Issuu on Google+

V ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDANTES DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, MUSEOLOGIA E ARQUIVÍSTICA Bogotá, D.C.

TÍTULO DE LA PONENCIA Registros Arquivísticos: O Caso Dos Encontros Latino-Americanos Estudantes De Arquivologia1 AUTOR Vinícius Mitto Navarro2 LÍNEA TEMÁTICA Foro: “Grupos Estudiantiles” RESUMO Tendo em vista que uma das atividades do arquivista é a preservação da memória e a difusão do conhecimento contido nos documentos e pesquisando sobre a memória dos eventos arquivísticos percebeu-se a lacuna de informações sobre os mesmos. Este trabalho busca resgatar a história dos Encontros dos Estudantes Latino-americanos de Arquivologia (atualmente chamado de Encontro dos Estudantes de Arquivologia do Mercosul) que representam um marco na arquivística dos países do Mercosul e da América Latina.

PALAVRAS-CHAVES História. Encontros. Estudantes. Arquivologia. 1

Apresentado no V Encontro Nacional de estudantes de Ciência da Informação, Biblioteconomia, Documentação, Museologia e Arquivística. Bogotá, Colômbia, 2008. 2

Formando em Arquivologia pela UFRGS - Brasil – vinnypoa@bol.com.br


INTRODUÇÃO Na formação em arquivologia sempre esteve presente os encontros acadêmicos, onde se mantém trocas de experiências teóricas e práticas. No que tange os estudantes desta ciência na América Latina, o principal momento destas trocas é durante o tradicional Encontro Latino-americano. Este trabalho trata então do memorial destes encontros, ressaltando sua importância no contexto da arquivística latino-americana, apresentando uma análise de cada encontro com base em fontes documentais disponíveis e nas escassas publicações. Acredita-se que com o avanço dos estudos sobre este tema, se estará sanando uma lacuna considerável sobre a memória dos eventos arquivísticos, sejam eles estudantis ou não.

HISTÓRICO DOS ENCONTROS O Encontro nasceu sobre o nome de “Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia” e teve sua primeira edição em 1980 e deu-se a partir da assinatura da primeira Carta de Intenções, em 1979 entre o Curso de Arquivologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM - Brasil) e a Escola de Arquivologia da Universidade Nacional de Córdoba (UnC - Argentina), onde uma delegação da UFSM, composta por docentes e discentes, estiveram em Córdoba participando de um evento. Este primeiro contato entre os dois pólos formadores de arquivistas é considerado como o “pré-encontro”, visto que congregou estudantes das duas universidades. Sobre a assinatura da Carta de Intenções destaca-se:

2


“Neste sentido, vários encontros, seminários, jornadas e cursos foram efetivados em comum acordo com escolas de arquivologia e arquivos públicos da Argentina; escolas de arquivologia do Uruguai e a Faculdade de Arquivologia da Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil, culminando com a idealização, organização e realização do 1º Congresso de Arquivologia do Mercosul, na cidade de Paraná, Província de Entre Rios, Argentina, no período de 26 a 28 de agosto de 1996.” (ROSSATO, 2005).

PRIMEIRO ENCONTRO O primeiro encontro ocorreu de 28 a 31 de outubro de 1980, na cidade de Santa Maria, Brasil, organizado pelos alunos e professores Curso de Arquivologia da UFSM, com um total de trinta horas de duração. Contou com a participação de mais de duzentos estudantes e professores das escolas do Brasil, Argentina e Uruguai. A programação do evento contou com apresentações de estudantes de vários países latino-americanos que estudavam em Córdoba em decorrência ao Centro Interamericano de Desarrollo de Archivos (CIDA), que promovia cursos anuais sob os auspícios da Organização dos Estados Americanos (OEA), a saber: Peru; Colômbia; Equador e República Dominicana. Entre as várias palestras proferidas destacaram-se as dos professores José Pedro Pinto Esposel (Brasil) e Aurélio Tanodi (Argentina).

“Este fato marcou o início da integração e intercâmbio de professores e alunos de arquivologia destes três países. Talvez tenha sido o berço, o embrião dos congressos do Mercosul, pois mesmo que este tenha sido criado pelo Tratado de

3


Assunção, em 1991, já no início da década de 80 sonhava-se com encontros internacionais de arquivologia, no Cone Sul das Américas.” (ROSSATO, 2005).

Suas Proposições foram publicadas no Brasil pela Associação dos Arquivistas Brasileiros (AAB), em 1982, o que mostra a importância e a pujança deste evento que iniciava sua trajetória. As colocações dos alunos reunidos no 1º. Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia mostram-se engajadas num espírito de maior união da Arquivologia destacando-se:

“3.

Que

seja

incluído

o

estudo

das

línguas

espanhola

e

portuguesa,

respectivamente, nos currículos das escolas do Brasil e da América Latina.”

A importância de uma maior integração das escolas, dos currículos e dos estudantes era a tônica do evento, que pode ser notado nas seguintes Proposições: “4. Que se promovam estudos para a harmonização dos programas de ensino arquivístico na América Latina” “8. Que seja mantido o intercâmbio dos alunos, inclusive através de bolsas de estudos, entre as diversas escolas latino-americanas de Arquivologia.”

Estabeleceu-se durante o 1º. Encontro que os conclaves subseqüentes se dariam bienalmente:

“13. Que os próximos encontros desta natureza se realizem de dois em dois anos.”

4


SEGUNDO ENCONTRO De 20 a 24 de Julho de 1987 ocorre o segundo encontro, novamente na cidade de Santa Maria, Brasil, sob forte participação brasileira. Palestras com professores destacados de todos os Cursos de Arquivologia existente a época no Brasil. O evento fora uma programação do Departamento de Documentação e Curso de Arquivologia da UFSM e a Escola de Arquivologia da Universidade Nacional de Córdoba, com total de quarenta horas de duração. As proposições, recomendações e moções do evento, destacam a ativa atuação dos estudantes nos debates críticos, onde se destaca a Moção:

“3.3 – Reconhecer, com louvor, a postura de confraternização entre os alunos do Diretório Acadêmicos da Universidade Federal Fluminense – com os alunos e professores do Curso de Arquivologia da UNI-RIO.”

TERCEIRO ENCONTRO Passados cinco anos do último encontro, ocorre no dia 21 de Outubro de 1992, como evento paralelo ao IX Congresso Brasileiro de Arquivologia, promovido pelo Núcleo Regional do Rio Grande do Sul da AAB, na cidade de Santa Maria. O encontro, organizado por estudantes da UFSM, com duração de um dia, foi à primeira experiência como evento paralelo de um evento maior. Forte participação brasileira.

5


QUARTO ENCONTRO Ocorreu no dia 30 de Novembro de 1994, como evento paralelo do X Congresso Brasileiro de Arquivologia, promovido pelo Núcleo Regional de São Paulo da AAB, na cidade de São Paulo, Brasil. Tendo como tema: “O Mercado de trabalho da Arquivologia: o mercado operacional/executivo e o mercado acadêmico (formação de pesquisadores e professores)”, organizado por estudantes da Universidade do Rio de Janeiro (UniRio, Brasil), visto que em São Paulo não existia até então, curso superior em Arquivologia. O evento fora lavrado em forma de ata, ao qual incluem as Moções finais do encontro, destacando-se;

“3) Que se constitua, logo a seguir, uma comissão com representantes de cada uma das Universidades Brasileiras com Cursos de Graduação em Arquivologia, tendo em vista a preparação e a programação do Encontro Nacional dos Estudantes de Arquivologia, em 1995.”

A moção de número três refere-se ao Encontro Nacional de Estudantes de Arquivologia (ENEARQ), que ocorreu em 1997 por organização da Uni-Rio e que desde então é organizado anualmente pelos estudantes dos Cursos de Arquivologia do Brasil.

6


Podemos constatar então que o Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia, além do que considera ROSSATO (2005) também foi o embrião dos encontros dos estudantes brasileiros.

NUMERAÇÃO ERRÔNEA O quinto conclave ocorreu de 18 a 20 de Setembro de 1995, na cidade de Córdoba, Argentina, com numeração repetida ao evento do ano anterior. O encontro deu-se em paralelo ao ciclo “La Diplomatica y la Administración de Documentos Actuales”, promovido pela Universidad Nacional de Córdoba, com participação de estudantes brasileiros e argentinos.

SEXTO ENCONTRO Corrigida a numeração equivocada no evento anterior, neste ano o encontro começa a tomar as características atuais, sendo evento paralelo ao I CAM (Congresso de Arquivologia do Mercosul), que iniciava sua trajetória. Ocorrido de 26 a 28 de agosto de 1996, na cidade de Santa Fé, Argentina, durante o I Congresso de Arquivologia do Mercosul. O Congresso e o Encontro fora organizado em parceria entre docentes, discentes e profissionais da UFSM e de Santa Fé. Contou com diversas apresentações de trabalhos de estudantes da Argentina, Brasil e Uruguai.

SÉTIMO ENCONTRO

7


Este evento possui a singularidade de ter sido o último encontro com o seu tradicional nome original - Latino-americano. Ocorreu durante o II CAM, outubro de 1997, na cidade de Santa Maria, onde houve palestra e apresentações de trabalhos acadêmicos.

NOVA NOMENCLATURA Seguindo a indicação dos conclaves anteriores, o oitavo encontro deu-se em paralelo ao III CAM, que ocorreu na cidade Montevidéu, Uruguai. Pela primeira vez em sua história, o nome do encontro sofre alteração, para Encontro dos Estudantes de Arquivologia do Mercosul, porem segue-se a numeração dos outros eventos. Organizado pelos estudantes de Arquivologia da Escuela Universitaria de Bibliotecología y Ciencias Afines, da Universidad de la Republica, ocorrendo no dia 10 de setembro de 1999.

NONO ENCONTRO Sob o tema: “La archivología, la bibliotecología y la museología: posibilidad de integración curricular”, o IX Encontro dos Estudantes de Arquivologia do Mercosul, foi organizado pelos estudantes da carreira de Biblioteconomia da Universidad Nacional de Assunción, visto que o país sede, Paraguai, não possui curso de Arquivologia. Em decorrência deste fato, o evento permitiu um grande congraçamento dos estudantes de Arquivologia e Biblioteconomia presentes. Ocorreu no dia 27 de setembro de 2001, como evento paralelo ao IV CAM, na cidade de San Lorenzo, Paraguai.

8


DÉCIMO ENCONTRO Em 29 de agosto de 2003, na cidade de Huerta Grande, província de Córdoba, Argentina, sob o tema: “El Estudiante de Archivología en el contexto global: diferencias y similitudes en la formación profesional”, ocorre o X Encontro dos Estudantes do Mercosul, em paralelo ao V CAM. O evento contou com palestras e apresentações de trabalhos dos estudantes. Suas conclusões e recomendações foram divulgadas pela internet, onde se destaca: “Que la calidad em la enseñanza mejoraría notablemente mediante la realización de eventos estudantiles y convênios entre las distintas instituiciones educativas, integrando a su vez políticas de legislación archivística para fomentar el perfeccionamiento profesional em un ámbito crítico de investigación.”

DÉCIMO PRIMEIRO ENCONTRO Ocorrido nos dias 18 e 19 de outubro de 2005, na cidade de Campos do Jordão, estado de São Paulo, Brasil, juntamente com o IX Encontro Nacional dos Estudantes de Arquivologia (encontro brasileiro), sob coordenação de acadêmico do curso de Arquivologia da Universidade Estadual de Paulista, em paralelo ao VI CAM. O evento que teve o tema: “A Construção do Saber Arquivístico”, contou com palestrantes brasileiros e apresentações de trabalhos dos estudantes brasileiros e colombiano.

DÉCIMO SEGUNDO ENCONTRO

9


Sob o tema: “As Múltiplas Formações do Arquivista”, em paralelo ao VII CAM, ocorreu na Corporación Cultural de la Ilustre Municipalidad de Viña del Mar, Chile, novembro de 2007. Coordenado por estudante brasileiro, visto que o pais-sede não possui curso de Arquivologia. O evento contou com palestras de destacados arquivistas ibero-americanos, a saber: Heloísa Liberali Bellotto (Brasil); Antônia Heredia Herrera (Espanha); Mariela Alvarez Rodriguez (Colômbia) y César Gutiérez Muñoz (Perú). Teve apresentações de estudantes da Argentina (somente Córdoba); Brasil (UniRio, apresentando a Executiva Nacional dos Estudantes de Arquivologia); Peru (Escola Nacional de Arquivistas) e uma gravação dos estudantes da carreira de Archivoconomía do México. Suas conclusões foram devidamente divulgadas no encerramento do VII Congresso de Arquivologia do Mercosul.

CONCLUSÃO Tem-se a certeza que a participação dos acadêmicos dos cursos superiores de Arquivologia em congressos e eventos afins, é de suma importância para sua formação profissional e este encontro chegando de forma tão fortalecida a sua décima segunda edição comprova esta afirmação. Neste contexto destaca-se o Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia, que surgiu como ponto inicial de uma grande unificação da arquivística não só do Mercosul, mas da América Latina. Considerado como o embrião dos congressos do Mercosul (ROSSATO, 2005), chega aos vinte e sete anos de existência como principal ponto de convergência dos estudantes latinoamericanos.

10


Ao confluir-se com os Congressos de Arquivologia do Mercosul, o encontro tomou novo rumo e viu-se renovado, por ter este congresso um grande nível científico. Porem a alteração de sua nomenclatura retirou-lhe sua marca maior, aquela que transpunha barreiras geográficas, congregando não somente nações, mas ideais. Sugiro, portanto, que o nome do encontro volte a ser aquele ao qual tão emblematicamente a lembrança de muitos arquivistas, está ligado. Crê-se que na importância de promover mais eventos como este, para que a Arquivologia tenha uma unificação de fato e que os países latino-americanos, que por ventura, não possuam cursos na área da arquivologia, consigam subsídios para criá-los.

11


REFERÊNCIAS

 ASSOCIAÇÃO DOS ARQUIVISTAS BRASILEIROS. Resoluções do I Encontro Latino Americano de Estudantes de Arquivologia. In: Arquivologia II: texto e legislação, Rio de Janeiro, p. 54, 1982.  ASSOCIAÇÃO DOS ARQUIVISTAS BRASILEIROS – NÚCLEO REGIONAL DE SÃO PAULO. Ofício nº 343/94 - AAB/SP. São Paulo: 17 de outubro de 1994.  BERWANGER, Ana Regina. [Certificado de Participação no I Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia]. 1981. 1 imagem no formato JPEG, p&b. Original em papel.  CONGRESSO DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL, 2., Caderno de Resumos. Santa Maria: Gráfica da Universidade Federal de Santa Maria, 1997.  CONGRESSO DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL, 3., Material de Divulgação do Evento. AUA: Montevidéu, 1999.  CONGRESSO DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL, 4., Material de Divulgação do Evento. UNA: Assunção, 2001.  CONGRESSO DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL, 5., 2003, Huerta Grande. Anais... Huerta Grande, FARA/AAPC, 2003.  CONGRESSO DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL, 6., 2005, São Paulo. Anais... São Paulo: ARQ-SP, 2005.  CONSTANTE, Sonia Elisabete. [Certificado de participação no Cuarto Encuentro Latinoamericano de Estudiantes de Archivología]. 1995. 1 imagem no formato JPEG, p&b. Original em papel.

12


 ENCONTRO DOS ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL, 10. Resoluções do Evento. Huerta Grande, 2003.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 01 . Santa Maria: 09 de junho 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 02. Santa Maria: 24 de junho 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 03. Santa Maria: 11 de agosto 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 04. Santa Maria: 12 de agosto de 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 05. Santa Maria: 21 de agosto de 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 06. Santa Maria: 10 de setembro de 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 07. Santa Maria: 22 de setembro 1980.  ENCONTRO LATINO AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Ata da Comissão Organizadora, nº 08. Santa Maria: 30 de setembro de 1980.  ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Projeto do Evento. Santa Maria [S. D.].  ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 1. Resoluções do Evento. Santa Maria: UFSM, 1980.

13


 ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 2. Projeto do Evento. Santa Maria [S. D.].  ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 2. Resoluções do Evento. Santa Maria: UFSM, 1987.  ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE ESTUDANTES DE ARQUIVOLOGIA, 4. Ata do Encontro. São Paulo, 30 de novembro de 1994.  KURTZ, Clara Marli Scherer. [Certificado de participação no II Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia]. 1987. 1 imagem no formato JPEG, p&b. Original em papel.  MARTINS, Daniela Francescutti. [Certificado de participação no III Encontro Latino-americano de Estudantes de Arquivologia]. In IX Congresso Brasileiro de Arquivologia. 1992. 1 imagem no formato JPEG, p&b. Original em papel.  ROSSATO, Carlos Aléssio. O ensino de arquivologia em Santa Maria e a Origem do Congresso do Mercosul. In: CONGRESSO DE ARQUIVOLOGIA DO MERCOSUL,6., 2005, São Paulo. Anais... São Paulo: ARQ-SP, 2005.  ROSSATO, Carlos Aléssio; VIVAR, Jorge Eduardo Enriquez. Relatório do 1º Congreso de Archivologia del Mercosur. [S. L..] 1996.  UNIVERSIDADE DO RIO DE JANEIRO: Departamento de Estudos e Processos Arquivísticos. Carta-Convite. Rio de Janeiro: UNI-RIO, 11 de novembro de 1994.

14


Registros Arquivísticos: O Caso Dos Encontros Latino-Americanos Estudantes De Arquivologia