Page 1

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen

“Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19) Janeiro/Fevereiro de 2013 / Ano XLII www.movimentopolen.com.br


Editorial Queridos Polens,

Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre evangelizar, tendo como versículo da Palavra de Vida: “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19). Temos nesta Síntese além da Palavra de Vida, um artigo escrito pelo Papa Bento XVI ao Financial Times e um texto: “Leituras para a vivência do Ano da Fé e para a preparação para a JMJ 2013”. Neste mês, temos nossa missa mensal no dia 05, o Bote Fé no dia 12, que marcará a chegada da Cruz da JMJ e do Ícone de Nossa Senhora, e no final do mês e início do mês de Fevereiro, o Encontro de Avaliação e Planejamento (EAP), na Casa de Retiros “Caminho de Nazaré”, na Enseada do Brito. Esta é a última Síntese Pólen editada por mim, como chefe da equipe. Que venha o novo chefe, na Síntese de Março.

Por enquanto é isso, Henrique Mattos e Silva sintesepolen2012@gmail.com

2


Palavra de Vida “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19) Esta palavra de Jesus, está no Evangelho escrito pelo Apóstolo e Evangelista São Mateus. Na mesma ordem missionária, “ide e fazei discípulos entre todas as nações”, está também “batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Com a ordem de evangelizar está também a ordem de catequizar: “Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado”. E ainda uma promessa altamente encorajadora e confortadora: “Eis que estou convosco todos os dias até o fim dos tempos” (Mt 28,20). “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19) Esta é a missão de todos os cristãos: Evangelizar

      

Sair de si mesmo; Comunicar o Evangelho com todos os meios disponíveis; Testemunhar com a própria vida, a sua fé; Animar os que escutam o Evangelho a pedirem o batismo; Explicar como se vive o Evangelho para chegar à fé consciente, comprometida, missionária; Criar possibilidades de encontros com Jesus Ressuscitado; Abrir caminhos à ação evangelizadora. “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19)

Esta mesma palavra foi a escolhida pelo Papa Bento XVI como lema da próxima Jornada Mundial da Juventude: Rio 2013. Esta edição da JMJ, que acontecerá na cidade do Rio de Janeiro em julho de 2013, na verdade já está acontecendo no Brasil e em muitos países desde que a Cruz Missionária e o Ícone de Nossa Senhora da Visitação chegaram ao Brasil, na cidade de São Paulo, em 18 de setembro de 2011. Era domingo. “O aeroporto do Campo de Marte, mais uma vez foi palco de uma grande manifestação de fé, de irradiação da mensagem do Evangelho e da partida missionária para todo o Brasil. Foi lá também que em maio de 2007, o Papa Bento XVI celebrou a canonização de Santo Antônio de Santana Galvão, o primeiro santo nascido em terras brasileiras” (Dom Odilo Pedro Scherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo – SP). “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19) Desde aquele 18 de setembro de 2011 a Cruz peregrina e o Ícone de Nossa Senhora, que o Beato Papa João Paulo II havia confiado aos jovens para evangelização dos jovens, não pararam. As 275 dioceses do Brasil começaram a se preparar para acolher a mensagem de Jesus Crucificado e Ressuscitado. Nossa Arquidiocese vai receber a Cruz Peregrina na 1ª quinzena de janeiro/2013. Em nossa Ilha de Santa Catarina a Cruz peregrina, o ícone de Nossa Senhora e o ícone da Beata Albertina chegarão a partir do meio dia do dia 12 de janeiro. Estimados polens: venham participar dos eventos daquela tarde! Certifiquem-se do programa! Renunciem a tudo o que possa deixá-los resistentes ou indiferentes. Convidem todos os jovens e familiares que vocês puderem alcançar! São eventos de evangelização! É Cristo que passa! Vamos rejuvenescer a nossa fé! São horas densas da graça de Deus. Se bem vividas, poderão revitalizar e confirmar a nossa fé e o nosso zelo missionário. Se o pólen estiver adormecido em nós, vai receber um novo vigor!

3


“Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19) E nós vamos continuar a fazer discípulos! Acompanhemos a Cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora em todos apelos que Cristo nos fizer durante as férias, em todos os ambientes a partir da Santa Missa dominical, a oração diária a vivência da nossa Mística. Neste olhar de evangelização dediquemo-nos com fé ao nosso Encontro de Avaliação e Planejamento (EAP) em 31 de janeiro, 1, 2 e 3 de fevereiro na Casa de Retiros “Caminho de Nazaré”, na Enseada do Brito. Vamos continuar a fazer discípulos! Sem tréguas! Cada pessoa, de casa ou da rua de perto ou de longe tem o direito de receber o Evangelho do Pólen e tornar-se discípulo de Nosso Senhor Jesus Cristo! E nós temos a missão que nos foi entregue de Evangelizar! “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19)

Pe. Pedro Adolino Martendal Diretor Espiritual do Movimento Pólen

4


Artigo do Santo Padre Bento XVI para o Financial Times "A time for Christians to engage with the world", 19/12/12

Um momento para os cristãos a se envolverem com o mundo "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus", foi a resposta de Jesus, quando questionado sobre o pagamento de impostos. Seus questionadores, claro, estavam preparando uma armadilha para ele. Eles queriam forçá-lo a tomar partido no debate político altamente carregado sobre o domínio romano na terra de Israel. No entanto, havia mais em jogo aqui: se Jesus era realmente o Messias esperado, então certamente ele iria se opor aos senhores romanos. Portanto, a questão foi calculada para expô-lo ou como uma ameaça ao regime, ou como uma fraude. A resposta de Jesus habilmente move o argumento para um plano superior, gentilmente advertindo contra ambos, a politização da religião e a divinização do poder temporal, juntamente com a busca incessante de riqueza. Seu público precisava ser lembrado de que o Messias não era César e de que César não era Deus. O reino que Jesus veio estabelecer era de uma ordem completamente superior. Como ele disse a Pôncio Pilatos: "Meu reino não é deste mundo." As histórias de Natal no Novo Testamento são voltadas a transmitir uma mensagem semelhante. Jesus nasceu durante um "censo de todo o mundo" ordenado por César Augusto, imperador conhecido por trazer a Pax Romana para todas as terras sob o domínio romano. No entanto, esta criança, nascida em um canto obscuro e distante do Império, veio para oferecer ao mundo uma paz muito maior, verdadeiramente universal em escopo e capaz de transcender todas as limitações de espaço e tempo. Jesus nos é apresentado como herdeiro do Rei Davi, mas a libertação que ele trouxe para o seu povo não era voltada a deter exércitos hostis na baía; era voltada à conquista sobre o pecado e a morte para sempre. O nascimento de Cristo nos desafia a reavaliar nossas prioridades, nossos valores, nosso modo de vida. Enquanto o Natal é, sem dúvida, um momento de grande alegria, é também uma ocasião para a reflexão profunda, até mesmo um exame de consciência. No final de um ano que significou dificuldade econômica para muitos, o que podemos aprender com a humildade, a pobreza, a simplicidade da cena do presépio? Natal pode ser o momento em que aprendemos a ler o Evangelho, para procurar conhecer Jesus não só como o Menino na manjedoura, mas como aquele em quem reconhecemos Deus feito Homem. É no Evangelho que os cristãos encontram inspiração para suas vidas diárias e seu envolvimento em assuntos mundanos - seja nas Casas do Parlamento ou na Bolsa de Valores. Os cristãos não devem fugir do mundo; devem se envolver com ele. Mas seu envolvimento na política e economia deve transcender todas as formas de ideologia. Cristãos combatem a pobreza pelo reconhecimento da suprema dignidade de cada ser humano, criado à imagem de Deus e destinado à vida eterna. Eles trabalham

5


para uma partilha mais equitativa dos recursos da terra a partir de uma convicção de que, como administradores da criação de Deus, têm o dever de cuidar dos mais fracos e mais vulneráveis. Os cristãos se opõem à ganância e à exploração por convicção de que a generosidade e o amor abnegados, como ensinado e vivido por Jesus de Nazaré, são o caminho que conduz à plenitude da vida. A crença cristã no destino transcendente de todo ser humano dá urgência à tarefa de promover a paz e a justiça para todos. Porque essas metas são compartilhadas por muitos, muita cooperação frutífera é possível entre os cristãos e outros. No entanto, os cristãos entregam a César só o que é de César, não o que pertence a Deus. Os cristãos por vezes ao longo da história foram incapazes de cumprir as exigências feitas por César. Do culto ao Imperador da Roma antiga aos regimes totalitários do século passado, César tentou tomar o lugar de Deus. Quando os cristãos se recusam a curvar-se diante dos falsos deuses propostos hoje, não é por causa de uma antiquada visão de mundo. Pelo contrário, é porque eles são livres das restrições ideológicas e inspirados por uma visão tão nobre do destino humano que não podem pactuar com qualquer coisa que a enfraqueça. Na Itália, muitas cenas do presépio apresentam as ruínas de antigas construções romanas ao fundo. Isso mostra que o nascimento do menino Jesus marca o fim da velha ordem, o mundo pagão, em que reivindicações de César eram praticamente incontestáveis. Agora há um novo rei, que se baseia não na força das armas, mas no poder do amor. Ele traz esperança a todos aqueles que, como ele, vivem à margem da sociedade. Ele traz esperança a todos os que são vulneráveis à sorte incerta de um mundo precário. Da manjedoura, Cristo nos chama a viver como cidadãos de seu reino celestial, um reino que todas as pessoas de boa vontade podem ajudar a construir aqui na terra.

Tradução: Equipe de Síntese e Comunicação do Movimento Pólen Fontes: http://www.ft.com/cms/s/0/099d055e-4937-11e2-922500144feab49a.html#axzz2G43IB8mS (Financial Times) http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/speeches/2012/december/documents/hf _ben-xvi_spe_20121220_financial-times_en.html (Santa Sé)

6


Leituras para a vivência do Ano da Fé e para a preparação para a JMJ 2013 Ricardo Pereira e Silva, etapa de casais Uma das alternativas para procurar viver o Ano da Fé, assim como para preparar-se para a JMJ 2013, é buscar aprofundar a cultura da fé. Para tanto, o Papa Bento XVI disponibilizou e continua a disponibilizar um material riquíssimo, tudo disponível na internet, no site do Vaticano, em Português. Chamo a atenção para dois materiais específicos, um voltado para o ano da fé e outro, para a JMJ. Para o ano da fé, o Papa está produzindo catequeses semanais, na audiência geral das quartas, publicadas em Português com cerca de uma semana de atraso. Cada catequese tem entre uma página e meia e duas páginas - uma leitura curta, portanto. Elas continuarão sendo produzidas ao longo do Ano da Fé. As catequeses podem ser acessadas em: http://www.vatican.va/special/annus_fidei/index_catechesi_annus-fidei_po.htm Para a JMJ, está disponível há alguns meses a mensagem do Papa para a JMJ 2013. Em papel A4, ocupa cerca de 7 páginas. Não é uma leitura tão longa... Está em: http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/messages/youth/documents/hf_benxvi_mes_20121018_youth_po.html Para quem se dispuser a ler um livro, um desafio um pouco maior, há um título disponibilizado pela CNBB, "Caminhando para a JMJ 2013", um volume voltado para jovens e outro para adultos. Os livros custam 6 Reais cada, mas estão disponíveis em formato pdf, gratuitamente, em: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=286909 Encerro com duas citações do Papa Bento XVI: "Muitas vezes o cr

. -lo entrar de modo mais profundo , 17/10/12, trecho da primeira catequese para o Ano da Fé). "Os pastores apressaram- … U impelia. No nosso caso, talvez aconteça muito raramente que nos apressemos pelas coisas de Deus. Hoje, Deus não faz parte das realidades urgentes. As coisas de Deus – assim o pensamos e dizemos – podem esperar. E todavia Ele é a realidade mais importante, o Único que, em última análise, é verdadeiramente importante. Por que motivo não deveríamos também nós ser tomados pela curiosidade de ver mais de perto e conhecer o que Deus nos disse? Supliquemos-Lhe para que a curiosidade santa e a santa alegria dos pastores nos toquem nesta hora também a nós e assim vamos com alegria até lá, a Belém, para o Senhor que hoje vem de novo para nós." (Bento XVI, homilia da missa da Noite de Natal, 24/12/12).

7


Agenda Pólen - 2013 Janeiro 05/01/2013 - Missa Mensal 12/01/2013 - Bote Fé 31/01/2013 - EAP

Fevereiro 01, 02 e 03/02/2013 - EAP 13/02/2013 - Quarta-Feira de Cinzas e Início da Quaresma

Março 01, 02 e 03/03/2013 - Retiro de Renovação 09/02/2013 - Missa Mensal

8


Aniversariantes do Mês de Janeiro 01/01 - Maria Aparecida Lehmkuhl

16/01 - Vitória Hasckel Loch

Etapa: Renovação

Etapa: Básico Comunidade: A Única Saída

01/01 - Amanda Schweitzer Thiesen Etapa: Básico

17/01 - Edson Telles Zanin Junior

Comunidade: Sementes na Fé

Etapa: Renovação Comunidade: Felizes na Fé

02/01 - Ana Luísa Ferrúa Füllgraf Etapa: Renovação

18/01 - Alessandra Ferrúa Füllgraf

Comunidade: Felizes na Fé

Etapa: Renovação Comunidade: Amor Divino

04/01 - Eloisa Alves de Souza Etapa: Renovação

18/01 - Wagner Brogin Junior

Comunidade: Bem-aventurados

Etapa: Opção Comunidade: Vida Nova

06/01 - Arthur Oliveira Duarte

20/01 - Rogério Scabeni

Etapa: Aprofundamento

Etapa: Casais

08/01 - Carlos Mario Eastman

Comunidade: Maria do Sim

Etapa: Casais Comunidade: Sagrado Coração de

25/01 - Mário Edson Serafim da Luz

Jesus

Etapa: Casais Comunidade: Sagrada Família

10/01 - Leonardo Matheus Macedo Oliveira

27/01 - Mariana Martins

Etapa: Básico

Etapa: Aprofundamento

Comunidade: A Única Saída

Comunidade: Cristo Crucificado

12/01 - Adriano Coelho

29/01 - Jaime Medeiros de Oliveira

Etapa: Renovação

Etapa: Casais Comunidade: Maria do Sim

12/01 - Gustavo Luís Aguiar Faccini

31/01 - Yhon Tostes

Etapa: Renovação

Etapa: Casais

12/01 - Rogério de Souza

Comunidade: Maria do Sim

Etapa: Casais

31/01 - Adriano Gayer

Comunidade: Mãe Peregrina

Etapa: Casais

15/01 - Katiely Michielin

Comunidade: Deus Trindade

Etapa: Casais Comunidade: Divina Luz

9


Aniversariantes do Mês de Fevereiro 03/02 - Maria Beatriz Fernandes

24/02 - Carolina Amorim Brognoli

Etapa: Opção

Etapa: Básico

Comunidade: Vida Nova

Comunidade: Sementes de Deus

09/02 - Eliziane Silva

26/02 - Bruno Souza da Silva

Etapa: Renovação

Etapa: Renovação

Comunidade: Vinha do Senhor

Comunidade: Felizes na Fé

10/02 - André Guedes Vieira Etapa: Casais Comunidade: Divina Luz 12/02 - Luiz Fernando de Pádua Cavalcante Etapa: Aprofundamento 13/02 - Jullia Pignatel de Sousa Etapa: Aprofundamento Comunidade: Cristo Ressuscitado 18/02 - Maria de Fátima de Souza Pires Etapa: Casais Comunidade: Mãe Peregrina 19/02 - Alice Parisi Freitas Etapa: Renovação Comunidade: Bem-aventurados 20/02 - Maria Eduarda Breggue Etapa: Aprofundamento Comunidade: Cristo Ressuscitado 20/02 - Victória Duarte Eleutério dos Santos Etapa: Básico Comunidade: A Única Saída 24/02 - Francine Fernandes Etapa: Renovação Comunidade: Felizes na Fé

10

Síntese Pólen - Janeiro/Fevereiro 2013  

Síntese Pólen - Janeiro/Fevereiro 2013

Advertisement