Issuu on Google+

Ano 14

Nº 116

Maio / 2010

Assembleia aprova: seguir na luta para garantir um reajuste digno D

epois de atos e mesas de negociações, chegou a hora de a categoria decidir sobre as propostas apresentadas pelos patrões, em resposta à nossa Campanha Salarial 2010. No dia 28 de abril, quarta feira, a categoria compareceu em peso à assembleia convocada pelo sindicato. Mais de 200 trabalhadores estavam presentes para decidir os próximos passos da campanha. O sindicato esclareceu a proposta que os patrões apresentaram, que foi a seguinte: Quem recebe o piso de R$ 515,00, passaria a receber R$ 585,00, ou seja, reajuste de 13,5%, e os operadores de caixa, passariam de R$ 530,00 para R$ 605,00, reajuste de 14,1%. Quanto a este reajuste,

a discussão na assembleia foi a de que não representa o reajuste ideal para a categoria, embora esse aumento já seja fruto das lutas e pressões que a categoria travou neste período. O problema se expressou na proposta para aqueles que recebem acima disso. A proposta dos patrões é de reajustar em apenas 5% estes salários. Ou seja, o trabalhador que ganha R$ 700,00, receberá R$ 735,00, e isso sim representa um péssimo reajuste para o trabalhador. Os patrões ainda utilizam como argumento a meta de inflação do governo que é de 4,5% para este ano. O que eles não falam, é que os lucros do comércio nesse período dispararam. Segundo dados do Jornal Valor Econômico “... as

vendas de supermercados e hipermercados, (...) subiram 8,4% nos 12 meses até janeiro. Em 2009, 13 empresas de varejo (...) viram o lucro subir 36,9% em relação ao ano anterior, para R$ 1,621 bilhões, segundo levantamento do Valor Data, com base em dados da Economática” *. Ou

ERRATA: NA ÚLTIMA EDIÇÃO, A MATÉRIA DE CAPA INFORMAVA QUE O PRIMEIRO ATO DA CAMPANHA, NO DIA 30 DE MARÇO, ACONTECEU EM ITAGUAÍ, QUANDO NA VERDADE ACONTECEU EM NILÓPOLIS. ALÉM DISSO, O FERIADO DE SÃO JORGE (DIA 23 DE ABRIL) É FERIADO ESTADUAL, E NÃO SOMENTE EM NOVA IGUAÇU COMO INFORMAVA A NOTA DA ÚLTIMA EDIÇÃO. PORTANTO, ENTRE EM CONTATO SE SUA LOJA ABRIU NESTE DIA, PARA QUE O SINDICATO POSSA TOMAR AS MEDIDAS CABÍVEIS.

seja, o dinheiro existe, e mais uma vez vemos a expressão da ganância dos patrões em detrimento das condições de vida do trabalhador. Por não aceitar recebem um reajuste rebaixado, a categoria compareceu em peso à assembléia, repudiou de forma unânime e decidiu continuar na luta para garantir um aumento decente, e não aceitar esses 5% que os patrões ofereceram. A luta continua!

* Jornal Valor Econômico dia 05/04/2010, “Na crise, quem saiu no lucro foi o comércio varejista”, Sergio Lamucci.


SINDICATO

DENÚNCIAS Lojas Show das Malhas de Queimados O Sindicato fez uma fiscalização e se confirmou que está loja tem aberto todos os feriados de forma ilegal. O Sindicato já encaminhou a denúncia para Delegacia Regional do Trabalho pedindo a fiscalização desta empresa. Lojas Citycol de Austin A empresa de forma descarada pois os trabalhadores para fazer balanço no dia 28 de abril depois da jornada de trabalho e diz que não vai pagar um centavo de hora extra. O Sindicato estará entrando em contato com a direção da empresa e se não se resolver estaremos encaminhando ao Ministério do Trabalho. Farmácia Atual - Queimados, Belford Roxo e Austin Parece que os donos dessa loja não tomaram conhecimento da lei Áurea, aquela que libertou os escravos a mais de 100 anos. Porque nesta empresa os trabalhadores trabalham de domingo a domingo nos feriados, além disso não recebem um centavo de hora-extra. O Sindicato vai mostrar que os trabalhadores no comércio não são escravos. Já pedimos fiscalização para que essa farra possa acabar.

pelo sindicato a empresa só pagou uma das férias e parou por ai. Será que teremos que pedir outra fiscalização e multar a empresa novamente para que o direito dos trabalhadores seja garantido? Lojas Americana de Nova Iguaçu A empresa vem pressionando os trabalhadores prometendo promoção para que os trabalhadores vendam garantia estendida e indiquem cartão. Sem contar com a pressão da gerencia nas reuniões para que todos trabalhem nos feriados e domingos sendo que no domingo. E as folgas são sempre com defasagem pois os trabalhadores são obrigados a trabalhar antes do que seria a folga. Casas Bahia toda rede A empresa tem obrigado os trabalhadores irem como preposto para as audiências da empresa. E se os trabalhadores se recusam ir para as audiências a empresa com a maior cara de pau aplica uma advertência. Quem precisa ser advertida na verdade é a empresa, pois isso constitui desvio de função e os vendedores perdem venda quando vão para as audiências. Nenhum trabalhador é obrigado a ir para essas audiências, e não devem assinar advertências. Vamos pra cima da empresa e exigir o fim deste ataque. Drogaria Nacional de Nova Iguaçu

Farmácia Bitten de Queimados Essa empresa estava há anos sem pagar as férias dos trabalhadores, depois de uma fiscalização pedida

Jornal de responsabilidade da diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Nova Iguaçu, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, Queimados, Japeri, Seropédica, e Mesquita FILIADO À CONLUTAS Sede: Rua Dr. Barros Júnior, 408/412 Centro - Nova Iguaçu - RJ TELS./FAX 2768-9297 / 2767-5130 / 2767-8232 www.sindcomerciariosni.org.br jornaldoscomerciarios@yahoo.com.br SUBSEDES ITAGUAÍ Avenida Paulo de Frontin, 72/202 Tel. (21) 2687-7729 NILÓPOLIS Rua Prof. G. Alfredo Filgueiras,18, Sala 407-A Tel. 2791-9271 BELFORD ROXO Rua João Fernandes Neto, Nº 1.246/203 Tel. 2663-1904 QUEIMADOS Avenida Irmãos Guinle, 901/214 Tel. 2665-3093 Textos: Geovani Pereira Textos e Diagramação: Raphael Botelho

Jornal dos Comerciários / maio 2010

A empresa irá fechar sua filial de Nova Iguaçu, e o papo que rola é que os trabalhadores irão ter seus salários reduzidos. O Sindicato estará de olho para que isso não ocorra.

Campanha de Sindicalização é prorrogada!

O

Sindicato é uma ferramenta fundamental para a luta dos trabalhadores. E o que faz um Sindicato forte, é o envolvimento dos trabalhadores com as nossas lutas, que em geral são organizadas pelo Sindicato. Para ampliar nossa força, o sindicato iniciou uma campanha de sindicalização que já foi aderida por centenas de trabalhadores. Além de fortalecer a nossa luta os trabalhadores também terão acesso a serviços médios como clínicas e dentistas, devolução das taxas do imposto Sindical, descontos em Universidades e cursos, ótica e mais. Para ampliar ainda mais o número de sócios desta campanha o sindicato adiou para o dia 15 de maio o fim da campanha de sindicalização e o recadastramento E para os que já são sócios é necessário que faça o recadastramento obrigatório que iniciou no dia 24 de fevereiro. Se a ficha de recadastramento não chegou ainda até a sua casa solicite uma na sede ou sub-sede do Sindicato ou para o diretor de sua área. Os sócios que não se recadastrarem dentro do prazo perderão todos os direitos do sócio como usar clínicas e obter as devoluções. Por isso não perca tempo e faça já o seu recadastramento.

CATEGORIA

Segue a luta contra os ataques da Casa & Vídeo

D

epois de muita luta e pressão os trabalhadores da Casa & Vídeo realizarão assembléias para discutir a proposta apresentada pela empresa. Para quem não lembra os trabalhadores desta empresa não receberam o reajuste de 2009. E a proposta apresentada pela empresa é repassar somente 0,5% de reajuste, o restante será pago em forma de Participação nos Lucros. O problema é que essa proposta não prevê o pagamento do FGTS, os juros e não irá fazer a atualização do reajuste de 2009.

O sindicato apresentou uma contraproposta, propondo o pagamento parcelado dos salários atrasados e FGTS, além disso, reivindicou o pagamento dos 2% de dezembro e a atualização do salário de 2009. A maioria dos trabalhadores de Nova Iguaçu decidiu por não aceitar a proposta da empresa. Já a maioria dos trabalhadores de Nilópolis, Belford Roxo e Itaguaí aceitaram a proposta da empresa. Na reunião que ocorreu com a empresa no dia 28 de abril, a empresa não aceitou a proposta de pagar tudo o que deve de forma

parcelada para os trabalhadores. E propôs além do que já havia apresentado pagar os 2% de dezembro, aumentar a licença maternidade de 4 para 6 meses e que irão discutir no acordo de 2010, os valores que não foram pagos. No dia 05 de maio ocorrerá a primeira audiência que o Sindicato moveu contra a empresa exigindo o pagamento dos salários retroativos. Estaremos convocando mais uma vez os trabalhadores de Nova Iguaçu para juntos decidir o que fazer diante deste grave ataque aos trabalhadores.


FUTEBOL

Campeonato de futebol começa: Confira a tabela dos jogos

D

esde o dia 18 de abril, começaram os jogos de mais um campeonato de futebol organizado pelo sindicato. Dezesseis equipes divididas em quatro grupo (A, B, C e D) se enfrentam nesta primeira fase. Depois, os dois primeiros colocados de cada grupo passam para as quartas de final, até que finalmente são realizadas as finais. Os jogos acontecem aos Domingos no Gol Show, em Nova Iguaçu, na parte da tarde. Confira ao lado, o calendário dos jogos atualizado depois das alterações no calendário. Também foram atualizados os grupos das equipes, confira na tabela ao lado.

15:00h - Vianense 12 15:40h - Casa Bahia 212 16:20h - Vianense Central 17:00h - Papelaria Santos 15:00h - Vianense 12 15:40h - Casas Bahia 212 16:20h - Vianense Central 17:00h - Papelaria Santos 15:00h - Vianense 12 15:40h - Casas Bahia 212 16:20h - Papelaria Santos 17:00h - Casas Bahia 247

x x x x

3 5 1 5

3 1 6 8

x x x x

2 10 3 2

x x x x

Guanabara Casas Bahia 247 Del Fiore Impecável

Lojas Americanas Vianense Central Sendas Belford Roxo Del Fiore

15:00h - Marisa x 15:40h - Casas Bahia 279 3 x 1 16:20h - Sendas Belf. Roxo 2 x 4 17:00h - Lojas Americanas 1 x 5 15:00h - Marisa 15:40h - Casas Bahia 279 16:20h - Guanabara 17:00h - Humanitarian 15:00h - Marisa 15:40h - Citycol 16:20h - Lojas Americanas 17:00h - Humanitarian

x x x X

x x x X

01 - Lojas Americanas 02 - Guanabara 03 - Vianense 12 04 - Di Santinni 05 - Casas Bahia 279 06 - Citycol 07 - Marisa 08 - Casas Bahia 175 09 - Papelaria Santos 10 - Sapataria Humanitarian 11 - Impecável Maré Mansa 12 - Sendas de Belford 13 - Vianense - Barra Central 14 - Casas Bahia 247 15 - Casas Bahia 212 16 - Del Fiore Obs.: O jogo entre Marisa e Casas Bahia 175, marcado para as 15h do dia 25 de abril não aconteceu, e será remarcado.

Casas Bahia 175 Citycol Imp. Maré Mansa Guanabara

Citycol Casas Bahia 175 Di Santinni Sendas Belf. Roxo Casas Bahia 247 Casas Bahia 175 Di Santinni Impecável

20 DE JUNHO

Resultados No dia 18 de abril DI Santinni, Del Fiori, Vianense Central e Papelaria Santos ganharam os jogos. Já na semana seguinte foi a vez de Casas Bahia 279, Maré Mansa e Guanabara serem os vencedores. Já na última rodada Vianense 12, Casas Bahia 247, Vianense Central e papelaria Santos venceram os jogos.

Di Santinni Del Fiori Casas Bahia 247 Humanitarian

1 1 4 7


MOVIMENTO

Ato classista no 1°de Maio cobra providências dos governos no morro do Bumba Comemoração e luta no Hip Hop

N

L

onje das mega festas despolitizadas, com sorteio de carros e shows de artistas famosos, a Conlutas neste primeiro de maio seguiu o caminho da luta. Contando com cerca de 1.500 pessoas e diversos sindicatos, movimentos sociais, estudantis e populares, foi realizada uma marcha no morro do Bumba, em Niterói, local marcado pela tragédia que se abateu sobre o Rio durante as chuvas. O ato se concentrou na Rua A, próxima ao Lixão do Morro do Céu, no bairro do Caramujo, e também contou com a presença de moradores destas comunidades. A receptividade dos moradores marcou a marcha que por volta das 13h saiu em direção ao morro do Bumba. Pelas ruas podia-se ver os montes de entulho, lama e lixo que ainda permaneciam acumulados. Moradores denunciavam que em muitas casas, ainda soterradas, nenhum órgão público havia aparecido por lá: nem bombeiros, nem defesa civil. As falas das entidades e organizações sindicais denunciavam que en-

quanto àquelas pessoas continuavam sofrendo com o descaso público, que continua a não oferecer nenhuma infra estrutura para que reergam suas vidas, a Força Sindical com o apoio da Prefeitura de Niterói e do Ministério do Trabalho realizava no centro de Niterói uma festa com sorteio de prêmios. Não podia se esperar o contrário de governos que responsabilizam os moradores das encostas por sua própria pobreza. Sem um plano de moradia e de obras públicas, e com o caos dos transportes no Rio, essas pessoas são empurradas para áreas de risco, e com a irresponsabilidades dos governos, acabam por serem vítimas fáceis não só de tragédias como as das chuvas, mas da violência urbana, do preconceito e etc. O ato conseguiu prestar solidariedade de classe aos atingidos pelas tragédias de abril e denunciar o descaso dos governos. Agora é preciso dar continuidade as lutas e mobilizações e garantir a eleição dos delegados ao 2º Congresso da Conlutas e ao Congresso de Unificação.

o dia 2 de maio, o Movimento Hip Hop da Baixada Fluminense comemorou seus 12 anos de resistência. Esse é um dos poucos grupos de Hip Hop que não se rendeu às políticas dos governos municipais e das ONGs na região. O evento ocorreu no MAB em Nova Iguaçu, e contou com atividades de grafite, além de uma batalha (disputa de dança) entre os presentes. O Movimento Hip Hop da Baixada é uma das poucas organizações culturais de resistência do país, que através de suas artes questionam o sistema capitalista que tem levado a juventude pobre da periferia a marginalidade. Este movimento também é parte da Conlutas e estará presente no próximo congresso da Conlutas e da Classe trabalhadora em junho.

Assembleia elege os delegados dos comerciários aos Congressos

O

Congresso da Conlutas e o Congresso de Unificação acontecerão nos dias 3 e 4, e 5 e 6 de junho, respectivamente, em Santos. O sindicato vai participar desta iniciativa, apostando na organização dos trabalhadores a nível nacional, Jornal dos Comerciários / maio 2010

para que fortaleçamos a luta contra os patrões e os governos. No dia 28 de abril foi realizada uma assembleia que contou com a participação de mais de 200 pessoas, e além das discussões sobre a Campanha Salarial (Veja na página 1), também foi discutida a participação nos congressos e foram votados os delegados que representarão a categoria.

A Chapa proposta pelo sindicato obteve 95,59% dos votos, enquanto que a chapa da oposição (Unidos) teve 4,39% dos votos.


Jornal dos Comerciários - Nº 116