Page 1

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS E REGIÃO Boletim específico da GM Junho/2012

GM suspende seis diretores e três cipeiros. Cancelamento, já! De forma vergonhosa, a GM está tentando impedir a atuação de dirigentes sindicais e cipeiros na fábrica. A empresa quer se livrar desses companheiros para dar continuidade à exploração no chão de fábrica. Nesta quarta-feira, dia 20, seis diretores sindicais e um cipeiro foram suspensos por três dias. O motivo: eles chamaram, na sexta-feira, os trabalhadores da Powertrain 1 para que cumprissem os 12 minutos diários de descanso a que têm direito. Em vez de parar a linha durante os 12 minutos, a GM adota o sistema de revezamento, o que impede que os companheiros do Manuseio também descansem. Esta é uma área em que constantemente ocorrem acidentes.

Foi justamente por denunciar esses absurdos que os dirigentes foram punidos. Estão suspensos os diretores Ribeiro, Geovani, Valmir, Roberto, Vinícius e Sales, e o cipeiro Felipe. No mesmo dia, foram suspensos os cipeiros Chileno e Carlão.

Outras suspensões O diretor sindical Celião já recebeu advertência três vezes, por defender os direitos da classe trabalhadora. No dia 31 de maio, os diretores sindicais Célio, Jésu e Turquinho e o cipeiro Anderson foram suspensos por terem protestado contra a falta de mão de obra na

fábrica. Recentemente, foram punidos Ivan, Monteiro, Dagoberto e Odair As suspensões só aconteceram porque esses companheiros estavam defendendo os trabalhadores. Exigimos que todas sejam canceladas imediatamente!

Este ano, já foram mais de 330 acidentes e doenças ocupacionais Os casos de acidentes graves e doenças ocupacionais dispararam este ano na GM. Os números impressionam. Somente este ano, foram emitidas 334 CATs (Comunicação de Acidentes de Trabalho). Pra se ter uma ideia, no ano passado inteiro

foram registradas 381. Nos últimos dias, aconteceram sete acidentes, sendo a maioria na Estamparia - onde morreram dois trabalhadores em três anos. Um acidente ocorrido semana passada foi provocado pela mesma operação que matou o companhei-

ro Antonio Teodoro Pereira. Ou seja, já se passaram três meses e nenhuma providência foi tomada. Por tudo isso, os trabalhadores têm de se organizar e apoiar a atuação dos cipeiros e sindicalistas. Este é o único caminho para enfrentar os ataques da GM!

Vamos todos cobrar da GM: Fim das punições e perseguições Revogação de todas as suspensões a diretores sindicais e cipeiros

Liberdade de atuação do Sindicato e CIPA Pagamento de salários aos cipeiros Basta de acidentes e mortes

Boletim GM - Junho/2012  

Esse boletim trata da repressão e perseguição da GM, que tenta impedir a organização dos trabalhadores com a suspensão de diretores do Sindi...

Advertisement