Page 1

Espaço

Ano 7 - nº 43 | novembro / dezembro – 2013

ação de Final d z i n r e t e An ra f n o 2013 Co REÚNE ASSOCIADOS EM CLIMA TROPICAL Páginas 08 a 11

05 Desenvolvimento de Fornecedores

06 Meeting Gestão de Pessoas

07 Lean Manufacturing

16 TKS na VITRINE

Ano internacional da água

www.sindimetalrs.org.br


E E xpediente

"Água: use, mas não abuse"

Nº43 | Espaço SINDIMETAL


CrĂŠdito da foto: Dudu Leal

Institucional


Institucional


2013

Revivendo clássicos da MPB

Grupo Roda Viva

U

ma noite festiva com uma apresentação cultural, marcou a Confraternização dos Associados do SINDIMETAL, dia 06 de dezembro, na sede da entidade. O evento foi prestigiado por empresários, parceiros e assessorias, que brindaram as ações realizadas com sucesso, em 2013. O tema tropical, com as suas riquezas e diversidades, deu um colorido à festa. Afinal, como diz a música de Jorge Ben Jor, moramos num País tropical, que reúne, na sua diversidade, uma combinação de populações nativa e de imigrantes, originando uma mistura de

Buquezeiros Choro & Samba

raças, culturas e estilos. Moramos num País tropical, que cultiva o café e é reconhecido pela grande variedade de comidas típicas; onde é possível encontrar diversas opções de frutas, durante todo o ano, que marcam com seus sabores e coloridos as diferenças regionais. Para saudar esta mistura, que projeta o Brasil e orgulha os brasileiros, o grupo Roda Viva, que tem se dedicado a trabalhar e difundir a obra de Chico Buarque, preparou uma apresentação especial, que abrilhantou a noite. Formado por jovens músicos no intuito de reunir amigos e celebrar sua obra, o grupo

Roda Viva conta, atualmente, com mais de 80 canções de Chico Buarque em seu repertório. Efetuando uma cuidadosa reelaboração musical da obra, o grupo é formado por José Leandro Luz (voz), Felipe Bohrer (violão, flauta e vocal), Juliano Luz (contrabaixo e vocal), Vinícius Ferrão (cavaquinho, bandolim e vocal), Jeferson Azevedo (percussão e vocal) e Lucas Dellazzana (bateria e percussão). Na sequência, os convidados foram recepcionados, no Salão de Eventos do SINDIMETAL, com um coquetel, seguido de um jantar de confraternização.

Decoração do Salão de Eventos "A água é a seiva do nosso planeta. Preservá-la é condição essencial para a vida" - Espaço SINDIMETAL | Nº43

07


2013

D

Pontuando algumas ações

O Encontro de Negócios VS e Metropolitana, já na sua 10ª edição, se renovou, passando a acontecer em dois dias consecutivos. Além disto, as possibilidades de negócio também foram dirigidas para alguns segmentos, como a Rodada de Negócios OneSubsea. Atento à segurança e à saúde dos trabalhadores, o SINDIMETAL, em parceria com o S E S I, promoveu a 1ª S I PAT Comunitária em São Sebastião do Caí. Também foram lançadas a Cartilha de Licenciamento e Fiscalização Ambiental e a Cartilha do Alvará, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Leopoldo, sempre pensando em atender mais e melhor as empresas. “Desejamos, além de agradecer o apoio e a parceria de todos, convocar as associadas para uma cruzada, em 2014”, afirmou o presidente. “Vamos intensificar as boas práticas e lutar juntos para fortalecer a nossa entidade”, salientou Heller.

Darlan, Doraci e Ivo Geremia

Arno Muller e Marilisa Muller

Bernardo Wilibaldo Reitz e Claire Helena Zingano Reitz

Valdir Luiz Huning e Mônica Fagundes

Raul Heller e Liselote Copé Heller

Juarez e esposa, Ricardo e esposa, David e esposa, Nestor e esposa

urante a confraternização, um momento marcante foi o brinde com espumante, realizado pelo advogado Cláudio Garcez, do Escritório Garcez Advogados Associados parabenizando as ações realizadas e desejando sucesso a todos. Dando continuidade, foi preparada uma surpresa especial, onde os convidados puderam reviver a boa música, através dos Buquezeiros Choro & Samba. Embalados pelo Chorinho e pelo Samba, o grupo tem em sua formação, músicos que se reúnem para realizar uma verdadeira viagem através dos anos, revivendo clássicos da MPB. A meta dos Buquezeiros é reviver e propiciar o som instrumental de boa qualidade aos apreciadores da música popular brasileira de maneira divertida e atrativa. Encerrando a noite, com “chave de ouro”, os participantes receberam, na saída, panetones e a edição nº 43, do ESPAÇO SINDIMETAL, já com a cobertura da festa. Um presente aos associados, que durante o ano deram vida às páginas do informativo.

Gilberto Luiz Salin e Vanea Port

Germano Schmidt Neto e Gladis Schmidt

Volker Lübke e Alice Lübke

Lereu Vargas Bilha e Elaine de Ávila Bilha

Valdir Geremia e Maria Nair Schmitt Geremia

Luiz Antônio Gonçalves e Marli Gonçalves

Alceu Dannenhauer e Elisa Dannenhauer

Sérgio de Bortoli Galera e Sandra Castro Galera

Valmir Pizzutti e Elena Pizzutti

Antônio Azevedo da Silva, Ricardo Veríssimo e Aline Silva

Fernando Garcez e Fernanda Garcez

Marco Copetti e Doris Nienow

08

Espaço SINDIMETAL | Nº43

Mais um ano de impor tantes realizações marcou a trajetória do SINDIMETAL. “Aqui, cultivamos algumas práticas em benefício do coletivo”, registrou o presidente da entidade, empresário Raul Heller em seu pronunciamento. “Investimos tempo e conhecimento em diversas ações, tendo presente as empresas associadas e filiadas, porque acreditamos que juntos podemos ir mais longe”, enfatiza. Em 2013, as atividades voltadas às capacitações, exposições e missões, foram prestigiadas pelo grupo, que contou também, com palestras focadas em assuntos de diferentes áreas de interesse, contribuindo para que de fato aconteça a atualização permanente. E n t re a s d i v e r s a s a t i v i d a d e s realizadas, o SINDIMETAL inovou organizando duas edições do Meeting de RH e promovendo o 2º Fórum Sul Brasileiro Lean Manufacturing, que prepara as empresas para uma produção mais enxuta, contando sempre com o apoio dos atuantes comitês.

"Evite desperdiçar água. Ela é um recurso limitado e vulnerável" Espaço SINDIMETAL | Nº43

09


2013

D

Pontuando algumas ações

O Encontro de Negócios VS e Metropolitana, já na sua 10ª edição, se renovou, passando a acontecer em dois dias consecutivos. Além disto, as possibilidades de negócio também foram dirigidas para alguns segmentos, como a Rodada de Negócios OneSubsea. Atento à segurança e à saúde dos trabalhadores, o SINDIMETAL, em parceria com o S E S I, promoveu a 1ª S I PAT Comunitária em São Sebastião do Caí. Também foram lançadas a Cartilha de Licenciamento e Fiscalização Ambiental e a Cartilha do Alvará, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Leopoldo, sempre pensando em atender mais e melhor as empresas. “Desejamos, além de agradecer o apoio e a parceria de todos, convocar as associadas para uma cruzada, em 2014”, afirmou o presidente. “Vamos intensificar as boas práticas e lutar juntos para fortalecer a nossa entidade”, salientou Heller.

Darlan, Doraci e Ivo Geremia

Arno Muller e Marilisa Muller

Bernardo Wilibaldo Reitz e Claire Helena Zingano Reitz

Valdir Luiz Huning e Mônica Fagundes

Raul Heller e Liselote Copé Heller

Juarez e esposa, Ricardo e esposa, David e esposa, Nestor e esposa

urante a confraternização, um momento marcante foi o brinde com espumante, realizado pelo advogado Cláudio Garcez, do Escritório Garcez Advogados Associados parabenizando as ações realizadas e desejando sucesso a todos. Dando continuidade, foi preparada uma surpresa especial, onde os convidados puderam reviver a boa música, através dos Buquezeiros Choro & Samba. Embalados pelo Chorinho e pelo Samba, o grupo tem em sua formação, músicos que se reúnem para realizar uma verdadeira viagem através dos anos, revivendo clássicos da MPB. A meta dos Buquezeiros é reviver e propiciar o som instrumental de boa qualidade aos apreciadores da música popular brasileira de maneira divertida e atrativa. Encerrando a noite, com “chave de ouro”, os participantes receberam, na saída, panetones e a edição nº 43, do ESPAÇO SINDIMETAL, já com a cobertura da festa. Um presente aos associados, que durante o ano deram vida às páginas do informativo.

Gilberto Luiz Salin e Vanea Port

Germano Schmidt Neto e Gladis Schmidt

Volker Lübke e Alice Lübke

Lereu Vargas Bilha e Elaine de Ávila Bilha

Valdir Geremia e Maria Nair Schmitt Geremia

Luiz Antônio Gonçalves e Marli Gonçalves

Alceu Dannenhauer e Elisa Dannenhauer

Sérgio de Bortoli Galera e Sandra Castro Galera

Valmir Pizzutti e Elena Pizzutti

Antônio Azevedo da Silva, Ricardo Veríssimo e Aline Silva

Fernando Garcez e Fernanda Garcez

Marco Copetti e Doris Nienow

08

Espaço SINDIMETAL | Nº43

Mais um ano de impor tantes realizações marcou a trajetória do SINDIMETAL. “Aqui, cultivamos algumas práticas em benefício do coletivo”, registrou o presidente da entidade, empresário Raul Heller em seu pronunciamento. “Investimos tempo e conhecimento em diversas ações, tendo presente as empresas associadas e filiadas, porque acreditamos que juntos podemos ir mais longe”, enfatiza. Em 2013, as atividades voltadas às capacitações, exposições e missões, foram prestigiadas pelo grupo, que contou também, com palestras focadas em assuntos de diferentes áreas de interesse, contribuindo para que de fato aconteça a atualização permanente. E n t re a s d i v e r s a s a t i v i d a d e s realizadas, o SINDIMETAL inovou organizando duas edições do Meeting de RH e promovendo o 2º Fórum Sul Brasileiro Lean Manufacturing, que prepara as empresas para uma produção mais enxuta, contando sempre com o apoio dos atuantes comitês.

"Evite desperdiçar água. Ela é um recurso limitado e vulnerável" Espaço SINDIMETAL | Nº43

09


2013

Ubiraci Vargas, Lélia Vargas e Caroline Vargas

Reinaldo Lohder e Sandra Werlang

Marina Furlan, Jovilde Deotti e Jorge Deotti

Ruben Antônio Duarte e Silvia Breit de Duarte

Pedro Lamberty e Mercedes Lamberty

Roberto Galdino e Mirian Galdino

i

Confraternização

Data: 09.12.2013 (segunda-feira) Local: Salão de Eventos - 4º andar

dos

Programação 11h15min - Apresentação Projetos 2013/2014 12h - Almoço

Comitês

t

Rua José Bonifácio, 204, Centro - São Leopoldo

ó

Desejamos a todos os empresários vinculados às empresas associadas, filiadas e parceiros um Natal de muita luz. E que o ano de 2014 seja pleno de sucesso e prosperidade.

Boas festas!

10

Espaço SINDIMETAL | Nº43

v


Ações

Na pauta o

Lean Manufacturing

N

os dias 19 e 20 de novembro, foram realizadas duas edições do treinamento Sensibilização Lean SINDIMETAL, com duração de oito horas cada uma, dando continuidade às ações estratégicas do comitê Lean SINDIMETAL. A atividade foi ministrada pelo instrutor Eduardo Weber. O objetivo do referido treinamento foi de equalizar o entendimento a respeito da mentalidade enxuta e da importância das pessoas nos processos de melhoria contínua, bem como do conhecimento das principais ferramentas e técnicas do Lean Manufacturing, proporcionando um pensamento uniforme a respeito das questões que serão respondidas pelas empresas, durante a autoavaliação. O treinamento foi estruturado e apresentado em seis grandes blocos de informações, sendo eles, pensamento lean – onde foram abordados os princípios, valores, preceitos e vantagens do pensamento enxuto; pessoas lean – apresentado como fator decisivo nos processos de

melhoria contínua; padronização – que trouxe a impor tância das principais ferramentas de padronização dos processos; estabilidade – abordando as ferramentas da qualidade e outras técnicas tão essenciais à estabilidade dos processos; melhoria contínua – que apresentou a importância do Kaizen e de outras ferramentas que visam otimizar as etapas produtivas e, por fim, o fluxo contínuo – que abordou temas como kanban, mapeamento do fluxo de valor, nivelamento e sincronização da produção. As empresas que participaram da sensibilização foram: Artestampo Indústria Metalúrgica Ltda.; Brudani Indústria de Matrizes Ltda.; Celsus Metalúrgica Ltda.; Copé & Cia Ltda.; Delga Indústria e Comércio Ltda.; Ferramentas Gedore do Brasil S.A.; Flecksteel Ind. Art. Metálicos Ltda.; Forjas Taurus – Fl. 5 – Polimetal; Freios Controil Ltda.; Ind. Máquinas e Redutores Transmaq Ltda.; Infasul Facas Industriais Ltda. ; Itece Ind e Com de Equip Agric Ltda.; Leitz Ferramentas para Madeira Ltda;

Libracom Automação Industrial Ltda.; Metalúrgica Daniel Ltda.; Metalúrgica Nunes Ltda.; Metalúrgica Preciuse Ltda.; Metalúrgica Reuter Ltda.; M T K Equipamentos Industriais Ltda.; Sebras Indústria e Comércio Ltda.; Viva Cor Comercial de Tintas Ltda. e Wietti Metalúrgica Ltda.

CESTAS NATALINAS EM ALTA Foi finalizada a negociação das Cestas Natalinas e o volume gerado este ano ultrapassou 10 mil cestas. A primeira reunião de planejamento da comissão ocorreu, juntamente com os fornecedores, no dia 30 de setembro, no Centro das Indústrias. Na sequência, ocorreram mais duas reuniões, para o fechamento. Esta negociação contou com a participação de 101 empresas da região.

Atividades realizadas em 2013

A

agenda estratégica de atividades do SINDIMETAL oportunizou, durante todo o ano, às empresas associadas e filiadas, uma série de ações voltadas à capacitação e melhoria contínua dos processos e serviços. No total, o SINDIMETAL realizou 17

cursos; treinou 310 funcionários e contabilizou 32 empresas associadas participantes. Informações, sobre as futuras atividades, poderão ser obtidas através do e-mail desenvolvimento3@sindimetalrs.org.br ou pelo telefone (51) 3590-7706.

Cursos realizados Outubro Curso NR10 Reciclagem - SENAI Novembro Curso CIPA – SESI – duas edições

PONTO DE ATENDIMENTO SAPIRANGA

AÇÕES EM SÃO SEBASTIÃO DO CAÍ

(51)3039.3676 sebrae@cdlsap.com.br

Balanço do ano

(51)3590.7707 relacionamento@sindimetalrs.org.br

Sapiranga

São Sebastião do Caí

Durante ao ano, foram realizadas, em Sapiranga, 31 atividades, que contaram com a participação de 599 pessoas. Um total de 35 empresas, entre filiadas e associadas, prestigiaram as iniciativas.

São Sebastião do Caí teve um saldo positivo de 14 atividades diversas realizadas, que contou com a participação de 222 pessoas e 22 empresas, entre filiadas e associadas.

Atividades Realizadas em Sapiranga Outubro Curso Gestão e Técnicas da Produção Palestra Assuntos Tributários – Desoneração da Folha e Retenções de Tributos – Assessoria Buffon & Furlan

Novembro Curso Gestão e Técnicas da Produção - realização em Campo Bom Curso Técnicas de Negociação

"Gestão compartilhada da água é exercício de fraternidade"

Nº43 | Espaço SINDIMETAL

11


Ações |Jurídica Institucional Assessoria Trabalhista

SIPAT Comunitária de São Leopoldo orienta trabalhadores de 11 empresas

A

S I PAT C o m u n i t á r i a d e S ã o Leopoldo, uma promoção do SINDIMETAL, SESI e de 11 empresas parceiras, teve início no dia 20 de outubro, com a 3ª Rústica do Trabalhador, às 9h30min. O trajeto da corrida iniciou no Centro de Atividades do SESI, na rua Alberto Scherer, nº743 e seguiu até a empresa Stihl, totalizando cerca de 4km envolvendo 135 trabalhadores, empresários, familiares e integrantes dos grupos de corrida do SESI. As atividades prosseguiram durante a semana, até o dia 25 de outubro, das 15h45min às 17h e na sexta-feira, no horário das 13h30min às 14h30min, no SESI em São Leopoldo, com a seguinte programação: 21/10 - 2ª feira - Inclusão Social - Douglas Rocha, Rádio ABC 900 22/10 - 3ª feira - Meio Ambiente Apresentação do case: “Projeto de sustentabilidade” - Comitê SSMA - SINDIMETAL. 23/10 - 4ª feira - Prevenção ao Uso de Drogas - Proerd 24/10 - 5ª feira - Violência Doméstica Secretaria Municipal de Política para Mulher 25/10 - 6ª feira - EPIs - Carlos Oscar F. Valério - Zacx Engenharia Os trabalhadores também participaram do concurso de slogans, que premiou, com o 1º lugar Carlos Agnaldo Rosa Lima, da

empresa Higra, com o slogan “Vamos mudar com atitude, com inclusão social, segurança e saúde”, que recebeu como prêmio um cheque presente, das lojas Centauro, no valor de R$300,00. O 2º lugar ficou com Tobias Baum, da Stihl, com a frase “Diferença não é defeito, deixe de preconceito!”, contemplado com um cheque presente, das lojas Renner, no valor de R$200,00 e, com o 3º lugar, a frase “Brasil, vamos contratar a oportunidade e despedir o preconceito!”, de Éverson Matheus Zimmermann, da Rexnord, premiado com um DVD. Participaram da SIPAT Comunitária de São Leopoldo as seguintes empresas: Altus Sistemas de Automação S.A.; Amadeo Rossi S/A; Copé & Cia. Ltda.; Higra Industrial Ltda.; Metalúrgica Nunes Ltda.; Mult'Moldes Matrizaria Ltda.; Rexnord Correntes Ltda.; Rijeza Indústria Metalúrgica Ltda.; Sebras Ind. e Com. Ltda.; Stihl Ferramentas Motorizadas Ltda. e VALGE – Valdir Geremia Ind. e Com. Ltda. Case de Sustentabilidade - SSMA Entre os projetos em andamento no comitê, foi apresentada a Customização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que objetiva gerar valor socioambiental; reduzir a quantidade de resíduos de EPI's enviados ao aterro industrial, proporcionando a inclusão social. Além disto, gera renda

Seg

uran

ça

SIPAT 2013

SIP

AT

Trab

alho

para a comunidade de São Leopoldo, a partir da venda dos itens produzidos, como niqueleiras, estojos e necessaires. Segundo Maura Goulart, da empresaValge e integrante do comitê SSMA (Saúde, Segurança e Meio Ambiente), “os projetos aumentam a autoestima e geram expectativas positivas de melhoria de vida aos participantes”. O Equipamento de Proteção Individual (EPI) é todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção contra riscos capazes de ameaçar a sua segurança e saúde. Durante a palestra, também foi apresentado o projeto Mundo Mais Limpo, que consiste na produção do sabão, a partir do reaproveitamento do óleo de cozinha, encaminhado pelas empresas parceiras.

Atividades voltadas à segurança, saúde e mais qualidade de vida

BANCO DE ALIMENTOS VALE DO SINOS eleição do Banco de Alimentos aconteceu no dia 28 de outubro, na sede do Centro das Indústrias, em São Leopoldo, às 17h30min, ocasião

A

em que deliberaram sobre a Eleição para o Conselho de Administração e para o Conselho Fiscal. A nominata dos integrantes do Banco

de Alimentos Vale do Sinos, que abrange os municípios de São Leopoldo, Portão, Sapucaia do Sul e Esteio, ficou assim constituída.

Conselho de Administração-Titulares Raul Heller - SINDIMETAL - Presidente Francisco Antônio Mesquita Zanini Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS - Conselheiro Alexandre de Oliveira de Freitas - Gerdau Riograndense - Conselheiro Celso Erny Kraemer - ACIS São Leopoldo Conselheiro Longuinho Muzykant - ACISE Esteio Conselheiro Fernando Silva de Paula - ACI Sapucaia do Sul - Conselheiro Fabio Gustavo Eidelwein - Altus Sistemas de Automação S.A. - Conselheiro Paulo Rene Bernhard - Centro Inds RSConselho Cidadania FIERGS - Conselheiro Vilson de Paiva - CICS – Portão - Conselheiro Celso Luiz Rodrigues - Indústria de Auto Peças Schuck - Conselheiro Sérgio de Bortoli Galera - Itecê Ind Com Equip Agric Ltda - Conselheiro

Lourivardo de Barros Pinto - Lions Clube São Leopoldo Padre Réus - Conselheiro Jacqueline Mariani - Metalúrgica Mariani Ltda - Conselheira Gilmar Zanini da Silva - Rotary Club São Leopoldo - Sul - Conselheiro Valdir Luiz Huning - Sebras Ind Com Ltda Conselheiro Arlindo Paludo - SINBORSUL - Conselheiro Elio Eulálio Grisa - SINDARTCOURO Conselheiro Herberto Henrique Fleck Junior - SINDIVEST - Conselheiro Cyro Carlos Bonetto Silva - SINDUSCOM Conselheiro Eliane Dall' Agnese - Stihl Ferramentas Motorizadas Ltda. - Conselheira Conselho de Administração - Suplentes Roberto Alexandre Schroer - Infasul Facas Industriais Ltda - Conselheiro Adriana Lange - Ind Ferramentas IFLA Ltda Conselheira

Darlan Geremia - Rijeza Indústria Metalúrgica Ltda - Conselheiro Amilton Lopes de Souza - Tipografia Souza Ltda. - Conselheiro Marcelino Leopoldo Barth - Viva Cor Comercial de Tintas Ltda - Conselheiro Conselho Fiscal - Titulares Edson Morais Garcez - Garcez Advogados Associados - Conselheiro Cláudio José Seibel - OAB Sub Seção S.Leopoldo - Conselheiro Maria do Socorro da Cruz Bittencourt SINCONTEC SINOS - Conselheira Conselho Fiscal - Suplentes Gerardo Carlos Hilbk - Advogado Conselheiro Jaime Larri Vargas - CDL-Portão Conselheiro Tulia Margareth M.Delapieve - Advogada Conselheira

12

Espaço SINDIMETAL | Nº43


Jurídico Tributário

DIREITOS FUNDAMENTAIS DOS CONTRIBUINTES: A IMPORTÂNCIA DA CONSTITUIÇÃO

* Carlos Comerlato OAB/RS 18.112

*Marciano Buffon OAB/RS 34.668

Corria o Ano da Graça de 1215, quando a Inglaterra encontrava-se em uma situação conflituosa. Ao cabo da conflagração, o Rei João Sem Terra é forçado a assinar a denominada Magna Carta, o qual – entre outras importantes normas – limitava o poder do soberano e garantia que a cobrança de impostos estava condicionada à aprovação do Conselho de Barões, que em última análise se constituiu numa ideia embrionária de parlamento. Este fato tem inequívoca relevância histórica, pois ao mesmo tempo limitou os poderes, garantiu direitos fundamentais de primeira geração (que protegem a vida, a liberdade e a propriedade) além de instituir a primeira das Constituições, de tal sorte que ainda hoje o termo Magna Carta é utilizado como sinônimo. Em terra brasilis, quase oito séculos se passaram e esta garantia ainda carece de implementação na plenitude de suas possibilidades ou necessidades, não obstante esteja constitucionalmente posta na Constituição ora vigente. Quando se fala em Constituição, há de se ter presente – de uma forma clara e inconteste – que ela verdadeiramente funda uma nação, constituiu um Estado e corresponde ao principal meio de proteção do cidadão contra o arbítrio estatal. Neste contexto, a Magna Carta Brasileira de 1988 é, sem sombra de dúvidas, um exemplo a ser seguido, pelo menos no campo formal. Ou seja, após vinte e cinco anos de sua aprovação consolidou-se o entendimento de que a Carta, embora prolixa, trata-se de um belíssimo diploma normativo. Infelizmente, porém, tão bela quanto ainda ineficaz.

No campo tributário, se de um lado há de se admitir a existência do dever fundamental de pagar tributos, por outro há inequívocos limites a esse dever e, portanto, ao próprio do poder de tributar, na medida em que este só poderá ser validamente exercido nos estritos limites permitidos pela Constituição. Como na Inglaterra do século XIII, a exigência de tributos só poderá ocorrer se houver lei assim possibilitando. Quando se menciona o termo “lei”, é imprescindível frisar que só merece tal rótulo a norma jurídica proveniente do parlamento. Mais do que isso, a lei deverá definir todos os elementos da denominada hipótese de incidência tributária, de tal sorte que, tudo que influenciar no montante devido e na definição de quem deve pagar, há de estar expressamente previsto em lei, salvo as exceções que só a própria constituição pode estabelecer (alíquotas do II, IEX, IPI e IOF, por exemplo). Além disso, essa lei não será aplicada em relação a fatos pretéritos, uma vez que “leis retroativas só os tiranos as fazem e só escravos as obedecem”. Há também o direito de se conhecer previamente a carga fiscal, motivo pelo qual, em regra, as normas tributárias que implicam instituição ou majoração de tributos só passam a produzir efeitos a partir de 1º de janeiro de ano subseqüente (princípio da anterioridade), respeitado um período mínimo de noventa dias da publicação. Não bastasse isso, a lei não poderá, a pretexto de tributar, ter efeito confiscatório e isso se materializaria com a exigência de um tributo cuja cobrança implicasse no próprio esgotamento da fonte produtora da riqueza. Ainda, a exigência de tributos não pode

obstar a livre circulação de pessoas ou bens no território nacional, ressalvada a cobrança de pedágios pela utilização de vias públicas. Os direitos fundamentais ora mencionados têm reconhecido caráter de “cláusula pétrea”, e isto significa que não podem ser suprimidos, nem por Emenda Constitucional. Apenas com a edição de um novo “Contrato Social” tais direitos poderiam ser suprimidos e, vale sempre lembrar, que uma nova constituição não pode fazer apenas por vontade de fazer. Ela, necessariamente, decorre da ruptura de um modelo político e econômico, como ocorreu às vésperas da convocação da última constituinte. Além disso, tais direitos não representam um rol taxativo. Há muitos outros, implícita ou explicitamente, previstos na Constituição Brasileira. Quando se trata de um assunto desses, parece que se está tratando de algo distante da realidade daqueles que não militam no mundo jurídico. No entanto, estudar a própria constituição é algo tão relevante que não poderia ficar restrito a grade curricular de um Curso de Direito. Conhecer e compreender a constituição trata-se de um aspecto tão fundamental à educação e a cultura, que não é nenhum exagero afirmar que corresponde ao ponto de partida para a construção de um país melhor para esta e para futuras gerações.

*MARCIANO BUFFON Advogado da equipe Buffon e Furlan Advogados Associados I Assessoria Jurídica do SINDIMETAL, na área Tributária.

Palestra

Cenários Econômicos

2014

FIERGS

Palestrante: André Nunes - Economista Chefe da Público Alvo: empresários, executivos e gestores das empresas associadas. Data: 11.12.2013 (quarta-feira) Horário: 17h Local: SINDIMETAL - 4º Andar - Rua José Bonifácio, 204 - Centro – São Leopoldo

Confirmação de presença: suporte2@sindimetalrs.org.br "Água é recurso finito e vulnerável; portanto, um bem econômico" Nº43 | Espaço SINDIMETAL

13


Ações

Participação positiva do SINDIMETAL nas Exposições e Missões em 2013

A

reunião de avaliação geral sobre a participação da entidade nas feiras e missões de 2013, que ocorreu no dia 19 de novembro, às 16h30min, no Centro das Indústrias, em São Leopoldo, contou com a participação de diversas empresas da região. Durante o encontro, promovido pelo SINDIMETAL e SEBRAE, foram apresentadas propostas para participação em missões para visitação e exposições no próximo ano. Entre as feiras apresentadas, já está confirmada a participação do SINDIMETAL, em 2014, na Metalurgia, em Joinville/SC, no período de 16 a 19 de

setembro, com uma área reservada de 250m² para exposição, totalizando 19 empresas, e na Mercopar, de 30 de setembro a 03 de outubro, com uma área reservada de 500m² para exposição de 40 empresas, em Caxias do Sul. Estão sendo avaliadas para possíveis exposições as feiras, FIMEC 2014, de 18 a 21 de março, em Novo Hamburgo, com uma área de 100m², disponível para 10 empresas; FEEAI 2014, de 18 a 21 de março, em Joinville/SC, com uma área de 120m² , para 10 empresas; POLO NAVAL, que ocorrerá de 12 a 14 de março, em Rio Grande; FIEMA BRASIL 2014, no período

de 22 a 25 de abril, em Bento Gonçalves, numa área de 100m², para 10 empresas, além da MEC SHOW 2014, de 22 a 25 de julho, na Serra, no Espírito Santo; e da MEC MINAS 2014, de 04 a 07 de novembro, em Belo Horizonte/MG. Segundo o diretor Executivo do S I N D I M E TA L , Va l m i r P i z z u t t i " o SINDIMETAL tem sido um forte incentivador das empresas, oportunizando ações voltadas ao fortalecimento dos seus empreendimentos e contribuindo para a prospecção de novos contatos, sempre em busca do crescimento e do desenvolvimento do setor".

Resultados do Metalvale 2012/ 13

Na ocasião, também, foram apresentados, pelo S E B R A E-R S, os resultados do Metalvale biênio 2012/ 2013, que contempla os projetos da área metalmecânica em parceria com o SINDIMETAL, em 2013, que repercutiram positivamente junto aos participantes. O projeto, renovado para o período de janeiro de 2014 a dezembro de 2015,

14

Espaço SINDIMETAL | Nº43

objetiva a competitividade das MPEs fornecedoras de produtos e/ ou serviços da cadeia metalmecânica da região, com ênfase em ampliação de mercados, inovação e aperfeiçoamento do processo produtivo, além da implementação de práticas de excelência em gestão. Entre as principais ações do projeto estão a gestão estratégica e de processos; Sebraetec -

design, processos, meio ambiente; programa Rumo a ISO; programa Perda Zero e mercado - missões e exposições em feiras. Mais informações sobre as feiras e missões empresariais, que incluem visitas técnicas, poderão ser obtidas junto aos telefones 3590-7708 e 3590-7710.


Mercado

Cláudio Guenther

A

stihl Ferramentas Motorizadas promoveu, no dia 04 de novembro, um evento para celebrar o aniversário de 40 anos em terras brasileiras. A festa reuniu mais de 700 convidados na Casa NTX, em Porto Alegre. A banda Roupa Nova foi a atração surpresa da noite. Na recepção do evento,

Crédito da foto: João Alves

Crédito da foto: João Alves

Crédito da foto: João Alves

Stihl comemora 40 anos no Brasil em alto estilo

Confraternização total

os convidados foram recebidos pelo quarteto de cordas do Theatro São Pedro. Pa r t i c i p a r a m d a f e s t a u m a comitiva da matriz, na Alemanha, acompanhada do presidente honorário do Conselho de Administração do Grupo Stihl, Hans Peter Stihl, e do presidente do Conselho de Administração do Grupo, Dr.

Um brinde ao sucesso!

Nikolas Stihl, ao lado de representantes de mais de 210 concessionárias brasileiras. Fundada em 1926, a Stihl chegou com seus produtos ao Brasil por volta de 1960, por meio de um distribuidor no Rio de Janeiro. Em 73, a empresa iniciou a linha de produção no País na cidade de São Leopoldo. Fonte:Clic RBS e Enfato Multicomunicação

Varle completa 10 anos

O

aniversário de 10 anos da empresa Varle Máquinas Ltda., de São Leopoldo, transcorreu no dia 1º de novembro. Fabricante de máquinas para cerâmicas e olarias, a Varle atua também na manutenção com reposição de

peças e reparos nas máquinas, que fabricam, cortam e queimam o tijolo. A empresa segue a tradição familiar, tendo como sócios fundadores o casal Elaine de Ávila Bilha e Lereu Vargas Bilha. Os dois filhos também atuam na administra-

ção, especialmente nas áreas de RH e de projetos. O SINDIMETAL deseja sucesso redobrado aos gestores e à equipe da Varle!

Crédito: arquivo Altus

Altus acelera novos projetos com a Petrobras

Plataforma P-58

F

oram 10 mil horas dedicadas à conclusão e instalação dos sistemas de automação da P-58 - e mais de oito mil horas ainda previstas em alto mar, com colaboradores trabalhando embarcados. Inaugurada oficialmente em novembro pela presidente Dilma Rousseff, e com previsão de até o final do mês ser enviada ao campo de Baleia Azul, a 78 quilômetros da costa do Espírito Santo, a P-58 consolida a posição estratégica da Altus como fornecedora da Petrobras. Responsável pela automação industrial da plataforma, a empresa gaúcha celebra assim mais um passo dessa parceria. “Esse projeto consolida uma

relação de muitos anos com a Petrobras e nos habilita a operar em qualquer projeto mundial de grande porte e sofisticação. E tudo com tecnologia nacional”, comemora o diretor financeiro e de relações com os investidores (RI) da Altus, Fabiano Favaro. O desenvolvimento de todo o sistema de automação da embarcação foi feito pelo player, que tem a sua sede em São Leopoldo, no Tecnosinos. São milhares de pontos distribuídos em 50 painéis eletrônicos, que utilizam a Série Nexto e a Série Ponto de controladores programáveis. Os painéis foram instalados em diversos sistemas para controle dos processos de navio (Hull) e de extração de petróleo

Depois do fornecimento para a P58 e P-62, a Altus terá a responsabilidade de automatizar mais oito plataformas replicantes do pré-sal, que estão sendo construídas na cidade de Rio Grande. “Estamos embalados por esse projeto e de olho nos próximos cinco anos, onde faremos o acompanhamento de todas as plataformas até irem para o mar”, acrescenta. Além disso, por contrato, a Altus precisa dar garantia a esses produtos por 25 anos, o que representa um grande trabalho pela frente. Além das plataformas de petróleo, a empresa fornece soluções para os setores de energia elétrica, óleo & gás e transportes Fonte: Jornal do Comércio 20-11-13

"Não se polui somente um rio. Prejudica-se toda a vida"

Nº43 | Espaço SINDIMETAL

15


Vitrine

25 anos de i tó i TKS METALÚRGICA

A

TKS Metalúrgica e Ser viços Eletromecânicos Ltda., com sede em São Leopoldo, atua no ramo de usinagem de peças de precisão especiais, desde o dia 09 de dezembro de 1988, quando foi fundada pelos sócios Bruno Leopoldo Schäffer, Antonio Azevedo da Silva e Cristiano José Koch (in memoriam). Tendo como missão o atendimento qualificado ao cliente, a TKS recentemente foi certificada pela ISO 9001, uma retribuição ao trabalho sério da equipe formada por cerca de 50 funcionários. Segundo Bruno os clientes são fieis à empresa. “Além de manterem esta relação construída desde a fundação, seguidamente indicam os nossos serviços, contribuindo assim para ampliar a rede de contatos”, afirma o diretor. “O nosso produto é a mão de obra especializada, é o conhecimento que adquirimos ao longo destes anos e que aplicamos diariamente na empresa”, afirma Bruno. “Executamos serviços de usinagem em vários segmentos como, automotivo, moto peças, agrícola, pneumática e peças especiais conforme a necessidade do cliente” comenta o diretor Antonio. “Possuímos toda a instrumentação necessária para usinagem de alta precisão: projetor de perfil, paquímetros, micrômetros digitais, padrões, entre outros, e acreditamos que o sucesso da TKS é fruto da qualidade do produto, somado ao bom relacionamento que priorizamos junto à equipe e aos clientes”, avalia Bruno. Todo produto fornecido pela TKS passa por uma equipe com formação técnica, que acompanha o processo de usinagem do

Equipe Especializada

início até o fim, garantindo assim a alta qualidade.“Não possuímos uma linha de produtos próprios, mas executamos projetos sempre tendo como foco a necessidade do cliente”, salienta. Desafio inicial

Colegas de trabalho em uma metalúrgica, os três sócios, na época, investiram os escassos recursos na compra de um torno Traub A25, que há 25 anos está sendo utilizado pela TKS. “Foi com este patrimônio, num espaço alugado, que passamos a contar com o conhecimento e a vontade de vencer”, relembra Antonio. “Trabalhamos muito para construir a sede própria, mas valeu a pena. Aproveitamos uma época de ouro no País, para investir também em maquinário”, comenta Antonio. “Os resultados foram satisfatórios e nos motivaram a seguir atuando nos segmentos automotivo, especialmente em suspensão e direção, e pneumático, voltado à automação”, relembra Antonio. A receita de sucesso tem sido a busca permanente pelo crescimento sustentável. Embora tenham presente a instabilidade de um mercado com taxas de investimentos altas e com uma carga tributária excessiva, trabalham sempre com os pés no chão e o olhar em direção ao futuro. Conquistar novos clientes, para ampliar o parque fabril em busca do contínuo crescimento no mercado de usinagem e prestação de serviço, está nos planos dos empresários. “A nossa política de qualidade é promover a melhoria contínua do serviço, visando atender as expectativas dos clientes, com base na

Produção Moderna

www.tksmetalurgica.com.br

satisfação, respeitando os prazos de entrega; mantendo uma boa relação com os colaboradores e visando, sempre que necessário, a atualização dos processos”, afirmam os sócios. Os desafios estão aí para serem vencidos. Esta máxima tem norteado muito bem o trabalho da TKS, que nestes 25 anos soube driblar os altos e baixos da economia, com determinação e foco nos resultados. O SINDIMETAL parabeniza à direção e os seus colaboradores, pela trajetória de sucesso, desejando que o futuro reserve muitas realizações para a família TKS.

Torno Traub A25: primeira máquina adquirida pela TKS

Sede própria da TKS

Espaço sindimetal Nº43  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you