Page 1

Metaluta

O MISS OS PRO COM TE COM S DO EN SOM RESSES ES R INTE LHADO BA TRA

Filiado à

EDIÇÃO 454 FEVEREIRO DE 2013

Informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de Limeira, Rio Claro e Região - Limeira Fone 2113-1900 - Rio Claro Fone 3024-1925 - Iracemápolis Fone 3456-1121

Metalúrgicos iniciam2013 com greves Cinco paralisações em duas semanas: todas por atraso de salário Trabalhadores de cinco empresas iniciaram 2013 cruzando os braços por atraso de pagamento. As primeiras empresas a pararem foram: Biometal, Rodaza (Cordeirópolis) e Grupo Collor. Na Biometal, os trabalhadores pararam a produção durante dois dias por conta da promessa não cumprida dos patrões, que ao invés de regularizar o pagamento do salário depositou apenas 50% dele. A patrãozada acha que nós somos bobos, mas os funcionários se mobilizaram e mostraram, parados, que não vão aceitar outro atraso. Na hora de produzir não pode atrasar, não é? Na Rodaza, em Cordeirópolis, na medida em que os salários começaram a atrasar, os trabalhadores começaram a se organizar. Essa falta de respeito acabou. Não pagou no dia, a empresa vai parar. A mesma situação aconteceu no Grupo Collor. Depois do dia 21 de janeiro foi a vez dos metalúrgicos das empresas Delta e Smart cruzarem os braços. A Delta ameaçou fechar as portas caso os funcionários não voltassem ao trabalho. Conscientes da incompetência da empresa, os trabalhadores continuaram em greve até o dia 25/01, quando o nosso Sindicato mediou um acordo para regularizar todos os vencimentos atrasados como salário, vale, 13º e o reajuste salarial retroativo a setembro de 2012.

GF faz trabalhador assinar holerite sem pagar PÁG.

Não existe racismo no Brasil? O jornal Diário de S. Paulo publicou no dia 23 de janeiro, no caderno dia-a-dia, uma notícia que revela claramente como o racismo, além de existir, está institucionalizado no Brasil. Uma ordem foi dada a policiais militares que patrulham as ruas do bairro Taquaral, em Campinas (SP), para abordar “especialmente indivíduos de cor parda e negra”. Movimentos sociais acusam o oficial de racismo e dizem que é prática comum da Polícia Militar (PM) na cidade abordar “sem motivo algum” jovens negros e pobres. Em nota, o comando da PM “lamenta todo o reflexo gerado” e diz que “os fatos estão sendo apurados administrativamente”.

Whirlpool inicia onda de demissões para lucrar mais

2

PÁG.

2

PÁG.

3

Chapa de Oposição da Intersindical vence em MG

www.sindimetalimeira.org.br

PÁG.

Morre em acidente o operário da fotografia

4

PÁG.

2

PÁG.

4


P

4

Metaluta Metalúrgicos em movimento

Chapa de Oposição da Intersindical vence as eleições em MG FOTO: JOÃO ZINCLAR

Os metalúrgicos da Chapa 2, organizados pela Intersindical, derrotaram os pelegos e a Usiminas nas eleições sindicais que aconteceram nos dias 14, 15 e 16 de janeiro na cidade de Ipatinga-MG. Um momento histórico para a região, pois foram várias décadas de parceria com os patrões que reduziam os direitos da companheirada e arrochavam os salários, enquanto os pelegos se beneficiavam dos conchavos com os patrões. Metalúrgicos de Limeira e Rio Claro juntos com Campinas, Santos e vários outros sindicatos do país. Na luta para devolver o sindicato para os trabalhadores e transformá-lo em um instrumento de combate ao

capital, os nossos dirigentes sindicais estiveram presentes em Ipatinga durante a semana das eleições. A união da classe é muito importante para que a luta continue em cada canto deste país! Em memória aos 50 anos do massacre dos metalúrgicos de Ipatinga A vitória é dedicada aos metalúrgicos assassinados na década de 60 quando lutavam na Usiminas por melhores condições de trabalho. A vitória vem acompanhada do compromisso de retomar o Sindicato para os trabalhadores e, unidos ao conjunto da classe, trabalhar e lutar por nenhum direito a menos e avançar rumo a novas conquistas.

Por um sindicalismo classista e combativo, com solidariedade e independência de classe!

João Zinclar: o operário da fotografia “Mudar o mundo eu acho que é uma tarefa muito maior do que a fotografia. Mudar o mundo é ter milhões de pessoas na rua em movimentos contra os opressores, contra as ditaduras, é isso que muda o mundo”. - João Zinclar (1957 - 2013) Assim o operário da fotografia, João Zinclar, definia seu ofício. Infelizmente, Zinclar foi vítima de um trágico acidente, que tirou a sua vida. No dia 19 de janeiro, quando voltava das eleições sindicais em Ipatinga (MG), o ônibus em que estava foi atingido por um caminhão. João Zinclar Lima Silva nasceu em Rio Grande (RS) em 13 de agosto de 1957. O militante comunista tornou-se torneiro mecânico e foi dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas de 1990 a 1996, mesma época em que militava no PCdoB. Sempre presente nas lutas de classe, acompanhando e eternizando os momentos de tristezas e de conquistas... assim viveu o nosso operário da fotografia, o nosso fotógrafo operário..

FOTOS: JOÃO ZINCLAR

Cassação do prefeito Sílvio Félix

Zinclar em nossas lutas Zinclar esteve em diversos momentos na luta da classe operária da nossa base, mas cinco foram marcantes na nossa história: - nas nossas eleições sindicais em 2007; - quando os pelegos, financiados pelos patrões, tentaram tirar o Sindicato das mãos dos trabalhadores com o uso de violência (2007); - quando os pelegos tentaram dividir a nossa base no Sobradão em Rio Claro (2008); - quando os pelegos tentaram novamente dividir a base em uma chácara também em Rio Claro (2008); - e por último, Zinclar esteve presente registrando o clamor do povo de Limeira contra a corrupção e pela cassação do então prefeito Sílvio Félix (PDT).

Eleições Sindicais em 2007

Nós, dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos de Limeira, Rio Claro e Região, sempre teremos em nossos corações a presença do João. Ele estará em nossas greves, ocupações, resistências e no avanço dos que, coerentes e firmes, lutam por uma revolução

EXPEDIENTE Publicação do Sindicato dos Metalúrgicos de Limeira, Iracemápolis, Cordeirópolis, Rio Claro, Santa Gertrudes, Ipeúna, Corumbataí e Itirapina. Tiragem: 17 mil exemplares Sede: Rua Tiradentes, 807 - Centro - Limeira - SP - CEP 13480-082. Fone: (19) 2113-1900 | Sub Sede Iracemápolis - Rua Felício de Paula, 660 - Pq. Cesarino Borba - Fone: (19) 3456-1121 | Sub Sede Rio Claro - Rua 05, nº 1466 ( esquina com Avenida 08), Centro - Fone (19) 3024-1925 , Celular 93186208 | Site: www.sindimetalimeira.org.br | E-mail - Limeira: imprensa@sindimetalimeira.org.br Rio Claro: diretoriarioclaro@sindimetalimeira.org.br

www.sindimetalimeira.org.br

Metaluta 454 [fevereiro 2013]  

Boletim informativo do Sindicato dos Metalúrgicos de Limeira, Rio Claro e Região.