Issuu on Google+

R E V I S TA

Ano X - N° 72

CORRETORES DE SEGUROS CELEBRAM 2011 COM GRANDE FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO EM GOIÁS


SUMÁRIO CAPA

XX Encontro Anual de Confraternização dos Corretores de Seguros de Goiás/XII Prêmio Bandeirante

12e13

Reconhecimento profissional e muita animação marcaram a festa do mercado de seguros em Goiânia: além da entrega do Prêmio Bandeirante, a confraternização anual da categoria teve sorteio de brindes, tablets, uma TV LED e um carro zero quilômetro

Assessoria Jurídica

4e5

Balanço 2011 14e15

INSS busca junto a motoristas infratores o ressarcimento de benefícios previdenciários

Consultoria Contábil

6

Giro nos Municípios 18e19

Conectividade Social ICP: o que é isso?

Personalidade

Gestão atual encerra o ano com saldo de realizações positivas

As Delegacias Regionais do SINCOR-GO também promoveram encontros festivos da categoria neste final de ano. Confira!

8e9

Divirta-se

João Elísio Ferraz de Campos: expertise dedicada à evolução do mercado nacional de seguros

22

Dicas úteis para viagens de férias e feriados de final de ano

EXPEDIENTE administrativo@sincorgo.com.br

Ano X - N° 72 - Novembro/Dezembro 2011

Antônio Oliveira Durães

DIRETORIA PLENA/GESTÃO 2010/2013

ASSESSORIA JURÍDICA Drª Magdalena Candida da Silva (OAB-GO 17.561) CONSULTORIA CONTÁBIL Pedro da Silva Pita (CRC-GO 6.827)

Ubiratan da Conceição Seixas

PROJETO GRÁFICO E EDITORAÇÃO Vyctor Hugo FOTOGRAFIA Vyctor Hugo IMPRESSÃO: Gráfica Art3 TIRAGEM: 2.700 A Revista SINCOR-GO não se responsabiliza pelas opiniões emitidas em artigos assinados. Paulo César Fernandes Rosa


EDITORIAL

PALAVRA DO PRESIDENTE RECORDES A COMEMORAR COM PERFORMANCE ECONÔMICA NO ESTADO DE GOIÁS

Goiás está entre as unidades da Federação que no mês de novembro último teve muito a comemorar com o anúncio do resultado do Produto Interno Bruto (PIB) nacional relativo ao ano de 2009. Primeiramente, conforme as análises divulgadas, porque nunca se agregou tanto valor à economia estadual, quase R$ 10,4 bilhões a mais em relação ao ano anterior, embora tenha sido um ano marcado pelo esfriamento da economia mundial face à crise financeira do final de 2008. Além disso, no ranking do PIB brasileiro aumentou de 2,48% em 2008 para 2,64% no ano seguinte a participação da soma da riqueza produzida em nosso Estado. Estudos realizados pela Secretaria de Gestão e Planejamento no Estado (Segplan) em parceria com o IBGE revelaram que, apesar das turbulências econômicas no período e da retração da indústria e do comércio no País, o PIB registrou em 2009 taxa positiva de 0,9% ao atingir R$ 85,615 bilhões. Essa performance manteve Goiás na posição de nona economia no cenário nacional, portanto, bem acima do desempenho médio brasileiro. O setor de serviços registrou crescimento de 1,3%, influenciado pela expansão do segmento de intermediação financeira, seguros e previdência (+9,9%), que foi estimulado por uma maior oferta de crédito. Particularmente para o mercado de seguros, este indicador positivo evidenciou o aumento da qualidade de vida da população, abrindo perspectiva de resultados ascendentes para os anos posteriores. Enquanto novos resultados estão sendo consolidados, de antemão sabese que 2010 foi um ano bastante positivo, com expectativa de um 2011 também de bons resultados. Mais recentemente, o governador Marconi Perillo anunciou a concretização da meta de R$ 10 bilhões de investimentos privados em Goiás nos 10 primeiros meses de 2011. Esse montante chega ao nosso Estado por mais de 1.000 empresas de vários segmentos econômicos, com empreendimentos nos setores industrial, rural e comércio. São empresas brasileiras, na grande maioria, mas há investimentos de holandeses, japoneses, coreanos e americanos: juntas, essas empresas vão gerar, em Goiás, aproximadamente 100 mil empregos diretos e indiretos a curto, médio e longo prazos. Nesse ritmo, as autoridades econômicas trabalham com expectativa de que o PIB estadual deva atingir R$ 100 bilhões em 2012. Certamente, um cenário que favorece negócios em todos os ramos.

Joaquim Mendanha de Ataídes Presidente do SINCOR-GO Entre outros assuntos, esta edição de final de ano traz o registro dos encontros de confraternização dos corretores de seguros realizados nas delegacias do interior, culminando com a entrega do Prêmio Bandeirante no início deste mês de dezembro durante o encontro de confraternização do mercado de seguros em Goiânia. Centenas de convidados prestigiaram os profissionais que, naquela oportunidade, receberam o reconhecimento público de toda a categoria por sua atuação ao longo do ano, expresso formalmente pela outorga do Prêmio Bandeirante, tradicional homenagem prestada aos destaques do mercado de seguros de Goiás. Vamos em frente, pois motivação é o que não falta para um novo ano ainda mais promissor para a nossa atividade. Felicidades a todos, boas festas e um próspero 2012!

Com base nestas análises encerramos mais esta etapa de trabalho intenso, animados por expectativas positivas para o mercado segurador no próximo exercício. Fechando o ano de 2011, apresentamos aos leitores da Revista SINCOR-GO um balanço geral das atividades do Sindicato, a ser pormenorizado pelas respectivas diretorias na primeira Revista SINCOR-GO de 2012.

REVISTA

3


ASSESSORIA JURÍDICA

INSS BUSCA JUNTO A MOTORISTAS INFRATORES O RESSARCIMENTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS

Magdalena Candida da Silva é assessora jurídica do SINCORGO, advogada, especialista em Direito Processual Civil e Trabalhista e Direito Penal, cursando LLM em Direito Corporativo/IBMEC e MBA Executivo em Seguros e Resseguro-ESNS, OAB - GO 17.561

Tem sido objeto de divulgação nos inúmeros canais de comunicação, a notícia de que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) irá cobrar dos motoristas infratores, responsáveis por acidentes de trânsito graves (com morte ou lesões corporais), o ressarcimento dos valores por ele gasto com o pagamento de benefícios previdenciários em razão dos sinistros, dentre eles pensão por morte, aposentadorias, auxílioacidente etc. A primeira ação judicial foi movida em Brasília, na respectiva Seção Judiciária da Região (Justiça Federal) contra motorista responsável por um acidente de trânsito ocorrido em 2008. As informações obtidas sobre o caso indicam que o motorista conduzia veículo na contramão de direção sob efeito de bebida alcoólica quando ocorreu o acidente. Segundo as inúmeras manchetes de jornais (eletrônicos e televisivos) o instituto do INSS objetiva, com ações desta natureza, conscientizar e educar a população, evitar outras tragédias e ressarcir os cofres públicos, pois segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 40 mil pessoas, por ano, perdem a vida no Brasil em decorrência de

4

REVISTA

Segundo a totalidade das matérias que divulgaram esta ação do INSS, o intuito principal do Instituto é conscientizar a população e promover uma diminuição no número de acidentes de trânsito; entretanto, a entidade não pode, sob tal assertiva, se afastar de seu objetivo primordial e esquecer-se, principalmente, que já recebeu recursos para financiar o pagamento dos benefícios previdenciários.

acidentes de trânsito, sendo que o INSS gasta aproximadamente R$ 8 bilhões por ano com indenizações às vítimas de trânsito. Apesar do pedido do INSS, nestes casos, ser perfeitamente possível, segundo as regras processuais em vigor, o pedido de ressarcimento de tais valores, do ponto de vista meritório, é altamente questionável. Apesar da louvável intenção do INSS de diminuir o número de acidentes de trânsito, não podemos esquecer que a seguridade social divide-se em três grandes áreas, quais sejam, Assistência Social, Saúde e Previdência Social, sendo que a fruição de prestações previdenciárias são condicionadas ao pagamento de contribuições previdenciárias. Recolhidos aos cofres públicos os valores de contribuição, surge para o INSS o dever de pagar aos beneficiários os respectivos benefícios, independentemente de sua causa. É importante ressaltar que a seguridade social não possui apenas o pagamento de contribuições como fonte de custeio para a Previdência Social, pois o INSS é financiado por toda a sociedade, por meio de diversas fontes de custeio, conforme estabelece o Artigo 195, § 2º da Constituição da República vigente. Dentre os inúmeros recursos recebidos pelo INSS para fazer frente ao pagamento dos

benefícios previdenciários que o Instituto pretende reembolso por meio das ações judiciais supracitadas, podemos destacar, além das contribuições pagas pelos segurados, os recursos oriundos das contribuições incidentes sobre a receita ou o faturamento (COFINS, p. ex.) e o lucro (CSSL) das empresas, recursos oriundos do pagamento do seguro obrigatórioDPVAT dentre outros. Toda a população brasileira participa direta e indiretamente do custeio do sistema de seguridade social. Sendo assim, não se verifica razoável, que o INSS venha requerer de um contribuinte em específico, o ressarcimento de valores, que a seguridade social tem obrigação de pagar por já haver recebido recursos para tanto.

Apesar do pedido do INSS, nestes casos, ser perfeitamente possível, segundo as regras processuais em vigor, o pedido de ressarcimento de tais valores, do ponto de vista meritório, é altamente questionável.


ASSESSORIA JURÍDICA

Não podemos nos esquecer, ainda, que a pessoa responsável por um acidente de trânsito, independentemente do grau de sua culpabilidade, será responsabilizado pelo evento, na esfera civil e até criminal, o que implica no pagamento de indenizações às vítimas e ou beneficiários. E com o pedido de ressarcimento de benefícios previdenciários

trânsito, apenas o condutor do primeiro sinistro seria alvo da ação regressiva do INSS (que justiça há nisto se os efeitos e causa imediata são idênticos?). Independente da forma que o Judiciário irá interpretar tais casos, fica aqui um alerta aos

infratores contumazes, pois além de responder a eventual inquérito e ação criminal e ações de natureza civil promovidas por vítimas e respectivos beneficiários, surge agora um outra forma de penalizar o infrator de trânsito, qual seja, ação de ressarcimento de danos (ou regressiva) proposta pelo INSS.

Toda a população brasileira participa direta e indiretamente do custeio do sistema de seguridade social. Sendo assim, não se verifica razoável, que o INSS venha requerer de um contribuinte em específico, o ressarcimento de valores, que a seguridade social tem obrigação de pagar por já haver recebido recursos para tanto. pretendido pelo INSS, o responsável pelo sinistro seria duplamente penalizado pelo mesmo fato. Não bastasse isso, é inaceitável que o INSS proceda a tratamento desigual entre os cidadãos e ou segurados. Ao promover ações dessa natureza apenas contra motoristas de determinado estado da Federação ou contra motoristas que dirigiam em alta velocidade ou embriagados, como indicam os noticiários, restará evidenciada verdadeira caça às bruxas, pois no caso de dois acidentes parecidos, com um mesmo número de vítimas, mas que um condutor estivesse em alta velocidade e, no outro caso, sem qualquer infração às leis de

REVISTA

5


CONSULTORIA CONTÁBIL

CONECTIVIDADE SOCIAL ICP

O QUE É ISSO? Pedro da Silva Pita é contador e consultor contábil fiscal do SINCOR-GO; pósgraduado em Auditoria e Análise de Balanço pela PUC-Goiás – CRC-GO: 6827

Corretor Associado: O SINCOR-GO disponibiliza o serviço de consultoria complementar às quartas e sextas-feiras, das 8h às 12h. Agendamento prévio: (62) 3945-0808.

O governo, nas últimas décadas, vem aprimorando o sistema de arrecadação de impostos no País e implantando mecanismos de controles cada vez mais eficazes. Recentemente, através da Circular nº 547, a Caixa Econômica Federal baixou exigências de utilização obrigatória do Certificado Digital para acesso ao seu canal de relacionamento, modalidade que já vinha sendo utilizada pela Receita Federal, porém, com modificação bastante peculiar, denominado Conectividade Social ICP (Infraestrutura de Chaves Públicas). Mas o que vem a ser isso? Trata-se de um canal eletrônico de relacionamento desenvolvido pela Caixa e que é utilizado para a transmissão via internet e no ambiente da própria empresa, de arquivos gerados pelo programa SEFIP – sistema de recolhimento do FGTS e informações à Previdência Social e, futuramente, transmitirá também os arquivos da RAIS, DIRF, CAGED, entre outros. Será o primeiro passo para a implantação do sistema SPED – EFP social, mais conhecido por SPED folha que, entre outras, coisas trará profundas mudanças nas áreas contábil, administrativa e RH das empresas. Já a partir de janeiro de 2012, a única forma de transacionar junto à caixa no tocante à movimentação do FGTS será através de Certificado Digital tipo A3. O Certificado Digital é uma credencial que mantém dados essenciais de seu portador, pessoa física e ou pessoa jurídica, e poderá ser utilizado para inúmeros serviços nas empresas, escritórios contábeis e com a Receita Federal, e agora também na Caixa Econômica Federal. Toda e qualquer empresa, assim como as pessoas físicas que façam uso de transmissão de arquivos, independente do número de funcionários, precisa de Certificado Digital. Além dos benefícios fornecidos e da economia de

6

REVISTA

tempo, é preciso ressaltar que o acesso à Conectividade Social ICP da Caixa, só será permitido com essa tecnologia. Para as empresas, será necessária a aquisição do ECNPJ e, para as pessoas físicas, o E-CPF juntamente com o CEI – Cadastro Especifico do INSS, adquirido junto à Receita Federal do Brasil. A outorga é feita normalmente do E-CNPJ da empresa para o E-CNPJ da contabilidade, e se a procuração for feita para o contador portador de E-CPF, o Certificado Digital terá de conter, necessariamente, os dados do CEI. Para os escritórios contábeis, a maioria dos clientes não possui o E-CNPJ A3, no máximo fizeram aquela procuração eletrônica para atender à Receita Federal - neste caso não serve para a Caixa -, ou fizeram o Certificado Digital A1 para emissão de Notas Fiscais eletrônicas, que também não serve. No caso dos contabilistas, tanto o E-CPF quanto o E-CNPJ podem acessar o ambiente tanto da Conectividade Social como dos seus clientes via procuração da Caixa. O problema é que todos terão que fazer o Certificado Digital A3 para poder formalizar essa outorga de poderes. Para a Conectividade ICP vai ser preciso procuração para que o escritório possa fazer as movimentações dos funcionários, senão, não tem como. Receita e Caixa são diferentes a utilização do Certificado.


ESCOLA NACIONAL DE SEGUROS PALESTRA - No dia nove de novembro a Unidade Regional Goiás da Escola Nacional de Seguros promoveu, no SINCOR-GO, encontro com a advogada e especialista em Direito Empresarial, Liliana Caldeira. A palestrante discorreu sobre o tema “O Judiciário e o Mercado de Seguros, propondo uma reflexão sobre o relacionamento do mercado de seguros e o poder judiciário. O enfoque baseouse na interpretação dos artigos do Código Civil pertinente às decisões que afrontam disposições contratuais e legais em prol dos interesses do consumidor.

FORMATURA 2011- A coordenadora Duaine Kuhn informa sobre a cerimônia de formatura dos alunos do Curso para Habilitação de Corretores de Seguros Turma 2011, a ser realizada no dia 25 de fevereiro de 2012, às 21h, na APCEF Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal, no Setor Bueno. Estarão se formando 55 alunos em todos os ramos do seguro, tendo como patrono o governador de Goiás, Marconi Perillo; como paraninfo, o deputado federal Armando Vergílio; como padrinho da turma, o presidente do SINCOR-GO, Joaquim Mendanha; dois professores - cujos nomes ainda não foram divulgados pelos alunos - também serão homenageados pelos formandos na ocasião.

CALENDÁRIO 2012 – Já está programado, para o primeiro semestre de 2012, o Curso da Certificação Técnica para corretoras de seguros - atendimento ao público - segmento em seguros, de 22h/a, para a cidade de Itumbiara nos dias 28/01, 04/02 e 11/02/2012. Em Rio Verde, Anápolis e Goiânia, começará em março 2012. Este curso da Certificação vem atender à resolução da Susep CNSP nº. 149, segundo a qual todas as empresas Corretoras de Seguros estão obrigadas a capacitar tecnicamente seu quadro funcional. Importante ressaltar que, embora os prazos fixados tenham sido suspensos, a obrigatoriedade não. E que, segundo as normas estabelecidas para a Certificação Técnica, conforme Artigos 39 e 43 desta circular, as empresas Corretoras de Seguros que não se enquadrarem serão multadas em R$ 13.000,00 (treze mil reais) por funcionário. “Especificamente para o Curso para Habilitação de Corretores de Seguros a previsão é iniciar as aulas em março/2012; as matrículas serão abertas a partir de fevereiro/2012, quando teremos as informações de valores e cronograma do curso”, adiantou a Coordenadora.

REVISTA

7


PERSONALIDADE - JOÃO ELÍSIO FERRAZ DE CAMPOS

EXPERTISE DEDICADA À

EVOLUÇÃO DO MERCADO

NACIONAL DE SEGUROS Reconhecido por sua contribuição ao mercado de seguros, previdência e capitalização, e por uma bem-sucedida trajetória profissional no setor, nos últimos 20 anos João Elísio Ferraz de Campos (foto) participa ativamente das discussões e é presença constante nos bastidores das principais decisões da economia nacional. O cidadão João Elísio tem sido reverenciado por ser uma pessoa múltipla, um conselheiro, capaz de atuar como liderança empresarial e política no cenário brasileiro e internacional, constituindo exemplo para todos os que almejam fazer parte de um mercado de seguros sólido e em constante expansão. O depoimento a seguir evidencia toda a experiência desta personalidade especial. Acompanhe: “Estou no mercado de seguros há quase cinquenta anos e, portanto, sou uma espécie de testemunha ocular das transformações que ocorreram nesse período, particularmente a partir dos anos noventa. Convém lembrar que o nosso mercado, até essa época, representava apenas 1% do PIB e logo a seguir deu um salto para mais de 3%. A desregulamentação do mercado, o controle da inflação – fator determinante para a expansão do mercado – a quebra do monopólio do resseguro, enfim, posso dizer que estive, junto com outras lideranças do setor, nos momentos mais determinantes da nossa atividade. Mesmo quando estive afastado da área de seguros, entre as décadas de setenta e oitenta por força do exercício de funções públicas como secretário de estado, deputado estadual, vice-governador e governador do Paraná, nunca deixei de acompanhar de perto o desenvolvimento do nosso mercado.

Estou no mercado de seguros há quase cinquenta anos e, portanto, sou uma espécie de testemunha ocular das transformações que ocorreram nesse período, particularmente a partir dos anos noventa.

Tenho tanta confiança no futuro do nosso setor que, em associação com outros empresários, estamos criando a Centauro Companhia de Seguros Gerais. Ou seja, vamos ampliar e diversificar as nossas atividades que hoje se concentram em vida e previdência privada. Minha convicção é de que, apesar das crises internas ou externas, como a de 2008 e a de agora, e da vinculação que a nossa atividade tem com o conjunto da economia, o futuro do seguro é muito promissor porque quanto mais desenvolvido for um País, quanto maior o bem estar de sua população, mais evidente e clara ficará para as pessoas a necessidade de proteger a sua família e o seu patrimônio dos riscos de viver, trabalhar e produzir. E o Brasil, sem dúvida alguma, está nesse caminho. O seguro DPVAT é uma conquista importante da sociedade brasileira. É

8

REVISTA


Lina Faria

um mecanismo eficiente para minimizar as dificuldades das vítimas de acidentes de trânsito ou seus familiares e a sua característica de universalidade, sua obrigatoriedade de pagar as indenizações independentemente de apuração de culpa, da situação do veículo ou de seu condutor, o situa num patamar especial dentro das políticas e ações sociais do País. E constitui um bom exemplo de como o poder público pode atender as necessidades da população através da iniciativa privada. Refletindo sobre o DPVAT, sobre as tragédias ocasionadas por fenômenos naturais em algumas regiões do País e nas notícias sobre desvios de verbas para socorrer as vítimas, me pergunto se não deveríamos estudar um mecanismo para essas situações. Uma espécie de cesta básica de seguros para proteger as populações mais carentes e as deixarem menos dependentes da boa vontade e, em muitos casos, da honestidade de alguns políticos.

Minha convicção é de que, apesar das crises internas ou externas, como a de 2008 e a de agora, e da vinculação que a nossa atividade tem com o conjunto da economia, o futuro do seguro é muito promissor O setor de seguros vem se tornando, a cada ano, mais profissional, mais criativo, mais competitivo, mais complexo e isso é bom para todos nós e bom para o País. Continua a dar respostas adequadas às demandas da sociedade e da economia e tem passado ao largo das crises financeiras que trazem incertezas e preocupações para outros setores. Portanto, do ponto de vista do nosso negócio, da nossa capacidade de trabalho - ou seja, do que estiver ao nosso alcance - e da importância cada vez maior do seguro para o desenvolvimento do País, podemos olhar não só para 2012, mas para o futuro com muito otimismo. E, com relação ao País, mesmo que sejamos afetados de alguma forma pela crise financeira que os países desenvolvidos, particularmente na Europa, atravessam, acho que também podemos olhar para frente com tranquilidade. As crises sempre passam e a nossa economia, embora cresça um pouco abaixo das expectativas e das necessidades de gerar empregos, renda e bem estar, ainda se destaca no cenário mundial. A tarefa mais árdua tem sido a de aperfeiçoar as nossas instituições e o papel do Estado, mas não há razões para esmorecer, pois também aí temos avançado.

Portanto, todos nós, profissionais de seguros, podemos ter a convicção de que estamos no lugar certo para realizar as nossas aspirações profissionais e de cidadãos. Os mais antigos, com a segurança de quem acompanhou e contribuiu para atingirmos o estágio em que hoje nos encontramos; e os mais novos, com a certeza de que seguem um bom exemplo e de que com a participação e o envolvimento de cada um podemos ir ainda muito mais longe”.

PERFIL João Elísio Ferraz de Campos é presidente dos Conselhos de Administração da Centauro Vida e Previdência. Profissional de seguros desde 1962, ocupou cargos de direção em várias seguradoras e participou de diretorias de várias entidades representativas do mercado. Foi secretário do Sindicato das Seguradoras do Paraná em 1966 e presidente do Clube da Bolinha. Exerceu o cargo de presidente da entidade máxima do mercado segurador por dezoito anos (1992/2008) sendo eleito, sucessivamente, primeiro na Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e Capitalização – Fenaseg e depois na Confederação Nacional das Seguradoras - CNSeg, da qual foi o primeiro presidente. Foi, também, presidente da Fundação Escola Nacional de Seguros (Funenseg), de 1994 a1997 e do ano 2000 a 2002. A par de suas atividades no setor de seguros, é empresário em outros segmentos econômicos. Preside os Conselhos de Administração da Empresa Paranaense de Participações (do ramo de energia), da Expotrade (eventos e entretenimento), da Smartgreen (desenvolve soluções de monitoramento remoto e gestão de consumo de ativos.), da Ouro Verde Participações (investimentos) e do Grupo Ouro Verde de Radiodifusão e é membro do Conselho da DTCom (educação e comunicação corporativa). Participa de entidades de classe, integrando o Conselho da CNSeg e o Conselho Político da Associação Comercial de São Paulo. João Elisio Ferraz de Campos dedicou uma parte de sua vida ao exercício de importantes funções públicas em seu Estado natal, o Paraná. Entre os anos oitenta e noventa, foi superintendente e presidente de órgãos públicos, secretário de Estado (Administração e Finanças), deputado estadual, vicegovernador e governador. Inicialmente, foi superintendente da Fundação Educacional do Paraná – Fundepar, secretário de Administração e Finanças, deputado estadual, vice-governador, acumulando o cargo de presidente do Banco de Desenvolvimento do Paraná S/A – Badep, vindo a ser finalmente Governador do Estado do Paraná.

REVISTA

9


VOCÊ SABIA? EMPRESA GOIANA INOVA E LANÇA SISTEMA 100% WEB PARA GESTÃO DE CORRETORAS DE SEGUROS

Lançado durante o XVII Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros, realizado na semana de 23 a 25 de novembro em Brasília-DF (foto), o iSeg é um sistema de vendas e gestão de propostas e apólices de seguros – 100% web – que reúne mobilidade, interatividade e integração com as Cias. Seguradoras. Acesso autorizado às informações dos clientes através de dispositivos móveis (notebook, tablet, smartphone ou SMS), simplificação do processo de vendas e redução de custos estão entre os benefícios oferecidos ao Corretor de Seguros. Maiores informações podem ser encontradas no site do iSeg – http://iseg.net.br.

RESPONSABILIDADE EMPRESARIAL Consciente das questões ambientais e sociais, o SINCOR-GO trabalha em parceria com a Gráfica Art3, que utiliza papéis com certificação FSC (Forest Stewardship Council) – papel produzido a partir de fontes responsáveis - na impressão dos seus materiais, a exemplo da Revista SINCOR-GO. O FSC é uma ONG criada em 1993 como resposta a uma preocupação internacional com o destino das florestas mundiais no início da década de 90. É uma certificação que garante que a empresa ou comunidade maneja suas florestas de acordo com padrões ambientalmente corretos, socialmente justos e economicamente viáveis. É uma ferramenta voluntária e pode ser considerado um dos selos florestais mais reconhecidos em todo o mundo. A certificação está presente em diversos produtos de origem florestal, como embalagens, materiais gráficos, móveis, objetos de decoração, lápis, papéis e muitos outros.

10 REVISTA

CREDSEGURO REINAUGURA PAC DE ANÁPOLIS

No dia 20 de outubro o SicoobCredSeguro reinaugurou o seu Posto de Atendimento Cooperativo em Anápolis. Agora em novo endereço, o PAC está funcionando em confortáveis instalações no prédio da ACIA, situado na região central da cidade.


CONVÊNIOS

SINCOR-GO CONTA COM MAIS DE 20 BENEFÍCIOS

PARA OS

be n

Pa ra m efi (62 ais cio ) i s@ 394 nfor sin 5-0 ma co 80 çõe rg 8 s: o. co m .b r

ASSOCIADOS

REVISTA

11


FESTA DO MERCADO DE SEGUROS

XX ENCONTRO ANUAL DE

CONFRATERNIZAÇÃO EM GOIÂNIA XII PRÊMIO BANDEIRANTE Reconhecimento profissional e muita animação marcaram a festa do mercado de seguros em Goiás Na noite da 6ª feira dois de dezembro, o SINCOR-GO promoveu a sua tradicional festa do mercado de seguros de Goiás. O XX Encontro Anual de Confraternização dos Corretores de Seguros aconteceu nas dependências do Oliveira's Place, onde centenas de profissionais do setor e familiares, autoridades e representantes de seguradoras participaram da cerimônia de entrega da 12ª edição do Prêmio Bandeirante, realizado anualmente pelo SINCOR-GO, premiando os securitários que se destacaram neste ano pelo serviço de qualidade e pela excelência do atendimento prestado ao mercado regional.

Na abertura do evento, o presidente do SINCOR-GO, Joaquim Mendanha de Ataídes, após fazer um balanço das ações do Sindicato em 2011 destacou o bom momento do setor de seguros e as perspectivas positivas para 2012 (acompanhe na sequência das páginas 14 e 15). Após o jantar, a descontraída performance da Banda Focus contagiou os convidados, e a dança seguiu animadamente até as primeiras horas da madrugada.

Fotos: Marco Monteiro

Ubiratan Seixas da Credseguro entrega a Henderson de Paula, um Tablet do sorteio da Atualização Cadastral Joaquim Fonseca, recebe prêmio de Dorival Alves, presidente do SINCOR-DF

Joaquim Mendanha, ao lado da esposa de Marcos Arruda, ganhador do carro, Armando Vergilio, Marcos Arruda, Silvio Souza e Dorival Alves

Silvio Souza Silva entrega TV de LED a José Ribeiro Guimarães Neto


BALANÇO E PERSPECTIVA

GESTÃO DO SINCOR-GO ENCERRA O ANO COM SALDO DE REALIZAÇÕES POSITIVAS No discurso de abertura da Festa de Confraternização Anual do SINCOR-GO – Prêmio Bandeirante 2011, o presidente Joaquim Mendanha de Ataídes fez uma breve prestação de contas pontuando algumas ações no ano que se encerra, lembrando a proposta da gestão atual de “administrar o Sindicato de

forma democrática e transparente, aberto à participação da categoria, razão da própria existência da entidade”. Ao concluir suas palavras, o dirigente deixou uma mensagem de confiança no crescimento ainda maior do setor em 2012, externando seus agradecimentos pelo apoio incondicional prestado por toda a

MELHORIA DA QUALIDADE DE SERVIÇOS E PRODUTOS

APRIMORAMENTO DA COMUNICAÇÃO INTERNA

Temos nos dedicado a promover ações focalizadas na melhoria constante da qualidade no atendimento dos produtos e serviços prestados aos nossos associados. 2011 foi um exercício em que colocamos em prática uma gestão mais competitiva com a implantação do SEGS no SINCOR-GO. O êxito dessa ação foi reconhecido nacionalmente. Destaco que o programa SEGS foi instituído pela Fenacor em todos os sindicatos do Brasil.

Seguindo pelo caminho da excelência dos processos internos, o SINCOR-GO investiu em sua comunicação interna, instituindo a Teia de Comunicação. Ao público externo, estamos elaborando uma Revista totalmente repaginada e de conteúdo ainda mais aprimorado com as notícias do setor.

AMPLIAÇÃO DE BENEFÍCIOS E SERVIÇOS Neste exercício que ora finda, nos esforçamos para ampliar os benefícios e convênios oferecidos à categoria.

RESPONSABILIDADE SOCIAL Durante o ano de 2011 a Diretoria Social do Sindicato, através do SINCOR-GO Solidário, participou da realização de vários eventos de cunho social e comemorativos, como o Dia da Mulher inovando com uma rodada de pizza seguida do sorteio de brindes às corretoras presentes. Em junho promovemos a Festa Junina, com arrecadação de fundos para entrega na Creche da Dona Judith, participamos da inauguração do consultório odontológico no Juizado de Menores, para o qual o SINCOR-GO colaborou com recursos no ano de 2010. Nossa Diretoria Social também promoveu o Campeonato de Truco, além da campanha de arrecadação de brinquedos 'Natal Feliz', em parceria com o Sindiseg, cuja meta de arrecadação é de 1000 brinquedos. Encerrando a atuação de responsabilidade empresarial este ano, em reunião com a presidência da Associação de Combate ao Câncer ficou definido que nosso Sindicato vai colaborar com a entidade com os recursos angariados com o estacionamento de veículos desta nossa festa de final de ano.

14 REVISTA

Diretoria do Sindicato, pela Cooperativa de Crédito - SicoobCredSeguro, Escola Nacional de Seguros e sua unidade regional Goiás, Fenacor, associados, filiados e parceiros. Acompanhe o resumo das principais realizações do SINCOR-GO no exercício de 2011 nas palavras do presidente Joaquim Mendanha:


BALANÇO E PERSPECTIVA QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL Também promovemos vários eventos focados na responsabilidade empresarial, na qualificação dos profissionais de nosso setor, com palestras técnicas e cursos para enriquecer o conhecimento e acompanhar as inovações que se apresentam sistematicamente em nossa área de negócios.

AÇÕES DE INTEGRAÇÃO DO SINCOR-GO NO INTERIOR DO ESTADO Este ano que está terminando foi marcado pelo fortalecimento do Sindicato também fora da Capital. Contamos com a participação crescente da atuação de nossos delegados regionais em vários municípios goianos, replicando as ações do Sindicato, e assim elevando o nível de qualidade também no interior do Estado.

JUBILEU DE PRATA DO SINCOR-GO Em 2011 tivemos a satisfação de celebrar junto com toda a categoria em Goiás o Jubileu de Prata do SINCOR-GO. Nosso Sindicato completou 25 anos de atuação, mais do que nunca estreitando a integração com a sociedade civil, pontuando com a participação sindical atuante na Campanha Chega de Acidentes.

CAMPANHA CHEGA DE ACIDENTES Esta ação foi iniciada justamente em maio deste ano, mês do aniversário do SINCOR-GO. Naquela ocasião - irmanados com a Secretaria de Cidades, então sob a gestão do deputado federal Armando Vergílio -, inauguramos, no Jardim Goiás, o TÓTEM PELA VIDA, registrando o triste placar do crescente número de acidentes de trânsito em nosso Estado, uma estatística que todos devemos contribuir para tentar reverter.

MAIS CONFORTO AOS ASSOCIADOS E VISITANTES O Sindicato está empenhado em ampliar o conforto de suas instalações físicas. E para isso adquirimos terreno vizinho à nossa sede própria, informando que em breve as obras devem estar concluídas para benefício de todos.

A HISTÓRIA DOS PRÓXIMOS 25 ANOS COMEÇA AGORA Também queremos deixar um convite a todos os corretores de seguros para que participem conosco nessa caminhada rumo aos próximos 25 anos de nossa entidade sindical, que é o alicerce da categoria. Inclusive, temos a responsabilidade ainda maior de mantermos o desempenho face ao reconhecimento conquistado em nível nacional. Juntem-se a nós, pois a colaboração de cada um é muito importante!

UNIÃO E PARTICIPAÇÃO Como exemplo de participação coletiva da maior importância, foi destaque a presença dos mais de 150 corretores de seguros na comitiva de Goiás no bem-sucedido Congresso Brasileiro de Corretores realizado recentemente em Brasília pelo SINCOR-DF.

O FUTURO SERÁ AINDA MELHOR Queremos também expressar a nossa mensagem de confiança no ano que está para começar. Ao consolidarmos a expectativa de crescimento superior a 20% em 2011, não há porque não trabalharmos com esforço redobrado para superar esta marca em 2012: será, sem dúvida, um novo ano sem precedentes para o setor de seguros em Goiás.

REVISTA

15


ACONTECIMENTOS

APRESENTAÇÃO DO SEGS

CAFÉ DA MANHÃ SEGURO

Evento realizado nos dias 19 e 20 de outubro na sede da Fenacor, no Rio de Janeiro, com abertura do presidente Joaquim Mendanha de Ataídes, destacou junto aos 23 sindicatos do País o Plano de Melhorias implantado pelo SINCOR-GO em conformidade com o sistema de gestão sindical (SEGS) no ano de 2011. A apresentação foi feita pelo gerente administrativo da entidade, Luiz Olmando Melo, focando o atendimento ao seguro DPVAT, o Manual de Conduta dos Colaboradores, a reestruturação interna, procedimentos adotados e as melhorias na comunicação interna da entidade. “Durante a explanação chamou mais a atenção dos presentes o serviço de atendimento ao seguro DPVAT prestado pelo SINCOR-GO em parceria com o Procon, e o passo-a-passo para implantação dessas unidades de atendimento no Estado”, comenta Luiz Olmando. O gerente informou ainda sobre a intenção da Diretoria do Sindicato em expandir a abrangência desta modalidade em cidades potenciais no Estado, para tanto realizando-se estudos prévios para possível implantação, por exemplo, de uma segunda unidade de atendimento no município de Senador Canedo no primeiro semestre de 2012.

AVALANCHE DE SEGUROS FALSOS Pirataria ataca o mercado de seguros: notícia veiculada no Correio Braziliense alertou o consumidor brasileiro sobre a proliferação de empresas que operam irregularmente com seguros no País, causando prejuízos de R$ 3 bilhões por ano ao mercado e consumidores atraídos pelos preços baixos das 'apólices' e falsas promessas. Segundo o jornal, para garantir a credibilidade de setor o Ministério da Fazenda determinou rigor na fiscalização sobre as mais de 100 empresas que atuam fora das regras legais, expurgando todas as que não pagam os prêmios e indenizações devidas aos clientes. Ocorre que muitas delas acabam sendo extintas sem honrar seus compromissos por falta de patrimônio e liquidez de recursos para cobrir os sinistros. Somente nos cinco primeiros meses de 2011 a Superintendência de Seguros Privados (Susep) multou 29 dessas firmas.

16 REVISTA

Henrique Freitas

IMPLANTADO PELO SINCOR EM GOIÁS No dia 11 de novembro o SINCOR-GO promoveu na sede da entidade, em Goiânia, o lançamento de seu XII Prêmio Bandeirante durante concorrido café da manhã com cerca de 40 representantes do mercado de seguros, com explanações do primeiro vice-presidente, Jovane Rodrigues Moreira, e dos diretores de Benefícios e de Marketing, respectivamente Roney Almeida Macedo e Wagner Paulo de Oliveira. Na oportunidade, foi enaltecida a importância da participação do corretor de seguros para o processo de aprimoramento constante na relação com as companhias seguradoras e entre todos os elos da cadeia produtiva de seguros, visando à excelência no atendimento ao mercado regional. A votação digital do Prêmio Bandeirante 2011 transcorreu até o dia 28/11. Os profissionais eleitos pelo mercado de seguros de Goiás foram premiados durante a festa de confraternização da categoria (veja matéria central desta edição).


RÁPIDAS DO MERCADO

Em 18 de novembro aconteceu no auditório do SINCOR-GO um treinamento para 80 pessoas de várias corretoras sobre o cartão de crédito da Bradesco Seguros e Previdência, ministrado pelos superintendentes da Sucursal Goiânia, Anderson Fabiano Mundim Martins; da Regional, João Nóbrega Interaminense Júnior; e da Matriz, Zuleica Alves Martins. Os expositores apresentaram as várias vantagens do produto, como descontos em algumas lojas – a Cacau Show e a Rede Cinemark, por exemplo -, descontos reais também para a concretização do seguro de automóvel na Bradesco Auto/RE e, ainda, milhagens aéreas.

No dia 27 de outubro, aconteceu nas dependências do SINCOR-GO, a cerimônia de inauguração oficial da sede da Centauro Vida e Previdência em Goiânia, em que compareceu toda a diretoria, executivos da companhia e responsáveis pela sucursal na capital goiana, recepcionados pelo presidente Joaquim Mendanha de Ataídes, que acolheu a Seguradora, agora ainda mais próxima do mercado regional. Na oportunidade, salientou que a parceria do SINCOR-GO com a Centauro ganha força com a maior capilaridade dos corretores, “promovendo-se, em conjunto, o acesso a este importante mecanismo de reparação social (o DPVAT)”. A inauguração da Centauro na capital goiana ocorre às vésperas do aniversário de 20 anos da empresa, lembrou o seu diretor-presidente, Ricardo Iglesias na abertura do evento. Destacou também a parceria do SINCOR-GO para o pronto atendimento ao Seguro DPVAT até o presente e a importância da manutenção do apoio do Sindicato, junto aos corretores, em prol dos beneficiários do seguro social. Em estímulo à produtividade e o relacionamento com a categoria, o gerente Luiz Ernesto de Souza Terencio falou sobre a nova etapa do 3º Prêmio Grand Prix Centauro, informou que uma corretora goianiense também se destacou na fase inicial da premiação nacional. Já o presidente da Fenacor, Armando Vergílio dos Santos, encerrou os pronunciamentos da noite destacando que os ramos vida e previdência serão destaques em futuro próximo, em meio à expansão natural do mercado, “que este ano deverá crescer aproximadamente 20%”, adiantou.

PALESTRA DO SINDSEG NA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL No dia 26 de outubro, no auditório da Acieg, foi realizada a segunda exposição dentro do Ciclo de Palestras do Sindseg MG/GO/MT/DF. A cargo do consultor em seguros, André Santos, a palestra versou sobre “Como fazer do corretor de seguros um parceiro produtivo”. No aspecto comportamental, o evento foi marcado pela descontração, com a maciça participação dos mais de 70 profissionais presentes. “Acreditamos que palestras com essa finalidade sempre serão um importante assistente às seguradoras, para auxiliá-las na preparação dos seus funcionários e na melhoria do atendimento aos corretores de seguros, que são os nossos principais clientes”, avaliou Renato Ramos, representante estadual do Sindseg em Goiás. Na foto, da esquerda para a direita estão Eduardo Silvestre (diretor do Sindseg MG/DF/MT/GO), Renato Ramos (representante do Sindseg-GO), Cláudia Perdigão (secretaria executiva do Sindseg MG/DF/MT/GO) e o dr. Edgard Veneranda (advogado membro da Comissão Jurídica do Sindseg).

SUL AMÉRICA REALIZA EVENTO EM GOIÂNIA A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos organizou evento exclusivo para corretores de seguros de Goiânia. O encontro aconteceu dia 10 de novembro, no SINCOR-GO, e contou com a presença do presidente da companhia, Thomaz Cabral de Menezes, e do vice-presidente Comercial, Matias de Ávila. Os executivos apresentaram os resultados da companhia e recentes realizações, além de apontar as oportunidades e estratégias para a região. “O Centro-Oeste vem apresentando ótimo crescimento em diversos segmentos do mercado de seguros. A SulAmérica está atenta a isso e quer fazer parte deste desenvolvimento”, comentou Menezes. As campanhas de vendas também terão destaque durante o encontro, principalmente a P.R.A. Super Campeões, que entrou em sua reta final. “O Programa de Reconhecimento ao Corretor (P.R.A. SulAmérica) oferece muitas possibilidades para o corretor aumentar seus ganhos mensais”, explicou Ávila. Além dos dois executivos, o diretor Comercial da regional Minas Gerais e Centro-Oeste, Marco Antonio Neves, também esteve no evento acompanhado por sua equipe local. Vyctor Hugo

BRADESCO APRESENTA NOVIDADES EM GOIÂNIA

CENTAURO SEGUROS INAUGURA FILIAL EM GOIÂNIA

REVISTA

17


GIRO NOS MUNICÍPIOS

DELEGACIAREGIONAL REGIONAL

DEANÁPOLIS

DELEGACIAREGIONAL DELEGACIA

DEITUMBIARA O delegado titular do SINCOR-GO em Itumbiara, Agnaldo Custódio de Paiva, informa sobre a IX Festa de Confraternização de final de ano dos corretores de seguros e familiares do sul e sudeste de Goiás, realizada com sucesso, dia 18 de novembro, no Espaço Vegeton. E também sobre a doação de brinquedos para todos os alunos da Escola Municipal Dom Veloso. A entrega ocorreu no dia 09 de dezembro, ao Rotary Club de Itumbiara Norte, dentro da oitava edição do Projeto SINCOR-GO Solidário naquela região.

18 REVISTA

O delegado Regional do SINCOR-GO em Anápolis, Ronaldo Luiz de Miranda, informa sobre a Festa de Confraternização dos Corretores de Seguros, familiares e seguradoras parceiras naquele município. O encontro anual foi realizado dia 11 de novembro, na casa de eventos Alfa Place. O evento teve animação de DJ, com buffet e jantar servidos aos convidados, e ainda sorteios de brindes para os corretores presentes


GIRO NOS MUNICÍPIOS DELEGACIAREGIONAL

DERIOVERDE

Rakilândia Medeiros

Concluída em 12 de outubro, Dia do Corretor de Seguros, a segunda Gincana Beneficente Perna de Pau, promovida pelo Clube dos Corretores de Seguros do Sudoeste Goiano, com apoio do Projeto SINCOR-GO Solidário, teve como campeã a equipe 'Concursado e Nomeado – É osso', da cidade de Rio Verde, sendo que a equipe 'Afoga o Ganso', da cidade de Jataí, conquistou o vicecampeonato. Arrecadou-se com esta iniciativa 300 brinquedos novos diversos, 600 quilos de alimentos, além de 750 peças de roupas, fraldas e kit's de higiene bucal. A distribuição foi feita a famílias moradoras em bairros periféricos de ambos os municípios.

O delegado regional do SINCOR-GO no sudoeste goiano, Samuel Borges Coelho, informa sobre a realização, no dia 09 de dezembro da festa de confraternização anual do SINCOR-GO na região. O evento aconteceu nas dependências do Complexo de Eventos Racini.

REVISTA

19


CONTRIBUIÇÕES 2012 COMUNICADO AOS CORRETORES (AS) DE SEGUROS PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS A Diretoria do SINCOR-GO informa sobre os valores das contribuições aprovadas para o exercício de 2012, conforme decisão de Assembléia Geral Ordinária realizada no dia 27 de outubro de 2011.

Contribuição Anual para os Associados do SINCOR-GO*

PESSOA FÍSICA

PESSOA JURÍDICA

R$ 482,00

R$ 964,00

Novos associados do SINCOR-GO

*Consultar tabela com as condições/prazos de pagamentos e regras de descontos.

Também por decisão da Assembléia Geral Ordinária, será concedido desconto de 20% para o exercício de 2012, independente da forma de pagamento.

Imposto Sindical para Todas as Corretoras Pessoa Física e Jurídica

Contribuição Confederativa

Esta contribuição trata-se de um imposto previsto legalmente, obrigatório para o exercício da profissão, conforme § 3º do art. 580 da CLT.

Trata-se de contribuição prevista na Constituição Federal, artigo 8.º, Inciso IV, cujos valores foram definidos pela Categoria, na Assembléia Geral Ordinária realizada em 27/10/2011. Vencimento: 30/03/2012.

PESSOA FÍSICA (valor único) R$ 482,00 Vencimento 29/02/2012.

PESSOA JURÍDICA A contribuição anual será cobrada de acordo com o capital social registrado no contrato social de cada empresa corretora (consultar tabela). Vencimento 31/01/2012.

Contribuição em Aberto (anteriores ao exercício de 2012.) Para os Corretores (PF) e Empresas Corretoras de Seguros (PJ) que tiverem contribuições em aberto e quiserem quitá-las será concedido um desconto para os exercícios anteriores ao do ano vigente do acerto. O desconto não se aplica ao Imposto Sindical.

*Este conteúdo está contido, em sua íntegra, incluindo-se as tabelas e valores pertinentes, em carta enviada pelo SINCOR-GO nos meses de novembro e dezembro - assinada pelo diretor tesoureiro da entidade, Henderson de Paula Rodrigues comunicando ao setor sobre as deliberações da AGE. Para informações complementares, ligue: (62) 3945-0808.

20 REVISTA


Celebre a vida com bons momentos, festeje o prazer de cada conquista e cada realização. Celebre o amor e a esperança.

Ao longo de 25 anos foram muitas as conquistas. Dentre elas, a mais importante é o NOSSO COMPROMISSO.

O SINCOR-GO deseja a todos BOAS FESTAS!

FELIZ 2012

REVISTA

21


DIVIRTA-SE DICAS ÚTEIS PARA VIAGENS DE FÉRIAS E FERIADOS DE FINAL DE ANO Antes de iniciar uma viagem neste período de férias de verão e festas de fim de ano é necessário tomar medidas de precauções no sentido de garantir uma viagem segura. Nesta época, principalmente, o fluxo de veículos nas rodovias aumenta; as viagens e os deslocamentos são mais longos e cansativos, e as chuvas intensas, como têm ocorrido, elevam em muito os riscos de acidentes.

PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTES ŸFalta de atenção; ŸNão guardar distância de segurança; ŸVelocidade incompatível;

CUIDADOS ELEMENTARES ŸEstar com a documentação pessoal e do veículo

em dia; ŸTer o veículo em boas condições de uso; ŸChecar os componentes mecânicos e elétricos do

veículo; ŸDirigir com atenção e respeito à legislação de

trânsito; ŸManter a velocidade controlada; ŸManter distância de segurança dos outros veículos

(frontal e lateral); ŸObedecer sistematicamente as marcações de

faixas contínuas (não ultrapassar indevidamente outro veículo); ŸUsar equipamentos de proteção e segurança

(capacete, no caso de moto; cinto para condutores, passageiros e crianças – até três anos, assento infantil); ŸTransportar em motos crianças somente acima de

sete anos; ŸRealizar descansos periódicos durante a viagem

(2hx10min ou 3hx15min); ŸNão ingerir bebida alcoólica se pretender dirigir

veículo.

Fonte: Internet (material postado no blog Nivaldino)

22 REVISTA

ŸDefeito mecânico em veículo e; ŸUltrapassagem indevida.


Feliz Aniversรกrio! DEZEMBRO

JANEIRO/2012

1 - DIVINO MARTINS SOBRINHO 2 - ROSE ANGELA CAPEL 4 - JOVANE RODRIGUES MOREIRA 4 - JOAQUIM MENDANHA DE ATAIDES 11 - ISAIAS FERNANDES DE PAULA 12 - WELLINGTON FORNAZIER 15 - FRANCISCO RODRIGUES PEREIRA NETO 18 - ROSANA PEDROZA CAMELO SASSO 21 - ERASMO PEREIRA DA SILVA 22 - KENNER ARAUJO FIDELIS 22 - MARCELO SOARES DAS NEVES 25 - RICARDO RODRIGUES SANTIAGO 28 - INAMAR DE CASSIA BORGES 29 - GLAUCIA REGINA REZENDE

10 - ITALO WATANABE 12 - RONEY ALMEIDA MACEDO 13 - CLEMENTE PORN 14 - OSMAR DOS REIS DE SOUSA 19 - WALLACY LUIZ SILVA OLIVEIRA 20 - JOSE ROBERTO SIQUEIRA 21 - CLEIDE APARECIDA PERTILE SOARES 21 - MARCOS MACEDO 27 - JO QUIXABEIRA DA SILVA 28 - AJOCIMAR MACHADO PEREIRA 28 - JOSE GALBANI NEGREIROS 28 - RONALDO DE AMORIM CHAVEIRO 29 - CLAUDIA BARBOSA BEZERRA 30 - ALESSANDRO VIEIRA DA SILVA

REVISTA

23



Revista SINCOR GOIÁS - Edição 72