e falando ao celular. Se liga, moçada!

CANASVIEIRAS CONDENADA A OFERECER CRECHE Após ação judicial do Sintraturb, a Canasvieiras foi condenada pela 2 ª vara do Trabalho de Florianópolis a instalar creches num prazo de 60 dias, ou firmar convênios com creches públicas ou privadas, sem custo para as trabalhadoras. A condenação leva em conta o artigo 389 da CLT.

O RODÃO Expediente O RODÃO é uma publicação do Sindicato dos Trabalhadores em transporte Urbano, Rodoviário, Turismo, Fretamento e Escolar da região metropolitana de Florianópolis (Sintraturb). ENDEREÇO: Avenida Mauro Ramos, 72, Centro/Florianópolis/SC Fone/Fax: (48) 3286-5300 sintraturb@terra.com.br www.sintraturb.com.br TIRAGEM: 3.000 exemplares IMPRESSÃO: Diário Catarinense

OPINIÃO

A ocupação do Pinheirinho Por André Barrocal e Naja desalojados e protestos em lícia”, afirmou o deputado Passos cerca de 15 cidades brasilei- federal Ivan Valente (PSOLras, inclusive Florianópolis. SP), que tentou intermediar A violenta expulsão de 1,6 “O que ocorreu no Pinhei- negociações quando o caso mil famílias pobres e sem rinho foi um verdadeiro começou a esquentar, no moradia de uma área pri- estado de exceção. Uma início do ano. “Esse não é o nosso métovada na cidade de São José truculência absurda da podos Campos (SP) deflagrou lícia do estado e da guarda do, do governo federal”, disprotestos pelo país nesta municipal”, disse Antonio se o ministro-chefe da Sesegunda-feira (23). Donizete Ferreira, um dos cretaria Geral da PresidênO centro da polêmica é advogados do Movimento cia, Gilberto Carvalho (PT). um terreno de uma empre- dos Trabalhadores Sem- Para o ministro, é incompreensível que o local tenha sa falida do especulador Teto (MTST). Naji Nahas, ocupado há O adse transforGoverno do PSDB sete anos por milhares de vogado é mado numa sem-teto que o transfor- parte di- transformou ocupa- “praça de guerra” maram praticamente em retamente ção urbana em praça por uma um bairro, conhecido como i n t e r e s Pinheirinho. Em julho do s a d a n o de Guerra para aten- desocupaano passado, a juíza Marcia assunto e, ção que só Faria Mathey Loureiro, que portanto, der interesses dos interessava a um “grané da Justiça paulista e atua p o d e - s e bancos de especuem São José dos Campos, dizer que mandou devolver o terrreno tem opilador”. à empresa Selecta. nião parcial. Mas e quem se Desde o início do ano, a A reintegração de posse envolveu com a polêmica Secretaria Geral participava foi executada neste domin- por outras razões, como de negociações que buscago (22), em ação conjunta achar que o caso - e a causa vam achar um caminho que da Polícia Militar paulista e - valia à pena, como viu o impedisse o despejo – o goda guarda municipal de São episódio? verno federal estava dispos“Essa desocupação é o to a comprar o imóvel para José. Saldo parcial até esta segunda (23): três desapa- próprio retrato do Brasil, usá-lo em seu programa de recidos, 32 presos, centenas que ainda trata as questões moradias populares. de feridos, quase seis mil sociais como caso de po“Na sexta, o governador

de São Paulo, Geraldo Alckmin, se comprometeu pessoalmente, em reunião da qual participei, a realizar as obras de infra-estrutura necessárias. No sábado, o prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury, foi à minha casa dizer que mudaria o Plano Diretor do município para transformar a área em residencial. E na madrugada de domingo, sem nenhum aviso prévio, eles realizam essa ação absurda”, disse o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), que também tentou intermediar negociações. A Associação Democrática por Moradia e Direitos Sociais de São José dos Campos entrou nesta mesma segunda (23) com uma ação na última e máxima corte do país, o Supremo Tribunal Federal (STF), para que decida de vez que instância judicial, afinal, tem a competência para julgar o caso Pinheirinho. André Barrocal e Nadja Passos são jornalistas


O RODÃO

Florianópolis, janeiro de 2012

CAMPANHA SALARIAL 2012/2013

CATEGORIA

3

Cadê os companheiros nas assembleias da categoria? DATA

EMPRESA

27/1/2012 ESTRELA

2/2/2012

CANASVIEIRAS

7/2/2012

JOTUR

HORÁRIO 9h30, meio dia (garagem) e 15h30 9h30, meio dia (garagem) e 15h30 9h30, meio dia (garagem) e 15h30

9h30, meio dia (garagem) e 10/2/2012 TRANSOL 15h30 9h30, meio dia (garagem) e 15/2/2012 BIGUAÇU/EMFLOTUR 15h30 17/2/2012 BIGUAÇU 28/2/2012 ASSEMBLEIA GERAL

Companheirada da Paulotur deu o exemplo na assembleia Florianópolis

Nossa campanha salarial 2012/2013 já iniciou, mas a participação da companheirada está muito abaixo do esperado. Com exceção dos companheiros da Paulotur, que mais uma vez deram o exemplo e se mobilizaram para a assembleia, a maioria dos companheiros da Imperatriz e da Insular não foram debater nossa campanha salarial. Isso não pode se

repetir. O sindicato aluga espaços para realizar assembleias, gasta o dinheiro da categoria em carro de som, inserções de rádio, jornal e muitos outros custos, e a categoria não comparece. Por isso, a companheirada tem que se mobilizar para as próximas assembleias, tanto as por empresa como para a grande assembleia geral do dia 28 de fevereiro. A próxima assembleia será na Estrela, no dia 27 de janeiro.

Jotur é condenada a ressarcir férias não pagas

LOCAL Clube 12 de Setembro. Rua Dib Cherem, 2693, bairro Capoeiras, atrás do Capoeirão Escola Jacó Anderle (Escola Jovem). Rua Francisco Fausto Martins, s/n, ao lado do TICAN Clube My Bier, Marginal da BR-101, ao lado da Havan, Palhoça Salão Paroquial da Igreja da Penitenciária ( em frente ao posto carioni) Rua: Deominda da Silveira - Agronômica

Auditório do Sest/Senat, Avenida Max Cherem, Jardim Atlântico, Florianópolis Clube 17 de Maio. Rua Frederico Bunn, 9h30 e 15h30 s/n. Centro, Biguaçu Praça das Nações Unidas, S/N, ao lado 9h30 e 15h30 do TICEN, Centro, Florianópolis

CLÍNICA SÃO LUCAS

Terminou prazo de adesão gratuíta O prazo para a adesão gratuita ao convênio com a Clínica São Lucas já terminou. Os sócios tinham entre os dias 20 de novembro até o dia 8 de dezembro para aderir ao plano de graça. Os que tem interesse no plano, e ainda não aderiram, vão ter que pagar uma taxa de adesão de R$ 4,50, apenas para sócios titula-

>> Empresa dava apenas 14 dias de folga por ano para os trabalhadores de 3 horas Palhoça

A empresa Jotur foi condenada a pagar as férias atrasadas aos trabalhadores de três horas, desde maio de 2006 até abril deste ano. Após ação judicial do Sintraturb, a decisão da juíza do Trabalho Miriam Maria D’Agostini considerou que a Jotur estava desrespeitando a Lei, pois concedia apenas 14 dias de férias por ano

res. Para cada dependente, a adesão custa mais R$ 3. O valor das mensalidades dos sócios será pago pelo Sintraturb. Já os dependentes pagam mensalidades de R$ 4. Para aderir, o trabalhador deve vir até o sindicato, na Avenida Mauro Ramos, 72, Centro de Florianópolis, preencher a ficha de inscri-

a o s t ra b a l h a d o re s d e três horas. A CLT diz que as férias, independente da jornada de trabalho serão de 30 dias. Como o pessoal de três horas ganha salários e vale alimentação proporcionais à jornada de três horas, os donos da Jotur “acharam” que o corte se estendia às férias. Os trabalhadores que foram lesados pela Jotur vão receber em dinheiro todos os dias de férias em dobro pelo descumprimento da lei, corrigidos com juros e correção monetária. A Jotur terá que apresentar perante a Justiça uma relação de todos os

ção e pagar as adesões no ato. Mais informações no site do Sintraturb, no link “Convênios. As carteirinhas que estão prontas serão entregues nas assembleias, e já estão disponíveis na sede do sindicato.

trabalhadores que estão ou estiveram na jornada de três horas entre os dias 12 de maio de 2006 até 30 de abril de 2011. Somente depois da relação apresentada, é que a juiza vai delimitar quanto cada um vai receber em dinheiro pelo não pagamento das férias. E s s a é u m a g ra n d e vitória dos trabalhadores de três horas, que passaram os últimos seis anos tendo parte de seus direitos tomados pela empresa. O Sintraturb continuará na luta para garantir que nenhum direito seja tomado dos trabalhadores.


4

SEGURANÇA

ELEIÇÕES DE CIPA

O RODÃO

Florianópolis, janeiro de 2012

Veja os novos membros da CIPA da EmFlotur >> Quatro membros foram eleitos para fiscalizar condições de trabalho na empresa Biguaçu

Os trabalhadores e trabalhadoras da Emflotur elegeram no último dia 24 de janeiro a nova Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa). Ao todo, 104 trabalhadores participaram do processo. Dez candidatos se inscreveram para as eleições. Foram eleitos para as duas vagas titulares os trabalhadores José Pra Neto (instrutor de motorista) e Luiz Cesar Veiga (controlador). Ambos foram os mais votados entre os dez candidatos, tendo feito 22 e 19 votos, respectivamente. Os suplentes são Manoel João da Silva (motorista) e Gregório Monteiro Neto (Almoxarife). Manoel fez

ELEIÇÕES 2012

Resultado da Eleição Gestão 2012

1º Titular 2º Titular 1º Suplente 2º Suplente

José Pra Neto (Intrutor de Motorista) Luiz Cesar Veiga (Controlador) Manoel João da Silva (Motorista) Gregório Monteiro Neto (Almoxarife)

Demais Votados: Marina Borges (Cobradora) – 8 Votos Sandra Regina da Silva (Cobradora) – 6 Votos Zildo Borcathe (Cobrador) – 5 Votos Cleusa Regina G. Guimarães (Cobradora) – 4 Votos Nelson Fonseca Mattos – (Aux. De Escritório) – 4 Votos José Aldo Elias (Motorista) – 1 Voto Brancos - 3 Votos Total de votantes: 104 votos contabilizados

18 votos, e Gregório, 14. Não foram eleitos os outros seis candidatos: as cobradoras Marina Borges (8 votos), Sandra Regina da Silva (6 votos), o cobrador Zildo Borcathe (5 votos), Cleusa Regina G. Guimarães (4 votos), o auxiliar

Transferência de título até 9 de maio Florianópolis

O prazo para realizar as transferências de domicílio eleitoral vão até o dia nove de maio. A transferência é importante, pois em 2012, haverá eleições para prefeitos e vereadores. Por isso, é importante que os companheiros votem na cidade onde moram, e não na cidade onde trabalham. Para fazer ou transferir seu título de eleitor, o eleitor deve ir até o cartório eleitoral de sua cidade levando uma cópia e a ori-

22 Votos 19 Votos 18 Votos 14 Votos

ginal da carteira de identidade e um comprovante de residência de pelo menos três meses. Quem deixou de votar ou justificar em eleições anteriores deve pagar a multa de quitação de sua dívida com a justiça eleitoral (menos de R$ 10). O eleitor pode saber sua situação no cartório eleitoral. Ter seu título de eleitor e votar é um exercício da cidadania e é muito importante. São os vereadores que votam as questões do transporte.

de escritório Nelson Fonseca Mattos (4 votos) e o motorista José Aldo Elias (1 voto). Houveram ainda três votos em branco. Composta por dois membros titulares e dois suplentes, a Cipa é a comissão responsável por fisca-

lizar os patrões no quesito condições de trabalho. Qualquer irregularidade deve ser denunciada pelos cipeiros ao sindicato, trabalhando juntos pelo bem da categoria. Parabéns aos eleitos e vamos à luta!

Curtas Mensalidade do sindicato não aumentou Tem gente na categoria entendendo coisa errada. A mensalidade do sindicato não aumentou. A categoria aprovou na assembleia orçamentária de dezembro a redução da mensalidade para os companheiros que ganham mais que o piso do motorista de 6h40. A nova regra vale principalmente para alguns setores, como pessoal de garagem, mecânicos e outros profissionais que ganham mais que o piso da categoria. Estes companheiros não se filiavam no Sintraturb porque o desconto de 2% sobre o salário-base deles gerava mensalidades de até R$ 90. O que o sindicato fez foi limitar os descontos ao valor de 2,7% do piso do motorista de 6h40. Os descontos de todos os outros trabalhadores e trabalhadoras não foi alterado.

JORNADA DOS MOTORISTAS

Senado veta aposentadoria com 25 anos de serviço Florianópolis

O projeto de lei que regulamenta a jornada de trabalho dos motoristas no Brasil foi aprovado no final do ano passado, com derrota para os trabalhadores. Após pressão das entidades patronais, os senadores retiraram um dispositivo que previa a aposentadoria de motoristas após 25 anos de serviço. Esse projeto está há décadas no congresso nacional, e agora, voltará para a Câmara dos Deputados

Senador Paim é autor do projeto de Estatuto do Motorista

para novo debate e votação. Como contraponto a este projeto, o senador Paulo Paim (PT-RS) apresentou nova proposta, chamada de “Estatuto do Motorista”. O projeto prevê a regulamentação de jornada de seis horas em todo o Brasil

e a aposentadoria com 25 anos de serviço. É por conta dessas questões que os trabalhadores devem se organizar para eleger deputados, senadores e vereadores que são comprometidos com os trabalhadores.


Rodão 192