INFORMATIVO DO SINDIMETRÔ/RS - Edição 148

Page 1

JORNAL DO

SiNDiMETRÔ/RS Nº 148

FILIADO À CSP CONLUTAS E À FENAMETRO

Fundado em 09 de abril de 1986

Crédito: Mauro Pimentel/AFP

PORTO ALEGRE, 27 DE AGOSTO DE 2020

privatizAÇÃO

PRESSA EM PRIVATIZAR PROVOCA SAÍDA NO MINISTÉRIO DA ECONOMIA A equipe econômica do Governo Bolsonaro está desesperada para privatizar qualquer estatal, o mais rápido possível. O ministro Paulo Guedes disse que vai vender três empresas até o final deste ano, mas não revelou quais. Os secretários Salim Mattar e Paulo Uebel tinham tanta pressa para privatizar tudo, que não aguentaram esperar os trâmites e debandaram. A pandemia que já matou milhares pelo mundo, não interessa; a queda na renda dos trabalhadores também não importa. O governo quer entregar o patrimônio público de bandeja aos empresários. O governo federal quer privatizar a toque de caixa, sem debater com a

população e sem dar tempo para as categorias se organizarem. Estamos na contramão do que vem ocorrendo nos países da Europa e os Estados Unidos, que estão reestatizando as empresas, porque não houve investimento, o serviço piorou e ficou muito mais caro. o Fracasso das privatizações no mundo

De acordo com a instituição holandesa TNI (Transnational Institute), pelo menos 884 serviços foram reestatizados no mundo, entre 2000 e 2017. Países ditos de Primeiro Mundo estão retomando as empresas públicas, como Alemanha, França e Reino Unido. Nos Estados Unidos, que é símbolo do capitalismo, foram reestatizadas 67 empresas no período pesquisado.


JORNAL DO

2

SiNDiMETRÔ/RS

TODOS CONTRA

O CORONAVÍRUS E A PRIVATIZAÇÃO

covid

#TESTATRENSURB: CATEGORIA VESTE A CAMISETA DA CAMPANHA Desde o início da pandemia, o Sindimetrô tem trabalhado em atividades focadas na proteção da saúde dos metroviários, que atuam na linha de frente. Em março a Trensurb prometeu, na reunião mediada pela Justiça do Trabalho, que testaria toda a categoria. Mas até hoje não cumpriu o acordo, numa atitude que demonstra desrespeito à vida. Mesmo sabendo que a obrigação da testagem é da empresa, em maio, o Sindimetrô tomou a iniciativa de fazer os testes, para proteger os trabalhadores. “Não deu para esperar pela boa vontade da Trensurb”, ironizou o presidente Chagas.

O Sindimetrô também ingressou com ação judicial e ganhou. A justiça ordenou à Trensurb a testar todos os funcionários, mas a empresa recorreu. A negativa em testar os metroviários é vista, pela entidade sindical, como um ato desumano, devido ao alto risco a que estamos expostos. O sindicato segue cobrando a testagem de todos, para barrar a Covid-19, que já contaminou dezenas de metroviários e matou mais de 115 mil pessoas em todo o país. Chamamos a categoria para vestir a camiseta da nossa campanha e pressionar a empresa a cumprir sua obrigação: dar plenas condições de trabalho, entregando EPIs de qualidade e testando para o coronavírus.


TODOS CONTRA

O CORONAVÍRUS E A PRIVATIZAÇÃO

TRABALHADOR COM COVID TEM DIREITO À EMISSÃO Da CAT O Sindimetrô vem orientando a categoria que a contaminação pelo coronavírus deve ser informada como doença ocupacional Os trabalhadores infectados pelo coronavírus precisam solicitar o preenchimento da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) para evitar problemas futuros, pois a Covid-19 pode ter consequências ainda mais graves. Quem não seguir este procedimento pode perder o benefício do INSS, entre outros auxílios. Uma decisão do STF já reconhece a Covid-19 como doença ocupacional, mas a Trensurb tem negligenciado e se recusado a emitir o documento. TESTE POSITIVO PROCURAR O AMBULATÓRIO SOLICITAR CAT

EM CASO DE NEGATIVA DA EMPRESA, PROCURAR O SINDIMETRÔ.

3

JORNAL DO

SiNDiMETRÔ/RS

SEGUNDO O MPT, AÇÕES DA TRENSURB SÃO INEFICIENTES O MPT de Porto Alegre recebeu relatório de fiscalização, oriundo da Secretaria de Inspeção do Trabalho, contendo várias informações preocupantes quanto à ausência de providências necessárias para a proteção dos trabalhadores. A fiscalização ocorreu após diversas denúncias feitas pelo sindicato. Em audiência realizada, no dia 19 de agosto, a Procuradora Juliana Bortoncello Ferreira cobrou da empresa o aumento no número de testes nos trabalhadores, incluindo os terceirizados, e que os resultados fossem remetidos aos órgãos de saúde. Solicitou, também, que seja adotado o monitoramento por medição de temperatura na entrada dos funcionários em todos os locais de trabalho. Além disso, pediu que haja um aumento na periodicidade e de funcionários da higienização nas estações terminais e salas de operações. O sindicato denunciou que a Trensurb não vem emitindo CAT para os casos positivos, medida defendida pela Procuradora do Trabalho. O MPT concedeu o prazo até dia 28 de agosto para que a empresa resolva os problemas.


JORNAL DO

TODOS CONTRA

4

SiNDiMETRÔ/RS

O CORONAVÍRUS E A PRIVATIZAÇÃO

eleições sindicais

ASSEMBLEIA GERAL ABRIRÁ O PROCESSO ELEITORAL DO SINDIMETRÔ A assembleia do dia 1º de setembro escolherá os integrantes da comissão eleitoral e definirá a data, hora e locais de votação da eleição do sindicato. A participação da categoria é fundamental para a democracia e transparência do processo, além de reafirmar nossa força na defesa dos direitos e das conquistas da categoria. Barrar a privatização da Trensurb é a bandeira de todos,

e essa luta passa pela escolha dos representantes do Sindimetrô para o triênio 2021-2023. A assembleia ocorrerá dentro dos protocolos determinados pelas autoridades sanitárias, com distanciamento social e disponibilização de álcool em gel para evitar contágio pelo coronavírus, dando assim mais tranquilidade aos metroviários e metroviárias.

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DATA: 1o de setembro de 2020 HORÁRIO: 12h30 LOCAL: campo de futebol da sede da Trensurb PAUTA: a) Definição da data, hora e locais de votação; b) Eleição da Comissão Eleitoral. SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS @sindimetrors

/sindimetro

sindimetrors.org

EXPEDIENTE

@SindimetroRS

Jornal do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do RS Rua Monsenhor Felipe Diehl, 48 - Humaitá, Porto Alegre/RS Presidente: Luís Henrique Chagas Diretora de Comunicação: Ayllu Acosta Jornalista Responsável: Civa Silveira (Mtb 9426) Diagramação: Nádia Alibio Contatos: 51 33744200 imprensasindimetrors@gmail.com