Page 1

BOLETIM DO

Praça. Olívio Amorim, 82 - Centro - Florianópolis/SC - CEP: 88020-090 - Abril 2012 - (48) 3223-6097

www.sintespe.org.br

03/04/2012

sintespe@sintespe.org.br

Mobilização da base:

12 de Abril, às 9 horas – sede do SINTESPE

Reunião com os servidores do DEINFRA, SAÚDE e EDUCAÇÃO

A partir de abril o SINTESPE irá reunir servidores de todos os setores, para reafirmar a necessidade da organização por local de trabalho e retomar a discussão pela revisão da tabela de vencimento do Plano de Cargos, contemplando ainda, a isonomia das gratificações de produtividade. Outro assunto que merecerá atenção é o processo de “extinção” a conta gotas de vários órgãos, o avanço das terceirizações e o desmonte dos serviços públicos por meio de contratação das Organizações Sociais (OSs).

Para o dia 12 de abril, a partir das 9 horas, na sede do SINTESPE acontecerão três reuniões especificas com representantes da Saúde, do DEINFRA e do setor administrativo da Educação. Nessas reuniões será dado os informes das negociações mantidas pelo SINTESPE com o CONER - Comissão de Negociação Permanente do Governo, bem como, será definido a forma de mobilização para envolver a base dos servidores pela isonomia das gratificações, revisão de enquadramentos e implementação das promoções a

que tem direito os servidores. Os servidores interessados que necessitarem de deslocamento devem manter contato com a Maria Cláudia no SINTESPE (3223-6097) ou com os demais diretores e representantes do seu local de trabalho. No próximo jornal do Sindicato será publicado o segundo cronograma de reuniões com os demais setores.

Assembleia Geral para eleição de delegados ao Congresso da CUT Assembleia Geral acontecerá no dia 12 de abril, às 11 horas, no auditório do Sintespe. Em geral os governos e os patrões tentam jogar o ônus das crises do sistema capitalista sob os ombros do povo trabalhador. Na atual crise mundial não tem sido diferente. Foi assim nos Estados Unidos e esta sendo assim na Europa, com altas taxas de desemprego, com corte dos salários, cortes de direitos trabalhistas e sociais, ameaça aos serviços públicos e financiamento para salvar bancos e os especuladores do mercado. No Brasil o governo federal, em reunião com os grandes empresários, anunciou recentemente uma série de incentivos que vai desde isenções de impostos, juros subsidiados pelo BNDES e desoneração da contribuição previdenciária patronal. Tudo isto deve resultar em R$ 90 bilhões a menos nos cofres públicos e consequentemente, produzindo cortes em investimentos nas

áreas da saúde, educação, saneamento etc. A grande parte do “incentivo” irá para as multinacionais, que acabarão repassando seus altos lucros para suas matrizes no exterior. É hora de se perguntar: quem produziu a crise? Foram os trabalhadores? Foram os especuladores que colocaram no mercado bilhões de ações e títulos que não guardam qualquer relação com o que se produziu de riquezas? É evidente que não é o salário do trabalhador, muitos menos os investimentos nos serviços públicos que são a causa da crise mundial. Neste sentido, desde já, cabe aos sindicatos que representam os trabalhadores, e de modo especial a CUT, rejeitar toda e qualquer medida que vise atacar as bases da previdência pública do Brasil que é direito e conquista dos trabalhadores, e do mesmo modo, defender os salários, empregos e os direitos trabalhistas. Portanto, não pode haver parcerias com os patrões e com os governos que tentam avançar sobre os direitos sociais conquistados.

É nesta conjuntura que será realizado o XI Congresso da CUT, onde o SINTESPE pretende participar com 24 delegados que serão eleitos em Assembleia Geral que acontecerá no dia 12 de abril, às 11 horas, no auditório do Sindicato, conforme edital abaixo.


A solução não é descredenciar, mais sim lutar, pressionar o Governo Colombo e exigir o atendimento pleno conforme consta no contrato do plano. Apesar de o governo alegar que vem buscando ampliar os credenciamentos junto ao Plano SC Saúde, o SINTESPE continua a receber reclamações diárias de servidores que não conseguem ter acesso a médicos, clinicas e hospitais que atenderam até o final do ano passado. As reclamações recebidas pelo SINTESPE até a semana passada, repassadas por servidores de todas as regiões do Estado, foram tabuladas e entregues ao secretário da Administração, Milton Martini. O SINTESPE fez a entrega em reunião realizada no dia juntamente com várias sindicatos, que também se mostram preocupados com as reclamações que vem recebendo da base.

RECLAMAÇÕES ENVIADAS AO SINTESPE A servdora Erika H. Zanella e Silva, relata que seu marido está em crise renal e não tem nenhum urologista na grande Florianópolis. Além de ser cobrada a consulta particular, alguns procedimentos não estão cobertos. Além desta especialidade, outras clínicas e especialidades não estão aderindo, havendo uma sobrecarga e grande espera. Se era pra fazer os servidores sofrerem, conseguiram. A servidora Elaine Ribeiro diz que parece piada!!! Precisou de um clinico geral e não há nenhum credenciado pelo SC Saúde na cidade de Jaraguá do Sul...Pesquisou outras especialidades e nada encontrou, nem oftalmo, nem psiquiatra, ortopedista... nada!!!E os nossos governantes ainda tem coragem de dizer que a mudança foi em benefício do servidor, desbafa. Precisa se deslocar a outra cidade tentar uma consulta, pois segundo informações pelo SC saúde, nem as emergências dos dois hospitais no município estão fazendo atendimento pelo plano. E agora? O servidor Luiz Carlos de Assis de diz que em Curitibanos não tem assistência médica em nenhuma especialidade. Alguns médicos no particular fazem descontos,mas não é isto que queremos,queremos um Plano de Saúde DIGNO.

14-03-2011 - Mobilização para debater os problemas do SC Sáude

Para dar a amplitude dos problemas e buscar soluções, esta programada para o dia 12 de abril (quinta-feira), a partir das 14 horas, uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa. Esta audiência é aberta e precisa da participação dos servidores estaduais, pois contaremos com a presença de deputados estaduais, da classe médica e dos gestores do SC Saúde. O SINTESPE esta organizando caravanas de várias regiões e os servidores interessados podem entrar em contato com os representantes do seu local de trabalho ou com os integrantes da diretoria. Desde já o SINTESPE convida os servidores e se fazerem presentes para pressionar por soluções efetivas. O SINTESPE não vê como solução o descredenciamento como muitos propõem, já que a economia será do governo que não precisará pagar a sua parte patronal. Já tivemos um exemplo como esse no final da década de 90, quando médicos e clinicas passaram a não atender por falta de pagamento e o resultado foi o fim do plano que era mantido pelo ex-IPESC.

A servidora Maria das Graças Silva, motivada por um grande sentimento de indignação relata que sua mãe, a sra. Maria Meireles, funcionária pública aposentada, com 83 anos de idade, deu entrada na emergência do Hospital Regional de São José no dia 03/03/2012, encaminhada pelo SAMU, com uma fratura no fêmur, foi muito bem atendida pelo médico que a encaminhou para a espera de uma cirurgia mais aprimorada. Entretanto, no período de 23 dias, ela foi preparada para o centro cirúrgico por duas vezes, fazendo um jejum de 12 horas e por duas vezes foi cancelada. Após o último cancelamento foi ao Serviço de Atendimento ao Cliente-SAC, e obteve a seguinte justificativa: \\\”Que a cirurgia havia sido cancelada, porque o equipamento necessário para a realização da mesma ( Intensificador de Imagem) encontra-se quebrado há 50 dias e que o Hospital, já havia feito o pedido para a Secretaria de Saúde, sem obter a solução do problema até momento. Sem perspectiva de atendimento, procurou outros Hospitais para ver a possibilidade de transferência. A resposta que obteve dos mesmos é que o SC SAUDE, só cobre o leito, e não o atendimento dos médicos, para fazer, somente se for particular o pagamento dos custos da cirurgia. Depois de prestar 32 anos de serviço não receber o atendimento adequado deixou sua filha muito indignada.

26-03-2011 -Reunião das entidades com os Gestores do SC Sáude

Boletim SINTESPE  

Reunião com os servidores

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you