Page 8

extremamente, veloz, agressivo e rico em poderosos contragolpes e ataques sucessivos pelos lados direito e esquerdo, simultaneamente.Sua coragem e destreza combativa surpreendiam até mesmo os mais experientes oponentes. Certa ocasião assisti, em uma de suas lutas travadas na inesquecível Sede Velha do Clube de Regatas do Flamengo (Praia do Flamengo 66/68, Rio de Janeiro, RJ.) e a poucos metros de distância de onde me encontrava, um especialista em técnica no solo (ne-waza) com peso bem superior ao dele, aplicar e encaixar uma chave em seu braço direito, algo final para qualquer combatente. Por mais incrível que possa parecer Shunji Hinata flexionou suas pernas e o levantou do solo até a altura de seus ombros. O juiz central interrompeu a luta. Ao reiniciá-la, o mestre Hinata aplicou um fulminante uchimata, de esquerda, em seu oponente, derrotando-o por ippon (queda completa). A plateia explodiu em aplausos. Assim era o vitorioso atleta alvo desta homenagem, alguém que saiu da vida desportiva esquecido, abandonado e desassistido pelas autoridades, muito embora tenha honrado, inúmeras vezes, a bandeira de sua pátria em uma época que ainda engatinhávamos nas competições internacionais e nos contentávamos em ouvir a repetitiva, cansativa e passiva máxima, rotineiramente, declamada por alguns dirigentes para justificarem sucessivos fracassos: “o importante não é vencer é competir”. Estou convicto de que foram os exemplos deixados por praticantes e mestres do quilate de Shunji Hinata, Luiz Alberto Gama de Mendonça, Massayoshi Kawakami, Mateus Suguizaki, Oswaldo Cupertino Simões Filho, Rosicleia Campos, Hickari Kurachi, Fuyuo Oide, Rudolf de Otero Hermanny, Akira Yamamoto, Lhofei Shiozawa, Haroldo Brito, Chiaki Ishi, Leopoldo de Lucca, Manabo Kurachi, George K Medhi, Geraldo Bernardes, Takeshi Miura, Haruo Nishimura, Shigueto Yamazaki, Milton Rossi, Álvaro Loureiro e por centenas de outros expoentes, os principais responsáveis pelo judô brasileiro encontrar-se, nos dias de hoje, celebrado e em posição de destaque nas competições internacionais que participa.

Segredos das Artes Marciais e Lutas  

Segredos das Artes Marciais e Lutas