JORNAL DO SINDIMETRÔ/RS - Edição 146

Page 1

JORNAL DO

SiNDiMETRÔ/RS PORTO ALEGRE, 17 DE MARÇO DE 2020

Nº 146

FILIADO À CSP CONLUTAS E À FENAMETRO

Fundado em 09 de abril de 1986

unidade na luta

Congresso aprova plano de lutas unitário contra a privatização Os delegados presentes no XI Congresso dos Metroviários e Metroviárias do Rio Grande do Sul aprovaram, por unanimidade, um plano de lutas para barrar a privatização. Também foi apresentada uma proposta de articulação nacional para a defesa da TRENSURB e CBTU. O presidente do Sindimetrô-RS saudou a presença de lideranças políticas e destacou a importância da pluralidade do Congresso. Chagas agradeceu a participação dos demais sindicatos e movimentos. “São distintas vertentes que tornam nosso Congresso mais plural”, destacou o sindicalista. Quanto às alterações estatutárias, foi aprovada a criação de uma comissão estatuinte para debater amplamente as propostas com a base da categoria. Como os metroviários elegerão nova direção para o sindicato neste ano, as proposições, se aprovadas, devem ser aplicadas nas eleições subsequentes.

Veja algumas das ações aprovadas no plano de lutas: Seminário Unificado contra a Privatização da Trensurb Audiências Públicas nas Câmaras Municipais

Frente Parlamentar na Assembleia Legislativa

Campanha de mídia com foco no preço da tarifa

Participação no Comitê em Defesa das Empresas Públicas


JORNAL DO

SiNDiMETRÔ/RS

2

o congresso em fotos “Se privatizar, a passagem pode custar entre 6 e 8 reais.” Dep. Federal Bohn Gass (PT)

“Pensam que intimidarão quem luta. Se enganam! A união só aumenta.” Dep. Federal Fernanda Melchionna (PSOL)

“Os governos falam muito em reduzir custos da folha de pagamento e transformar o metrô numa empresa autossustentável. Isso ocorreria demitindo os metroviários, aumentando a tarifa e a superlotação dos trens. A lógica é totalmente inversa, pois a categoria presta um serviço extremamente produtivo e lucrativo para a sociedade.” Altino Prazeres (FENAMETRO)


3

“É importante que organizemos comitês em todo e qualquer lugar para debater a privatização. Em Recife, nós temos feito várias atividades com associações de moradores. São esses debates que vão permitir que cheguemos num nível e num patamar organizativo, para que quando precisarmos, de fato, estejamos fortalecidos para ir pra cima.” Thiago Mendes (Sindmetro-PE)

JORNAL DO

SiNDiMETRÔ/RS

“Pra onde a gente quer ir? Vamos esperar a nossa classe perder tudo, ou vamos pra luta contra as privatizações e contra todos os projetos que estão vindo aí? De fato, vamos chamar o povo pra rua e enfrentar? Se a gente ficar com medo e não mobilizar, não chamar, se ficarmos esperando, acreditando que vão votar algum projeto a nosso favor, se não tiver luta das categorias, não tem vitória!” Alexandre Nunes (Sindicato dos Correios do RS)

“Estão destruindo as categorias. Vocês estão vivendo isto na pele. As categorias clássicas que nós tínhamos e que eram fortes estão sendo destruídas pela terceirização, privatização, pela pulverização das atividades. Então, se não tiver união, não tem força.” Valdete Souto (Juíza do Trabalho no TRT4)

“Temos que organizar uma grande frente, com Trensurb, Correios, Grupo Conceição, Dataprev, Serpro, partidos políticos, centrais sindicais e todos aqueles que são contra o projeto do Governo Bolsonaro, que é o desmonte do Estado, a entrega do patrimônio público para o capital e a retirada de direitos dos trabalhadores.” Chagas (Sindimetrô-RS)


JORNAL DO

4

SiNDiMETRÔ/RS

a força da categoria metroviária O Sindimetrô-RS parabeniza e agradece a todos os metroviários, metroviárias e convidados que participaram do XI Congresso. Ressaltamos a qualidade dos debates promovidos, fundamentais para a nossa categoria, bem como para as lutas que teremos logo adiante. É importante destacar a contribuição de cada participante na construção do Congresso, trazendo para o debate as necessidades e as particularidades vividas pela categoria metroviária neste momento tão importante da nossa história. A luta está só começando e a participação de todos é fundamental para seguirmos fortes na defesa de uma Trensurb pública, estatal e de qualidade!

Agradecimentos: Abreu, Alberto, Alexandre, Ana Paula, Andrade, Antônio, Ari Tonini, Arno, Ayllu, Back, Batata, Belolli, Bischoff, Cabeça, Camila, Carmen, Chagas, Chico Vicente, Claudete, Cristine, Darlan, Dênis, Diana, Dilelio, Edson, Elson, Eraldo, Fabio, Fernando, Flaviani, Flavio Rudimar, Frozza, Giba, Gil, Gilvane, Giovani Rodrigues, Gonzaga, Grazi, Jean, Jucineide, Julio Brix, Juninho, Keity, Kurkowski, Leocy, Lia, Lucas Viegas, Marcia, Márcio, Marcos Costa, Mariazinha, Maurão, Noemia, Pâmela, Peludo, Pinheiro, Raquel, Ribeiro, Ronas, Rosangela, Sergio Bastos, Solano, Terezinha, Valdomiro, Valéria, Vinicius, Waldman, Wladimir e Zeno Paim.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS @sindimetrors

/sindimetro

sindimetrors.org

EXPEDIENTE

@SindimetroRS

Jornal do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do RS Rua Monsenhor Felipe Diehl, 48 - Humaitá, Porto Alegre/RS Presidente: Luís Henrique Chagas Diretora de Comunicação: Ayllu Acosta Jornalista Responsável: Civa Silveira (Mtb 9426) Diagramação: Nádia Alibio Contatos: 51 33744200 imprensasindimetrors@gmail.com