Page 1

Autoescola REVISTA

REVISTA DO PROPRIETÁRIO DE CENTRO DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES NO ESTADO DE SÃO PAULO

“Nossa missão, formar bons condutores!!!” Ano 14 - Edição 78 - 2018

NOVOS HORIZONTES DETRAN.SP

O Detran.SP vem se mordenizando ao longo dos anos e mescla agilidade e qualidade no atendimento ao cidadão com ações para uma maior segurança no trânsito

REFERÊNCIA

Tornar o trânsito harmonioso e seguro é o objetivo do CFC A Presidente Prudente

O Deputado Estadual Adílson Rossi fala sobre sua forte ligação com o setor e as expectativas para o atual governo do estado de São Paulo

KIT FISCALIZAÇÃO SEPARAMOS TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER (E TER) PARA RECEBER A FISCALIZAÇÃO DO DETRAN.SP

QUE AUTOESCOLA/CFC QUEREMOS PARA O NOSSO

FUTURO? FUTURO No mês do Maio Amarelo, o Sindicato lança a campanha “Que Autoescola/CFC queremos para o nosso futuro” e aposta em uma reflexão da categoria para unir ações e experiências com o propósito de fortalecer o setor e, consequentemente, o processo de formação de condutores


15 de maio - Aniversãrio do Sindautoesccola.SP

na representação das Autoescolas/Centros de Formação de Condutores no Estado de SP. O Sindautoescola.SP está completando 56 anos de fundação! E a comemoração é de cada Autoescola/CFC no estado de São Paulo. Parabéns a você que ajuda a fortalecer um Sindicato de sucesso. Nossa missão, formar bons condutores!!!

/sindautoescola /sindautoescola


DIRETORIA SINDAUTOESCOLA.SP Diretoria Executiva

Presidente Magnelson Carlos de Souza Vice-presidente José Guedes Pereira Diretora Administrativa Elizete Ferreira Costa Diretor Administrativo Adjunto Arthur Pereira Delia Diretor Financeiro Nelson Ganzarolli Diretor Social Hélio Soares Lima

Diretoria - Suplentes Cesar de Souza Rabelo Cláudio Romagnoli Moisés Martins Bicalho Roberto Alarcon Filho

Conselho Consultivo Presidente Aldari Onofre Leite

Conselheiros

Carlos Donizeti A. Souza Delocir Valentin da Costa Valdemar de Oliveira Caires Jr.

Conselho Fiscal - Efetivos Antonio Zeferino Ocaso José Nasser Atique Rei Maurício Fernandez Mônaco

Conselho Fiscal - Suplentes Marcus Vinicius Guedes Pereira Paulo Eduardo Onofre Leite Roberto da Silva Alves

Correspondência

Comentários sobre o conteúdo da Revista Autoescola, sugestões e critícas revista@sindautoescola.org.br ou ligue para (11) 5549-7114

Autoescola Editor: Magnelson Carlos de Souza Antônio Carlos Pontes Pessoa Diagramação: Antônio Carlos Pontes Pessoa (facebook/antoniocarlos.pontespessoa)

Jornalista: Paulo Eleutério (MTB 11.550) Editor de Arte: Paulo Souza Reis Revisão: Paulo Eleutério Publicação bimestral do Sindicato das Autoescolas e Centros de Formação de Condutores no Estado de São Paulo, de circulação interna e externa com distribuição gratuita. Veiculação de 5 mil exemplares. Os artigos assinados por personalidades não ligadas ao Sindicato não refletem necessariamente o pensamento da Revista Autoescola e/ou da Entidade. Solicite edições anteriores enviando e-mail para revista@sindautoescola.org.br. O custo é gratuito. Entidade patronal filiada à FECOMÉRCIO A Revista Autoescola nasceu com o intuito de facilitar a comunicação com as Autoescolas no Estado de São Paulo, agora denominadas Centros de Formação de Condutores. Desde suas primeiras edições, a revista procurou mostrar à categoria o trabalho que vem sendo feito pela Entidade que a representa e expor as mudanças - que são muitas - e que afetam todo o processo de formação de condutores e influenciam no dia a dia das empresas. Com o passar do tempo, a revista se aperfeiçoou e agora procura trazer a opinião de especialista no trânsito e que pode agregar valor aos empresários formadores de novos condutores. A leitura da Revista Autoescola também pode ser feita de maneira online. Publicamos as edições no endereço www.sp.sindautoescola.org.br/revista. Na página é possível deixar sugestões, comentários e críticas sobre o conteúdo editorial da revista.

Edições anteriores

Solicite edições anteriores da Revista Autoescola revista@sindautoescola.org.br ou ligue para (11) 5549-7114

Publicidade

Anuncie na Revista Autoescola e fale com a maior categoria de Autoescolas/CFCs do país revista@sindautoescola.org.br Tel. (11) 3929-5779 (11) 5549-7114

IMPRESSA NA ROSEGRÁFICA IMPRESSOS EM GERAL LTDA. R. Paúva, 590, Jaguará, São Paulo - SP www.rosegrafica.com.br

Sindautoescola.SP Avenida Santos Dumont, 403, Armênia, CEP 01101-000, São Paulo, SP www.sp.sindautoescola.org.br

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 3


SUMÁRIO

0 1

Freepik

Sindicato lança campanha para reunir ideias e opiniões para aprimoramento do setor

4 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


Governador Márcio França e Deputado Estadual Adílson Rossi

6 Editorial

O que esperar deste ano político, onde um novo governo assume o estado de São Paulo 7 Sindautoescola.SP na Internet 8 Para Começar

Alguns destaques para começo de leitura da Revista Autoescola

TRÂNSITO

20

Mudanças no CTB

Penas maiores por dirigir alcoolizado e cometer acidentes. Manobras radicais agora é crime. Detran-SP lança aplicativo para indicar condutor infrator por meio de selfie.

CAPA

12

Detran.SP

O Detran.SP vem se mordenizando ao longo dos anos e mescla agilidade e qualidade no atendimento ao cidadão com ações para uma maior segurança no trânsito

14

Novos horizontes

O Deputado Estadual Adílson Rossi (PSB) é um grande parceiro do Sindicato e escreve sober as expectativas do atual governo do estado

16

Kit fiscalização

Em trabalho conjunto com o Detran-SP, separamos tudo o que você precisa saber para estar preparado para receber a qualquer momento fiscalização do órgão

18

Vistorias

O alto número de vistorias indica uma preocupação das Autoescolas/CFC’s com as novas legislações e a abertura indiscriminada de empresas ainda é motivo de debate

REFERÊNCIA

22

Harmonioso e seguro

O CFC A Presidente Prudente não se apega ‘apenas’ em formar condutores e promove diversas ações e campanhas de conscientização para um trãnsito mais seguro e harmonioso

14

Deputado Adílson Rossi e as expectativa para o atual Governo do Estado de São Paulo

SINDICATO

25

Regionalização

Sindicato dá continuidade ao projeto de regionalização aprovando regimento para definição dos representantes regionais. Curso de requalificação profissional acontece na capital paulista para todo o estado INTERNACIONAL

26

Condução autônoma

Em relatório feito por instituto especializado, a Confedereção Espanhola de Autoescolas (CNAE) acredita que os veículos autônomos não irá acabar com a formção de condutores

CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA AUTOESCOLAS/CFC’S

O SEU CARRO NOVO É COM O CONSÓRCIO DISAL!

16

Separamos tudo o que você precisa saber sobre a (tão temida) fiscalização do Detran-SP

Novo Polo

Carta de crédito com várias opções e modelos Todas as marcas e modelos 0km ou seminovos com até 5 anos de uso

Planos a partir de 60 meses

Parcelas a partir de R$ 596,00

Agenda uma visita ou faça uma consulta Lia Aguiar • (11) 99306-3154 www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 3 liaconsorcio@hotmail.com


|EDITORIAL

O que o futuro nos reserva?

S

eguramente, não temos como prever o futuro. Claro que podemos planejar, fazer ações e projetos com a visão do futuro, porém, para isso, é imprescindível preencher alguns requisitos, especialmente relacionados a saúde – nosso bem maior –, assim como a esperança de um mundo melhor. Independente dessas questões, temos ainda outro fator preponderante na expectativa do nosso futuro, e esse está relacionando diretamente com o cenário político. Seja qual for o setor ou sua atividade econômica, dependemos constantemente de decisões políticas para a definição de um cenário de estabilidade e esperança. O estado de São Paulo vem sendo administrado nas últimas duas décadas por governos do PSDB, porém vou retratar apenas os dois últimos mandatos, relacionados ao Governador Geraldo Alckmin, que seguramente representou mais acertos e confiança, e nesse sentido, posso destacar que o ex-governador nos transmite um sentimento de ser um homem sério, competente e preparado para o desempenho de sua função pública. Falando especificamente do nosso setor, enfatizo dois grandes destaques da gestão Alckmin: a transformação do Detran-SP no padrão Poupatempo, mudando radicalmente a imagem de um departamento desgastado pela sua ineficiência e desrespeito com a sociedade. Hoje, o modelo atual de gestão do Detran-SP representa um dos grandes marcos positivos do Governo, com uma aceitação positiva de mais de 90% dos paulistas. O segundo destaque fica por conta da criação do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, que atua diretamente na diminuição dos índices de acidentalidade e mortalidade causados pelo trânsito. Isso demonstra sensibilidade e priorização do agora ex-governador Geraldo Alckmin com o tema trânsito. Dessa maneira, não tenho dúvidas que esses dois projetos representam um avanço para o trânsito. Dessa maneira, fica incontestável afimar que através de vontade política associada à competência e transparência, é possível sim, atuar diretamente no trânsito, que seguramente é um problema das grandes metrópoles. Porém, nesse momento estamos às vésperas da definição de um novo governador para o estado de São Paulo, além da escolha de um novo presidente para o Brasil e da escolha dos legislativos estaduais e federais, portanto, é nosso dever nos envolver, conhecer e, principalmente, nos inteirar da biografia, do plano de governo e seus projetos, na expectativa da continuidade do que está dando certo e na criação de novos projetos voltados para a efetiva priorização e melhora do trânsito. Assim, poderemos tomar a decisão correta, pois será através do voto que poderemos continuar fortalecendo nossas esperanças de um futuro melhor. MAGNELSON CARLOS DE SOUZA

6 | Sindautoescola.SP | Maio 2018

O presidente Magnelson destaca a transparência e competência do ‘Governo Alckmin’ e aposta na continuidade de um trabalho em prol do trânsito no estado


|SINDAUTOESCOLA.SP |na internet Leia os principais destaques do Portal Sindautoescola.SP - www.sp.sindautoescola.org.br

(Quase) todo mundo usou!

O prazo para renovação do credenciamento 2018 se encerrou no último dia útil de março. Durante todo o período, o Sindicato disponibilizou para a categoria a ferramenta online para preenchimento e impressão dos requerimentos necessários. Ao todo, pouco mais das 2 mil de um total de aproximadamente 3,5 mil Autoescolas/CFC’s (fonte: Detran-SP) utilizaram a ferramenta.

Avaliação positiva do novo site O novo site do Sindicato foi ao ar em 19 de março, com grandes novidades, muita informação e interação com as mídias sociais. Uma enquete de avaliação do novo visual do site foi disponibilizada dias após a publicação do site. A avaliação positiva foi esmagadora, chegando aos 91% de aprovação. Sinal de trabalho reconhecido.

Carteira Nacional de Habilitação no celular Desde 22 de março é possível emitir a CNH digital no estado de São Paulo e em outros 24 estados – apenas Rio de Janeiro e Roraima ainda não aderiram a e-CNH. O documento eletrônico recebeu o nome de e-CNH e pode ser mostrado sempre que solicitado por algum agente de trânsito. Vale lembrar que para emitir a CNH digital, não pode haver restrição no prontuário do condutor (ter ultrapassado 20 pontos ou estar com a CNH “apreendida”, por exemplo) e o documento deve estar dentro da validade. Preparamos uma matéria com 5 passos para emitir a CNH digital.

Mídias sociais a todo vapor A facilidade com que as midias sociais do Sindicato atingiram as Autoescolas/CFC’s fez parecer que a entidade sempre esteve inserida nesse universo tecnológico. Logo que foram publicados, os perfis no instagram e facebook ganharam seguidores. As principais notícias ligadas ao setor são publicadas nas plataformas – além do envio via newsletter e whatsapp –. o que comprova que a categoria vem buscando uma adequação as padrões de modernidade e inovação que se mostram para toda a sociedade. Confira tudo o que o Sindicato publica em suas mídias sociais. O usuário é @sindautoescola.

Envio de informações via WhatsApp O envio de comunicados, notícias, e demais informações via WhatsApp vem se tornando rotina cada vez mais frequente nas organizações. Aderindo ao aplicativo utilizado por praticamente todo mundo que possui um smartphone, o Sindicato vem enviando diariamente notícias para os números cadastrados através do site. O serviço é exclusivo para as Autoescolas/CFC’s, sendo priorizado o associado da entidade. Saiba mais em sp.sindautoescola.org.br.

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 7


|PARA |COMEÇAR NOTÍCIAS RELACIONADAS À CATEGORIA

90 DETRAN.SP

% das Autoescolas/CFC’s

cadastradas no Detran-SP na capital paulista deram entrada na documentação para a renovação do credenciamento deste ano. “Esse número representa um interesse maior das Autoescolas/CFC’s em renovarem seus credenciamentos e assim buscarem a continuidade, seguindo a legislação atual, na prestação de seus serviços”, afirma o presidente do Sindicato, Magnelson Carlos de Souza. “Não temos dúvida que se ampliarmos essa avaliação para todo o estado, o número não será diferente”, completa. A ferramenta online disponibilizada pelo Sindicato para o preenchimento e impressão dos requerimentos necessários aponta que pouco mais de 2 mil Autoescolas/CFC’s de todo o estado acessaram o serviço. O Detran-SP diz que existem atualmente mais de 3,5 mil empresas devidamente cadastradas e ativas.

8 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


DETRAN.SP

Consulta e impressão da credencial profissional no portal do Detran.SP

MOBILIDADE URBANA

Com a publicação do Comunicado GEPT nº 05/2018, está disponível desde o último dia 28 de março no portal do Detran-SP a opção de consulta e impressão da credencial dos profissionais de Autoescola/ CFC (instrutores, diretores geral e de ensino), bem como de examinadores de trânsito.

Como fazer PASSO 1 Acesse www.detran.sp.gov.br. PASSO 2 Na parte superior do site clique em “Entre

ou cadastre-se”. PASSO 3 Se você já possui uma conta no portal do

Detran-SP, faça seu login, caso contrário, digite seu CPF e clique em “Avançar” na guia “Cadastre-se”. PASSO 4 Feito o cadastro (ou o login), clique na

opção “Educação”, na parte superior do site. PASSO 5 Em seguida, localize o quadro “Escola Pública de Trânsito” e clique em “Emita sua credencial” (Em alguns casos, o sistema irá solicitar o número de registro da CNH). PASSO 6 Marque o campo “Não sou um robô” e clique em “Avançar”; PASSO 7 Confira seus dados e clique em “Imprimir”.

REUNIÕES

Sindicato se reúne com Associação de Autoescolas/CFC’s da zona leste da capital

No final de março, o Sindicato se reuniu com representantes da Associação de Autoescolas/CFC’s da Zona Leste da capital paulista, na sede da associação. A reunião teve como assuntos da pauta a renovação do credenciamento 2018, o agendamento eletrônico dos exames práticos, a entrada da CNH digital, além da publicação – seguida pela revogação – da Resolução Contran nº 726/18.

A rádio Jovem Pan realizou em março, o fórum ‘Mitos & Fatos – Mobilidade Urbana’. O evento contou com a participação de diversas personalidades ligadas ao trânsito, inclusive com a presença do diretor-presidente do Detran-SP, Maxwell Borges de Moura Vieira. O propósito do evento foi reunir ideias e soluções e, consequentemente, melhorar a mobilidade urbana. O Sindicato participou do fórum sendo representado por seu presidente, Magnelson Carlos de Souza, o vice, José Guedes e o presidente do conselho, Aldari Onofre.

DENATRAN

Portaria do Denatran estabelece procedimentos para entidades emitirem a PID

No dia 4 de abril, o Departamento Nacional de Trânsito – Denatran publicou no Diário Oficial da União a Portaria nº 66, de 3 de abril de 2018, que estabelece os procedimentos para a homologação de entidades com a finalidade de expedição da PID.

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 9


CAPA | Autoescolas/CFC’s

TEMOS

FUTURO

SIM!

O SINDICATO LANÇOU A CAMPANHA “QUE AUTOESCOLA/CFC QUEREMOS PARA O NOSSO FUTURO” E APOSTA NA OPINIÃO DA CATEGORIA PARA REUNIR IDEIAS E EXPERIÊNCIAS COM O PROPÓSITO DE APRIMORAR O PROCESSO DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES

S

EGUINDO O MODELO DA CAMPANHA QUE VEM SENDO REALIZADA PELA REDE GLOBO CHAMADA “O BRASIL QUE EU QUERO”, O SINDICATO LANÇOU UMA VERSÃO DA campanha para as Autoescolas/CFC’. Intitulada “Que Autoescola/CFC queremos para o nosso futuro”, a campanha chama a atenção dos empresários do setor para a elaboração de depoimentos, ideias e sugestões que possam de fato aprimorar o processo de formação de condutores. “É claro que temos uma preocupação com o futuro das Autoescolas/CFC’s no país em razão do atual comportamento de grande parte das empresas e novas legislações que vem surgindo”, diz o presidente do Sindicato, Magnelson Carlos de Souza. “No entanto, somos empresas diretamente ligadas a área de educação do país e acreditamos em um futuro próspero para o setor”, completa. Os interessados em enviar seus depoimentos devem acessar sp.sindautoescola.org.br e seguir o passo a passo. As mensagens podem ser feitas através de vídeo ou texto e serão divulgados nas mídias sociais da entidade. Na página a seguir, reafirmamos os motivos de acreditamos sim (!) no futuro das Autoescolas/CFC’s.

10 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


VOCÊ É UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO

C

onversando com quem faz parte e atua no setor de formação de condutores há um bom tempo, o sentimento é de que as Autoescolas/CFC’s vem se desviando do caminho para o qual foram criadas ao invés de seguirem o seu maior propósito: formar e preparar o cidadão para o trânsito. Que fique claro que não estamos generalizando, mas externando a opinião de proprietários de Autoescolas/CFC’s que convivem com a realidade e mudanças do segmento praticamente desde o seu início. Em várias matérias de edições anteriores da Revista Autoescola, é dito em artigos de opinião e outras matérias que as Autoescolas/CFC devem ser vistas como verdadeiras instituições de ensino. No entanto, para que isso aconteça, entre outras coisas, é preciso que as empresas se comportem como tal. Seja oferecendo um bom aprendizado aos seus alunos, uma equipe de instrutores e diretores realmente preparada para formar o candidato para o trânsito desafiador que temos no estado ou até mesmo se engajando em temas, ações e projetos ligados à melhoria no processo de formação de condutores. Temos que entender que as Autoescolas/CFC’s fazem parte na responsabilidade da situação atual do trânsito brasileiro. Os altos índices de acidentalidade e mortalidade devem ser um alerta para as Autoescolas/CFC’s reverem seus planejamentos e começarem a mudança de dentro para fora. Claro, a legislação e os órgãos de trânsito devem caminhar paralelo a isso tudo. As legislações devem ser transparentes e constantemente atualizadas para refletir as condições atuais de todo o setor, e as entidades de trânsito devem ver as Autoescolas/CFC’s como parceiras, que estão ali para exercerem sua atividade econômica e prestarem seus serviços. O intuito do Sindicato ao criar essa campanha – deixamos aqui os créditos para a rede Globo – é de promover uma reflexão nos atuais proprietários e diretores de Autoescolas/CFC’s que acreditam e querem um futuro melhor para o setor e que se possa efetivamente assumir o verdadeiro papel de Unidade de Ensino. Não deixe de participar da campanha em sp.sindautoescola.org.br.

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 11


CAPA | Detran.SP

Foco no cidadão e trânsito mais seguro O Detran.SP vem se mordenizando ao longo dos anos e mescla agilidade e qualidade no atendimento ao cidadão com ações para uma maior segurança no trânsito

C

MAXWELL BORGES DE MOURA VIEIRA

ombinar um atendimento eficaz com ações de educação para o trânsito e de fiscalização em prol da segurança viária é prioridade hoje no Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP). Além de se aproximar do cidadão, ampliando o leque de serviços, o órgão tem como compromisso promover medidas voltadas a salvar vidas no trânsito. Com o objetivo de prestar um serviço público com rapidez, eficiência e qualidade, o Detran.SP vem se transformando por meio da modernização das unidades, da informatização de processos, do diálogo com os parceiros (entre eles as Autoescolas/CFC’s) e de ações educativas de prevenção. O Detran.SP moderniza de forma contínua seus canais de comunicação, como o portal, e suas unidades de atendimento. Hoje o órgão oferece 29 serviços eletrônicos por meio do site e de aplicativos para celulares e tablets (antes de 2011 eram apenas três). O objetivo é facilitar a vida do cidadão, que pode realizar procedimentos sem sair de casa. O mais recente deles foi uma ferramenta inédita no país: a indicação do real condutor por selfie no app. Outros serviços online estão sendo implantados. Um deles já está facilitando os trabalhos dos Centros de Formação de Condutores: o agendamento do exame prático dos candidatos pelo CFC dentro do sistema e-CNH, isto é, sem a necessidade de ir a uma unidade de trânsito. Para atendimento presencial, são 414 postos modernizados, onde são feitos cerca de 24 milhões de atendimentos presenciais por ano. A modernização ampliou a capacidade

12 | Sindautoescola.SP | Maio 2018

e o horário de funcionamento, trouxe o agendamento de serviços, o atendimento por meio de senha, pagamento de taxas com cartão de débito, além de condições de acessibilidade. O resultado: 96% de aprovação dos cidadãos, em média. Outros avanços incluem ainda a prova teórica eletrônica, a Escola Pública de Trânsito e a CNH digital gratuita. Padronizar processos e investir em serviços eletrônicos foram fundamentais para encurtar caminhos ao cidadão, mas, além do foco nos serviços, a preservação de vidas no trânsito tem especial atenção do Detran.SP. Parte significativa da população ainda resiste em perceber que a maioria das tragédias de trânsito não é mero acidente, mas, sim, consequência da conduta imprudente dos motoristas. Atento, o Governo do Estado de São Paulo tem intensificado, por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e do Programa Siga Seguro, as ações de conscientização dos motoristas. Além de campanhas, ferramentas de análise de dados — o Infosiga SP, que contabiliza e perfila as mortes, e o Infomapa, de georreferenciamento dos acidentes — permitem definir prioridades e planejar ações estratégicas e adequadas. Os resultados se destacam nas estatísticas paulistas de acidentes fatais. De 2015 a 2017, as mortes no trânsito caíram 7,5%. Como integrante do Movimento Paulista, o Detran.SP tem atuado com campanhas educativas e parcerias com municípios. Desde 2016, já assinou convênios com 104 prefeituras para repassar R$ 110,5 milhões provenientes de multas para melhorias em infraestrutura, sinalização e programas de educação. No total, esses convênios beneficiam 70% da população paulista.


Além disso, projetos e campanhas são mantidos, em caráter contínuo, pelo Detran.SP a fim de reforçar as mensagens sobre comportamentos de risco. Entre elas, a parceria entre Detran.SP, Honda e o Sindicato das Autoescolas do Estado de São Paulo (Sindautoescola.sp) que requalificou, em 4 anos, 95% dos instrutores de motocicleta do Estado. Criado em 2014 com a missão de atender necessidades de aperfeiçoamento dos instrutores na categoria “A” e repassar os conhecimentos aos alunos das autoescolas, o programa beneficiou 4 mil profissionais no período. Na mesma linha educacional, a Escola Pública de Trânsito vem cumprindo o papel de tornar a educação para o trânsito um dever prioritário. Com 5 anos recém-completados, a EPT atua pela qualidade da formação de funcionários, parceiros, condutores e profissionais do trânsito, além da reeducação de motoristas e motociclistas infratores. Um exemplo de sucesso é o Curso de Gestão de Segurança Viária, voltado para capacitação de servidores municipais no gerenciamento do sistema viário, com temas como mobilidade, fatores de risco, estatís-

ticas e implantação de projetos. Já foram treinadas 679 pessoas. A educação para o trânsito está presente também nas redes sociais do Detran.SP. Conectado às tecnologias e às novas ferramentas, com grande impacto nos jovens, o órgão dialoga com a sociedade alertando anônimos e celebridades flagrados cometendo infrações. Focada na conscientização, a ideia não é constranger, mas orientar sobre a importância da atenção máxima ao dirigir. Ao tratar o tema nas redes sociais de forma bem-humorada, o Detran.SP pretende se aproximar cada vez mais da sociedade, suavizando o caráter muitas vezes formal do órgão em decorrência da natureza de suas atribuições. Assim, os textos são feitos na linguagem descontraída e procuram chamar a atenção para os riscos causados por atitudes como falar ao celular e não usar o cinto de segurança, por exemplo. Apenas com a série de posts no Facebook orientando as celebridades, o Detran.SP alcançou 2 milhões de pessoas e obteve mais de 382 mil inte-

rações na rede (reações, comentários, compartilhamentos e cliques). Aliado ao trabalho educativo, o Detran.SP atua com rigor no combate às infrações, especialmente as que comprometem a segurança nas ruas. O Programa Direção Segura fiscalizou quase 223 mil veículos em todo o Estado, desde fevereiro de 2013, quando foi lançado. Foram 18,6 mil autuações por embriaguez ao volante no período. É interessante notar que, mesmo com o aumento do número de blitze, as autuações e os crimes vêm caindo, sinal de que os motoristas estão se conscientizando acerca dos perigos de beber e dirigir. Sinaliza também que nossas campanhas educativas surtem efeito e merecem cada vez mais atenção. Com essa nova concepção da política pública necessária ao trânsito de São Paulo, o Detran.SP reduziu a burocracia, focou a educação para o trânsito e buscou a excelência no atendimento. O avanço dos últimos anos para oferecer um serviço cada vez mais ágil e eficiente é fruto de um trabalho contínuo e em movimento. Este importante compromisso permanece.

Maxwell Borges de Moura Vieira

é diretor-presidente do Detran.SP

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 13


Foto: Renato Júnior

CAPA | Opinião

A esquerda, o Governador do Estado de São Paulo, Márcio França e ao seu lado o Deputado Estadual Adílson Rossi, que escreve nesta edição sobre as expectativas com o atual governo

Márcio França:

Novos horizontes para São Paulo

O Deputado Estadual Adílson Rossi (PSB) – um grande parceiro das Autoescolas/CFC’s e do Sindicato –, escreve nesta edição da Revista Autoescola sobre os rumos do estado de São Paulo com a posse do governador Márcio França ADÍLSON ROSSI 14 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


A

pós um pouco mais de duas décadas de governo tucano em São Paulo, a posse do novo governador Márcio França (PSB) gera expectativas sobre como nosso Estado passará a ser gerido a partir de agora. Essa expectativa é justificável uma vez que há muito não temos uma administração de outro partido e já conhecemos o estilo PSDB de governar e, mais especificamente, o jeito Alckmin de administrar. Então a pergunta é clara: o que esperar de Márcio França? Como Deputado Estadual pelo PSB, portanto próximo do novo governador por conta de nossos laços partidários, acredito que São Paulo ganha muito com sua posse. Obviamente, não desmereço as conquistas e avanços promovidos pela última gestão - que considero exemplar - mas analisando a nova administração e baseado em sua história, atuação política e em sua experiência como excelente gestor público, enxergo motivos para acreditar num novo tempo pra São Paulo com ações mais práticas e efetivas sempre com um forte apelo social. Aliás, a história de Márcio França demonstra isso. Como vereador por duas vezes e prefeito por dois mandatos reeleito com mais de 90% dos votos em São Vicente, sempre optou pelo pragmatismo tomando medidas e executando ações de maneira rápida, eficaz, dentro dos limites burocráticos e da lei, tendo como objetivo final o bem comum e o favorecimento da coletividade sem lesar os cofres públicos e praticando a austeridade. Sendo claro, o estilo Márcio França de governar não é o de “empurrar com a barriga”, mas o de concretizar ações o mais rápido possível.

Essa sua agilidade certamente poderá ser contemplada em seu relacionamento com os municípios. Por ter sido prefeito e ciente da instável situação econômica do Brasil, está sensível à difícil situação em que se encontra a maioria das prefeituras paulistas já que o alto desemprego é sinônimo de baixa arrecadação e, logo, falta de investimentos e serviços de qualidade para os munícipes. Por isso acredito que esta solidariedade logo resultará em ações para o fortalecimento das administrações públicas municipais. Como vice-governador nos últimos três anos e Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, conhece toda a máquina e estrutura do Governo e tem experiência suficiente para investir sem comprometer a estável reserva econômica de nosso Estado, além de contar com uma equipe totalmente preparada que o cerca e a enorme base de apoio com mais de uma dezena de partidos políticos que lhe darão sustentação na

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo possibilitando mais celeridade na execução de projetos e iniciativas que beneficiarão o povo paulista. Por ser um político habilidoso, Márcio França dá atenção e abertura a todos os segmentos. O que me leva a crer piamente que o novo governador dará a importância que o Sindautoescola.SP merece e necessita. Por isso eu, Deputado Estadual Adilson Rossi, como amigo deste importante sindicato, convicto de sua importância para São Paulo e em minhas funções como parlamentar, me coloco à inteira disposição e faço questão de ser o porta-voz das Auto Moto Escolas e CFCs junto ao Governo do Estado de São Paulo. Estarei pronto para levar suas demandas e reivindicações abrindo horizontes que possibilitarão melhorias e conquistas para essa importantíssima parcela da sociedade. Vocês nos ensinam e nos dão a direção. Que sejam cada vez mais valorizados por isso.

O Deputado Adílson Rossi acredita que o governador Marcio França dará a importância necessária para o setor

Foto: Renato Júnior

Como amigo deste importante sindicato, convicto de sua importância para São Paulo e em minhas funções como parlamentar, me coloco à inteira disposição e faço questão de ser o porta-voz das Auto Moto Escolas e CFCs junto ao Governo do Estado de São Paulo — Adílson Rossi, Deputado Estadual www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 15


CAPA | Detran.SP

E

FICANDO DE BEM COM A

star pronto para receber a fiscalização do Detran-SP não é tarefa fácil. Atualmente, são poucas – talvez nenhuma – que conheça exatamente todo o procedimento e documentos que serão solicitados pela equipe do Detran-SP no momento da fiscalização. Pois bem, em trabalho conjunto com a Gerência de Credenciamento para Habilitação do Departamento, criamos um guia com dicas e avisos importantes para as Autoescolas/CFC’s estarem prontas para receberem a tão temida fiscalização do Detran-SP. “O objetivo desse trabalho é subsidiar os proprietários de Autoescolas/CFC’s quanto aos procedimentos e postura adequada quando de uma fiscalização do Detran-SP, bem como desmistificar aquela imagem de ‘terror’ ou mesmo de abuso de autoridade praticadas pelos agentes de fiscalização e até mesmo pelas Autoescolas/ CFC’s”, afirma o presidente do Sindicato, Magnelson Carlos de Souza. “Com base nessas informações, orientamos que criem seus ‘kit’s de fiscalização’, especialmente no que se refere aos documentos solicitados”, completa o presidente. Listamos tudo o que você precisa saber para estar devidamente preparado para receber a fiscalização do Detran-SP. Tire suas dúvidas sobre a matéria no Portal Sindautoescola.SP. Veja a seguir o que será solicitado pela equipe de fiscalização do órgão.

FISCALIZ Separamos o que você precisa saber para estar pronto para receber a fiscalização do Detran.SP em sua empresa

16 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


Procedimento iniclal

No momento em que a equipe de fiscalização chegar em sua Autoescola/CFC, a recomendação do Detran-SP é que o agente de fiscalização seja cortês e esteja portando um crachá de identificação em local visível. Em seguida, o agente fiscalizador deverá apresentar ordem de serviço devidamente preenchida com a motivação da fiscalização e as informações da respectiva Autoescola/CFC.

O que será vistoriado

O agente fiscalizador deverá solicitar alguns documentos de acordo com a categoria da Autoescola/CFC. Além disso, irão vistoriar todo estabelecimento, fazendo anotações, em requerimento específico, observando ainda a fachada da empresa, as normas de acessibilidade (rampa de acesso, banheiro adaptado para DF), os recursos humanos (instrutores e diretores), os veículos de aprendizagem, as medidas dos banheiros, da recepção, sala do diretor de ensino, sala do diretor geral, sala dos instrutores, sala de secretaria, sala de simulador e salas de aula. Os agentes de fiscalização irão verificar

junto ao sistema e-CNHsp se no momento da fiscalização, encontram-se aulas abertas no sistema. Nesses casos, será solicitado a apresentação dos documentos e credencial do instrutor que está ministrando a aula, a LADV e os documentos do aluno. E para as Autoescolas/CFC’s que possuem sala de prova eletrônica monitorada (“A” ou “AB”), a fiscalização possui requerimento especifico, anotando metragens e informações quanto ao espaço e equipamentos da sala.

Conclusão

Após cumprir todo o procedimento citado nos itens anteriores, a equipe de fiscalização do Detran-SP deve preencher o requerimento chamado “Termo de acompanhamento de fiscalização”, informando os dados da Autoescola/CFC vistoriada, bem como o responsável por acompanhar o procedimento, devendo o mesmo assinar o documento. Deverá ser fornecido uma cópia do termo de acompanhamento. Caso não seja possível tirar a cópia do documento, o responsável por acompanhar a vistoria pode tirar uma foto do documento.

ORIENTAMOS AOS PROPRIETÁRIOS DE AUTOESCOLAS/CFC’S MONTEM SEUS “KIT’S DE FISCALIZAÇÃO” PARA ESTAREM PREPARADOS PARA RECEBER A FISCALIZAÇÃO DO DETRAN-SP.

Kit Fiscalização

Esteja pronto para a fiscalização

1

Portaria de credenciamento

Solicite em sua Unidade de Trânsito a cópia da portaria de credenciamento ou última renovação de credenciamento.

2

Alvará da prefeitura

Caso não tenha o documento, apresente o protocolo/laudo entregues junto na documentação da renovação do credenciamento.

3

Credenciais dos instrutores e diretores

É possível emitir a credencial atualizada no site do Detran.SP.

4

Simulador (Contrato de compartilhamento)

Caso não possua simulador, tenha o contrato de compartilhamento.

5

Libras

Cópia do contrato ou curso de capacitação em Libras.

6 7

Contrato Social

Não deixe de juntar também as alterações.

Registro de funcionários

Tenha sempre uma cópia atualizada do livro de registro.

8

Veículos

Cópia dos documentos dos veículos de aprendizagem da Autoescola/CFC.

ZAÇÃO www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 17


| Vistorias

Vai uma vistoria aí?

O alto número de pedidos de vistoria indica uma preocupação dos empresários do setor em adequarem suas Autoescolas/CFC’s as novas normas e mostra um interesse cada vez maior em investir e aprimorar seu atendimento e qualidade dos serviços prestados

18 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


12 16 6 10 14 4 8 12 2 6 10 0 4 EM NÚMEROS 8 2 Separamos os números de vistorias 6 do Sindicato realizadas de março de 2017 até março de 2018. Os números a seguir representam novos credenciamentos, mudança de endereço e alteração de categoria 0 4 2 0 20 Abertura Mudança de Endereço 18 16 Abertura Mudança de Endereço Alteração de Ca 14 12 10 Abertura Mudança de Endereço Alteração de Categoria 8 6 4 2 0

183

U Abertura

Mudança de Endereço

Autoescolas/CFC’s foram fechadas neste período segundo o Detran.SP Alteração de Categoria

m levantamento dos últimos 12 meses apresenta números interessantes sobre as vistorias que são realizadas pelo Sindautoescola.SP – em conjunto com o Detran.SP – para mudanças de endereços, alteração de categoria e aberturas de novas Autoescolas/CFC’s. Preocupação antiga do Sindicato, a abertura de novas empresas ainda vem acontecendo com frequência. No entanto, o gráfico também chama atenção para os casos de vistoria para mudança de endereço e alteração de categoria. Atualmente, é possível dizer que para transformar uma Autoescola/CFC A (teórico) ou B (prático) em AB é um processo burocrático – e carece de um certo investimento. Ainda assim, nota-se um alto número de vistorias para transformação das empresas em AB, com a intenção de reunir no mesmo estabelecimento o processo de habilitação teórico, pré-prático (simulador) e prático. Isso aponta para um interesse maior dos empresários em não somente cumprirem o que as legislações atuais pedem, como também em oferecer aos seus clientes/alunos condições mais adequadas e cômodas durante sua formação. “Nosso propósito é aprimorar a qualidade do serviço prestado por nossos representados e consequentemente a melhora no processo de formação de condutores”, diz o presidente do Sindicato, Magnelson Carlos de Souza. “E isso vem sendo reforçado por essas empresas que tem o interesse em se adequar ao que vem sendo exigido pelas legislações cada vez mais atualizadas e modernas”, completa. A Portaria Detran. SP nº 101/16, responsável por estabelecer os procedimentos para credenciamento de Autoescolas/CFC no estado de São Paulo alterou algumas das exigências para abertura de empresas classificadas como AB. O foco agora está nos recursos humanos, que devem ser capaz de atender a demanda de todo o processo de habilitação no mesmo local ao invés do que era exigido pela antiga legislação, que priorizava, nesses casos, possuir todos os veículos de aprendizagem.

Porém, nem tudo é visto com bons olhos pelo Sindicato. Uma preocupação antiga da entidade tem sido a abertura indiscriminada de novas Autoescolas/ CFC’s. O gráfico acima registra um ainda frequente número de novos credenciamentos. “Essa abertura indiscriminada de novas Autoescolas/CFC’s é preocupante, no sentido de que se não é feito uma devida distribuição geográfica desses credenciamentos, o que acaba ficando em evidência é a quantidade ao invés da qualidade”, afirma o presidente Magnelson. A Resolução Contran nº 358/10 impõe aos Departamentos Estaduais de trânsito que, periodicamente, seja elaborada e revisada a distribuição geográfica das Autoescolas/CFC’s. Com isso, no estado de São Paulo, fica a cargo do Detran.SP ter – e manter – o controle sobre as aberturas de novas empresas. Porém, é um trabalho que ainda não foi colocado em prática pelo órgão. “Em nossas reuniões com o Detran-SP e suas diretorias, temos solicitado constantemente o cumprimento dessa regra e nos colocando à disposição para trabalhar em conjunto para elaborar essa distribuição geográfica”, afirma o presidente Magnelson.

Durante a realização das vistorias, enxergamos nos novos empresários do setor a visão de oferecer uma qualidade satisfatória na prestação de seus serviços — Angelo Alceu Agostinetti, vistoriador do Sindicato e ex-diretor da entidade www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 19


| Trânsito MUDANÇAS NO CTB

MOBILIDADE URBANA

Detran-SP promove Conferência em Gestão Pública e Mobilidade Urbana

O Detran.SP, por meio da Escola Pública de Trânsito (EPT), realizou em 17 de abril a 1ª Conferência Internacional em Gestão Pública e Dinâmicas da Mobilidade Urbana. Treze especialistas vão discutir o planejamento e crescimento das cidades, analisando como o trânsito e a mobilidade se inserem nesses contextos. A conferência vai resultar em um conjunto de sugestões voltado para desenvolvimento de projetos e novas discussões. O objetivo é abrir mais um espaço propositivo para abordar os aspectos da gestão pública na relação com as iniciativas em mobilidade urbana, a partir de uma visão integrada.

Penas maiores por dirigir alcoolizado e manobras radicais cntre crimes Começou a valer em 19 de abril as mudanças no Código de Transito Brasileiro (CTB) que aumentam a punição e diminuem as brechas para motoristas embriagados ou drogados que causarem acidentes com vítimas no trânsito. A alteração define que motoristas bêbados enquadrados na lei de trânsito por homicídio culposo (sem intenção de matar) cumpram pena de 5 a 8 anos de prisão, além de o direito de dirigir suspenso ou proibido. Antes, a pena por causar acidente com morte era de 2 a 4 anos, o que permitia que o delegado responsável pelo flagrante estipulasse uma fiança, que poderia liberar o motorista imediatamente. Com a elevação da pena, o delegado não pode mais determinar a fiança porque a lei permite isso apenas em crimes com pena máxima de 4 anos. ‘Cavalo de pau’ vira crime A nova redação da lei também transforma a “exibição ou demonstração de perícia” ao volante em crime, no mesmo artigo que fala sobre “corrida, disputa ou competição automobilística não autorizada”, os famosos “rachas”. Antes essas manobras agressivas sem vítimas estavam sujeitas apenas a multa (R$ 2.934,70) e suspensão da habilitação, mas agora o motorista também pode pegar prisão de 6 meses a 3 anos.

20 | Sindautoescola.SP | Maio 2018

SELFIE

Indicar real condutor infrator com selfie? Sim!

Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) lançou um aplicativo que permite ao proprietário indicar com uma selfie o condutor que dirigia o veículo no momento em que levou uma multa - o que evita mandar a indicação por Correios. A indicação do real condutor pode ser feita quando a infração não foi cometida pelo proprietário, mas por alguém a quem ele emprestou o veículo. Isso permite que a pontuação seja atribuída à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) correta. A selfie pode ser feita para todos os condutores registrados no estado de São Paulo em veículos autuados pelo Detran-SP. Para acessá-la, basta estar cadastrado no portal do Detran-SP e baixar o aplicativo, disponível para celulares Android e iOS. Feito o cadastro, o proprietário deve acessar a opção “Indicação de Condutor” no app e selecionar a infração. Depois de conferir os dados da infração e do veículo, ele se identifica tirando uma selfie e assinando na tela. Caso o dono do veículo não seja registrado em São Paulo ou até mesmo não tenha CNH, ele pode incluir uma fotografia de um documento de identificação, como o RG. Para identificar o condutor que vai receber a autuação, o procedimento é semelhante: preenchimento do CPF, número da CNH, selfie e assinatura. As assinaturas devem sempre ser idênticas às da CNH. A indicação de condutor, conforme estabelece a legislação federal de trânsito, as multas são sempre registradas no veículo, com base na placa. Quando o condutor não é identificado no momento da infração, o trâmite pode ser feito pelo correio, presencialmente ou pela internet. Esse procedimento está previsto resolução 404/2012 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A lei só permite que o dono do veículo indique outro motorista para receber os pontos quando a infração não foi cometida por ele. Por exemplo: se o pai empresta o carro ao filho e ele comete uma infração, quando a notificação da autuação chegar o pai deverá indicar o filho para receber os pontos. Em média, 5.500 pedidos de indicação são enviados ao Detran-SP por mês, dos quais 3.500 são aceitos.

Selfie


TRÂNSITO É FEITO DE GENTE. E A GENTE MERECE RESPEITO.

O SINDAUTOESCOLA.SP APÓIA O MAIO AMARELO. Com a publicação da Resolução Contran nº 722/18, de 07 de fevereiro, maio fica definido como o mês de ações em apoio ao movimento maio amarelo

Denatran

Ministério das Cidades

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 21


| CFC Referência

Tornar o trânsito um lugar mais seguro é o foco do CFC A Presidente Prudente que não vê como sua única atribuição a formação de condutores

Ações que transformam o trânsito MAIS DO QUE FORMAR SEUS CANDIDATOS PARA O TRÂNSITO, O CFC A PRESIDENTE PRUDENTE COMANDA DIVERSAS AÇÕES VOLTADAS PARA A CONSCIENTIZAÇÃO DE TODA A SOCIEDADE PARA UM TRÂNSITO MAIS SEGURO E HARMONIOSO 22 | Sindautoescola.SP | Maio 2018


E

m Presidente Prudente, o CFC A que carrega o nome da cidade vem mostrando ao longo dos anos que formar condutores para o trânsito não precisa, e nem deve, ser a única atribuição de uma Autoescola/CFC. A empresa foi fundada por um grupo de empresários, que enxergaram na união de esforços, não só a possibilidade de potencializar investimentos, mas construir uma empresa que pudesse prestar serviços de qualidade com transparência, ética e elevado nível de ensino, sempre respeitando o cidadão e valorizando a vida. A empresa hoje é administrada pelo diretor do Sindicato, Hélio Soares de Lima, e conta com o apoio dos sócios Anderson Fernando Ferreira Lima e Ilário Marcos Mariano Scandelai. “Iniciamos nosso trabalho logo quando foi criada a figura do ensino teórico no estado, e estamos firmes desde então”, diz Rita Daguano, diretora de ensino da empresa. “A determinação de cumprir com nosso devido papel de formar condutores vai desde o proprietário até os colaboradores, que não medem esforços no desempenho de suas funções”, completa. Mais do que atender as legislações em vigência, o CFC A Presidente Prudente tem como missão formar con-

dutores conscientes com o objetivo de mudar o cenário atual do trânsito em que vivemos. Seus profissionais são capacitados para oferecer o devido aprendizado aos futuros condutores e mais do que isso, mantêm-se atualizados a fim de garantir a excelência na formação de seus alunos. O diretor do Sindicato e um dos atuais administradores do CFC A Presidente Prudente, Hélio Soares de Lima, acredita que as Autoescolas/CFC’s não precisam se apegar e ter como único papel formar o condutor. Para ele, formar condutores com seriedade e qualidade é apenas uma das várias ações, talvez a principal delas, que podem mudar para melhor a situação atual do trânsito em todo o país. “Além das atividades inerentes da categoria, realizamos por iniciativa própria ou em parceria com outras entidades, campanhas educativas de trânsito, seja em decorrência do Maio Amarelo ou Semana Nacional de Trânsito”, afirma Hélio.

O CFC já desenvolveu atividades em semáforos, palestras em escolas públicas, na LBV e na Fundação Mirim, Projeto Guri, atividades no CEATRAN (Centro de Aprendizagem de Trânsito), Igrejas Católicas e Evangélicas. “A motivação por trás dessas ações é fazer parte de projetos que tem como objetivo melhorar o lugar em que vivemos”, diz Hélio. “Estamos inseridos em um dos principais setores da sociedade, e fazer nossa parte e um pouco mais é essencial para um significativa melhora de todo o setor”, afirma. E todo esse trabalho rendeu o primeiro lugar no ‘Prémio Sindautoescola.SP’ de 2009, que reconhece o trabalho desempenhado pelas Autoescolas/CFC’s. Com a chegada do Maio Amarelo 2018, a empresa se prepara para traçar seu calendário de ações voltadas para a movimento que vem crescendo ano após anos e que busca a conscientização para um trânsito mais seguro. Algumas delas devem ser divulgadas no portal Sindautoescola.SP.

A DETERMINAÇÃO DE CUMPRIR COM NOSSO DEVIDO PAPEL DE FORMAR CONDUTORES VAI DESDE O PROPRIETÁRIO ATÉ OS COLABORADORES, QUE NÃO MEDEM ESFORÇOS NO DESEMPENHO DE SUAS FUNÇÕES

O CFC A Presidente Prudente e sua equipe realiza diversas ações de conscientização para um trânsito mais seguro

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 23


| Maio Amarelo

SINDICATO NO

MAIO AMARELO

No mês do movimento Maio Amarelo as ações voltadas ao trânsito ganham força e o Sindautoescola.SP, um grande apoiador e parceiro do movimento, está pronto para fazer sua parte. Durante o mês, a entidade planeja ações ligadas ao movimento e, consequentemente, às Autoescolas/ CFC’s. A campanha ‘Que Autoescola/CFC queremos para o nosso futuro’ é um maior destaque (falamos dela na matéria anterior). Veja um resumo das ações a seguir. QUE AUTOESCOLA/CFC QUEREMOS A campanha – semelhante à da Rede Globo –, visa reunir opiniões, sugestões e ideias que possam de fato transformar positivamente o atual cenário das Autoescolas/CFC’s junto a sociedade. Participe enviando um depoimento em texto ou vídeo para o WhatsApp (11) 94145-5337.

MATERIAL PUBLICITÁRIO

O Sindicato produziu e irá distribuir, exclusivamente para os associados, um cartaz educativo alertando sobre o uso de celular durantes as aulas práticas e teóricas nas Autoescolas/CFC’s e adesivo para ser fixado nos veículos de aprendizagem com a mensagem ‘Nossa missão, formar bons condutores!!!’.

ESPAÇO AUTOESCOLA

Em breve, o Sindautoescola.SP estará de casa nova. Com isso, na nova estrutura física será criado o ‘Espaço Autoescola’ para a categoria. No ambiente, será disponibilizado um acervo da história das Autoescolas/ CFC’s e do setor como um todo. Fique ligado para acompanhar as novidades sobre o ‘Espaço Autoescola’.

ENVIE SUA AÇÃO DO MAIO AMARELO As Autoescolas/CFC’s que irão promover algum projeto ou campanha voltada para o Maio Amarelo podem aparecer no portal Sindautoescola.SP e nas mídias sociais da entidade. Para isso, basta enviar o material da ação para o e-mail site@sindautoescola.org.br explicando o objetivo. Não esqueça de colocar os dados da empresa.

24 | Sindautoescola.SP | Maio 2018

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 13


| Sindicato CURSOS Nos dias 26, 27 e 28 de março aconteceu a 42ª edição do curso de requalificação para instrutores de motociclistas do estado de São Paulo. O curso foi realizado na capital paulista para profissionais de todo o estado. RENOVAÇÂO PRÒXIMA Em 24 de abril, o Sindicatose reuniu com o Detran-SP, por meio da Escola Pública de Trânsito e Honda para tratar da renovação e continuidade do convênio de parceria entre as instituições para a continuidade dos cursos de requalificação profissional para instrutores que ministram o curso para a obtenção da categoria A.

REGIONALIZAÇÃO

Sindicato aprova regimento da regionalização

O Sindautoescola.SP já tem definido as normas e procedimentos para implantação e atuação das sedes regionais que fazem parte do projeto de regionalização. O termo de regimento da regionalização foi aprovado em reunião ordinária realizada no mês de abril na sede do Sindicato. O principal objetivo O projeto de regionalização tem como propósito ampliar o relacionamento do Sindicato com a categoria, aumentando a área de atuação da entidade. Os representantes regionais terão a missão de representar o Sindicato junto as Autoescolas/ CFC’s da respectiva regional. Em breve, a primeira sede Até a publicação desta edição da Revista Autoescola, tudo indica para uma breve inauguração da primeira sede regional na cidade de Presidente Prudente. Essa será instalada de forma física. Veja abaixo o modelo de como deverá ser a fachada da sede.

Uma das principais metas dessa nova gestão do Sindautoescola.SP é a implantação das sedes regionais em todo estado de São Paulo. Para tanto, fui designado pela diretoria para coordenar esse trabalho, bem como indicar os representantes regionais em suas regiões do estado. A proposta do Sindicato é a criação de sete sedes regionais em todo o estado de São Paulo, sendo que nesse primeiro momento, apresentei a cidade de Presidente Prudente como a primeira sede a ser instalada fisicamente, dotada de infraestrutura, recursos humanos para, através dos seus representantes, dar total apoio às Autoescolas em sua região. Essa primeira sede regional já foi aprovada pela diretoria executiva do Sindicato. Os representantes regionais apresentados já foram definidos, sendo eles Helio Soares de Lima, de Presidente Prudente, Moisés Martins Bicalho, de Osvaldo Cruz e Delocir Valentim da Costa, de Teodoro e Sampaio. Para as demais regionais, iremos apresentar os candidatos a representantes regionais e com o decorrer do tempo, de acordo com o número de associados da região, iremos criar as instalações físicas da sede regional. Entendo que essa ação é um grande avanço do Sindicato para buscar cada vez mais uma aproximação com a sua categoria e para que as questões apresentadas nas diversas regiões do estado tenham soluções mais breves, principalmente através dos nossos representantes, que terão como objetivo atuar em favor da categoria, priorizando o coletivo para melhorar a nossa atividade. Esse é o papel do Sindicato e também dos seus representantes em todo estado de São Paulo.

— JOSÉ GUEDES PEREIRA, vice-presidente e coordenador do projeto de Regionalização do Sindicato

www.sp.sindautoescola.org.br | Sindautoescola.SP | 25


| Internacional

CNAE: ‘O veículo autonomo não acabará com a formação de condutores’ Essa é a conclusão de um relatório elaborado pela Confederação de Autoescolas da Espanha – CNAE

U

m relatório solicitado a um instituto especializado em pesquisas pela Confedereação Nacional de Autoescolas da Espanha - CNAE aponta que os veículos autônomos não irão acabar a formação de condutores. Embora o relatório admita de maneira Embora o relatório admita de maneira “inquestionável” que a condução de veículo autônomo em seus níveis mais altos chegará à sociedade, como uma de suas muitas evoluções tecnológicas, também torna extremamente improvável que os governos concordem em eliminar de sua legislação a necessidade de que a bordo de qualquer veículo tenha pelo menos um motorista, ou seja, uma pessoa devidamente qualificada para dirigir. Com relação a quando, o relatório afirma: “Nenhuma previsão rigorosa do calendário temporal em relação à implementação generalizada desta nova tecnologia foi encontrada”. O que se espera é que seja gradual. No entanto, recomenda-se que os CFC’s “prestem uma atenção cada vez maior e contínua a tudo relacionado com o desenvolvimento da condução de veículo autônomo”, para que possam antecipar e responder adequadamente às novidades que possam surgir. UM MOTORISTA A BORDO O documento afirma que os veículos sempre coexistirão com outros usuários de vias públicas (pedestres, bicicletas, etc.) e, portanto, a educa-

26 | Sindautoescola.SP | Maio 2018

ção e o treinamento na estrada sempre serão considerados necessários para a segurança da sociedade. Além disso, o relatório observa que “há um consenso geral de que os futuros veículos autônomos deverão possuir um sistema que permita a possibilidade de mudar para a direção manual”. Do mesmo modo, os especialistas consideram que estes veículos não poderão circular em modo automático em “certos ambientes, circunstâncias e caminhos”. Portanto, “o sistema tradicional de treinamento de motoristas continuará existindo em áreas como riscos rodoviários, legislações, sinalização e etc”. Esse conhecimento deverá incorporar o conhecimento das tecnologias relacionadas à mobilidade segura, principalmente Sistemas Avançados de Assistência à Direção (ADAS), que passarão por um forte desenvolvimento nos próximos anos. Com estas considerações, o relatório conclui que os CFC’s, como local

natural da formação dos condutores, devem assumir a função de formação em todas as áreas descritas, mas é preciso ter em conta que podem surgir concorrentes sérios, como os próprios fabricantes de veículos. É por isso que é necessário começar a desenhar estratégias para um posiconamento mais rápido possível no mercado com esse objetivo e fazer esforços para continuar criando uma imagem social, de verdadeiras entidades de ensino, como especialistas em direção e veículos autônomos. Isso indica que, dada a necessidade de formação em novas tecnologias de veículos, talvez tenha chegado o momento de resgatar o antigo termo Autoescola, na medida em que a passagem para uma condução autónoma torne totalmente necessário e essencial um treinamento específico para conduzir, sem risco, alguns tipos de veículos e tecnologias, novos para muitos usuários.


CARO ASSOCIADO REUNIMOS EM UMA PÁGINA OS PRINCIPAIS SERVIÇOS DO SEU INTERESSE NO PORTAL SINDAUTOESCOLA.SP

CRIE SUA CONTA AGORA MESMO! Acesse sp.sindautoescola.org.br e clique em “Criar conta”. É rápido e fácil e uma exclusividade do associado Sindautoescola.SP

• Últimas notícias • Serviços online • Canal de atendimento • 2ª via de boleto • E MUITO MAIS!


Revista Autoescola - Edição 78  
Revista Autoescola - Edição 78  
Advertisement