Issuu on Google+

Ano­13­­Número­12 Natal,­Dezembro de­2012

PL 4363/2012 aprovado com 90% da GAJ

pág­8

Veja a prestação de contas do Sintrajurn

Perfil

pág­7

Acesse nosso site: www.sintrajurn.org.br

de um servidor PÁ­GI­NA­7


2

Natal,­Dezembro­de­2012

EDI TO RIAL 2013 - com esperanças, muitos

Charge

diálogos e sem ilusões

Janilson Sales de Carvalho nham a ouvir os ser vidores e seus representantes em um diálogo sincero e COORDENADOR GERAL DO SIN­TRA­JURN­ honesto. Afinal, ser vidores, juizes e deTrês tarefas precisam ser planejadas sembargadores são trabalhadores da para 2013: dialogar muito, renovar as justiça e tem o belo papel social de miesperanças e abandonar as ilusões. No nimizar a miséria do mundo. O tribumundo atribulado em que vivemos, a nal é um corpo completo e precisa funesperança é algo sempre bom e a ilu- cionar com har monia O diálogo é a marsão, uma tragédia. Não me refiro à es- ca da evolução humana para a solução perança tola e cega, mas aquela que nos de todos os problemas e aflições. Em 2012, contabilizo a retomada encontra pela manhã e surge no sorriso sincero de alguém. Se quiser mos, a es- da luta dos trabalhadores federais. perança será como a fênix e ressurgirá Unidos em greves e mobilizações em das cinzas, ao amanhecer, todos os dias. todos os estados, conseguiram ar ranAbandonar as ilusões sobre aquilo que car das mãos de fer ro da presidenta sabemos imutável, ao mesmo tempo, Dilma, uma reposição para os próxiconstruindo pontes e refazendo cami- mos três anos. As perdas passadas connhos para novas possibilidades. Sabemos tinuam nos planos de lutas de todas as que tudo surge no diálogo honesto. Sem categorias. O SINTRAJURN esteve as palavras seremos apenas animais em em todos os movimentos e participou bandos. As palavras precisam surgir. ativamente das conquistas. A esperança em futuros governos, Reconhecer, intimamente, erros e pedir de qual quer partido, simpáticos às caudesculpas é a chave para bons momentos sas dos ser vidores federais é uma ilue o fim de muitas tristezas. É esse diálogo que precisamos inten- são que precisa ser imediatamente dessificar em todas as áreas sociais em 2013, cartada. Toda e qualquer vitória dos traentre elas, a relação com o SINTRA- balhadores do judiciário só será conJURN. O sindicato é o legitimo repre- quistada com a união de todos em gresentante dos ser vidores do judiciário fe- ves, paralisações e mobilizações. Só os deral no Rio G. Norte e é ele quem deve sindicatos podem organizar os trabaconduzir as questões que afetam as rela- lhadores nessas lutas. O mundo não acabará em 2012. O ções no ambiente de trabalho da categoria. Alguns confundem o papel do sin- que realmente já acabou foi a esperandicato ao de mero batalhador por rea- ça que governos, ditos de esquerda, trajustes salariais, esquecendo, que tudo o tariam melhor os seus ser vidores; tammais faz parte da luta sindical. Nossa ro- bém, a falsa ideia de que só o PT e a tina nos tribunais é marcada por tarefas CUT seriam capazes de organizar as luinfindáveis; aceitação tácita pelos tribu- tas dos trabalhadores. É com esperança que desejo um ótinais regionais de qualquer resolução nefasta que saia de Brasília; dificuldades de mo 2013. Que seja realmente especial, toda ordem para conceder direitos aos pois, cada pessoa buscará a felicidade ser vidores, buscando no lado complexo da outra e receberá na mesma propordas leis, a justificativa necessária para ne- ção. Um ano co m menos tempo pagar qualquer pedido; a situação caótica ra televisão e computadores e mais padas varas , com poucos servidores e mon- ra conversas e abraços. Um ano com muitas mensagens de saudatanhas de processos e o tratamento dedes, imediatamente resolvidas em ensigual entre a sede as varas. Nesse universo nada confortável, só um sindicato contros apaixonados. Um ano com mefortalecido e uma federação unida po- nos facebook e muito olho no olho, mão na mão e companheirismo.Um ano em dem contribuir para mudanças. A esperança também pode mudar que reconheçamos que somos seres úniesses fatos e depende das atitudes de cos e que os outros também são e ,por novos administradores que se propo- isso,somos todos especiais.

Permutas Jackeline Patrícia Galdino Campos Técnico Judiciário - área administrativa / Justiça Federal de São Paulo/SP 1ª vara cível Permutar para TRF 5 ( PE, PB, RN, AL), TRT 6, TRE PE Fone: (11) 98559-8182 jackcampos05@gmail.com

Priscila Oliveira AJAJ / TRT MG - Uberaba Permutar para TRT 1 - Rio de Janeiro capital Fone: (21) 8106-3445 p2ho@yahoo.com.br

Ariette Analista Judiciário / TJDFT - 2 José Francisco Britto Fraga Instância Analista judiciário - Área administrativa Permutar para TRE, TRT OU Justiça / Justiça Federal em Maceió Federal do Espírito Santo Permutar para Recife Fone: (61) 9986-8280 Fone: (81) 8887-1033 ariette.thais@hotmail.com zefraga4@hotmail.com Rubimar José de Carvalho Paulo Estevão Técnico Judiciário - Área Técnico / TRT 5 Região - BA Administrativa / TRF5 - JFPB Permutar para TRT 17 Região - ES Campina Grande Fone: (27) 9994-8803 Permutar para TRF5 / JFCE estevaoramos1@gmail.com Fortaleza/CE Fone: (83) 9677-3901 André rubimar60@hotmail.com Analista Judiciário - Execução de Mandados / TRT4 - RS Michel Travassos Permutar para TRT 21 - Natal ou Técnico Judiciário / TRT 6 PE arredores Permutar para TRT 13 PB Fone: (51) 9837-0050 Fone: (83) 9918-1601 egoncalez@trt4.jus.br michel_travassos@hotmail.com

O Bedelho

ÓRGÃO INFORMATIVO DO SINTRAJURN Rua­Pe.­Tiago­Avico,­1815,­Candelária,­Natal/RN,­CEP­59065-380­-­Telefax:­3231-0152 e-mail:­im­pren­sa@sin­tra­jurn.org.br Coordenadores Executivos

Coordenadores Gerais do SINTRAJURN Janilson­Sales­de­Carvalho­(TRT)­ Francisco­Clayton­Araújo­da­Silva­(JFRN)­ Pedro­de­Figueiredo­Lima­Neto­(TRE)

Carlos­Roberto­Pinheiro­(JFRN),­Francisca­das­Chagas­Gomes­(TRT),­Fábio­Maroja­Jales Costa­(TRT),­Silvana­Costa­Gruska­Benevides­(JFRN),­Elias­Alves­de­Sousa­(TRE),­José Roberto­Pinheiro­(TRE)

Coordenadores de Finanças Wilson­Barbosa­Lopes Kelson­Guarines­dos­Anjos­(TRT)­ Carlos­Anacleto­da­Silva­(TRT)

Francisca­Lima­Fernandes­(TRT),­Paulo­Marcelino­da­Silva­(JFRN),­Maria Missilene­Martins­Silva­(TRT) Valdeir­Mário­Pereira­(TRE),­Jerônimo­Batista­Davi­Filho­(TRT)

Jornalista Responsável Leane­Fonseca­-­DRT­701

Diagramação Edilson­Martins­-­RN00033DG

Coordenadores Suplentes

Revisão Cássia­Maria­Oliveira

Tiragem 1.200­exem­pla­res

Os­ar­ti­gos­as­si­na­dos­pu­bli­ca­dos­em­O­BE­DE­LHO­não­re­fle­tem­ne­ces­sa­ria­men­te­a­opi­nião­do jor­nal­ou­da­di­re­to­ria­do­Sindicato,­sen­do­de­res­pon­sa­bi­li­da­de­dos­au­to­res.­Os­tex­tos­pa­ra­es­ta­se­ção,­com­no­má­xi­mo­25­li­nhas­de­70­to­ques­e­os­das­co­lu­nas,­de­vem­che­gar­ao­Sindicato­im­pre­te­ri­vel­men­te­até­o­dia­15,­sob­pe­na­de­não­se­rem­pu­bli­ca­dos­na­edi­ção­do­mês.­


3

Natal,­Dezembro­de­2012

DeBATe

Jurídico Sintrajurn participa do 18º Curso Anual do NPC de comunicação sindical

Dr. Guilherme Carvalho ju­ri­di­co@sin­tra­jurn.org.br

Fones:­(84)­3231-0152­/­­9982-9170

Retrospectiva 2012 Com muita felicidade faço uma breve retrospectiva do ano de 2012, o qual seguramente foi extremamente positivo por termos colecionado diversas vitórias, entre elas podemos destacar: A) Êxito em 1ª Grau da ação que busca o pagamento das diferenças remuneratórias aos servidores do TRT 21ª Região e TRE/RN que exerceram ou exercem a função de oficial de justiça ad hoc; B) Vitória em 1º Grau junto aos Juizados Especiais Federais das ações que buscam o pagamento das diferenças relativas ao Auxílio Alimentação, inclusive com uma salutar tendência de uniformização jurisprudencial; C) Vitória em 2º Grau junto ao TRF 5ª Região da ação pela devolução do PSS e Imposto de Renda que incidiram sobre os juros de mora pagos na ação dos Quintos, já com as providências sendo tomadas para execução das parcelas descontadas indevidamente. Lógico que de forma alguma podemos dormir sobre os louros da vitória pois a luta pelos direitos dos servidores deve ser constante e certamente o ano de 2013 será permeado de novos desafios que serão enfrentados com coragem e determinação.

Comunicado O atendimento pessoal realizado pelo Departamento Jurídico do Sintrajurn estará suspenso durante todo o mês de janeiro de 2013 sendo retomado a partir da 1ª quinzena de fevereiro, porém as eventuais ações, em especial as do Auxílio Alimentação, serão regularmente processadas e promovidas durante o período por nossas assistentes.

Boas Festas O Jurídico do Sintrajurn, na pessoa do dr. Guilherme Carvalho, deseja a todos que compõem o Poder Judiciário Federal no Estado do Rio Grande do Norte, funcionários, colaboradores, coordenadores e diretores do Sintrajurn, um Feliz Natal e um próspero Ano Novo e que 2013 seja um ano de muitas vitórias e realizações. Saúde, Paz e Prosperidade para todos.

Equie do Sintrajurn com representantes de sindicatos de todo o Nordeste durante curso de comunicação sindical

O Sintrajurn, através do coordenador geral Janilson Sales de Carvalho e da coordenadora Maria Missilene, além da jornalista Leane Fonseca, participaram do 18º Curso Anual do Núcleo Piratininga de Comunicação - NPC - que este ano teve como tema principal "Os Trabalhadores e a Comunicação na América Latina". O encontro, realizado entre os dias 21 e 25 de novembro no Rio de Janeiro, foi uma oportunidade para diretores e jornalistas sindicais de todo o país renovar os conhecimentos e trocar experiência a respeito das causas dos trabalhadores, não somente do Brasil, como dos demais países da América Latina, onde novas práticas de comunicação estão em debate e em experiência de forma positiva.

Para os coordenadores do Sintrajurn, Janilson e Missilene, a experiência foi enriquecedora e bastante produtiva. "Volto a Natal com novas ideias para a luta da categoria e das causas

“Volto a Natal com novas ideias para a luta da categoria e das causas sociais" sociais", disse a coordenadora Maria Missilene que durante o curso subiu os 788 degraus do Morro Santa Marta para vivenciar o ambiente da favela pacificada pela UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). Entre os temas discutidos podemos destacar: Mídia: teo-

ria e prática na América Latina; A mídia e a criminalização da pobreza; A pesquisa sobre história social do trabalho no Brasil; Comunicação sindical hoje; Indústria Cultural: rádio, programas policiais, internet e novelas; Mulher na mídia e homofobia; Grandes corporações de comunicação nas Américas, Desafios da esquerda na América Latina hoje; Internet: blogs e twitter; A mídia e o debate sobre a ditadura de 64; Marco Re gulatório e o Conselho Na cional de Comunicação; e TV no Brasil: o conceito de pública, privada e estatal. "Muito bom e proveitoso este encontro, esta experiência e este aprendizado", disse o coordenador geral do Sintrajurn, Janilson Sales.


4

Natal,­Dezembro­de­2012

JANEIRO

FEVEREIRO

MARÇO

Os coordenadores do Sintrajurn Fábio Maroja, Janilson Sales e Wilson Barbosa se reúnem com o deputado Roberto Policarpo (PT/DF), na época relator do PL 6613, para falar do PCS. Mesmo em férias em Natal, o parlamentar fez uma análise do primeiro ano de mandato e afirmou que a luta pelo Plano seria uma grande batalha em 2012orientando a categoria a permanecer unida.

O Sintrajurn, através da coordenadora Francisca Gomes, participou do Encontro dos Trabalhadores do Judiciário do Cone Sul que discutiu sobre assédio moral e democratização do Judiciário. O evento foi realizado durante o Fórum Social Mundial Temático em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, teve como tema central crise capitalista, justiça social e ambiental.

As coordenadoras do Sintrajurn, Francisca Gomes, Maria Missilene e Silvana Gruska homenagearam as mulheres trabalhadoras do Judiciário federal no Dia Internacional da Mulher com entrega de flores e bombons em uma data dedicada à força feminina do TRT, TRE e Justiça Federal.

AgOSTO - M 1- Ato Público Unificado com ser vidores do Judiciário Federal e do MPU em frente à sede do TRT 21 na manhã do dia 17 reúne mais de cem trabalhadores que decidem pela realização de uma caminhada geral de protesto pelo PCS. 2 - Twitaço mobiliza ser vidores do Judiciário Federal e do MPU através das redes sociais que deixam seus recados e protesto pela falta de valorização

JULHO

O Sintrajurn aproveitou a visita da presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia à sede do TRE RN, e pediu apoio à aprovação do PCS. O sindicato também solicitou à magistrada reestruturação das zonas eleitorais, em especial as do interior do Estado, melhores condições de trabalho e ampliação do quadro de servidores. Participaram do encontro os coordenadores Francisca Gomes (TRT), Valdeir Pereira, Elias Alves e José Roberto, todos do TRE.

1

2

das categorias que trabalham pela justiça contra a corrupção. #ServidorValroizadoJusticaEficiente 3- Caminhada promovida pelo Sintrajurn, com apoio do MPU, reuniu centenas de ser vidores de diversas categorias federais em greve ou em mobilização e parou o trânsito de Natal no bairro de Lagoa Nova. O protesto, além de chamar a atenção

pelos seis anos está sem reajuste salarial, também foi um protesto contra a proposta de 15,8% que havia sido oferecida uma semana antes pelo governo. A caminhada de 3 km aconteceu no dia 24. 4 - Sintrajurn pede ajuda ao presidente do TRE, desembargador Saraiva Sobrinho, e a diretora-geral Ligia Limeira, durante acampamento dos ser vido-

3

4


5

Natal,­Dezembro­de­2012

ABRIL

MAIO

JUNHO

O Sintrajurn deu boas vindas aos 57 novos servidores do TRT. Durante o Curso de Formação Inicial a coordenadora Francisca Gomes apresentou o sindicato aos novatos e explicou sobre a importância do sindicalismo para o fortalecimento da categoria. Todos receberam edições do jornal O Bedelho que expressa o pensamento das lutas da categoria em prol de seus direitos.

O Sintrajurn enviou para XVII Plenária Nacional da Fenajufe, realizada entre os 4 e 6 em São Luís, Maranhão, os delegados eleitos em assembleia Janilson Sales, Levi Medeiros, Paulo Marcelino, Carlos Pinheiro, Flávio Miranda e Wilson Barbosa, além do coordenador geral, Clayton Araújo, eleito pela diretoria, que representaram a categoria potiguano encontro onde foi aprovado o calendário nacional de luta com previsão de atos, paralisações e greves.

Atos no TRT e TRE, em campanha pela aprovação dos PLs 6613/09 e 6697/09 foram intensificados no prazo final para registro de candidaturas das eleições municipais, a fim de pressionar a cúpula do Judiciário, governo federal e Legislativo a fechar acordo orçamentário para garantir aprovação do PCS.

MêS DE LUTA res do Judiciário e MPU em frente ao Tribunal realizado no último dia (23) de julgamento dos recursos de registro de candidaturas das eleições municipais. Sintrajurn participa de mobilizações em Brasília na luta pelo PCS. A coordenadora Francisca Gomes representou o Estado na Marcha Nacional dos Servidores Públicos Federais que reuniu mais de 10 mil trabalhadores de várias categorias por revisão

salarial no dia 15 de agosto. No dia 30 a coordenadora e o sindicalizado Leandro Gonçalves (TRE) participaram do Ato "Bota Fora Ari Pargendler" marcando a saída do ministro da presidência do STJ. Servidores do TRT, TRE e Justiça Federal se unem ao movimento nacional e paralisam as atividades por 48 horas nos dias 30 e 31 de agosto, prazo limite para o governo encaminhar o projeto fi-

nal da Lei Orçamentária Anual de 2013 ao Congresso Nacional. Assembleia, em frente ao pré dio da Justiça Federal, realizada durante a greve de dois dias, rejeita contraposta do STF de reajuste salarial de 10% a 33% em três anos, encaminhada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ayres Britto e decide continuar em luta.

SETEMBRO

OUTUBRO

NOVEMBRO

O coordenador geral do Sintrajurn, Janilson Sales, participou em Brasília no dia 25, da reunião do Grupo de Trabalho sobre Saúde, Condições e Relações de Trabalho promovida pela Fenajufe. No encontro foram debatidos temas como a realização da Campanha Nacional de Saúde e Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor Público Federal.

O Sintrajurn realizou no dia 27 duas grandes comemorações sociais quando festejou o aniversário de 15 anos de fundação do sindicato e a passagem pelo Dia do Servidor Público. Mais de 700 convidados compareceram à festa no Jiqui Country Club e participaram dos sorteios de brindes e da confraternização dos sindicalizados.

O Departamento Jurídico do Sintrajurn observa uniformização do entendimento dos Juizados Especiais Federais do Rio Grande do Norte em reconhecer o direito dos servidores do Judiciário Federal na equiparação dos valores recebidos, a título de Auxílio Alimentação com os pagos pelo STF.


6 Sintrajurn contribui para III Olimpíada da Justiça Federal

Natal,­Dezembro­de­2012

Equipe de vôlei masculino vice-campeã da Olimpíada

Os servidores da SJRN fizeram bonito na III Olimpíada da Justiça Federal da 5ª Região, realizada nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no Círculo Militar do Recife, em Pernambuco. O evento contou com a participação de mais de 450 atletas e distribuiu 158 medalhas, entre ouro, prata e bronze. 50 delas vieram para o Rio Grande do Norte trazidas pelos vencedores das modalidades corrida, vôlei, natação, tênis de mesa e de quadra e futebol máster. Na abertura do evento e durante a premiação de alguns atletas, o servidor da 4ª Vara Federal da Justiça Federal do RN, Guilherme Mendes, falecido no dia 15 de junho deste ano vítima de câncer, foi lembrado e homenageado. O Sintrajurn contribuiu com a competição oferecendo ajuda de custo para a delegação norte-rio-grandense. Os coordenadores do sindicato, Carlos Pinheiro e Paulo

Marcelino, servidores da JFRN, estiveram presentes no evento. "Gosto das olimpíadas, participo de todas. Ficamos em terceiro lugar no futebol máster e fiquei muito feliz. O troféu foi em nome de Guilherme. Agradeço em nome de todos os atletas a contribuição do Sintrajurn", disse Carlos Pinheiro. Para Paulo Marcelino, membro da comissão organizadora, a Olimpíada foi importante por unir os servidores da Justiça Federal de todo o Nordeste. "Avalio de forma positiva, considerando a homenagem ao colega Guilherme, como também o patrocínio do SINTRAJURN E SICCOB. Agradecemos o apoio da direção do foro e da administração para a realização desse evento, fatos assim incentivam os servidores e, no ano que vem, devemos nos programar para termos a participação de mais servidores", esclareceu Paulo Marcelino.

Justiça Federal é campeã de Campeonato de Mini-futebol A equipe de futebol da JFRN, que tem o coordenador do SINTRAJURN Paulo Marcelino como integrante, foi campeã do 1º e 2º turno do 13º Campeonato de Minifutebol promovido pela Astra 21. A entrega do troféu e medalhas aconteceu no dia 24 de novembro passado com um jogo amistoso entre as equipes campeã e vice-campeã fechando o placar final com um empate de 5 X 5. "A conquista deste campeonato também homenageou o servidor da 4ª vara da JFRN, Guilherme Mendes, falecido este ano vítima de câncer, agradecemos a dedicação e presteza do presidente da Astra 21 pelo apoio e homenagem", disse Paulo Marcelino.

DESTAQUE

Servidor do RN é destaque na Olimpíada da Justiça Federal O ser vidor Augusto César de Lima, técnico judiciário e supervisor de execuções fiscais da 6ª Vara SJRN, foi um dos destaques da III Olimpíada da Justiça Federal da 5ª região. Aos 50 anos de idade participou das competições de vôlei, futebol máster e corrida de 5 km e ficou com a medalha de bronze no futebol. Já na corrida, além de ganhar o primeiro lugar na faixa etária, também obteve o melhor tempo geral da competição. Determinação foi o impulso que o levou a ser o primeiro lugar geral da corrida no Nordeste. Para ele somente o fato de competir em uma olimpíada já tem que ser considerado uma vitória, o título tem uma série de importância. "Representa trazer mais motivação para a prática de esporte dentro da JF e espero que nos próximos jogos possamos levar uma delegação bem maior e mais preparada fisicamente". O experiente atleta pratica esporte desde 1979 e alerta aos adeptos da vida sedentária que o esporte melhora a saúde e a qualidade de vida, não só em competições, mas também por diversão, ajuda a mandar a tristeza embora, traz benefícios físicos e reduz o aparecimento de doenças. "O recado que deixo é que comecem a praticar atividade física, pois proporciona um bem danado e incentivem todos da família. Assim, vão garantir uma boa saúde e contri-

buir para um mundo melhor". A terceira edição da olimpíada teve um fator a mais que o incentivou a querer ganhar uma medalha, a homenagem ao eterno amigo Guilher me Vasconcelos Mendes. Antes de encerrar a entrevista, uma declaração de reconhecimento: "Não poderíamos ser ingratos, esquecer no momento da vitória, de agradecer o apoio dos nossos patrocinadores - SINTRAJURN e SICOOB. Agradecer também a direção do foro da Justiça Federal do Rio Grande do Norte e da sua Sec. Administrativa, esses patrocínios e apoios foram fundamentais, pois sem eles não poderíamos ter mostrado a força da nossa equipe e o fortalecimento da nossa instituição".

Augusto César no pódio dos campeões


7

Natal,­Dezembro­de­2012

Perfil

Maroni Costa Leitão

de um servidor

Supervisor da Seção de Contadoria do Foro da JFRN

Amante dos cálculos, justiça, família e amigos

O técnico judiciário Maroni atua, há 16 anos, na JFRN com muita disposição. Sua história se inicia em 1996 quando veio do Banco do Brasil. Ao tomar posse, por não ter formação acadêmica em Direito e sim um perfil voltado para a área contábil, foi lotado na Contadoria do Foro, setor em que está até hoje. "A Justiça Federal do RN tem um diferencial que a faz se destacar das demais regiões: um corpo de servidores e juízes que vestem verdadeiramente a camisa da instituição e, com dedicação e zelo, procuram levar a justiça àqueles que dela necessitam. Sinto-me um privilegiado por fazer o que gosto e atuar numa área correlacionada à minha formação profissional", disse. Para Maroni trabalhar num ambiente harmonioso e poder testemunhar as transformações que passa a instituição ao longo dos anos, seja na chegada de novos servidores e juízes, seja com a implementação de novas tecnologias que ampliam e provocam mudanças nas nossas rotinas laborais, é gratificante. "Digo sempre que é um

motivo de orgulho e ao mesmo tempo uma grande responsabilidade fazer parte de uma instituição que é considerada referência entre seus pares". Aos 44 anos, nas horas vagas, gosta de ler, assistir filmes ou fazer alguma atividade física como pedalar e praticar trekking com os amigos. "Sou graduado faixa preta 3º Dan em Aikido, pela União Sul-Americana de Aikido (SP), arte marcial que pratico há mais de dez anos é uma das minhas paixões". Nascido no interior do Estado, na cidade de Assu, veio para Natal em 1985 após passar no exame de seleção do curso de Mineração da Escola Técnica Federal do Rio Grande do Norte ETFRN, hoje IFRN. "Um divisor de águas tanto na minha vida pessoal quanto para a minha formação profissional". Maroni é casado há 16 anos e tem dois filhos: Maria Clara e Rayan. Graduado em Ciências Contábeis pela UFRN, com especialização em Direito Previdenciário (LFG), costuma ser bem caseiro e procura sempre estar ao lado

Prestação de contas 2012 O Sintrajurn continua disponibilizando no site do sindicato sua prestação de contas. Para ter acesso é muito fácil, basta apenas entrar na área exclusiva do sindicalizado e colocar a senha. Quem ainda não possui uma senha pode solicitar informando o número do CPF. O sistema envia em poucos segundos um número pessoal para o email do servidor que dará acesso as informações financeiras do Sintrajurn. "Sempre que o sindicalizado tiver interesse em acompanhar as movimentações financeiras do Sintrajurn basta realizar esta pesquisa. Temos muita preocupação com a prestação de contas que deve ser transparente para todos", esclareceu o coordenador financeiro do Sintrajurn, Wilson Barbosa Lopes.

da família e amigos, "cultivar a verdadeira amizade e a harmonia familiar é a base de nossa existência nesse mundo". Encorajado para deixar uma mensagem aos amigos, já que o final do ano se aproxima, o contador foi preciso. "A minha mensagem é: diante de um mundo tão atribulado como o que vivemos hoje é importante que as pessoas se unam e que vivam em harmonia, pois a união faz a força! Abrace 2013 de forma positiva, faça amigos e junte-os por motivos importantes. Desejo um ano maravilhoso para todos que, de alguma forma, contribuíram para que a justiça chegasse a quem dela necessitava!" O Sintrajurn e os servidores também receberam recado com relação ao novo ano que se aproxima. "Espero que em 2013 o Sintrajurn continue sua atuação na defesa comum dos interesses de nossa categoria, congregando forças nessa fase tão nebulosa por que passa nossa categoria, tão atacada por setores da

imprensa e do governo de maneira geral. No entanto, um sindicato forte se constrói com a participação efetiva de seus filiados, por isso é imprescindível que a luta seja de todos e não apenas daqueles que estão à frente de sua diretoria. Sem luta, sem mobilização, nós não conseguiremos alcançar nossos objetivos. Um grande abraço a todos, um feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações!"


8

Natal,­Dezembro­de­2012

Juízes e parlamentares no caminho da gAJ 100% do Judiciário

O Sintrajurn ou viu a Coordenadora Jurídica e Parlamentar da Fenajufe, Iracema Pompermayer, que também é presidente do Sinpojufes/ES, sobre o que esperar neste final de 2012 em relação ao reajuste dos ser vidores do Judiciário Federal. Em análise realista, ela avalia que mesmo a categoria estando descontente em todo o Brasil com a atual situação problemática do Judiciário, não se deve desistir. Segundo Iracema, os ser vidores depositaram muitas expectativas no ministro Ayres Britto, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), que não se consolidaram. "O que temos hoje são os 15,8% que a presidente Dilma ofereceu para todo o car reirão do Poder Executivo Federal e para os ser vi do res do Judiciário", dis se a Coordenadora Jurídica. Informou ainda que os 15,8% cor respondem a apenas 90% da Gratificação de Atividade Judiciária - GAJ, não os 100% prometidos por Ayres Britto, que não foram apor tados. Segundo Iracema, "o dinheiro prometido para complementar os 100% da GAJ é do próprio Judiciário, que poderia ser utilizado para a categoria, mas o ex-presidente do STF não

conseguiu convencer os magistrados, representados por suas associações, de que fosse utilizado para esse fim, em benefício dos ser vidores", explicou. Para Iracema, essa verba, que é sobra do Judiciário, algo em torno de 700 milhões de reais, será utilizada para pagar passivos dos juízes. Para ela, não se pode perder a esperança e a Fenajufe e os sindicatos vão lutar pelos 100% da GAJ e ainda continuar na batalha pelo PL 6613/09.

Iracema Pompermayer - Coordenadora da Fenajufe

Ações "A Fenajufe está todos os dias no STF e no Congresso Nacional no intuito de pressionar e reivindicar junto aos ministros e parlamentares uma melhoria no reajuste salarial da categoria", disse Iracema. Para ela, estando garantidos em 2013 os 100% da GAJ, a luta continuaria pelo PL 6613/09 que, reconhece, não é o projeto da categoria, mas que pelo menos, sendo aprovado, traria algum reajuste sobre os vencimentos dos ser vidores. "Vamos reunir forças para buscar a valorização da carreira e a remuneração adequada que faz parte do plano da categoria", concluiu a coordenadora.

APROVAÇãO DA gAJ EM 90% O gover no se aproveitou da letargia do Poder Judiciário e, em a toque de caixa, aprovou, na tarde da quarta-feira (5/12), o PL 4363/2012, fixando a GAJ em 90%. Também foi aprovado, com a GAMPU em 90%, o PL 4362/2012. Em razão da aprovação dos requerimentos de urgência urgentíssima apresentados pelo deputado Lincoln Portela (PRMG, os PLs 4362 e 4363) tiveram o regime de tramitação alterado. Durante Sessão Deliberativa Extraordinária do Plenário, foi designado relator, o deputado Cláudio Puty (PT-PA), para proferir o parecer pela CFT, concluindo pela adequação financeira e orçamentária do PL 4363, no entanto, com percentual da GAJ em 90%. Pela CCJ, o deputado Fabio Trad (PMDB-MS) pro-

feriu parecer pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa. Durante a discussão, os de putados Policarpo (PT-DF) e Pauderney Avelino (DEM-AM) manifestam-se pela aprovação da GAJ de 100%. Mas não foi o suficiente para garantir o percentual prometido pelo

Supremo. Em votação, foi aprovado o Substitutivo da CFT e a redação final. Agora, o PL vai ao Senado. Para o coordenador-geral do Sindjus-DF Jailton Assis, o Judiciário não fez sua par te. Prometeu mais uma vez e não cumpriu. "No dia 22 de novembro, protocolei pessoalmente no STF um ofício assinado pelo presidente da CFT e dirigido ao presidente do STF solicitando infor mações orçamentárias sobre o PL 4363. Nós procuramos o Diretor de Gestão de Pessoas, Amarildo Oliveira, diversas vezes. Pressionamos. No entanto, até hoje o STF não respondeu o ofício, deixando assim a brecha que o gover no precisava para aprovar a GAJ de 90%", explicou Jailton. Fonte: Sindjus-DF


O Bedelho - Dezembro/2012