Page 15

processo de dívida que correu a revelia, Carlos Alberto Portolan, liderança da Federação de Pugilismo que, naquele tempo, congregava todas as artes marciais em Departamentos, lembra que, naquele ambiente hostil, controlado pelos bandidos impondo subserviência violentamente, Sensei Hinata se defendeu, nocauteando os agressores...] Seu irmão Yoshio em emocionado relato informou a desestruturação psicológica que tal episódio causou a um destemido competidor e competente educador esportivo com o histórico de Shunji Hinata.

Enfatizou, na oportunidade, o generoso e solidário papel desempenhado por alguns de seus amigos e admiradores, dentre eles, o Mestre de Judô e então Capitão do Exército Manuel Pacheco que conseguiram sua transferência para o estado do Rio Grande do Sul, onde já havia se estabelecido, para lá cumprir sua penalidade legal, ao mesmo tempo em que passou a dar aulas de Judô na Policia Estadual, o que lhe permitiu obter o seu primeiro registro em carteira profissional. Afirmou, também, que este fato permitiu, anos mais tarde, que sua esposa de quem não se separou, judicialmente, e seu filho pudessem beneficiar-se da integralidade de sua aposentadoria e, tempos após, de sua pensão. Em Porto Alegre ministrou aulas na Sogipa, Colégio Militar, Cia. de Guardas, Lansul, ACM, sendo indicado para o cargo de diretor-técnico da seleção gaúcha (gestão do Presidente Loanzi), dirigindo seus atletas no II Judogam, promovido no Ginásio do Maracanãzinho e no Campeonato Brasileiro realizado em São Paulo. Em 1980, aos 42 anos, sofreu um acidente vascular cerebral que o deixou com graves sequelas, dentre elas uma paralisia em seu lado esquerdo.

Segredos das Artes Marciais e Lutas  

Segredos das Artes Marciais e Lutas