Page 1

Gestão Para Continuar Avançando com Ética e Compromisso! www.sindserv.org.br

Rua Áurea, 29 - Centro/SJC - Telefone (12) 3941-3569 Fax: 3941-2615 / e-mail: contato@sindserv.org.br / Fevereiro de 2012

CURY, BASTA DE PERSEGUIÇÃO AOS MÉDICOS! O governo do PSDB vem fazendo escola quando se trata de perseguição e desmantelamento do serviço público. Além de impor um Plano de Carreira falho e cheio de ataques a direitos históricos dos trabalhadores da saúde, o prefeito Cury agora quer aumentar a perseguição, punindo médicos que faltarem nos plantões nas UPA’s. Essa medida, além de absurda, é inconstitucional. O Sindicato já está tomando as medidas cabíveis contra mais essa atitude arbitrária e truculenta do governo do PSDB. Uma pesquisa recentemente divulgada pelo jornal O Vale, mostrou que a maior insatisfação da população é a Saúde Pública. Para mascarar a reprovação do governo na Saúde, o prefeito Cury tenta jogar a culpa nos servidores. Ao longo dos anos, Cury tem feito de tudo para precarizar o setor e com a desculpa esfarrapada de que as coisas não funcionam por causa dos servidores, terceiriza tudo. Como os salários dos médicos são os piores da região, os concursos não atraem novos médicos. Os poucos profissionais que ficam na rede sofrem para atender tanta demanda, além de enfrentar as péssimas condições de trabalho e as perseguições. Isso é coisa do PSDB!

Para castigar, Cury está demitindo e transferindo, de forma arbitrária, médicos e demais servidores da Saúde O governo do PSDB do Cury está demitindo e transferindo de forma autoritária e arbitrária médicos e demais servidores da saúde que participaram das lutas contra o novo plano de carreira e contra as terceirizações. Essa perseguição é inaceitável. Estamos de olho! Se você trabalhador está sendo vítima de perseguição, não se cale! Denuncie ao Sindicato!

Perserguição na UBS do Cpos de São José Os trabalhadores da UBS do Campos de São José estão sofrendo com o constante assédio moral da gerente da unidade. Eles denunciam que muitos servidores estão ficando doentes por causa da perseguição e humilhação, que viraram rotina. Atenção chefia tucana: assédio moral é crime !


Terceirizar é

precarizar os atendimentos

A terceirização das UPA’s acaba com o atendimento humanizado e o vínculo de amizade entre pacientes, médicos e enfermeiros Entregar o patrimônio público para O r g a n i z a ç õ e s S o c i a i s ( O S ’s ) administrarem. Isto tem sido uma prática constante do governo Cury: reformar os prédios, sucatear os serviços para depois entrega-los as Os’s. O trabalho de administrar a cidade é dever do governo municipal. Mas a cada dia aumenta os serviços municipais que são passados para mãos das empresas. Quase tudo já foi terceirizado, a merenda das escolas, a faxina, os serviços de portaria, o Parque Tecnológico, o Vicentina Aranha, o Hospital Municipal e agora as UPA’s.

O prefeito falou que a terceirização resolveria os problemas da Saúde, mas tudo ficou pior!

Cartilha de terceirização do PSDB 1) Construir, reformar e equipar as unidades 2) Sucatear os serviços com a falta de contratação de funcionários 3) Então usa a desculpa da precariedade para terceirizar 4) O que de pior ainda virá?

Saúde Pública virou mercadoria! Com contrato milionários para ‘cobrir plantões’ na rede de Saúde, os únicos beneficiados são os empresários porque a terceirização, além de deteriorar as condições de trabalho dos servidores e os atendimentos prestados à população, também favorece os convênios particulares. Enquanto o município de Santos comprou um hospital de 10 andares para oferecer melhores condições de trabalho aos servidores e de atendimento aos munícipes, São José vai na contramão e entrega todo patrimônio público à iniciativa privada para dar lucro aos empresários.

Desvio de função, não! Após denúncia do Sindicato, o Ministério Público está investigando o desvio de função de profissionais da saúde em SJC. Por falta de funcionários, muitos especialistas da enfermagem e da área farmacêutica estão sendo “jogados” em serviços administrativos e de recepção. Os técnicos odontológicos também estão sendo obrigados a trabalhar como auxiliares. Estamos lutando por concurso público, pelo fim do desvio de função e do assédio moral!

Boletim saude fev12