Page 1

ASP

Revista

Abril/Maio 2013

Carinho de Mãe Em maio comemora-se esta linda data e a ASP homenageia nesta edição as mães dos públicos atendidos e colaboradores. Página 5

• Novo Projeto

• Farmácia do Asilo

• Centro Dia

ASP inicia o projeto Alimentação Gerando Renda, que vai capacitar mulheres para trabalhar e empreender no ramo alimentício.

Um dos equipamentos que fazem do Asilo São Vicente de Paulo uma referência no atendimento à pessoa idosa é a Farmácia instalada no local.

Médicos realizam avaliações multidimensionais dos idosos que frequentam o local.

Pág. 12

Pág. 13

Pág. 15


Editorial

Parceiros ASP * a cada edição destacaremos um parceiro de nossa instituição

Nesta edição da Revista ASP reunimos alguns depoimentos em homenagem ao Dia das Mães. Quando falamos em mãe nos lembramos da Virgem Maria como modelo para todas as mães, falamos em amor incondicional! E é em torno deste sentimento de amor que a ASP trabalha para benefício da população, das

Potencial Petróleo

famílias.

A Potencial Petróleo acredita que todos somos responsáveis pelo mundo à nossa volta. Iniciativas simples, pequenos gestos e nossas

As ações voltadas à alimentação digna também são

atitudes fazem a diferença e representam a

destaque nesse período, como o início do Projeto

mudança que tanto almejamos. Pensando

Alimentação Gerando Renda, iniciativa que vai qualifi-

nesta transformação investimos em projetos sociais como forma de retribuir o sucesso que

car mulheres da região do Tatuquara, em Curitiba, para

conquistamos ao longo da nossa história. Por

trabalharem e empreenderem no ramo alimentício.

isso destinamos parte do imposto de renda

Bem como as atividades de Educação Alimentar que

para o Asilo São Vicente de Paulo através do Fundo Municipal do Idoso. Esta iniciativa está

têm ocorrido nos Restaurantes Populares administra-

de encontro com a política da Potencial em

dos pela ASP.

apoiar instituições sérias, com projetos consistentes e reconhecidas pelo trabalho e empenho para fazer um mundo melhor. Desta

A todos uma boa leitura

forma estamos retribuindo à comunidade em que estamos inseridos e reconhecendo pessoas que precisam do todo apoio neste

Equipe ASP

delicado momento de suas vidas.

Expediente Publicação bimestral da Ação Social do Paraná. Coordenador geral: Pe. José Aparecido Pinto Coordenadora Administrativa: Giceli Stoco Comunicação: Karine Carvalho

02

:: Publicação produzida pela Sintática Comunicação Jornalista Responsável: Téo Travagin – 5531 – DRT-PR Fotos: Arquivos ASP :: Tiragem: 10.000 exemplares :: Impressão: Serzegraf


CEI Brilho do Sol promove evento com famílias Uma das propostas do CEI Brilho do Sol é promover a integração com os pais das crianças que frequentam o local. Essa ação é uma maneira de fortalecer os vínculos da família com o desenvolvimento da criança, dando a oportunidade para os pais conhecerem o ambiente e os profissionais que convivem com seus filhos. Neste ano um encontro aconteceu em fevereiro, que contou com avaliações muito positivas pelos participantes. Para Andrea Alfaz, diretora do CEI, ações como esta são importantes para o Centro. “Para nós é a oportunidade de conhecer melhor os pais, trazê-los para nossa realidade e orientá-los”. A integração aconteceu no sábado pela manhã, iniciando com uma acolhida aos familiares, seguida de um debate e lanche para confraternização. O próximo encontro está previsto para junho. A unidade CEI Brilho do Sol atende crianças entre um a cinco anos no bairro Tatuquara. Por meio de atividades educacionais, elas desenvolvem suas capacidades físicas, intelectuais, psicológicas e sociais - trabalho que é potencializado quando a família também está envolvida.

Casamento ou batizado na linda capela do Asilo São Vicente de Paulo! A capela do Asilo São Vicente de Paulo conta com um visual incrível, capacidade para 200 pessoas e está disponível para a celebração de Casamentos ou Batizados. Ela é anexada ao Asilo e ao realizar o casamento ou batizado lá, a taxa da cerimônia é revertida para beneficiar as idosas. O Asilo conta também com espaço para outro tipo de eventos: o auditório disponível para a locação. Com capacidade para 270 pessoas sentadas, o espaço pode ser utilizado para reuniões, apresentações e diversas outras ações. Para fazer o agendamento do seu evento você pode ligar para (41) 3313-5353.

03


Restaurar o lar! É certo que Deus sabe mais e melhor do que nós. Uma das primeiras coisas que Deus fez, foi criar a família para as pessoas. Para Deus a família é muito importante, assim como para cada um de nós. Ela é tão importante que a gente nasce da família, na família. Nós saímos da família, mas a família não sai da nossa vida. Ninguém é mais interessado em restaurar o lar do que Deus, quando ameaças de separações invadem a casa. A nossa felicidade não depende tanto do emprego, da saúde, do status, ela depende muito da nossa família. Basta ver o sofrimento do casal separado, dos filhos sem lar: essa gente que não teve um lar, é triste, depressiva, frustrada e insatisfeita. Nas famílias em desordem não funcionam sentimentos afetivos. Família perfeita é onde há compreensão, tolerância, respeito, fidelidade (em tudo), aceitação das diferenças e a presença

moral, espiritual de Deus, o Criador do lar. Se Deus mora nos corações dos membros da família, então naquele lar não entram ressentimentos, amarguras que os familiares têm entre si. Como restaurar um lar? Criar, mesmo que custe, uma convivência pacífica, mas não falsa, saber perdoar e não levar tudo na ponta da faca . O perdão recoloca Deus nos corações. Perdoar é agir com amor. Suportar as fraquezas dos outros é agir com amor, e Deus só mora onde vive o amor, porque Deus mesmo é o amor . Evite cobranças demais. Abra mão de exageradas justificativas a seu favor. O que é mais importante: ficar com a razão ou restaurar o convívio familiar? Pe. Anacleto Ortigara, MS Santuário N. Sra. da Salette Rua Lange de Morretes, 691 – Jd. Social Curitiba – Pr. - (41) 3256-3625 santuarionssalette@tmissasalette.com.br

Atividades de Páscoa movimentaram a ASP As celebrações da Páscoa nas unidades da Ação Social foram cheias de alegria, chocolates e colaboração. Na Brinquedoteca em Ação houve um buffet de sorvetes e a visita do Lions Club, que também participou da comemoração no CEI Brilho do Sol. Um café da tarde e entrega de ovos de Páscoa aconteceu na SOVIDA com a parceira Telecheque, enquanto no Asilo São Vicente, além da entrega dos ovos, houve uma confraternização no Recanto Tarumã, junto com a Kraft.

Achei ótimo o dia, gostoso e demais Eu achei uma delícia e teria que ter mais vezes Desse jeito não vou nem almoçar De-li-ci-o-so Crianças da Brinquedoteca sobre o Buffet de Sorvetes Foi ótimo observar as crianças empolgadas com a mesa do Buffet de sorvetes pronta. A expressão facial das crianças e adolescentes dizia tudo. A atividade proporcionou que as crianças tivessem autonomia, opção de escolhas ao servir-se, e a convivência do grupo e o acesso a um buffet. Agradecemos muito os parceiros que contribuíram para esse dia especial. Fabiane Ceccon, gestora da Brinquedoteca em Ação Para nós do Lions é gratificante. Toda a vez que tem alguma data importante nós fazemos questão de realizar esses eventos. Foi maravilhoso ver o sorriso e a alegria dessas crianças, foi emocionante, tanto [o evento] dos grandes, quanto o dos pequenos. Foi gratificante proporcionar esses momentos, que, quando forem maiores, eles possam se lembrar dessas coisas, que toda a criança leva para a vida. Berenice Mayer Cardozo, presidente do Lions Jardim Social

04


Homenagem da ASP ao Dia das Mães Um carinho, um consolo, uma amiga: Qual o papel de uma mãe na vida de alguém? Assim como nós da ASP valorizamos o dom da vida, neste mês especial, dedicamos a nossa atenção àquela que carrega dentro de si a responsabilidade de cuidar desse bem maior. Separamos vários depoimentos de colaboradores e participantes dos nossos programas para tentar definir o significado deste papel tão importante para cada um de nós.

Ser mãe, é amor, é amar, é tudo de bom. É um dom de Deus, é sofrer rindo para poder aproveitar cada minuto junto com seus filhos. Na verdade é difícil de explicar... Maria Helena, participante da oficina socioeducativa do Vitória Régia

possível para que o filho seja uma pessoa de bem e para que assim mais tarde também os filhos queiram bem e amem seus pais. Marisa Marcia de Souza, 73 anos, moradora do Asilo São Vicente de Paulo

Ser mãe é maravilhoso e quando se é avó o amor parece que se multiplica. É cuidado, carinho... um amor que não cabe no peito. Estar sempre presente, porque quando os filhos não estão por perto, dá uma saudade que não dá para explicar Lídia Aparecida Kupka, participante da oficina socioeducativa do Vitória Régia

É uma das coisas mais sublimes da vida o momento em que se recebe o pequeno ser nos braços da gente. Ser mãe é sublimar todos os dias que advém desta data (o nascimento), sempre com muito amor, carinho e compreensão. Ser mãe é também saber repreender. É ensinar a adentrar à sociedade passo a passo, sempre dando oportunidade para que os filhos procurem seus pais em suas dificuldades. E que todas as mães com os corações repletos de alegria e esperança, sigam em frente neste imenso Brasil. Feliz Dia das Mães para todos. Sandra Regina Huart, 62 anos, moradora do Asilo São Vicente de Paulo

Mãe é a esperança para os filhos aflitos. Mãe é a sabedoria que sempre te indica a ser sábio. Mãe é aquela que está contigo nos momentos de alegria e de dificuldade. E tudo o que nos faz pode ser resumido em uma palavra: AMOR. Eliane, Cozinheira RP Matriz

Ser mãe acima de tudo é um dom divino, é multiplicar todos os sentimentos, transformando um simples momento ou ato em inspiração de vida Simone Cristina Bento Benedito, Auxiliar Administrativo RP Sítio Cercado.

Mãe significa muito pra mim, a minha é legal e mesmo eu vendo ela só final de semana, porque ela tem que levar meu irmãozinho para o médico ela me dá carinho e compra as coisas pra mim. Luan Candido, 10 anos (mora com a avó e aos fins de semana vai pra casa da mãe), aluno da Brinquedoteca em Ação

Significa vida, amor incondicional, afeto, proteção, instinto materno, carinho, compreensão, alegria, paciência, dedicação, perdão e se sentir abençoado por ter recebido do Senhor Deus o privilegio de ser mãe Gisele Priscila Aparecido, Nutricionista RP Pinheirinho

"Mãe é tudo na vida, sem ela não podemos viver, porque as mães dão amor e carinho para os filhos e eu sei que ela só não me dá mais atenção porque precisar trabalhar mas eu amo ela» Lucas Medeiros, 8 anos, aluno da Brinquedoteca em Ação

A partir do momento que a pessoa é mãe, tem que cuidar, amar, dar educação e estudo, e principalmente querer bem. Ter zelo e cuidado com a criança, dar conselho quando fica mais velho e tem que ficar atento para que o filho não se envolva com coisa errada. Ser mãe é fazer mais do que é

Não sei o que falar sobre mãe porque não convivi com a minha, mas acho que toda mãe deve ser carinhosa, dar amor e ser amiga. Jenifer, 13 anos, aluna da Brinquedoteca em Ação

05


Cooperativas fornecem alimentos para a

Central de Distribuição da ASP A Central de Distribuição de Alimentos é um dos programas realizados pela ASP, que adquire alimentos e distribui às unidades de atendimento da instituição, asilo, creche, restaurantes populares e em outras ações. Uma etapa crucial deste trabalho é o fornecimento desses produtos, por agricultores familiares e também cooperativas. Os alimentos são adquiridos com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Em 2012 oito cooperativas participaram do projeto, sendo elas dos municípios de Contenda; Cerro Azul; Castro; Lapa; Capanema e Rio Branco do Sul.

Conheça agora uma destas cooperativas, a Coontenda A Coontenda trabalha desde 2009 com o programa, fornecendo 31 produtos diferentes. Eles são comprados dos 168 agricultores familiares cadastrados. Os principais alimentos cultivados são: batata inglesa, abóbora seca, repolho, cebola, couve manteiga, cebolinha, alface, abobrinha e brócolis. A Coontenda calcula que o fornecimento médio seja de aproximadamente 4 mil quilos de alimentos por semana. Um dos agricultores que participa desta cooperativa, Ricardo Dural, explica que cada produtor cooperado tem a lista de alimentos que precisa trazer. Eu contribuo na

06

Cooperativa com brócolis, couve, abobrinha, repolho, couve-flor e cenoura , afirma o produtor, comentando também que os produtores poderiam vender mais se tivesse outras oportunidades como a venda para o PAA. Segundo o presidente da Coontenda, Marco Antônio Gonçalves, a recepção dos beneficiados na distribuição desses alimentos é calorosa: Para quem recebe é só alegria, tem uma fila quando nós chegamos com o caminhão , conta. Além de quem recebe, os agricultores também ganham, pois, de acordo com Marco, o projeto auxilia a fixálos no campo e evita que se desloquem para as cidades, fato que fragiliza a agricultura familiar.


PÁSCOA É PASSAGEM, É MUDANÇA Jesus veio para realizar os novos céus e a nova terra , querida e prometida por Deus, de que falam as Escrituras Sagradas. E novo é novo, não é apenas reforma do velho. É preciso, portanto acabar com o velho; por isso Jesus morreu na Cruz, e por isso ressuscitou. Com a sua morte matou o homem velho, e com a sua ressurreição fez renascer o homem novo! Tudo novo! E aí eu fiquei pensando: como será essa nova terra , quando todos os seres humanos, a humanidade inteira, colocarem em prática o novo mandamento , o único que Jesus nos deixou: Amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei ? O mundo como Deus pensou quando o criou, e o quer agora também, e nos deu a responsabilidade de construir! O mundo como será quando todos os seres humanos viverem de fato como ressuscitados, a partir da vida que Jesus nos quer transmitir! Logicamente, a humanidade viverá fraternidade em todas as dimensões, todos amigos de todos, sem medo e sem necessidade de polícia ou de repressão ou de presídios. Todos se respeitarão mutuamente, não haverá agressor nem agredido. Vida tranquila, necessidades asseguradas de alimentação, saúde, educação, habitação, futuro, velhice, sem vagabundos vivendo à custa dos outros, sem ganância nem exploração do homem pelo homem, sem miséria nem grandes riquezas. A saúde ao alcance de todos, através de uma medicina sobretudo preventiva, com médicos conscientes de que são servidores do povo , sem ganância e sem jactância. As famílias viverão todas em paz e tranquilidade, sem conflitos, relacionamento fundamentados só no amor, concretizado na sinceridade, na confiança, na compreensão e no respeito, na preocupação pelos outros mais do que por si. Os pais terão autoridade sem autoritarismo, os filhos obedientes sem submissão passiva. E havendo amor, não haverá infidelidades nem traições nem divórcio. Os jovens se prepararão seriamente para o casamento, e o levarão a sério.

Os vizinhos serão de fato amigos, vivendo em paz, prestativos e serviçais, ajudando-se mutuamente sempre que preciso. Nem será mais necessário trancar as portas. Nas escolas existirá paz e concórdia entre todos, os alunos interessados, os professores competentes, nenhuma inveja entre eles, sempre dispostos a se ajudarem uns aos outros. Não haverá analfabetos, nem doutores orgulhosos e arrogantes. Os proprietários terão consciência de que toda propriedade tem uma função social e a cumprirão. Não existirão latifúndios nem minifúndios. E o trabalho terá como finalidade não o dinheiro acima de tudo, mas a subsistência digna e a segurança de todos. Ninguém mais será escravo nem escravizará seus operários ou funcionários. Não haverá vagabundos vivendo à custa dos outros. Haverá trabalho dignamente remunerado para todos. Os doentes e os idosos não serão abandonados, pois as famílias ou a sociedade cuidarão deles. Nem haverá menores pelas ruas, pois não haverá famílias desestruturadas. Os políticos saberão que são os responsáveis pela construção de uma sociedade humana justa e fraterna, e não serão mais mercenários, mas servidores do povo. Por isso não haverá mais corruptos nem corruptores. Nossa justiça será de fato justa, eficiente e rápida, cuidando da aplicação das leis, que serão bem feitas, na organização da sociedade, e os advogados terão como trabalho ajudar os cidadãos em vista da melhor organização da sociedade, e não resolver conflitos, que conflitos não haverá mais. Finalmente, as nações serão solidárias entre si, e não haverá mais nações ricas à custa das mais fracas. Utopia? Não, porque é um sonho possível. Basta que os homens queiram. Deus quer! Frei Estevão Nunes op. Pároco da Igreja de Santo Antônio, no Boa Vista, Curitiba-PR

Padre José Aparecido é jurado do Prêmio Bom Exemplo O Grupo GRPCOM realizou a primeira edição do Prêmio Bom Exemplo, com o objetivo de homenagear cidadãos de Curitiba e Região Metropolitana que se destaquem na colaboração para uma sociedade mais fraterna. Essa edição foi voltada para ações nas áreas de Educação e Cidadania. Entre os jurados da comissão julgadora do Prêmio esteve o Padre José Aparecido, representando a Arquidiocese de Curitiba e a ASP. O resultado do prêmio foi anunciado dia 9 de maio. O vencedor na categoria Educação foi Abel Domingues, que leva a crianças de comunidades populares um teatro de bonecos fabricados com material reciclado. Na categoria Cidadania o vencedor foi Valério Weber, que anda sempre com caneta e papel na mão para anotar irregularidades na cidade e pedir providências aos governantes. Os outros finalistas na categoria Educação foram: Kauanna Ferreira, Elias Bonfim, Roseli Bassi e Marisa dos Santos. Na categoria Cidadania os outros finalistas foram: Teresa Almeida, Valéria Lopes, Irenilda Arruda e Maria de Lourdes.

07


PONTO DE CULTURA

PROMOVE OFICINAS DE

EDUCOMUNICAÇÃO Uma nova oficina esta em realização no Ponto de Cultura desde o mês de abril: a oficina de Educomunicação. Nos encontros os adolescentes participantes desenvolvem atividades de comunicação, como a criação de blogs, a produção de reportagens e de projetos fotográficos e audiovisuais. O objetivo da ação é utilizar a comunicação como meio para debater temas relacionados à juventude, incentivar a crítica dos meios de comunicação e descobrir as principais linguagens midiáticas. De acordo com Flávio Freitas, instrutor desta oficina, a expectativa é inverter a lógica atual de compreensão dos meios de comunicação e fazer com que os participantes deixem de serem meros consumidores e

passem a se ver como produtores de conteúdo midiático. O projeto Espaço de Cultura ASP em 2013 tem a proposta de realizar cinco diferentes oficinas. As oficinas de Incentivo a leitura para Adultos e Contação de História já foram realizadas. Educomunicação está em andamento. E até julho serão realizadas as oficinas de Ilustração e Incentivo à Produção Gráfica e Escrita . Os encontros ocorrem de segunda a quinta-feira, das 14h às 16 horas, no CRAS Monteiro Lobato, localizado no bairro Tatuquara. No próximo semestre acontecerá a segunda edição das oficinas, também no CRAS Monteiro Lobato.

Movimento na biblioteca Desde os últimos meses a equipe da ASP tem notado um movimento maior na biblioteca do Ponto de Cultura ASP. Os responsáveis por este movimento são as crianças e adolescentes que frequentam a Brinquedoteca em Ação. A gestora da Brinquedoteca, Fabiane Ceccon comenta: eles têm emprestado cada vez mais livros. Desde que o espaço foi inaugurado, o movimento só tem crescido, as crianças e adolescentes têm aprendido a emprestar e devolver corretamente os livros. Tem sido um sucesso .

08


Brinquedoteca abre espaço para os Amigos do Zippy O programa Amigos do Zippy, criado pela ASEC – Associação pela Saúde Emocional de Crianças –, esta sendo aplicado na Brinquedoteca em Ação desde março. O programa busca desenvolver a saúde mental das crianças e é dividido em seis módulos distribuídos em 24 semanas. Cada etapa é apresentada por meio de histórias contatas pelo personagem Zippy, um inseto 'bicho-pau', e seus amigos. Os módulos contam situações familiarizadas por crianças pequenas, temas sobre amizade , fazer e perder amigos , ameaças , lidar com mudanças e perdas e começar de novo . As ilustrações tem o apoio de desenho, dramatizações, rodas de conversa e jogos. A equipe da Brinquedoteca esta participando das capacitações da ONG Asec e as primeiras atividades com as crianças já foram implantadas e realizadas. Foram feitos subgrupos de acordo com a faixa etária e a experiência esta sendo ótima, eles adoraram as histórias e, principalmente, os objetivo de identificar os sentimentos – alegria, raiva, tristeza –, como por exemplo, já são perceptíveis nas crianças e adolescentes. O programa Amigos do Zippy não diz o que devem fazer, mas incentiva os grupos a pensarem por si mesmos e encontrar suas próprias soluções para os problemas. A empolgação do grupo da Brinquedoteca em Ação esta grande, nas atividades as crianças e adolescentes fizeram várias sugestões e uma delas foi de criar um mascote: Zippy roqueiro. Outros momentos de rodas de conversa também trouxeram ganhos para o grupo e para a equipe, as crianças relatam alternativas para lidar com situações vividas no dia a dia. Quando eu me sentir triste eu posso contar para alguém da Brinquedoteca , conta um dos participantes. Metodologia: Várias entidades, como a ASP que atuam com crianças e adolescentes, veem participando das capacitações da ASEC. O programa Amigos do Zippy ocorre em vários estados do país e é reconhecido pelo MEC como promotor da qualidade da educação brasileira.

Você pode trabalhar na ASP A Ação Social do Paraná é uma organização sem fins lucrativos, atuante nas áreas da Assistência Social, Educação e Segurança Alimentar e Nutricional. Mantêm diversos projetos e unidades de atendimento a crianças, jovens, adultos e idosos.

Nossas oportunidades são divulgadas através do site www.aspr.org.br, na seção Trabalhe Conosco . Mais informações através do telefone: (41)3330-6234.

Conheça algumas de nossas oportunidades: Auxiliar de Serviços Gerais - Para trabalhar no Restaurante Popular – Unidade Rui Barbosa Vagas disponíveis para ambos os sexos, não é necessária experiência. Horário de Trabalho: Segunda à sexta-feira das 07h00min às 16h00min. Os interessados podem comparecer para as entrevistas com um currículo e a carteira de trabalho todas as semanas de segunda à quinta-feira das 09h às 11h na Rua Baltazar Carrasco dos Reis, 1787 – Rebouças – Curitiba/PR. Há vagas para Pessoas com Deficiência! Cuidadora de Idosos (FEM) - Para trabalhar no Asilo São Vicente de Paulo – Bairro Cabral Desejável o curso de cuidador de idosos ou experiência na área. Horário de Trabalho: 07h00min às 19h00min – Escala 12×36. Os interessados podem comparecer para as entrevistas com um currículo e a carteira de trabalho todas as segundas e terças-feiras das 14h às 16h na Rua São Vicente, 100 Cabral – Curitiba/PR. Auxiliar de Enfermagem (FEM) Para trabalhar no Asilo São Vicente de Paulo – Bairro Cabral Obrigatório registro regular no COREN-PR. Horário de Trabalho: 07h00min às 19h00min ou 19h00min às 07h00min – Escala 12×36. Os interessados podem comparecer para as entrevistas com um currículo e a carteira de trabalho todas as terças e quartasfeiras das 14h às 16h na Rua São Vicente, 100 Cabral – Curitiba/PR.

09


Ações de Educação Alimentar nos Restaurantes Populares

Uma série de atividades de Educação Alimentar tem sido realizadas nos quatro Restaurantes Populares de Curitiba, em Maringá, Ponta Grossa e Londrina – todos restaurantes administrados pela ASP. Para participar é necessário realizar inscrição. Os temas e horários são divulgados dentro dos próprios restaurantes, por meio de cartazes, sempre com uma semana de antecedência. A ação de Educação Alimentar consiste em explicações sobre determinados temas relativos à saúde alimentar da população. Os nutricionistas e profissionais da ASP utilizam slides, folders e outros materiais para as explicações em educação nutricional,

que mudam de tema a cada mês. Em maio, o assunto é Açúcar ou adoçante? Qual a melhor escolha? . O direito à alimentação está na Constituição brasileira e, segundo a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (LOSAN), ela deve ser de qualidade, distribuída regularmente, e que garanta a saúde a seus consumidores. Situações como obesidade, desnutrição e doenças relacionadas à má alimentação são consideradas como de insegurança alimentar e nutricional. É refletindo sobre estas situações que a ASP promove essa ação, ensinando a população a aproveitar melhor os nutrientes, combater os malefícios causados pelos excessos e garantir saúde a suas famílias.

Confira os temas dos próximos meses: Junho: Intolerância a lactose Julho: O que é glúten? Agosto: Cardápio familiar Setembro: Alimentos integrais e funcionais Outubro: Armazenamento dos alimentos – riscos de temperaturas inadequadas Novembro: Benefícios do feijão com arroz

10


Receitas BERINJELA À PARMEGIANA Daniel Bork (Culinarista)

Ingredientes 1 kg de berinjela 40 gr de queijo parmesão ralado 400 gr de mussarela sal e pimenta do reino a gosto farinha de trigo para empanar óleo para fritar Molho: 4 colheres (sopa) de azeite 1 cebola picada 1 dente de alho 450 gr de tomate salsinha e majericão a gosto

Modo de preparo Ÿ Corte as berinjelas em rodelas, tempere com sal. Ÿ Faça o molho de tomate, aqueça o azeite numa panela. Ÿ Adicione a cebola refogue por uns 5 minutos, junte o alho e

os tomates, coloque as ervas e os temperos a gosto. Ÿ Cozinhe por mais 30 minutos. Ÿ Passe os tomates no liquidificador até obter um purê. Ÿ Seque as fatias de berinjela com papel-toalha. Ÿ Passe as fatias na farinha de trigo, aqueça um pouco de óleo na frigideira, coloque uma camada de berinjela e frite, tampada, sobre fogo baixo, virando até as berinjelas ficarem macias. Ÿ Pré aqueça o forno a 180º C, unte uma assadeira grande e coloque um pouco do molho do tomate no fundo. Ÿ Cubra com uma camada de berinjela, salpique com o parmesão e uma camada de mussarela, repita novamente o procedimento, por último cubra com o molho de tomate e o parmesão. Ÿ Leve ao forno por 45 minutos.

11


Alimentação

Gerando Renda Projeto promoverá qualificação profissional O projeto Alimentação Gerando Renda será desenvolvido no bairro Tatuquara, em Curitiba-PR, com mulheres moradoras da região. Tem o objetivo de ampliar a renda familiar e a qualidade de vida dos participantes por meio da qualificação profissional e do incentivo ao empreendedorismo no ramo alimentício. As mulheres atendidas também receberão acompanhamento financeiro e técnico e uma capacitação sobre saúde, direitos da mulher e violência doméstica, com todos os temas interligados a conceitos de empreendedorismo. Na etapa final o projeto contará com maquinário para beneficiamento de alimento que será disponibilizado para as mulheres que permanecerem até o final do projeto.

Realização

12

Patrocínio

O projeto é realizado pela ASP, patrocinado pela Petrobras através do programa Desenvolvimento e Cidadania. A duração total da ação será de 24 meses, divididos em três etapas com oito meses cada. A primeira fase conta com 60 participantes e é focada na qualificação profissional. Destas mulheres, 16 continuarão na segunda etapa, voltada para a atuação no empreendedorismo, cooperativismo e associativismo. Na terceira fase 10 mulheres com perfil e interesse na geração de renda coletiva serão treinadas para manusear o maquinário da unidade de beneficiamento de alimentos que será instalada, tendo a responsabilidade por sua gestão.


A organização da Farmácia do Asilo São Vicente Um dos equipamentos que fazem do Asilo São Vicente de Paulo uma referência no atendimento à pessoa idosa é a Farmácia instalada no local. A diretora técnica da Farmácia, Cleide Vales de Sá, explica que para cada moradora é dispensado diariamente o seu medicamento de acordo com as prescrições médicas. Hoje são cerca de 150 idosas morando aqui. Todas elas precisam de algum medicamento para tratamento de uso contínuo e com isso são dispensados em média 40mil comprimidos por mês, todos fracionados e identificados individualmente , comenta Cleide. Segundo ela, são em geral medicamentos relacionados a doenças inerentes à idade. Cleide explica que administrar uma farmácia desta requer um alto nível de organização e responsabilidade, pela necessidade de identificar o medicamento de cada moradora, sabendo que esta é uma etapa fundamental para proporcionar o bem estar das idosas. A farmácia do Asilo conta também com duas auxiliares de farmácia e está devidamente regularizada junto ao Conselho de Farmácia e à Vigilância Sanitária. A diretora técnica da Farmácia comenta sobre as recompensas de atuar nesta área: aqui podemos realizar um serviço mais atento e próximo das moradoras, verificando os efeitos colaterais e acompanhando de perto os usuários. É gratificante .

ASP assina parceria com Programa Cozinha Brasil Cozinha Brasil é um Programa do Serviço Social da Indústria (SESI) que tem a proposta de promover a educação alimentar com impactos positivos para a saúde e valorização da renda por meio do aproveitamento total dos alimentos. A ASP assinou um termo de parceria com este programa, para a formação de turmas nas comunidades. A primeira turma do Programa Cozinha Brasil em parceria com a ASP e também com a Clínica Bom Retiro e Ultra Escovas teve início em 25 de março. Na semana foram iniciadas três turmas nas quais os participantes aprenderam sobre a educação alimentar por meio de orientações de produção e ingestão de uma alimentação com alto valor nutricional e baixo custo.

13


Novos artesanatos e novos debates nas Oficinas Socioeducativas As atividades das Oficinas Socioeducativas em 2013 começaram dia 22 de abril. Com previsão de atividades até junho, o projeto está em três turmas no bairro Cajuru - uma no Seminário Palotinos, uma na Capela São Cristóvão e uma no São Benedito - e quatro turmas no bairro Tatuquara - duas na Capela Santa Rita, uma na Associação de Moradores Vitória Régia e outra na Vila Verde. O curso de artesanato deste módulo envolve a confecção de uma cesta redonda utilizada como porta-condimentos, com um compartimento no entorno para colocação de guardanapos. Já entre os temas de discussão com as mulheres participantes são abordadas questões como violência contra a mulher, alcoolismo e drogas. As Oficinas Socioeducativas são realizadas pela ASP com o apoio da Fundação de Ação Social (FAS). São realizadas desde 2006 e buscam fortalecer as relações familiares e comunitárias e desenvolver o protagonismo da população atendida nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

Combatendo a solidão Descubra como as Oficinas Socioeducativas fazem a diferença na vida de Cleide de Paula Machado Santos. Participante assídua, Cleide de Paula Machado Santos acredita que, em seus sete anos de projeto, perdeu apenas dois ou três cursos, apenas para ir a consultas médicas. Ela participa das oficinas socioeducativas na Capela Santa Rita, no bairro Tatuquara. Cleide conta que passa muito tempo sozinha em casa, pois seu marido trabalha o dia inteiro. Nas oficinas ela tem a oportunidade de se distrair e fazer amizades. A participante diz que inclusive indicou as oficinas a várias conhecidas, que também gostaram e continuaram no programa. Muitas amigas minhas estavam com depressão, se sentiam sozinhas e tinham problema de saúde, e [o projeto] foi muito bom para elas , afirma Cleide.

14


Avaliação Multidimensional do Idoso Uma parceria com a FAVI – Fundação de Apoio e Valorização do Idoso tem permitido que os Idosos que frequentam o Centro Dia do Asilo São Vicente de Paulo recebam uma avaliação multidimensional, feita por médicos especializandos em Geriatria. Esta avaliação é uma forma simples de coletar dados sobre o funcionamento global do idoso, não apenas com relação a algum problema de saúde, mas dando uma visão ampla de como está aquele idoso em diversos aspectos. O Dr. Vitor Pintarelli, coordenador da especialização em Geriatria na FAVI, explica que esta avaliação é um conjunto de diagnósticos sobre o idoso e sua família, buscando dar atenção à saúde em si, mas também em aspectos como a sua capacidade de cognição, funcionalidades, mobilidade, suporte social e familiar, entre outros. Ele explica que todo o processo é realizado com base em instrumentos científicos. Comenta também que o desenvolvimento desta avaliação no asilo é uma parceria que contribui com ambos os parceiros. Por um lado o Centro Dia do Asilo conta com mais este serviço médico, gratuito para eles, podendo melhorar assim o atendimento e a qualidade de vida dos idosos. E do outro lado os alunos do curso de especialização da FAVI podem realizar ali o seu estágio e colocar em prática seus aprendizados na área de Geriatria. Para a Dra. Orjana Gadotti, estudante do curso, os benefícios desta avaliação multidimensional são claros: nós conseguimos perceber como está o idoso pela proximidade que temos com ele. É muito diferente de uma consulta, em que o paciente

apenas relata um problema e o médico realiza o diagnóstico neste curto período. Aqui temos a oportunidade de acompanhar o cotidiano deste paciente e o avaliar não somente pelas informações dele, mas também da pessoa que cuida dele em casa , comenta a Dra.

Mais informações sobre a FAVI A FAVI é uma instituição com mais de 20 anos de existência, referência nacional e internacional nas áreas de Geriatria e Gerontologia. Ela proporciona ações de assistência nos níveis de promoção, prevenção, reabilitação e educação para a saúde, pautada nos mais modernos e atuais conceitos e práticas sobre envelhecimento humano. A parceria com o Asilo São Vicente de Paulo já existe desde antes deste programa com o Centro Dia. Representada pelo Dr. Maurilio José Pinto, a FAVI tem realizado há anos atividades de promoção da saúde junto ao Asilo.

15


Alimentação

Gerando Renda

A Ação Social do Paraná (ASP) é uma instituição sem fins econômicos, membro da Cáritas Brasileira. Atuando desde 1944 no Paraná, a ASP trabalha em prol de uma sociedade justa e solidária. A solidariedade é praticada no dia a dia com as famílias, as pessoas idosas, as crianças e adolescentes e com pessoas em situação de rua. Também exerce solidariedade ao dividir o alimento, garantindo uma alimentação saudável a milhares de pessoas e valorizando o trabalhador do campo.

Projetos ASP:

- Centro de Educação Infantil Brilho do Sol

- Alimentação Gerando Renda

- Asilo São Vicente de Paulo

- Nutri ASP Brasil

- Restaurantes Populares de Curitiba

- Banco de Alimentos / Central de Distribuição

- Moradia João Paulo II

- Restaurante Popular de Londrina

- Brinquedoteca em Ação

- Oficinas Socioeducativas

- Restaurante Popular de Maringá

- Casa de Acolhida Toca de Assis

- Espaço de Cultura ASP

- Restaurante Popular de Ponta Grossa

Contribua com os projetos da ASP Você já pensou em apoiar a ASP e fortalecer o trabalho e atendimento das idosas do Asilo São Vicente de Paulo, as crianças da Creche Brilho do Sol ou as pessoas portadoras do HIV/AIDS (soropositivos) do SOVIDA? Faça uma doação e contribua para o resgate da dignidade humana e a cidadania plena dessas pessoas! BANCO ITAÚ: Ag. 0274 CC 77798-6 BANCO BRADESCO: Ag. 2394-9 CC 14293-0 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL: Ag. 1633 CC 2854-8 BANCO DO BRASIL: Ag. 3007-4 CC 28267-7 Acesse nosso site www.aspr.org.br e veja outras formas de doação e também mais informações sobre nossos projetos. AÇÃO SOCIAL DO PARANÁ Baltazar Carrasco dos Reis 1787. CEP: 80230070 | Curitiba -PR. TEL: (41) 3330-6200. www.aspr.org.br

Defendendo o direito das pessoas idosas

Personagem do Bimestre

Foi em 2006, na Ação Social do Paraná, que José Araujo da Silva começou a representar a ASP em alguns espaços públicos. Agora, no dia 10 de abril de 2013, assumiu um cargo na bancada do Conselho Estadual do Idoso, representando a entidade. Mensalmente, este conselho se reúne para deliberar sobre a política estadual da terceira idade e acompanhar a aplicação da legislação. “Tudo o que se refere ao idoso passa por esse conselho”, afirma José. José Araújo já representou a ASP no Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. Foi inclusive secretário geral no Fórum Paranaense da Pessoa Idosa, que participou da construção do Fórum Nacional, envolvendo todas as organizações estaduais. José é também um dos 8 membros da coordenação nacional. Para ele, o papel desses fóruns é de garantir os direitos da pessoa idosa e conscientizar, não somente a população, mas o próprio governo, que muitas vezes não fiscaliza o cumprimento das leis. “O governo não executa, a sociedade não respeita”, declara. No dia 27 de maio, ele representará o Fórum e a ASP em uma audiência pública em Brasília. O objetivo desse evento é discutir sobre o descumprimento da legislação e lutar para que direitos conquistados pela população idosa não sejam retirados.

Revista ASP abr-mai  

Revista ASP de abril e maio de 2013