Issuu on Google+

Nº 1279 - Abril/2013

Boletim do Sindicato dos Rodoviários do Grande ABC - Presidente: Francisco Mendes da Silva. Secretário de Comunicações: Marcos Antonio Aleixo. Jornalista Responsável - Solange Torino (MTB-15012). Sede: Rua Santo André, 435 - V. Assunção - Santo André - Fone: 4433.7988. Subsedes: São Bernardo - Rua Dario Luiz Setti, 63 - Centro - Fone: 4334.6366. Diadema - Praça Angelina de Melo, nº 12 - sala 01 - Centro - Fone: 4055.1333. São Caetano - Rua Profª Maria Macedo, 457 - Centro - Fone: 4224.0440. Mauá - Rua Rio Branco, 494 - Centro. - Fone: 4548.8477. Ribeirão Pires/Rio Grande da Serra - Rua Kaetch Richers, 102 - Centro - Fone: 4822.7111 - Site: www.sintetra.org.br

CHICÃO VAI À BRASÍLIA DISCUTIR FIM DA DUPLA FUNÇÃO

Vicentinho - Deputado Federal - autor do Projeto de Lei 2163/2003 - que pede fim da dupla função - recebe o companheiro Chicão em seu gabinete em Brasília. Na quarta, 10 de abril, o companheiro Chicão – presidente da nossa entidade – participou de uma Audiência Pública na Câmara dos Deputados de Brasília, onde foram discutidos os riscos da dupla função no transporte público (dirigir e cobrar ao mesmo tempo). Na audiência também entrou em pauta o Projeto de Lei 2163/2003, do Deputado Federal Vicente Paulo da Silva, o nosso companheiro Vicentinho, que há dez

anos luta no Congresso para acabar com este abuso. Também na luta contra dirigir e cobrar está o Deputado Federal Rodrigo Maia que propõe alterar o Código de Trânsito Brasileiro, proibindo de vez esta prática. O companheiro Chicão, representando as inúmeras entidades sindicais participantes e os trabalhadores presentes, mostrou através de seu depoimento as

dificuldades que os motoristas enfrentam nesta prática que só beneficia os empresários. O vídeo “Dirigir e Cobrar Não Dá!”, realizado pelo nosso departamento de imprensa, foi exibido na íntegra e será distribuído para todos os deputados. Esperamos que desta vez o absurdo de dirigir e cobrar seja “enterrado” na história da categoria rodoviária de todo Brasil. (Confiram mais detalhes na pág.4).


Exposição...

AGRADECIMENTO Os companheiros Marquinhos e Baby, cipeiros da São José, agradecem ao companheiro Chicão e sua diretoria, pela maravilhosa Colônia de Férias que foi proporcionada para a família rodoviária do Grande ABC. Eles

A MEMÓRIA DOS TRANSPORTES ATRAVÉS DE MINIATURAS DE ÔNIBUS Em comemoração aos 460 anos de Santo André, a população ganhou uma exposição de miniaturas de ônibus que conta um pouco da história do transporte na cidade. São dez miniaturas que mostram como eram os ônibus entre os anos de 1970 e 1990, inclusive a criação da EPT (Empresa Pública de Transportes) que fez parte da gestão do prefeito Celso Daniel. A exposição que está acontecendo na Biblioteca Central de Santo André é uma iniciativa do professor Dorival Nunes Bezerra (um apaixonado por

ônibus e pela história da cidade) e as miniaturas são feitas artesanalmente por Nelson Modesto e Luzia Santos, também moradores de Santo André.

deram nota 10 para todos os itens deste espaço de lazer. Eles também aproveitam para citar o companheirismo, a atenção e educação dos companheiros Paulão e João (os dois são funcionários da Colônia). Marquinhos e Baby visitaram pela

VALE A PENA CONFERIR VISITE A EXPOSIÇÃO A exposição está acontecendo na Biblioteca Central – Praça IV Centenário – Paço Municipal e vai até o dia 04 de maio - de segunda a sexta-feira, das 08 às 18 horas e aos sábados das 08 às 12 horas. A entrada é gratuita!

primeira vez a Colônia de Caraguatatuba e fizeram questão de publicar esta nota de agradecimento no nosso Jornal. É isso aí companheiros, além de lutar, nosso Sindicato também não se esquece de que o trabalhador tem que descansar. Obrigada pelo carinho!

BOAS NOTÍCIAS - PROMOÇÕES TRANS-BUS A união da diretoria do Sindicato com os cipeiros da Trans-Bus resultou na promoção de mais sete companheiros. As promoções foram as seguintes: três motoristas de micro para motoristas do ônibus convencional, dois cobradores para motoristas de micro, um lavador para cobrador e um ajudante para manobrista.

VIAÇÃO GUAIANAZES Na Guaianazes o número de promoções será bem maior. Quarenta trabalhadores, entre pais e mães de famílias foram ou serão beneficiados. Confiram os números por funções: dez Motoristas de Micro para Motoristas do Convencional, dez Cobradores para Motoristas de Micro, dez Auxiliares de Operação para Cobradores, cinco Manobristas para Motoristas de Micro e cinco Lavadores para Auxiliares de Operação.

Parabenizamos a todos por estas conquistas e pela garra da luta.

Diretores, Professores e Alunos, embarquem nesta aventura...


História do Dia do Trabalho No dia 1° de maio, no Brasil e em vários países do mundo, comemorase “O Dia do Trabalho”. A História do Dia do Trabalho teve início no ano de 1886 na cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio daquele ano, aconteceu uma grande greve geral dos trabalhadores que foram às ruas a milhares reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze trabalhadores e dezenas de pessoas feridas.

Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano. Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.

1° de Maio no Grande ABC Quero falar também!

Com as palavras de ordem “Quero Falar Também”, o 1° de Maio do Grande ABC vai levar a público a luta pela democratização dos meios de comunicação. O grande ato vai acontecer no Paço Municipal de São Bernardo, a partir das 10 horas, com oficinas sobre o direito à comunicação (no local, serão recolhidas assinaturas para o projeto de lei de iniciativa popular para a regulamentação dos meios de comunicação no Brasil). Na sequência, apresentação de diversos artistas, finalizando com o show de Zeca Pagodinho.

NOVOS ELEITOS NA CIPA Estes são os últimos companheiros (as) eleitos (as) para exercerem a função de cipeiros (as). Parabenizamos e desejamos um bom mandato para todos. Transportadora Benfica - Titulares: José Jeane Bezerra Fernandes e Jadielson Sabino Silva. Suplentes: Roziane da Silva Pereira e Marcos Vinicius Ortega Sebrian. Transportadora Savo - Titular: Eduardo Bisp. Suplente: Carlos

Alberto Festini. Transportadora São Bernardo - Titular: Rosário Matos dos Santos. Suplente: Ronnie Moreno Vidalgo. Transportadora Ajofer - Titulares: Ademir Sandrini e Silvano Farci. Suplentes: Marcos Roberto da Cunha e Dirceu

Fernandes. Transequip Transporte e Locação - Titular: Bruno Pereira Lira. Suplente: Raimundo Rodrigues Soares. Greluk & Menezes Transportes - Titular: Mateus Luduvico. Suplente: Daniel Pereira da Silva.


DIRIGIR E COBRAR NÃO DÁ! A luta dos Rodoviários do Grande ABC para acabar com o dilema de dirigir e cobrar e manter o cobrador em seu posto de trabalho vem acontecendo ao longo destes anos. Vários movimentos, além de inúmeras impetrações na Justiça, ainda marcam o nosso dia-a-dia. Nestes últimos anos, o nosso Sindicato - através do companheiro Chicão (presidente do Sindicato dos Rodoviários do Grande ABC) e sua diretoria - está travando uma batalha árdua. Além disso, o Código de Trânsito Brasileiro determina a total atenção do motorista, para que ele não cometa nenhum

PASSAGEIROS TRANSPORTADOS COMO SARDINHAS CADÊ A SEGURANÇA EXIGIDA?

necessária que o nosso trânsito caótico pede.

No carro de passeio o cinto de segurança é exigido pelo Código de Trânsito Brasileiro, muito justo por sinal, pois esta medida está salvando milhares de vidas, mas e a segurança dos passageiros de ônibus que viajam em pé, pendurados?

A Lei máxima de Trânsito exige, os empresários impõem e quem leva a pior é os motoristas que são obrigados dirigirem e cobrarem sofrendo todos os tipos de punições e perseguições.

Os micro-ônibus foram criados para “desafogar” a lotação dos ônibus grandes, só que tem micro transportando até 56 passageiros. Isto também não é o absurdo dos absurdos?

O ABSURDO DOS ABSURDOS!

O cobrador ou a cobradora é imprescindível ao motorista e ao usuário. Eles cobram, passam informações aos usuários, ficam atentos e auxiliam no embarque e desembarque dos passageiros e socorrem o motorista em qualquer necessidade ou eventualidade que possa acontecer.

O companheiro Chicão, com o Deputado Vicentinho na Audiência Pública de Brasília, realizada em 10 de abril.

deslize. Mas, com ônibus lotado, carregando passageiros como se fossem sardinhas, tendo que dirigir e dar atenção à catraca fica difícil para o profissional do volante prestar a atenção

A categoria rodoviária de Brasília compareceu em grande maioria na Câmara dos Deputados.

Lideranças Rodoviárias de Sorocaba, Guarulhos, Brasília, Confederação da CUT, o companheiro Pestana - presidente e representante da Federação do Estado de São Paulo, nosso companheiro Chicão, junto com o Deputado Vicentinho e o companheiro Assis - Relator do Projeto.

Quando o motorista avança uma faixa ou um farol, ele é punido pela multa e pela empresa. Mas, quando ele atrasa sua viagem por conta de ter que dirigir, cobrar ou controlar a catraca, ninguém se preocupa em reparar as horas de refeição, café ou banheiro que com certeza ele vai perder, pois os fiscais são implacáveis com os horários. Além disso, se o cartão enrosca, a culpa é do motorista, se o cartão quebra a culpa também é do motorista. O rodoviário leva multa, advertência, demissão, a culpa de tudo e não recebe nem um centavo a mais por isso.

Sem contar que estes profissionais são pais e mães de famílias que necessitam do emprego para sobreviverem. Todos nós, motoristas, cobradores, sindicalistas, pais, mães, filhos, estudantes e trabalhadores, necessitamos do apoio, do entendimento e da solidariedade de todos, afinal...

Dirigir e Cobrar


Chapeu de Bico - nº 1278